SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJETO: EXPRESSÃO E ARTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
E AS OBRAS DE ROMERO BRITTO
Simone Helen Drumond Ischkanian
AREA ESPECIFICA: ARTE (PINTURA, DESENHO, TEATRO, MÚSICA E DANÇA )
PÚBLICO ALVO: Ensino Infantil, turma do maternal – 3 anos
JUSTIFICATIVA
Ensinar Artes na Educação Infantil significa ir além da mera produção de desenhos, pinturas,
e colocar uma musica simplesmente para ouvir, mexer o corpo, ou dramatizar, por que há
uma data comemorativa por vir. A arte na Educação Infantil, não é o tempo de aula, onde a
criança é deixada a deriva, simplesmente como uma hora do descanso, para a professora
desenvolver outra atividade enquanto as crianças pintam, modelam, dançam ou ouvem
músicas. Artes é linguagem e como tal é fundamental para desenvolver aspectos cognitivos,
sensíveis e culturais, sendo assim o ensino das Artes significa articular os três campos
conceituais: fazer artístico, apreciação e reflexão fundamentada no desenvolvimento cultural
da criança.
A arte também pode promover uma maior independência das crianças, melhorar a sua
autoestima, despertar e desenvolver os seus potenciais em diversos sentidos através de uma
comunicação introspectiva, além de ajudar crianças com dificuldades diferenciadas, por ser
um instrumento de expressão e comunicação do inconsciente. As crianças, em geral, têm
uma grande criatividade e sensibilidade expressiva, e nós, professores, temos uma imensa
responsabilidade por trabalhar dia a dia com esse emocional.
O desenvolvimento da criança apresenta direta relação entre o conhecimento e a
compreensão que este venha a ter do mundo das artes, uma vez que só o ser humano é
capaz de produzir cultura, deixar legado histórico e cultural para outras gerações. De acordo
com os Parâmetros Curriculares Nacionais para a Educação Básica 1997: “O ser humano que
não conhece arte tem uma experiência de aprendizagem limitada, escapa-lhe a dimensão do
sonho, da força comunicativa dos objetos à sua volta, da sonoridade instigante da poesia, das
criações musicais, das cores e formas, dos gestos e luzes que buscam o sentido da vida.”
O contexto retratado nesta disciplina, evidencia a importância das diversas formas de arte e
cultura no contexto infantil. Segundo Vigotsky (2009) quanto mais veja, ouça e experimente,
quanto mais aprenda e assimile, quanto mais elementos reais disponha em sua experiência,
quanto mais será considerável e produtiva a imaginação infantil. A conclusão pedagógica
segundo o autor é que dessa forma poderemos ampliar as experiências e a capacidade
criadora suficientemente sólida das crianças. Com esse entendimento é que o Projeto:
expressão e arte na educação infantil e as obras de Romero Britto.
OBJETIVO GERAL:
Despertar nas crianças o gosto pelo desenho e pintura, a partir da releitura das obras do
artista plástico Romero Britto.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Conhecer a biografia de Romero Britto, uma vez, que ele começou a demonstrar já na
infância o gosto, talento e interesse pelas artes. Pintava em jornais e papelão sempre usando
muitas cores em suas pinturas. Seu estilo infantil ou estilo icónico “emana calor, otimismo e
amor”.
Fazer leitura de imagem.
Desenvolver oralidade, interação e socialização.
Aprofundar conhecimentos sobre cores, linhas e formas.
Identificar cores primárias e secundárias.
Trabalhar coordenação motora fina e ampla.
Perceber traços da natureza em suas obras.
Desenvolver raciocínio lógico matemático por meio de trabalho concreto.
Desenvolver a imaginação, criatividade, atenção, concentração, expressão artística,
percepção visual, noção espacial.
Trabalhar conceito de releitura de uma obra artística de acordo com o entendimento infantil a
