SlideShare uma empresa Scribd logo
Meios de Comunicação de Dados
Jorge Ávila – Aula 10
TELEFONIA IP
• A indústria de telecomunicações é a última do
segmento de tecnologia que se mantém sem a
utilização de sistemas de código aberto, fator
este que eleva o custo para adquirir e manter
sistemas de telefonia.
TELEFONIA IP
• Os principais fabricantes dos sistemas de
telecomunicações ainda constroem sistemas
incompatíveis, antigos e com hardwares
obsoletos com um custo alto, além disso, fazem
com que o cliente não tenha flexibilidade ou
escolha, ou seja, impõe limites para suas
aplicações empresariais (SMITH, 2007).
TELEFONIA IP
• Em virtude de um crescimento acelerado das
empresas houve a necessidade de adquirir sistemas
de telecomunicações mais flexíveis, que
possibilitasse a troca de informações entre pessoas e
setores, de acordo com as aplicações requeridas por
cada um dos segmentos, é nesse contexto de
mudanças rápidas e flexibilidade que surge a
tecnologia VoIP que, por meio da utilização de redes
TCP/IP, vem mudando, em ritmo acelerado, o
processo de comunicação entre as pessoas, sendo
umas das grandes revoluções em telecomunicações
ocorridas nos últimos anos.
Funcionamento do VoIP
• A ideia primordial da tecnologia VoIP consiste
na integração dos serviços das áreas de
telecomunicações com os serviços de redes de
computadores, dessa forma torna-se possível,
por meio da digitalização e codificação do sinal
da voz, a alocação da voz em pacotes de dados IP
para a realização comunicação falada em uma
rede que utilize os protocolos TCP/IP.
VoIP
• VoIP, ou Voice Over IP ou Voz Sobre IP é a
tecnologia que torna possível estabelecer
conversações telefônicas em uma Rede IP
(incluindo a Internet), tornando a transmissão
de voz mais um dos serviços suportados pela
rede de dados.
Vantagens e desvantagens
• Diante disto, cita-se abaixo alguns vantagens e
benefícios que se destacam em sistema de
telecomunicação com VoIP:
▫
▫
▫
▫
▫
▫
▫
▫

redução de custos com telefonia;
ligações internacionais com tarifação reduzida;
integração a infraestrutura existente;
independe das operadoras de longa distância;
utiliza a conexão banda larga à Internet;
custo zero com ligações de VoIP para VoIP
Mobilidade
controle do sistema de telefonia
Vantagens e desvantagens
• Podemos citar algumas dificuldades que podem ser
enfrentadas ao se implementar a tecnologia VoIP.
▫ Uso de uma conexão Internet de alta velocidade, como
DSL ou a cabo
▫ Nível da qualidade do serviço de voz inferior ao da
telefonia convencional
▫ VOIP requer uma quantidade grande de dados para
ser comprimido e transmitido, tudo em um pouco
tempo.
▫ Eco
▫ Atrasos
Vantagens e desvantagens
• No geral, os serviços de telefone VoIP podem
fornecer uma alternativa viável, flexível e muito
menos dispendiosa para o serviço de telefone
tradicional
• Como desvantagens, apontamos a questão da
disponibilidade, pois depende da energia elétrica
para o funcional uso de telefonia e o custo do
investimento que é relativamente alto para
garantir o ROI (Retorno sobre o Investimento).
Telefonia Convencional x VoIP
• Podemos notar que a tecnologia
VoIP é sinônimo de mobilidade,
flexibilidade e economia, sem
dúvida, o melhor atrativo da
telefonia VoIP são os custos
muito menores que a telefonia
convencional.
• Pois não irá gerar custos se os
dois pontos envolvidos em uma
ligação estiverem utilizando VoIP.
Telefonia Convencional x VoIP
• Somente há custo se uma das partes
estiver utilizando a telefonia fixa
comum ou telefonia celular, e ainda
assim este custo costuma ser bem
inferior do que praticado pela
telefonia convencional.
• É exibido através da tabela 1 as
principais características da
telefonia convencional e telefonia
VoIP.
Seminário
• Equipe 1
▫ O que significa convergência?
 Convergência orientada a pacotes
 Histórico das comunicações VoIP
 As limitações de uma conexão VoIP

▫ Transporte de voz pela internet
▫ Telefonia publica IP
 A reinvenção da telefonia

