SlideShare uma empresa Scribd logo
Colégio Estadual Laurentino Martins Rodrigues
Santa Rita do Novo Destino _______ Setembro de 2016.
Professor: Frederico Marques Sodré
Aluno (a): ______________________________________ Série: 1ª Série A
Atividades Avaliativas
1) Preparando seu livro sobre o imperador Adriano, Marguerite Yourcenar encontrou numa carta de
Flaubert esta frase: "Quando os deuses tinham deixado de existir e o Cristo ainda não viera, houve
um momento único na história, entre Cícero e Marco Aurélio, em que o homem ficou sozinho". Os
deuses pagãos nunca deixaram de existir, mesmo com o triunfo cristão, e Roma não era o mundo,
mas no breve momento de solidão flagrado por Flaubert o homem ocidental se viu livre da metafísica
- e não gostou, claro. Quem quer ficar sozinho num mundo que não domina e mal compreende, sem
o apoio e o consolo de uma teologia, qualquer teologia?
(Luiz Fernando Veríssimo. Banquete com os deuses)
A compreensão do mundo por meio da religião é uma disposição que traduz o pensamento
medieval, cujo pressuposto é
(A) O antropocentrismo: a valorização do homem como centro do Universo e a crença no caráter
divino da natureza humana.
(B) A escolástica: a busca da salvação através do conhecimento da filosofia clássica e da
assimilação do paganismo.
(C) O positivismo: submissão do homem aos dogmas instituídos pela Igreja e não questionamento
das leis divinas.
(D) O teocentrismo: concepção predominante na produção intelectual e artística medieval, que
considera Deus o centro do Universo.
2) As principais características do feudalismo eram:
(A) Sociedade de ordens, economia levemente industrial, unificação política e mentalidade
impregnada pela religiosidade.
(B) Sociedade estamental, economia tipicamente artesanal, organização política descentralizada e
mentalidade marcada pela ausência do cristianismo.
(C) Sociedade de ordens, economia terciária e competitiva, centralização política e mentalidade
hedonista.
(D) Sociedade de ordens, economia agrária e auto-suficiente, fragmentação política e mentalidade
fortemente influenciada pela religiosidade.
3) Valendo-se de sua crescente influência religiosa, a Igreja passou a exercer importante papel em
diversos setores da vida medieval,
(A) como por exemplo nas Universidades, onde disseminaram o cultivo das línguas nacionais.
(B) inclusive estimulando o avanço da ciência, sobretudo da medicina.
(C) impedindo a divulgação de conhecimentos científicos através do estabelecimento do Index.
(D) servindo como instrumento de homogeneização cultural diante da fragmentação política da
sociedade feudal.
4) Entre os principais povos bárbaros que invadiram o Império Romano, podemos citar:
(A) os visigodos.
(B) os ostrogodos.
(C) os francos.
(D) todas as anteriores.
5) A conversão e batismo de Clóvis, após a Batalha de Tolbiac, explicam principalmente:
(A) pela insistência do papa Gregório Magno.
(B) pela insistência de sua mulher Clotilde.
(C) pelo fato de que a maior parte da população da Gália era cristã.
(D) pela insistência dos bispos da Gália.
6) A invasão dos bárbaros na Europa provocou:
(A) pleno desenvolvimento comercial.
(B) maior ruralização.
(C) maior urbanização.
(D) o incremento industrial.
7) Os germanos eram:
(A) Guerrilheiros Romanos.
(B) Povos bárbaros.
(C) Guerrilheiros gregos.
(D) Povos gregos.
8) Por que os “bárbaros” ganharam essa denominação?
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
Boa Sorte!