partir de materiais diversos.
Utilizar materiais recicláveis como caixas de papelão, jornal, revistas, para reproduzir
trabalhos do autor.
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DA ÁREA ESPECIFICA:
As crianças da Educação Infantil devem pintar desenvolvendo técnicas variadas, específicas
e diferenciadas, respeitando sempre a individualidade expressiva de cada um, e o seu tempo
de desenvolvimento artístico. Esse trabalho não objetiva resultados de técnicas em
construções perfeitas e sim o prazer de explorar e conhecer diversos materiais. Esta postura
de ensino, incuti habilidades, competência, valorização e interpretação do mundo por
intermédio da observação das cores, imagens, harmonia dos sons, apreciação de suas
próprias produções, constituindo assim sua própria linguagem artística, afinal, o
desenvolvimento artístico de uma criança jamais pode ser comparado com o de outra. Cada
aluno tem seu tempo, e não cabe a nós, professores, interferir nessa particular evolução. A
criança é constantemente movida por meio de estímulos, e o que podemos fazer na educação
com arte é oferecer-lhe ferramentas encorajadoras desse processo, mas sem interferência na
sua expressão artística. As artes visuais pelo sentido de um tempo histórico nos permite dá
sentidos e significados sobre o mundo, apropriando-nos de modos de ser, pensar e sentir.
Constituindo um acervo pessoal de valores, concepções e sentimentos que de certa forma
orientam a atribuição de significados e sentidos ao vivido (MARTINS; PICOSQUE; GUERRA,
1998, p. 21). Nesse sentido a apreciação das esculturas de Romero Britto, pode ser utilizada
no cotidiano, infantil como experiências reais e simbólicas.
SEQUÊNCIA DIDATICA:
1 - Roda de Conversa (educandos e educadora).
2 - Quem é Romero Britto? Apresentar às crianças, imagens (telas) e vídeo no Data Show
sobre a vida e algumas telas do autor. Ex: “borboleta”, “peixe”, “cachorro”, “flor”, “bola”, outras.
Prática: Desenho livre; criar um desenho a partir da obra de Romero Britto.
AREA DE DESENVOLVIMENTO: MÚSICA, DANÇA E DRAMATIZAÇÃO (TEATRO)
Tela: Borboleta (cantar e dançar a música borboletinha)
Borboletinha(Cantigas Populares)
Borboletinha tá na cozinha
fazendo chocolate
para a madrinha
Poti, poti
perna de pau
olho de vidro
e nariz de pica-pau pau pau
Obs. Dramatizar o movimento
sequencial da canção e dança no
vídeo da Galinha Pintadinha.
Tela: Cachorrinho (cantar e dançar a música borboletinha)
Cachorrinho - Cantigas Populares
Cachorrinho está latindo lá no fundo do quintal
Cala a boca, Cachorrinho, deixa o meu
benzinho entrar
Refrão - Ó Crioula lá ! Ó Crioula lá, lá !
Ó Crioula lá ! Não sou eu quem caio lá !
Atirei um cravo n'água de pesado fou ao fundo
Os peixinhos responderam, viva D. Pedro
Segundo.
Refrão
3. Fazer leitura de imagem de algumas telas do autor. Observar, trabalhar conceitos de
formas e cores e o desenvolvimento da oralidade (na sala de aula). Prática: Pintar com lápis
de cor as telas em preto e branco do autor em folha de papel A4.
Técnica: Mosaico com a obra O PEIXE.
Peixe Vivo - Palavra Cantada
Como pode um peixe vivo
viver fora da água fria
Como poderei viver
Como poderei viver
Sem a tua, sem a tua,
Sem a tua companhia
Os pastores dessa aldeia
fazem prece noite e dia
Como poderei viver
Como poderei viver
Como pode um peixe vivo
viver fora da água fria...
1.Cantar, dramatizar e
dançar a canção do
peixe.
2. Fazer releitura da
obra “Peixe”.
Prática: usando a
técnica Mosaico.
Usar pedacinhos de
EVA coloridos e cola.
4. Estudo das cores primárias e secundárias.
Assistir ao vídeo: Doki Descobre as Cores (Discovery Kids).
Explorar as cores que o cachorrinho apresenta no vídeo.
Prática:
Formar outras cores usando tinta guache, retome as
