SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
1
Arquitetura
Garantia de qualidade e
eficiência na gestão
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
2
Luis Cesar Teodoro
Arquiteto de Soluções na Stefanini
Sou Arquiteto de software, entusiasta DevOPs, especialista plataforma Microsoft por formação(MCSA, MCPD),
Scrum Master por formação (CSM), consultor, palestrante e instrutor. Trabalho com TI há cerca de 15 anos,
gosto muito de documentar e compartilhar o que tenho aprendido. Além disto tudo, sou casado, pai da Laura e
do Mateus. Fique a vontade para entrar em contato :)
Microsoft Certified Solutions Expert: SharePoint
Microsoft Certified Solutions Developer: SharePoint, Web
CSM: Certified ScrumMaster®
Contato: lcteodoro@hotmail.com
Linkedin: https://br.linkedin.com/in/luís-cesar-teodoro-298a6116
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
3
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
4
O que um arquiteto de software faz, ou deveria fazer?
Edificar a arquitetura correta para resolver um problema em questão é apenas uma parte das
responsabilidades dos arquitetos
Eles também devem:
Definir, documentar e comunicar;
Certificar-se que todo mundo está usando-a, e usando corretamente;
Torná-la inteligível pela gestão (no nível de detalhe adequado);
Certificar-se que a modelagem está sendo feita direito, para saber se as qualidades como
o desempenho serão cumpridas;
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
5
Identificar e interagir com as partes interessadas para garantir que as suas necessidades estão
sendo atendidas;
Certificar-se que a arquitetura não é apenas uma diretiva para as operações, mas também para a
implantação e sustentação;
Resolver problemas técnicos;
Gerir a identificação de riscos e estratégias de redução dos riscos associados à arquitetura.
Compreender e planejar os caminhos evolutivos;
Planejar para a inserção de novas tecnologias;
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
6
Então, o que mais você acha que compete ao arquiteto?
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
7
Se reduz o risco, aumenta a qualidade e torna o projeto inteligível a gestão, como
mudar nosso contexto para usufruir desses benefícios?
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
8
Hoje os Arquitetos atuam nos projetos de forma independente.
A gestão não consulta o arquiteto, apenas o aloca para trabalhos
pontuais.
Os arquitetos não sabem os projetos que estão em desenvolvimento
pelas equipes.
Como lição aprendida, temos muitos projetos que fracassaram. (Bosch,
Mondelez, etc)
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
9
Os arquitetos devem ser um Time.
O time acompanha e atua nos projetos.
O time se reunirá uma vez por semana por 30 minutos para:
Compartilhar Skill
Compartilhar problemas nos projetos e soluções
Avaliar novos projetos e ser o apoio técnico dos gestores
Auxiliar os gestores na tomada de decisão
Ser o ponto de apoio das equipes.
Manter a base de conhecimento da empresa.
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
10
Ganhos com o Time:
Projetos mais Assertivos.
Gerentes de projeto com riscos mapeados e inteirados dos reais
desafios do projeto.
Equipes sendo suportadas pelo time, isso traz confiança e aumento da
qualidade.
Redução dos custos do projeto (Retrabalho, qualidade ruim, etc)
Clientes mais satisfeitos com produtos entregues
Clientes mais confiantes com soluções e mais maleáveis a mudanças
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
11
Investimento
Hoje o custo com o time já existe e está diluído em vários projetos e
atividades.
Já possuímos os arquitetos desenvolvendo e atuando em vários
projetos simultâneos.
Será necessário 2 horas semanais dos arquitetos para trabalhos do
time.
- Meia Hora de Reunião por semana.
- Uma hora e meia, destinada a produção de documentos e
análise de cenários e planejamento.
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
12
O que o time necessita atacar?
Planejamento.
- Todos os projetos devem passar pelos arquitetos.
- Todo gerente de projeto tem por obrigação procurar o time
de arquitetura para os riscos serem pontuados pelo time.
O time é eclético, sendo apenas um e formado por arquitetos de
diferentes áreas. (Integração, Solução, Software, Infra, etc.)
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
13
O que o time necessita atacar?
Qualidade
- Todo projeto deve seguir os padrões Corporativos.
- Não importa o tipo de projeto, ele deve seguir o
processo de ALM e deverá ter seu código analisado pelo Sonar.
- Gerentes de Projeto devem participar desse
processo e trabalhar com seu cliente. Podemos ter oportunidades
novas.
- As equipes de dev devem ser suportadas tecnicamente.
- O time deverá apoiar a equipe de teste e auxiliá-la na
automatização dos seus processos com treinamentos e WorkShop.
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
14
Melhoria continua.
Ao final de quatro projetos, poderemos medir o ROI
(Retorno do investimento) da área e o impacto que teve na
gestão como um todo.
O processo não é engessado ele é vivo, e se moldará
conforme as necessidades da corporação. Agregando mais
responsabilidades ao time.
Times eficientes = Maior produtividade = Lucro Maior =
Custo Menor.
“Fazer mais com menos e Melhor.”
Arquitetura
Área de Qualidade.
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
15
“Há três caminhos para o fracasso: não ensinar o que se
sabe, não praticar o que se ensina, e não perguntar o que se
ignora.” São Beda
OBRIGADO!
Luis Cesar Teodoro
Arquiteto de Soluções
lcteodoro@stefanini.com
© 2016 Stefanini Proprietary and Confidential
16
Dream big, work smart,
deliver fast.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Montagem de equipes de software
Montagem de equipes de softwareMontagem de equipes de software
Montagem de equipes de software
Evaldo Barbosa
 
