SlideShare uma empresa Scribd logo
Ecologia

     ciência que estuda as
    interações entre os
    organismos e seu
    ambiente.
Desequilíbrios ecológicos
Conceitos básicos
    População




Indivíduos de uma mesma
espécie que vivem em
determinada região
Comunidade




Todos os seres vivos de
determinado lugar e que
mantêm relações entre si
formam uma comunidade
Ecossistema




 comunidade de organismos(Bióticos) que
interagem entre si e com o meio
ambiente(Abióticos) ao qual pertencem.
Habitat




Habitat é o lugar na
natureza onde uma
espécie vive.
Nicho ecológico




Nicho é o "modo de vida"
de um organismo na
natureza.
Bioma




Conjunto de diferentes
ecossistemas, que possuem
certo nível de homogeneidade.
Confira o que aprendeu
• Suponha que em um terreno coberto de capim
  gordura vivem saúvas, gafanhotos, pardais, preás
  e ratos-do-campo. Nesta região estão presentes:

  a) cinco populações.
  b) seis populações.
  c) duas comunidades.
  d) seis comunidades.
  e) dois ecossistemas.
Nível Trófico
 É o nível de nutrição a que pertence um
   indivíduo ou uma espécie
• Produtores
• Consumidores
• Decompositores
Produtores
CONSUMIDORES
Decompositores
Bactérias e os. Fungos
Confira o que aprendeu
1) ambiente com outros seres vivos e com componentes físicos e
   químicos. São afetados pelas condições desse ambiente. Com
   relação ao ecossistema marinho, assinale a alternativa correta:

• a) O Zooplâncton e o Fitoplâncton representam os organismos
  produtores (autotróficos) nas cadeias alimentares marinhas.
• b) Os consumidores secundários e terciários, nos mares, são
  representados principalmente por peixes.
• c) No ambiente marinho, não existem decompositores.
• d) As diatomáceas são os principais representantes do
  Zooplâncton.
• e) Todos os seres do Zooplâncton marinho são macroscópicos
Confira o que aprendeu
2) (PUC-RJ) Quando nos referimos ao ecossistema de um
   lago, dois conceitos são muito importantes: o ciclo dos
   nutrientes e o fluxo de energia. A energia necessária
   aos processos vitais de todos os elementos desde lago
   é reintroduzida neste ecossistema:

 a)   Pela respiração dos produtores.
 b)   Pela captura direta por parte dos consumidores.
 c)   Pelo processo fotossintético.
 d)    Pelo armazenamento da energia nas cadeias tróficas.
 e)   Pela predação de níveis tróficos inferiores
Confira o que aprendeu
• (UFC-CE) Leia com atenção o texto a seguir.
• “Todo ano o ciclo da vida se repete no Pantanal
  Matogrossense. Durante a estação das chuvas, os rios
  transbordam e alagam os campos onde se formam
  banhados, lagoas e corixos temporários. O gado é levado
  em comitivas para as partes altas. Aproveitando a
  inundação, os peixes saem dos rios e espalham-se por toda
  a área inundada. Quando as chuvas param e os rios voltam
  a seus leitos, milhões de peixes ficam aprisionados nas
  lagoas. É um banquete para aves, jacarés e ariranhas. Os
  pastos, renovados pela matéria orgânica trazida pela água,
  crescem verdes atraindo cervos, capivaras e outros animais
  que convivem com o gado, os quais, por sua vez, atraem
  onças e jaguatiricas.”
• (Revista VEJA, 02 de junho de 1999)
Confira o que aprendeu
• Com base no texto anterior, assinale a alternativa
  que representa uma cadeia alimentar,
  começando pelos produtores e terminando com
  os consumidores secundários:
 a) Rios, ariranhas e peixes.
 b) Pastos, capivaras e onças.
 c) Campos, gado e capivaras.
 d) Pastos, jacarés e aves.
 e) Campos, jaguatiricas e cervos
Pirâmides Ecológicas
• As pirâmides ecológicas são úteis na representação
  dos níveis tróficos de um ecossistema, sendo que os
  decompositores não são incluídos nas pirâmides.
  Nelas, cada nível trófico é representado por um
  retângulo, no qual o comprimento é proporcional ao
  número de indivíduos na pirâmide de números; à
  biomassa, na pirâmide de biomassa; e à energia, na
  pirâmide de energia
• NÚMERO
• ENERGIA
• BIOMASSA
Pirâmides Ecológicas
• A pirâmide de números indica a quantidade
  de organismos que há em cada nível trófico.
  Dependendo do ecossistema, a pirâmide de
  números poderá ter o seu ápice voltado para
  cima (pirâmide direta) ou voltado para baixo
  (pirâmide invertida).
Pirâmide de números


