SlideShare uma empresa Scribd logo
Mídias sociais
Prof. Alexandre Munhoz
munhoz@paraleloz.com.br
Conteúdo da aula
• Construção de Marcas na internet?
• As redes sociais no contexto atual
• Redes sociais: Mídia espontânea, Mídia
  Paga, Feedback e canal de contato.
• Planejar mídia e seleção de canais na
  internet.
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
A grande estratégia
na internet foi...
CENSURADO
EXCLUSIVO PARA OS
ALUNOS NA SALA DE AULA
Visão de contexto???
Por que visão
de contexto?
O consumidor na Internet é um ET?
Ou ele é uma pessoa com mais...

               OPÇÕES   EXIGENCIA




                                    SABER SOBRE
 INFORMAÇÕES                        SEUS DIREITOS




                  CONSUMIDOR
Onde está atenção?
A internet concentra a
atenção atualmente.
Mas onde na internet?
Onde ESTAVA a atenção
na internet???    icq?
                     uol.com.br?
  email?           blogs?
                                        IRC?
                            superdownloads.com.br?
  yahoo? google?
                            terra.com.br?
                msn?
        orkut?
folha.com.br?


google? Site de piadas?
Onde ESTÁ a atenção
na internet???
   google?          youtube?
blogs?       orkut?
facebook?      twitter?
    msn?     Compra coletiva?

               celular?
Onde ESTARÁ a atenção
na internet???
                              Na porta da
Celular/tablet?                geladeira
                                online?

Canais Digitais    Realidade      na TV online
  Mundiais?
                  aumentada?       da casa?


                      Google Street
                         View?
Quão rápido muda o
comportamento de mídia?
Anos para conseguir 50 milhões de usuários?
Rádio -38 anos
TV - 13 anos
Internet - 4 anos
Facebook - 1 ano -> 200 milhões
Onde está o
SECOND LIFE?


Quanto tempo vai
ter o Facebook???
Por quanto tempo duram as TÉCNICAS
para conseguir a atenção na internet??




                        Você contrataria um
                        especialista em
                        Email Marketing?
Até quando o usuário vai se
dispor a dar a atenção para as
empresas na internet?

Para quais empresas você
dá atenção?
Ok, você consegue a atenção...

e DEPOIS???
Por que alguém
                 vai ler seu blog?
Faça um blog!!
Por que alguém
Faça um perfil   seguiria seu perfil?
Social!!!
Subornar os usuários para
ganhar seguidores???

e DEPOIS???
A moda dos 1000
seguidores.
Por que alguém
                  se importaria com
Faça um BUZZ!!!   seu BUZZ???
Pronto, divulguei   Por que alguém
na internet.        se compraria seu
                    produto? E não o de
                    qualquer outro?
O novo índice de sucesso de
negócios não são mais os
cliques ou seguidores...


é a CONVERSÃO!
Dos usuários que veêm o produto ou marca,
quantos realmente o compram???
Por que as indicações de produtos via
redes sociais dão tantos resultados?


As pessoas procuram o
REAL e SINCERO!!!
Se deixarem de ser SINCERAS,
ainda funcionam?

Como fazer alguém SINCERAMENTE
indicar e falar bem da sua empresa?
Contexto?
O contexto não
é o facebook!
No futuro todos terão seus
15 minutos de fama.
Andy Warhol - 1968

Conteúdo na mão de qualquer um!!!
Fama aos usuários, e não somente
artistas e personalidades.
Interatividade e comunicação
rápida com pessoas e empresas.
Fale com qualquer um em qualquer
lugar e receba uma resposta rápida.
Conecte-se com pessoas
distantes. “Toque” alguém
famoso.
As redes atuais permitem um tipo
de “vínculo próximo” com qualquer
pessoa.
As pessoas querem ter voz,
dividir suas experiências e
opiniões.

E do outro lado, muitas também
dispostas a ouvir e usar estas
informações.
amazom.com
O conteúdo na mão do anônimo!
Ou qualquer outro.
As maiores pérolas vem de usuários
anônimos e criativos que agora tem
onde mostrar seu trabalho!
Democracia da informação,
movimentos populares virtuais,
o poder individual da opinião
aumentado...
Wikileaks, movimento ficha limpa,
movimento de massa crítica
(bicicletada)...
As pessoas procuram o REAL,
INUSITADO, SINCERO, COM UMA BOA
CAUSA...
Queda da popularidade das coisas criadas
artificialmente com objetivos individuais,
persuasivos e de lucro.
Exemplo?
A Sony tentou inserir uma campanha chamada:
“All I Want for Xmas is A PSP”
como se fosse espontânea na internet.

Logo foi desmascarada e gerou uma grande
imagem negativa.
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Mercado na época
• As camisetas ou eram de MARCA ou sem
  GRAÇA (estampas estranhas da moda)
• Poucos varejos de internet explorando as
  camisetas na época.
• Mercado unilateral, consumidor só
  comprava.
A brecha!!!
• Camisetas descoladas com conceitos da
  NET e ilustrações para público jovem!
• DO SEU JEITO! Abertura para que os
  usuários mandem suas estampas!
• Abertura para reviews dos próprios
  usuários e suas fotos usando a
  camiseta...
 Heim? Uma rede social própria??
A identidade
Quem é a camiseteria?
• Jovem, engraçado, diferente, inusitada!
• Próximo, aberto a opiniões, compartilha
  com usuários...
• Essa identidade fica mais clara nos
  produtos, o site é algo mais funcional.
A grande estratégia
na internet foi...
CENSURADO
EXCLUSIVO PARA OS
ALUNOS NA SALA DE AULA
Com que pessoas ou empresas
você se conecta???

Próximos ao seu estilo?
Que ofereça algo que você dá valor?
Que comunique-se de maneira
adequada?
CENSURADO
EXCLUSIVO PARA OS
ALUNOS NA SALA DE AULA
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Mídias sociais
Quando começou a
comunicação social virtual??
Década de 60
Década de 80 - BBS
Década de 90 - IRC, ICQ, Webchat...
Década de 2000 - MSN, ORKUT,
Second Life
Atualidade - Live messenger,
Twitter, Facebook...
Futuro...
• Geosocial?
• Espaço para comunidades menores e
  focadas? Comunidades com utilidades
  diversas?
• Social + Realidade aumentada?
 Maior interação entre Físico+Virtual?
• Celular a partir de redes sociais? Morte do
  número de telefone? Voip e Video integrado?
Facebook e twitter... só????
LinkedIn - Contatos profissionais
4Square - Rede social + gps + sua localização
RatePoint - Usuários avaliam sites
del.icio.us - Compartilhe seus favoritos
Blogger - Blogs pessoais
Care2 - Direitos humanos, sustentabilidade etc..
        E centenas de outras...
TripIt - Compartilhe seus roteiros de viagem
byMK - Rede social da moda (Monte looks)
MeusParentes - Rede social familiar (genealogia)
Vampire Freaks - Rede social Gótica

Ning - Rede Social para criar sua rede social
e muitas outras...
O negócio nas redes sociais

         MÍDIA NORMAL   FEEDBACK




    MÍDIA                          CANAL DE
 ESPONTÂNEA                        CONTATO




               CONSUMIDOR
MÍDIA
EXPONTÂNEA
O que é uma mídia espontânea?
São informações sobre o produto
difundidas pelos próprios usuários sem
influência direta da empresa.


PROPAGANDA DE GRAÇA!!!
Porém, não é tão fácil.
Técnicas atuais
• Material Virais (videos, jogos, imagens...)
• Ações de Guerrilha
• Buzz Marketing
• Ou outras ações que gerem o interesse
  do usuário de compartilhar uma inf.
Virais
Vídeos virais
A grande maioria dos virais inicialmente
eram “video cassetadas” e propagandas
de TV super criativas (algumas proibidas
de serem passadas na TV).
Hoje, ainda boa parte dos videos de maior
acesso são caseiros e autênticos.
Motivação para compartilhar?
• Emoção: se seu vídeo captura as emoções
  ressonantes com seu público alvo.
• Identificação e auto expressão: O que as
  pessoas dizem sobre si mesmas quando
  compartilham um vídeo? Seu vídeo serve
  para o usuário comunicar seus anseios e
  opiniões?
• Que passe informações importantes para os
  usuários
• Viral 1 - Halo (emoção)
• Viral 2 - Soy Milk (identificação)
• Viral 3 - StandUp for Cancer (inf.)
Vídeos virais e Posicionamento?
• Viral 1 - Old Spyce
• Viral 2 - Notebook MSI
Um foi o maior sucesso de vídeos virais na internet
criados por empresas, o outro falhou em gerar ven-
das para a empresa e sofreu críticas nos blogs.
Qual a imagem dos dois?
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
O posicionamento foi
explicado de maneira positiva
e ancorado na necessidade do
consumidor???
Old Spyce
Smell like a man!
MSI
Stylish and Ultra-Slim
A notebook wich fits your butt?
Coerência com
posicionamento
central da marca?
Old Spyce
Be a man!
MSI
Insist on the best!
Como se cria um?
Seja criativo, inovador, descolado...
Esteja antenado nas linguagens do público
alvo.
Não há exatamente uma receita pronta.
Habilidades publicitárias aplicadas à este
novo tipo de material.
Linguagens usadas
Apropriação da linguagem de internet (videos
caseiros de celular, mal editados, não enqua-
drados....)

Fotos não profissionais, mal enquadradas,
flash direto...

