SlideShare uma empresa Scribd logo
As distorções cognitivas pensamentos e atitudes que levam ao conflito:
Todos nós desejamos relações pessoais, familiares, conjugais, felizes e sem conflitos. Então
porque acabam elas muitas vezes por se transformar no oposto?
Alguns estudiosos do comportamento defendem que isto acontece porque não aprendemos as
competências para lidar com as dificuldades e os problemas que podem surgir numa relação.
Outros dizem que isto acontece porque procuramos isso, porque na realidade, por vezes,
queremos que isso aconteça.
A grande maioria dos técnicos de saúde mental, clínicos e investigadores defende a primeira
teoria, ou seja, provocamos a guerra porque não sabemos amar, porque nos faltam as
competências necessárias: comunicação, resolução de problemas e também a forma como
pensamos e agimos sobre as coisas. Ou seja, não são as coisas diretamente que nos afetam,
mas sim a forma como as olhamos e pensamos sobre elas. Ficamos aborrecidos devido à forma
como pensamos sobre o acontecimento e não devido ao acontecimento em si. Quando não
estamos bem, os pensamentos negativos aparecem e parecem extremamente válidos.
Contudo, eles contêm uma variedade de erros de pensamento ou distorções cognitivas, sobre
as quais vale a pena refletir:
1. Pensamento Tudo-ou-Nada: O indivíduo tende a olhar para o conflito, ou para a pessoa com
quem se tem dificuldade de relacionamento, de uma forma absoluta, numa categoria Preto ou
Branco onde não existem cinzentos pelo meio. Por exemplo: Se a sua relação falhou, vai
considerar que foi um fracasso total, não olhando aos momentos/ aspectos positivos.
2. Generalização excessiva/Sobre-Generalização: O indivíduo vê o problema presente como
um padrão sem fim de conflito, frustração e derrota. Diz a si próprio. "Isto será sempre assim!"
3. Filtro Mental: Existe uma tendência da pessoa catalogar os defeitos dos outros, baseados
nos aspectos ou nas coisas negativas que o outro alguma vez lhe tenha feito, filtrando ou
ignorando as suas qualidades. Um bom exemplo são afirmações como: "Já é a milésima vez
que te digo para...".
4. Não valorização do Positivo: O individuo insiste que as qualidades ou as boas acções do
outro, com quem tem dificuldades ou conflitos, não contam. Por exemplo, quando a outra
pessoa faz algo de positivo, pensa que é só para o manipular.
5. Tirar conclusões Precipitadas. Tira conclusões precipitadas que podem não ser suportadas
pelos factos. Existem 3 formas de o fazer: 1)"Leitura da Mente"- Assume que sabe
exactamente o que o outro pensa ou sente em relação a si; 2) "Leitura da Mente reversiva" -
Diz a si próprio que o outro tem de saber o que você quer, pensa ou sente sem ter de lhe dizer;
3) Destino - Diz a si próprio que não há nada a fazer, e que a situação será sempre assim
independentemente do que fizer.
6. Maximização e Minimização: Dá uma dimensão exagerada aos defeitos ou acções do outro e
minimiza as suas qualidades ou acções positivas. Por exemplo, durante uma discussão pode
dizer " Eu não posso acreditar como podes ser tão idiota!".
7. Tornar a emoção uma realidade ("Eu sinto isto logo é assim"). Racionaliza a partir do que
sente, assume que os seus sentimentos reflectem aquilo que as coisas são na realidade. Por
exemplo, sente que o outro é um falhado e conclui que é mesmo.
8. Declarações "Tenho de...": Critica-se a si próprio ou aos outros com expressões de "tenho
de..." , "não tenho de...". Diz a si próprio que os outros "Têm de" sentir-se ou agir de
determinada forma, e que devem ser da forma como espera que sejam. Também diz a si
próprio que "não poderia ter" feito algo de determinada maneira ou "não poderia ter-se
sentido...". Por exemplo, podem surgir expressões como "Eu não tenho o direito de sentir-me
assim!", ou "Não podias ter dito isso. Não é justo!"
9. Rotular o outro: Rotular os outros de "idiota" ou pior. Ver toda a essência do outro como
negativa sem possibilidade de melhoria. "Ele é um idiota!"
10. Culpabilizar: Em vez de identificar a causa do problema, assume uma culpa de duas
possíveis formas: 1) Auto-culpabilização - culpabiliza-se pelo problema e sente-se inútil,
mesmo que não tenha sido totalmente responsável. Gasta a energia "batendo" em si próprio,
não procurando saber como o outro se está a sentir e tentar resolver o problema; 2)
Culpabiliza os outros negando o seu próprio papel ou responsabilidade na situação e sente-se
zangado, frustrado e ressentido.
Faça um exercício de auto-analise dos seus pensamentos e atitudes, descubra as distorções
que estão a alimentar os seus conflitos e trabalhe no sentido de mudar o seu olhar sobre as
coisas, para a resolução das suas dificuldades.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

