SlideShare uma empresa Scribd logo
As atribuições e funções do Gestor de Projetos
Atribuição pode ser definida como encargo, obrigação, dever, responsabilidade e função como exercício
de atribuições.
Nesta perspectiva pode-se pensar na elaboração das atribuições e funções da área de Gestão de
Projetos, tendo como referência o Project Management Body of Knowledge (PMBOK), livro que
apresenta um conjunto de práticas em gestão de projetos, ou gerenciamento de projetos publicado
pelo Project Management Institute e que constitui a base do conhecimento em gerenciamento de projetos
do PMI, uma instituição internacional sem fins lucrativos que associa profissionais desta aera do
conhecimento.
Segundo o Guia de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos – Guia PMBOK (2008), o
gerenciamento de projetos é a aplicação de conhecimento, habilidades, ferramentas e técnicas as
atividades do projeto a fim de atender aos seus requisitos, agrupados sobretudo em 5 grupos de
processos:
Iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle e encerramento.
Um processo é um conjunto de ações e atividades inter-relacionadas, que são executadas para alcançar
um produto, resultado ou serviço pré-definido. Cada processo é caracterizado por suas entradas, as
ferramentas e as técnicas que podem ser aplicadas e as saídas resultantes. Assim, o gerente de projetos
e suas equipes devem abordar com cuidado cada processo as entradas e saídas que o constituem, além
de levar em conta os ativos de processos organizacionais, que fornecem diretrizes e critérios para
adaptação dos processos da organização às necessidades especificas do projeto, assim como, os fatores
ambientais da organização.
Estes processos serão executados pela equipe do projeto e de forma geral podem ser classificados:
Os processos de gerenciamento de projetos, garantem o fluxo eficaz do projeto ao longo de sua
existência. Esses processos abrangem as ferramentas e técnicas envolvidas na aplicação de habilidades e
capacidades descritas nas Áreas do conhecimento.
Os processos orientados a produtos, especificam e criam o produto do projeto. Em geral são definidos
pelo ciclo de vida do projeto e/ou do produto, e variam de acordo com a área de aplicação. O escopo não
pode ser definido sem algum entendimento básico de como criar o produto especificado.
Ambos os processos, se sobrepõe e interagem ao longo da vida do projeto. Os processos de
gerenciamento de projetos são aplicados globalmente e nos mais variados setores, são considerados uma
“boa prática”, ou seja, existe um acordo geral de que a aplicação dos processos de gerenciamento de
projetos pode aumentar as chances de sucesso em uma ampla série projetos.
Assim, o gerenciamento de projetos é um empreendimento integrado e requer que cada processo de
projeto ou produto seja alinhado e conectado de forma apropriada com os outros processos para facilitar a
coordenação. Para o PMBOK, o gerenciamento de projetos bem-sucedido inclui gerenciar ativamente
essas interações para cumprir os requisitos do patrocinador, do cliente e de outras partes interessadas.
Os processos de projeto podem gerar informações para aprimorar o gerenciamento de projetos futuros e
este padrão descreve a natureza dos processos de gerenciamento de projetos em termos da integração
entre os processos, suas interações e seus objetivos.
Os processos de gerenciamento de projetos, são agrupados em cinco categorias, ou grupos de processos,
como citado anteriormente, formarão um rede de atividades, que estarão matricialmente conectadas as 9
áreas de conhecimento de gerenciamento:
Integração, escopo, tempo, custos, qualidade, recursos humanos, comunicação, riscos, aquisições.
Os grupos de processos não são lineares e se retroalimentam ao longo do ciclo de vida e são definidos
pelo PMBOK, da seguinte forma:
Grupo de processos de iniciação:
São realizados para definir um novo projeto ou uma nova fase de um projeto existente através da
obtenção de autorização para iniciar o projeto ou fase;
Grupo de processos de planejamento:
Os processos realizados para definir o escopo do projeto, refinar os objetivos e desenvolver o curso de
ação necessário para alcançar os objetivos para os quais o projeto foi criado;
Grupo de processos de execução:
Os processos realizados para executar o trabalho definido no plano de gerenciamento do projeto para
satisfazer as especificações do mesmo;
Grupo de processos de monitoramento e controle:
Os processos necessários para acompanhar, revisar, regular o progresso e o desempenho do projeto,
identificar todas as áreas nas quais serão necessárias mudanças no plano e iniciar as mudanças
correspondentes;
Grupo de processos de encerramento:
Os processos executados para finalizar todas as atividades de todos os grupos de processos, visando
encerrar formalmente o projeto ou a fase.
Assim, o Gestor de Projetos em linhas gerais tem as seguintes atribuições:
– Planeja, Monitora, Analisa e Documenta todas as etapas do projeto em termos processo, resultado,
custo e tempo;