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Avaliação de história (recuperação) estudos introdutórios
Avaliação de história (recuperação)   estudos introdutóriosAvaliação de história (recuperação)   estudos introdutórios
Avaliação de história (recuperação) estudos introdutórios
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação de história 4ºano
Avaliação de história 4ºanoAvaliação de história 4ºano
Avaliação de história 4ºano
CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
O Espaço Global e a Nova Ordem Mundial
O Espaço Global e a Nova Ordem MundialO Espaço Global e a Nova Ordem Mundial
O Espaço Global e a Nova Ordem Mundial
Frederico Marques Sodré
 
Avaliação História 4º Ano 1º bimestre
Avaliação História 4º Ano   1º bimestreAvaliação História 4º Ano   1º bimestre
Avaliação História 4º Ano 1º bimestre
Cristhiane Guimarães
 
Avaliação de recup. historia 4º ano
Avaliação de recup. historia 4º anoAvaliação de recup. historia 4º ano
Avaliação de recup. historia 4º ano
Raimunda Mascarenhas B. Melo
 
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdfAtividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
André Moraes
 

Destaque (6)

Avaliação de história (recuperação) estudos introdutórios
Avaliação de história (recuperação)   estudos introdutóriosAvaliação de história (recuperação)   estudos introdutórios
Avaliação de história (recuperação) estudos introdutórios
 
Avaliação de história 4ºano
Avaliação de história 4ºanoAvaliação de história 4ºano
Avaliação de história 4ºano
 
O Espaço Global e a Nova Ordem Mundial
O Espaço Global e a Nova Ordem MundialO Espaço Global e a Nova Ordem Mundial
O Espaço Global e a Nova Ordem Mundial
 
Avaliação História 4º Ano 1º bimestre
Avaliação História 4º Ano   1º bimestreAvaliação História 4º Ano   1º bimestre
Avaliação História 4º Ano 1º bimestre
 
Avaliação de recup. historia 4º ano
Avaliação de recup. historia 4º anoAvaliação de recup. historia 4º ano
Avaliação de recup. historia 4º ano
 
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdfAtividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
 

Semelhante a Avaliação de história 1ª série a

Revisão 1º ano
Revisão 1º anoRevisão 1º ano
Revisão 1º ano
isabelaguiar2010
 
Revisão 1º ano
Revisão 1º anoRevisão 1º ano
Revisão 1º ano
profisabelaguiar
 
A escola dos annales PARTE II.pptx
A escola dos annales PARTE II.pptxA escola dos annales PARTE II.pptx
A escola dos annales PARTE II.pptx
Breno46244
 
Palestra para os padres
Palestra para os padresPalestra para os padres
Palestra para os padres
José Faria
 
Aula 9 e 10 karl marx
Aula 9 e 10   karl marxAula 9 e 10   karl marx
Aula 9 e 10 karl marx
professorleo1989
 
Prova - 1º bimestre - 2ª série
Prova - 1º bimestre - 2ª sérieProva - 1º bimestre - 2ª série
Prova - 1º bimestre - 2ª série
Luiz Valentim
 
ARTIGO MAÇONARIA e educação século XIX.pdf
ARTIGO MAÇONARIA e educação século XIX.pdfARTIGO MAÇONARIA e educação século XIX.pdf
ARTIGO MAÇONARIA e educação século XIX.pdf
GualdimPaes
 
feudalismo e sua organização social.....
feudalismo e sua organização social.....feudalismo e sua organização social.....
feudalismo e sua organização social.....
Claudio493445
 
A história secreta dos jesuítas
A história secreta dos jesuítasA história secreta dos jesuítas
A história secreta dos jesuítas
REFORMADOR PROTESTANTE
 
%C3%89tica%20 p%c3%b3s modernista%20e%20expans%c3%a3o%20da%20%c3%89tica%20isl...
%C3%89tica%20 p%c3%b3s modernista%20e%20expans%c3%a3o%20da%20%c3%89tica%20isl...%C3%89tica%20 p%c3%b3s modernista%20e%20expans%c3%a3o%20da%20%c3%89tica%20isl...
%C3%89tica%20 p%c3%b3s modernista%20e%20expans%c3%a3o%20da%20%c3%89tica%20isl...
Daniel Dutra
 
4 a história secreta dos jesuítas
4   a história secreta dos jesuítas4   a história secreta dos jesuítas
4 a história secreta dos jesuítas
Orlando Oliveira Júnior
 
A historia secreta dos jesuitas edmond paris
A historia secreta dos jesuitas edmond parisA historia secreta dos jesuitas edmond paris
A historia secreta dos jesuitas edmond paris
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A história secreta dos jesuítas edmond paris
A história secreta dos jesuítas   edmond parisA história secreta dos jesuítas   edmond paris
A história secreta dos jesuítas edmond paris
V.X. Carmo
 
