SlideShare uma empresa Scribd logo
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Aula 01
Linguagem de Programação
Introdução a linguagem JAVA,
Operadores e Tipos de Dados Primitivos.
O que é JAVA?
Qual a linguagem
que você usa para
programar?
JAVA!
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
O que é JAVA?
Java é uma linguagem de programação
orientada a objeto e desenvolvida pela Sun
Microsystems na década de 90, que
atualmente, pertence a Oracle. A característica
mais marcante dessa linguagem é que
programas criados nela não são compilados em
código nativo da plataforma.
Década de 90 / Sun Microsystems
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
O que é JAVA?
O Java é rápido, seguro e confiável. De laptops
a datacenters, consoles de games a
supercomputadores científicos, telefones
celulares à Internet, o Java está em todos os
lugares!
Década de 90 / Sun Microsystems
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
O que é JAVA?
A Java Virtual Machine é apenas um aspecto do
software Java envolvido na interação Web. A
Java Virtual Machine é criada diretamente no
seu download de software Java e ajuda a
executar aplicações Java
Eu ouvi os termos Java Virtual Machine e JVM.
Eles são o software Java?
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Por que JAVA?
O java é hoje a linguagem mais utilizada em
todo o mundo isso acontece porque ela não é
somente uma linguagem, mas também uma
plataforma de desenvolvimento.
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Por que JAVA?
Aprenda Java e programe em uma qualquer
plataforma.
Comunidades: Os grupos de usuários Java são
muito fortes em todo o mundo.
Grande número de frameworks.
O Java não roda somente Java: A máquina virtual
Java atualmente roda cerca de 350 linguagens.
Desenvolva em qualquer sistema operacional
para qualquer sistema operacional.
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Primeiro programa
public class Primeiro {
public static void main(String[] args) {
System.out.println(“Olá galera!");
}
}
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Operadores
Operadores Básicos
. referência a método, função ou atributo de um objeto
, separador de identificadores
; finalizador de declarações e comandos
[ ] declarador de matrizes e delimitador de índices
{ } separador de blocos e escopos locais
( ) listas de parâmetros
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Operadores
Operadores Lógicos
> Maior
>= Maior ou igual
< Menor
<= Menor ou igual
= = Igual
! = Diferente
&& And (e)
| | Or (ou)
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Operadores
Operadores Matemáticos
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Tipos de Dados Primitivos
É o tipo de dado capaz de armazenar 8 bits de informação, ou seja, um
número inteiro entre -128 e 127. Sua utilização é recomendada em caso
de economia de memória, já que alguns tipos de dados maiores
possuem processamento mais rápido.
byte
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Tipos de Dados Primitivos
É o tipo de dado que é capaz de armazenar números inteiros de 16 bits,
ou seja, um número inteiro entre -32.768 e 32.767.
short
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Tipos de Dados Primitivos
É o tipo de dado capaz de armazenar 32 bits, ou seja, de representar
um número inteiro qualquer entre -2.147.483.648 e 2.147.483.647.
É o tipo mais indicado na maioria dos casos por possuir uma grande
faixa de valores.
Variáveis deste tipo também costumam ser manipuladas mais
rapidamente.
int
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Tipos de Dados Primitivos
É o tipo de dado capaz de armazenar 64 bits de informação, ou seja,
que pode representar um número inteiro qualquer entre -
9.223.372.036.854.775.808L e 9.223.372.036.854.775.807L.
Recomenda-se seu uso apenas quando for preciso assumir valores
maiores ou menores do que aqueles possíveis de serem assumidos
pelo int.
long
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Tipos de Dados Primitivos
É o tipo de dado capaz de armazenar números reais de precisão
simples, ou seja, 32 bits de informação representando um número real.
Exemplo:
float a;
float by1 = -32.0;
float bz2 = 32.2F;
float bz = 32.455f;
float bze = 1.32455e4f;
float
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Tipos de Dados Primitivos
É o tipo de dado capaz de armazenar números reais de precisão dupla,
ou seja, 64 bits de informação em forma de número real. É usado para
representar valores nos quais é preciso uma precisão maior que a de
float.
double
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior
Tipos de Dados Primitivos
É o tipo de dado capaz de armazenar 16 bits representando caracteres no
formato UTF-16 (formato UTF composto de dois caracteres de 8 bits).
Representado numericamente, o tipo char pode ter valores de 0 a 65535
(inclusive) - de 'u0000' a 'uffff'. Nas versões mais recentes da linguagem Java,
propõe-se substituir o tipo char pelo tipo byte.
char letra = 'A' ;
char letra = 'u0041'
char
www.evandrojunior.pro.br
evandrojunior21@gmail.com
pt.slideshare.net/EvandroJunior