7 dicas motivadoras
7 dicas motivadoras7 dicas motivadoras
Tipos de participantes que o lider deve conhecer
Tipos de participantes que o lider deve conhecerTipos de participantes que o lider deve conhecer
Tipos de participantes que o lider deve conhecer
Jediael Gonçalves
 
DDS- Como conviver com as criticas no trabalho
DDS- Como conviver com as  criticas no trabalhoDDS- Como conviver com as  criticas no trabalho
DDS- Como conviver com as criticas no trabalho
ELSON TEIXEIRA
 
35 dicas para aumentar sua autoestima
35 dicas para aumentar sua autoestima35 dicas para aumentar sua autoestima
35 dicas para aumentar sua autoestima
Gloria Tellez
 
11 sinais revelam se estás preocupado com o que os outros pensam de ti
11 sinais revelam se estás preocupado com o que os outros pensam de ti11 sinais revelam se estás preocupado com o que os outros pensam de ti
11 sinais revelam se estás preocupado com o que os outros pensam de ti
Rui Gabriel
 
Vença a timidez
Vença a timidezVença a timidez
Como superar a timidez: 20 dicas práticas
Como superar a timidez: 20 dicas práticasComo superar a timidez: 20 dicas práticas
Como superar a timidez: 20 dicas práticas
Gloria Tellez
 
14 princípios para influenciar pessoas
14 princípios para influenciar pessoas14 princípios para influenciar pessoas
14 princípios para influenciar pessoas
André Faria Gomes
 
Críticas e o que lhes fazer
Críticas e o que lhes fazerCríticas e o que lhes fazer
Críticas e o que lhes fazer
Oficina Psicologia
 
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mimInstituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação
 
Potencial humano
Potencial humanoPotencial humano
Potencial humano
Carlinda Sousa
 
Felipe Faias - Como fazer amigos e influenciar pessoas
Felipe Faias - Como fazer amigos e influenciar pessoasFelipe Faias - Como fazer amigos e influenciar pessoas
Felipe Faias - Como fazer amigos e influenciar pessoas
Felipe Faias
 
Assertividade resumido
Assertividade resumidoAssertividade resumido
Assertividade resumido
Rosana Corrêa
 
Timidez
TimidezTimidez
Timidez
andremanoel06
 
Atitudes que todo homeem deve ter
Atitudes que todo homeem deve terAtitudes que todo homeem deve ter
Atitudes que todo homeem deve ter
Ares_Bruno
 
[8/10] - Pessoas que Julgam
[8/10] - Pessoas que Julgam[8/10] - Pessoas que Julgam
[8/10] - Pessoas que Julgam
Miguel Duarte
 
A sabedoria do tao
A sabedoria do taoA sabedoria do tao
A sabedoria do tao
pietra bravo
 