▫ Quais são as tendências ?
Seminário
• Equipe 2
▫ Comutação Telefônica

• Equipe 3
▫ Sinalização Telefônica

• Equipe 4
▫ Conceitos fundamentais sobre comunicação em pacotes

• Equipe 5
▫ Digitalização da Voz

• Equipe 6
▫ Protocolos para VoIP

• Equipe 7
▫ VoIP Em redes Wireless
Telefonia Convencional x VoIP
Característica

Telefonia
Convencional

Telefonia IP

Conexão na Casa do
Usuário

Cabo de Cobre

Banda Larga Internet

Falta de Energia Elétrica

Continua Funcional

Para de Funcionar

Mobilidade

Limitada a casa do
Usuário

Acesso em qualquer
lugar do mundo, desde
que esteja conectado a
internet

Número telefônico

Associado ao domicilio
do Usuário

Associado à área local do
número contratado

Chamadas Locais

Área local do
domicílio do usuário

Área local do número
contratado
Regulamentação
• De acordo com Magalhães Neto - 2009,
Entretanto, os serviços Voip têm sido oferecidos
no mercado de telecomunicações distribuído em
quatro classes:
▫ Classe 1: oferta de um Programa de Computador
que possibilite a comunicação de VoIP entre dois
ou mais computadores (PC a PC), sem necessidade
de licença para prestação do serviço;
Regulamentação
▫ Classe 2: uso de comunicação VoIP em rede
interna corporativa ou mesmo dentro da rede de
um prestador de serviços de telecomunicações,
desde que de forma transparente ao usuário.
Neste caso, o prestador do serviço de VoIP deve
ter pelo menos a licença de Serviço de
Comunicação Multimídia da Anatel (SCM);
Regulamentação
▫ Classe 3: uso de comunicação VoIP irrestrita, com
numeração fornecida pelo Órgão regulador e
interconexão com a Rede Pública de Telefonia
(Fixa e Móvel).
▫ Neste caso o prestador do serviço de VoIP deve ter
pelo menos a licença de Serviço Telefônico Fixo
Comutado (STFC);
Regulamentação
▫ Classe 4: uso de VoIP somente para fazer
chamadas, nacionais ou internacionais.
▫ Neste caso a necessidade de licença depende da
forma como o serviço é caracterizado, e de onde
(Brasil ou exterior) e por qual operadora é feita a
interconexão com a rede de telefonia pública.
TELEFONIA NA INTERNET
• A sigla VoIP se origina do termo “Voice over
Internet Protocol ou Voz sobre IP”, é uma
tecnologia que permite que as chamadas
telefônicas sejam realizadas por meio da redes
de dados (transmissão de informações, voz ou
imagens), comumente conhecida de rede
TCP/IP, no lugar dos serviços de telefonia
convencionais.
Exemplo
Telefonia Convencional - PABX
• Um PBX (sigla em inglês de Private
Branch Exchange ou ainda PABX
para Private Automatic Branch
Exchange, cuja tradução seria Troca
automática de ramais privados) é
um centro de distribuição telefônica
pertencente a uma empresa que não
inclua como sua atividade o
fornecimento de serviços
telefônicos ao público em geral.
Telefonia Convencional - PABX
• Uma PABX permite
efetuar ligações entre
telefones internos
sem intervenção
manual, ou ainda
telefonar e receber
telefonemas da rede
externa (geralmente
pública).
TELEFONIA NA INTERNET
• A tecnologia VoIP surgiu em Israel no ano de
1995, quando pesquisadores conseguiram
desenvolver um sistema um sistema capaz de
possibilitar os recursos de multimídia de um
computador pessoal para transmissão de voz
através da internet, o que consiste na codificação
da voz em pacotes TCP/IP e assim distribuídos
por redes de comutação de pacotes.
TELEFONIA NA INTERNET
• OBS: Os termos Telefonia IP, Telefonia
Internet ou ainda Voz sobre IP, têm se
aplicados à utilização das redes baseadas no
protocolo IP, na camada de rede (modelo RMOSI) para transporte de voz, em especial,
através da internet.
TELEFONIA NA INTERNET
• Após as primeiras pesquisas desenvolvidas na área
de telefonia IP, outros pesquisadores e empresas se
interessaram pelo assunto, desenvolvendo novos
softwares e equipamentos que implementassem esta
nova tecnologia.
• Um dos primeiros softwares dedicado a
comunicação por voz foi o Internet Phone
software, sendo o precursor dos softfones atuais,
softwares que possuem uma interface gráfica
amigável, e que conseguem comprimir a voz captada
por dispositivos de entrada do computador em
pacotes para posteriormente serem enviadas para a
internet.
TELEFONIA NA INTERNET
TELEFONIA NA INTERNET
• Com a evolução dos
dispositivos digitais,
começaram a produzir os
primeiros equipamentos
“Gateways”, capazes de
interligar centrais e
aparelhos telefônicos
convencionais a rede de
dados para a comunicação
entre estes sistemas com
sistemas VoIP.
TELEFONIA NA INTERNET
• Atualmente um dos softfones mais conhecidos é o
Skype, utilizado principalmente por usuários
domésticos, possibilitando a comunicação de
pacotes de voz, bem como a conversação de vídeo,
mensagens instantâneas, compartilhamento de
arquivos, gerenciamento de listas telefônicas.
Considera-se a telefonia
IP a agregação do VoIP
com outros serviços
agregados à telefonia
convencional.
Ligações Através Da Internet
• Por este termo nos referimos simplesmente à
possibilidade de comunicação entre um
computador e um terminal telefônico
convencional.
• Existem algumas alternativas para que as
ligações na internet possam ser efetuadas,
dentre as mais comuns podemos citar:
▫ Ligações realizadas entre computadores
▫ Ligações realizadas de computadores para
telefones de telefonia IP ou telefonia convencional
Ligações Através Da Internet
• As ligações efetuadas entre computadores já
podem prover dos recursos disponíveis da
máquina, como áudio.
• Aplicações VoIP em computadores são mais
simples e de fácil utilização.
• O computador precisa de acessórios multimídia
que já são largamente disponíveis no mercado:
▫ Headset ( Fone de ouvido e microfone)
▫ Webcam (para transferência de imagens de vídeo)
Ligações Através Da Internet
• Além desses
acessórios com
computador
necessita ter
conexão com a
internet ou rede
local e ter um
softfone instalado
e configurado.
Ligações Através Da Internet
• Já para conseguir interligar comunicação entre um
computador e a rede de telefonia convencional,
necessita de alguns equipamentos com capacidade
de desempenhar as funções de um gateway, com as
funcionalidades requeridas por um telefone
convencional.
ATA(Adaptador para telefone
analógico)
• Um dos equipamentos mais
utilizados para comunicar ligações
entre computadores e telefones
convencionais é o ATA.
• Esse tipo de dispositivo faz a
conversão dos sinais digitais e
analógicos da voz durante a
comunicação.
• Este adaptador conecta o telefone
comum a Internet.
ATA(Adaptador para telefone
analógico)
• Os ATAs tem como características
gerais suporte aos protocolos
tipicamente utilizados na Internet,
assim como suporte ao protocolo
SIP(Session Initiation Protocol),

além de se proverem de codecs de
voz e soluções de segurança.
ATA(Adaptador para telefone
analógico)
ATA(Adaptador para telefone
analógico)
• Com a utilização de um adaptador ATA, não é
necessário a dispensa do aparelho de telefone
comum, pois o custo de um aparelho de telefone
IP ainda é alto.
Resumo dos tipos de comunicação e suas
características principais (Fonte: Telecom,2012)
Comunicação

Características

Ligações entre
computadores

Peer-to-peer;
Utiliza serviços gratuitos tais
como o Skype, MSN Messenger,
Yahoo Messenger, entre outros;
Os próprios computadores são
responsáveis pela sinalização e
controle das chamadas.

Ligações entre computador e
telefone convencional

Necessita de equipamento que
convertam a voz em pacotes com a
rede STFC, típica função de um
gateway.
Peer-to-peer até o gateway;
Utiliza serviços pagos tais
como o SkypeOut, Net2Phone, V59,
entre outros;
O gateway é responsável pela
sinalização e controle das chamadas.
Telefone IP
• Outro equipamento que merece ser citado para a
realização da comunicação VoIP é o Telefone IP.
É um equipamento criado para a telefonia IP
que contém características exclusivas para lidar
com a tecnologia VoIP.
• Uma delas e mais visíveis é a sua conexão RJ-45,
diferente do telefone comum, que contém a
conexão RJ-11.
Telefone IP
• Esse tipo de telefone contém um sistema ativo
que permite a conversação telefônica e acesso as
funcionalidades de um PABX IP.
• Tem suporte aos principais protocolos de
sinalização da tecnologia VoIP, como:
▫ H.323 e/ou SIP, e RTP para a transmissão de voz.
Aula 10 meios de comunicação de dados
Telefone IP
• O telefone IP necessita do
endereço IP, que pode ser
obtido pelo servidor com
o protocolo Dynamic
Host Configuration
Protocol (DHCP),
possivelmente já
existente na rede.
Telefone IP
PABX
• Os PABX´s estão presentes em ambientes empresariais
desde os anos 80.
• Tecnologia anterior a redes de dados e ao computador
Desktop.
• Possui algumas características que o tornam estático e
obsoleto nos dias atuais, além de empregarem tecnologia
proprietária, limitando os usuários aos recursos
disponíveis e dependentes do fabricante para adição de
novas funções, também traz custos de manutenção e
operação de técnicos especializados.
PABX IP
Já um PABX IP tem sua arquitetura aberta, e
ocorre a convergência de voz e dados para a
mesma rede de comunicação.
Uma rede de computadores
é a base para a
implementação do PABX IP,
o que torna sua implantação
viável visto que a maioria
das empresas que já
informatizaram suas
atividades possui uma rede
de dados.
PABX IP
• Muito dos
componentes são
distribuídos ao
longo da rede IP
para transmitir
informações de voz
e controle da
ligação.
PABX IP
• A arquitetura de um PABX IP deve se compor
de:
▫ Controlador de processo: é um servidor que
executa uma aplicação num sistema operacional
padrão (Microsoft, Unix ou Linux).
▫ Existe um grande benefício em se utilizar um
hardware e software comercial, permitindo uma
grande redução nos custos de desenvolvimento e
fabricação;
PABX IP
▫ Os dispositivos de ponta (endpoints): são os
telefones Ips que se conectam diretamente na rede
IP.
▫ Computadores com softfone: que são
considerados telefones virtuais IP;
PABX IP
▫ Gateway: são interfaces ou equipamentos que
convertem a sinalização e o canal de voz para a
rede IP, fazendo a integração com a rede STFC e
para permitir utilizar os telefones analógicos ou
digitais existentes, reduzindo os custos da
migração para a nova arquitetura;
PABX IP
▫ Módulos de interconexão: é realizado através
da rede IP. Vai haver uma degradação na
qualidade da voz se acontecer algum
congestionamento ao longo do trajeto dos dados,
normalmente no link WAN.
arquitetura típica de PABX IP
PABX IP
• O investimento de implantação de um PABX IP
é maior do que o PABX tradicional, e apesar do
retorno desse investimento não ser imediato,
ainda sim é vantajoso, pois aumenta a
produtividade e flexibilidade dos funcionários e
reduz o custo da operação.
▫ Custo :
 1.400,00 a 1.758,90 para pequenas empresas
PABX IP
• Como qualquer outro equipamento de rede, um
PABX IP precisa ser protegido contra possíveis
ameaças, sendo instalado atrás de um firewall.
• Isso é uma das principais preocupações por
parte de empresas que adotam um serviço de
telefonia IP, visto que os danos causados por um
ataque podem gerar prejuízos elevados.
PABX IP
• Podemos citar alguns benefícios de um PABX IP,
como:
▫
▫
▫
▫
▫
▫
▫
▫
▫