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Programação Defensiva
Programação DefensivaProgramação Defensiva
Programação Defensiva
Glaucio Scheibel
 
Apostila De Visualg
Apostila De VisualgApostila De Visualg
Apostila De Visualg
ecompo
 
Programação defensiva
Programação defensivaProgramação defensiva
Programação defensiva
Kayo Rayner
 
Apostila de Introdução aos Algoritmos - usando o Visualg
Apostila de Introdução aos Algoritmos - usando o VisualgApostila de Introdução aos Algoritmos - usando o Visualg
Apostila de Introdução aos Algoritmos - usando o Visualg
Regis Magalhães
 
Apostila Visualg
Apostila VisualgApostila Visualg
Apostila Visualg
Nathanael Jorge
 
Lógica de programação com visu alg
Lógica de programação com visu algLógica de programação com visu alg
Lógica de programação com visu alg
Leandro Santos
 
Aula de Introdução - JAVA
Aula de Introdução  - JAVAAula de Introdução  - JAVA
Aula de Introdução - JAVA
Moises Omena
 
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Luis Ferreira
 
Apostila sobre o Visualg
Apostila sobre o VisualgApostila sobre o Visualg
Apostila sobre o Visualg
Regis Magalhães
 
Curso de Java (Parte 2)
 Curso de Java (Parte 2) Curso de Java (Parte 2)
Curso de Java (Parte 2)
Mario Sergio
 
Algoritmos e Visualg parte 1
Algoritmos e Visualg   parte 1Algoritmos e Visualg   parte 1
Algoritmos e Visualg parte 1
Marcio Pinto
 
Estrutura de Dados em Java (Introdução)
Estrutura de Dados em Java (Introdução)Estrutura de Dados em Java (Introdução)
Estrutura de Dados em Java (Introdução)
Adriano Teixeira de Souza
 
Curso Java Basico
Curso Java BasicoCurso Java Basico
Curso Java Basico
Joel Lobo
 
ESTRUTURA DE DADOS (JAVA) AULA 01
ESTRUTURA DE DADOS (JAVA) AULA 01ESTRUTURA DE DADOS (JAVA) AULA 01
ESTRUTURA DE DADOS (JAVA) AULA 01
ETEC Monsenhor Antonio Magliano
 
Java14
Java14Java14
Curso de Java (Parte 1)
Curso de Java (Parte 1)Curso de Java (Parte 1)
Curso de Java (Parte 1)
Mario Sergio
 
Ficha teorica aula_input_reader
Ficha teorica aula_input_readerFicha teorica aula_input_reader
Ficha teorica aula_input_reader
Portal_do_Estudante_Java
 
Curso Básico de Java - Aula 2
Curso Básico de Java - Aula 2Curso Básico de Java - Aula 2
Curso Básico de Java - Aula 2
PeslPinguim
 
Programação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVA
Programação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVAProgramação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVA
Programação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVA
Cristiano Almeida
 
Apresentação java
Apresentação javaApresentação java
Apresentação java
munosai
 

Mais procurados (20)

Programação Defensiva
Programação DefensivaProgramação Defensiva
Programação Defensiva
 
Apostila De Visualg
Apostila De VisualgApostila De Visualg
Apostila De Visualg
 
Programação defensiva
Programação defensivaProgramação defensiva
Programação defensiva
 
Apostila de Introdução aos Algoritmos - usando o Visualg
Apostila de Introdução aos Algoritmos - usando o VisualgApostila de Introdução aos Algoritmos - usando o Visualg
Apostila de Introdução aos Algoritmos - usando o Visualg
 
Apostila Visualg
Apostila VisualgApostila Visualg
Apostila Visualg
 
Lógica de programação com visu alg
Lógica de programação com visu algLógica de programação com visu alg
Lógica de programação com visu alg
 