– Organiza condições para que “as coisas aconteçam”;
– Antecipa riscos e se planeja para minimizá-los e monitorá-los;
– Comunica-se de forma eficaz com os stakeholders;
– Tem a capacidade de negociação e gerenciamento de conflitos (de interesses);
– Toma decisões e/ou as direciona para os Sponsors do projeto.
Este profissional raramente participa das atividades diretas do projeto que produzem os resultados. Sua
função é gerenciar o progresso do empreendimento e através das variáveis (qualidade, custo, prazo e
âmbito) verificar seus desvios.
Desta forma, seu objetivo geral é proporcionar que as falhas inerentes aos processos sejam minimizadas.
Assim a rede de atividades de gestão de projetos, terão as nove áreas de conhecimento em
gerenciamento de projetos, nas quais as atribuições e funções serão matriciais aos cinco grupos de
processos de gerenciamento (iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle,
encerramento).
Cada uma das funções descritas em cada um dos cinco grupos de processo (iniciação, planejamento,
execução, monitoramento e controle, encerramento), se desdobram em micro processos com entradas,
ferramentas e técnicas e saídas, como se verifica na tabela abaixo:
Área do
conhecimento
Atribuições Funções:
Processos
de Iniciação
Funções:
Processos de
Planejamento
Funções:
Processos
Execução
Funções:
Processos de
Monitoramento
e controle
Funções:
Processos
Encerramento
Gerenciamento da
Integração
Elaborar os
processos e
as atividades
que integram
os diversos
elementos
dentro do
gerenciamento
de projetos.
Desenvolver
o termo de
abertura do
projeto.
Plano de
gerenciament
o do projeto.
Orientar e
gerenciar a
execução do
projeto.
Monitorar e
controlar o
trabalho da
equipe do
projeto;
Realizar o
controle
integrado de
mudanças.
Encerrar o
projeto ou fase.
Gerenciamento
do escopo
Elaborar o
processo para
que o projeto
inclua todo o
trabalho
necessário, e
apenas o
trabalho
necessário,
para que seja
concluído com
sucesso.
Planejamento
do escopo;
Coletar os
requisitos;
Definição do
escopo;
Criar EAP –
Estrutura
Analítica do
Projeto
(sequência das
atividades) –
Estruturação
do AV.
Verificar o
escopo;
Controlar o
escopo;
Gerenciamento de
tempo
Elaborar os
processos
necessários
para gerenciar
o término
pontual do
projeto no
prazo correto.
Definir as
atividades;
Sequenciar as
atividades;
Estimar
recursos das
atividades;
Estimar as
durações das
atividades;
Desenvolver
cronograma.
Controlar o
cronograma.
Gerenciamento de
custos
Acompanhar
os processos
envolvidos em
planejamento,
estimativa,
orçamentação
e controle de
custos, de
modo que o
projeto
termine dentro
do orçamento
aprovado.
Construção
da proposta
orçamentária
Acompanham
ento da
estimativa dos
custos;
Construção do
orçamento;
Acompanhament
o do controle
dos custos;
Gerenciamento da
qualidade
(resultados)
Elaborar os
processos
envolvidos na
garantia de
que o projeto
irá satisfazer
os objetivos
para os quais
foi realizado.
Plano de
monitorament
o de
atividades,
processos e
resultados.
Definição dos
resultados
esperados de
transformação
e de
processos;
Aplicação de
procedimento
s sistemáticos
para garantir
que o projeto
emprega
todas as
atividades
necessárias
para atender
aos requisitos
de qualidade.
Realizar o
controle da
qualidade;
Gerenciamento de
recursos
humanos
Acompanhar
os processos
que organizam
e gerenciam a
equipe do
projeto
Planejamento
de recursos
humanos;
Contratação
ou
mobilização
da equipe do
projeto;
Desenvolvime
nto da equipe
do projeto
(melhoria de
competências
e interação
de membros
da equipe
para
aprimorar o
desempenho
do projeto);
Gerenciament
o da equipe
do projeto.
Gerenciamento
das
comunicações
Elaborar os
processos
relativos à
geração,
coleta,
disseminação,
armazenamen
to e
destinação
final das
informações
do projeto de
forma
oportuna e
adequada.
Identificar as
partes
interessadas;
Planejamento
das
comunicações
;
Distribuir as
informações;
Gerenciar as
expectativas
das partes
interessadas.
Elaborar de
relatório de
desempenho e
comunicação
específica
voltada para os
stakeholders;
Gerenciamento de
riscos
Elaborar os
processos de
planejamento,
identificação,
analise
planejamento
de respostas,
monitorament
o e controle de
riscos de um
projeto.
Planejar o
gerenciament
o dos riscos;
Identificar os
riscos;
Realizar
análise
qualitativa e
quantitativa
dos riscos;
Planejar
respostas aos
riscos;
Monitorar e
controlar riscos.
Gerenciamento de
aquisições
Acompanhar
os processos
que compram
ou adquirem
produtos ou
serviços,
processos de
gerenciamento
de contratos.
Planejar
aquisições;
Conduzir
aquisições;
Administrar
aquisições;
Encerrar as
aquisições;
Referência Bibliográfica:
Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos (guia PMBOK). Tradução: Project
Management Institute. São Paulo: Saraiva, 2012.
MENEZES, Luis César de Moura. Gestão de Projetos. São Paulo: Atlas, 2003.
Artigo elaborado por Mauricio Nascimento dos Santos, Cientista Social e Gestor de Projetos na
Comunidade Educativa CEDAC desde 2012.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