Será REAL???
• Viral 1 - Situação inesperada: rapidamente
  usado a favor da empresa (Troller).
• Viral 2 - Criação publicitária: AXE
• Viral 3 - Criado e barato: Will it blend
  (blendtec)
Caso Petronas
Objetivo:
Fazer um video que combata o preconceito de
etnias na Malásia.

Estratégia:
Realizar entrevistas com crianças, que a princípio
não enxergam as diferenças como os adultos.
SEM ROTEIRO, apenas conversar com crianças
que fossem amigos, mesmo sendo de etnias
diferentes.
• Viral 1 - How spell dinosaur?
• Viral 2 - Who´s your friend?
• Viral 3 - Tan Hong Ming in love.
Fracasso?
Muitos, a maioria nós nem ouvimos falar...
Dinheiro não compra um bom viral...
• Viral 1 - Wallmart
• Viral 2 - Microsoft
Chama a atenção
e depois???
• Viral 1 - Volkswagen 1
• Viral 2 - Volkswagen 2
Guerrilha
na internet
Ações de guerrilha
Muitas acabam se tornando vídeos virais...

Pode ser feitas a partir de uso inusitados
das mídias dos canais na internet.

Ou uma intervenção na realidade: causam
espanto e envolvem as pessoas que
estavam no local e atraem muitos usuários
por ser REAL.
• Guerrilha 1 - The last exorcism (chatroullete)
• Guerrilha 2 - Red Bull
• Guerrilha 3 - T-Mobile
• Guerrilha 4 - Coca cola (share the happiness)
• Guerrilha 5 - Axe Wakeup Service
• Guerrilha 6 - Coca cola Copa
Cuidado!
Organizar eventos de guerrilha é mais complexo
do que parece.

Podem ser um FRACASSO, ou simplesmente se-
rem sem graça e sem nenhuma repercussão.
• Guerrilha 1 - Chuva de Twix
• Guerrilha 2 - Maringá Park Shopping
• Guerrilha 3 - Catuaí Maringá
Como se faz?
Também não tem receita pronta...
Seja criativo, envolvente, bem
estruturado...
Buzz
na internet
Simplesmente um BOATO!

Porém... devido ao interesse
das pessoas no produto, ele
se espalha rapidamente.
Geralmente não é para
quem quer...
é para quem pode.
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
O que faz um boato “andar”?
• Envolvimento pessoal com o tema?
• Uma oportunidade interessante?
• A expectativa/tensão sobre determinado
tema?
• Uma informação importante para a pessoa?
Case Toy Story 3
Algumas semanas antes do filme a pixar sol-
tou “velhos” comerciais na NET com os perso-
nagens do filme. A confusão entre o real e fic-
tício deixou muita gente curiosa.

Video 1 - Comercial Americano
Video 2 - Comercial Japonês
Outras ações
Ações promocionais inusitadas
Algumas promoções podem ser
direcionadas para gerar uma mídia
expontânea. Principalmente se forem
inusitadas.
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Pode se comprar
espontaneidade?
Subornar usuários para que
repassem sua mensagem?
Por que repassaram este?
MÍDIA NORMAL
É preciso ter cuidado.
As pessoas estão cansadas de propaganda na
internet, pricipalmente nas redes sociais.

Uma empresa corre o risco de ser um
SPAMMER ou no mínimo indiscreta se ficar
enviando propaganda para qualquer pessoa.
Os usuários querem escolher que tipo
de propaganda devem receber!


De quais empresas você se disporia
a receber propagandas?
Anúncios pagos
Com os filtros de perfil e a criação de
comunidades menores com focos diferentes é
possível direcionar melhor seus anúncios.

Se uma propaganda cai na pessoa certa, ela
tem menos chance de incomodar.

Sites menores tem custo mais baixo e também
atingem um bom público.
CADA REDE TEM SEU ESQUEMA
O esquema de onde e como anunciar irá variar
para cada site de rede social.

É preciso observar se em cada um deles é
possível passar a mensagem desejada e QUAL
O PÚBLICO QUE ATINGEM.
Algumas empresas fazem videos de
reviews ou de “how to” passando
informações para o usuários e
divulgando sua marca.
Ações promocionais
Tal qual os sites de compra coletiva,
a empresa pode criar promoções
imperdíveis para estimular a 1ª compra
do usuário e criar um elo de confiança.
E os seguidores “interesseiros” podem
receber outras comunicações.
Milk shake grátis
Uma lanchonete de São Paulo
prometeu Milk Shake grátis para
seus primeiros 1000 seguidores em
um dia.
A empresa teve um lucro acima do
normal no dia a média aumentou a
partir desta promoção.
FEEDBACK
A internet está sendo a referência
de opiniões sobre os produtos...

Mais e mais pessoas pesquisam
antes de comprar o produto.
Principalmente produtos de alto
envolvimento.
Comentários podem surgir em:

• Blogs e seus comentários abertos
• Fóruns de discussão
• Perfis em redes sociais
• Sites de review
• Ou qualquer outro ponto em que
os próprios usuários consigam entrar
comentários.
Exemplos

Opinião do dono (reviews de carros)
Carsale.uol.com.br
Clube do Hardware (forum informática)
clubedohardware.com.br
The preview (forum de fotografia)
dpreview.com
Monitorar comentários?
• Pesquisa de marketing gratuita!!!
• Verificar problemas nos produtos.
• Verificar pontos fortes dos produtos.
• Buscar clientes insatisfeitos e resolver
problemas.
Comentários
positivos
Como se faz?
Simples....
Dê motivos!
Dell 2209wa
Contexto
A maioria dos monitores LCD são ruins para trabalho
com design e fotografia, os bons custam acima de
5mil reais.

A brecha
No início, mesmo sem ter consciência disso, a Dell
lancou um monitor com painel E-IPS que garantia
uma qualidade maior nas cores a partir de 900 reais.

BOMBOU !!!
Fóruns sobre o assunto, revistas especializadas, co-
mentários positivos por todos eles.
Comprar blogueiros?
• A legislação atual está querendo mudar isso.
• Crise de credibilidade dos blogs? Por quanto
tempo as pessoas vão confiar nos blogs?
• Os blogueiros podem ficar mais caros!
Feedbacks artificiais
• Algumas empresas usam perfis “fakes” para
fazer comentários e indicar suas empresas.
• Geralmente ocupam grupos de discussão,
espaços de comentários de blogs, redes sociais
etc...
• Se funciona? Talvez... cuidado para não
parecer artificial. Se todos fizerem o que
acontece???
Comentários
Negativos?
Bar de São Paulo - Resenhaem6
Depois da Faixa de Gaza e do Acre, este é o pior lugar do
mundo para você ir com os amigos.

Caro, petiscos sem graça e, principalmente, garçons
ultra-power-mega chatos: você toma dois dedos do seu
chopp, quente e azedo que nem x*x*ta nos tempos dos
vikings, eles já colocam outro na mesa.

E se você recusa, eles ainda ficam putos. Só tulipadas di-
árias no rab* para justificar tamanha simpatia no atendi-
mento.
Bar de São Paulo - Resenhaem6
O gerente mandou uma notificação extra-judicial para re-
tirar os comentários, ofendeu e ameaçou com processo.

Muitos blogs fizeram um movimento contra e replicaram
a resenha em seus próprios blogs aumentando a abran-
gência da resenha.

O fato foi noticiado por vários blogs e sites de notícias.

Gerou mais de 2mil comentários no post.

Procure por “pior bar do sistema solar” no google
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Vídeo 1 - Riachuelo
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Como se evita?
Simples....
NÃO
dê motivos!
Como se
resolve?
Mais simples ainda...
RÁPIDO!
Caso ebay




Onda de feedbacks negativos iniciados por
um sobre não recebimento do produto. O
comentário modifica a expectativa dos outros.
Entrar na discussão?
É preciso muito cuidado!
A intervenção da empresa no meio de
discussão dos usuários pode ser mal
interpretada. Pior ainda se for MAL
conduzida.
Identificar-se?
Alguns dizem que pode identificar-se, desde que
CLARAMENTE, para tentar resolver o problema do
usuário.

Outros acreditam que a identificação pode ser uma
“invasão de espaço”, porém se for descoberto, pior
ainda.
Como se resolve?
Consumidor
A empresa me atendeu muito mal...

Resposta empresa:
Nossa empresa está sempre preocupada com
bom atendimento e treina todos os funcionários
nos mais altos padrões. Temos vários prêmios e
reconhecimentos por bom atendimento, bla bla bla



                                Certo???
Como se resolve?
Consumidor
A empresa não cumpriu o preço anunciado...

Resposta empresa:
Isso é ultrajante! Esse pessoal fica querendo
levar vantagem nas coisas, se dar bem em cima
dos outros e depois fica todo sentido por não ter
conseguido.


                                   Certo???
Como se resolve?
Consumidor
A empresa é muito ruim, produto falho..

Resposta empresa:
Você não pode ficar falando isso. Estou entrando
em contato com meu advogado para entrar com
um processo por difamação.



                                  Certo???
Como se resolve?
Consumidor
A comida é muito sem gosto, mal preparada...

Resposta empresa:
Isso nunca aconteceu! Você foi a primeira a
reclamar. As vezes as pessoas tem um paladar
diferente e não podem ficar falando mal assim.



                                  Certo???
Como se resolve?
Consumidor
O produto tem um acabamento ruim....

