SlideShare uma empresa Scribd logo
6
Asescolasmedievaise asuniversidades
No final deste assuntovaisser capazde:Identificarasescolasmedievaiscomocentrosde
formaçãoe de cultura.
Relacionaroaparecimentodauniversidade comos interessesdosreis,docleroe da burguesia.
As escolasmedievais
Na Europa Ocidental (do lado do Oceano Atlântico) o ensino era efetuado nos mosteiros.
1ºEscolas Monásticas eram as escolas existentes nos mosteiros e que se destinavam a formar
clérigos (religiosos).
2ºEscolas episcopais ou catedrais-Eram escolas organizadas pelos bispos. Surgiram com o
renascimento das cidades. O estudo era mais aprofundado estudava-se: gramática, retórica
(técnicaque ensinaadiscursar),dialética(ensinaaargumentar) e tambémaritmética, geometria,
astronomia e música. Estas escolas continuavam a formar eclesiásticos (sacerdotes).
No séc.XII surgiram em algumas cidades escolas desligadas dos bispos. Surgiram também as
Universidades.
A fundação dos estudosgerais ou Universidades
1-Qual a razão que levou os monarcas a interessarem-se pelas Universidades?
R: Por causa da centralização do poder e da formação dos legistas (quem fazia as leis).
2- Qual a razão que levou o clero a interessar-se pelas Universidades?
R: Na preparação de Teólogos (estudo de uma religião) e no combate às heresias.
3-Qual a razão que levou a burguesia a interessar-se pelas Universidades?
R: Para os filhos as poderem frequentar e corresponderem às necessidades da sociedade.
As UniversidadessurgiramnaEuropa por iniciativados reis,docleroe das cidades.
As Universidadesgozavamde grande independênciae de grandes privilégios concedidospelo
papa. Apenaselaspodiamconcederograu de licenciaturae de doutoramento.
Faculdadesmaiscomuns:
Artes,Direito,Medicinae Teologia
Faculdadescommaiorprestigio:Bolonha(Direito),Paris(Teologia)e Montpellier(Medicina).
Rei d. DinisfundouaprimeiraUniversidade emPortugal.
1-Refere diferentestiposde escolasmedievais
2-Explicaa criação de universidades naIdade Média.
FilomenaMorais

Mais conteúdo relacionado

Destaque

003 estudo-do-estudo-do-fundo-dos-oceanos
003 estudo-do-estudo-do-fundo-dos-oceanos003 estudo-do-estudo-do-fundo-dos-oceanos
003 estudo-do-estudo-do-fundo-dos-oceanos
filomena morais
 
68120276 estruturainterna
68120276 estruturainterna68120276 estruturainterna
68120276 estruturainterna
filomena morais
 
A.1.1 ficha de trabalho - as primeiras sociedades recolectoras (2) - soluções
A.1.1   ficha de trabalho - as primeiras sociedades recolectoras (2) - soluçõesA.1.1   ficha de trabalho - as primeiras sociedades recolectoras (2) - soluções
A.1.1 ficha de trabalho - as primeiras sociedades recolectoras (2) - soluções
filomena morais
 
Alargamentos da ue
Alargamentos da ueAlargamentos da ue
Alargamentos da ue
filomena morais
 
Preparacao testes
Preparacao testesPreparacao testes
Preparacao testes
filomena morais
 
Manual 1 (2) geografia
Manual 1 (2) geografiaManual 1 (2) geografia
Manual 1 (2) geografia
filomena morais
 
A.1.2 ficha de trabalho - as primeiras sociedades produtoras (1) - soluções
A.1.2   ficha de trabalho - as primeiras sociedades produtoras (1) - soluçõesA.1.2   ficha de trabalho - as primeiras sociedades produtoras (1) - soluções
A.1.2 ficha de trabalho - as primeiras sociedades produtoras (1) - soluções
filomena morais
 
O paleolc3adtico-e-o-neolc3adtico
O paleolc3adtico-e-o-neolc3adticoO paleolc3adtico-e-o-neolc3adtico
O paleolc3adtico-e-o-neolc3adtico
filomena morais
 
1 teste 7a (1)
1 teste 7a (1)1 teste 7a (1)
1 teste 7a (1)
filomena morais
 
Culinária na Idade Média
Culinária na Idade MédiaCulinária na Idade Média
Culinária na Idade Média
Paula Lopes da Silva
 
As principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
As principais expressões da religião:as Ordens e a InquisiçãoAs principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
As principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
filomena morais
 
001 ft-sismos
001 ft-sismos001 ft-sismos
001 ft-sismos
filomena morais
 
Testegeo8ano2teste1p 131230104926-phpapp01
Testegeo8ano2teste1p 131230104926-phpapp01Testegeo8ano2teste1p 131230104926-phpapp01
Testegeo8ano2teste1p 131230104926-phpapp01
filomena morais
 
68120276 estruturainterna
68120276 estruturainterna68120276 estruturainterna
68120276 estruturainterna
filomena morais
 
2testerochas7ano 121210192237-phpapp01
2testerochas7ano 121210192237-phpapp012testerochas7ano 121210192237-phpapp01
2testerochas7ano 121210192237-phpapp01
filomena morais
 
240590660 2014-15-0-p-diagnostica-7º-geog-22-set-v1-rp
240590660 2014-15-0-p-diagnostica-7º-geog-22-set-v1-rp240590660 2014-15-0-p-diagnostica-7º-geog-22-set-v1-rp
240590660 2014-15-0-p-diagnostica-7º-geog-22-set-v1-rp
filomena morais
 
Acordo ortografico pais_profrssores
Acordo ortografico pais_profrssoresAcordo ortografico pais_profrssores
Acordo ortografico pais_profrssores
filomena morais
 
Agricultura -fatores_carateristicas_problemas_e_solucoes (1)
Agricultura  -fatores_carateristicas_problemas_e_solucoes (1)Agricultura  -fatores_carateristicas_problemas_e_solucoes (1)
Agricultura -fatores_carateristicas_problemas_e_solucoes (1)
filomena morais
 
Escrita hieroglifica
Escrita hieroglificaEscrita hieroglifica
Escrita hieroglifica
filomena morais
 
A alimentação na Idade Média - Inácia Pratas
A alimentação na Idade Média - Inácia PratasA alimentação na Idade Média - Inácia Pratas
A alimentação na Idade Média - Inácia Pratas
efaparaiso
 

Destaque (20)

003 estudo-do-estudo-do-fundo-dos-oceanos
003 estudo-do-estudo-do-fundo-dos-oceanos003 estudo-do-estudo-do-fundo-dos-oceanos
003 estudo-do-estudo-do-fundo-dos-oceanos
 
68120276 estruturainterna
68120276 estruturainterna68120276 estruturainterna
68120276 estruturainterna
 
A.1.1 ficha de trabalho - as primeiras sociedades recolectoras (2) - soluções
A.1.1   ficha de trabalho - as primeiras sociedades recolectoras (2) - soluçõesA.1.1   ficha de trabalho - as primeiras sociedades recolectoras (2) - soluções
A.1.1 ficha de trabalho - as primeiras sociedades recolectoras (2) - soluções
 
Alargamentos da ue
Alargamentos da ueAlargamentos da ue
Alargamentos da ue
 
Preparacao testes
Preparacao testesPreparacao testes
Preparacao testes
 
Manual 1 (2) geografia
Manual 1 (2) geografiaManual 1 (2) geografia
Manual 1 (2) geografia
 
A.1.2 ficha de trabalho - as primeiras sociedades produtoras (1) - soluções
A.1.2   ficha de trabalho - as primeiras sociedades produtoras (1) - soluçõesA.1.2   ficha de trabalho - as primeiras sociedades produtoras (1) - soluções
A.1.2 ficha de trabalho - as primeiras sociedades produtoras (1) - soluções
 
O paleolc3adtico-e-o-neolc3adtico
O paleolc3adtico-e-o-neolc3adticoO paleolc3adtico-e-o-neolc3adtico
O paleolc3adtico-e-o-neolc3adtico
 
1 teste 7a (1)
1 teste 7a (1)1 teste 7a (1)
1 teste 7a (1)
 
Culinária na Idade Média
Culinária na Idade MédiaCulinária na Idade Média
Culinária na Idade Média
 
As principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
As principais expressões da religião:as Ordens e a InquisiçãoAs principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
As principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
 
001 ft-sismos
001 ft-sismos001 ft-sismos
001 ft-sismos
 
Testegeo8ano2teste1p 131230104926-phpapp01
Testegeo8ano2teste1p 131230104926-phpapp01Testegeo8ano2teste1p 131230104926-phpapp01
Testegeo8ano2teste1p 131230104926-phpapp01
 