Redução do custo de ligação (DDD e DDI)
Plano de numeração unificado para toda a empresa
Aumento da produtividade
Redução do custo de operação da rede
Integração da empresa
Escalabilidade
Baseado em padrões abertos
Acesso através da Web
Expansão das aplicações de voz
PABX IP
PABX ANALÓGICO

PABX IP

Tipo

Comutação de
circuito

Comutação de pacotes

Arquitetura

Centralizada

Distribuída

Topologia

Estrela

Espinha dorsal
(backbone)

Instalação Elétrica

Cada ponto (telefone)
necessita de um par de
fios

Cada ponto (telefone)
pode ser qualquer nó da
rede TCP/IP

Capacidade (qtde
de ramais)

Limitado (dependente
do hardware)

Ilimitado (depende
apenas da largura de
banda)
PABX IP
PABX ANALÓGICO

PABX IP

Escalabilidade

Complexo (dependente
do hardware)

Fácil (basta adicionar
outros servidores)

Convergência

Voz e dados são duas
redes isoladas

Voz e dados se
convergem em uma
única rede

Conectividade
com a Internet

Não existe

Total, utiliza o mesmo
protocolo da Internet.

Flexibilidade

Pouca. Adicionar ou
mover uma extensão
requer mudança física

Grande. Uma extensão
funciona em qualquer nó
da rede, inclusive na
Internet.

Limitação
(aplicação)

Limitado aos recursos
tradicionais de
voz

Aplicações baseados em
software
PABX IP
PABX ANALÓGICO

PABX IP

Novas aplicações

Necessita de interfaces
ou placas adicionais

Uma aplicação nova é
fácil
de ser implementado

Redundância /
Backup

Não existe. Outro
PABX deve ser
configurado como
Backup

Outros servidores podem
ser configurados como
Backup

Configuração do
sistema

Complicada

Simples e normalmente
baseado em Interface
Web

Interligação

Não suporta interligação
com outros PABX´s

É fácil interligar diversos
PABX´s através de
VPN/WAN ou pela
Internet

Integração com
PC´s

Não existe

Os PC´s e telefones são
integrados em uma única
rede
Aula 10 meios de comunicação de dados
jorgeavila11.wordpress.com
Gostou ?
Compartilha...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 01 meios de comunicação de dados
Aula 01 meios de comunicação de dadosAula 01 meios de comunicação de dados
Aula 01 meios de comunicação de dados
Jorge Ávila Miranda
 
Wifi
WifiWifi
Trabalho camada de transporte
Trabalho camada de transporteTrabalho camada de transporte
Trabalho camada de transporte
Aluno QI - Escolas e Faculdades - bObY
 
Principios da comunicação I Unidade
Principios da comunicação I UnidadePrincipios da comunicação I Unidade
Principios da comunicação I Unidade
João Freire Abramowicz
 
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 3 - VPN [Apostila]
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 3 - VPN [Apostila]Tecnologias Atuais de Redes - Aula 3 - VPN [Apostila]
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 3 - VPN [Apostila]
Ministério Público da Paraíba
 
Voice-over-Internet Protocol (VoIP) ppt
Voice-over-Internet Protocol (VoIP) pptVoice-over-Internet Protocol (VoIP) ppt
Voice-over-Internet Protocol (VoIP) ppt
OECLIB Odisha Electronics Control Library
 
Redes sem fios power point
Redes sem fios power pointRedes sem fios power point
Redes sem fios power point
André bogas
 
Aula 03 Meios de Comunicação de Dados
Aula 03 Meios de Comunicação de DadosAula 03 Meios de Comunicação de Dados
Aula 03 Meios de Comunicação de Dados
Jorge Ávila Miranda
 
VOIP
VOIPVOIP
Voice Over IP (VoIP) and STREAMING
Voice Over IP (VoIP) and STREAMINGVoice Over IP (VoIP) and STREAMING
Voice Over IP (VoIP) and STREAMING
Ragheb Gmira
 
Projeto: Montagem de uma rede local
Projeto: Montagem de uma rede local Projeto: Montagem de uma rede local
Projeto: Montagem de uma rede local
Verônica Veiga
 
SLIDE 4G
SLIDE 4GSLIDE 4G
Instalação e configuração - Servidor DHCP
Instalação e configuração - Servidor DHCPInstalação e configuração - Servidor DHCP
Instalação e configuração - Servidor DHCP
Joeldson Costa Damasceno
 
Ambiente wifi
Ambiente wifiAmbiente wifi
Cellular technology overview
Cellular technology overviewCellular technology overview
Cellular technology overview
Lee Chang Fatt
 
Voice over Internet Protocol (VoIP)
Voice over Internet Protocol (VoIP)Voice over Internet Protocol (VoIP)
Voice over Internet Protocol (VoIP)
Fringe Division
 
Tutorial completo como montar uma rede de computadores
Tutorial completo como montar uma rede de computadoresTutorial completo como montar uma rede de computadores
Tutorial completo como montar uma rede de computadores
julioblogger
 
Modelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IPModelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IP
Evandro Júnior
 
Redes I - 5.2 Tecnologias de Redes WAN
Redes I - 5.2 Tecnologias de Redes WANRedes I - 5.2 Tecnologias de Redes WAN
Redes I - 5.2 Tecnologias de Redes WAN
Mauro Tapajós
 
Redes I - 2.1 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Redes I - 2.1 - Camada Física e Tecnologias de TransmissãoRedes I - 2.1 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Redes I - 2.1 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Mauro Tapajós
 

Mais procurados (20)

Aula 01 meios de comunicação de dados
Aula 01 meios de comunicação de dadosAula 01 meios de comunicação de dados
Aula 01 meios de comunicação de dados
 
Wifi
WifiWifi
Wifi
 
Trabalho camada de transporte
Trabalho camada de transporteTrabalho camada de transporte
Trabalho camada de transporte
 
Principios da comunicação I Unidade
Principios da comunicação I UnidadePrincipios da comunicação I Unidade
Principios da comunicação I Unidade
 
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 3 - VPN [Apostila]
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 3 - VPN [Apostila]Tecnologias Atuais de Redes - Aula 3 - VPN [Apostila]
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 3 - VPN [Apostila]
 