informações do vídeo do Doki.
Pintar telas em preto e branco (xerox papel A4) do autor
Romero Britto tendo as telas coloridas como referência. Doki Descobre as Cores
5. Releitura da Obra do autor Romero Britto. Realizar com as crianças trabalhos de releitura
de uma obra do autor. Sugestão: “Flor”. Professor: selecionar materiais com antecedência.
Materiais: telas, pincel (individual) e tinta guache várias cores.
Obra: Canção:
Sou UmaFlorzinhade Jesus
Música Infantil Gospel
Sou uma florzinha...
Eu sou uma florzinha...
Sou uma florzinha...
Sou uma florzinha de jesus
Abro a boquinha para
cantar,
Fecho os olhinhos para
orar.
Releitura:
6. Organização e seleção de Materiais para a Exposição - junto com as crianças, selecionar e
organizar os desenhos que serão apresentados no dia da Exposição de Arte na escola.
Também expor material nas salas para visitação de outros colegas.
7. Exposição de Arte - finalizar o projeto com uma linda exposição de arte para toda a escola
e pais dos alunos.
RECURSOS MATERIAIS
TV, DVD
Máquina fotográfica/filmadora
Xerox coloridas de algumas telas do autor Romero Britto: borboleta, peixe, gato, cachorro,
flor, bola.
Xerox preta e branca de algumas telas do autor (outras)
Fita gomada
Tinta guache, lápis de cor, giz de cera
Papel 40kg diversas cores
Cartolina colorida
Retalhos de EVA
Revistas para recorte
Cola branca
Pincel de maior espessura
Tesoura
Papel crepom diversas cores
Caixas de papelão médias
CULMINÂNCIA
Exposição de Arte – Releituras da Obra de Romero Britto na visão das crianças da Educação
Infantil. Apresentação do vídeo mostrando as atividades realizadas pelas crianças durante o
projeto.
AVALIAÇÃO
Observar e compreender o dinamismo presente no desenvolvimento infantil é
fundamental para redimensionar o fazer pedagógico. Essa compreensão
influenciará diretamente na qualidade da interação dos professores com a infância, uma vez
que conhecimento de uma criança é construído em movimento de idas e vindas, portanto, é
fundamental que os envolvidos no projeto, assumam seu papel de mediadores na ação
educativa; mediadores que realizam intervenções pedagógicas no
acompanhamento da ação e do pensamento individualizado infantil. Nesse processo, todos
devem, sentir-se comprometidos com o ato avaliativo. A avaliação deverá ser realizada
durante todo o processo e transcorrer das atividades e com as construções de cada criança
de acordo com suas percepções artísticas e seu desenvolvimento.
REFERÊNCIAS
GOBB, Márcia. Múltiplas linguagens de meninos meninas no cotidiano da educação infantil
Disponível em: http://cefort.ufam.edu.br/posinfantil/mod/resource/view.php?id=477. Acessado
em 08/08/2013
Vídeo: Música na educação infantil - a expressão musical e a criança de 0 a 5 anos.
Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=hhpmug58abc. Acessado em 07/08/2013
Vídeo: Grafismo infantil - leitura e desenvolvimento. Disponível em:
http://www.youtube.com/watch?v=dpzyg6zw8w8. Acessado em 09/08/2013
http://danipsicopedagogia.blogspot.com.br/2013/02/projeto-de-artes-para-educacao-
infantil.html. Acessado em 23/08/2013
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte.
Brasília: MEC/SEF, 1997.
VIGOTSKY, Lev Semenovich. La imaginación y el arte en la infância. Madrid: Akal, 2009.
ANEXOS
ALGUMAS TELAS DO AUTOR EM
PRETO E BRANCO PARA AS CRIANÇAS
TRABALHAREM.
"A arte é muito importante para não ser compartilhada"
Romero Britto
A FLOR DE ROMERO BRITTO
O CACHORRINHO DE ROMERO BRITTO
O GATO DE ROMERO BRITTO
A BORBOLETA DE ROMERO BRITTO
O GATO DE ROMERO BRITTO
O PEIXE DE ROMERO BRITTO
O BOI DE ROMERO BRITTO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de aula dia das mães
Plano de aula dia das mãesPlano de aula dia das mães
Plano de aula dia das mães
André Moraes
 
