SlideShare uma empresa Scribd logo
Arte na
Pré-História
Arte na
Pré-História
Prof. Arnaldo Martin Szlachta Jr
Arte na Pré História
Pré-História ou Período de hominização
7 milhões 10.000 5.000 3.500
Paleolítico Neolítico I. dos Metais
2 milhões
Primeiros
hominídeos
Homo
habilis
Revolução
Agrícola
Metalurgia Escrita
35.000
Homo
Sapiens
Crânio do Homo Sapiens
Arte - Poder de Abstração
superior
Arte na Pré- História
Os primeiros objetos artísticos não
foram criados para adornar o
corpo ou decorar cavernas, mas
como tentativa de controlar ou
aplacar as forças da natureza. Os
símbolos de animais e de pessoas
tinham significação sobrenatural e
poderes mágicos.
A Pintura Rupestre
As pinturas rupestres foram
encontradas pela primeira vez em
Altamira, na Espanha, foram
encontradas pela primeira vez por
Marcelino Sanz de Sautuola, há
aproximadamente 150 anos. Nesta
época, os acadêmicos consideraram
estas pinturas como fraude.
Produzida nas paredes das cavernas - Rupes = Rochas em latim
Pinturas rupestres em Altamira - Espanha
Pintura
Paleolítico superior -
Desenhos de traços
simples (lembram
desenhos de crianças),
representação de animais.
Essas pinturas possuem
característica naturalista
pois usam e retratam o
meio e entendimento de
posse sobre um local.
Pinturas rupestres australianas
Pintura
Usavam elementos da
natureza para compor suas
pinturas como sangue,
seiva de árvores, carvão.
Pintavam com dedos ou
com plumas e penas.
Rinoceronte pintado em Chauvet, França
Animais pintados na caverna de Chauvet, na França. É possível
perceber uma pintura em perspectiva dos animais, notadamente os
cavalos
Cena na Caverna de Lascaux, França
Arqueólogos em Lascaux, França
Mãos em negativo, presente nas cavernas da Patagônia, Argentina
Detalhe de uma mão em negativo
Pintura
Neolítico - Representações
humanas, presença de
motivos geométricos
Desenhos de traços mais
elaborados (com detalhes
e sombreamento),
representação de ações
de caça
Cena de caça retratada em cavernas de Minas Gerais
Pinturas rupestres que datam do Neolítico, perceba que
retrata homens criando animais , encontrados em Lascaux
(Dordogne).
Pinturas rupestres presentes na Serra da Capivara em São
Raimundo Nonato no Piauí.
Escultura
O homem do período Paleolítico, criou pequenas
esculturas (pequenas mesmo, algumas tinham
apenas 11 cm), na confecção destas que serviam
como “pequenos amuletos”, eles utilizavam ossos,
chifres de animais e principalmente “pedras”.
Estas estatuetas com predominância feminina,
serviam como amuletos de sorte da fertilidade.
Suas formas arredondadas, lembravam o
nascimento e a amamentação.
Vênus de Laussel
Vênus de Willendorf
Essa estatueta feminina é uma das mais antigas figuras humanas conhecidas. Os seios enormes, o
ventre protuberante e a cabeça redonda estilizada, constituem mais um amontoado de esferas do que
uma mulher individualizada. Provavelmente é um amuleto de fertilidade, simbolizando abundância.
Vênus de Lespugne
Vênus de Brassempouy
Monumentos Megalíticos
Monumentos megalíticos são
formações rochosas misteriosas
devidamente arrumadas na natureza
por nossos antepassados durante a
pré-história. São considerados
monumentos pela sua formação,
alguns historiadores consideram
elementos arquitetônicos.
Stonehenge na Inglaterra é um monumento
megalítico do tipo Cromlech
Escultura
Tipos de monumentos megalíticos
Escultura
Menhir
Geralmente uma
rocha solitária
enfiada no solo
Dólmen Cromlech
composição de
rochas que lembra
uma mesa, geralmente
possui 3 apoios no solo
Agrupamento de
rochas, Menhir ou Dólmens
geralmente num formato
circular.
Os Templos de Tarxien situados em Malta, fazem parte dum
complexo megalítico construído apróximadamente em 2800 a. C..
Menhir adornados com formas humanas na Ilha de Páscoa no
Pacífico.
Cabeças desenterradas
Detalhes dos adornos que esses monumentos possuem