T@rget trust metodologias ágeis - projetos ágeis com scrum - gestão e acomp...
T@rget trust   metodologias ágeis - projetos ágeis com scrum - gestão e acomp...T@rget trust   metodologias ágeis - projetos ágeis com scrum - gestão e acomp...
T@rget trust metodologias ágeis - projetos ágeis com scrum - gestão e acomp...
Targettrust
 

Mais procurados (20)

Scrum Class
Scrum ClassScrum Class
Scrum Class
 
A evolução do ux nas empresas (e como promovê-la)
A evolução do ux nas empresas (e como promovê-la)A evolução do ux nas empresas (e como promovê-la)
A evolução do ux nas empresas (e como promovê-la)
 
Onde Estamos?
Onde Estamos?Onde Estamos?
Onde Estamos?
 
Você tem o mindset do analista de negócios ágil?
Você tem o mindset do analista de negócios ágil?Você tem o mindset do analista de negócios ágil?
Você tem o mindset do analista de negócios ágil?
 
Além do relatório
Além do relatórioAlém do relatório
Além do relatório
 
Agile of Things - Treinamentos em 2016
Agile of Things - Treinamentos em 2016Agile of Things - Treinamentos em 2016
Agile of Things - Treinamentos em 2016
 
Do protótipo ao produto: técnicas que fazem sentido
Do protótipo ao produto: técnicas que fazem sentidoDo protótipo ao produto: técnicas que fazem sentido
Do protótipo ao produto: técnicas que fazem sentido
 
Gerenciamento de Projetos & Startups
Gerenciamento de Projetos & StartupsGerenciamento de Projetos & Startups
Gerenciamento de Projetos & Startups
 
The Developers Conference - TDC 2014 - A adoção do scrum no atendimento ao mo...
The Developers Conference - TDC 2014 - A adoção do scrum no atendimento ao mo...The Developers Conference - TDC 2014 - A adoção do scrum no atendimento ao mo...
The Developers Conference - TDC 2014 - A adoção do scrum no atendimento ao mo...
 
Através do espelho
Através do espelhoAtravés do espelho
Através do espelho
 
Metodologias de Desenvolvimento de Software
Metodologias de Desenvolvimento de SoftwareMetodologias de Desenvolvimento de Software
Metodologias de Desenvolvimento de Software
 
Tdc2013 Inspecionando antes da adoção
Tdc2013 Inspecionando antes da adoçãoTdc2013 Inspecionando antes da adoção
Tdc2013 Inspecionando antes da adoção
 
Montagem de equipes de software
Montagem de equipes de softwareMontagem de equipes de software
Montagem de equipes de software
 
Apresentação 1 205 leandro stok
Apresentação 1   205  leandro stokApresentação 1   205  leandro stok
Apresentação 1 205 leandro stok
 
TDC2016SP - Trilha UX Design
TDC2016SP - Trilha UX DesignTDC2016SP - Trilha UX Design
TDC2016SP - Trilha UX Design
 
TDC São Paulo 2014 - Trilha Agile - A adoção do Scrum no atendimento ao model...
TDC São Paulo 2014 - Trilha Agile - A adoção do Scrum no atendimento ao model...TDC São Paulo 2014 - Trilha Agile - A adoção do Scrum no atendimento ao model...
TDC São Paulo 2014 - Trilha Agile - A adoção do Scrum no atendimento ao model...
 