Resposta empresa:
Você deve ter comprado uma cópia pirata,
nosso produto é de alta qualidade. 100% dos
nosso clientes estão satisfeitos com ele, temos
pouquíssimas reclamações e nenhuma do
acabamento.

                                   Certo???
Como se resolve?
Consumidor
O produto tem um acabamento ruim....

Resposta empresa:
Caro Fabiano
Observamos sua insatisfação com o produto
e gostaríamos de resolver o seu problema da
forma mais rápida o possível. Por favor, ligue no
número XXXXXX, a atendende irá encaminhar sua
solicitação em regime de urgência.
Obrigado pelo seu feedback.
                                  Certo???
Como tinha certeza do valor na prateleira?
Em nenhum momento foi falado na
reclamação...
Há uma grande
tendência de aumentar
os sites que oferecem
canais para defesa dos
direitos do consumidor.
Interagir com clientes
É possível que a empresa também interaja com
clientes nas conversas de fórum. Porém deve ser
sempre algo pontual. Tirar dúvidas, responder
solicitações etc...

EVITE VENDER NO MEIO DA
CONVERSA!!!
SPAMMERS
Algumas empresas tentam encaixar frases prontas
sem qualquer conexão com o assunto dentro dos
fóruns, comentários de blogs, etc...

Geralmente estas empresas são banidas
rapidamente pela prática de spam ou seus
comentários são apagados.
Ferramentas de
monitoramento
socialmention.com - procura em redes sociais (free)
radian6.com - painel de controle social (pago)
trackur.com - ferramentas diversas (pago)
addictomatic.com - Search em vários sites (free)
www.google.com/insights/ - indica atividade de
palavras pesquisadas por região etc. (free)
viralheat.com - monitora redes sociais (pago)
CONTATO
O USO MAIS COERENTE
Os melhores casos de uso de redes sociais são
aquelas empresas que as usam para se comunicar
mais diretamente com o consumidor.

Não é ficar postando de tudo... e sim postar
assuntos relativos ao seu produto e como ele
interessa ao consumidor e responder as suas
solicitações.
CASES DE SUCESSO
Nokia Guru
Tira dúvidas de como usar os celulares da nokia

Dell no Twitter
Lançamentos de produtos, promoções etc.

SAC Camiseteria
Resposta de dúvidas dos usuários
Cardápios especiais e
a festa quase exclusiva
“Sambinha pro santo”
TENHA FOCO!
1. Que tipo de informações seu cliente
gostaria de receber sobre seu produto/
empresa?

Não envie nada que não esteja dentro do foco
de atuação da empresa ou seu produto. Você
não precisa ser um filtro de conteúdo, apenas
enviar informações suas para que o consumidor
acompanhe.
TENHA BOM SENSO!
2. Com que freqüência ele tolera este contato?
Evite tornar-se um spammer, usando e abusando
do contato estabelecido para enviar tentativas de
venda de produtos com grande frequência.

Você não é obrigado a enviar um posto por dia... é
obrigado a enviar posts significativos.
FALTA DE BOM SENSO!




               Empresa americana usou
               facebook para cobrar
               US$300. Está sendo
               processada agora.
Facebook: Os picos de acesso estão
as 11h, 15h e 20h. 15h é o maior.
Posts feitos de manhã costumam
ser mais comentados. (Vitrue 2010)
Ferramentas de unificação




                   tweet deck é uma
                   delas.
Outros agregadores de perfil
chi.mp
FriendFeed
Nomee
Cliqset
MEgo e muitos outros.

Entre no link abaixo e veja mais detalhes:
http://alturl.com/gjqzk
Algumas empresas estão
trocando o hotsite pelo perfil na
rede social.
Sua empresa precisa de um
Perfil social?
Seu consumidor irá usá-lo como forma de contato?
É interessante manter o histórico de opiniões para
todos verem?
O consumidor quer ter informações atualizadas
sobre seu produto?
Seu tipo de produto é significativo o bastante para
as pessoas lhe seguirem?
Para algumas empresas...
realmente tem pouca
importância.
CASOS
AXE BILLIONS
Qual o posicionamento?
O Efeito AXE. Use AXE e tenha um poder de atração
sobre as mulheres.


Qual a identidade?
Um jovem ou adolescente comum, não musculoso,
não galã, nem com grandes atrativos. Como a
grande parte do mundo.
Video - Campanha TV
Video - Ação guerrilha SP
Ação guerrilha SP
Jogo online
Kit blogueiras
SYM
Qual o posicionamento?
SYM - Sincera, direta e real. É para você que,
como qualquer outra, fica de TPM e não fica bem
naqueles dias.


Qual a jovem que tem o direito de ficar
Uma mulher
           identidade?
do jeito que quiser naqueles dias. Sinceridade,
transparência, jogar em panos limpos o que não se
fala.
Video - Campanha TV
Portal “A maior TPM do mundo”,
exploda pessoas, atire facas...
Videos “Pronto, Falei”, Blogueiras indo
direto ao assunto sobre a vida feminina
INTERAÇÃO
SOCIAL
É possível para uma empresa
usar o conceito de redes sociais
no seu site?
Por que o usuário dividiria experiências?
Precisa ser um facebook? Completo?
Quais os vetores de troca de opiniões?
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
PLANEJAMENTO
Quais canais?
• Google, Bing, Yahoo...
• Blogs de moda, blogs de comidas, blogs de
  assuntos gerais, GIZDROPS, Gostei disso...
• Sites de conteúdo: Uol, Globo, Terra, Cyber
  Cook, O bonde....
• Sites de Fóruns, Gamevício, Baboo, Clube do
  Hardware, dpreview...
Tem mais canais...
• Agregadores de artigos: LinkBão, Digg...
• Anúncios no Facebook, twitter e OUTRAS
  comunidades sociais: metalrock, uvinum,
  bakespace...
• Sites de serviços gratuitos para usuários:
  Sistemas de projetos, financeiro pessoal,
  Agenda...
• Sites de compra coletiva, de cupons de
  desconto...
Tem mais?
sim, e daqui um mês
tem mais ainda...
Então qual canal de internet?
• Quem é seu público???
• Quais canais possuem maior probabilidade
  de atingir este público?
• Qual a capacidade de retorno de sua
  empresa?
• Qual tem maior taxa de conversão?
Quem é seu público?
Mulheres acima dos 40
Quais são seus interesses?
Sites de receitas? Sites de Revistas físicas?
Blogs sobre saúde?
Sites de jornais locais e nacionais?

Por onde procuram conteúdo?
Google? Blogs? Site da Ana Maria Braga?
Twitter? Sites de revistas?
Quais dão mais resultados?
• Analiza-se as estatíticas dos site, perfil
  do usuário (alguns possuem).
• Verifique como o site faz a gestão da
  exposição das propagandas, os espaços
  disponíveis...
• No fim, é tentativa e erro até achar o
  melhor!
Case Loja Informática
Loja de informática ONLINE e física com
muitos equipamentos de alto desempenho.
Computadores para jogos.

Como divulgar na internet?
OK.... tem o buscapé
Você tem verba para pagar o alto custo
dessa mídia?
Então o adwords
As palavras estão ficando cada vez mais
concorridas e caras.
SEO?
SEO está perdendo um pouco da importância.
O usuário está buscando conteúdo por outros
meios também.
ESTRATÉGIAS
• Estratégia 1: Criar artigos explicando a solução de
   problemas em informática ou reviews de produtos
   e indexando nos agregadores de conteúdo e no
   google.
• Estratégia 2: Anúncio em sites específicos sobre
   tecnologia, games, etc.
• Estratégia 3: Uso do site para potencializar vendas
   locais como um catálogo online.
ESTRATÉGIAS
• Estratégia 4: Promoções relâmpago no twitter
   com produtos a preço de custo para estimular
   a primeira compra do usuário, preferência para
   produtos de baixo valor.
• Estratégia 5: Uso da redes sociai para suporte e
   dúvidas sobre produtos.
Case PARGRAF ONLINE
Brecha: Venda de cartões de visita e ou-
tros mais baratos (montagem - precisa de
grande escala)

Identidade: ?

Público alvo: Usuários com conhecimento
médio e avançado (corel draw)
Outdoor na cidade de
Maringá funciona?
Mídias físicas???
Quem é seu público?
Onde seu público está?
Onde está a atenção dele?

Qual o canal com melhor conversão?
MENSAGEM
• Qual objetivo? Promocional? Construção
  de marca? Promover um produto?
• Qual seu posicionamento? Como reforçar
  ele na divulgação?
• Qual sua identidade? Qual a entonação,
  cores predominantes, situações,
  personagens?
TIMING
• Depende dos objetivos, custos, tempo da
  campanha... Na internet este conceito é
  um tanto obtuso.
• No final a decisão é se a campanha vai
  ser pontual ou constante.
• Aloque as verbas nos canais e espere a
  exposição e resposta.
Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010
Mídias sociais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

REDES SOCIAIS
REDES SOCIAISREDES SOCIAIS
REDES SOCIAIS
augustodefranco .
 