Aula de Introdução - JAVA
Aula de Introdução  - JAVAAula de Introdução  - JAVA
Aula de Introdução - JAVA
 
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
 
Apostila sobre o Visualg
Apostila sobre o VisualgApostila sobre o Visualg
Apostila sobre o Visualg
 
Curso de Java (Parte 2)
 Curso de Java (Parte 2) Curso de Java (Parte 2)
Curso de Java (Parte 2)
 
Algoritmos e Visualg parte 1
Algoritmos e Visualg   parte 1Algoritmos e Visualg   parte 1
Algoritmos e Visualg parte 1
 
Estrutura de Dados em Java (Introdução)
Estrutura de Dados em Java (Introdução)Estrutura de Dados em Java (Introdução)
Estrutura de Dados em Java (Introdução)
 
Curso Java Basico
Curso Java BasicoCurso Java Basico
Curso Java Basico
 
ESTRUTURA DE DADOS (JAVA) AULA 01
ESTRUTURA DE DADOS (JAVA) AULA 01ESTRUTURA DE DADOS (JAVA) AULA 01
ESTRUTURA DE DADOS (JAVA) AULA 01
 
Java14
Java14Java14
Java14
 
Curso de Java (Parte 1)
Curso de Java (Parte 1)Curso de Java (Parte 1)
Curso de Java (Parte 1)
 
Ficha teorica aula_input_reader
Ficha teorica aula_input_readerFicha teorica aula_input_reader
Ficha teorica aula_input_reader
 
Curso Básico de Java - Aula 2
Curso Básico de Java - Aula 2Curso Básico de Java - Aula 2
Curso Básico de Java - Aula 2
 
Programação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVA
Programação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVAProgramação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVA
Programação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVA
 
Apresentação java
Apresentação javaApresentação java
Apresentação java
 

Destaque

Introdução a Orientaçãoo a Objetos
Introdução a Orientaçãoo a ObjetosIntrodução a Orientaçãoo a Objetos
Introdução a Orientaçãoo a Objetos
Fernando Machado
 
Logica de programação / Algoritmos em Portugol
Logica de programação / Algoritmos em PortugolLogica de programação / Algoritmos em Portugol
Logica de programação / Algoritmos em Portugol
Evandro Júnior
 
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap CordovaProgramação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Evandro Júnior
 
Arquitetura de Computadores: Processos e Threads
Arquitetura de Computadores: Processos e ThreadsArquitetura de Computadores: Processos e Threads
Arquitetura de Computadores: Processos e Threads
Evandro Júnior
 
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Evandro Júnior
 
ÁSIA - ASPECTOS CULTURAIS
ÁSIA - ASPECTOS CULTURAISÁSIA - ASPECTOS CULTURAIS
ÁSIA - ASPECTOS CULTURAIS
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
População asiática
População asiáticaPopulação asiática
População asiática
flaviocosac
 
Arquitetura de Computadores - Concorrência
Arquitetura de Computadores - ConcorrênciaArquitetura de Computadores - Concorrência
Arquitetura de Computadores - Concorrência
Evandro Júnior
 
Religiões asiáticas
Religiões asiáticasReligiões asiáticas
Religiões asiáticas
flaviocosac
 
Java SE 8
Java SE 8Java SE 8
Java SE 8
Simon Ritter
 
Java introdução ao java
Java   introdução ao javaJava   introdução ao java
Java introdução ao java
Armando Daniel
 
Classes e Objectos JAVA
Classes e Objectos JAVAClasses e Objectos JAVA
Classes e Objectos JAVA
Pedro De Almeida
 
.NET e C# - Introdução Geral
.NET e C# - Introdução Geral.NET e C# - Introdução Geral
.NET e C# - Introdução Geral
Gabriel Vinicios Silva Maganha
 
Apostila java completo
Apostila java completoApostila java completo
Apostila java completo
Sliedesharessbarbosa
 
Java 01 Java Visao Geral Resumo
Java 01 Java Visao Geral ResumoJava 01 Java Visao Geral Resumo
Java 01 Java Visao Geral Resumo
Regis Magalhães
 
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e ImplementaçãoProgramação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Evandro Júnior
 