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Arte Romana
Arte RomanaArte Romana
Arte Romana
Andrea Dressler
 
Linha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da ArteLinha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da Arte
Jesrayne Nascimento
 
6o. ano - Arte no Egito
6o. ano - Arte no Egito6o. ano - Arte no Egito
6o. ano - Arte no Egito
ArtesElisa
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
Andrea Dressler
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte Rupestre
Mariinazorzi
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Silmara Nogueira
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
Sandro Bottene
 
Arte - Romantismo
Arte - RomantismoArte - Romantismo
Arte - Romantismo
Maiara Giordani
 
Arte Grega - 6º Ano E.F.
Arte Grega - 6º Ano E.F. Arte Grega - 6º Ano E.F.
Arte Grega - 6º Ano E.F.
Antonio Pinto Pereira
 
A arte na mesopotâmia
A arte na mesopotâmiaA arte na mesopotâmia
A arte na mesopotâmia
Daniella Cincoetti
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
Ana Barreiros
 
Neoclassicismo - Arte Neoclássica
Neoclassicismo - Arte NeoclássicaNeoclassicismo - Arte Neoclássica
Neoclassicismo - Arte Neoclássica
Andrea Dressler
 
A Arte na Pré-História
A Arte na Pré-HistóriaA Arte na Pré-História
A Arte na Pré-História
Giorgia Marrone
 
Arte Barroca no Brasil
Arte Barroca no BrasilArte Barroca no Brasil
Arte Barroca no Brasil
Andrea Dressler
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
Anna Caroline
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Jaiza Nobre
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
Rafael Lucas da Silva
 
Arte na idade média
Arte na idade média Arte na idade média
Arte na idade média
Meire Falco
 
Arte na pré história - Pinturas Rupestres
Arte na pré história - Pinturas Rupestres Arte na pré história - Pinturas Rupestres
Arte na pré história - Pinturas Rupestres
TaiFilosofa
 

Mais procurados (20)

Arte Romana
Arte RomanaArte Romana
Arte Romana
 
Linha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da ArteLinha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da Arte
 
6o. ano - Arte no Egito
6o. ano - Arte no Egito6o. ano - Arte no Egito
6o. ano - Arte no Egito
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte Rupestre
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 
Arte - Romantismo
Arte - RomantismoArte - Romantismo
Arte - Romantismo
 
Arte Grega - 6º Ano E.F.
Arte Grega - 6º Ano E.F. Arte Grega - 6º Ano E.F.
Arte Grega - 6º Ano E.F.
 
A arte na mesopotâmia
A arte na mesopotâmiaA arte na mesopotâmia
A arte na mesopotâmia
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
Neoclassicismo - Arte Neoclássica
Neoclassicismo - Arte NeoclássicaNeoclassicismo - Arte Neoclássica
Neoclassicismo - Arte Neoclássica
 
A Arte na Pré-História
A Arte na Pré-HistóriaA Arte na Pré-História
A Arte na Pré-História
 
Arte Barroca no Brasil
Arte Barroca no BrasilArte Barroca no Brasil
Arte Barroca no Brasil
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
 
Arte na idade média
Arte na idade média Arte na idade média
Arte na idade média
 
Arte na pré história - Pinturas Rupestres
Arte na pré história - Pinturas Rupestres Arte na pré história - Pinturas Rupestres
Arte na pré história - Pinturas Rupestres
 

Semelhante a Arte na Pré História

Artes pre-historia-e-m
Artes pre-historia-e-mArtes pre-historia-e-m
Artes pre-historia-e-m
Elianebel
 
Trabalho de artes, Arte Bupreste, Arte Pré Históricas
Trabalho de artes, Arte Bupreste, Arte Pré Históricas Trabalho de artes, Arte Bupreste, Arte Pré Históricas
Trabalho de artes, Arte Bupreste, Arte Pré Históricas
Abdias Silva
 
Arte na Pré-História - simbologia da arte rupestre
Arte na Pré-História - simbologia da arte rupestreArte na Pré-História - simbologia da arte rupestre
Arte na Pré-História - simbologia da arte rupestre
Sheila Soarte
 