Alagoas Social Media - palestra de 20/10/2012
Alagoas Social Media - palestra de 20/10/2012Alagoas Social Media - palestra de 20/10/2012
Alagoas Social Media - palestra de 20/10/2012
Alexandre Inagaki
 
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
Jonathan Becker
 
A evolução das mídias sociais digitais, influência no cotidiano da população...
A evolução das mídias sociais digitais,  influência no cotidiano da população...A evolução das mídias sociais digitais,  influência no cotidiano da população...
A evolução das mídias sociais digitais, influência no cotidiano da população...
Marcos Araujo
 
Comunicação e Novas Mídias
Comunicação e Novas MídiasComunicação e Novas Mídias
Comunicação e Novas Mídias
Brunno Ogibowski
 
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
Martha Gabriel
 
Curso Gestão de Rede Sociais - Konfide - 20-10-2012
Curso Gestão de Rede Sociais - Konfide - 20-10-2012Curso Gestão de Rede Sociais - Konfide - 20-10-2012
Curso Gestão de Rede Sociais - Konfide - 20-10-2012
Fernando Souza
 
Arte & Marketing, by Martha Gabriel no ProXXIma 2013
Arte & Marketing, by Martha Gabriel no ProXXIma 2013Arte & Marketing, by Martha Gabriel no ProXXIma 2013
Arte & Marketing, by Martha Gabriel no ProXXIma 2013
Martha Gabriel
 
Internet, Marketing e Interação com o Consumidor -- by Martha Gabriel
Internet, Marketing e Interação com o Consumidor -- by Martha GabrielInternet, Marketing e Interação com o Consumidor -- by Martha Gabriel
Internet, Marketing e Interação com o Consumidor -- by Martha Gabriel
Martha Gabriel
 
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontroCurso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
Thiago Fraga
 
Mídias sociais e a evolução da comunicação
Mídias sociais e a evolução da comunicaçãoMídias sociais e a evolução da comunicação
Mídias sociais e a evolução da comunicação
Ariane Fonseca
 
Redes Sociais, Pessoas e Empresas
Redes Sociais, Pessoas e EmpresasRedes Sociais, Pessoas e Empresas
Redes Sociais, Pessoas e Empresas
Future Press, E-Press, Presentations,
 
Cybercultura e cibridismo - aula pos graduação
Cybercultura e cibridismo  - aula pos graduaçãoCybercultura e cibridismo  - aula pos graduação
Cybercultura e cibridismo - aula pos graduação
armindo ferreira
 
Mídias Sociais, Fotografia e Mobile Marketing
Mídias Sociais, Fotografia e Mobile MarketingMídias Sociais, Fotografia e Mobile Marketing
Mídias Sociais, Fotografia e Mobile Marketing
SOMMAR Social Media Marketing
 
Viralização de Conteúdo
Viralização de ConteúdoViralização de Conteúdo
Viralização de Conteúdo
PaperCliQ Comunicação
 
Marketing Digital: Cases de Sucesso nas Mídias Sociais
Marketing Digital: Cases de Sucesso nas Mídias SociaisMarketing Digital: Cases de Sucesso nas Mídias Sociais
Marketing Digital: Cases de Sucesso nas Mídias Sociais
Click Conhecimento
 
E marketing pessoal # Você On line
E marketing pessoal # Você On lineE marketing pessoal # Você On line
E marketing pessoal # Você On line
Saulo Veríssimo
 
Social Web Day - Ribeirão Preto - 10/03/2012
Social Web Day - Ribeirão Preto - 10/03/2012Social Web Day - Ribeirão Preto - 10/03/2012
Social Web Day - Ribeirão Preto - 10/03/2012
Alexandre Inagaki
 

Mais procurados (18)

REDES SOCIAIS
REDES SOCIAISREDES SOCIAIS
REDES SOCIAIS
 
Alagoas Social Media - palestra de 20/10/2012
Alagoas Social Media - palestra de 20/10/2012Alagoas Social Media - palestra de 20/10/2012
Alagoas Social Media - palestra de 20/10/2012
 
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
 
A evolução das mídias sociais digitais, influência no cotidiano da população...
A evolução das mídias sociais digitais,  influência no cotidiano da população...A evolução das mídias sociais digitais,  influência no cotidiano da população...
A evolução das mídias sociais digitais, influência no cotidiano da população...
 
Comunicação e Novas Mídias
Comunicação e Novas MídiasComunicação e Novas Mídias
Comunicação e Novas Mídias
 
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
 
Curso Gestão de Rede Sociais - Konfide - 20-10-2012
Curso Gestão de Rede Sociais - Konfide - 20-10-2012Curso Gestão de Rede Sociais - Konfide - 20-10-2012
Curso Gestão de Rede Sociais - Konfide - 20-10-2012
 
Arte & Marketing, by Martha Gabriel no ProXXIma 2013
Arte & Marketing, by Martha Gabriel no ProXXIma 2013Arte & Marketing, by Martha Gabriel no ProXXIma 2013
Arte & Marketing, by Martha Gabriel no ProXXIma 2013
 
Internet, Marketing e Interação com o Consumidor -- by Martha Gabriel
Internet, Marketing e Interação com o Consumidor -- by Martha GabrielInternet, Marketing e Interação com o Consumidor -- by Martha Gabriel
Internet, Marketing e Interação com o Consumidor -- by Martha Gabriel
 
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontroCurso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
 
Mídias sociais e a evolução da comunicação
Mídias sociais e a evolução da comunicaçãoMídias sociais e a evolução da comunicação
Mídias sociais e a evolução da comunicação
 
Redes Sociais, Pessoas e Empresas
Redes Sociais, Pessoas e EmpresasRedes Sociais, Pessoas e Empresas
Redes Sociais, Pessoas e Empresas
 
Cybercultura e cibridismo - aula pos graduação
Cybercultura e cibridismo  - aula pos graduaçãoCybercultura e cibridismo  - aula pos graduação
Cybercultura e cibridismo - aula pos graduação
 
Mídias Sociais, Fotografia e Mobile Marketing
Mídias Sociais, Fotografia e Mobile MarketingMídias Sociais, Fotografia e Mobile Marketing
Mídias Sociais, Fotografia e Mobile Marketing
 
Viralização de Conteúdo
Viralização de ConteúdoViralização de Conteúdo
Viralização de Conteúdo
 
Marketing Digital: Cases de Sucesso nas Mídias Sociais
Marketing Digital: Cases de Sucesso nas Mídias SociaisMarketing Digital: Cases de Sucesso nas Mídias Sociais
Marketing Digital: Cases de Sucesso nas Mídias Sociais
 
E marketing pessoal # Você On line
E marketing pessoal # Você On lineE marketing pessoal # Você On line
E marketing pessoal # Você On line
 
Social Web Day - Ribeirão Preto - 10/03/2012
Social Web Day - Ribeirão Preto - 10/03/2012Social Web Day - Ribeirão Preto - 10/03/2012
Social Web Day - Ribeirão Preto - 10/03/2012
 

Destaque

Planejamento e gestão de mídia fase 2
Planejamento  e gestão de mídia fase 2Planejamento  e gestão de mídia fase 2
Planejamento e gestão de mídia fase 2
Amadeu Nogueira
 
Aula 06 cpm.cpp.grp.trp_10.04
Aula 06 cpm.cpp.grp.trp_10.04Aula 06 cpm.cpp.grp.trp_10.04
Aula 06 cpm.cpp.grp.trp_10.04
Imes Fafica Catanduva
 
Aula 2 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais
Aula 2 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes SociaisAula 2 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais
Aula 2 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Midia - Aula 07
Midia - Aula 07Midia - Aula 07
Midia - Aula 07
Fernando Alves
 
Estrategias de midia
Estrategias de midiaEstrategias de midia
Estrategias de midia
Kauê Krischnegg
 
Midia Conceitos BáSicos
Midia Conceitos BáSicosMidia Conceitos BáSicos
Midia Conceitos BáSicos
Cesar Pallares
 
Conceitos Básicos Mídia
Conceitos Básicos MídiaConceitos Básicos Mídia
Conceitos Básicos Mídia
Rede Globo
 
Planejamento de Mídia - Estratégia e Tática
Planejamento de Mídia - Estratégia e TáticaPlanejamento de Mídia - Estratégia e Tática
Planejamento de Mídia - Estratégia e Tática
Martins & Marcon
 

Destaque (8)

Planejamento e gestão de mídia fase 2
Planejamento  e gestão de mídia fase 2Planejamento  e gestão de mídia fase 2
Planejamento e gestão de mídia fase 2
 
Aula 06 cpm.cpp.grp.trp_10.04
Aula 06 cpm.cpp.grp.trp_10.04Aula 06 cpm.cpp.grp.trp_10.04
Aula 06 cpm.cpp.grp.trp_10.04
 
Aula 2 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais
Aula 2 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes SociaisAula 2 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais
Aula 2 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais
 
Midia - Aula 07
Midia - Aula 07Midia - Aula 07
Midia - Aula 07
 
Estrategias de midia
Estrategias de midiaEstrategias de midia
Estrategias de midia
 
Midia Conceitos BáSicos
Midia Conceitos BáSicosMidia Conceitos BáSicos
Midia Conceitos BáSicos
 
Conceitos Básicos Mídia
Conceitos Básicos MídiaConceitos Básicos Mídia
Conceitos Básicos Mídia
 
Planejamento de Mídia - Estratégia e Tática
Planejamento de Mídia - Estratégia e TáticaPlanejamento de Mídia - Estratégia e Tática
Planejamento de Mídia - Estratégia e Tática
 

Semelhante a Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010

Bmt
BmtBmt
Introdução às Mídias Socias
Introdução às Mídias SociasIntrodução às Mídias Socias
Introdução às Mídias Socias
Celso Derisso
 