Java - Boas práticas
Java - Boas práticasJava - Boas práticas
Java - Boas práticas
Felippe Rodrigo Puhle
 
Aula 09 - introducao oo
Aula 09 - introducao ooAula 09 - introducao oo
Aula 09 - introducao oo
Moacir Jóse Ferreira Junior Ferreira
 
Asia apresentação
Asia   apresentaçãoAsia   apresentação
Asia apresentação
robertobraz
 
Linguagem Java - Conceitos e Técnicas
Linguagem Java - Conceitos e TécnicasLinguagem Java - Conceitos e Técnicas
Linguagem Java - Conceitos e Técnicas
Breno Vitorino
 

Destaque (20)

Introdução a Orientaçãoo a Objetos
Introdução a Orientaçãoo a ObjetosIntrodução a Orientaçãoo a Objetos
Introdução a Orientaçãoo a Objetos
 
Logica de programação / Algoritmos em Portugol
Logica de programação / Algoritmos em PortugolLogica de programação / Algoritmos em Portugol
Logica de programação / Algoritmos em Portugol
 
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap CordovaProgramação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
 
Arquitetura de Computadores: Processos e Threads
Arquitetura de Computadores: Processos e ThreadsArquitetura de Computadores: Processos e Threads
Arquitetura de Computadores: Processos e Threads
 
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
 
ÁSIA - ASPECTOS CULTURAIS
ÁSIA - ASPECTOS CULTURAISÁSIA - ASPECTOS CULTURAIS
ÁSIA - ASPECTOS CULTURAIS
 
População asiática
População asiáticaPopulação asiática
População asiática
 
Arquitetura de Computadores - Concorrência
Arquitetura de Computadores - ConcorrênciaArquitetura de Computadores - Concorrência
Arquitetura de Computadores - Concorrência
 
Religiões asiáticas
Religiões asiáticasReligiões asiáticas
Religiões asiáticas
 
Java SE 8
Java SE 8Java SE 8
Java SE 8
 
Java introdução ao java
Java   introdução ao javaJava   introdução ao java
Java introdução ao java
 
Classes e Objectos JAVA
Classes e Objectos JAVAClasses e Objectos JAVA
Classes e Objectos JAVA
 
.NET e C# - Introdução Geral
.NET e C# - Introdução Geral.NET e C# - Introdução Geral
.NET e C# - Introdução Geral
 
Apostila java completo
Apostila java completoApostila java completo
Apostila java completo
 
Java 01 Java Visao Geral Resumo
Java 01 Java Visao Geral ResumoJava 01 Java Visao Geral Resumo
Java 01 Java Visao Geral Resumo
 
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e ImplementaçãoProgramação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
 
Java - Boas práticas
Java - Boas práticasJava - Boas práticas
Java - Boas práticas
 
Aula 09 - introducao oo
Aula 09 - introducao ooAula 09 - introducao oo
Aula 09 - introducao oo
 
Asia apresentação
Asia   apresentaçãoAsia   apresentação
Asia apresentação
 
Linguagem Java - Conceitos e Técnicas
Linguagem Java - Conceitos e TécnicasLinguagem Java - Conceitos e Técnicas
Linguagem Java - Conceitos e Técnicas
 

Semelhante a Aula 1 - Introdução a linguagem JAVA SE

"Se tornando um Desenvolvedor Java NINJA" - Semana Integrada da PUC Campinas ...
"Se tornando um Desenvolvedor Java NINJA" - Semana Integrada da PUC Campinas ..."Se tornando um Desenvolvedor Java NINJA" - Semana Integrada da PUC Campinas ...
"Se tornando um Desenvolvedor Java NINJA" - Semana Integrada da PUC Campinas ...
Cesar Augusto Nogueira
 
Internet das coisas, machine learnign e maquinas de doces
Internet das coisas, machine learnign e maquinas de doces Internet das coisas, machine learnign e maquinas de doces
Internet das coisas, machine learnign e maquinas de doces
Alvaro Viebrantz
 
Atividade 1 o incio do java
Atividade 1    o incio do javaAtividade 1    o incio do java
Atividade 1 o incio do java
David Willian
 
Cleaner-Code-CentralIT-2015
Cleaner-Code-CentralIT-2015Cleaner-Code-CentralIT-2015
Cleaner-Code-CentralIT-2015
Valdemar Júnior
 