Projeto: Nós também somos artistas
Projeto: Nós também somos artistasProjeto: Nós também somos artistas
Projeto: Nós também somos artistas
Débora Lambert
 
Plano de Aula de Artes.docx
Plano de Aula de Artes.docxPlano de Aula de Artes.docx
Plano de Aula de Artes.docx
GiovannaOliveira436544
 
Sequencia didatica arte
Sequencia didatica arteSequencia didatica arte
Sequencia didatica arte
Emanoel Jackson Lisboa
 
23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula
Eduardo Lopes
 
Planejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumondPlanejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
O touro de tarsila do amaral
O touro de tarsila do amaralO touro de tarsila do amaral
O touro de tarsila do amaral
SimoneHelenDrumond
 
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de AlfabetizaçãoApostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Iolanda Sá
 
Projeto de arte
Projeto de arteProjeto de arte
Projeto de arte
SimoneHelenDrumond
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
Isa ...
 
Atividade de Arte - Música
Atividade de Arte  - MúsicaAtividade de Arte  - Música
Atividade de Arte - Música
Mary Alvarenga
 
Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...
Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...
Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...
Ana Beatriz Cargnin
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
SimoneHelenDrumond
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil
Luiza Carvalho
 
Planejamento Educação Infantil fase I
 Planejamento Educação Infantil fase I Planejamento Educação Infantil fase I
Planejamento Educação Infantil fase I
lucianoproenca21
 
Projeto didático leilão de jardim
Projeto didático leilão de jardimProjeto didático leilão de jardim
Projeto didático leilão de jardim
Professora Cida
 
PLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdf
PLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdfPLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdf
PLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdf
Marcos Cost
 
Artes atividades
Artes   atividadesArtes   atividades
Artes atividades
Ronaldo Russou
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
SimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (20)

Plano de aula dia das mães
Plano de aula dia das mãesPlano de aula dia das mães
Plano de aula dia das mães
 
Projeto: Nós também somos artistas
Projeto: Nós também somos artistasProjeto: Nós também somos artistas
Projeto: Nós também somos artistas
 
Plano de Aula de Artes.docx
Plano de Aula de Artes.docxPlano de Aula de Artes.docx
Plano de Aula de Artes.docx
 
Sequencia didatica arte
Sequencia didatica arteSequencia didatica arte
Sequencia didatica arte
 
23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula
 
Planejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumondPlanejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumond
 
O touro de tarsila do amaral
O touro de tarsila do amaralO touro de tarsila do amaral
O touro de tarsila do amaral
 
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de AlfabetizaçãoApostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
 
Projeto de arte
Projeto de arteProjeto de arte
Projeto de arte
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
 
Atividade de Arte - Música
Atividade de Arte  - MúsicaAtividade de Arte  - Música
Atividade de Arte - Música
 
Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...
Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...
Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil
 
Planejamento Educação Infantil fase I
 Planejamento Educação Infantil fase I Planejamento Educação Infantil fase I
Planejamento Educação Infantil fase I
 
Projeto didático leilão de jardim
Projeto didático leilão de jardimProjeto didático leilão de jardim
Projeto didático leilão de jardim
 
PLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdf
PLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdfPLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdf
PLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdf
 
Artes atividades
Artes   atividadesArtes   atividades
Artes atividades
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
 

Destaque

tarea 2
tarea 2tarea 2
tarea 2
katuarias
 
Aula 02 - Princípios da Gestalt
Aula 02 - Princípios da GestaltAula 02 - Princípios da Gestalt
Aula 02 - Princípios da Gestalt
Danilo Aroeira
 
Leitura de imagens
Leitura de imagensLeitura de imagens
Leitura de imagens
Over Lane
 
Como analisar uma imagem
Como analisar uma imagemComo analisar uma imagem
Como analisar uma imagem
BibliotecaAroes
 
Teoria da Gestalt
Teoria da GestaltTeoria da Gestalt
Teoria da Gestalt
Lilian Mascarenhas
 
Artes eu gosto
Artes   eu gostoArtes   eu gosto
Artes eu gosto
Mirtes Galvão
 
Prova de arte 12013
Prova de arte 12013Prova de arte 12013
Prova de arte 12013
Atividades Diversas Cláudia
 
Gabarito questoes de arte da bebete
Gabarito questoes de arte da bebeteGabarito questoes de arte da bebete
Gabarito questoes de arte da bebete
Atividades Diversas Cláudia
 

Destaque (8)

tarea 2
tarea 2tarea 2
tarea 2
 
Aula 02 - Princípios da Gestalt
Aula 02 - Princípios da GestaltAula 02 - Princípios da Gestalt
Aula 02 - Princípios da Gestalt
 
Leitura de imagens
Leitura de imagensLeitura de imagens
Leitura de imagens
 
Como analisar uma imagem
Como analisar uma imagemComo analisar uma imagem
Como analisar uma imagem
 
Teoria da Gestalt
Teoria da GestaltTeoria da Gestalt
Teoria da Gestalt
 
Artes eu gosto
Artes   eu gostoArtes   eu gosto
Artes eu gosto
 
Prova de arte 12013
Prova de arte 12013Prova de arte 12013
Prova de arte 12013
 
Gabarito questoes de arte da bebete
Gabarito questoes de arte da bebeteGabarito questoes de arte da bebete
Gabarito questoes de arte da bebete
 