Mídias Digitais como Ferramenta de Gestão
Mídias Digitais como Ferramenta de GestãoMídias Digitais como Ferramenta de Gestão
Mídias Digitais como Ferramenta de Gestão
Israel Leal
 
Workshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Workshop Gol Virtual: Gerir e CurtirWorkshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Workshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Sebrae-SaoPaulo
 
Viral nas redes sociais
Viral nas redes sociaisViral nas redes sociais
Viral nas redes sociais
Jose Telmo
 
Curso: Como Destacar Sua Empresa nas Mídias Sociais (versão resumida)
Curso: Como Destacar Sua Empresa nas Mídias Sociais (versão resumida)Curso: Como Destacar Sua Empresa nas Mídias Sociais (versão resumida)
Curso: Como Destacar Sua Empresa nas Mídias Sociais (versão resumida)
Denis Zanini
 
Apresentação Pegadas Digitais
Apresentação Pegadas DigitaisApresentação Pegadas Digitais
Apresentação Pegadas Digitais
B+ Comunicação
 
Redes Sociais - Sua escola 24 horas na web
Redes Sociais - Sua escola 24 horas na webRedes Sociais - Sua escola 24 horas na web
Redes Sociais - Sua escola 24 horas na web
Juliana Miranda
 
Curso Aba - Março 2010
Curso Aba - Março 2010Curso Aba - Março 2010
Curso Aba - Março 2010
Elife Brasil
 
Gustavo Zanotto - Inovação, Tendências, Web 2.0, Web 4.0
Gustavo Zanotto - Inovação, Tendências, Web 2.0, Web 4.0Gustavo Zanotto - Inovação, Tendências, Web 2.0, Web 4.0
Gustavo Zanotto - Inovação, Tendências, Web 2.0, Web 4.0
Guia-se Negócios pela Internet
 
APRESENTACAO_CURSO_REDES SOCIAIS_THIAGO COSTA.pdf
APRESENTACAO_CURSO_REDES SOCIAIS_THIAGO COSTA.pdfAPRESENTACAO_CURSO_REDES SOCIAIS_THIAGO COSTA.pdf
APRESENTACAO_CURSO_REDES SOCIAIS_THIAGO COSTA.pdf
JacquelineAssis3
 
Gestão da Comunição Digital
Gestão da Comunição DigitalGestão da Comunição Digital
Gestão da Comunição Digital
Itallo Victor
 
Relações Públicas digital - Por @marcelorp13
Relações Públicas digital - Por @marcelorp13Relações Públicas digital - Por @marcelorp13
Relações Públicas digital - Por @marcelorp13
Marcelo Teixeira
 
Vitoria decor
Vitoria decorVitoria decor
Vitoria decor
Alexander Oliveira
 
Uso correto mídias sociais core
Uso correto mídias sociais coreUso correto mídias sociais core
Uso correto mídias sociais core
Antonio Moreira
 
Olhares multiplos univali
Olhares multiplos univaliOlhares multiplos univali
Olhares multiplos univali
Marcia Ceschini
 
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
Abravidro
 
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes SociaisEu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
Bia Quadros
 
Marketing e Estratégias Sociais
Marketing e Estratégias SociaisMarketing e Estratégias Sociais
Marketing e Estratégias Sociais
Nino Carvalho - Consultor e Professor
 
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
Raquel Rayanni
 

Semelhante a Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010 (20)

Bmt
BmtBmt
Bmt
 
Introdução às Mídias Socias
Introdução às Mídias SociasIntrodução às Mídias Socias
Introdução às Mídias Socias
 
Mídias Digitais como Ferramenta de Gestão
Mídias Digitais como Ferramenta de GestãoMídias Digitais como Ferramenta de Gestão
Mídias Digitais como Ferramenta de Gestão
 
Workshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Workshop Gol Virtual: Gerir e CurtirWorkshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Workshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
 
Viral nas redes sociais
Viral nas redes sociaisViral nas redes sociais
Viral nas redes sociais
 
Curso: Como Destacar Sua Empresa nas Mídias Sociais (versão resumida)
Curso: Como Destacar Sua Empresa nas Mídias Sociais (versão resumida)Curso: Como Destacar Sua Empresa nas Mídias Sociais (versão resumida)
Curso: Como Destacar Sua Empresa nas Mídias Sociais (versão resumida)
 
Apresentação Pegadas Digitais
Apresentação Pegadas DigitaisApresentação Pegadas Digitais
Apresentação Pegadas Digitais
 
Redes Sociais - Sua escola 24 horas na web
Redes Sociais - Sua escola 24 horas na webRedes Sociais - Sua escola 24 horas na web
Redes Sociais - Sua escola 24 horas na web
 
Curso Aba - Março 2010
Curso Aba - Março 2010Curso Aba - Março 2010
Curso Aba - Março 2010
 
Gustavo Zanotto - Inovação, Tendências, Web 2.0, Web 4.0
Gustavo Zanotto - Inovação, Tendências, Web 2.0, Web 4.0Gustavo Zanotto - Inovação, Tendências, Web 2.0, Web 4.0
Gustavo Zanotto - Inovação, Tendências, Web 2.0, Web 4.0
 
APRESENTACAO_CURSO_REDES SOCIAIS_THIAGO COSTA.pdf
APRESENTACAO_CURSO_REDES SOCIAIS_THIAGO COSTA.pdfAPRESENTACAO_CURSO_REDES SOCIAIS_THIAGO COSTA.pdf
APRESENTACAO_CURSO_REDES SOCIAIS_THIAGO COSTA.pdf
 
Gestão da Comunição Digital
Gestão da Comunição DigitalGestão da Comunição Digital
Gestão da Comunição Digital
 
Relações Públicas digital - Por @marcelorp13
Relações Públicas digital - Por @marcelorp13Relações Públicas digital - Por @marcelorp13
Relações Públicas digital - Por @marcelorp13
 
Vitoria decor
Vitoria decorVitoria decor
Vitoria decor
 
Uso correto mídias sociais core
Uso correto mídias sociais coreUso correto mídias sociais core
Uso correto mídias sociais core
 
Olhares multiplos univali
Olhares multiplos univaliOlhares multiplos univali
Olhares multiplos univali
 
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
 
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes SociaisEu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
 
Marketing e Estratégias Sociais
Marketing e Estratégias SociaisMarketing e Estratégias Sociais
Marketing e Estratégias Sociais
 
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
 

Mais de MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web

Aula 02 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
Aula 02 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...Aula 02 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
Aula 02 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Aula 01 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
Aula 01 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...Aula 01 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
Aula 01 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Logistica aplicada ao e-business - aula 1 - turma 01 e 02
Logistica aplicada ao e-business - aula 1 - turma 01 e 02Logistica aplicada ao e-business - aula 1 - turma 01 e 02
Logistica aplicada ao e-business - aula 1 - turma 01 e 02
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Cibercultura e redes sociais - aula 04 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 04 - turma 03Cibercultura e redes sociais - aula 04 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 04 - turma 03
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - aula 03 - turma 01 e 02
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - aula 03 - turma 01 e 02Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - aula 03 - turma 01 e 02
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - aula 03 - turma 01 e 02
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Cibercultura e redes sociais - aula 02 - turma 03
Cibercultura e redes sociais  - aula 02 - turma 03Cibercultura e redes sociais  - aula 02 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 02 - turma 03
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 02
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 02Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 02
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 02
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 01
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 01Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 01
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 01
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 4
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 4Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 4
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 4
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 3
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 3Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 3
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 3
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2 Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 5
Planejamento de Marketing Digital - Parte 5Planejamento de Marketing Digital - Parte 5
Planejamento de Marketing Digital - Parte 5
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 4
Planejamento de Marketing Digital - Parte 4Planejamento de Marketing Digital - Parte 4
Planejamento de Marketing Digital - Parte 4
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 3
Planejamento de Marketing Digital - Parte 3Planejamento de Marketing Digital - Parte 3
Planejamento de Marketing Digital - Parte 3
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 2
Planejamento de Marketing Digital - Parte 2Planejamento de Marketing Digital - Parte 2
Planejamento de Marketing Digital - Parte 2
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 1
Planejamento de Marketing Digital - Parte 1Planejamento de Marketing Digital - Parte 1
Planejamento de Marketing Digital - Parte 1
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Métodos e técnicas de Pesquisa
Métodos e técnicas de PesquisaMétodos e técnicas de Pesquisa
Métodos e técnicas de Pesquisa
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Kanban e Scrum: obtendo o melhor de ambos
Kanban e Scrum: obtendo o melhor de ambosKanban e Scrum: obtendo o melhor de ambos
Kanban e Scrum: obtendo o melhor de ambos
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 

Mais de MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web (20)

Aula 02 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
Aula 02 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...Aula 02 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
Aula 02 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
 
Aula 01 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
Aula 01 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...Aula 01 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
Aula 01 - Planejamento de Marketing Digital e Tópicos de Mobile Marketing - t...
 