A historia secreta dos jesuitas edmond paris
A historia secreta dos jesuitas   edmond parisA historia secreta dos jesuitas   edmond paris
A historia secreta dos jesuitas edmond paris
Walter Santos
 
a_32_8_4_04052020105306.pdfEstudo dirigido
a_32_8_4_04052020105306.pdfEstudo dirigidoa_32_8_4_04052020105306.pdfEstudo dirigido
a_32_8_4_04052020105306.pdfEstudo dirigido
LedaMariadaSilva1
 
História Secreta do Brasil III - Gustavo Barroso
História Secreta do Brasil III -   Gustavo BarrosoHistória Secreta do Brasil III -   Gustavo Barroso
História Secreta do Brasil III - Gustavo Barroso
Marcelo Matias
 
Curso federação espírita fundamental i modulo i - roteiro 1 - [2008]euzebio
Curso federação espírita fundamental i   modulo i - roteiro 1 - [2008]euzebioCurso federação espírita fundamental i   modulo i - roteiro 1 - [2008]euzebio
Curso federação espírita fundamental i modulo i - roteiro 1 - [2008]euzebio
Rezadeiras
 
Módulo I - Aula I - Mansão Espírita
Módulo I - Aula I - Mansão EspíritaMódulo I - Aula I - Mansão Espírita
Módulo I - Aula I - Mansão Espírita
brunoquadros
 
Módulo I - Aula I - Mansão Espírita
Módulo I - Aula I - Mansão EspíritaMódulo I - Aula I - Mansão Espírita
Módulo I - Aula I - Mansão Espírita
brunoquadros
 
Quintaneiro; barbosa; oliveira. um toque de clássicos marx, durkheim e weber
Quintaneiro; barbosa; oliveira. um toque de clássicos marx, durkheim e weberQuintaneiro; barbosa; oliveira. um toque de clássicos marx, durkheim e weber
Quintaneiro; barbosa; oliveira. um toque de clássicos marx, durkheim e weber
nandoflorippa
 

Semelhante a Avaliação de história 1ª série a (20)

Revisão 1º ano
Revisão 1º anoRevisão 1º ano
Revisão 1º ano
 
Revisão 1º ano
Revisão 1º anoRevisão 1º ano
Revisão 1º ano
 
A escola dos annales PARTE II.pptx
A escola dos annales PARTE II.pptxA escola dos annales PARTE II.pptx
A escola dos annales PARTE II.pptx
 
Palestra para os padres
Palestra para os padresPalestra para os padres
Palestra para os padres
 
Aula 9 e 10 karl marx
Aula 9 e 10   karl marxAula 9 e 10   karl marx
Aula 9 e 10 karl marx
 
Prova - 1º bimestre - 2ª série
Prova - 1º bimestre - 2ª sérieProva - 1º bimestre - 2ª série
Prova - 1º bimestre - 2ª série
 
ARTIGO MAÇONARIA e educação século XIX.pdf
ARTIGO MAÇONARIA e educação século XIX.pdfARTIGO MAÇONARIA e educação século XIX.pdf
ARTIGO MAÇONARIA e educação século XIX.pdf
 
feudalismo e sua organização social.....
feudalismo e sua organização social.....feudalismo e sua organização social.....
feudalismo e sua organização social.....
 
A história secreta dos jesuítas
A história secreta dos jesuítasA história secreta dos jesuítas
A história secreta dos jesuítas
 
%C3%89tica%20 p%c3%b3s modernista%20e%20expans%c3%a3o%20da%20%c3%89tica%20isl...
%C3%89tica%20 p%c3%b3s modernista%20e%20expans%c3%a3o%20da%20%c3%89tica%20isl...%C3%89tica%20 p%c3%b3s modernista%20e%20expans%c3%a3o%20da%20%c3%89tica%20isl...
%C3%89tica%20 p%c3%b3s modernista%20e%20expans%c3%a3o%20da%20%c3%89tica%20isl...
 