71 slides controladoria e economia parte ii 28 ago 2015
71 slides  controladoria e economia  parte ii  28 ago 201571 slides  controladoria e economia  parte ii  28 ago 2015
71 slides controladoria e economia parte ii 28 ago 2015
delano chaves gurgel do amaral
 
Slide Sistema De Controle
Slide   Sistema De ControleSlide   Sistema De Controle
Slide Sistema De Controle
lupajero
 
Apostila de controladoria
Apostila de controladoriaApostila de controladoria
Apostila de controladoria
Nerinhoo Nery
 
Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)
090774
 
Aspectos de controladoria
Aspectos de controladoriaAspectos de controladoria
Aspectos de controladoria
Joao Telles Corrêa Filho
 
Importância da controladoria na empresa
Importância da controladoria na empresaImportância da controladoria na empresa
Importância da controladoria na empresa
claudineifcc
 
Controladoria sob o_enfoque_da_gestão_econômica_prof_leandro_faccini_16_out2013
Controladoria sob o_enfoque_da_gestão_econômica_prof_leandro_faccini_16_out2013Controladoria sob o_enfoque_da_gestão_econômica_prof_leandro_faccini_16_out2013
Controladoria sob o_enfoque_da_gestão_econômica_prof_leandro_faccini_16_out2013
Leandro Faccini
 
Disciplina controladoria parte_i
Disciplina controladoria parte_iDisciplina controladoria parte_i
Disciplina controladoria parte_i
MarceloJLemos
 
Apresenta o controladoria
Apresenta o controladoriaApresenta o controladoria
Apresenta o controladoria
controladoriacontab
 
Trabalho de controladoria.
Trabalho de controladoria.Trabalho de controladoria.
Trabalho de controladoria.
Ju_moura
 
AMBIENTE DA CONTROLADORIA
AMBIENTE DA CONTROLADORIAAMBIENTE DA CONTROLADORIA
AMBIENTE DA CONTROLADORIA
Aline Maia
 
FMZ Consulting
FMZ ConsultingFMZ Consulting
FMZ Consulting
jmj_monteiro
 
Controladoria na Microempresa
Controladoria na MicroempresaControladoria na Microempresa
Controladoria na Microempresa
Danilo Botelho
 
ARTIGO CIENTÍFICO, O PAPEL DO CONTROLE INTERNO COMO FERRAMENTA PARA EVITAR FR...
ARTIGO CIENTÍFICO, O PAPEL DO CONTROLE INTERNO COMO FERRAMENTA PARA EVITAR FR...ARTIGO CIENTÍFICO, O PAPEL DO CONTROLE INTERNO COMO FERRAMENTA PARA EVITAR FR...
ARTIGO CIENTÍFICO, O PAPEL DO CONTROLE INTERNO COMO FERRAMENTA PARA EVITAR FR...
Ancelma_Lima
 