Semelhante a Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond

Meu tcc
Meu tccMeu tcc
Meu tcc
Meu tccMeu tcc
-Textos-de-Apoio-DesenhoInfantil.pdf
-Textos-de-Apoio-DesenhoInfantil.pdf-Textos-de-Apoio-DesenhoInfantil.pdf
-Textos-de-Apoio-DesenhoInfantil.pdf
Vanessa Gontscharow
 
Atps de artes, criatividade e recreação
Atps de artes, criatividade e recreaçãoAtps de artes, criatividade e recreação
Atps de artes, criatividade e recreação
leticiamenezesmota
 
04 pré projeto-ler é arte-as diferentes linguagens da arte_soniamarisrittmann...
04 pré projeto-ler é arte-as diferentes linguagens da arte_soniamarisrittmann...04 pré projeto-ler é arte-as diferentes linguagens da arte_soniamarisrittmann...
04 pré projeto-ler é arte-as diferentes linguagens da arte_soniamarisrittmann...
soniamarys
 
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumondQuadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Serigrafia apresentação
Serigrafia apresentaçãoSerigrafia apresentação
Serigrafia apresentação
Cristielene Terra
 
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumondQuadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
artes.pdf na educação de infância DGE- PT
artes.pdf na educação de infância DGE- PTartes.pdf na educação de infância DGE- PT
artes.pdf na educação de infância DGE- PT
Denise Serra
 
Plano para grupo de 6 anos
Plano para grupo de 6 anosPlano para grupo de 6 anos
Plano para grupo de 6 anos
Neemias
 
Matrizes arte
Matrizes arteMatrizes arte
Matrizes arte
FlixRodrigoHernandez
 
Projeto Arco iris
Projeto Arco irisProjeto Arco iris
Projeto Arco iris
Luzia de Fatima LayolaNunes
 
Arte educação e terapia by sidnei
Arte educação e terapia by sidneiArte educação e terapia by sidnei
Arte educação e terapia by sidnei
sidtkt
 
35 127-1-pb
35 127-1-pb35 127-1-pb
35 127-1-pb
marleneevang
 
A CriançA Conhecendo Arte
A CriançA Conhecendo ArteA CriançA Conhecendo Arte
A CriançA Conhecendo Arte
Edmilson Faria
 
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacao
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacaoSpe 2013 novo_ef71_arte_programacao
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacao
Simoni Santos
 
TCC ARTE KERLINI.doc
TCC ARTE KERLINI.docTCC ARTE KERLINI.doc
TCC ARTE KERLINI.doc
DEISECUNHALOPESDASIL1
 
Arte 1
Arte   1Arte   1
ESTERIÓTIPOS
ESTERIÓTIPOSESTERIÓTIPOS
ESTERIÓTIPOS
Erica Goulart
 
Plano de maio
Plano de maio Plano de maio
Plano de maio
SimoneHelenDrumond
 

Semelhante a Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond (20)

Meu tcc
Meu tccMeu tcc
Meu tcc
 
Meu tcc
Meu tccMeu tcc
Meu tcc
 
-Textos-de-Apoio-DesenhoInfantil.pdf
-Textos-de-Apoio-DesenhoInfantil.pdf-Textos-de-Apoio-DesenhoInfantil.pdf
-Textos-de-Apoio-DesenhoInfantil.pdf
 
Atps de artes, criatividade e recreação
Atps de artes, criatividade e recreaçãoAtps de artes, criatividade e recreação
Atps de artes, criatividade e recreação
 
04 pré projeto-ler é arte-as diferentes linguagens da arte_soniamarisrittmann...
04 pré projeto-ler é arte-as diferentes linguagens da arte_soniamarisrittmann...04 pré projeto-ler é arte-as diferentes linguagens da arte_soniamarisrittmann...
04 pré projeto-ler é arte-as diferentes linguagens da arte_soniamarisrittmann...
 