4 a história secreta dos jesuítas
4   a história secreta dos jesuítas4   a história secreta dos jesuítas
4 a história secreta dos jesuítas
 
A historia secreta dos jesuitas edmond paris
A historia secreta dos jesuitas edmond parisA historia secreta dos jesuitas edmond paris
A historia secreta dos jesuitas edmond paris
 
A história secreta dos jesuítas edmond paris
A história secreta dos jesuítas   edmond parisA história secreta dos jesuítas   edmond paris
A história secreta dos jesuítas edmond paris
 
A historia secreta dos jesuitas edmond paris
A historia secreta dos jesuitas   edmond parisA historia secreta dos jesuitas   edmond paris
A historia secreta dos jesuitas edmond paris
 
a_32_8_4_04052020105306.pdfEstudo dirigido
a_32_8_4_04052020105306.pdfEstudo dirigidoa_32_8_4_04052020105306.pdfEstudo dirigido
a_32_8_4_04052020105306.pdfEstudo dirigido
 
História Secreta do Brasil III - Gustavo Barroso
História Secreta do Brasil III -   Gustavo BarrosoHistória Secreta do Brasil III -   Gustavo Barroso
História Secreta do Brasil III - Gustavo Barroso
 
Curso federação espírita fundamental i modulo i - roteiro 1 - [2008]euzebio
Curso federação espírita fundamental i   modulo i - roteiro 1 - [2008]euzebioCurso federação espírita fundamental i   modulo i - roteiro 1 - [2008]euzebio
Curso federação espírita fundamental i modulo i - roteiro 1 - [2008]euzebio
 
Módulo I - Aula I - Mansão Espírita
Módulo I - Aula I - Mansão EspíritaMódulo I - Aula I - Mansão Espírita
Módulo I - Aula I - Mansão Espírita
 
Módulo I - Aula I - Mansão Espírita
Módulo I - Aula I - Mansão EspíritaMódulo I - Aula I - Mansão Espírita
Módulo I - Aula I - Mansão Espírita
 
Quintaneiro; barbosa; oliveira. um toque de clássicos marx, durkheim e weber
Quintaneiro; barbosa; oliveira. um toque de clássicos marx, durkheim e weberQuintaneiro; barbosa; oliveira. um toque de clássicos marx, durkheim e weber
Quintaneiro; barbosa; oliveira. um toque de clássicos marx, durkheim e weber
 

Mais de Frederico Marques Sodré

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptxINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
Frederico Marques Sodré
 
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptxBIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
Frederico Marques Sodré
 
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptxESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
Frederico Marques Sodré
 
Slide Santa Rita do Novo Destino
Slide Santa Rita do Novo DestinoSlide Santa Rita do Novo Destino
Slide Santa Rita do Novo Destino
Frederico Marques Sodré
 
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Frederico Marques Sodré
 
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Frederico Marques Sodré
 
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Frederico Marques Sodré
 
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Frederico Marques Sodré
 
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º AnoCaderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Frederico Marques Sodré
 
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º AnoCaderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Frederico Marques Sodré
 
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais  Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Frederico Marques Sodré
 
Mapa Conceitual República Velha
Mapa Conceitual República VelhaMapa Conceitual República Velha
Mapa Conceitual República Velha
Frederico Marques Sodré
 
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIIIMapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Frederico Marques Sodré
 
Mapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Mapa conceitual Absolutismo e MercantilismoMapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Mapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Frederico Marques Sodré
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Absolutismo e mercantilismo
Absolutismo e mercantilismoAbsolutismo e mercantilismo
Absolutismo e mercantilismo
Frederico Marques Sodré
 
A origem da filosofia
A origem da filosofiaA origem da filosofia
A origem da filosofia
Frederico Marques Sodré
 
Reforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e ContrarreformaReforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e Contrarreforma
Frederico Marques Sodré
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Populismo no Brasil
O Populismo no BrasilO Populismo no Brasil
O Populismo no Brasil
Frederico Marques Sodré
 

Mais de Frederico Marques Sodré (20)

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptxINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
 
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptxBIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
 
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptxESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
 
Slide Santa Rita do Novo Destino
Slide Santa Rita do Novo DestinoSlide Santa Rita do Novo Destino
Slide Santa Rita do Novo Destino
 
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
 
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
 
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
 
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
 
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º AnoCaderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
 
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º AnoCaderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
 
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais  Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
 