68120276 estruturainterna
68120276 estruturainterna68120276 estruturainterna
68120276 estruturainterna
 
2testerochas7ano 121210192237-phpapp01
2testerochas7ano 121210192237-phpapp012testerochas7ano 121210192237-phpapp01
2testerochas7ano 121210192237-phpapp01
 
240590660 2014-15-0-p-diagnostica-7º-geog-22-set-v1-rp
240590660 2014-15-0-p-diagnostica-7º-geog-22-set-v1-rp240590660 2014-15-0-p-diagnostica-7º-geog-22-set-v1-rp
240590660 2014-15-0-p-diagnostica-7º-geog-22-set-v1-rp
 
Acordo ortografico pais_profrssores
Acordo ortografico pais_profrssoresAcordo ortografico pais_profrssores
Acordo ortografico pais_profrssores
 
Agricultura -fatores_carateristicas_problemas_e_solucoes (1)
Agricultura  -fatores_carateristicas_problemas_e_solucoes (1)Agricultura  -fatores_carateristicas_problemas_e_solucoes (1)
Agricultura -fatores_carateristicas_problemas_e_solucoes (1)
 
Escrita hieroglifica
Escrita hieroglificaEscrita hieroglifica
Escrita hieroglifica
 
A alimentação na Idade Média - Inácia Pratas
A alimentação na Idade Média - Inácia PratasA alimentação na Idade Média - Inácia Pratas
A alimentação na Idade Média - Inácia Pratas
 

Semelhante a As escolas medievais e as universidades

Educação na idade média
Educação na idade médiaEducação na idade média
Educação na idade média
Carolina Bueno Ramos
 
Breve panorama da educação medieval
Breve panorama da educação medievalBreve panorama da educação medieval
Breve panorama da educação medieval
Priscila Aristimunha
 
A Cultura E O Saber Medievais
A Cultura E O Saber MedievaisA Cultura E O Saber Medievais
A Cultura E O Saber Medievais
Beatriz Dias
 
Mudanças na religiosidade e expansão do ensino
Mudanças na religiosidade e expansão do ensinoMudanças na religiosidade e expansão do ensino
Mudanças na religiosidade e expansão do ensino
Escola Luis de Freitas Branco
 
EDUCAÇÃO MEDIEVAL 1SLIDES.pdf
EDUCAÇÃO MEDIEVAL 1SLIDES.pdfEDUCAÇÃO MEDIEVAL 1SLIDES.pdf
EDUCAÇÃO MEDIEVAL 1SLIDES.pdf
Cleber Gonçalves
 
Cap 8 O Advento da Escolástica
Cap 8   O Advento da EscolásticaCap 8   O Advento da Escolástica
Cap 8 O Advento da Escolástica
José Ferreira Júnior
 
O nascimentos das primeiras universidades europeias
O nascimentos das primeiras universidades europeiasO nascimentos das primeiras universidades europeias
O nascimentos das primeiras universidades europeias
Paulo Vitor Antonini Orlandin
 
Ficha 1 cultura do mosteiro
Ficha 1  cultura do mosteiroFicha 1  cultura do mosteiro
Ficha 1 cultura do mosteiro
Carla Teixeira
 
As Grandes Cidades da Europa - HCA - módulo 4
As Grandes Cidades da Europa - HCA - módulo 4As Grandes Cidades da Europa - HCA - módulo 4
As Grandes Cidades da Europa - HCA - módulo 4
André Velho Cabral
 
A cultura e a ciencia na europa feudal 7 ano
A cultura e a ciencia na europa feudal 7 anoA cultura e a ciencia na europa feudal 7 ano
A cultura e a ciencia na europa feudal 7 ano
Lucas Degiovani
 
A cultura da catedral contexto
A cultura da catedral   contextoA cultura da catedral   contexto
A cultura da catedral contexto
cattonia
 
Idade média igreja e cultura
Idade média   igreja e culturaIdade média   igreja e cultura
Idade média igreja e cultura
Fatima Freitas
 
Educação Elementar
Educação ElementarEducação Elementar
Educação Elementar
Mara Godinho
 
Universidades
UniversidadesUniversidades
Universidades
Nome Sobrenome
 
Comenius
ComeniusComenius
Comenius
Julhinha Camara
 
A Religiosidade Medieval e o Ensino - História
A Religiosidade Medieval e o Ensino - HistóriaA Religiosidade Medieval e o Ensino - História
A Religiosidade Medieval e o Ensino - História
jorgina8
 
