SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
CAMPUS IV – LITORAL NORTE
LICENCIATURA EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO
DISCIPLINA: AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM
PROFESSOR: JOSEVAL MIRANDA
EQUIPE: AHEMENSON F. CAVALCANTE
ITALO DANTAS DE SOUZA
LEONARDO DOS S. COSTA
As noções de erro e fracasso
no contexto escolar: algumas
considerações preliminares.
Erro e fracasso
 Estar sempre entrelaçados entre si.
 Da mesma forma que pensamos em arroz com feijão,
goiabada com queijo e etc.
 Mas seria o erro um indicio do fracasso no conhecimento
e na aprendizagem, como se houvesse entre eles uma
ligação de causa e efeito?
Erro e fracasso
 Alguns pensadores associa o erro a outras noções:
esperança, conhecimento e aprendizagem.
O filósofo Demóstenes, via no erro não um caminha para
o fracasso ou para o desespero, mas antes uma razão
para a esperança.
Os tipos de erros e suas possíveis
interpretações
 O erro pode ser interpretado de diversas formas.
 O autor mostra que para avaliar o saber pode ter
diferentes interpretações.
Os tipos de erros e suas possíveis
interpretações
 “jamais ensinamos uma criança a decorar todas as possíveis
combinações de horas, minutos e segundos de um relógio
[...] Dizemos que ela já sabe ler as horas quando é capaz [...] de
conhecimento prévio numa situação nova”
 “No entanto, a maior parte dos instrumentos de avaliação
que usamos centra-se fundamentalmente na busca de
informações, como se nosso saber fosse redutível [...] a um
(saber que)”
Os tipos de erros e suas possíveis
interpretações
 Repensar o erro e conseqüência na aprendizagem
 No caso da capital de Alagoas podemos avaliar a informação
em correta ou incorreta (saber que)
 Mas no caso da avaliação da capacidade (saber fazer) é
necessário exigências diferentes.
 “Não podemos usar o mesmo critério para dizer que
alguém ‘sabe escrever’ se ele está na primeira série [...], na
universidade ou em concurso literário”
Os tipos de erros e suas possíveis
interpretações
 Repensar o erro e sua consequência na aprendizagem
Critérios de avaliação dependem do contexto
“uma informação errada (saber que) deve ser retificada, mas a
avaliação do desenvolvimento de capacidades não comporta com
precisão [...] o certo ou o errado”
“[...] faz-se necessário ponderarmos em que medida tal ou
qual erro ou desempenho é pertinente para [...] escolaridade, faixa
etária, objetivos da disciplina [...] expectativas que temos como
professores”.
“um desempenho é classificado como satisfatório ou não
dependendo das variáveis do contexto [...] ”
Os tipos de erros e suas possíveis
interpretações
 “um erro de informação é corrigido dando-se a informação
correta ou preenchendo a lacuna da ignorância com uma
informação que não se tinha. Mas, e no caso das capacidades
(saber fazer)?”
 “Mas é preciso ter em mente que o desempenho em uma
capacidade [...] não depende simplesmente da posse de
informações”
 “O termo discernimento é por ele definido como o elemento
implícito ou tácito do conhecimento. [...] Ao ser aprendido, ele não
se não se torna passível de esquecimento.”
Os tipos de erros e suas possíveis
interpretações
 Oakeshott destaca: que o discernimento não pode ser
aprendido separadamente(das informações); é