Logistica aplicada ao e-business - aula 1 - turma 01 e 02
Logistica aplicada ao e-business - aula 1 - turma 01 e 02Logistica aplicada ao e-business - aula 1 - turma 01 e 02
Logistica aplicada ao e-business - aula 1 - turma 01 e 02
 
Cibercultura e redes sociais - aula 04 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 04 - turma 03Cibercultura e redes sociais - aula 04 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 04 - turma 03
 
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
 
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - aula 03 - turma 01 e 02
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - aula 03 - turma 01 e 02Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - aula 03 - turma 01 e 02
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - aula 03 - turma 01 e 02
 
Cibercultura e redes sociais - aula 02 - turma 03
Cibercultura e redes sociais  - aula 02 - turma 03Cibercultura e redes sociais  - aula 02 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 02 - turma 03
 
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
 
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 02
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 02Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 02
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 02
 
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 01
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 01Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 01
Comércio Eletrônico e Métodos de pagamento on line - Aula 01
 
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 4
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 4Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 4
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 4
 
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 3
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 3Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 3
Comportamento do consumidor online e gestão de marcas 3
 
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2 Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 5
Planejamento de Marketing Digital - Parte 5Planejamento de Marketing Digital - Parte 5
Planejamento de Marketing Digital - Parte 5
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 4
Planejamento de Marketing Digital - Parte 4Planejamento de Marketing Digital - Parte 4
Planejamento de Marketing Digital - Parte 4
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 3
Planejamento de Marketing Digital - Parte 3Planejamento de Marketing Digital - Parte 3
Planejamento de Marketing Digital - Parte 3
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 2
Planejamento de Marketing Digital - Parte 2Planejamento de Marketing Digital - Parte 2
Planejamento de Marketing Digital - Parte 2
 
Planejamento de Marketing Digital - Parte 1
Planejamento de Marketing Digital - Parte 1Planejamento de Marketing Digital - Parte 1
Planejamento de Marketing Digital - Parte 1
 
Métodos e técnicas de Pesquisa
Métodos e técnicas de PesquisaMétodos e técnicas de Pesquisa
Métodos e técnicas de Pesquisa
 
Kanban e Scrum: obtendo o melhor de ambos
Kanban e Scrum: obtendo o melhor de ambosKanban e Scrum: obtendo o melhor de ambos
Kanban e Scrum: obtendo o melhor de ambos
 

Último

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantililSEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
menesabi
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
STALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolaresSTALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolares
Daniel273024
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 

Último (20)

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantililSEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
STALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolaresSTALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolares
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 