T@rget trust metodologias ágeis - projetos ágeis com scrum - gestão e acomp...
T@rget trust   metodologias ágeis - projetos ágeis com scrum - gestão e acomp...T@rget trust   metodologias ágeis - projetos ágeis com scrum - gestão e acomp...
T@rget trust metodologias ágeis - projetos ágeis com scrum - gestão e acomp...
 
Dos requisitos à implantação em uma palestra
Dos requisitos à implantação em uma palestraDos requisitos à implantação em uma palestra
Dos requisitos à implantação em uma palestra
 
Apresentação de Serviços em Métodos Ágeis - Hiflex Consultoria
Apresentação de Serviços em Métodos Ágeis - Hiflex ConsultoriaApresentação de Serviços em Métodos Ágeis - Hiflex Consultoria
Apresentação de Serviços em Métodos Ágeis - Hiflex Consultoria
 
O Agile Coach pode (e muitas vezes deve) ser técnico
O Agile Coach pode (e muitas vezes deve) ser técnicoO Agile Coach pode (e muitas vezes deve) ser técnico
O Agile Coach pode (e muitas vezes deve) ser técnico
 

Destaque

The Advisory_Dec2015
The Advisory_Dec2015The Advisory_Dec2015
The Advisory_Dec2015
Jim Tyson
 
乐橙俱乐部
乐橙俱乐部乐橙俱乐部
乐橙俱乐部
522320097
 
Danny residential automation
Danny residential automationDanny residential automation
Danny residential automation
dghpts
 
Bioquimica clasificaion de proteinas
Bioquimica clasificaion de proteinasBioquimica clasificaion de proteinas
Bioquimica clasificaion de proteinas
2731203659
 
Aprendizaje
AprendizajeAprendizaje
Aprendizaje
omijoch
 
Labores hechas a mano/Crafts made by hand
Labores hechas a mano/Crafts made by handLabores hechas a mano/Crafts made by hand
Labores hechas a mano/Crafts made by hand
puntocruzinfantil
 

Destaque (20)

The Advisory_Dec2015
The Advisory_Dec2015The Advisory_Dec2015
The Advisory_Dec2015
 
Colegio tecnico de nazareth
Colegio tecnico de nazarethColegio tecnico de nazareth
Colegio tecnico de nazareth
 
Infiniteinsight
InfiniteinsightInfiniteinsight
Infiniteinsight
 
乐橙俱乐部
乐橙俱乐部乐橙俱乐部
乐橙俱乐部
 
2.05
2.052.05
2.05
 
Quelques conseils professionnels sur decider sur les details essentiels dans ...
Quelques conseils professionnels sur decider sur les details essentiels dans ...Quelques conseils professionnels sur decider sur les details essentiels dans ...
Quelques conseils professionnels sur decider sur les details essentiels dans ...
 
Danny residential automation
Danny residential automationDanny residential automation
Danny residential automation
 
Pres.maplam rev1
Pres.maplam rev1Pres.maplam rev1
Pres.maplam rev1
 
Bioquimica clasificaion de proteinas
Bioquimica clasificaion de proteinasBioquimica clasificaion de proteinas
Bioquimica clasificaion de proteinas
 
Aprendizaje
AprendizajeAprendizaje
Aprendizaje
 
Infinite Concept Scan
Infinite Concept ScanInfinite Concept Scan
Infinite Concept Scan
 
Labores hechas a mano/Crafts made by hand
Labores hechas a mano/Crafts made by handLabores hechas a mano/Crafts made by hand
Labores hechas a mano/Crafts made by hand
 
PTOF IC ComoLago
PTOF IC ComoLagoPTOF IC ComoLago
PTOF IC ComoLago
 
Quality measurement - How to measure the quality of any object?
Quality measurement - How to measure the quality of any object?Quality measurement - How to measure the quality of any object?
Quality measurement - How to measure the quality of any object?
 
patrimonio cultural da cidade de maputo
patrimonio cultural da cidade de maputopatrimonio cultural da cidade de maputo
patrimonio cultural da cidade de maputo
 
Las tic’s gyl
Las tic’s gylLas tic’s gyl
Las tic’s gyl
 
Jdbc
JdbcJdbc
Jdbc
 
Modal verbs can could
Modal verbs can couldModal verbs can could
Modal verbs can could
 
Gibela Africa Rail Presentation 2016
Gibela Africa Rail Presentation 2016Gibela Africa Rail Presentation 2016
Gibela Africa Rail Presentation 2016
 
Working at Modern Niagara
Working at Modern NiagaraWorking at Modern Niagara
Working at Modern Niagara
 