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumondQuadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
 
Serigrafia apresentação
Serigrafia apresentaçãoSerigrafia apresentação
Serigrafia apresentação
 
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumondQuadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
Quadro teóricoanalítico descritivo simone helen drumond
 
artes.pdf na educação de infância DGE- PT
artes.pdf na educação de infância DGE- PTartes.pdf na educação de infância DGE- PT
artes.pdf na educação de infância DGE- PT
 
Plano para grupo de 6 anos
Plano para grupo de 6 anosPlano para grupo de 6 anos
Plano para grupo de 6 anos
 
Matrizes arte
Matrizes arteMatrizes arte
Matrizes arte
 
Projeto Arco iris
Projeto Arco irisProjeto Arco iris
Projeto Arco iris
 
Arte educação e terapia by sidnei
Arte educação e terapia by sidneiArte educação e terapia by sidnei
Arte educação e terapia by sidnei
 
35 127-1-pb
35 127-1-pb35 127-1-pb
35 127-1-pb
 
A CriançA Conhecendo Arte
A CriançA Conhecendo ArteA CriançA Conhecendo Arte
A CriançA Conhecendo Arte
 
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacao
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacaoSpe 2013 novo_ef71_arte_programacao
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacao
 
TCC ARTE KERLINI.doc
TCC ARTE KERLINI.docTCC ARTE KERLINI.doc
TCC ARTE KERLINI.doc
 
Arte 1
Arte   1Arte   1
Arte 1
 
ESTERIÓTIPOS
ESTERIÓTIPOSESTERIÓTIPOS
ESTERIÓTIPOS
 
Plano de maio
Plano de maio Plano de maio
Plano de maio
 

Mais de SimoneHelenDrumond

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
SimoneHelenDrumond
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
SimoneHelenDrumond
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdfARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
SimoneHelenDrumond
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdfARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
SimoneHelenDrumond
 

Mais de SimoneHelenDrumond (20)

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
 
ARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdfARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdf
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
 
ARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdfARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdf
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
 

Último

Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 

Último (20)

Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 

Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond

  • 1. PROJETO: EXPRESSÃO E ARTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E AS OBRAS DE ROMERO BRITTO Simone Helen Drumond Ischkanian AREA ESPECIFICA: ARTE (PINTURA, DESENHO, TEATRO, MÚSICA E DANÇA ) PÚBLICO ALVO: Ensino Infantil, turma do maternal – 3 anos JUSTIFICATIVA Ensinar Artes na Educação Infantil significa ir além da mera produção de desenhos, pinturas, e colocar uma musica simplesmente para ouvir, mexer o corpo, ou dramatizar, por que há uma data comemorativa por vir. A arte na Educação Infantil, não é o tempo de aula, onde a criança é deixada a deriva, simplesmente como uma hora do descanso, para a professora desenvolver outra atividade enquanto as crianças pintam, modelam, dançam ou ouvem músicas. Artes é linguagem e como tal é fundamental para desenvolver aspectos cognitivos, sensíveis e culturais, sendo assim o ensino das Artes significa articular os três campos conceituais: fazer artístico, apreciação e reflexão fundamentada no desenvolvimento cultural da criança. A arte também pode promover uma maior independência das crianças, melhorar a sua autoestima, despertar e desenvolver os seus potenciais em diversos sentidos através de uma comunicação introspectiva, além de ajudar crianças com dificuldades diferenciadas, por ser um instrumento de expressão e comunicação do inconsciente. As crianças, em geral, têm uma grande criatividade e sensibilidade expressiva, e nós, professores, temos uma imensa responsabilidade por trabalhar dia a dia com esse emocional. O desenvolvimento da criança apresenta direta relação entre o conhecimento e a compreensão que este venha a ter do mundo das artes, uma vez que só o ser humano é capaz de produzir cultura, deixar legado histórico e cultural para outras gerações. De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais para a Educação Básica 1997: “O ser humano que não conhece arte tem uma experiência de aprendizagem limitada, escapa-lhe a dimensão do sonho, da força comunicativa dos objetos à sua volta, da sonoridade instigante da poesia, das criações musicais, das cores e formas, dos gestos e luzes que buscam o sentido da vida.” O contexto retratado nesta disciplina, evidencia a importância das diversas formas de arte e cultura no contexto infantil. Segundo Vigotsky (2009) quanto mais veja, ouça e experimente, quanto mais aprenda e assimile, quanto mais elementos reais disponha em sua experiência, quanto mais será considerável e produtiva a imaginação infantil. A conclusão pedagógica segundo o autor é que dessa forma poderemos ampliar as experiências e a capacidade
  • 2. criadora suficientemente sólida das crianças. Com esse entendimento é que o Projeto: expressão e arte na educação infantil e as obras de Romero Britto. OBJETIVO GERAL: Despertar nas crianças o gosto pelo desenho e pintura, a partir da releitura das obras do artista plástico Romero Britto. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Conhecer a biografia de Romero Britto, uma vez, que ele começou a demonstrar já na infância o gosto, talento e interesse pelas artes. Pintava em jornais e papelão sempre usando muitas cores em suas pinturas. Seu estilo infantil ou estilo icónico “emana calor, otimismo e amor”. Fazer leitura de imagem. Desenvolver oralidade, interação e socialização. Aprofundar conhecimentos sobre cores, linhas e formas. Identificar cores primárias e secundárias. Trabalhar coordenação motora fina e ampla. Perceber traços da natureza em suas obras. Desenvolver raciocínio lógico matemático por meio de trabalho concreto. Desenvolver a imaginação, criatividade, atenção, concentração, expressão artística, percepção visual, noção espacial. Trabalhar conceito de releitura de uma obra artística de acordo com o entendimento infantil a partir de materiais diversos. Utilizar materiais recicláveis como caixas de papelão, jornal, revistas, para reproduzir trabalhos do autor. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DA ÁREA ESPECIFICA: As crianças da Educação Infantil devem pintar desenvolvendo técnicas variadas, específicas e diferenciadas, respeitando sempre a individualidade expressiva de cada um, e o seu tempo de desenvolvimento artístico. Esse trabalho não objetiva resultados de técnicas em construções perfeitas e sim o prazer de explorar e conhecer diversos materiais. Esta postura de ensino, incuti habilidades, competência, valorização e interpretação do mundo por
  • 3. intermédio da observação das cores, imagens, harmonia dos sons, apreciação de suas próprias produções, constituindo assim sua própria linguagem artística, afinal, o desenvolvimento artístico de uma criança jamais pode ser comparado com o de outra. Cada aluno tem seu tempo, e não cabe a nós, professores, interferir nessa particular evolução. A criança é constantemente movida por meio de estímulos, e o que podemos fazer na educação com arte é oferecer-lhe ferramentas encorajadoras desse processo, mas sem interferência na sua expressão artística. As artes visuais pelo sentido de um tempo histórico nos permite dá sentidos e significados sobre o mundo, apropriando-nos de modos de ser, pensar e sentir. Constituindo um acervo pessoal de valores, concepções e sentimentos que de certa forma orientam a atribuição de significados e sentidos ao vivido (MARTINS; PICOSQUE; GUERRA, 1998, p. 21). Nesse sentido a apreciação das esculturas de Romero Britto, pode ser utilizada no cotidiano, infantil como experiências reais e simbólicas. SEQUÊNCIA DIDATICA: 1 - Roda de Conversa (educandos e educadora). 2 - Quem é Romero Britto? Apresentar às crianças, imagens (telas) e vídeo no Data Show sobre a vida e algumas telas do autor. Ex: “borboleta”, “peixe”, “cachorro”, “flor”, “bola”, outras. Prática: Desenho livre; criar um desenho a partir da obra de Romero Britto. AREA DE DESENVOLVIMENTO: MÚSICA, DANÇA E DRAMATIZAÇÃO (TEATRO) Tela: Borboleta (cantar e dançar a música borboletinha) Borboletinha(Cantigas Populares) Borboletinha tá na cozinha fazendo chocolate para a madrinha Poti, poti perna de pau olho de vidro e nariz de pica-pau pau pau Obs. Dramatizar o movimento sequencial da canção e dança no vídeo da Galinha Pintadinha.