Recursos Humanos
Recursos HumanosRecursos Humanos
Recursos Humanos
Raniere Emin
 
Controladoria e Prestação de contas
Controladoria e Prestação de contasControladoria e Prestação de contas
Controladoria e Prestação de contas
Michel Freller
 
Controladoria: a ferramenta amiga dos Empreendedores
Controladoria: a ferramenta amiga dos EmpreendedoresControladoria: a ferramenta amiga dos Empreendedores
Controladoria: a ferramenta amiga dos Empreendedores
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Slides parte 4
Slides parte 4Slides parte 4
Slides parte 4
JoaquimOliveiraBapti1
 

Mais procurados (18)

71 slides controladoria e economia parte ii 28 ago 2015
71 slides  controladoria e economia  parte ii  28 ago 201571 slides  controladoria e economia  parte ii  28 ago 2015
71 slides controladoria e economia parte ii 28 ago 2015
 
Slide Sistema De Controle
Slide   Sistema De ControleSlide   Sistema De Controle
Slide Sistema De Controle
 
Apostila de controladoria
Apostila de controladoriaApostila de controladoria
Apostila de controladoria
 
Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)Apostila de controladoria (1)
Apostila de controladoria (1)
 
Aspectos de controladoria
Aspectos de controladoriaAspectos de controladoria
Aspectos de controladoria
 
Importância da controladoria na empresa
Importância da controladoria na empresaImportância da controladoria na empresa
Importância da controladoria na empresa
 
Controladoria sob o_enfoque_da_gestão_econômica_prof_leandro_faccini_16_out2013
Controladoria sob o_enfoque_da_gestão_econômica_prof_leandro_faccini_16_out2013Controladoria sob o_enfoque_da_gestão_econômica_prof_leandro_faccini_16_out2013
Controladoria sob o_enfoque_da_gestão_econômica_prof_leandro_faccini_16_out2013
 
Disciplina controladoria parte_i
Disciplina controladoria parte_iDisciplina controladoria parte_i
Disciplina controladoria parte_i
 
Apresenta o controladoria
Apresenta o controladoriaApresenta o controladoria
Apresenta o controladoria
 
Trabalho de controladoria.
Trabalho de controladoria.Trabalho de controladoria.
Trabalho de controladoria.
 
AMBIENTE DA CONTROLADORIA
AMBIENTE DA CONTROLADORIAAMBIENTE DA CONTROLADORIA
AMBIENTE DA CONTROLADORIA
 
FMZ Consulting
FMZ ConsultingFMZ Consulting
FMZ Consulting
 
Controladoria na Microempresa
Controladoria na MicroempresaControladoria na Microempresa
Controladoria na Microempresa
 
ARTIGO CIENTÍFICO, O PAPEL DO CONTROLE INTERNO COMO FERRAMENTA PARA EVITAR FR...
ARTIGO CIENTÍFICO, O PAPEL DO CONTROLE INTERNO COMO FERRAMENTA PARA EVITAR FR...ARTIGO CIENTÍFICO, O PAPEL DO CONTROLE INTERNO COMO FERRAMENTA PARA EVITAR FR...
ARTIGO CIENTÍFICO, O PAPEL DO CONTROLE INTERNO COMO FERRAMENTA PARA EVITAR FR...
 
Recursos Humanos
Recursos HumanosRecursos Humanos
Recursos Humanos
 
Controladoria e Prestação de contas
Controladoria e Prestação de contasControladoria e Prestação de contas
Controladoria e Prestação de contas
 
Controladoria: a ferramenta amiga dos Empreendedores
Controladoria: a ferramenta amiga dos EmpreendedoresControladoria: a ferramenta amiga dos Empreendedores
Controladoria: a ferramenta amiga dos Empreendedores
 
Slides parte 4
Slides parte 4Slides parte 4
Slides parte 4
 

Semelhante a Artigo atribuições e funções dos gestores de projetos 2013

Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
Wellington Oliveira
 
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
ssuserb259f3
 
Pm bok x prince2
Pm bok x prince2Pm bok x prince2
Pm bok x prince2
Wagner Xantre Tagarro
 
Manual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetosManual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetos
Ilton Prandi
 