ArduinoDay 2015 - OpenDevice
ArduinoDay 2015 -  OpenDeviceArduinoDay 2015 -  OpenDevice
ArduinoDay 2015 - OpenDevice
Ricardo Rufino
 
Inovando na Plataforma Java
Inovando na Plataforma JavaInovando na Plataforma Java
Inovando na Plataforma Java
Wanderson Oliveira
 
Inovando na plataforma Java
Inovando na plataforma JavaInovando na plataforma Java
Inovando na plataforma Java
Eteg
 
Desenvolvendo Aplicações Livres em Java - João Avelino Bellomo Filho
Desenvolvendo Aplicações Livres em Java - João Avelino Bellomo FilhoDesenvolvendo Aplicações Livres em Java - João Avelino Bellomo Filho
Desenvolvendo Aplicações Livres em Java - João Avelino Bellomo Filho
Tchelinux
 
5º ck o java e o android no iot
5º ck o java e o android no iot5º ck o java e o android no iot
5º ck o java e o android no iot
Heider Lopes
 
Java com Excelência
Java com ExcelênciaJava com Excelência
Java com Excelência
Brazoft Solutions
 
LIVRO PROPRIETÁRIO - PROGRAMAÇÃO I
LIVRO PROPRIETÁRIO - PROGRAMAÇÃO ILIVRO PROPRIETÁRIO - PROGRAMAÇÃO I
LIVRO PROPRIETÁRIO - PROGRAMAÇÃO I
Os Fantasmas !
 
Linguagem Java, fundamentos da linguagem Java
Linguagem Java, fundamentos da linguagem JavaLinguagem Java, fundamentos da linguagem Java
Linguagem Java, fundamentos da linguagem Java
Escola Básica e Secundária da Povoação
 
Fascículo1java
Fascículo1javaFascículo1java
Sistemas para o Mundo Real
Sistemas para o Mundo RealSistemas para o Mundo Real
Sistemas para o Mundo Real
Leandro Silva
 
Esta começando a programar para a web? Então começe com Rails
Esta começando a programar para a web? Então começe com RailsEsta começando a programar para a web? Então começe com Rails
Esta começando a programar para a web? Então começe com Rails
ismaelstahelin
 
Linguagem Java- Iniciação à programação Java
Linguagem Java- Iniciação à programação JavaLinguagem Java- Iniciação à programação Java
Linguagem Java- Iniciação à programação Java
Escola Básica e Secundária da Povoação
 
Aula 00
Aula 00Aula 00
Java20141215 17[1]
Java20141215 17[1]Java20141215 17[1]
Java20141215 17[1]
Diogo Rafael da Silva
 
A Carreira de Desenvolvedor: do Jr ao Sênior
A Carreira de Desenvolvedor: do Jr ao SêniorA Carreira de Desenvolvedor: do Jr ao Sênior
A Carreira de Desenvolvedor: do Jr ao Sênior
Marcos Pereira
 
Programando php com excelência
Programando php com excelênciaProgramando php com excelência
Programando php com excelência
Marcus Vinicius Leandro
 

Semelhante a Aula 1 - Introdução a linguagem JAVA SE (20)

"Se tornando um Desenvolvedor Java NINJA" - Semana Integrada da PUC Campinas ...
"Se tornando um Desenvolvedor Java NINJA" - Semana Integrada da PUC Campinas ..."Se tornando um Desenvolvedor Java NINJA" - Semana Integrada da PUC Campinas ...
"Se tornando um Desenvolvedor Java NINJA" - Semana Integrada da PUC Campinas ...
 