apreensível pela prática, mas pode ser aprendido em
qualquer coisa que se aprenda.
 “O discernimento resulta em independência e capacidade de
ajuizamento daquele que aprende, características que, no limite,
estão entre os mais importantes objetivos da escolarização”
Os tipos de erros e suas possíveis
interpretações
 “Somos capazes de, alguma medida, dominar essas capacidades
ou melhorar nossos desempenhos nessas atividades porque, entre
outras coisas, ao executá-las por conta própria nos apercebemos
de nossos erros ou insuficiências e, a partir dessas tentativas e do
exame crítico dos erros, desenvolvemos nosso discernimento
quanto às formas e critérios que regem uma determinada
capacidade em particular ”
 “O crescente discernimento no uso da língua, a ampliação do
vocábulo [...] só são possíveis porque agimos por meio de
tentativas, erros e avaliação crítica de novos usos.”
Os tipos de erros e suas possíveis
interpretações
 “O contexto escolar deveria ser o local por excelência das
tentativas próprias de solução de problemas, seguidas de um
exame crítico por parte do professor.“
 “Correções de erros no caminho da resolução de um
problema ou na tentativa de aplicação de um procedimento
não são, portanto, necessariamente ações classificadoras
de fracassados e não fracassados. Podem em um
contexto escolar e devem, ser sinais regulamentadores
que levam o aluno a criar seu próprio caminho”
 “E é nesse sentido que erro, visto como uma oportunidade de
ensino , se associa com esperança, conhecimento e
êxito, e não necessariamente com fracasso”
Atribuições do fracasso
 “Uma crise só se torna um desastre quando respondemos a
ela com juízos pré-formados, isto é, com preconceitos. Uma
atitude dessas não apenas aguça a crise como nos priva da
experiência da realidade e da oportunidade por ela
proporcionada à reflexão”
(Hannah Arendt)
Atribuições do fracasso
Fracasso escolar concebido como fracasso do aluno;
Crise das escolas;
Condições externas à escola tem peso no processo;
Práticas escolares também influenciam.
Atribuições do fracasso
 Noção de ensino com três elementos: alguém que ensina, algo
que é ensinado, e alguém a quem se ensina;
 Produção do aluno que se afere o grau do êxito ou malogro do
ensino;
 Raciocínio falacioso;
 Combinação dos três elementos;
Atribuições do fracasso
 Inadequação do assunto a ser ensinado ou do método
aplicado
 Os alunos não são capazes ou as expectativas não são
condizentes?
 Escola para alguns;
 Escola para todos apenas por decisão politica;
Atribuições do fracasso
 A exclusão é, em si, perversa;
 Erro deve ser trabalhado e não apenas uma constatação;
 Repetência e evasão são sim um fracasso, não exatamente do
aluno, mas das instituições escolares e dos demais integrantes
da sociedade;
 Fracasso de todos nós!
Referência
 CARVALHO, José Sérgio de Fonseca de Carvalho.As
noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas
considerações preliminares. IN: AQUINO, Julio Groppa
(Org). Erro e fracasso na escola: alternativas teóricas e
práticas. São Paulo: Summus, 1997, p.11-24.
As noções do erro e fracasso escolar no contexto escolar: algumas considerações preliminares.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dicussão 5
Dicussão 5Dicussão 5
Dicussão 5
EdileideSantosAlves
 