Aula 3 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 04/12/2010

  • 1. Mídias sociais Prof. Alexandre Munhoz munhoz@paraleloz.com.br
  • 2. Conteúdo da aula • Construção de Marcas na internet? • As redes sociais no contexto atual • Redes sociais: Mídia espontânea, Mídia Paga, Feedback e canal de contato. • Planejar mídia e seleção de canais na internet.
  • 5. A grande estratégia na internet foi...
  • 8. Por que visão de contexto?
  • 9. O consumidor na Internet é um ET?
  • 10. Ou ele é uma pessoa com mais... OPÇÕES EXIGENCIA SABER SOBRE INFORMAÇÕES SEUS DIREITOS CONSUMIDOR
  • 12. A internet concentra a atenção atualmente. Mas onde na internet?
  • 13. Onde ESTAVA a atenção na internet??? icq? uol.com.br? email? blogs? IRC? superdownloads.com.br? yahoo? google? terra.com.br? msn? orkut? folha.com.br? google? Site de piadas?
  • 14. Onde ESTÁ a atenção na internet??? google? youtube? blogs? orkut? facebook? twitter? msn? Compra coletiva? celular?
  • 15. Onde ESTARÁ a atenção na internet??? Na porta da Celular/tablet? geladeira online? Canais Digitais Realidade na TV online Mundiais? aumentada? da casa? Google Street View?
  • 16. Quão rápido muda o comportamento de mídia? Anos para conseguir 50 milhões de usuários? Rádio -38 anos TV - 13 anos Internet - 4 anos Facebook - 1 ano -> 200 milhões
  • 17. Onde está o SECOND LIFE? Quanto tempo vai ter o Facebook???
  • 18. Por quanto tempo duram as TÉCNICAS para conseguir a atenção na internet?? Você contrataria um especialista em Email Marketing?
  • 19. Até quando o usuário vai se dispor a dar a atenção para as empresas na internet? Para quais empresas você dá atenção?
  • 20. Ok, você consegue a atenção... e DEPOIS???
  • 21. Por que alguém vai ler seu blog? Faça um blog!!
  • 22. Por que alguém Faça um perfil seguiria seu perfil? Social!!!
  • 23. Subornar os usuários para ganhar seguidores??? e DEPOIS??? A moda dos 1000 seguidores.
  • 24. Por que alguém se importaria com Faça um BUZZ!!! seu BUZZ???
  • 25. Pronto, divulguei Por que alguém na internet. se compraria seu produto? E não o de qualquer outro?
  • 26. O novo índice de sucesso de negócios não são mais os cliques ou seguidores... é a CONVERSÃO! Dos usuários que veêm o produto ou marca, quantos realmente o compram???
  • 27. Por que as indicações de produtos via redes sociais dão tantos resultados? As pessoas procuram o REAL e SINCERO!!!
  • 28. Se deixarem de ser SINCERAS, ainda funcionam? Como fazer alguém SINCERAMENTE indicar e falar bem da sua empresa?
  • 30. O contexto não é o facebook!
  • 31. No futuro todos terão seus 15 minutos de fama. Andy Warhol - 1968 Conteúdo na mão de qualquer um!!! Fama aos usuários, e não somente artistas e personalidades.
  • 32. Interatividade e comunicação rápida com pessoas e empresas. Fale com qualquer um em qualquer lugar e receba uma resposta rápida.
  • 33. Conecte-se com pessoas distantes. “Toque” alguém famoso. As redes atuais permitem um tipo de “vínculo próximo” com qualquer pessoa.
  • 34. As pessoas querem ter voz, dividir suas experiências e opiniões. E do outro lado, muitas também dispostas a ouvir e usar estas informações.
  • 36. O conteúdo na mão do anônimo! Ou qualquer outro. As maiores pérolas vem de usuários anônimos e criativos que agora tem onde mostrar seu trabalho!
  • 37. Democracia da informação, movimentos populares virtuais, o poder individual da opinião aumentado... Wikileaks, movimento ficha limpa, movimento de massa crítica (bicicletada)...
  • 38. As pessoas procuram o REAL, INUSITADO, SINCERO, COM UMA BOA CAUSA... Queda da popularidade das coisas criadas artificialmente com objetivos individuais, persuasivos e de lucro.
  • 39. Exemplo? A Sony tentou inserir uma campanha chamada: “All I Want for Xmas is A PSP” como se fosse espontânea na internet. Logo foi desmascarada e gerou uma grande imagem negativa.
  • 41. Mercado na época • As camisetas ou eram de MARCA ou sem GRAÇA (estampas estranhas da moda) • Poucos varejos de internet explorando as camisetas na época. • Mercado unilateral, consumidor só comprava.
  • 42. A brecha!!! • Camisetas descoladas com conceitos da NET e ilustrações para público jovem! • DO SEU JEITO! Abertura para que os usuários mandem suas estampas! • Abertura para reviews dos próprios usuários e suas fotos usando a camiseta... Heim? Uma rede social própria??
  • 43. A identidade Quem é a camiseteria? • Jovem, engraçado, diferente, inusitada! • Próximo, aberto a opiniões, compartilha com usuários... • Essa identidade fica mais clara nos produtos, o site é algo mais funcional.
  • 44. A grande estratégia na internet foi...
  • 46. Com que pessoas ou empresas você se conecta??? Próximos ao seu estilo? Que ofereça algo que você dá valor? Que comunique-se de maneira adequada?
  • 52. Década de 80 - BBS
  • 53. Década de 90 - IRC, ICQ, Webchat...
  • 54. Década de 2000 - MSN, ORKUT, Second Life
  • 55. Atualidade - Live messenger, Twitter, Facebook...
  • 56. Futuro... • Geosocial? • Espaço para comunidades menores e focadas? Comunidades com utilidades diversas? • Social + Realidade aumentada? Maior interação entre Físico+Virtual? • Celular a partir de redes sociais? Morte do número de telefone? Voip e Video integrado?
  • 57. Facebook e twitter... só???? LinkedIn - Contatos profissionais 4Square - Rede social + gps + sua localização RatePoint - Usuários avaliam sites del.icio.us - Compartilhe seus favoritos Blogger - Blogs pessoais Care2 - Direitos humanos, sustentabilidade etc.. E centenas de outras...
  • 58. TripIt - Compartilhe seus roteiros de viagem byMK - Rede social da moda (Monte looks) MeusParentes - Rede social familiar (genealogia) Vampire Freaks - Rede social Gótica Ning - Rede Social para criar sua rede social e muitas outras...
  • 59. O negócio nas redes sociais MÍDIA NORMAL FEEDBACK MÍDIA CANAL DE ESPONTÂNEA CONTATO CONSUMIDOR
  • 61. O que é uma mídia espontânea? São informações sobre o produto difundidas pelos próprios usuários sem influência direta da empresa. PROPAGANDA DE GRAÇA!!! Porém, não é tão fácil.
  • 62. Técnicas atuais • Material Virais (videos, jogos, imagens...) • Ações de Guerrilha • Buzz Marketing • Ou outras ações que gerem o interesse do usuário de compartilhar uma inf.
  • 64. Vídeos virais A grande maioria dos virais inicialmente eram “video cassetadas” e propagandas de TV super criativas (algumas proibidas de serem passadas na TV). Hoje, ainda boa parte dos videos de maior acesso são caseiros e autênticos.
  • 65. Motivação para compartilhar? • Emoção: se seu vídeo captura as emoções ressonantes com seu público alvo. • Identificação e auto expressão: O que as pessoas dizem sobre si mesmas quando compartilham um vídeo? Seu vídeo serve para o usuário comunicar seus anseios e opiniões? • Que passe informações importantes para os usuários
  • 66. • Viral 1 - Halo (emoção) • Viral 2 - Soy Milk (identificação) • Viral 3 - StandUp for Cancer (inf.)
  • 67. Vídeos virais e Posicionamento? • Viral 1 - Old Spyce • Viral 2 - Notebook MSI Um foi o maior sucesso de vídeos virais na internet criados por empresas, o outro falhou em gerar ven- das para a empresa e sofreu críticas nos blogs.
  • 68. Qual a imagem dos dois?
  • 70. O posicionamento foi explicado de maneira positiva e ancorado na necessidade do consumidor???
  • 71. Old Spyce Smell like a man! MSI Stylish and Ultra-Slim A notebook wich fits your butt?
  • 73. Old Spyce Be a man! MSI Insist on the best!
  • 74. Como se cria um? Seja criativo, inovador, descolado... Esteja antenado nas linguagens do público alvo. Não há exatamente uma receita pronta. Habilidades publicitárias aplicadas à este novo tipo de material.
  • 75. Linguagens usadas Apropriação da linguagem de internet (videos caseiros de celular, mal editados, não enqua- drados....) Fotos não profissionais, mal enquadradas, flash direto... Será REAL???
  • 76. • Viral 1 - Situação inesperada: rapidamente usado a favor da empresa (Troller). • Viral 2 - Criação publicitária: AXE • Viral 3 - Criado e barato: Will it blend (blendtec)
  • 77. Caso Petronas Objetivo: Fazer um video que combata o preconceito de etnias na Malásia. Estratégia: Realizar entrevistas com crianças, que a princípio não enxergam as diferenças como os adultos. SEM ROTEIRO, apenas conversar com crianças que fossem amigos, mesmo sendo de etnias diferentes.
  • 78. • Viral 1 - How spell dinosaur? • Viral 2 - Who´s your friend? • Viral 3 - Tan Hong Ming in love.
  • 79. Fracasso? Muitos, a maioria nós nem ouvimos falar... Dinheiro não compra um bom viral...
  • 80. • Viral 1 - Wallmart • Viral 2 - Microsoft
  • 81. Chama a atenção e depois???
  • 82. • Viral 1 - Volkswagen 1 • Viral 2 - Volkswagen 2
  • 84. Ações de guerrilha Muitas acabam se tornando vídeos virais... Pode ser feitas a partir de uso inusitados das mídias dos canais na internet. Ou uma intervenção na realidade: causam espanto e envolvem as pessoas que estavam no local e atraem muitos usuários por ser REAL.
  • 85. • Guerrilha 1 - The last exorcism (chatroullete) • Guerrilha 2 - Red Bull • Guerrilha 3 - T-Mobile • Guerrilha 4 - Coca cola (share the happiness) • Guerrilha 5 - Axe Wakeup Service • Guerrilha 6 - Coca cola Copa
  • 86. Cuidado! Organizar eventos de guerrilha é mais complexo do que parece. Podem ser um FRACASSO, ou simplesmente se- rem sem graça e sem nenhuma repercussão.
  • 87. • Guerrilha 1 - Chuva de Twix • Guerrilha 2 - Maringá Park Shopping • Guerrilha 3 - Catuaí Maringá
  • 88. Como se faz? Também não tem receita pronta... Seja criativo, envolvente, bem estruturado...
  • 90. Simplesmente um BOATO! Porém... devido ao interesse das pessoas no produto, ele se espalha rapidamente.
  • 91. Geralmente não é para quem quer... é para quem pode.
  • 94. O que faz um boato “andar”? • Envolvimento pessoal com o tema? • Uma oportunidade interessante? • A expectativa/tensão sobre determinado tema? • Uma informação importante para a pessoa?
  • 95. Case Toy Story 3 Algumas semanas antes do filme a pixar sol- tou “velhos” comerciais na NET com os perso- nagens do filme. A confusão entre o real e fic- tício deixou muita gente curiosa. Video 1 - Comercial Americano Video 2 - Comercial Japonês
  • 97. Ações promocionais inusitadas Algumas promoções podem ser direcionadas para gerar uma mídia expontânea. Principalmente se forem inusitadas.
  • 99. Pode se comprar espontaneidade? Subornar usuários para que repassem sua mensagem?
  • 102. É preciso ter cuidado. As pessoas estão cansadas de propaganda na internet, pricipalmente nas redes sociais. Uma empresa corre o risco de ser um SPAMMER ou no mínimo indiscreta se ficar enviando propaganda para qualquer pessoa.
  • 103. Os usuários querem escolher que tipo de propaganda devem receber! De quais empresas você se disporia a receber propagandas?
  • 104. Anúncios pagos Com os filtros de perfil e a criação de comunidades menores com focos diferentes é possível direcionar melhor seus anúncios. Se uma propaganda cai na pessoa certa, ela tem menos chance de incomodar. Sites menores tem custo mais baixo e também atingem um bom público.
  • 105. CADA REDE TEM SEU ESQUEMA O esquema de onde e como anunciar irá variar para cada site de rede social. É preciso observar se em cada um deles é possível passar a mensagem desejada e QUAL O PÚBLICO QUE ATINGEM.
  • 106. Algumas empresas fazem videos de reviews ou de “how to” passando informações para o usuários e divulgando sua marca.
  • 107. Ações promocionais Tal qual os sites de compra coletiva, a empresa pode criar promoções imperdíveis para estimular a 1ª compra do usuário e criar um elo de confiança. E os seguidores “interesseiros” podem receber outras comunicações.
  • 108. Milk shake grátis Uma lanchonete de São Paulo prometeu Milk Shake grátis para seus primeiros 1000 seguidores em um dia. A empresa teve um lucro acima do normal no dia a média aumentou a partir desta promoção.
  • 110. A internet está sendo a referência de opiniões sobre os produtos... Mais e mais pessoas pesquisam antes de comprar o produto. Principalmente produtos de alto envolvimento.