Internet das coisas, machine learnign e maquinas de doces
Internet das coisas, machine learnign e maquinas de doces Internet das coisas, machine learnign e maquinas de doces
Internet das coisas, machine learnign e maquinas de doces
 
Atividade 1 o incio do java
Atividade 1    o incio do javaAtividade 1    o incio do java
Atividade 1 o incio do java
 
Cleaner-Code-CentralIT-2015
Cleaner-Code-CentralIT-2015Cleaner-Code-CentralIT-2015
Cleaner-Code-CentralIT-2015
 
ArduinoDay 2015 - OpenDevice
ArduinoDay 2015 -  OpenDeviceArduinoDay 2015 -  OpenDevice
ArduinoDay 2015 - OpenDevice
 
Inovando na Plataforma Java
Inovando na Plataforma JavaInovando na Plataforma Java
Inovando na Plataforma Java
 
Inovando na plataforma Java
Inovando na plataforma JavaInovando na plataforma Java
Inovando na plataforma Java
 
Desenvolvendo Aplicações Livres em Java - João Avelino Bellomo Filho
Desenvolvendo Aplicações Livres em Java - João Avelino Bellomo FilhoDesenvolvendo Aplicações Livres em Java - João Avelino Bellomo Filho
Desenvolvendo Aplicações Livres em Java - João Avelino Bellomo Filho
 
5º ck o java e o android no iot
5º ck o java e o android no iot5º ck o java e o android no iot
5º ck o java e o android no iot
 
Java com Excelência
Java com ExcelênciaJava com Excelência
Java com Excelência
 
LIVRO PROPRIETÁRIO - PROGRAMAÇÃO I
LIVRO PROPRIETÁRIO - PROGRAMAÇÃO ILIVRO PROPRIETÁRIO - PROGRAMAÇÃO I
LIVRO PROPRIETÁRIO - PROGRAMAÇÃO I
 
Linguagem Java, fundamentos da linguagem Java
Linguagem Java, fundamentos da linguagem JavaLinguagem Java, fundamentos da linguagem Java
Linguagem Java, fundamentos da linguagem Java
 
Fascículo1java
Fascículo1javaFascículo1java
Fascículo1java
 
Sistemas para o Mundo Real
Sistemas para o Mundo RealSistemas para o Mundo Real
Sistemas para o Mundo Real
 
Esta começando a programar para a web? Então começe com Rails
Esta começando a programar para a web? Então começe com RailsEsta começando a programar para a web? Então começe com Rails
Esta começando a programar para a web? Então começe com Rails
 
Linguagem Java- Iniciação à programação Java
Linguagem Java- Iniciação à programação JavaLinguagem Java- Iniciação à programação Java
Linguagem Java- Iniciação à programação Java
 
Aula 00
Aula 00Aula 00
Aula 00
 
Java20141215 17[1]
Java20141215 17[1]Java20141215 17[1]
Java20141215 17[1]
 
A Carreira de Desenvolvedor: do Jr ao Sênior
A Carreira de Desenvolvedor: do Jr ao SêniorA Carreira de Desenvolvedor: do Jr ao Sênior
A Carreira de Desenvolvedor: do Jr ao Sênior
 
Programando php com excelência
Programando php com excelênciaProgramando php com excelência
Programando php com excelência
 

Mais de Evandro Júnior

Construtores e destrutores com aplicação em c#
Construtores e destrutores com aplicação em c#Construtores e destrutores com aplicação em c#
Construtores e destrutores com aplicação em c#
Evandro Júnior
 
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Evandro Júnior
 
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Evandro Júnior
 
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Evandro Júnior
 
Unidade de disco - Atualizado 2014
Unidade de disco - Atualizado 2014Unidade de disco - Atualizado 2014
Unidade de disco - Atualizado 2014
Evandro Júnior
 
Fundamentos da Informática - Componentes (Atualizado 2014)
Fundamentos da Informática - Componentes  (Atualizado 2014)Fundamentos da Informática - Componentes  (Atualizado 2014)
Fundamentos da Informática - Componentes (Atualizado 2014)
Evandro Júnior
 
Modelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IPModelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IP
Evandro Júnior
 
Cascateamento x Empilhamento de Switches
Cascateamento x Empilhamento de SwitchesCascateamento x Empilhamento de Switches
Cascateamento x Empilhamento de Switches
Evandro Júnior
 
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturadoCabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
Evandro Júnior
 
Endereçamento IP CIDR
Endereçamento IP CIDREndereçamento IP CIDR
Endereçamento IP CIDR
Evandro Júnior
 
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server PageAula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Evandro Júnior
 
Aula 1 apresentação
Aula 1   apresentaçãoAula 1   apresentação
Aula 1 apresentação
Evandro Júnior
 