Do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude
Do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtudeDo erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude
Do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude
thamiresaneves
 
AnaLivia_Lidia_Seminário2
AnaLivia_Lidia_Seminário2AnaLivia_Lidia_Seminário2
AnaLivia_Lidia_Seminário2
LidiaPerside
 
Seminario 3
Seminario 3Seminario 3
Seminario 3
EdileideSantosAlves
 
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
A. Rui Teixeira Santos
 
Fracasso escolar.
Fracasso escolar.Fracasso escolar.
Fracasso escolar.
Affonso César
 
S2 5
S2 5S2 5
S2 3
S2 3S2 3
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de VirtudePrática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Otaciso Silva
 
Fracasso escolar
Fracasso escolarFracasso escolar
Fracasso escolar
0110janini
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolar
Tânia Martins
 
O Insucesso Escolar
O Insucesso EscolarO Insucesso Escolar
O Insucesso Escolar
MARISE VON FRUHAUF HUBLARD
 
A comunicação dos resultados da avaliação escolar
A comunicação dos resultados da avaliação escolarA comunicação dos resultados da avaliação escolar
A comunicação dos resultados da avaliação escolar
Gilson Trajano
 
Trap. psicp.fracasso escolar PSICOPEDAGOGIA E O FRACASSO ESCOLAR
Trap. psicp.fracasso escolar PSICOPEDAGOGIA E O FRACASSO ESCOLARTrap. psicp.fracasso escolar PSICOPEDAGOGIA E O FRACASSO ESCOLAR
Trap. psicp.fracasso escolar PSICOPEDAGOGIA E O FRACASSO ESCOLAR
Kássia Quadros Ferreira
 

Mais procurados (14)

Dicussão 5
Dicussão 5Dicussão 5
Dicussão 5
 
Do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude
Do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtudeDo erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude
Do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude
 
AnaLivia_Lidia_Seminário2
AnaLivia_Lidia_Seminário2AnaLivia_Lidia_Seminário2
AnaLivia_Lidia_Seminário2
 
Seminario 3
Seminario 3Seminario 3
Seminario 3
 
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
Regulação da Educação: medidas de combate ao insucesso escolar, Docente: Prof...
 
Fracasso escolar.
Fracasso escolar.Fracasso escolar.
Fracasso escolar.
 
S2 5
S2 5S2 5
S2 5
 
S2 3
S2 3S2 3
S2 3
 
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de VirtudePrática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
Prática Escolar: Do Erro Como Fonte de Castigo ao Erro Como Fonte de Virtude
 
Fracasso escolar
Fracasso escolarFracasso escolar
Fracasso escolar
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolar
 
O Insucesso Escolar
O Insucesso EscolarO Insucesso Escolar
O Insucesso Escolar
 
A comunicação dos resultados da avaliação escolar
A comunicação dos resultados da avaliação escolarA comunicação dos resultados da avaliação escolar
A comunicação dos resultados da avaliação escolar
 
Trap. psicp.fracasso escolar PSICOPEDAGOGIA E O FRACASSO ESCOLAR
Trap. psicp.fracasso escolar PSICOPEDAGOGIA E O FRACASSO ESCOLARTrap. psicp.fracasso escolar PSICOPEDAGOGIA E O FRACASSO ESCOLAR
Trap. psicp.fracasso escolar PSICOPEDAGOGIA E O FRACASSO ESCOLAR
 

Destaque

Noções do erro e do fracasso escolar: algumas considerações premilinares
Noções do erro e do fracasso escolar: algumas considerações premilinaresNoções do erro e do fracasso escolar: algumas considerações premilinares
Noções do erro e do fracasso escolar: algumas considerações premilinares
0110janini
 
Avaliação escolar e democratizão direito de errar
Avaliação escolar e democratizão   direito de errarAvaliação escolar e democratizão   direito de errar
Avaliação escolar e democratizão direito de errar
Danilo Raniery
 
Fracasso escolar: o que é e como combatê-lo?
Fracasso escolar: o que é e como combatê-lo?Fracasso escolar: o que é e como combatê-lo?
Fracasso escolar: o que é e como combatê-lo?
Thiago de Almeida
 
SEMINÁRIO 01 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas cons...
SEMINÁRIO 01 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas cons...SEMINÁRIO 01 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas cons...
SEMINÁRIO 01 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas cons...
jjailsonsilvaaa
 
Fracasso escolar
Fracasso escolarFracasso escolar
Fracasso escolar
Danilo Raniery
 
Recuperação da aprendizagem
Recuperação da aprendizagemRecuperação da aprendizagem
Recuperação da aprendizagem
Danilo Raniery
 
Comunicação dos resultados da avaliação
Comunicação dos resultados da avaliaçãoComunicação dos resultados da avaliação
Comunicação dos resultados da avaliação
Danilo Raniery
 
Pratica Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude.
Pratica Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude.Pratica Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude.
Pratica Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude.
Robson Soares
 
UMA PERSPECTIVA POSITIVA DO ERRO EM SALA DE AULA
UMA PERSPECTIVA POSITIVA DO ERRO EM SALA DE AULAUMA PERSPECTIVA POSITIVA DO ERRO EM SALA DE AULA
UMA PERSPECTIVA POSITIVA DO ERRO EM SALA DE AULA
Awdrey Santos
 