Voice-over-Internet Protocol (VoIP) ppt
Voice-over-Internet Protocol (VoIP) pptVoice-over-Internet Protocol (VoIP) ppt
Voice-over-Internet Protocol (VoIP) ppt
 
Redes sem fios power point
Redes sem fios power pointRedes sem fios power point
Redes sem fios power point
 
Aula 03 Meios de Comunicação de Dados
Aula 03 Meios de Comunicação de DadosAula 03 Meios de Comunicação de Dados
Aula 03 Meios de Comunicação de Dados
 
VOIP
VOIPVOIP
VOIP
 
Voice Over IP (VoIP) and STREAMING
Voice Over IP (VoIP) and STREAMINGVoice Over IP (VoIP) and STREAMING
Voice Over IP (VoIP) and STREAMING
 
Projeto: Montagem de uma rede local
Projeto: Montagem de uma rede local Projeto: Montagem de uma rede local
Projeto: Montagem de uma rede local
 
SLIDE 4G
SLIDE 4GSLIDE 4G
SLIDE 4G
 
Instalação e configuração - Servidor DHCP
Instalação e configuração - Servidor DHCPInstalação e configuração - Servidor DHCP
Instalação e configuração - Servidor DHCP
 
Ambiente wifi
Ambiente wifiAmbiente wifi
Ambiente wifi
 
Cellular technology overview
Cellular technology overviewCellular technology overview
Cellular technology overview
 
Voice over Internet Protocol (VoIP)
Voice over Internet Protocol (VoIP)Voice over Internet Protocol (VoIP)
Voice over Internet Protocol (VoIP)
 
Tutorial completo como montar uma rede de computadores
Tutorial completo como montar uma rede de computadoresTutorial completo como montar uma rede de computadores
Tutorial completo como montar uma rede de computadores
 
Modelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IPModelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IP
 
Redes I - 5.2 Tecnologias de Redes WAN
Redes I - 5.2 Tecnologias de Redes WANRedes I - 5.2 Tecnologias de Redes WAN
Redes I - 5.2 Tecnologias de Redes WAN
 
Redes I - 2.1 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Redes I - 2.1 - Camada Física e Tecnologias de TransmissãoRedes I - 2.1 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Redes I - 2.1 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
 

Destaque

Seminário VOIP CALL CENTER
Seminário VOIP CALL CENTERSeminário VOIP CALL CENTER
Seminário VOIP CALL CENTER
Cláudio Eden - Consultor e Gestor de TI
 
Entendendo A Tecnologia VoIP
Entendendo A Tecnologia VoIPEntendendo A Tecnologia VoIP
Entendendo A Tecnologia VoIP
Gilberto Sudre
 
Meios de comunicação
Meios de comunicaçãoMeios de comunicação
Meios de comunicação
jrfcarvalho
 
Instalação do Elastix
Instalação do ElastixInstalação do Elastix
Instalação do Elastix
SmartSolutionsTeleccom
 
Introdução a Telefonia IP ( Elastix ETC/ECE )
Introdução a Telefonia IP ( Elastix ETC/ECE )Introdução a Telefonia IP ( Elastix ETC/ECE )
Introdução a Telefonia IP ( Elastix ETC/ECE )
SmartSolutionsTeleccom
 
(14) ftp
(14) ftp(14) ftp
(14) ftp
Anderson Lago
 
Privacidade e Segurança: Paranoia ou eles estão realmente lá fora para te pegar?
Privacidade e Segurança: Paranoia ou eles estão realmente lá fora para te pegar?Privacidade e Segurança: Paranoia ou eles estão realmente lá fora para te pegar?
Privacidade e Segurança: Paranoia ou eles estão realmente lá fora para te pegar?
TechSoup Brasil
 
Chun Man Kobe Chan CV
Chun Man Kobe Chan CVChun Man Kobe Chan CV
Chun Man Kobe Chan CV
Kobe CHAN
 
A world wide web
A world wide webA world wide web
A world wide web
ricaselmavera
 
World Wide Web
World Wide WebWorld Wide Web
World Wide Web
Sérgio Rocha
 
Economia Peer-to-Peer
Economia Peer-to-PeerEconomia Peer-to-Peer
Economia Peer-to-Peer
Bia Martins
 
Protocolos 2ªversão
Protocolos   2ªversãoProtocolos   2ªversão
Protocolos 2ªversão
Guimaraess
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
nathalefranca
 
Telefonia IP
Telefonia IPTelefonia IP
Telefonia IP
Jessica FERREIRA
 
Internet: conceitos e segurança
Internet: conceitos e segurançaInternet: conceitos e segurança
Internet: conceitos e segurança
Nécio de Lima Veras
 
Segurança na rede
Segurança na redeSegurança na rede
Segurança na rede
Leonardo Foletto
 
O surgimento da internet
O surgimento da internetO surgimento da internet
O surgimento da internet
Cícero Félix
 
Dicas para aumentar a segurança e a privacidade na Internet - Vanderlei Pollon
Dicas para aumentar a segurança e a privacidade na Internet - Vanderlei Pollon Dicas para aumentar a segurança e a privacidade na Internet - Vanderlei Pollon
Dicas para aumentar a segurança e a privacidade na Internet - Vanderlei Pollon
Tchelinux
 
Redes - VoIP Asterisk
Redes - VoIP AsteriskRedes - VoIP Asterisk
Redes - VoIP Asterisk
Luiz Arthur
 
Armazenamento na nuvem
Armazenamento na nuvemArmazenamento na nuvem
Armazenamento na nuvem
José Felipe
 

Destaque (20)

Seminário VOIP CALL CENTER
Seminário VOIP CALL CENTERSeminário VOIP CALL CENTER
Seminário VOIP CALL CENTER
 
Entendendo A Tecnologia VoIP
Entendendo A Tecnologia VoIPEntendendo A Tecnologia VoIP
Entendendo A Tecnologia VoIP
 
Meios de comunicação
Meios de comunicaçãoMeios de comunicação
Meios de comunicação
 
Instalação do Elastix
Instalação do ElastixInstalação do Elastix
Instalação do Elastix
 
Introdução a Telefonia IP ( Elastix ETC/ECE )
Introdução a Telefonia IP ( Elastix ETC/ECE )Introdução a Telefonia IP ( Elastix ETC/ECE )
Introdução a Telefonia IP ( Elastix ETC/ECE )
 
(14) ftp
(14) ftp(14) ftp
(14) ftp
 
Privacidade e Segurança: Paranoia ou eles estão realmente lá fora para te pegar?
Privacidade e Segurança: Paranoia ou eles estão realmente lá fora para te pegar?Privacidade e Segurança: Paranoia ou eles estão realmente lá fora para te pegar?
Privacidade e Segurança: Paranoia ou eles estão realmente lá fora para te pegar?
 