Como gerenciar o planejamento de projetos utilizando a abordagem apresentada ...
Como gerenciar o planejamento de projetos utilizando a abordagem apresentada ...Como gerenciar o planejamento de projetos utilizando a abordagem apresentada ...
Como gerenciar o planejamento de projetos utilizando a abordagem apresentada ...
José Vieira
 
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOKGerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Claudio Barbosa
 
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptxpag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
PelotaMECXII
 
Gerência de Projetos
Gerência de ProjetosGerência de Projetos
Gerência de Projetos
Agência ebrand
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
Gilda Almeida Sandes
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
Gilda Almeida Sandes
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetosGerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos
Paulo Junior
 
Gerenciamento de projetos #1
Gerenciamento de projetos   #1Gerenciamento de projetos   #1
Gerenciamento de projetos #1
Claudio Barbosa
 
Processos da Gerencia de Projetos
Processos da Gerencia de ProjetosProcessos da Gerencia de Projetos
Processos da Gerencia de Projetos
Robson Silva Espig
 
Processos da Gerencia de Projetos
Processos da Gerencia de ProjetosProcessos da Gerencia de Projetos
Processos da Gerencia de Projetos
Robson Silva Espig
 
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetosArtigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Flávia Pereira MBA,PMP,Prince2,ICYB,CobiT,CSM e CSPO
 
Artigo gp
Artigo gpArtigo gp
Projetos - Plano de Projeto
Projetos - Plano de ProjetoProjetos - Plano de Projeto
Projetos - Plano de Projeto
Freelancer - Projetos
 
Gestão de projetos em empresas no brasil
Gestão de projetos em empresas no brasilGestão de projetos em empresas no brasil
Gestão de projetos em empresas no brasil
Paulo Junior
 
Metodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectosMetodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectos
Jorge Borges
 
Planejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obrasPlanejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obras
Géssica Florêncio de Souza
 

Semelhante a Artigo atribuições e funções dos gestores de projetos 2013 (20)

Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
 
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
 
Pm bok x prince2
Pm bok x prince2Pm bok x prince2
Pm bok x prince2
 
Manual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetosManual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetos
 
Como gerenciar o planejamento de projetos utilizando a abordagem apresentada ...
Como gerenciar o planejamento de projetos utilizando a abordagem apresentada ...Como gerenciar o planejamento de projetos utilizando a abordagem apresentada ...
Como gerenciar o planejamento de projetos utilizando a abordagem apresentada ...
 
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOKGerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
 
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptxpag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
 
Gerência de Projetos
Gerência de ProjetosGerência de Projetos
Gerência de Projetos
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetosGerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos
 
Gerenciamento de projetos #1
Gerenciamento de projetos   #1Gerenciamento de projetos   #1
Gerenciamento de projetos #1
 
Processos da Gerencia de Projetos
Processos da Gerencia de ProjetosProcessos da Gerencia de Projetos
Processos da Gerencia de Projetos
 
Processos da Gerencia de Projetos
Processos da Gerencia de ProjetosProcessos da Gerencia de Projetos
Processos da Gerencia de Projetos
 
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetosArtigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
 
Artigo gp
Artigo gpArtigo gp
Artigo gp
 
Projetos - Plano de Projeto
Projetos - Plano de ProjetoProjetos - Plano de Projeto
Projetos - Plano de Projeto
 
Gestão de projetos em empresas no brasil
Gestão de projetos em empresas no brasilGestão de projetos em empresas no brasil
Gestão de projetos em empresas no brasil
 
Metodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectosMetodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectos
 
Planejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obrasPlanejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obras
 