Projeto final técnico em informática
Projeto final técnico em informáticaProjeto final técnico em informática
Projeto final técnico em informática
Evandro Júnior
 
Introdução HTML5
Introdução HTML5Introdução HTML5
Introdução HTML5
Evandro Júnior
 
Gerenciamento de usuário e grupos linux
Gerenciamento de usuário e grupos linuxGerenciamento de usuário e grupos linux
Gerenciamento de usuário e grupos linux
Evandro Júnior
 
Herança e polimorfismo em Java
Herança e polimorfismo em Java Herança e polimorfismo em Java
Herança e polimorfismo em Java
Evandro Júnior
 
Placa-Mãe
Placa-Mãe Placa-Mãe
Placa-Mãe
Evandro Júnior
 
ISA Server
ISA ServerISA Server
ISA Server
Evandro Júnior
 
Nagios
NagiosNagios
Roteamento
RoteamentoRoteamento
Roteamento
Evandro Júnior
 

Mais de Evandro Júnior (20)

Construtores e destrutores com aplicação em c#
Construtores e destrutores com aplicação em c#Construtores e destrutores com aplicação em c#
Construtores e destrutores com aplicação em c#
 
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
 
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
 
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
 
Unidade de disco - Atualizado 2014
Unidade de disco - Atualizado 2014Unidade de disco - Atualizado 2014
Unidade de disco - Atualizado 2014
 
Fundamentos da Informática - Componentes (Atualizado 2014)
Fundamentos da Informática - Componentes  (Atualizado 2014)Fundamentos da Informática - Componentes  (Atualizado 2014)
Fundamentos da Informática - Componentes (Atualizado 2014)
 
Modelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IPModelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IP
 
Cascateamento x Empilhamento de Switches
Cascateamento x Empilhamento de SwitchesCascateamento x Empilhamento de Switches
Cascateamento x Empilhamento de Switches
 
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturadoCabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
 
Endereçamento IP CIDR
Endereçamento IP CIDREndereçamento IP CIDR
Endereçamento IP CIDR
 
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server PageAula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
 
Aula 1 apresentação
Aula 1   apresentaçãoAula 1   apresentação
Aula 1 apresentação
 
Projeto final técnico em informática
Projeto final técnico em informáticaProjeto final técnico em informática
Projeto final técnico em informática
 
Introdução HTML5
Introdução HTML5Introdução HTML5
Introdução HTML5
 
Gerenciamento de usuário e grupos linux
Gerenciamento de usuário e grupos linuxGerenciamento de usuário e grupos linux
Gerenciamento de usuário e grupos linux
 
Herança e polimorfismo em Java
Herança e polimorfismo em Java Herança e polimorfismo em Java
Herança e polimorfismo em Java
 
Placa-Mãe
Placa-Mãe Placa-Mãe
Placa-Mãe
 
ISA Server
ISA ServerISA Server
ISA Server
 
Nagios
NagiosNagios
Nagios
 
Roteamento
RoteamentoRoteamento
Roteamento
 

Último

Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ismael Ash
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
ronaldos10
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Ismael Ash
 
Apresentação sobre Deep Web e anonimização
Apresentação sobre Deep Web e anonimizaçãoApresentação sobre Deep Web e anonimização
Apresentação sobre Deep Web e anonimização
snerdct
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
Faga1939
 
Aula combustiveis mais utilizados na indústria
Aula combustiveis mais utilizados na indústriaAula combustiveis mais utilizados na indústria
Aula combustiveis mais utilizados na indústria
zetec10
 

Último (6)

Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
 
Apresentação sobre Deep Web e anonimização
Apresentação sobre Deep Web e anonimizaçãoApresentação sobre Deep Web e anonimização
Apresentação sobre Deep Web e anonimização
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
 
Aula combustiveis mais utilizados na indústria
Aula combustiveis mais utilizados na indústriaAula combustiveis mais utilizados na indústria
Aula combustiveis mais utilizados na indústria
 