Educação na escola
Educação na escolaEducação na escola
Educação na escola
Luiz Henrique Faleiros
 
Maconaria ea PNLby Martha Follain
Maconaria ea PNLby Martha FollainMaconaria ea PNLby Martha Follain
Maconaria ea PNLby Martha Follain
michelezamian
 
MARTHA FOLLAIN
 MARTHA FOLLAIN MARTHA FOLLAIN
MARTHA FOLLAIN
RODRIGO ORION
 
A Idade MéDia
A Idade MéDiaA Idade MéDia
A Idade MéDia
catarinacoelhosilva
 

Semelhante a As escolas medievais e as universidades (20)

Educação na idade média
Educação na idade médiaEducação na idade média
Educação na idade média
 
Breve panorama da educação medieval
Breve panorama da educação medievalBreve panorama da educação medieval
Breve panorama da educação medieval
 
A Cultura E O Saber Medievais
A Cultura E O Saber MedievaisA Cultura E O Saber Medievais
A Cultura E O Saber Medievais
 
Mudanças na religiosidade e expansão do ensino
Mudanças na religiosidade e expansão do ensinoMudanças na religiosidade e expansão do ensino
Mudanças na religiosidade e expansão do ensino
 
EDUCAÇÃO MEDIEVAL 1SLIDES.pdf
EDUCAÇÃO MEDIEVAL 1SLIDES.pdfEDUCAÇÃO MEDIEVAL 1SLIDES.pdf
EDUCAÇÃO MEDIEVAL 1SLIDES.pdf
 
Cap 8 O Advento da Escolástica
Cap 8   O Advento da EscolásticaCap 8   O Advento da Escolástica
Cap 8 O Advento da Escolástica
 
O nascimentos das primeiras universidades europeias
O nascimentos das primeiras universidades europeiasO nascimentos das primeiras universidades europeias
O nascimentos das primeiras universidades europeias
 
Ficha 1 cultura do mosteiro
Ficha 1  cultura do mosteiroFicha 1  cultura do mosteiro
Ficha 1 cultura do mosteiro
 
As Grandes Cidades da Europa - HCA - módulo 4
As Grandes Cidades da Europa - HCA - módulo 4As Grandes Cidades da Europa - HCA - módulo 4
As Grandes Cidades da Europa - HCA - módulo 4
 
A cultura e a ciencia na europa feudal 7 ano
A cultura e a ciencia na europa feudal 7 anoA cultura e a ciencia na europa feudal 7 ano
A cultura e a ciencia na europa feudal 7 ano
 
A cultura da catedral contexto
A cultura da catedral   contextoA cultura da catedral   contexto
A cultura da catedral contexto
 
Idade média igreja e cultura
Idade média   igreja e culturaIdade média   igreja e cultura
Idade média igreja e cultura
 
Educação Elementar
Educação ElementarEducação Elementar
Educação Elementar
 
Universidades
UniversidadesUniversidades
Universidades
 
Comenius
ComeniusComenius
Comenius
 
A Religiosidade Medieval e o Ensino - História
A Religiosidade Medieval e o Ensino - HistóriaA Religiosidade Medieval e o Ensino - História
A Religiosidade Medieval e o Ensino - História
 
Educação na escola
Educação na escolaEducação na escola
Educação na escola
 
Maconaria ea PNLby Martha Follain
Maconaria ea PNLby Martha FollainMaconaria ea PNLby Martha Follain
Maconaria ea PNLby Martha Follain
 
MARTHA FOLLAIN
 MARTHA FOLLAIN MARTHA FOLLAIN
MARTHA FOLLAIN
 
A Idade MéDia
A Idade MéDiaA Idade MéDia
A Idade MéDia
 

Mais de filomena morais

O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régioO romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
filomena morais
 
A vida nas cidades medievais pág
A vida nas cidades medievais págA vida nas cidades medievais pág
A vida nas cidades medievais pág
filomena morais
 
Testesumativo2 120320052955-phpapp01
Testesumativo2 120320052955-phpapp01Testesumativo2 120320052955-phpapp01
Testesumativo2 120320052955-phpapp01
filomena morais
 