                  PASSÁROS
            PROTOZOÁRIOS PARASITAS
                   PULGÕES



                    ÁRVORE
Pirâmide de números
Pirâmide de Biomassa
• A pirâmide de biomassa é construída a partir da
  avaliação das biomassas nos níveis tróficos de uma
  cadeia. Geralmente é expressa em peso seco (pois a
  água presente nesse material não é matéria orgânica,
  portanto não é utilizada como energia), por unidade de
  área (g/m2 ou kg/m2). A forma da pirâmide de
  biomassa pode variar de acordo com o ecossistema.
  Podemos ver na figura um exemplo de pirâmide direta
  de biomassa. Nessa figura podemos ver que oito
  toneladas de alfafa sustentam uma tonelada de
  bezerros em um ano e esses bezerros alimentam nesse
  período um adolescente de 47 kg
Pirâmide de Biomassa
Pirâmide de Biomassa
Pirâmide de Energia
• A pirâmide de energia
• indicaa produtividade do
  ecossistema, considerando sempre o fator
  tempo. Por esse motivo, a pirâmide de energia
  nunca é invertida. Nessa pirâmide há a
  representação, em cada nível trófico, da
  quantidade de energia acumulada em
  determinada área (ou volume) por unidade de
  tempo
Pirâmide de Energia
Confira o que aprendeu
•
Confira o que aprendeu
• Assinale a alternativa que apresenta a
  numeração correta da coluna da direita, de
  cima para baixo.
• A) 1 – 2 – 3
• B) 1 – 3 – 2
• C) 3 – 1 – 2
• D) 2 – 1 – 3.
• E) 3 – 2 – 1.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ecologia 3º ano
Ecologia 3º anoEcologia 3º ano
Ecologia 3º ano
Renata Magalhães
 
Aula de ecologia
Aula de ecologiaAula de ecologia
Aula de ecologia
Ilsoflavio
 
Ecossistemas terrestres e aquáticos
Ecossistemas terrestres e aquáticosEcossistemas terrestres e aquáticos
Ecossistemas terrestres e aquáticos
Gisele A. Barbosa
 
Sistematica e filogenia
Sistematica e filogeniaSistematica e filogenia
Sistematica e filogenia
unesp
 
Orgãos análogos e homólogos
Orgãos análogos e homólogosOrgãos análogos e homólogos
Orgãos análogos e homólogos
Andrea Barreto
 
IV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espéciesIV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espécies
Rebeca Vale
 
Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Meio ambiente e ecologia: conceitos.Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Roney Gusmão
 
I. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vidaI. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vida
Rebeca Vale
 
Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
Nelson Costa
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética
nielimaia
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
Ana Castro
 
Ciclos Biogeoquímicos
Ciclos BiogeoquímicosCiclos Biogeoquímicos
Ciclos Biogeoquímicos
profatatiana
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
Carlos Priante
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
PIBID Joel Job
 
Evolução
EvoluçãoEvolução
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
Fabiano Reis
 
Fluxo de Energia
Fluxo de EnergiaFluxo de Energia
Fluxo de Energia
Turma Olímpica
 
EvoluçAo
EvoluçAoEvoluçAo
EvoluçAo
juniormaximo
 
Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01
Ilsoflavio
 
Noções de evolução
Noções de evoluçãoNoções de evolução
Noções de evolução
emanuel
 