Semelhante a Arquitetura como apoio ao negocio

[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza
[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza
[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza
Coletivo AÇÃO | Criando ambientes colaborativos e criativos
 
Introdução a Modelagem
Introdução a ModelagemIntrodução a Modelagem
Introdução a Modelagem
Rodrigo Branas
 

Semelhante a Arquitetura como apoio ao negocio (20)

Os desafios da Gestão em Projetos Digitais
Os desafios da Gestão em Projetos DigitaisOs desafios da Gestão em Projetos Digitais
Os desafios da Gestão em Projetos Digitais
 
SGEi9 Consultoria em Gestão de Projetos
SGEi9 Consultoria em Gestão de ProjetosSGEi9 Consultoria em Gestão de Projetos
SGEi9 Consultoria em Gestão de Projetos
 
Qualidade no desenvolvimento de softwre
Qualidade no desenvolvimento de softwreQualidade no desenvolvimento de softwre
Qualidade no desenvolvimento de softwre
 
Implantação de um PMO modelo Canvas
Implantação de um PMO modelo CanvasImplantação de um PMO modelo Canvas
Implantação de um PMO modelo Canvas
 
Métodos Ágeis
Métodos ÁgeisMétodos Ágeis
Métodos Ágeis
 
Muita gestão e pouca engenharia, por onde anda o XP?
Muita gestão e pouca engenharia, por onde anda o XP?Muita gestão e pouca engenharia, por onde anda o XP?
Muita gestão e pouca engenharia, por onde anda o XP?
 
Entregando Software com Valor
Entregando Software com ValorEntregando Software com Valor
Entregando Software com Valor
 
Agilidade em projetos de software
Agilidade em projetos de softwareAgilidade em projetos de software
Agilidade em projetos de software
 
Palestra sobre PMO de TI - Encontro BACEN de 2003
Palestra sobre PMO de TI - Encontro BACEN de 2003Palestra sobre PMO de TI - Encontro BACEN de 2003
Palestra sobre PMO de TI - Encontro BACEN de 2003
 
TDC2018SP | Trilha UX Design - Design Operations (DesOps) - mapear o trabalho...
TDC2018SP | Trilha UX Design - Design Operations (DesOps) - mapear o trabalho...TDC2018SP | Trilha UX Design - Design Operations (DesOps) - mapear o trabalho...
TDC2018SP | Trilha UX Design - Design Operations (DesOps) - mapear o trabalho...
 
Palestra papel do desenvolvedor no sucesso da empresa
Palestra papel do desenvolvedor no sucesso da empresaPalestra papel do desenvolvedor no sucesso da empresa
Palestra papel do desenvolvedor no sucesso da empresa
 
Antecipando o sucesso de uma arquitetura de software emergente em times ágeis
Antecipando o sucesso de uma arquitetura de software emergente em times ágeisAntecipando o sucesso de uma arquitetura de software emergente em times ágeis
Antecipando o sucesso de uma arquitetura de software emergente em times ágeis
 
J2DA Consulting
J2DA ConsultingJ2DA Consulting
J2DA Consulting
 
[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza
[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza
[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza
 
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
 
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
 
Produtividade em Desenvolvimento de Software
Produtividade em Desenvolvimento de SoftwareProdutividade em Desenvolvimento de Software
Produtividade em Desenvolvimento de Software
 
Apresentação institucional - J2DA Consulting
Apresentação institucional -  J2DA ConsultingApresentação institucional -  J2DA Consulting
Apresentação institucional - J2DA Consulting
 
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS ProjectPalestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
 
Introdução a Modelagem
Introdução a ModelagemIntrodução a Modelagem
Introdução a Modelagem
 