Ficha1 pca-ortografia- port
Ficha1 pca-ortografia- portFicha1 pca-ortografia- port
Ficha1 pca-ortografia- port
filomena morais
 
Linguaportuguesa7ano 131126124512-phpapp01
Linguaportuguesa7ano 131126124512-phpapp01Linguaportuguesa7ano 131126124512-phpapp01
Linguaportuguesa7ano 131126124512-phpapp01
filomena morais
 
Ficha1 pca-ortografia- port
Ficha1 pca-ortografia- portFicha1 pca-ortografia- port
Ficha1 pca-ortografia- port
filomena morais
 
Fichatrabalhoreaccoesprecipitacao fq 8º
Fichatrabalhoreaccoesprecipitacao fq 8ºFichatrabalhoreaccoesprecipitacao fq 8º
Fichatrabalhoreaccoesprecipitacao fq 8º
filomena morais
 
47730165 ficha-8º-ano-recursos-naturais-e-residuos
47730165 ficha-8º-ano-recursos-naturais-e-residuos47730165 ficha-8º-ano-recursos-naturais-e-residuos
47730165 ficha-8º-ano-recursos-naturais-e-residuos
filomena morais
 
26344289 ficha-de-avaliacao-de-cn-8º-ano-factores-abioticos-e-bioticos-fluxo-...
26344289 ficha-de-avaliacao-de-cn-8º-ano-factores-abioticos-e-bioticos-fluxo-...26344289 ficha-de-avaliacao-de-cn-8º-ano-factores-abioticos-e-bioticos-fluxo-...
26344289 ficha-de-avaliacao-de-cn-8º-ano-factores-abioticos-e-bioticos-fluxo-...
filomena morais
 
Estrutura teste geo7º
Estrutura teste geo7ºEstrutura teste geo7º
Estrutura teste geo7º
filomena morais
 
Ue2
Ue2Ue2
Ficha nº4 7º ano ue
Ficha nº4 7º ano  ueFicha nº4 7º ano  ue
Ficha nº4 7º ano ue
filomena morais
 
84967384 51663161-ficha-sumativa-sismos-vulcoes-1 (2)
84967384 51663161-ficha-sumativa-sismos-vulcoes-1 (2)84967384 51663161-ficha-sumativa-sismos-vulcoes-1 (2)
84967384 51663161-ficha-sumativa-sismos-vulcoes-1 (2)
filomena morais
 
28169033 ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas-130222085510-phpapp0...
28169033 ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas-130222085510-phpapp0...28169033 ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas-130222085510-phpapp0...
28169033 ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas-130222085510-phpapp0...
filomena morais
 
Plano curricular 8o_c (1)
Plano curricular 8o_c (1)Plano curricular 8o_c (1)
Plano curricular 8o_c (1)
filomena morais
 
Ficha de-coordenadas-e-escalas2 (1)
Ficha de-coordenadas-e-escalas2 (1)Ficha de-coordenadas-e-escalas2 (1)
Ficha de-coordenadas-e-escalas2 (1)
filomena morais
 
132021199 sinais-2012-aea
132021199 sinais-2012-aea132021199 sinais-2012-aea
132021199 sinais-2012-aea
filomena morais
 

Mais de filomena morais (17)

O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régioO romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
 
A vida nas cidades medievais pág
A vida nas cidades medievais págA vida nas cidades medievais pág
A vida nas cidades medievais pág
 
Testesumativo2 120320052955-phpapp01
Testesumativo2 120320052955-phpapp01Testesumativo2 120320052955-phpapp01
Testesumativo2 120320052955-phpapp01
 
Ficha1 pca-ortografia- port
Ficha1 pca-ortografia- portFicha1 pca-ortografia- port
Ficha1 pca-ortografia- port
 
Linguaportuguesa7ano 131126124512-phpapp01
Linguaportuguesa7ano 131126124512-phpapp01Linguaportuguesa7ano 131126124512-phpapp01
Linguaportuguesa7ano 131126124512-phpapp01
 
Ficha1 pca-ortografia- port
Ficha1 pca-ortografia- portFicha1 pca-ortografia- port
Ficha1 pca-ortografia- port
 
Fichatrabalhoreaccoesprecipitacao fq 8º
Fichatrabalhoreaccoesprecipitacao fq 8ºFichatrabalhoreaccoesprecipitacao fq 8º
Fichatrabalhoreaccoesprecipitacao fq 8º
 