Mais procurados (20)

Ecologia 3º ano
Ecologia 3º anoEcologia 3º ano
Ecologia 3º ano
 
Aula de ecologia
Aula de ecologiaAula de ecologia
Aula de ecologia
 
Ecossistemas terrestres e aquáticos
Ecossistemas terrestres e aquáticosEcossistemas terrestres e aquáticos
Ecossistemas terrestres e aquáticos
 
Sistematica e filogenia
Sistematica e filogeniaSistematica e filogenia
Sistematica e filogenia
 
Orgãos análogos e homólogos
Orgãos análogos e homólogosOrgãos análogos e homólogos
Orgãos análogos e homólogos
 
IV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espéciesIV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espécies
 
Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Meio ambiente e ecologia: conceitos.Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Meio ambiente e ecologia: conceitos.
 
I. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vidaI. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vida
 
Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
 
Ciclos Biogeoquímicos
Ciclos BiogeoquímicosCiclos Biogeoquímicos
Ciclos Biogeoquímicos
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Evolução
EvoluçãoEvolução
Evolução
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Fluxo de Energia
Fluxo de EnergiaFluxo de Energia
Fluxo de Energia
 
EvoluçAo
EvoluçAoEvoluçAo
EvoluçAo
 
Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01
 
Noções de evolução
Noções de evoluçãoNoções de evolução
Noções de evolução
 

Destaque

Los ecosistemas arantxa
Los ecosistemas arantxaLos ecosistemas arantxa
Los ecosistemas arantxa
luis
 
Estabilidad del ecosistema y acciones para su mantenimiento
Estabilidad del ecosistema y acciones para su mantenimientoEstabilidad del ecosistema y acciones para su mantenimiento
Estabilidad del ecosistema y acciones para su mantenimiento
Juan Carlos Bustamante
 
El ecosistema
El ecosistemaEl ecosistema
El ecosistema
Zabdimusical
 
Ed amb aula-ecologia-aula-03
Ed amb aula-ecologia-aula-03Ed amb aula-ecologia-aula-03
Ed amb aula-ecologia-aula-03
Lunna01
 
Ecosistemas
EcosistemasEcosistemas
Ecosistemas
AleEr1708
 
Ecosistema
EcosistemaEcosistema
Cambios en el ecosistema
Cambios en el ecosistemaCambios en el ecosistema
Cambios en el ecosistema
profesoraudp
 
Diapositivas de los ecosistemas liiz azucena
Diapositivas de los ecosistemas liiz azucenaDiapositivas de los ecosistemas liiz azucena
Diapositivas de los ecosistemas liiz azucena
TORIBIO ROJAS DURAND
 
Parámetros tróficos y pirámides ecológicas
Parámetros tróficos y pirámides ecológicasParámetros tróficos y pirámides ecológicas
Parámetros tróficos y pirámides ecológicas
cesarelo
 
Fotosintesis
FotosintesisFotosintesis
Fotosintesis
valewohl
 
1 conceitos básicos de ecologia e relações ecológicas
1   conceitos básicos de ecologia e relações ecológicas1   conceitos básicos de ecologia e relações ecológicas
1 conceitos básicos de ecologia e relações ecológicas
Nataliana Cabral
 
Cadeias Alimentares
Cadeias AlimentaresCadeias Alimentares
Cadeias Alimentares
Raquel Figueiredo
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
Gabriela de Lima
 

Destaque (13)

Los ecosistemas arantxa
Los ecosistemas arantxaLos ecosistemas arantxa
Los ecosistemas arantxa
 
Estabilidad del ecosistema y acciones para su mantenimiento
Estabilidad del ecosistema y acciones para su mantenimientoEstabilidad del ecosistema y acciones para su mantenimiento
Estabilidad del ecosistema y acciones para su mantenimiento
 
El ecosistema
El ecosistemaEl ecosistema
El ecosistema
 
Ed amb aula-ecologia-aula-03
Ed amb aula-ecologia-aula-03Ed amb aula-ecologia-aula-03
Ed amb aula-ecologia-aula-03
 