Plano de aula construtivista_interacionista
Plano de aula construtivista_interacionistaPlano de aula construtivista_interacionista
Plano de aula construtivista_interacionista
deby-moraes
 
Construtivismo na Educacao Infantil
Construtivismo na Educacao InfantilConstrutivismo na Educacao Infantil
Construtivismo na Educacao Infantil
Mayara Vellardi
 
PLANO DE AULA SOB UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA
PLANO DE AULA SOB UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTAPLANO DE AULA SOB UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA
PLANO DE AULA SOB UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA
Núria Oliveira
 
Piaget construtivismo - silvia
Piaget   construtivismo - silviaPiaget   construtivismo - silvia
Piaget construtivismo - silvia
Silvia Marina Anaruma
 
Construtivismo[1]
Construtivismo[1]Construtivismo[1]
O construtivismo na sala de aula
O construtivismo na sala de aulaO construtivismo na sala de aula
O construtivismo na sala de aula
Maristela Couto
 
A avaliação no cotidiano escolar - Maria Teresa Esteban
A avaliação no cotidiano escolar - Maria Teresa EstebanA avaliação no cotidiano escolar - Maria Teresa Esteban
A avaliação no cotidiano escolar - Maria Teresa Esteban
Poliana Tavares
 
Slides a teoria de jean piaget 2011
Slides   a teoria de jean piaget 2011Slides   a teoria de jean piaget 2011
Slides a teoria de jean piaget 2011
MariaJoseBelemCordeiro
 
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva MuñozTCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
Rilva Lopes de Sousa Muñoz
 

Destaque (18)

Noções do erro e do fracasso escolar: algumas considerações premilinares
Noções do erro e do fracasso escolar: algumas considerações premilinaresNoções do erro e do fracasso escolar: algumas considerações premilinares
Noções do erro e do fracasso escolar: algumas considerações premilinares
 
Avaliação escolar e democratizão direito de errar
Avaliação escolar e democratizão   direito de errarAvaliação escolar e democratizão   direito de errar
Avaliação escolar e democratizão direito de errar
 
Fracasso escolar: o que é e como combatê-lo?
Fracasso escolar: o que é e como combatê-lo?Fracasso escolar: o que é e como combatê-lo?
Fracasso escolar: o que é e como combatê-lo?
 
SEMINÁRIO 01 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas cons...
SEMINÁRIO 01 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas cons...SEMINÁRIO 01 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas cons...
SEMINÁRIO 01 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas cons...
 
Fracasso escolar
Fracasso escolarFracasso escolar
Fracasso escolar
 
Recuperação da aprendizagem
Recuperação da aprendizagemRecuperação da aprendizagem
Recuperação da aprendizagem
 
Comunicação dos resultados da avaliação
Comunicação dos resultados da avaliaçãoComunicação dos resultados da avaliação
Comunicação dos resultados da avaliação
 
Pratica Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude.
Pratica Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude.Pratica Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude.
Pratica Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fonte de virtude.
 
UMA PERSPECTIVA POSITIVA DO ERRO EM SALA DE AULA
UMA PERSPECTIVA POSITIVA DO ERRO EM SALA DE AULAUMA PERSPECTIVA POSITIVA DO ERRO EM SALA DE AULA
UMA PERSPECTIVA POSITIVA DO ERRO EM SALA DE AULA
 
Plano de aula construtivista_interacionista
Plano de aula construtivista_interacionistaPlano de aula construtivista_interacionista
Plano de aula construtivista_interacionista
 
Construtivismo na Educacao Infantil
Construtivismo na Educacao InfantilConstrutivismo na Educacao Infantil
Construtivismo na Educacao Infantil
 
PLANO DE AULA SOB UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA
PLANO DE AULA SOB UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTAPLANO DE AULA SOB UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA
PLANO DE AULA SOB UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA
 
Piaget construtivismo - silvia
Piaget   construtivismo - silviaPiaget   construtivismo - silvia
Piaget construtivismo - silvia
 