6 Passos Para Ativar A Lei Da AtraçãO Em Sua Vida
6 Passos Para Ativar A Lei Da AtraçãO Em Sua Vida6 Passos Para Ativar A Lei Da AtraçãO Em Sua Vida
6 Passos Para Ativar A Lei Da AtraçãO Em Sua Vida
guestac93573
 
Jordan Peterson OUT 2021
Jordan Peterson OUT 2021Jordan Peterson OUT 2021
Jordan Peterson OUT 2021
Giba Canto
 
Timidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Timidez ou Fobia? Entenda as DiferençasTimidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Timidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Maria Cristina Santos Araujo
 

Mais procurados (20)

7 dicas motivadoras
7 dicas motivadoras7 dicas motivadoras
7 dicas motivadoras
 
Tipos de participantes que o lider deve conhecer
Tipos de participantes que o lider deve conhecerTipos de participantes que o lider deve conhecer
Tipos de participantes que o lider deve conhecer
 
DDS- Como conviver com as criticas no trabalho
DDS- Como conviver com as  criticas no trabalhoDDS- Como conviver com as  criticas no trabalho
DDS- Como conviver com as criticas no trabalho
 
35 dicas para aumentar sua autoestima
35 dicas para aumentar sua autoestima35 dicas para aumentar sua autoestima
35 dicas para aumentar sua autoestima
 
11 sinais revelam se estás preocupado com o que os outros pensam de ti
11 sinais revelam se estás preocupado com o que os outros pensam de ti11 sinais revelam se estás preocupado com o que os outros pensam de ti
11 sinais revelam se estás preocupado com o que os outros pensam de ti
 
Vença a timidez
Vença a timidezVença a timidez
Vença a timidez
 
Como superar a timidez: 20 dicas práticas
Como superar a timidez: 20 dicas práticasComo superar a timidez: 20 dicas práticas
Como superar a timidez: 20 dicas práticas
 
14 princípios para influenciar pessoas
14 princípios para influenciar pessoas14 princípios para influenciar pessoas
14 princípios para influenciar pessoas
 
Críticas e o que lhes fazer
Críticas e o que lhes fazerCríticas e o que lhes fazer
Críticas e o que lhes fazer
 
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mimInstituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
 
Potencial humano
Potencial humanoPotencial humano
Potencial humano
 
Felipe Faias - Como fazer amigos e influenciar pessoas
Felipe Faias - Como fazer amigos e influenciar pessoasFelipe Faias - Como fazer amigos e influenciar pessoas
Felipe Faias - Como fazer amigos e influenciar pessoas
 
Assertividade resumido
Assertividade resumidoAssertividade resumido
Assertividade resumido
 
Timidez
TimidezTimidez
Timidez
 
Atitudes que todo homeem deve ter
Atitudes que todo homeem deve terAtitudes que todo homeem deve ter
Atitudes que todo homeem deve ter
 
[8/10] - Pessoas que Julgam
[8/10] - Pessoas que Julgam[8/10] - Pessoas que Julgam
[8/10] - Pessoas que Julgam
 
A sabedoria do tao
A sabedoria do taoA sabedoria do tao
A sabedoria do tao
 
6 Passos Para Ativar A Lei Da AtraçãO Em Sua Vida
6 Passos Para Ativar A Lei Da AtraçãO Em Sua Vida6 Passos Para Ativar A Lei Da AtraçãO Em Sua Vida
6 Passos Para Ativar A Lei Da AtraçãO Em Sua Vida
 
Jordan Peterson OUT 2021
Jordan Peterson OUT 2021Jordan Peterson OUT 2021
Jordan Peterson OUT 2021
 
Timidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Timidez ou Fobia? Entenda as DiferençasTimidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Timidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
 

Destaque

Presentacion de investigacion
Presentacion de investigacionPresentacion de investigacion
Presentacion de investigacion
joberlinfernandez27
 
Periodico de valeria valdivieso perez
Periodico de valeria valdivieso perezPeriodico de valeria valdivieso perez
Periodico de valeria valdivieso perez
khalessi2020
 