Ecosistemas
EcosistemasEcosistemas
Ecosistemas
 
Ecosistema
EcosistemaEcosistema
Ecosistema
 
Cambios en el ecosistema
Cambios en el ecosistemaCambios en el ecosistema
Cambios en el ecosistema
 
Diapositivas de los ecosistemas liiz azucena
Diapositivas de los ecosistemas liiz azucenaDiapositivas de los ecosistemas liiz azucena
Diapositivas de los ecosistemas liiz azucena
 
Parámetros tróficos y pirámides ecológicas
Parámetros tróficos y pirámides ecológicasParámetros tróficos y pirámides ecológicas
Parámetros tróficos y pirámides ecológicas
 
Fotosintesis
FotosintesisFotosintesis
Fotosintesis
 
1 conceitos básicos de ecologia e relações ecológicas
1   conceitos básicos de ecologia e relações ecológicas1   conceitos básicos de ecologia e relações ecológicas
1 conceitos básicos de ecologia e relações ecológicas
 
Cadeias Alimentares
Cadeias AlimentaresCadeias Alimentares
Cadeias Alimentares
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
 

Semelhante a Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]

3S Ecologia 2014
3S Ecologia 20143S Ecologia 2014
3S Ecologia 2014
Ionara Urrutia Moura
 
Pirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicasPirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicas
URCA
 
Ecologia 4- Pirâmides Ecológicas.pdf
Ecologia 4- Pirâmides Ecológicas.pdfEcologia 4- Pirâmides Ecológicas.pdf
Ecologia 4- Pirâmides Ecológicas.pdf
LucasVideira1
 
Ecologia power point
Ecologia   power pointEcologia   power point
Ecologia power point
Suely namaste
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Ronaldo Santana
 
2016 Frente 3 módulo 11 ecologia
2016 Frente 3 módulo 11 ecologia2016 Frente 3 módulo 11 ecologia
2016 Frente 3 módulo 11 ecologia
Colégio Batista de Mantena
 
ecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptxecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptx
rafaelbrandao22
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
Magali Feldmann
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
Magali Feldmann
 
54d82256-6e10-45c4-982f-f6c273b7908a.pdf
54d82256-6e10-45c4-982f-f6c273b7908a.pdf54d82256-6e10-45c4-982f-f6c273b7908a.pdf
54d82256-6e10-45c4-982f-f6c273b7908a.pdf
RefooOnline
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Particular
 
Relações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.pptRelações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.ppt
LarissiFial
 
Bases da ecologia
Bases da ecologiaBases da ecologia
Bases da ecologia
Werner Mendoza Blanco
 
Piramide
PiramidePiramide
Piramide
Lucilo Campos
 
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Ecologia i
Ecologia iEcologia i
Ecologia i
denilsonbio
 
Aula Ecologia.ppt
Aula Ecologia.pptAula Ecologia.ppt
Aula Ecologia.ppt
celembio
 
Aula Ecologia energia básico para os ano
Aula Ecologia energia básico para os anoAula Ecologia energia básico para os ano
Aula Ecologia energia básico para os ano
TainTeixeiraBiolouka
 

Semelhante a Aula 01 campo de estudo da ecologia[1] (20)

3S Ecologia 2014
3S Ecologia 20143S Ecologia 2014
3S Ecologia 2014
 
Pirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicasPirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicas
 
Ecologia 4- Pirâmides Ecológicas.pdf
Ecologia 4- Pirâmides Ecológicas.pdfEcologia 4- Pirâmides Ecológicas.pdf
Ecologia 4- Pirâmides Ecológicas.pdf
 
Ecologia power point
Ecologia   power pointEcologia   power point
Ecologia power point
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
 