Arte do Paleolitico
Arte do PaleoliticoArte do Paleolitico
Arte do Paleolitico
CPH
 
Arte rupestre
Arte rupestreArte rupestre
Arte rupestre
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Arte na pré história
Arte na pré históriaArte na pré história
Arte na pré história
Michelle Maf
 
Arte no paleolítico
Arte no paleolíticoArte no paleolítico
Arte no paleolítico
Rainha Maga
 
Arte pré histórica
Arte pré históricaArte pré histórica
Arte pré histórica
Gliciane S. Aragão
 
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºBEscola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
Priscila Barbosa
 
Arte Pré-Histórica - Apresentação ensino médio
Arte Pré-Histórica - Apresentação ensino médioArte Pré-Histórica - Apresentação ensino médio
Arte Pré-Histórica - Apresentação ensino médio
FernandaKochdeFreita1
 
ARTE RUPESTRE
ARTE RUPESTREARTE RUPESTRE
ARTE RUPESTRE
Allan Lima
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte Rupestre
Antonio Pinto Pereira
 
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
Denise Lugli
 
A arte pré histórica
A arte pré históricaA arte pré histórica
A arte pré histórica
Meire Falco
 
Pré HistóRia
Pré HistóRiaPré HistóRia
Pré HistóRia
guest0b74ed4
 
Pre historia
Pre historiaPre historia
Pre historia
Bruno Bornelli
 
Artes pre-historia para blog
Artes   pre-historia para blogArtes   pre-historia para blog
Artes pre-historia para blog
Over Lane
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
inesbatalha
 
Arte Rupestre às Sombras Chinesas
Arte Rupestre às Sombras ChinesasArte Rupestre às Sombras Chinesas
Arte Rupestre às Sombras Chinesas
inesbatalha
 
Arte Rupestre às Sombras Chinesas
Arte Rupestre às Sombras ChinesasArte Rupestre às Sombras Chinesas
Arte Rupestre às Sombras Chinesas
inesbatalha
 

Semelhante a Arte na Pré História (20)

Artes pre-historia-e-m
Artes pre-historia-e-mArtes pre-historia-e-m
Artes pre-historia-e-m
 
Trabalho de artes, Arte Bupreste, Arte Pré Históricas
Trabalho de artes, Arte Bupreste, Arte Pré Históricas Trabalho de artes, Arte Bupreste, Arte Pré Históricas
Trabalho de artes, Arte Bupreste, Arte Pré Históricas
 
Arte na Pré-História - simbologia da arte rupestre
Arte na Pré-História - simbologia da arte rupestreArte na Pré-História - simbologia da arte rupestre
Arte na Pré-História - simbologia da arte rupestre
 
Arte do Paleolitico
Arte do PaleoliticoArte do Paleolitico
Arte do Paleolitico
 
Arte rupestre
Arte rupestreArte rupestre
Arte rupestre
 
Arte na pré história
Arte na pré históriaArte na pré história
Arte na pré história
 
Arte no paleolítico
Arte no paleolíticoArte no paleolítico
Arte no paleolítico
 
Arte pré histórica
Arte pré históricaArte pré histórica
Arte pré histórica
 
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºBEscola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
 
Arte Pré-Histórica - Apresentação ensino médio
Arte Pré-Histórica - Apresentação ensino médioArte Pré-Histórica - Apresentação ensino médio
Arte Pré-Histórica - Apresentação ensino médio
 
ARTE RUPESTRE
ARTE RUPESTREARTE RUPESTRE
ARTE RUPESTRE
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte Rupestre
 
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
 
A arte pré histórica
A arte pré históricaA arte pré histórica
A arte pré histórica
 
Pré HistóRia
Pré HistóRiaPré HistóRia
Pré HistóRia
 
Pre historia
Pre historiaPre historia
Pre historia
 
Artes pre-historia para blog
Artes   pre-historia para blogArtes   pre-historia para blog
Artes pre-historia para blog
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
 
Arte Rupestre às Sombras Chinesas
Arte Rupestre às Sombras ChinesasArte Rupestre às Sombras Chinesas
Arte Rupestre às Sombras Chinesas
 