Sistema de información
Sistema de informaciónSistema de información
Sistema de información
lilianitapuin
 
D. filipe ii biografia
D. filipe ii   biografiaD. filipe ii   biografia
D. filipe ii biografia
antoniopedropinheiro
 
Aprendizaje significativo
Aprendizaje significativoAprendizaje significativo
Aprendizaje significativo
Juliana_1_90
 
mohammed soliman 4-2014
mohammed soliman 4-2014mohammed soliman 4-2014
mohammed soliman 4-2014
Mohammed Soliman
 
Política exterior de chile
Política exterior de chilePolítica exterior de chile
Política exterior de chile
R4950
 
Navegação astronómica nos descobrimentos portugueses
Navegação astronómica nos descobrimentos portuguesesNavegação astronómica nos descobrimentos portugueses
Navegação astronómica nos descobrimentos portugueses
antoniopedropinheiro
 
Manuel antónio pina
Manuel antónio pinaManuel antónio pina
Manuel antónio pina
antoniopedropinheiro
 
Funções sintáticas 15 out
Funções sintáticas 15 outFunções sintáticas 15 out
Funções sintáticas 15 out
antoniopedropinheiro
 
Coldplay 2
Coldplay 2Coldplay 2

Destaque (12)

Presentacion de investigacion
Presentacion de investigacionPresentacion de investigacion
Presentacion de investigacion
 
Periodico de valeria valdivieso perez
Periodico de valeria valdivieso perezPeriodico de valeria valdivieso perez
Periodico de valeria valdivieso perez
 
Sistema de información
Sistema de informaciónSistema de información
Sistema de información
 
D. filipe ii biografia
D. filipe ii   biografiaD. filipe ii   biografia
D. filipe ii biografia
 
Aprendizaje significativo
Aprendizaje significativoAprendizaje significativo
Aprendizaje significativo
 
Cancao de amar voce
Cancao de amar voceCancao de amar voce
Cancao de amar voce
 
mohammed soliman 4-2014
mohammed soliman 4-2014mohammed soliman 4-2014
mohammed soliman 4-2014
 
Política exterior de chile
Política exterior de chilePolítica exterior de chile
Política exterior de chile
 
Navegação astronómica nos descobrimentos portugueses
Navegação astronómica nos descobrimentos portuguesesNavegação astronómica nos descobrimentos portugueses
Navegação astronómica nos descobrimentos portugueses
 
Manuel antónio pina
Manuel antónio pinaManuel antónio pina
Manuel antónio pina
 
Funções sintáticas 15 out
Funções sintáticas 15 outFunções sintáticas 15 out
Funções sintáticas 15 out
 
Coldplay 2
Coldplay 2Coldplay 2
Coldplay 2
 

Semelhante a As distorções cognitivas pensamentos e atitudes que levam ao conflito

Saúde emocional da mulher
Saúde emocional da mulherSaúde emocional da mulher
Saúde emocional da mulher
Pra Paula Barros
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
Sonia Merencio
 
Psioeducação para o Autoconhecimento Luiciane.pptx
Psioeducação para o Autoconhecimento Luiciane.pptxPsioeducação para o Autoconhecimento Luiciane.pptx
Psioeducação para o Autoconhecimento Luiciane.pptx
Henriette Russo
 
4. Eu sou um perdedor - autocritica - venca a depressao.pdf
4. Eu sou um perdedor - autocritica - venca a depressao.pdf4. Eu sou um perdedor - autocritica - venca a depressao.pdf
4. Eu sou um perdedor - autocritica - venca a depressao.pdf
JessicaMarques697975
 
Motivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalMotivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocional
Cintia Meneghini
 
As 12 vulnerabilidades
As 12 vulnerabilidadesAs 12 vulnerabilidades
As 12 vulnerabilidades
Vilma Longuini
 
Assertividade.pdf
Assertividade.pdfAssertividade.pdf
Assertividade.pdf
amandia
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
psimais
 