Construtivismo[1]
Construtivismo[1]Construtivismo[1]
Construtivismo[1]
 
O construtivismo na sala de aula
O construtivismo na sala de aulaO construtivismo na sala de aula
O construtivismo na sala de aula
 
A avaliação no cotidiano escolar - Maria Teresa Esteban
A avaliação no cotidiano escolar - Maria Teresa EstebanA avaliação no cotidiano escolar - Maria Teresa Esteban
A avaliação no cotidiano escolar - Maria Teresa Esteban
 
Slides a teoria de jean piaget 2011
Slides   a teoria de jean piaget 2011Slides   a teoria de jean piaget 2011
Slides a teoria de jean piaget 2011
 
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva MuñozTCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
 

Semelhante a As noções do erro e fracasso escolar no contexto escolar: algumas considerações preliminares.

Discussão 1
Discussão 1Discussão 1
Discussão 1
EdileideSantosAlves
 
Seminário 04 - Prática Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fo...
Seminário 04 - Prática Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fo...Seminário 04 - Prática Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fo...
Seminário 04 - Prática Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fo...
Cosmo Matias Gomes
 
Slide 06 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas consider...
Slide 06 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas consider...Slide 06 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas consider...
Slide 06 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas consider...
rafaelly04
 
O erro e o fracasso escolar
O erro e o fracasso escolarO erro e o fracasso escolar
O erro e o fracasso escolar
thamiresaneves
 
S2 1
S2 1S2 1
Erro e fracasso_novo. lidia e ana livia
Erro e fracasso_novo. lidia e ana liviaErro e fracasso_novo. lidia e ana livia
Erro e fracasso_novo. lidia e ana livia
Andreza Lira
 
As noções de erro e fracasso no contexto ecolar considerações
As noções de erro e fracasso no contexto ecolar consideraçõesAs noções de erro e fracasso no contexto ecolar considerações
As noções de erro e fracasso no contexto ecolar considerações
jefc21
 
Avaliação - reflexões
Avaliação - reflexõesAvaliação - reflexões
Avaliação - reflexões
Fernando Novais da Silva
 
Competencias na educacao
Competencias na educacaoCompetencias na educacao
Competencias na educacao
Luciana Claudia Zambillo
 
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagemO que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
Maria Masarela Passos
 
Hadji c
Hadji cHadji c
Didática aula 02 01 10 2013
Didática aula 02 01 10 2013Didática aula 02 01 10 2013
Didática aula 02 01 10 2013
Rosineia Oliveira dos Santos
 
Hofmann, jussara avaliacao mediadora
Hofmann, jussara   avaliacao mediadoraHofmann, jussara   avaliacao mediadora
Hofmann, jussara avaliacao mediadora
marcaocampos
 
Avaliação mediadora
Avaliação mediadoraAvaliação mediadora
Avaliação mediadora
Diego Garcia
 
Avaliação.doc
Avaliação.docAvaliação.doc
Avaliação.doc
Vinicius O Resiliente
 
A avaliação formativa como utopia promissora
A avaliação formativa como utopia promissoraA avaliação formativa como utopia promissora
A avaliação formativa como utopia promissora
Roberto Costa
 
Competencias na educacao
Competencias na educacaoCompetencias na educacao
Competencias na educacao
Selmy Araujo
 
Avaliação da aprendizagem na EJA em ambiente não presencial
Avaliação da aprendizagem na EJA em ambiente não presencialAvaliação da aprendizagem na EJA em ambiente não presencial
Avaliação da aprendizagem na EJA em ambiente não presencial
stieh
 
Mat gr03 vesp
Mat gr03 vespMat gr03 vesp
Mat gr03 vesp
Fernando Pimentel
 
Avaliacao mediadora
Avaliacao mediadoraAvaliacao mediadora
Avaliacao mediadora
Luciana
 

Semelhante a As noções do erro e fracasso escolar no contexto escolar: algumas considerações preliminares. (20)

Discussão 1
Discussão 1Discussão 1
Discussão 1
 
Seminário 04 - Prática Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fo...
Seminário 04 - Prática Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fo...Seminário 04 - Prática Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fo...
Seminário 04 - Prática Escolar: do erro como fonte de castigo ao erro como fo...
 