  • 111. Comentários podem surgir em: • Blogs e seus comentários abertos • Fóruns de discussão • Perfis em redes sociais • Sites de review • Ou qualquer outro ponto em que os próprios usuários consigam entrar comentários.
  • 112. Exemplos Opinião do dono (reviews de carros) Carsale.uol.com.br Clube do Hardware (forum informática) clubedohardware.com.br The preview (forum de fotografia) dpreview.com
  • 113. Monitorar comentários? • Pesquisa de marketing gratuita!!! • Verificar problemas nos produtos. • Verificar pontos fortes dos produtos. • Buscar clientes insatisfeitos e resolver problemas.
  • 118. Contexto A maioria dos monitores LCD são ruins para trabalho com design e fotografia, os bons custam acima de 5mil reais. A brecha No início, mesmo sem ter consciência disso, a Dell lancou um monitor com painel E-IPS que garantia uma qualidade maior nas cores a partir de 900 reais. BOMBOU !!! Fóruns sobre o assunto, revistas especializadas, co- mentários positivos por todos eles.
  • 119. Comprar blogueiros? • A legislação atual está querendo mudar isso. • Crise de credibilidade dos blogs? Por quanto tempo as pessoas vão confiar nos blogs? • Os blogueiros podem ficar mais caros!
  • 120. Feedbacks artificiais • Algumas empresas usam perfis “fakes” para fazer comentários e indicar suas empresas. • Geralmente ocupam grupos de discussão, espaços de comentários de blogs, redes sociais etc... • Se funciona? Talvez... cuidado para não parecer artificial. Se todos fizerem o que acontece???
  • 122. Bar de São Paulo - Resenhaem6 Depois da Faixa de Gaza e do Acre, este é o pior lugar do mundo para você ir com os amigos. Caro, petiscos sem graça e, principalmente, garçons ultra-power-mega chatos: você toma dois dedos do seu chopp, quente e azedo que nem x*x*ta nos tempos dos vikings, eles já colocam outro na mesa. E se você recusa, eles ainda ficam putos. Só tulipadas di- árias no rab* para justificar tamanha simpatia no atendi- mento.
  • 123. Bar de São Paulo - Resenhaem6 O gerente mandou uma notificação extra-judicial para re- tirar os comentários, ofendeu e ameaçou com processo. Muitos blogs fizeram um movimento contra e replicaram a resenha em seus próprios blogs aumentando a abran- gência da resenha. O fato foi noticiado por vários blogs e sites de notícias. Gerou mais de 2mil comentários no post. Procure por “pior bar do sistema solar” no google
  • 125. Vídeo 1 - Riachuelo
  • 131. Caso ebay Onda de feedbacks negativos iniciados por um sobre não recebimento do produto. O comentário modifica a expectativa dos outros.
  • 132. Entrar na discussão? É preciso muito cuidado! A intervenção da empresa no meio de discussão dos usuários pode ser mal interpretada. Pior ainda se for MAL conduzida.
  • 133. Identificar-se? Alguns dizem que pode identificar-se, desde que CLARAMENTE, para tentar resolver o problema do usuário. Outros acreditam que a identificação pode ser uma “invasão de espaço”, porém se for descoberto, pior ainda.
  • 134. Como se resolve? Consumidor A empresa me atendeu muito mal... Resposta empresa: Nossa empresa está sempre preocupada com bom atendimento e treina todos os funcionários nos mais altos padrões. Temos vários prêmios e reconhecimentos por bom atendimento, bla bla bla Certo???
  • 135. Como se resolve? Consumidor A empresa não cumpriu o preço anunciado... Resposta empresa: Isso é ultrajante! Esse pessoal fica querendo levar vantagem nas coisas, se dar bem em cima dos outros e depois fica todo sentido por não ter conseguido. Certo???
  • 136. Como se resolve? Consumidor A empresa é muito ruim, produto falho.. Resposta empresa: Você não pode ficar falando isso. Estou entrando em contato com meu advogado para entrar com um processo por difamação. Certo???
  • 137. Como se resolve? Consumidor A comida é muito sem gosto, mal preparada... Resposta empresa: Isso nunca aconteceu! Você foi a primeira a reclamar. As vezes as pessoas tem um paladar diferente e não podem ficar falando mal assim. Certo???
  • 138. Como se resolve? Consumidor O produto tem um acabamento ruim.... Resposta empresa: Você deve ter comprado uma cópia pirata, nosso produto é de alta qualidade. 100% dos nosso clientes estão satisfeitos com ele, temos pouquíssimas reclamações e nenhuma do acabamento. Certo???
  • 139. Como se resolve? Consumidor O produto tem um acabamento ruim.... Resposta empresa: Caro Fabiano Observamos sua insatisfação com o produto e gostaríamos de resolver o seu problema da forma mais rápida o possível. Por favor, ligue no número XXXXXX, a atendende irá encaminhar sua solicitação em regime de urgência. Obrigado pelo seu feedback. Certo???
  • 140. Como tinha certeza do valor na prateleira? Em nenhum momento foi falado na reclamação...
  • 141. Há uma grande tendência de aumentar os sites que oferecem canais para defesa dos direitos do consumidor.
  • 142. Interagir com clientes É possível que a empresa também interaja com clientes nas conversas de fórum. Porém deve ser sempre algo pontual. Tirar dúvidas, responder solicitações etc... EVITE VENDER NO MEIO DA CONVERSA!!!
  • 143. SPAMMERS Algumas empresas tentam encaixar frases prontas sem qualquer conexão com o assunto dentro dos fóruns, comentários de blogs, etc... Geralmente estas empresas são banidas rapidamente pela prática de spam ou seus comentários são apagados.
  • 144. Ferramentas de monitoramento socialmention.com - procura em redes sociais (free) radian6.com - painel de controle social (pago) trackur.com - ferramentas diversas (pago) addictomatic.com - Search em vários sites (free) www.google.com/insights/ - indica atividade de palavras pesquisadas por região etc. (free) viralheat.com - monitora redes sociais (pago)
  • 146. O USO MAIS COERENTE Os melhores casos de uso de redes sociais são aquelas empresas que as usam para se comunicar mais diretamente com o consumidor. Não é ficar postando de tudo... e sim postar assuntos relativos ao seu produto e como ele interessa ao consumidor e responder as suas solicitações.
  • 147. CASES DE SUCESSO Nokia Guru Tira dúvidas de como usar os celulares da nokia Dell no Twitter Lançamentos de produtos, promoções etc. SAC Camiseteria Resposta de dúvidas dos usuários
  • 148. Cardápios especiais e a festa quase exclusiva “Sambinha pro santo”
  • 149. TENHA FOCO! 1. Que tipo de informações seu cliente gostaria de receber sobre seu produto/ empresa? Não envie nada que não esteja dentro do foco de atuação da empresa ou seu produto. Você não precisa ser um filtro de conteúdo, apenas enviar informações suas para que o consumidor acompanhe.
  • 150. TENHA BOM SENSO! 2. Com que freqüência ele tolera este contato? Evite tornar-se um spammer, usando e abusando do contato estabelecido para enviar tentativas de venda de produtos com grande frequência. Você não é obrigado a enviar um posto por dia... é obrigado a enviar posts significativos.
  • 151. FALTA DE BOM SENSO! Empresa americana usou facebook para cobrar US$300. Está sendo processada agora.
  • 152. Facebook: Os picos de acesso estão as 11h, 15h e 20h. 15h é o maior. Posts feitos de manhã costumam ser mais comentados. (Vitrue 2010)
  • 153. Ferramentas de unificação tweet deck é uma delas.
  • 154. Outros agregadores de perfil chi.mp FriendFeed Nomee Cliqset MEgo e muitos outros. Entre no link abaixo e veja mais detalhes: http://alturl.com/gjqzk
  • 155. Algumas empresas estão trocando o hotsite pelo perfil na rede social.
  • 156. Sua empresa precisa de um Perfil social? Seu consumidor irá usá-lo como forma de contato? É interessante manter o histórico de opiniões para todos verem? O consumidor quer ter informações atualizadas sobre seu produto? Seu tipo de produto é significativo o bastante para as pessoas lhe seguirem?
  • 157. Para algumas empresas... realmente tem pouca importância.
  • 158. CASOS
  • 160. Qual o posicionamento? O Efeito AXE. Use AXE e tenha um poder de atração sobre as mulheres. Qual a identidade? Um jovem ou adolescente comum, não musculoso, não galã, nem com grandes atrativos. Como a grande parte do mundo.
  • 161. Video - Campanha TV Video - Ação guerrilha SP
  • 165. SYM
  • 166. Qual o posicionamento? SYM - Sincera, direta e real. É para você que, como qualquer outra, fica de TPM e não fica bem naqueles dias. Qual a jovem que tem o direito de ficar Uma mulher identidade? do jeito que quiser naqueles dias. Sinceridade, transparência, jogar em panos limpos o que não se fala.
  • 168. Portal “A maior TPM do mundo”, exploda pessoas, atire facas...
  • 169. Videos “Pronto, Falei”, Blogueiras indo direto ao assunto sobre a vida feminina
  • 171. É possível para uma empresa usar o conceito de redes sociais no seu site? Por que o usuário dividiria experiências? Precisa ser um facebook? Completo? Quais os vetores de troca de opiniões?
  • 177. Quais canais? • Google, Bing, Yahoo... • Blogs de moda, blogs de comidas, blogs de assuntos gerais, GIZDROPS, Gostei disso... • Sites de conteúdo: Uol, Globo, Terra, Cyber Cook, O bonde.... • Sites de Fóruns, Gamevício, Baboo, Clube do Hardware, dpreview...
  • 178. Tem mais canais... • Agregadores de artigos: LinkBão, Digg... • Anúncios no Facebook, twitter e OUTRAS comunidades sociais: metalrock, uvinum, bakespace... • Sites de serviços gratuitos para usuários: Sistemas de projetos, financeiro pessoal, Agenda... • Sites de compra coletiva, de cupons de desconto...
  • 179. Tem mais? sim, e daqui um mês tem mais ainda...
  • 180. Então qual canal de internet? • Quem é seu público??? • Quais canais possuem maior probabilidade de atingir este público? • Qual a capacidade de retorno de sua empresa? • Qual tem maior taxa de conversão?
  • 181. Quem é seu público? Mulheres acima dos 40 Quais são seus interesses? Sites de receitas? Sites de Revistas físicas? Blogs sobre saúde? Sites de jornais locais e nacionais? Por onde procuram conteúdo? Google? Blogs? Site da Ana Maria Braga? Twitter? Sites de revistas?
  • 182. Quais dão mais resultados? • Analiza-se as estatíticas dos site, perfil do usuário (alguns possuem). • Verifique como o site faz a gestão da exposição das propagandas, os espaços disponíveis... • No fim, é tentativa e erro até achar o melhor!
  • 183. Case Loja Informática Loja de informática ONLINE e física com muitos equipamentos de alto desempenho. Computadores para jogos. Como divulgar na internet?
  • 184. OK.... tem o buscapé Você tem verba para pagar o alto custo dessa mídia? Então o adwords As palavras estão ficando cada vez mais concorridas e caras. SEO? SEO está perdendo um pouco da importância. O usuário está buscando conteúdo por outros meios também.
  • 185. ESTRATÉGIAS • Estratégia 1: Criar artigos explicando a solução de problemas em informática ou reviews de produtos e indexando nos agregadores de conteúdo e no google. • Estratégia 2: Anúncio em sites específicos sobre tecnologia, games, etc. • Estratégia 3: Uso do site para potencializar vendas locais como um catálogo online.
  • 186. ESTRATÉGIAS • Estratégia 4: Promoções relâmpago no twitter com produtos a preço de custo para estimular a primeira compra do usuário, preferência para produtos de baixo valor. • Estratégia 5: Uso da redes sociai para suporte e dúvidas sobre produtos.
  • 187. Case PARGRAF ONLINE Brecha: Venda de cartões de visita e ou- tros mais baratos (montagem - precisa de grande escala) Identidade: ? Público alvo: Usuários com conhecimento médio e avançado (corel draw)
  • 188. Outdoor na cidade de Maringá funciona?
  • 189. Mídias físicas??? Quem é seu público? Onde seu público está? Onde está a atenção dele? Qual o canal com melhor conversão?
  • 190. MENSAGEM • Qual objetivo? Promocional? Construção de marca? Promover um produto? • Qual seu posicionamento? Como reforçar ele na divulgação? • Qual sua identidade? Qual a entonação, cores predominantes, situações, personagens?
  • 191. TIMING • Depende dos objetivos, custos, tempo da campanha... Na internet este conceito é um tanto obtuso. • No final a decisão é se a campanha vai ser pontual ou constante. • Aloque as verbas nos canais e espere a exposição e resposta.