Chun Man Kobe Chan CV
Chun Man Kobe Chan CVChun Man Kobe Chan CV
Chun Man Kobe Chan CV
 
A world wide web
A world wide webA world wide web
A world wide web
 
World Wide Web
World Wide WebWorld Wide Web
World Wide Web
 
Economia Peer-to-Peer
Economia Peer-to-PeerEconomia Peer-to-Peer
Economia Peer-to-Peer
 
Protocolos 2ªversão
Protocolos   2ªversãoProtocolos   2ªversão
Protocolos 2ªversão
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Telefonia IP
Telefonia IPTelefonia IP
Telefonia IP
 
Internet: conceitos e segurança
Internet: conceitos e segurançaInternet: conceitos e segurança
Internet: conceitos e segurança
 
Segurança na rede
Segurança na redeSegurança na rede
Segurança na rede
 
O surgimento da internet
O surgimento da internetO surgimento da internet
O surgimento da internet
 
Dicas para aumentar a segurança e a privacidade na Internet - Vanderlei Pollon
Dicas para aumentar a segurança e a privacidade na Internet - Vanderlei Pollon Dicas para aumentar a segurança e a privacidade na Internet - Vanderlei Pollon
Dicas para aumentar a segurança e a privacidade na Internet - Vanderlei Pollon
 
Redes - VoIP Asterisk
Redes - VoIP AsteriskRedes - VoIP Asterisk
Redes - VoIP Asterisk
 
Armazenamento na nuvem
Armazenamento na nuvemArmazenamento na nuvem
Armazenamento na nuvem
 

Semelhante a Aula 10 meios de comunicação de dados

Vo ip
Vo ipVo ip
Noções de voip
Noções de voipNoções de voip
Noções de voip
Luciano Lanzelotti
 
Treinamento comercial i fonex
Treinamento comercial i fonexTreinamento comercial i fonex
Treinamento comercial i fonex
iFonex
 
Curso completo voip
Curso completo voipCurso completo voip
Curso completo voip
Katia Ribeiro
 
Trabalho1 voip voz sobre ip
Trabalho1 voip voz sobre ipTrabalho1 voip voz sobre ip
Trabalho1 voip voz sobre ip
Rafael Pimenta
 
Redes - VoIP Teoria
Redes - VoIP TeoriaRedes - VoIP Teoria
Redes - VoIP Teoria
Luiz Arthur
 
04 VoIp2009 Mobilidade
04 VoIp2009 Mobilidade04 VoIp2009 Mobilidade
04 VoIp2009 Mobilidade
Paulo Leonardo
 
Institucional NB Telecom
Institucional NB TelecomInstitucional NB Telecom
Institucional NB Telecom
Carolina Abreu
 
Solução VOIP CALL CENTER
Solução VOIP CALL CENTERSolução VOIP CALL CENTER
Solução VOIP CALL CENTER
Cláudio Eden - Consultor e Gestor de TI
 
VOIP EM REDES LOCAIS
VOIP EM REDES LOCAISVOIP EM REDES LOCAIS
VOIP EM REDES LOCAIS
Vinicius Batista
 
ConvergêNcia Digital (Interativa.Blogspot.Com)
ConvergêNcia Digital (Interativa.Blogspot.Com)ConvergêNcia Digital (Interativa.Blogspot.Com)
ConvergêNcia Digital (Interativa.Blogspot.Com)
Mmm
 
Apresentação institucional 2010
Apresentação institucional 2010Apresentação institucional 2010
Apresentação institucional 2010
Tesa Telecom
 
04 Vo Ip2009 Mobilidade
04 Vo Ip2009 Mobilidade04 Vo Ip2009 Mobilidade
04 Vo Ip2009 Mobilidade
Paulo Leonardo
 
Tecnologias de Redes em Ascensão e Certificações CISCO
Tecnologias de Redes em Ascensão e Certificações CISCOTecnologias de Redes em Ascensão e Certificações CISCO
Tecnologias de Redes em Ascensão e Certificações CISCO
Impacta Eventos
 
Apresentação pabx ip red t 6700
Apresentação pabx ip red t 6700Apresentação pabx ip red t 6700
Apresentação pabx ip red t 6700
RedT Telecom
 
iVoice Shoptech
iVoice ShoptechiVoice Shoptech
Introdução a Internet
Introdução a InternetIntrodução a Internet
Introdução a Internet
Leonardo Vieira Hastenreiter
 
Seminário VOIP CALL CENTER
Seminário VOIP CALL CENTERSeminário VOIP CALL CENTER
Seminário VOIP CALL CENTER
Cláudio Eden - Consultor e Gestor de TI
 
Campinas Startups - Vulcanet
Campinas Startups - VulcanetCampinas Startups - Vulcanet
Campinas Startups - Vulcanet
Campinas Startups
 
Telefonia IP
Telefonia IP Telefonia IP
Telefonia IP
Matheus Souza
 

Semelhante a Aula 10 meios de comunicação de dados (20)

Vo ip
Vo ipVo ip
Vo ip
 
Noções de voip
Noções de voipNoções de voip
Noções de voip
 
Treinamento comercial i fonex
Treinamento comercial i fonexTreinamento comercial i fonex
Treinamento comercial i fonex
 
Curso completo voip
Curso completo voipCurso completo voip
Curso completo voip
 
Trabalho1 voip voz sobre ip
Trabalho1 voip voz sobre ipTrabalho1 voip voz sobre ip
Trabalho1 voip voz sobre ip
 
Redes - VoIP Teoria
Redes - VoIP TeoriaRedes - VoIP Teoria
Redes - VoIP Teoria
 
04 VoIp2009 Mobilidade
04 VoIp2009 Mobilidade04 VoIp2009 Mobilidade
04 VoIp2009 Mobilidade
 
Institucional NB Telecom
Institucional NB TelecomInstitucional NB Telecom
Institucional NB Telecom
 
Solução VOIP CALL CENTER
Solução VOIP CALL CENTERSolução VOIP CALL CENTER
Solução VOIP CALL CENTER
 
VOIP EM REDES LOCAIS
VOIP EM REDES LOCAISVOIP EM REDES LOCAIS
VOIP EM REDES LOCAIS
 
ConvergêNcia Digital (Interativa.Blogspot.Com)
ConvergêNcia Digital (Interativa.Blogspot.Com)ConvergêNcia Digital (Interativa.Blogspot.Com)
ConvergêNcia Digital (Interativa.Blogspot.Com)
 
Apresentação institucional 2010
Apresentação institucional 2010Apresentação institucional 2010
Apresentação institucional 2010
 
04 Vo Ip2009 Mobilidade
04 Vo Ip2009 Mobilidade04 Vo Ip2009 Mobilidade
04 Vo Ip2009 Mobilidade
 
Tecnologias de Redes em Ascensão e Certificações CISCO
Tecnologias de Redes em Ascensão e Certificações CISCOTecnologias de Redes em Ascensão e Certificações CISCO
Tecnologias de Redes em Ascensão e Certificações CISCO
 
Apresentação pabx ip red t 6700
Apresentação pabx ip red t 6700Apresentação pabx ip red t 6700
Apresentação pabx ip red t 6700
 
iVoice Shoptech
iVoice ShoptechiVoice Shoptech
iVoice Shoptech
 
Introdução a Internet
Introdução a InternetIntrodução a Internet
Introdução a Internet
 
Seminário VOIP CALL CENTER
Seminário VOIP CALL CENTERSeminário VOIP CALL CENTER
Seminário VOIP CALL CENTER
 
Campinas Startups - Vulcanet
Campinas Startups - VulcanetCampinas Startups - Vulcanet
Campinas Startups - Vulcanet
 
Telefonia IP
Telefonia IP Telefonia IP
Telefonia IP
 

Mais de Jorge Ávila Miranda

Aula16 - Jquery
Aula16 - JqueryAula16 - Jquery
Aula16 - Jquery
Jorge Ávila Miranda
 
Aula15 - Array PHP
Aula15 - Array PHPAula15 - Array PHP
Aula15 - Array PHP
Jorge Ávila Miranda
 