Slide 06 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas consider...
Slide 06 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas consider...Slide 06 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas consider...
Slide 06 - As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas consider...
 
O erro e o fracasso escolar
O erro e o fracasso escolarO erro e o fracasso escolar
O erro e o fracasso escolar
 
S2 1
S2 1S2 1
S2 1
 
Erro e fracasso_novo. lidia e ana livia
Erro e fracasso_novo. lidia e ana liviaErro e fracasso_novo. lidia e ana livia
Erro e fracasso_novo. lidia e ana livia
 
As noções de erro e fracasso no contexto ecolar considerações
As noções de erro e fracasso no contexto ecolar consideraçõesAs noções de erro e fracasso no contexto ecolar considerações
As noções de erro e fracasso no contexto ecolar considerações
 
Avaliação - reflexões
Avaliação - reflexõesAvaliação - reflexões
Avaliação - reflexões
 
Competencias na educacao
Competencias na educacaoCompetencias na educacao
Competencias na educacao
 
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagemO que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
 
Hadji c
Hadji cHadji c
Hadji c
 
Didática aula 02 01 10 2013
Didática aula 02 01 10 2013Didática aula 02 01 10 2013
Didática aula 02 01 10 2013
 
Hofmann, jussara avaliacao mediadora
Hofmann, jussara   avaliacao mediadoraHofmann, jussara   avaliacao mediadora
Hofmann, jussara avaliacao mediadora
 
Avaliação mediadora
Avaliação mediadoraAvaliação mediadora
Avaliação mediadora
 
Avaliação.doc
Avaliação.docAvaliação.doc
Avaliação.doc
 
A avaliação formativa como utopia promissora
A avaliação formativa como utopia promissoraA avaliação formativa como utopia promissora
A avaliação formativa como utopia promissora
 
Competencias na educacao
Competencias na educacaoCompetencias na educacao
Competencias na educacao
 
Avaliação da aprendizagem na EJA em ambiente não presencial
Avaliação da aprendizagem na EJA em ambiente não presencialAvaliação da aprendizagem na EJA em ambiente não presencial
Avaliação da aprendizagem na EJA em ambiente não presencial
 
Mat gr03 vesp
Mat gr03 vespMat gr03 vesp
Mat gr03 vesp
 
Avaliacao mediadora
Avaliacao mediadoraAvaliacao mediadora
Avaliacao mediadora
 

Mais de Affonso César

A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
Affonso César
 
Recuperação da aprendizagem.
Recuperação da aprendizagem.Recuperação da aprendizagem.
Recuperação da aprendizagem.
Affonso César
 
Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.
Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.
Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.
Affonso César
 
Os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefícios de cada um
Os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefícios de cada umOs nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefícios de cada um
Os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefícios de cada um
Affonso César
 
Seminário - Avaliação da Aprendizagem: Um ato amoroso.
Seminário - Avaliação da Aprendizagem: Um ato amoroso.Seminário - Avaliação da Aprendizagem: Um ato amoroso.
Seminário - Avaliação da Aprendizagem: Um ato amoroso.
Affonso César
 
Seminário - Avaliação de Aprendizagem - por uma prática docente crítica e con...
Seminário - Avaliação de Aprendizagem - por uma prática docente crítica e con...Seminário - Avaliação de Aprendizagem - por uma prática docente crítica e con...
Seminário - Avaliação de Aprendizagem - por uma prática docente crítica e con...
Affonso César
 
Seminário - Avaliação de Aprendizagem: Avaliação do aluno a favor ou contra d...
Seminário - Avaliação de Aprendizagem: Avaliação do aluno a favor ou contra d...Seminário - Avaliação de Aprendizagem: Avaliação do aluno a favor ou contra d...
Seminário - Avaliação de Aprendizagem: Avaliação do aluno a favor ou contra d...
Affonso César
 

Mais de Affonso César (7)

A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
 
Recuperação da aprendizagem.
Recuperação da aprendizagem.Recuperação da aprendizagem.
Recuperação da aprendizagem.
 
Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.
Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.
Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.
 
Os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefícios de cada um
Os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefícios de cada umOs nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefícios de cada um
Os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefícios de cada um
 
Seminário - Avaliação da Aprendizagem: Um ato amoroso.
Seminário - Avaliação da Aprendizagem: Um ato amoroso.Seminário - Avaliação da Aprendizagem: Um ato amoroso.
Seminário - Avaliação da Aprendizagem: Um ato amoroso.
 
Seminário - Avaliação de Aprendizagem - por uma prática docente crítica e con...
Seminário - Avaliação de Aprendizagem - por uma prática docente crítica e con...Seminário - Avaliação de Aprendizagem - por uma prática docente crítica e con...
Seminário - Avaliação de Aprendizagem - por uma prática docente crítica e con...
 
Seminário - Avaliação de Aprendizagem: Avaliação do aluno a favor ou contra d...
Seminário - Avaliação de Aprendizagem: Avaliação do aluno a favor ou contra d...Seminário - Avaliação de Aprendizagem: Avaliação do aluno a favor ou contra d...
Seminário - Avaliação de Aprendizagem: Avaliação do aluno a favor ou contra d...
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 

As noções do erro e fracasso escolar no contexto escolar: algumas considerações preliminares.

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CAMPUS IV – LITORAL NORTE LICENCIATURA EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DISCIPLINA: AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM PROFESSOR: JOSEVAL MIRANDA EQUIPE: AHEMENSON F. CAVALCANTE ITALO DANTAS DE SOUZA LEONARDO DOS S. COSTA As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas considerações preliminares.
  • 2. Erro e fracasso  Estar sempre entrelaçados entre si.  Da mesma forma que pensamos em arroz com feijão, goiabada com queijo e etc.  Mas seria o erro um indicio do fracasso no conhecimento e na aprendizagem, como se houvesse entre eles uma ligação de causa e efeito?
  • 3. Erro e fracasso  Alguns pensadores associa o erro a outras noções: esperança, conhecimento e aprendizagem. O filósofo Demóstenes, via no erro não um caminha para o fracasso ou para o desespero, mas antes uma razão para a esperança.
  • 4. Os tipos de erros e suas possíveis interpretações  O erro pode ser interpretado de diversas formas.  O autor mostra que para avaliar o saber pode ter diferentes interpretações.
  • 5. Os tipos de erros e suas possíveis interpretações  “jamais ensinamos uma criança a decorar todas as possíveis combinações de horas, minutos e segundos de um relógio [...] Dizemos que ela já sabe ler as horas quando é capaz [...] de conhecimento prévio numa situação nova”  “No entanto, a maior parte dos instrumentos de avaliação que usamos centra-se fundamentalmente na busca de informações, como se nosso saber fosse redutível [...] a um (saber que)”
  • 6. Os tipos de erros e suas possíveis interpretações  Repensar o erro e conseqüência na aprendizagem  No caso da capital de Alagoas podemos avaliar a informação em correta ou incorreta (saber que)  Mas no caso da avaliação da capacidade (saber fazer) é necessário exigências diferentes.  “Não podemos usar o mesmo critério para dizer que alguém ‘sabe escrever’ se ele está na primeira série [...], na universidade ou em concurso literário”
  • 7. Os tipos de erros e suas possíveis interpretações  Repensar o erro e sua consequência na aprendizagem Critérios de avaliação dependem do contexto “uma informação errada (saber que) deve ser retificada, mas a avaliação do desenvolvimento de capacidades não comporta com precisão [...] o certo ou o errado” “[...] faz-se necessário ponderarmos em que medida tal ou qual erro ou desempenho é pertinente para [...] escolaridade, faixa etária, objetivos da disciplina [...] expectativas que temos como professores”. “um desempenho é classificado como satisfatório ou não dependendo das variáveis do contexto [...] ”