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docxcartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
AuriceliaRosa
 
Motivacao para-emagrecer
Motivacao para-emagrecerMotivacao para-emagrecer
Motivacao para-emagrecer
emagrecer
 
11 passos de autoconfianca
11 passos de autoconfianca11 passos de autoconfianca
11 passos de autoconfianca
fetchsawt
 
Vamos matar formigas
Vamos matar formigasVamos matar formigas
Vamos matar formigas
Paulo Orlando
 
Dicas para a saúde emocional
Dicas para a saúde emocionalDicas para a saúde emocional
Dicas para a saúde emocional
Bruno Carrasco
 
11passosdeautoconfianca-150120033054-conversion-gate01.pdf
11passosdeautoconfianca-150120033054-conversion-gate01.pdf11passosdeautoconfianca-150120033054-conversion-gate01.pdf
11passosdeautoconfianca-150120033054-conversion-gate01.pdf
SIMONEANDRADE78
 
Aproveite O Poder Mental Das Palavras
Aproveite O Poder Mental Das PalavrasAproveite O Poder Mental Das Palavras
Aproveite O Poder Mental Das Palavras
Renato Cardoso
 
Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
Roda das Habilidades Socioemocionais.pptxRoda das Habilidades Socioemocionais.pptx
Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
JeffersonMonteiro46
 
Atividade - Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
Atividade - Roda das Habilidades Socioemocionais.pptxAtividade - Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
Atividade - Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
ElinePontes1
 
Reestruturação do pensamento
Reestruturação do pensamentoReestruturação do pensamento
Reestruturação do pensamento
Márcia Quirino
 
Projeto de vida (aula 1)
Projeto de vida (aula 1)Projeto de vida (aula 1)
Projeto de vida (aula 1)
Maritza Cirilo
 
Jornada do Crescimento - Módulo:Inteligência Emocional
Jornada do Crescimento - Módulo:Inteligência EmocionalJornada do Crescimento - Módulo:Inteligência Emocional
Jornada do Crescimento - Módulo:Inteligência Emocional
monicasepeda22
 

Semelhante a As distorções cognitivas pensamentos e atitudes que levam ao conflito (20)

Saúde emocional da mulher
Saúde emocional da mulherSaúde emocional da mulher
Saúde emocional da mulher
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
 
Psioeducação para o Autoconhecimento Luiciane.pptx
Psioeducação para o Autoconhecimento Luiciane.pptxPsioeducação para o Autoconhecimento Luiciane.pptx
Psioeducação para o Autoconhecimento Luiciane.pptx
 
4. Eu sou um perdedor - autocritica - venca a depressao.pdf
4. Eu sou um perdedor - autocritica - venca a depressao.pdf4. Eu sou um perdedor - autocritica - venca a depressao.pdf
4. Eu sou um perdedor - autocritica - venca a depressao.pdf
 
Motivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalMotivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocional
 
As 12 vulnerabilidades
As 12 vulnerabilidadesAs 12 vulnerabilidades
As 12 vulnerabilidades
 
Assertividade.pdf
Assertividade.pdfAssertividade.pdf
Assertividade.pdf
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
 
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docxcartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
 
Motivacao para-emagrecer
Motivacao para-emagrecerMotivacao para-emagrecer
Motivacao para-emagrecer
 
11 passos de autoconfianca
11 passos de autoconfianca11 passos de autoconfianca
11 passos de autoconfianca
 
Vamos matar formigas
Vamos matar formigasVamos matar formigas
Vamos matar formigas
 
Dicas para a saúde emocional
Dicas para a saúde emocionalDicas para a saúde emocional
Dicas para a saúde emocional
 
11passosdeautoconfianca-150120033054-conversion-gate01.pdf
11passosdeautoconfianca-150120033054-conversion-gate01.pdf11passosdeautoconfianca-150120033054-conversion-gate01.pdf
11passosdeautoconfianca-150120033054-conversion-gate01.pdf
 