Artigo atribuições e funções dos gestores de projetos 2013

  • 1. As atribuições e funções do Gestor de Projetos Atribuição pode ser definida como encargo, obrigação, dever, responsabilidade e função como exercício de atribuições. Nesta perspectiva pode-se pensar na elaboração das atribuições e funções da área de Gestão de Projetos, tendo como referência o Project Management Body of Knowledge (PMBOK), livro que apresenta um conjunto de práticas em gestão de projetos, ou gerenciamento de projetos publicado pelo Project Management Institute e que constitui a base do conhecimento em gerenciamento de projetos do PMI, uma instituição internacional sem fins lucrativos que associa profissionais desta aera do conhecimento. Segundo o Guia de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos – Guia PMBOK (2008), o gerenciamento de projetos é a aplicação de conhecimento, habilidades, ferramentas e técnicas as atividades do projeto a fim de atender aos seus requisitos, agrupados sobretudo em 5 grupos de processos: Iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle e encerramento. Um processo é um conjunto de ações e atividades inter-relacionadas, que são executadas para alcançar um produto, resultado ou serviço pré-definido. Cada processo é caracterizado por suas entradas, as ferramentas e as técnicas que podem ser aplicadas e as saídas resultantes. Assim, o gerente de projetos e suas equipes devem abordar com cuidado cada processo as entradas e saídas que o constituem, além de levar em conta os ativos de processos organizacionais, que fornecem diretrizes e critérios para adaptação dos processos da organização às necessidades especificas do projeto, assim como, os fatores ambientais da organização. Estes processos serão executados pela equipe do projeto e de forma geral podem ser classificados: Os processos de gerenciamento de projetos, garantem o fluxo eficaz do projeto ao longo de sua existência. Esses processos abrangem as ferramentas e técnicas envolvidas na aplicação de habilidades e capacidades descritas nas Áreas do conhecimento. Os processos orientados a produtos, especificam e criam o produto do projeto. Em geral são definidos pelo ciclo de vida do projeto e/ou do produto, e variam de acordo com a área de aplicação. O escopo não pode ser definido sem algum entendimento básico de como criar o produto especificado. Ambos os processos, se sobrepõe e interagem ao longo da vida do projeto. Os processos de gerenciamento de projetos são aplicados globalmente e nos mais variados setores, são considerados uma
  • 2. “boa prática”, ou seja, existe um acordo geral de que a aplicação dos processos de gerenciamento de projetos pode aumentar as chances de sucesso em uma ampla série projetos. Assim, o gerenciamento de projetos é um empreendimento integrado e requer que cada processo de projeto ou produto seja alinhado e conectado de forma apropriada com os outros processos para facilitar a coordenação. Para o PMBOK, o gerenciamento de projetos bem-sucedido inclui gerenciar ativamente essas interações para cumprir os requisitos do patrocinador, do cliente e de outras partes interessadas. Os processos de projeto podem gerar informações para aprimorar o gerenciamento de projetos futuros e este padrão descreve a natureza dos processos de gerenciamento de projetos em termos da integração entre os processos, suas interações e seus objetivos. Os processos de gerenciamento de projetos, são agrupados em cinco categorias, ou grupos de processos, como citado anteriormente, formarão um rede de atividades, que estarão matricialmente conectadas as 9 áreas de conhecimento de gerenciamento: Integração, escopo, tempo, custos, qualidade, recursos humanos, comunicação, riscos, aquisições. Os grupos de processos não são lineares e se retroalimentam ao longo do ciclo de vida e são definidos pelo PMBOK, da seguinte forma: Grupo de processos de iniciação: São realizados para definir um novo projeto ou uma nova fase de um projeto existente através da obtenção de autorização para iniciar o projeto ou fase; Grupo de processos de planejamento: Os processos realizados para definir o escopo do projeto, refinar os objetivos e desenvolver o curso de ação necessário para alcançar os objetivos para os quais o projeto foi criado; Grupo de processos de execução: Os processos realizados para executar o trabalho definido no plano de gerenciamento do projeto para satisfazer as especificações do mesmo; Grupo de processos de monitoramento e controle: Os processos necessários para acompanhar, revisar, regular o progresso e o desempenho do projeto, identificar todas as áreas nas quais serão necessárias mudanças no plano e iniciar as mudanças correspondentes; Grupo de processos de encerramento:
  • 3. Os processos executados para finalizar todas as atividades de todos os grupos de processos, visando encerrar formalmente o projeto ou a fase. Assim, o Gestor de Projetos em linhas gerais tem as seguintes atribuições: – Planeja, Monitora, Analisa e Documenta todas as etapas do projeto em termos processo, resultado, custo e tempo; – Organiza condições para que “as coisas aconteçam”; – Antecipa riscos e se planeja para minimizá-los e monitorá-los; – Comunica-se de forma eficaz com os stakeholders; – Tem a capacidade de negociação e gerenciamento de conflitos (de interesses); – Toma decisões e/ou as direciona para os Sponsors do projeto. Este profissional raramente participa das atividades diretas do projeto que produzem os resultados. Sua função é gerenciar o progresso do empreendimento e através das variáveis (qualidade, custo, prazo e âmbito) verificar seus desvios. Desta forma, seu objetivo geral é proporcionar que as falhas inerentes aos processos sejam minimizadas. Assim a rede de atividades de gestão de projetos, terão as nove áreas de conhecimento em gerenciamento de projetos, nas quais as atribuições e funções serão matriciais aos cinco grupos de processos de gerenciamento (iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle, encerramento). Cada uma das funções descritas em cada um dos cinco grupos de processo (iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle, encerramento), se desdobram em micro processos com entradas, ferramentas e técnicas e saídas, como se verifica na tabela abaixo:
  • 4. Área do conhecimento Atribuições Funções: Processos de Iniciação Funções: Processos de Planejamento Funções: Processos Execução Funções: Processos de Monitoramento e controle Funções: Processos Encerramento Gerenciamento da Integração Elaborar os processos e as atividades que integram os diversos elementos dentro do gerenciamento de projetos. Desenvolver o termo de abertura do projeto. Plano de gerenciament o do projeto. Orientar e gerenciar a execução do projeto. Monitorar e controlar o trabalho da equipe do projeto; Realizar o controle integrado de mudanças. Encerrar o projeto ou fase. Gerenciamento do escopo Elaborar o processo para que o projeto inclua todo o trabalho necessário, e apenas o trabalho necessário, para que seja concluído com sucesso. Planejamento do escopo; Coletar os requisitos; Definição do escopo; Criar EAP – Estrutura Analítica do Projeto (sequência das atividades) – Estruturação do AV. Verificar o escopo; Controlar o escopo; Gerenciamento de tempo Elaborar os processos necessários para gerenciar o término pontual do projeto no prazo correto. Definir as atividades; Sequenciar as atividades; Estimar recursos das atividades; Estimar as durações das atividades; Desenvolver cronograma. Controlar o cronograma. Gerenciamento de custos Acompanhar os processos envolvidos em planejamento, estimativa, orçamentação e controle de custos, de modo que o projeto termine dentro do orçamento aprovado. Construção da proposta orçamentária Acompanham ento da estimativa dos custos; Construção do orçamento; Acompanhament o do controle dos custos; Gerenciamento da qualidade (resultados) Elaborar os processos envolvidos na garantia de que o projeto irá satisfazer os objetivos para os quais foi realizado. Plano de monitorament o de atividades, processos e resultados. Definição dos resultados esperados de transformação e de processos; Aplicação de procedimento s sistemáticos para garantir que o projeto emprega todas as atividades necessárias para atender aos requisitos de qualidade. Realizar o controle da qualidade;
  • 5. Gerenciamento de recursos humanos Acompanhar os processos que organizam e gerenciam a equipe do projeto Planejamento de recursos humanos; Contratação ou mobilização da equipe do projeto; Desenvolvime nto da equipe do projeto (melhoria de competências e interação de membros da equipe para aprimorar o desempenho do projeto); Gerenciament o da equipe do projeto. Gerenciamento das comunicações Elaborar os processos relativos à geração, coleta, disseminação, armazenamen to e destinação final das informações do projeto de forma oportuna e adequada. Identificar as partes interessadas; Planejamento das comunicações ; Distribuir as informações; Gerenciar as expectativas das partes interessadas. Elaborar de relatório de desempenho e comunicação específica voltada para os stakeholders; Gerenciamento de riscos Elaborar os processos de planejamento, identificação, analise planejamento de respostas, monitorament o e controle de riscos de um projeto. Planejar o gerenciament o dos riscos; Identificar os riscos; Realizar análise qualitativa e quantitativa dos riscos; Planejar respostas aos riscos; Monitorar e controlar riscos. Gerenciamento de aquisições Acompanhar os processos que compram ou adquirem produtos ou serviços, processos de gerenciamento de contratos. Planejar aquisições; Conduzir aquisições; Administrar aquisições; Encerrar as aquisições; Referência Bibliográfica: Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos (guia PMBOK). Tradução: Project Management Institute. São Paulo: Saraiva, 2012. MENEZES, Luis César de Moura. Gestão de Projetos. São Paulo: Atlas, 2003. Artigo elaborado por Mauricio Nascimento dos Santos, Cientista Social e Gestor de Projetos na Comunidade Educativa CEDAC desde 2012.