Arte Rupestre às Sombras Chinesas
Arte Rupestre às Sombras ChinesasArte Rupestre às Sombras Chinesas
Arte Rupestre às Sombras Chinesas
 

Último

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 

Arte na Pré História

  • 3. Pré-História ou Período de hominização 7 milhões 10.000 5.000 3.500 Paleolítico Neolítico I. dos Metais 2 milhões Primeiros hominídeos Homo habilis Revolução Agrícola Metalurgia Escrita 35.000 Homo Sapiens Crânio do Homo Sapiens Arte - Poder de Abstração superior
  • 4. Arte na Pré- História Os primeiros objetos artísticos não foram criados para adornar o corpo ou decorar cavernas, mas como tentativa de controlar ou aplacar as forças da natureza. Os símbolos de animais e de pessoas tinham significação sobrenatural e poderes mágicos.
  • 5. A Pintura Rupestre As pinturas rupestres foram encontradas pela primeira vez em Altamira, na Espanha, foram encontradas pela primeira vez por Marcelino Sanz de Sautuola, há aproximadamente 150 anos. Nesta época, os acadêmicos consideraram estas pinturas como fraude. Produzida nas paredes das cavernas - Rupes = Rochas em latim Pinturas rupestres em Altamira - Espanha
  • 6. Pintura Paleolítico superior - Desenhos de traços simples (lembram desenhos de crianças), representação de animais. Essas pinturas possuem característica naturalista pois usam e retratam o meio e entendimento de posse sobre um local. Pinturas rupestres australianas
  • 7. Pintura Usavam elementos da natureza para compor suas pinturas como sangue, seiva de árvores, carvão. Pintavam com dedos ou com plumas e penas.
  • 8. Rinoceronte pintado em Chauvet, França
  • 9. Animais pintados na caverna de Chauvet, na França. É possível perceber uma pintura em perspectiva dos animais, notadamente os cavalos
  • 10. Cena na Caverna de Lascaux, França
  • 12. Mãos em negativo, presente nas cavernas da Patagônia, Argentina
  • 13. Detalhe de uma mão em negativo
  • 14. Pintura Neolítico - Representações humanas, presença de motivos geométricos Desenhos de traços mais elaborados (com detalhes e sombreamento), representação de ações de caça Cena de caça retratada em cavernas de Minas Gerais
  • 15. Pinturas rupestres que datam do Neolítico, perceba que retrata homens criando animais , encontrados em Lascaux (Dordogne).
  • 16. Pinturas rupestres presentes na Serra da Capivara em São Raimundo Nonato no Piauí.
  • 17. Escultura O homem do período Paleolítico, criou pequenas esculturas (pequenas mesmo, algumas tinham apenas 11 cm), na confecção destas que serviam como “pequenos amuletos”, eles utilizavam ossos, chifres de animais e principalmente “pedras”. Estas estatuetas com predominância feminina, serviam como amuletos de sorte da fertilidade. Suas formas arredondadas, lembravam o nascimento e a amamentação. Vênus de Laussel
  • 18. Vênus de Willendorf Essa estatueta feminina é uma das mais antigas figuras humanas conhecidas. Os seios enormes, o ventre protuberante e a cabeça redonda estilizada, constituem mais um amontoado de esferas do que uma mulher individualizada. Provavelmente é um amuleto de fertilidade, simbolizando abundância.
  • 21. Monumentos Megalíticos Monumentos megalíticos são formações rochosas misteriosas devidamente arrumadas na natureza por nossos antepassados durante a pré-história. São considerados monumentos pela sua formação, alguns historiadores consideram elementos arquitetônicos. Stonehenge na Inglaterra é um monumento megalítico do tipo Cromlech Escultura
  • 22. Tipos de monumentos megalíticos Escultura Menhir Geralmente uma rocha solitária enfiada no solo Dólmen Cromlech composição de rochas que lembra uma mesa, geralmente possui 3 apoios no solo Agrupamento de rochas, Menhir ou Dólmens geralmente num formato circular.
  • 23. Os Templos de Tarxien situados em Malta, fazem parte dum complexo megalítico construído apróximadamente em 2800 a. C..
  • 24. Menhir adornados com formas humanas na Ilha de Páscoa no Pacífico.
  • 26. Detalhes dos adornos que esses monumentos possuem