  • 4. Tela: Cachorrinho (cantar e dançar a música borboletinha) Cachorrinho - Cantigas Populares Cachorrinho está latindo lá no fundo do quintal Cala a boca, Cachorrinho, deixa o meu benzinho entrar Refrão - Ó Crioula lá ! Ó Crioula lá, lá ! Ó Crioula lá ! Não sou eu quem caio lá ! Atirei um cravo n'água de pesado fou ao fundo Os peixinhos responderam, viva D. Pedro Segundo. Refrão 3. Fazer leitura de imagem de algumas telas do autor. Observar, trabalhar conceitos de formas e cores e o desenvolvimento da oralidade (na sala de aula). Prática: Pintar com lápis de cor as telas em preto e branco do autor em folha de papel A4. Técnica: Mosaico com a obra O PEIXE. Peixe Vivo - Palavra Cantada Como pode um peixe vivo viver fora da água fria Como poderei viver Como poderei viver Sem a tua, sem a tua, Sem a tua companhia Os pastores dessa aldeia fazem prece noite e dia Como poderei viver Como poderei viver Como pode um peixe vivo viver fora da água fria... 1.Cantar, dramatizar e dançar a canção do peixe. 2. Fazer releitura da obra “Peixe”. Prática: usando a técnica Mosaico. Usar pedacinhos de EVA coloridos e cola.
  • 5. 4. Estudo das cores primárias e secundárias. Assistir ao vídeo: Doki Descobre as Cores (Discovery Kids). Explorar as cores que o cachorrinho apresenta no vídeo. Prática: Formar outras cores usando tinta guache, retome as informações do vídeo do Doki. Pintar telas em preto e branco (xerox papel A4) do autor Romero Britto tendo as telas coloridas como referência. Doki Descobre as Cores 5. Releitura da Obra do autor Romero Britto. Realizar com as crianças trabalhos de releitura de uma obra do autor. Sugestão: “Flor”. Professor: selecionar materiais com antecedência. Materiais: telas, pincel (individual) e tinta guache várias cores. Obra: Canção: Sou UmaFlorzinhade Jesus Música Infantil Gospel Sou uma florzinha... Eu sou uma florzinha... Sou uma florzinha... Sou uma florzinha de jesus Abro a boquinha para cantar, Fecho os olhinhos para orar. Releitura: 6. Organização e seleção de Materiais para a Exposição - junto com as crianças, selecionar e organizar os desenhos que serão apresentados no dia da Exposição de Arte na escola. Também expor material nas salas para visitação de outros colegas. 7. Exposição de Arte - finalizar o projeto com uma linda exposição de arte para toda a escola e pais dos alunos. RECURSOS MATERIAIS TV, DVD Máquina fotográfica/filmadora Xerox coloridas de algumas telas do autor Romero Britto: borboleta, peixe, gato, cachorro, flor, bola. Xerox preta e branca de algumas telas do autor (outras)
  • 6. Fita gomada Tinta guache, lápis de cor, giz de cera Papel 40kg diversas cores Cartolina colorida Retalhos de EVA Revistas para recorte Cola branca Pincel de maior espessura Tesoura Papel crepom diversas cores Caixas de papelão médias CULMINÂNCIA Exposição de Arte – Releituras da Obra de Romero Britto na visão das crianças da Educação Infantil. Apresentação do vídeo mostrando as atividades realizadas pelas crianças durante o projeto. AVALIAÇÃO Observar e compreender o dinamismo presente no desenvolvimento infantil é fundamental para redimensionar o fazer pedagógico. Essa compreensão influenciará diretamente na qualidade da interação dos professores com a infância, uma vez que conhecimento de uma criança é construído em movimento de idas e vindas, portanto, é fundamental que os envolvidos no projeto, assumam seu papel de mediadores na ação educativa; mediadores que realizam intervenções pedagógicas no acompanhamento da ação e do pensamento individualizado infantil. Nesse processo, todos devem, sentir-se comprometidos com o ato avaliativo. A avaliação deverá ser realizada durante todo o processo e transcorrer das atividades e com as construções de cada criança de acordo com suas percepções artísticas e seu desenvolvimento.
  • 7. REFERÊNCIAS GOBB, Márcia. Múltiplas linguagens de meninos meninas no cotidiano da educação infantil Disponível em: http://cefort.ufam.edu.br/posinfantil/mod/resource/view.php?id=477. Acessado em 08/08/2013 Vídeo: Música na educação infantil - a expressão musical e a criança de 0 a 5 anos. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=hhpmug58abc. Acessado em 07/08/2013 Vídeo: Grafismo infantil - leitura e desenvolvimento. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=dpzyg6zw8w8. Acessado em 09/08/2013 http://danipsicopedagogia.blogspot.com.br/2013/02/projeto-de-artes-para-educacao- infantil.html. Acessado em 23/08/2013 BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte. Brasília: MEC/SEF, 1997. VIGOTSKY, Lev Semenovich. La imaginación y el arte en la infância. Madrid: Akal, 2009.
  • 8. ANEXOS ALGUMAS TELAS DO AUTOR EM PRETO E BRANCO PARA AS CRIANÇAS TRABALHAREM. "A arte é muito importante para não ser compartilhada" Romero Britto
  • 9. A FLOR DE ROMERO BRITTO
  • 10. O CACHORRINHO DE ROMERO BRITTO
  • 11. O GATO DE ROMERO BRITTO
  • 12. A BORBOLETA DE ROMERO BRITTO
  • 13. O GATO DE ROMERO BRITTO
  • 14. O PEIXE DE ROMERO BRITTO
  • 15. O BOI DE ROMERO BRITTO