Aproveite O Poder Mental Das Palavras
Aproveite O Poder Mental Das PalavrasAproveite O Poder Mental Das Palavras
Aproveite O Poder Mental Das Palavras
 
Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
Roda das Habilidades Socioemocionais.pptxRoda das Habilidades Socioemocionais.pptx
Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
 
Atividade - Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
Atividade - Roda das Habilidades Socioemocionais.pptxAtividade - Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
Atividade - Roda das Habilidades Socioemocionais.pptx
 
Reestruturação do pensamento
Reestruturação do pensamentoReestruturação do pensamento
Reestruturação do pensamento
 
Projeto de vida (aula 1)
Projeto de vida (aula 1)Projeto de vida (aula 1)
Projeto de vida (aula 1)
 
Jornada do Crescimento - Módulo:Inteligência Emocional
Jornada do Crescimento - Módulo:Inteligência EmocionalJornada do Crescimento - Módulo:Inteligência Emocional
Jornada do Crescimento - Módulo:Inteligência Emocional
 

Mais de Marcelo Costa

Pc world conheça 11 ameaças na web e saiba o que fazer para ficar livre delas
Pc world  conheça 11 ameaças na web e saiba o que fazer para ficar livre delasPc world  conheça 11 ameaças na web e saiba o que fazer para ficar livre delas
Pc world conheça 11 ameaças na web e saiba o que fazer para ficar livre delas
Marcelo Costa
 
Cervicalgia e cervicobraquialgia
Cervicalgia e cervicobraquialgiaCervicalgia e cervicobraquialgia
Cervicalgia e cervicobraquialgia
Marcelo Costa
 
Curso de magicas
Curso de magicasCurso de magicas
Curso de magicas
Marcelo Costa
 
Amplitude articular
Amplitude articularAmplitude articular
Amplitude articular
Marcelo Costa
 
Anatomia (apostila completa)
Anatomia (apostila completa)Anatomia (apostila completa)
Anatomia (apostila completa)
Marcelo Costa
 
Magnésio, sódio e potássio
Magnésio, sódio e potássioMagnésio, sódio e potássio
Magnésio, sódio e potássio
Marcelo Costa
 
Cuidado com a pressão sanguínea precisa começar cedo para proteger o coração ...
Cuidado com a pressão sanguínea precisa começar cedo para proteger o coração ...Cuidado com a pressão sanguínea precisa começar cedo para proteger o coração ...
Cuidado com a pressão sanguínea precisa começar cedo para proteger o coração ...
Marcelo Costa
 
Reparo dos tendões da mão
Reparo dos tendões da mãoReparo dos tendões da mão
Reparo dos tendões da mão
Marcelo Costa
 
Semiologia da mão
Semiologia da mãoSemiologia da mão
Semiologia da mão
Marcelo Costa
 
Clínica deckers orientações médicas ortopedia - dedo em martelo
Clínica deckers   orientações médicas   ortopedia - dedo em marteloClínica deckers   orientações médicas   ortopedia - dedo em martelo
Clínica deckers orientações médicas ortopedia - dedo em martelo
Marcelo Costa
 
Biomecanica global
Biomecanica globalBiomecanica global
Biomecanica global
Marcelo Costa
 
Efeitos do magnésio sobre a estrutura e função vascular
Efeitos do magnésio sobre a estrutura e função vascularEfeitos do magnésio sobre a estrutura e função vascular
Efeitos do magnésio sobre a estrutura e função vascular
Marcelo Costa
 
Gelo ou água quente
Gelo ou água quenteGelo ou água quente
Gelo ou água quente
Marcelo Costa
 
Hospitais emergenciarj
Hospitais emergenciarjHospitais emergenciarj
Hospitais emergenciarj
Marcelo Costa
 
Alergiasss2 120321122503-phpapp02
Alergiasss2 120321122503-phpapp02Alergiasss2 120321122503-phpapp02
Alergiasss2 120321122503-phpapp02
Marcelo Costa
 