Aula13 - Estrutura de repetição (for e while) - PHP
Aula13 - Estrutura de repetição (for e while) - PHPAula13 - Estrutura de repetição (for e while) - PHP
Aula13 - Estrutura de repetição (for e while) - PHP
Jorge Ávila Miranda
 
Aula14 - Funções em PHP
Aula14 - Funções em PHPAula14 - Funções em PHP
Aula14 - Funções em PHP
Jorge Ávila Miranda
 
Aula Herança
Aula HerançaAula Herança
Aula Herança
Jorge Ávila Miranda
 
Aula05 - Poojava
Aula05 - PoojavaAula05 - Poojava
Aula05 - Poojava
Jorge Ávila Miranda
 
Aula12- PHP
Aula12- PHPAula12- PHP
Aula11 - PHP
Aula11 - PHPAula11 - PHP
Aula11 - PHP
Jorge Ávila Miranda
 
Aula10 -PHP
Aula10 -PHPAula10 -PHP
Aula09 - Java Script
Aula09 - Java ScriptAula09 - Java Script
Aula09 - Java Script
Jorge Ávila Miranda
 
Aula08 - Java Script
Aula08 - Java ScriptAula08 - Java Script
Aula08 - Java Script
Jorge Ávila Miranda
 
Aula07 - JavaScript
Aula07 - JavaScriptAula07 - JavaScript
Aula07 - JavaScript
Jorge Ávila Miranda
 
Aula04-POOJAVA
Aula04-POOJAVAAula04-POOJAVA
Aula04-POOJAVA
Jorge Ávila Miranda
 
Aula06 - JavaScript
Aula06 - JavaScriptAula06 - JavaScript
Aula06 - JavaScript
Jorge Ávila Miranda
 
Aula05-JavaScript
Aula05-JavaScriptAula05-JavaScript
Aula05-JavaScript
Jorge Ávila Miranda
 
Aula04-JavaScript
Aula04-JavaScriptAula04-JavaScript
Aula04-JavaScript
Jorge Ávila Miranda
 
Aula03 - JavaScript
Aula03 - JavaScriptAula03 - JavaScript
Aula03 - JavaScript
Jorge Ávila Miranda
 
Aula02 - JavaScript
Aula02 - JavaScriptAula02 - JavaScript
Aula02 - JavaScript
Jorge Ávila Miranda
 
Aula01-JavaScript
Aula01-JavaScriptAula01-JavaScript
Aula01-JavaScript
Jorge Ávila Miranda
 
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Jorge Ávila Miranda
 

Mais de Jorge Ávila Miranda (20)

Aula16 - Jquery
Aula16 - JqueryAula16 - Jquery
Aula16 - Jquery
 
Aula15 - Array PHP
Aula15 - Array PHPAula15 - Array PHP
Aula15 - Array PHP
 
Aula13 - Estrutura de repetição (for e while) - PHP
Aula13 - Estrutura de repetição (for e while) - PHPAula13 - Estrutura de repetição (for e while) - PHP
Aula13 - Estrutura de repetição (for e while) - PHP
 
Aula14 - Funções em PHP
Aula14 - Funções em PHPAula14 - Funções em PHP
Aula14 - Funções em PHP
 
Aula Herança
Aula HerançaAula Herança
Aula Herança
 
Aula05 - Poojava
Aula05 - PoojavaAula05 - Poojava
Aula05 - Poojava
 
Aula12- PHP
Aula12- PHPAula12- PHP
Aula12- PHP
 
Aula11 - PHP
Aula11 - PHPAula11 - PHP
Aula11 - PHP
 
Aula10 -PHP
Aula10 -PHPAula10 -PHP
Aula10 -PHP
 
Aula09 - Java Script
Aula09 - Java ScriptAula09 - Java Script
Aula09 - Java Script
 
Aula08 - Java Script
Aula08 - Java ScriptAula08 - Java Script
Aula08 - Java Script
 