Arquitetura como apoio ao negocio

  • 1. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 1 Arquitetura Garantia de qualidade e eficiência na gestão
  • 2. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 2 Luis Cesar Teodoro Arquiteto de Soluções na Stefanini Sou Arquiteto de software, entusiasta DevOPs, especialista plataforma Microsoft por formação(MCSA, MCPD), Scrum Master por formação (CSM), consultor, palestrante e instrutor. Trabalho com TI há cerca de 15 anos, gosto muito de documentar e compartilhar o que tenho aprendido. Além disto tudo, sou casado, pai da Laura e do Mateus. Fique a vontade para entrar em contato :) Microsoft Certified Solutions Expert: SharePoint Microsoft Certified Solutions Developer: SharePoint, Web CSM: Certified ScrumMaster® Contato: lcteodoro@hotmail.com Linkedin: https://br.linkedin.com/in/luís-cesar-teodoro-298a6116
  • 3. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 3
  • 4. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 4 O que um arquiteto de software faz, ou deveria fazer? Edificar a arquitetura correta para resolver um problema em questão é apenas uma parte das responsabilidades dos arquitetos Eles também devem: Definir, documentar e comunicar; Certificar-se que todo mundo está usando-a, e usando corretamente; Torná-la inteligível pela gestão (no nível de detalhe adequado); Certificar-se que a modelagem está sendo feita direito, para saber se as qualidades como o desempenho serão cumpridas;
  • 5. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 5 Identificar e interagir com as partes interessadas para garantir que as suas necessidades estão sendo atendidas; Certificar-se que a arquitetura não é apenas uma diretiva para as operações, mas também para a implantação e sustentação; Resolver problemas técnicos; Gerir a identificação de riscos e estratégias de redução dos riscos associados à arquitetura. Compreender e planejar os caminhos evolutivos; Planejar para a inserção de novas tecnologias;
  • 6. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 6 Então, o que mais você acha que compete ao arquiteto?
  • 7. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 7 Se reduz o risco, aumenta a qualidade e torna o projeto inteligível a gestão, como mudar nosso contexto para usufruir desses benefícios?
  • 8. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 8 Hoje os Arquitetos atuam nos projetos de forma independente. A gestão não consulta o arquiteto, apenas o aloca para trabalhos pontuais. Os arquitetos não sabem os projetos que estão em desenvolvimento pelas equipes. Como lição aprendida, temos muitos projetos que fracassaram. (Bosch, Mondelez, etc)
  • 9. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 9 Os arquitetos devem ser um Time. O time acompanha e atua nos projetos. O time se reunirá uma vez por semana por 30 minutos para: Compartilhar Skill Compartilhar problemas nos projetos e soluções Avaliar novos projetos e ser o apoio técnico dos gestores Auxiliar os gestores na tomada de decisão Ser o ponto de apoio das equipes. Manter a base de conhecimento da empresa.
  • 10. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 10 Ganhos com o Time: Projetos mais Assertivos. Gerentes de projeto com riscos mapeados e inteirados dos reais desafios do projeto. Equipes sendo suportadas pelo time, isso traz confiança e aumento da qualidade. Redução dos custos do projeto (Retrabalho, qualidade ruim, etc) Clientes mais satisfeitos com produtos entregues Clientes mais confiantes com soluções e mais maleáveis a mudanças
  • 11. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 11 Investimento Hoje o custo com o time já existe e está diluído em vários projetos e atividades. Já possuímos os arquitetos desenvolvendo e atuando em vários projetos simultâneos. Será necessário 2 horas semanais dos arquitetos para trabalhos do time. - Meia Hora de Reunião por semana. - Uma hora e meia, destinada a produção de documentos e análise de cenários e planejamento.
  • 12. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 12 O que o time necessita atacar? Planejamento. - Todos os projetos devem passar pelos arquitetos. - Todo gerente de projeto tem por obrigação procurar o time de arquitetura para os riscos serem pontuados pelo time. O time é eclético, sendo apenas um e formado por arquitetos de diferentes áreas. (Integração, Solução, Software, Infra, etc.)
  • 13. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 13 O que o time necessita atacar? Qualidade - Todo projeto deve seguir os padrões Corporativos. - Não importa o tipo de projeto, ele deve seguir o processo de ALM e deverá ter seu código analisado pelo Sonar. - Gerentes de Projeto devem participar desse processo e trabalhar com seu cliente. Podemos ter oportunidades novas. - As equipes de dev devem ser suportadas tecnicamente. - O time deverá apoiar a equipe de teste e auxiliá-la na automatização dos seus processos com treinamentos e WorkShop.
  • 14. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 14 Melhoria continua. Ao final de quatro projetos, poderemos medir o ROI (Retorno do investimento) da área e o impacto que teve na gestão como um todo. O processo não é engessado ele é vivo, e se moldará conforme as necessidades da corporação. Agregando mais responsabilidades ao time. Times eficientes = Maior produtividade = Lucro Maior = Custo Menor. “Fazer mais com menos e Melhor.”
  • 15. Arquitetura Área de Qualidade. © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 15 “Há três caminhos para o fracasso: não ensinar o que se sabe, não praticar o que se ensina, e não perguntar o que se ignora.” São Beda
  • 16. OBRIGADO! Luis Cesar Teodoro Arquiteto de Soluções lcteodoro@stefanini.com © 2016 Stefanini Proprietary and Confidential 16 Dream big, work smart, deliver fast.