06 capítulo 6 coluna vertebral
06 capítulo 6   coluna vertebral06 capítulo 6   coluna vertebral
06 capítulo 6 coluna vertebral
Marcelo Costa
 

Mais de Marcelo Costa (16)

Pc world conheça 11 ameaças na web e saiba o que fazer para ficar livre delas
Pc world  conheça 11 ameaças na web e saiba o que fazer para ficar livre delasPc world  conheça 11 ameaças na web e saiba o que fazer para ficar livre delas
Pc world conheça 11 ameaças na web e saiba o que fazer para ficar livre delas
 
Cervicalgia e cervicobraquialgia
Cervicalgia e cervicobraquialgiaCervicalgia e cervicobraquialgia
Cervicalgia e cervicobraquialgia
 
Curso de magicas
Curso de magicasCurso de magicas
Curso de magicas
 
Amplitude articular
Amplitude articularAmplitude articular
Amplitude articular
 
Anatomia (apostila completa)
Anatomia (apostila completa)Anatomia (apostila completa)
Anatomia (apostila completa)
 
Magnésio, sódio e potássio
Magnésio, sódio e potássioMagnésio, sódio e potássio
Magnésio, sódio e potássio
 
Cuidado com a pressão sanguínea precisa começar cedo para proteger o coração ...
Cuidado com a pressão sanguínea precisa começar cedo para proteger o coração ...Cuidado com a pressão sanguínea precisa começar cedo para proteger o coração ...
Cuidado com a pressão sanguínea precisa começar cedo para proteger o coração ...
 
Reparo dos tendões da mão
Reparo dos tendões da mãoReparo dos tendões da mão
Reparo dos tendões da mão
 
Semiologia da mão
Semiologia da mãoSemiologia da mão
Semiologia da mão
 
Clínica deckers orientações médicas ortopedia - dedo em martelo
Clínica deckers   orientações médicas   ortopedia - dedo em marteloClínica deckers   orientações médicas   ortopedia - dedo em martelo
Clínica deckers orientações médicas ortopedia - dedo em martelo
 
Biomecanica global
Biomecanica globalBiomecanica global
Biomecanica global
 
Efeitos do magnésio sobre a estrutura e função vascular
Efeitos do magnésio sobre a estrutura e função vascularEfeitos do magnésio sobre a estrutura e função vascular
Efeitos do magnésio sobre a estrutura e função vascular
 
Gelo ou água quente
Gelo ou água quenteGelo ou água quente
Gelo ou água quente
 
Hospitais emergenciarj
Hospitais emergenciarjHospitais emergenciarj
Hospitais emergenciarj
 
Alergiasss2 120321122503-phpapp02
Alergiasss2 120321122503-phpapp02Alergiasss2 120321122503-phpapp02
Alergiasss2 120321122503-phpapp02
 
06 capítulo 6 coluna vertebral
06 capítulo 6   coluna vertebral06 capítulo 6   coluna vertebral
06 capítulo 6 coluna vertebral
 