Mapa Conceitual República Velha
Mapa Conceitual República VelhaMapa Conceitual República Velha
Mapa Conceitual República Velha
 
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIIIMapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
 
Mapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Mapa conceitual Absolutismo e MercantilismoMapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Mapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Absolutismo e mercantilismo
Absolutismo e mercantilismoAbsolutismo e mercantilismo
Absolutismo e mercantilismo
 
A origem da filosofia
A origem da filosofiaA origem da filosofia
A origem da filosofia
 
Reforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e ContrarreformaReforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e Contrarreforma
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
O Populismo no Brasil
O Populismo no BrasilO Populismo no Brasil
O Populismo no Brasil
 

Último

Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 

Último (20)

Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 

Avaliação de história 1ª série a

  • 1. Colégio Estadual Laurentino Martins Rodrigues Santa Rita do Novo Destino _______ Setembro de 2016. Professor: Frederico Marques Sodré Aluno (a): ______________________________________ Série: 1ª Série A Atividades Avaliativas 1) Preparando seu livro sobre o imperador Adriano, Marguerite Yourcenar encontrou numa carta de Flaubert esta frase: "Quando os deuses tinham deixado de existir e o Cristo ainda não viera, houve um momento único na história, entre Cícero e Marco Aurélio, em que o homem ficou sozinho". Os deuses pagãos nunca deixaram de existir, mesmo com o triunfo cristão, e Roma não era o mundo, mas no breve momento de solidão flagrado por Flaubert o homem ocidental se viu livre da metafísica - e não gostou, claro. Quem quer ficar sozinho num mundo que não domina e mal compreende, sem o apoio e o consolo de uma teologia, qualquer teologia? (Luiz Fernando Veríssimo. Banquete com os deuses) A compreensão do mundo por meio da religião é uma disposição que traduz o pensamento medieval, cujo pressuposto é (A) O antropocentrismo: a valorização do homem como centro do Universo e a crença no caráter divino da natureza humana. (B) A escolástica: a busca da salvação através do conhecimento da filosofia clássica e da assimilação do paganismo. (C) O positivismo: submissão do homem aos dogmas instituídos pela Igreja e não questionamento das leis divinas. (D) O teocentrismo: concepção predominante na produção intelectual e artística medieval, que considera Deus o centro do Universo. 2) As principais características do feudalismo eram: (A) Sociedade de ordens, economia levemente industrial, unificação política e mentalidade impregnada pela religiosidade. (B) Sociedade estamental, economia tipicamente artesanal, organização política descentralizada e mentalidade marcada pela ausência do cristianismo. (C) Sociedade de ordens, economia terciária e competitiva, centralização política e mentalidade hedonista. (D) Sociedade de ordens, economia agrária e auto-suficiente, fragmentação política e mentalidade fortemente influenciada pela religiosidade. 3) Valendo-se de sua crescente influência religiosa, a Igreja passou a exercer importante papel em diversos setores da vida medieval, (A) como por exemplo nas Universidades, onde disseminaram o cultivo das línguas nacionais. (B) inclusive estimulando o avanço da ciência, sobretudo da medicina. (C) impedindo a divulgação de conhecimentos científicos através do estabelecimento do Index. (D) servindo como instrumento de homogeneização cultural diante da fragmentação política da sociedade feudal. 4) Entre os principais povos bárbaros que invadiram o Império Romano, podemos citar: (A) os visigodos.
  • 2. (B) os ostrogodos. (C) os francos. (D) todas as anteriores. 5) A conversão e batismo de Clóvis, após a Batalha de Tolbiac, explicam principalmente: (A) pela insistência do papa Gregório Magno. (B) pela insistência de sua mulher Clotilde. (C) pelo fato de que a maior parte da população da Gália era cristã. (D) pela insistência dos bispos da Gália. 6) A invasão dos bárbaros na Europa provocou: (A) pleno desenvolvimento comercial. (B) maior ruralização. (C) maior urbanização. (D) o incremento industrial. 7) Os germanos eram: (A) Guerrilheiros Romanos. (B) Povos bárbaros. (C) Guerrilheiros gregos. (D) Povos gregos. 8) Por que os “bárbaros” ganharam essa denominação? ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ Boa Sorte!