Aula 1 - Introdução a linguagem JAVA SE

  • 1. www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior Aula 01 Linguagem de Programação Introdução a linguagem JAVA, Operadores e Tipos de Dados Primitivos.
  • 2. O que é JAVA? Qual a linguagem que você usa para programar? JAVA! www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 3. O que é JAVA? Java é uma linguagem de programação orientada a objeto e desenvolvida pela Sun Microsystems na década de 90, que atualmente, pertence a Oracle. A característica mais marcante dessa linguagem é que programas criados nela não são compilados em código nativo da plataforma. Década de 90 / Sun Microsystems www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 4. O que é JAVA? O Java é rápido, seguro e confiável. De laptops a datacenters, consoles de games a supercomputadores científicos, telefones celulares à Internet, o Java está em todos os lugares! Década de 90 / Sun Microsystems www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 5. O que é JAVA? A Java Virtual Machine é apenas um aspecto do software Java envolvido na interação Web. A Java Virtual Machine é criada diretamente no seu download de software Java e ajuda a executar aplicações Java Eu ouvi os termos Java Virtual Machine e JVM. Eles são o software Java? www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 6. Por que JAVA? O java é hoje a linguagem mais utilizada em todo o mundo isso acontece porque ela não é somente uma linguagem, mas também uma plataforma de desenvolvimento. www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 7. Por que JAVA? Aprenda Java e programe em uma qualquer plataforma. Comunidades: Os grupos de usuários Java são muito fortes em todo o mundo. Grande número de frameworks. O Java não roda somente Java: A máquina virtual Java atualmente roda cerca de 350 linguagens. Desenvolva em qualquer sistema operacional para qualquer sistema operacional. www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 8. Primeiro programa public class Primeiro { public static void main(String[] args) { System.out.println(“Olá galera!"); } } www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 9. Operadores Operadores Básicos . referência a método, função ou atributo de um objeto , separador de identificadores ; finalizador de declarações e comandos [ ] declarador de matrizes e delimitador de índices { } separador de blocos e escopos locais ( ) listas de parâmetros www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 10. Operadores Operadores Lógicos > Maior >= Maior ou igual < Menor <= Menor ou igual = = Igual ! = Diferente && And (e) | | Or (ou) www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 12. Tipos de Dados Primitivos É o tipo de dado capaz de armazenar 8 bits de informação, ou seja, um número inteiro entre -128 e 127. Sua utilização é recomendada em caso de economia de memória, já que alguns tipos de dados maiores possuem processamento mais rápido. byte www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 13. Tipos de Dados Primitivos É o tipo de dado que é capaz de armazenar números inteiros de 16 bits, ou seja, um número inteiro entre -32.768 e 32.767. short www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 14. Tipos de Dados Primitivos É o tipo de dado capaz de armazenar 32 bits, ou seja, de representar um número inteiro qualquer entre -2.147.483.648 e 2.147.483.647. É o tipo mais indicado na maioria dos casos por possuir uma grande faixa de valores. Variáveis deste tipo também costumam ser manipuladas mais rapidamente. int www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 15. Tipos de Dados Primitivos É o tipo de dado capaz de armazenar 64 bits de informação, ou seja, que pode representar um número inteiro qualquer entre - 9.223.372.036.854.775.808L e 9.223.372.036.854.775.807L. Recomenda-se seu uso apenas quando for preciso assumir valores maiores ou menores do que aqueles possíveis de serem assumidos pelo int. long www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 16. Tipos de Dados Primitivos É o tipo de dado capaz de armazenar números reais de precisão simples, ou seja, 32 bits de informação representando um número real. Exemplo: float a; float by1 = -32.0; float bz2 = 32.2F; float bz = 32.455f; float bze = 1.32455e4f; float www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 17. Tipos de Dados Primitivos É o tipo de dado capaz de armazenar números reais de precisão dupla, ou seja, 64 bits de informação em forma de número real. É usado para representar valores nos quais é preciso uma precisão maior que a de float. double www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior
  • 18. Tipos de Dados Primitivos É o tipo de dado capaz de armazenar 16 bits representando caracteres no formato UTF-16 (formato UTF composto de dois caracteres de 8 bits). Representado numericamente, o tipo char pode ter valores de 0 a 65535 (inclusive) - de 'u0000' a 'uffff'. Nas versões mais recentes da linguagem Java, propõe-se substituir o tipo char pelo tipo byte. char letra = 'A' ; char letra = 'u0041' char www.evandrojunior.pro.br evandrojunior21@gmail.com pt.slideshare.net/EvandroJunior