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
 
2016 Frente 3 módulo 11 ecologia
2016 Frente 3 módulo 11 ecologia2016 Frente 3 módulo 11 ecologia
2016 Frente 3 módulo 11 ecologia
 
ecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptxecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptx
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
54d82256-6e10-45c4-982f-f6c273b7908a.pdf
54d82256-6e10-45c4-982f-f6c273b7908a.pdf54d82256-6e10-45c4-982f-f6c273b7908a.pdf
54d82256-6e10-45c4-982f-f6c273b7908a.pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Relações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.pptRelações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.ppt
 
Bases da ecologia
Bases da ecologiaBases da ecologia
Bases da ecologia
 
Piramide
PiramidePiramide
Piramide
 
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
 
Ecologia i
Ecologia iEcologia i
Ecologia i
 
Aula Ecologia.ppt
Aula Ecologia.pptAula Ecologia.ppt
Aula Ecologia.ppt
 
Aula Ecologia energia básico para os ano
Aula Ecologia energia básico para os anoAula Ecologia energia básico para os ano
Aula Ecologia energia básico para os ano
 

Mais de CIN

Apresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologiaApresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologia
CIN
 
003 compostos -liídios
003   compostos -liídios003   compostos -liídios
003 compostos -liídios
CIN
 
Aula de ecologia nº2
Aula de ecologia nº2Aula de ecologia nº2
Aula de ecologia nº2
CIN
 
003 compostos orgânicos parte 01
003   compostos orgânicos parte 01003   compostos orgânicos parte 01
003 compostos orgânicos parte 01
CIN
 
002 compostos inorgânicos
002   compostos inorgânicos002   compostos inorgânicos
002 compostos inorgânicos
CIN
 
01 aula origem da vida
01 aula   origem da vida01 aula   origem da vida
01 aula origem da vida
CIN
 

Mais de CIN (6)

Apresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologiaApresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologia
 
003 compostos -liídios
003   compostos -liídios003   compostos -liídios
003 compostos -liídios
 
Aula de ecologia nº2
Aula de ecologia nº2Aula de ecologia nº2
Aula de ecologia nº2
 
003 compostos orgânicos parte 01
003   compostos orgânicos parte 01003   compostos orgânicos parte 01
003 compostos orgânicos parte 01
 
002 compostos inorgânicos
002   compostos inorgânicos002   compostos inorgânicos
002 compostos inorgânicos
 
01 aula origem da vida
01 aula   origem da vida01 aula   origem da vida
01 aula origem da vida
 

Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]