Aula07 - JavaScript
Aula07 - JavaScriptAula07 - JavaScript
Aula07 - JavaScript
 
Aula04-POOJAVA
Aula04-POOJAVAAula04-POOJAVA
Aula04-POOJAVA
 
Aula06 - JavaScript
Aula06 - JavaScriptAula06 - JavaScript
Aula06 - JavaScript
 
Aula05-JavaScript
Aula05-JavaScriptAula05-JavaScript
Aula05-JavaScript
 
Aula04-JavaScript
Aula04-JavaScriptAula04-JavaScript
Aula04-JavaScript
 
Aula03 - JavaScript
Aula03 - JavaScriptAula03 - JavaScript
Aula03 - JavaScript
 
Aula02 - JavaScript
Aula02 - JavaScriptAula02 - JavaScript
Aula02 - JavaScript
 
Aula01-JavaScript
Aula01-JavaScriptAula01-JavaScript
Aula01-JavaScript
 
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
 

Aula 10 meios de comunicação de dados

  • 1. Meios de Comunicação de Dados Jorge Ávila – Aula 10
  • 2. TELEFONIA IP • A indústria de telecomunicações é a última do segmento de tecnologia que se mantém sem a utilização de sistemas de código aberto, fator este que eleva o custo para adquirir e manter sistemas de telefonia.
  • 3. TELEFONIA IP • Os principais fabricantes dos sistemas de telecomunicações ainda constroem sistemas incompatíveis, antigos e com hardwares obsoletos com um custo alto, além disso, fazem com que o cliente não tenha flexibilidade ou escolha, ou seja, impõe limites para suas aplicações empresariais (SMITH, 2007).
  • 4. TELEFONIA IP • Em virtude de um crescimento acelerado das empresas houve a necessidade de adquirir sistemas de telecomunicações mais flexíveis, que possibilitasse a troca de informações entre pessoas e setores, de acordo com as aplicações requeridas por cada um dos segmentos, é nesse contexto de mudanças rápidas e flexibilidade que surge a tecnologia VoIP que, por meio da utilização de redes TCP/IP, vem mudando, em ritmo acelerado, o processo de comunicação entre as pessoas, sendo umas das grandes revoluções em telecomunicações ocorridas nos últimos anos.
  • 5. Funcionamento do VoIP • A ideia primordial da tecnologia VoIP consiste na integração dos serviços das áreas de telecomunicações com os serviços de redes de computadores, dessa forma torna-se possível, por meio da digitalização e codificação do sinal da voz, a alocação da voz em pacotes de dados IP para a realização comunicação falada em uma rede que utilize os protocolos TCP/IP.
  • 6. VoIP • VoIP, ou Voice Over IP ou Voz Sobre IP é a tecnologia que torna possível estabelecer conversações telefônicas em uma Rede IP (incluindo a Internet), tornando a transmissão de voz mais um dos serviços suportados pela rede de dados.
  • 7. Vantagens e desvantagens • Diante disto, cita-se abaixo alguns vantagens e benefícios que se destacam em sistema de telecomunicação com VoIP: ▫ ▫ ▫ ▫ ▫ ▫ ▫ ▫ redução de custos com telefonia; ligações internacionais com tarifação reduzida; integração a infraestrutura existente; independe das operadoras de longa distância; utiliza a conexão banda larga à Internet; custo zero com ligações de VoIP para VoIP Mobilidade controle do sistema de telefonia
  • 8. Vantagens e desvantagens • Podemos citar algumas dificuldades que podem ser enfrentadas ao se implementar a tecnologia VoIP. ▫ Uso de uma conexão Internet de alta velocidade, como DSL ou a cabo ▫ Nível da qualidade do serviço de voz inferior ao da telefonia convencional ▫ VOIP requer uma quantidade grande de dados para ser comprimido e transmitido, tudo em um pouco tempo. ▫ Eco ▫ Atrasos
  • 9. Vantagens e desvantagens • No geral, os serviços de telefone VoIP podem fornecer uma alternativa viável, flexível e muito menos dispendiosa para o serviço de telefone tradicional • Como desvantagens, apontamos a questão da disponibilidade, pois depende da energia elétrica para o funcional uso de telefonia e o custo do investimento que é relativamente alto para garantir o ROI (Retorno sobre o Investimento).
  • 10. Telefonia Convencional x VoIP • Podemos notar que a tecnologia VoIP é sinônimo de mobilidade, flexibilidade e economia, sem dúvida, o melhor atrativo da telefonia VoIP são os custos muito menores que a telefonia convencional. • Pois não irá gerar custos se os dois pontos envolvidos em uma ligação estiverem utilizando VoIP.
  • 11. Telefonia Convencional x VoIP • Somente há custo se uma das partes estiver utilizando a telefonia fixa comum ou telefonia celular, e ainda assim este custo costuma ser bem inferior do que praticado pela telefonia convencional. • É exibido através da tabela 1 as principais características da telefonia convencional e telefonia VoIP.
  • 12. Seminário • Equipe 1 ▫ O que significa convergência?  Convergência orientada a pacotes  Histórico das comunicações VoIP  As limitações de uma conexão VoIP ▫ Transporte de voz pela internet ▫ Telefonia publica IP  A reinvenção da telefonia ▫ Quais são as tendências ?
  • 13. Seminário • Equipe 2 ▫ Comutação Telefônica • Equipe 3 ▫ Sinalização Telefônica • Equipe 4 ▫ Conceitos fundamentais sobre comunicação em pacotes • Equipe 5 ▫ Digitalização da Voz • Equipe 6 ▫ Protocolos para VoIP • Equipe 7 ▫ VoIP Em redes Wireless
  • 14. Telefonia Convencional x VoIP Característica Telefonia Convencional Telefonia IP Conexão na Casa do Usuário Cabo de Cobre Banda Larga Internet Falta de Energia Elétrica Continua Funcional Para de Funcionar Mobilidade Limitada a casa do Usuário Acesso em qualquer lugar do mundo, desde que esteja conectado a internet Número telefônico Associado ao domicilio do Usuário Associado à área local do número contratado Chamadas Locais Área local do domicílio do usuário Área local do número contratado
  • 15. Regulamentação • De acordo com Magalhães Neto - 2009, Entretanto, os serviços Voip têm sido oferecidos no mercado de telecomunicações distribuído em quatro classes: ▫ Classe 1: oferta de um Programa de Computador que possibilite a comunicação de VoIP entre dois ou mais computadores (PC a PC), sem necessidade de licença para prestação do serviço;
  • 16. Regulamentação ▫ Classe 2: uso de comunicação VoIP em rede interna corporativa ou mesmo dentro da rede de um prestador de serviços de telecomunicações, desde que de forma transparente ao usuário. Neste caso, o prestador do serviço de VoIP deve ter pelo menos a licença de Serviço de Comunicação Multimídia da Anatel (SCM);
  • 17. Regulamentação ▫ Classe 3: uso de comunicação VoIP irrestrita, com numeração fornecida pelo Órgão regulador e interconexão com a Rede Pública de Telefonia (Fixa e Móvel). ▫ Neste caso o prestador do serviço de VoIP deve ter pelo menos a licença de Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC);
  • 18. Regulamentação ▫ Classe 4: uso de VoIP somente para fazer chamadas, nacionais ou internacionais. ▫ Neste caso a necessidade de licença depende da forma como o serviço é caracterizado, e de onde (Brasil ou exterior) e por qual operadora é feita a interconexão com a rede de telefonia pública.
  • 19. TELEFONIA NA INTERNET • A sigla VoIP se origina do termo “Voice over Internet Protocol ou Voz sobre IP”, é uma tecnologia que permite que as chamadas telefônicas sejam realizadas por meio da redes de dados (transmissão de informações, voz ou imagens), comumente conhecida de rede TCP/IP, no lugar dos serviços de telefonia convencionais.
  • 21. Telefonia Convencional - PABX • Um PBX (sigla em inglês de Private Branch Exchange ou ainda PABX para Private Automatic Branch Exchange, cuja tradução seria Troca automática de ramais privados) é um centro de distribuição telefônica pertencente a uma empresa que não inclua como sua atividade o fornecimento de serviços telefônicos ao público em geral.
  • 22. Telefonia Convencional - PABX • Uma PABX permite efetuar ligações entre telefones internos sem intervenção manual, ou ainda telefonar e receber telefonemas da rede externa (geralmente pública).
  • 23. TELEFONIA NA INTERNET • A tecnologia VoIP surgiu em Israel no ano de 1995, quando pesquisadores conseguiram desenvolver um sistema um sistema capaz de possibilitar os recursos de multimídia de um computador pessoal para transmissão de voz através da internet, o que consiste na codificação da voz em pacotes TCP/IP e assim distribuídos por redes de comutação de pacotes.
  • 24. TELEFONIA NA INTERNET • OBS: Os termos Telefonia IP, Telefonia Internet ou ainda Voz sobre IP, têm se aplicados à utilização das redes baseadas no protocolo IP, na camada de rede (modelo RMOSI) para transporte de voz, em especial, através da internet.
  • 25. TELEFONIA NA INTERNET • Após as primeiras pesquisas desenvolvidas na área de telefonia IP, outros pesquisadores e empresas se interessaram pelo assunto, desenvolvendo novos softwares e equipamentos que implementassem esta nova tecnologia. • Um dos primeiros softwares dedicado a comunicação por voz foi o Internet Phone software, sendo o precursor dos softfones atuais, softwares que possuem uma interface gráfica amigável, e que conseguem comprimir a voz captada por dispositivos de entrada do computador em pacotes para posteriormente serem enviadas para a internet.