As distorções cognitivas pensamentos e atitudes que levam ao conflito

  • 1. As distorções cognitivas pensamentos e atitudes que levam ao conflito: Todos nós desejamos relações pessoais, familiares, conjugais, felizes e sem conflitos. Então porque acabam elas muitas vezes por se transformar no oposto? Alguns estudiosos do comportamento defendem que isto acontece porque não aprendemos as competências para lidar com as dificuldades e os problemas que podem surgir numa relação. Outros dizem que isto acontece porque procuramos isso, porque na realidade, por vezes, queremos que isso aconteça. A grande maioria dos técnicos de saúde mental, clínicos e investigadores defende a primeira teoria, ou seja, provocamos a guerra porque não sabemos amar, porque nos faltam as competências necessárias: comunicação, resolução de problemas e também a forma como pensamos e agimos sobre as coisas. Ou seja, não são as coisas diretamente que nos afetam, mas sim a forma como as olhamos e pensamos sobre elas. Ficamos aborrecidos devido à forma como pensamos sobre o acontecimento e não devido ao acontecimento em si. Quando não estamos bem, os pensamentos negativos aparecem e parecem extremamente válidos. Contudo, eles contêm uma variedade de erros de pensamento ou distorções cognitivas, sobre as quais vale a pena refletir: 1. Pensamento Tudo-ou-Nada: O indivíduo tende a olhar para o conflito, ou para a pessoa com quem se tem dificuldade de relacionamento, de uma forma absoluta, numa categoria Preto ou Branco onde não existem cinzentos pelo meio. Por exemplo: Se a sua relação falhou, vai considerar que foi um fracasso total, não olhando aos momentos/ aspectos positivos. 2. Generalização excessiva/Sobre-Generalização: O indivíduo vê o problema presente como um padrão sem fim de conflito, frustração e derrota. Diz a si próprio. "Isto será sempre assim!" 3. Filtro Mental: Existe uma tendência da pessoa catalogar os defeitos dos outros, baseados nos aspectos ou nas coisas negativas que o outro alguma vez lhe tenha feito, filtrando ou ignorando as suas qualidades. Um bom exemplo são afirmações como: "Já é a milésima vez que te digo para...". 4. Não valorização do Positivo: O individuo insiste que as qualidades ou as boas acções do outro, com quem tem dificuldades ou conflitos, não contam. Por exemplo, quando a outra pessoa faz algo de positivo, pensa que é só para o manipular. 5. Tirar conclusões Precipitadas. Tira conclusões precipitadas que podem não ser suportadas pelos factos. Existem 3 formas de o fazer: 1)"Leitura da Mente"- Assume que sabe exactamente o que o outro pensa ou sente em relação a si; 2) "Leitura da Mente reversiva" - Diz a si próprio que o outro tem de saber o que você quer, pensa ou sente sem ter de lhe dizer; 3) Destino - Diz a si próprio que não há nada a fazer, e que a situação será sempre assim independentemente do que fizer.
  • 2. 6. Maximização e Minimização: Dá uma dimensão exagerada aos defeitos ou acções do outro e minimiza as suas qualidades ou acções positivas. Por exemplo, durante uma discussão pode dizer " Eu não posso acreditar como podes ser tão idiota!". 7. Tornar a emoção uma realidade ("Eu sinto isto logo é assim"). Racionaliza a partir do que sente, assume que os seus sentimentos reflectem aquilo que as coisas são na realidade. Por exemplo, sente que o outro é um falhado e conclui que é mesmo. 8. Declarações "Tenho de...": Critica-se a si próprio ou aos outros com expressões de "tenho de..." , "não tenho de...". Diz a si próprio que os outros "Têm de" sentir-se ou agir de determinada forma, e que devem ser da forma como espera que sejam. Também diz a si próprio que "não poderia ter" feito algo de determinada maneira ou "não poderia ter-se sentido...". Por exemplo, podem surgir expressões como "Eu não tenho o direito de sentir-me assim!", ou "Não podias ter dito isso. Não é justo!" 9. Rotular o outro: Rotular os outros de "idiota" ou pior. Ver toda a essência do outro como negativa sem possibilidade de melhoria. "Ele é um idiota!" 10. Culpabilizar: Em vez de identificar a causa do problema, assume uma culpa de duas possíveis formas: 1) Auto-culpabilização - culpabiliza-se pelo problema e sente-se inútil, mesmo que não tenha sido totalmente responsável. Gasta a energia "batendo" em si próprio, não procurando saber como o outro se está a sentir e tentar resolver o problema; 2) Culpabiliza os outros negando o seu próprio papel ou responsabilidade na situação e sente-se zangado, frustrado e ressentido. Faça um exercício de auto-analise dos seus pensamentos e atitudes, descubra as distorções que estão a alimentar os seus conflitos e trabalhe no sentido de mudar o seu olhar sobre as coisas, para a resolução das suas dificuldades.