  • 8. Os tipos de erros e suas possíveis interpretações  “um erro de informação é corrigido dando-se a informação correta ou preenchendo a lacuna da ignorância com uma informação que não se tinha. Mas, e no caso das capacidades (saber fazer)?”  “Mas é preciso ter em mente que o desempenho em uma capacidade [...] não depende simplesmente da posse de informações”  “O termo discernimento é por ele definido como o elemento implícito ou tácito do conhecimento. [...] Ao ser aprendido, ele não se não se torna passível de esquecimento.”
  • 9. Os tipos de erros e suas possíveis interpretações  Oakeshott destaca: que o discernimento não pode ser aprendido separadamente(das informações); é apreensível pela prática, mas pode ser aprendido em qualquer coisa que se aprenda.  “O discernimento resulta em independência e capacidade de ajuizamento daquele que aprende, características que, no limite, estão entre os mais importantes objetivos da escolarização”
  • 10. Os tipos de erros e suas possíveis interpretações  “Somos capazes de, alguma medida, dominar essas capacidades ou melhorar nossos desempenhos nessas atividades porque, entre outras coisas, ao executá-las por conta própria nos apercebemos de nossos erros ou insuficiências e, a partir dessas tentativas e do exame crítico dos erros, desenvolvemos nosso discernimento quanto às formas e critérios que regem uma determinada capacidade em particular ”  “O crescente discernimento no uso da língua, a ampliação do vocábulo [...] só são possíveis porque agimos por meio de tentativas, erros e avaliação crítica de novos usos.”
  • 11. Os tipos de erros e suas possíveis interpretações  “O contexto escolar deveria ser o local por excelência das tentativas próprias de solução de problemas, seguidas de um exame crítico por parte do professor.“  “Correções de erros no caminho da resolução de um problema ou na tentativa de aplicação de um procedimento não são, portanto, necessariamente ações classificadoras de fracassados e não fracassados. Podem em um contexto escolar e devem, ser sinais regulamentadores que levam o aluno a criar seu próprio caminho”  “E é nesse sentido que erro, visto como uma oportunidade de ensino , se associa com esperança, conhecimento e êxito, e não necessariamente com fracasso”
  • 12. Atribuições do fracasso  “Uma crise só se torna um desastre quando respondemos a ela com juízos pré-formados, isto é, com preconceitos. Uma atitude dessas não apenas aguça a crise como nos priva da experiência da realidade e da oportunidade por ela proporcionada à reflexão” (Hannah Arendt)
  • 13. Atribuições do fracasso Fracasso escolar concebido como fracasso do aluno; Crise das escolas; Condições externas à escola tem peso no processo; Práticas escolares também influenciam.
  • 14. Atribuições do fracasso  Noção de ensino com três elementos: alguém que ensina, algo que é ensinado, e alguém a quem se ensina;  Produção do aluno que se afere o grau do êxito ou malogro do ensino;  Raciocínio falacioso;  Combinação dos três elementos;
  • 15. Atribuições do fracasso  Inadequação do assunto a ser ensinado ou do método aplicado  Os alunos não são capazes ou as expectativas não são condizentes?  Escola para alguns;  Escola para todos apenas por decisão politica;
  • 16. Atribuições do fracasso  A exclusão é, em si, perversa;  Erro deve ser trabalhado e não apenas uma constatação;  Repetência e evasão são sim um fracasso, não exatamente do aluno, mas das instituições escolares e dos demais integrantes da sociedade;  Fracasso de todos nós!
  • 17. Referência  CARVALHO, José Sérgio de Fonseca de Carvalho.As noções de erro e fracasso no contexto escolar: algumas considerações preliminares. IN: AQUINO, Julio Groppa (Org). Erro e fracasso na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 1997, p.11-24.

Notas do Editor

  1. A escola ensina de forma a isolar o conteúdo, não busca trabalhar com o aluno para que haja a possibilidade de levar o aluno a desenvolver um raciocínio próprio para que desenvolva a capacidade de compreender o mundo a sua maneira.
  2. Exemplo Advogado
  3. Exemplo da Língua