  • 1. Ecologia ciência que estuda as interações entre os organismos e seu ambiente.
  • 3. Conceitos básicos População Indivíduos de uma mesma espécie que vivem em determinada região
  • 4. Comunidade Todos os seres vivos de determinado lugar e que mantêm relações entre si formam uma comunidade
  • 5. Ecossistema comunidade de organismos(Bióticos) que interagem entre si e com o meio ambiente(Abióticos) ao qual pertencem.
  • 6. Habitat Habitat é o lugar na natureza onde uma espécie vive.
  • 7. Nicho ecológico Nicho é o "modo de vida" de um organismo na natureza.
  • 8. Bioma Conjunto de diferentes ecossistemas, que possuem certo nível de homogeneidade.
  • 9. Confira o que aprendeu • Suponha que em um terreno coberto de capim gordura vivem saúvas, gafanhotos, pardais, preás e ratos-do-campo. Nesta região estão presentes: a) cinco populações. b) seis populações. c) duas comunidades. d) seis comunidades. e) dois ecossistemas.
  • 10. Nível Trófico É o nível de nutrição a que pertence um indivíduo ou uma espécie • Produtores • Consumidores • Decompositores
  • 14. Confira o que aprendeu 1) ambiente com outros seres vivos e com componentes físicos e químicos. São afetados pelas condições desse ambiente. Com relação ao ecossistema marinho, assinale a alternativa correta: • a) O Zooplâncton e o Fitoplâncton representam os organismos produtores (autotróficos) nas cadeias alimentares marinhas. • b) Os consumidores secundários e terciários, nos mares, são representados principalmente por peixes. • c) No ambiente marinho, não existem decompositores. • d) As diatomáceas são os principais representantes do Zooplâncton. • e) Todos os seres do Zooplâncton marinho são macroscópicos
  • 15. Confira o que aprendeu 2) (PUC-RJ) Quando nos referimos ao ecossistema de um lago, dois conceitos são muito importantes: o ciclo dos nutrientes e o fluxo de energia. A energia necessária aos processos vitais de todos os elementos desde lago é reintroduzida neste ecossistema: a) Pela respiração dos produtores. b) Pela captura direta por parte dos consumidores. c) Pelo processo fotossintético. d) Pelo armazenamento da energia nas cadeias tróficas. e) Pela predação de níveis tróficos inferiores
  • 16. Confira o que aprendeu • (UFC-CE) Leia com atenção o texto a seguir. • “Todo ano o ciclo da vida se repete no Pantanal Matogrossense. Durante a estação das chuvas, os rios transbordam e alagam os campos onde se formam banhados, lagoas e corixos temporários. O gado é levado em comitivas para as partes altas. Aproveitando a inundação, os peixes saem dos rios e espalham-se por toda a área inundada. Quando as chuvas param e os rios voltam a seus leitos, milhões de peixes ficam aprisionados nas lagoas. É um banquete para aves, jacarés e ariranhas. Os pastos, renovados pela matéria orgânica trazida pela água, crescem verdes atraindo cervos, capivaras e outros animais que convivem com o gado, os quais, por sua vez, atraem onças e jaguatiricas.” • (Revista VEJA, 02 de junho de 1999)
  • 17. Confira o que aprendeu • Com base no texto anterior, assinale a alternativa que representa uma cadeia alimentar, começando pelos produtores e terminando com os consumidores secundários: a) Rios, ariranhas e peixes. b) Pastos, capivaras e onças. c) Campos, gado e capivaras. d) Pastos, jacarés e aves. e) Campos, jaguatiricas e cervos
  • 18. Pirâmides Ecológicas • As pirâmides ecológicas são úteis na representação dos níveis tróficos de um ecossistema, sendo que os decompositores não são incluídos nas pirâmides. Nelas, cada nível trófico é representado por um retângulo, no qual o comprimento é proporcional ao número de indivíduos na pirâmide de números; à biomassa, na pirâmide de biomassa; e à energia, na pirâmide de energia • NÚMERO • ENERGIA • BIOMASSA
  • 19. Pirâmides Ecológicas • A pirâmide de números indica a quantidade de organismos que há em cada nível trófico. Dependendo do ecossistema, a pirâmide de números poderá ter o seu ápice voltado para cima (pirâmide direta) ou voltado para baixo (pirâmide invertida).
  • 20. Pirâmide de números PASSÁROS PROTOZOÁRIOS PARASITAS PULGÕES ÁRVORE
  • 22. Pirâmide de Biomassa • A pirâmide de biomassa é construída a partir da avaliação das biomassas nos níveis tróficos de uma cadeia. Geralmente é expressa em peso seco (pois a água presente nesse material não é matéria orgânica, portanto não é utilizada como energia), por unidade de área (g/m2 ou kg/m2). A forma da pirâmide de biomassa pode variar de acordo com o ecossistema. Podemos ver na figura um exemplo de pirâmide direta de biomassa. Nessa figura podemos ver que oito toneladas de alfafa sustentam uma tonelada de bezerros em um ano e esses bezerros alimentam nesse período um adolescente de 47 kg
  • 25. Pirâmide de Energia • A pirâmide de energia • indicaa produtividade do ecossistema, considerando sempre o fator tempo. Por esse motivo, a pirâmide de energia nunca é invertida. Nessa pirâmide há a representação, em cada nível trófico, da quantidade de energia acumulada em determinada área (ou volume) por unidade de tempo
  • 27. Confira o que aprendeu •
  • 28. Confira o que aprendeu • Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. • A) 1 – 2 – 3 • B) 1 – 3 – 2 • C) 3 – 1 – 2 • D) 2 – 1 – 3. • E) 3 – 2 – 1.