  • 27. TELEFONIA NA INTERNET • Com a evolução dos dispositivos digitais, começaram a produzir os primeiros equipamentos “Gateways”, capazes de interligar centrais e aparelhos telefônicos convencionais a rede de dados para a comunicação entre estes sistemas com sistemas VoIP.
  • 28. TELEFONIA NA INTERNET • Atualmente um dos softfones mais conhecidos é o Skype, utilizado principalmente por usuários domésticos, possibilitando a comunicação de pacotes de voz, bem como a conversação de vídeo, mensagens instantâneas, compartilhamento de arquivos, gerenciamento de listas telefônicas. Considera-se a telefonia IP a agregação do VoIP com outros serviços agregados à telefonia convencional.
  • 29. Ligações Através Da Internet • Por este termo nos referimos simplesmente à possibilidade de comunicação entre um computador e um terminal telefônico convencional. • Existem algumas alternativas para que as ligações na internet possam ser efetuadas, dentre as mais comuns podemos citar: ▫ Ligações realizadas entre computadores ▫ Ligações realizadas de computadores para telefones de telefonia IP ou telefonia convencional
  • 30. Ligações Através Da Internet • As ligações efetuadas entre computadores já podem prover dos recursos disponíveis da máquina, como áudio. • Aplicações VoIP em computadores são mais simples e de fácil utilização. • O computador precisa de acessórios multimídia que já são largamente disponíveis no mercado: ▫ Headset ( Fone de ouvido e microfone) ▫ Webcam (para transferência de imagens de vídeo)
  • 31. Ligações Através Da Internet • Além desses acessórios com computador necessita ter conexão com a internet ou rede local e ter um softfone instalado e configurado.
  • 32. Ligações Através Da Internet • Já para conseguir interligar comunicação entre um computador e a rede de telefonia convencional, necessita de alguns equipamentos com capacidade de desempenhar as funções de um gateway, com as funcionalidades requeridas por um telefone convencional.
  • 33. ATA(Adaptador para telefone analógico) • Um dos equipamentos mais utilizados para comunicar ligações entre computadores e telefones convencionais é o ATA. • Esse tipo de dispositivo faz a conversão dos sinais digitais e analógicos da voz durante a comunicação. • Este adaptador conecta o telefone comum a Internet.
  • 34. ATA(Adaptador para telefone analógico) • Os ATAs tem como características gerais suporte aos protocolos tipicamente utilizados na Internet, assim como suporte ao protocolo SIP(Session Initiation Protocol), além de se proverem de codecs de voz e soluções de segurança.
  • 36. ATA(Adaptador para telefone analógico) • Com a utilização de um adaptador ATA, não é necessário a dispensa do aparelho de telefone comum, pois o custo de um aparelho de telefone IP ainda é alto.
  • 37. Resumo dos tipos de comunicação e suas características principais (Fonte: Telecom,2012) Comunicação Características Ligações entre computadores Peer-to-peer; Utiliza serviços gratuitos tais como o Skype, MSN Messenger, Yahoo Messenger, entre outros; Os próprios computadores são responsáveis pela sinalização e controle das chamadas. Ligações entre computador e telefone convencional Necessita de equipamento que convertam a voz em pacotes com a rede STFC, típica função de um gateway. Peer-to-peer até o gateway; Utiliza serviços pagos tais como o SkypeOut, Net2Phone, V59, entre outros; O gateway é responsável pela sinalização e controle das chamadas.
  • 38. Telefone IP • Outro equipamento que merece ser citado para a realização da comunicação VoIP é o Telefone IP. É um equipamento criado para a telefonia IP que contém características exclusivas para lidar com a tecnologia VoIP. • Uma delas e mais visíveis é a sua conexão RJ-45, diferente do telefone comum, que contém a conexão RJ-11.
  • 39. Telefone IP • Esse tipo de telefone contém um sistema ativo que permite a conversação telefônica e acesso as funcionalidades de um PABX IP. • Tem suporte aos principais protocolos de sinalização da tecnologia VoIP, como: ▫ H.323 e/ou SIP, e RTP para a transmissão de voz.
  • 41. Telefone IP • O telefone IP necessita do endereço IP, que pode ser obtido pelo servidor com o protocolo Dynamic Host Configuration Protocol (DHCP), possivelmente já existente na rede.
  • 43. PABX • Os PABX´s estão presentes em ambientes empresariais desde os anos 80. • Tecnologia anterior a redes de dados e ao computador Desktop. • Possui algumas características que o tornam estático e obsoleto nos dias atuais, além de empregarem tecnologia proprietária, limitando os usuários aos recursos disponíveis e dependentes do fabricante para adição de novas funções, também traz custos de manutenção e operação de técnicos especializados.
  • 44. PABX IP Já um PABX IP tem sua arquitetura aberta, e ocorre a convergência de voz e dados para a mesma rede de comunicação. Uma rede de computadores é a base para a implementação do PABX IP, o que torna sua implantação viável visto que a maioria das empresas que já informatizaram suas atividades possui uma rede de dados.
  • 45. PABX IP • Muito dos componentes são distribuídos ao longo da rede IP para transmitir informações de voz e controle da ligação.
  • 46. PABX IP • A arquitetura de um PABX IP deve se compor de: ▫ Controlador de processo: é um servidor que executa uma aplicação num sistema operacional padrão (Microsoft, Unix ou Linux). ▫ Existe um grande benefício em se utilizar um hardware e software comercial, permitindo uma grande redução nos custos de desenvolvimento e fabricação;
  • 47. PABX IP ▫ Os dispositivos de ponta (endpoints): são os telefones Ips que se conectam diretamente na rede IP. ▫ Computadores com softfone: que são considerados telefones virtuais IP;
  • 48. PABX IP ▫ Gateway: são interfaces ou equipamentos que convertem a sinalização e o canal de voz para a rede IP, fazendo a integração com a rede STFC e para permitir utilizar os telefones analógicos ou digitais existentes, reduzindo os custos da migração para a nova arquitetura;
  • 49. PABX IP ▫ Módulos de interconexão: é realizado através da rede IP. Vai haver uma degradação na qualidade da voz se acontecer algum congestionamento ao longo do trajeto dos dados, normalmente no link WAN.
  • 51. PABX IP • O investimento de implantação de um PABX IP é maior do que o PABX tradicional, e apesar do retorno desse investimento não ser imediato, ainda sim é vantajoso, pois aumenta a produtividade e flexibilidade dos funcionários e reduz o custo da operação. ▫ Custo :  1.400,00 a 1.758,90 para pequenas empresas
  • 52. PABX IP • Como qualquer outro equipamento de rede, um PABX IP precisa ser protegido contra possíveis ameaças, sendo instalado atrás de um firewall. • Isso é uma das principais preocupações por parte de empresas que adotam um serviço de telefonia IP, visto que os danos causados por um ataque podem gerar prejuízos elevados.
  • 53. PABX IP • Podemos citar alguns benefícios de um PABX IP, como: ▫ ▫ ▫ ▫ ▫ ▫ ▫ ▫ ▫ Redução do custo de ligação (DDD e DDI) Plano de numeração unificado para toda a empresa Aumento da produtividade Redução do custo de operação da rede Integração da empresa Escalabilidade Baseado em padrões abertos Acesso através da Web Expansão das aplicações de voz
  • 54. PABX IP PABX ANALÓGICO PABX IP Tipo Comutação de circuito Comutação de pacotes Arquitetura Centralizada Distribuída Topologia Estrela Espinha dorsal (backbone) Instalação Elétrica Cada ponto (telefone) necessita de um par de fios Cada ponto (telefone) pode ser qualquer nó da rede TCP/IP Capacidade (qtde de ramais) Limitado (dependente do hardware) Ilimitado (depende apenas da largura de banda)
  • 55. PABX IP PABX ANALÓGICO PABX IP Escalabilidade Complexo (dependente do hardware) Fácil (basta adicionar outros servidores) Convergência Voz e dados são duas redes isoladas Voz e dados se convergem em uma única rede Conectividade com a Internet Não existe Total, utiliza o mesmo protocolo da Internet. Flexibilidade Pouca. Adicionar ou mover uma extensão requer mudança física Grande. Uma extensão funciona em qualquer nó da rede, inclusive na Internet. Limitação (aplicação) Limitado aos recursos tradicionais de voz Aplicações baseados em software
  • 56. PABX IP PABX ANALÓGICO PABX IP Novas aplicações Necessita de interfaces ou placas adicionais Uma aplicação nova é fácil de ser implementado Redundância / Backup Não existe. Outro PABX deve ser configurado como Backup Outros servidores podem ser configurados como Backup Configuração do sistema Complicada Simples e normalmente baseado em Interface Web Interligação Não suporta interligação com outros PABX´s É fácil interligar diversos PABX´s através de VPN/WAN ou pela Internet Integração com PC´s Não existe Os PC´s e telefones são integrados em uma única rede