47730165 ficha-8º-ano-recursos-naturais-e-residuos
47730165 ficha-8º-ano-recursos-naturais-e-residuos47730165 ficha-8º-ano-recursos-naturais-e-residuos
47730165 ficha-8º-ano-recursos-naturais-e-residuos
 
26344289 ficha-de-avaliacao-de-cn-8º-ano-factores-abioticos-e-bioticos-fluxo-...
26344289 ficha-de-avaliacao-de-cn-8º-ano-factores-abioticos-e-bioticos-fluxo-...26344289 ficha-de-avaliacao-de-cn-8º-ano-factores-abioticos-e-bioticos-fluxo-...
26344289 ficha-de-avaliacao-de-cn-8º-ano-factores-abioticos-e-bioticos-fluxo-...
 
Estrutura teste geo7º
Estrutura teste geo7ºEstrutura teste geo7º
Estrutura teste geo7º
 
Ue2
Ue2Ue2
Ue2
 
Ficha nº4 7º ano ue
Ficha nº4 7º ano  ueFicha nº4 7º ano  ue
Ficha nº4 7º ano ue
 
84967384 51663161-ficha-sumativa-sismos-vulcoes-1 (2)
84967384 51663161-ficha-sumativa-sismos-vulcoes-1 (2)84967384 51663161-ficha-sumativa-sismos-vulcoes-1 (2)
84967384 51663161-ficha-sumativa-sismos-vulcoes-1 (2)
 
28169033 ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas-130222085510-phpapp0...
28169033 ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas-130222085510-phpapp0...28169033 ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas-130222085510-phpapp0...
28169033 ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas-130222085510-phpapp0...
 
Plano curricular 8o_c (1)
Plano curricular 8o_c (1)Plano curricular 8o_c (1)
Plano curricular 8o_c (1)
 
Ficha de-coordenadas-e-escalas2 (1)
Ficha de-coordenadas-e-escalas2 (1)Ficha de-coordenadas-e-escalas2 (1)
Ficha de-coordenadas-e-escalas2 (1)
 
132021199 sinais-2012-aea
132021199 sinais-2012-aea132021199 sinais-2012-aea
132021199 sinais-2012-aea
 

Último

O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 

Último (20)

O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 

As escolas medievais e as universidades

  • 1. 6 Asescolasmedievaise asuniversidades No final deste assuntovaisser capazde:Identificarasescolasmedievaiscomocentrosde formaçãoe de cultura. Relacionaroaparecimentodauniversidade comos interessesdosreis,docleroe da burguesia. As escolasmedievais Na Europa Ocidental (do lado do Oceano Atlântico) o ensino era efetuado nos mosteiros. 1ºEscolas Monásticas eram as escolas existentes nos mosteiros e que se destinavam a formar clérigos (religiosos). 2ºEscolas episcopais ou catedrais-Eram escolas organizadas pelos bispos. Surgiram com o renascimento das cidades. O estudo era mais aprofundado estudava-se: gramática, retórica (técnicaque ensinaadiscursar),dialética(ensinaaargumentar) e tambémaritmética, geometria, astronomia e música. Estas escolas continuavam a formar eclesiásticos (sacerdotes). No séc.XII surgiram em algumas cidades escolas desligadas dos bispos. Surgiram também as Universidades. A fundação dos estudosgerais ou Universidades 1-Qual a razão que levou os monarcas a interessarem-se pelas Universidades? R: Por causa da centralização do poder e da formação dos legistas (quem fazia as leis). 2- Qual a razão que levou o clero a interessar-se pelas Universidades? R: Na preparação de Teólogos (estudo de uma religião) e no combate às heresias. 3-Qual a razão que levou a burguesia a interessar-se pelas Universidades? R: Para os filhos as poderem frequentar e corresponderem às necessidades da sociedade. As UniversidadessurgiramnaEuropa por iniciativados reis,docleroe das cidades. As Universidadesgozavamde grande independênciae de grandes privilégios concedidospelo papa. Apenaselaspodiamconcederograu de licenciaturae de doutoramento. Faculdadesmaiscomuns: Artes,Direito,Medicinae Teologia Faculdadescommaiorprestigio:Bolonha(Direito),Paris(Teologia)e Montpellier(Medicina). Rei d. DinisfundouaprimeiraUniversidade emPortugal. 1-Refere diferentestiposde escolasmedievais 2-Explicaa criação de universidades naIdade Média. FilomenaMorais