SlideShare uma empresa Scribd logo
Gênero Épico
GÊNERO ÉPICO (OU GÊNERO NARRATIVO)
É UM GÊNERO LITERÁRIO CONSIDERADO
A MAIS ANTIGA MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA.
O GÊNERO ÉPICO É UMA NARRATIVA EM
VERSOS QUE APRESENTA UM EPISÓDIO
HEROICO DA HISTÓRIA DE UM POVO.
NESSE GÊNERO GERALMENTE HÁ A
PRESENÇA DE FIGURAS FANTASIOSAS.
Gênero Épico
paixões
CONTEÚDO
ações
DRAMÁTICO
FORMA
ÉPICO
comportamentos
MIMESE: Imitação de ações e
comportamentos humanos, de paixões e
forças que nos levam a agir.
• Os gêneros literários se reúnem em
um conjunto de obras que
apresentam características
semelhantes de forma e conteúdo.
• A classificação dos gêneros pode
ser feita de acordo com os critérios
semânticos, sintáticos, fonológicos,
formais, contextuais, entre outros.
Os Gêneros Literários
 Na estrutura épica (epopeias) temos:
ÉPICOS ou EPOPEIAS: longos
poemas narrativos em que um
acontecimento histórico é
protagonizado por um herói e
celebrado em estilo solene,
grandioso.
Numa epopeia o herói é o personagem
principal e quem
desempenha as ações de maior
relevância.
CONCEITO DE HEROI NAS
EPOPEIAS CLÁSSICAS
Costuma encarnar as características de
maior destaque
e valor da sua cultura de origem.
Apresenta as habilidades idealizadas que
lhe permitem realizar grandes feitos.
 Representar seu povo
 Comportamento exemplar
 Estar predestinado a cumprir uma
determinada missão
CARACTERÍSTICAS DO
HEROI
As Epopeias Clássicas Ou
Primárias
Provavelmente, a narrativa mais
antiga de que se
tem notícia é a que conta, em
versos, a história de
Gilgamesh, rei de Uruk, na
Babilônia, que viveu por
volta de 2700 a.C. É também a
primeira epopeia a
narrar os feitos de um herói
pátria. Apesar de disso,
considera-se que as obras
épicas mais importantes
para a literatura ocidental são a
Ilíada e a Odisseia,
que surgiram bem depois, por
volta do século VIII
a.C., cuja autoria é atribuída a
HOMERO
Ilíada
Odisseia
Musa, reconta-me os feitos do herói
astucioso
que muito peregrinou, desde que desfez as
muralhas sagradas de Troia; muitas
cidades dos
homens viajou, conheceu seus costumes,
como
no mar padeceu sofrimentos inúmeros na
alma,
para que a vida salvasse e de seus
companheiros a volta.
HOMERO.Odisseia
Como se trata de um poema longo, a epopeia é
dividida em partes, denominadas cantos.
Proposição Invocação Narração Conclusão
Estrutura – Poema Épico
ABOUT
PRODUCT
Click here to add the text,
04
Subtitle
Click here to add
the text, the text is
the extraction of
your thought
01
Subtitle
Click here to add
the text, the text is
the extraction of
your thought
02
Subtitle
Click here to add
the text, the text is
the extraction of
your thought
03
Subtitle
Click here to add
the text, the text is
the extraction of
your thought
04
点击Subtitle
ADD HERE TO ADD TITLE
02
Subtitle
ADD HERE TO ADD TITLE
04
Click here to add the text, the text is
the extraction of your thought, please
try to explain your point of view as
succinctly as possible.
Thank You
ACCORDING TO YOUR NEED TO DRAW THE TEXT BOX SIZE
TO YOUR NEED TO DRAW THE TEXT BOX SIZE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Narrativas relato-de-viagem
Narrativas relato-de-viagemNarrativas relato-de-viagem
Narrativas relato-de-viagem
Professora Salete Costa
 
Discurso direto, indireto e indireto livre
Discurso direto, indireto e indireto livreDiscurso direto, indireto e indireto livre
Discurso direto, indireto e indireto livre
Caique Fernando Silva Fistarol
 
Crítica, cartoon e crónica
Crítica, cartoon e crónicaCrítica, cartoon e crónica
Crítica, cartoon e crónica
Fernanda Monteiro
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
colveromachado
 
Argumentação
ArgumentaçãoArgumentação
Argumentação
Olivaldo Ferreira
 
Slides sobre reportagem
Slides sobre reportagemSlides sobre reportagem
Slides sobre reportagem
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
Ana Arminda Moreira
 
Romance
RomanceRomance
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
Cláudia Heloísa
 
Crônica jornalística slides
Crônica jornalística slidesCrônica jornalística slides
Crônica jornalística slides
fernandaluzia12
 
Estrutura da Notícia
Estrutura da NotíciaEstrutura da Notícia
Estrutura da Notícia
sextoD
 
Quinhentismo - Literatura de Informação
Quinhentismo - Literatura de InformaçãoQuinhentismo - Literatura de Informação
Quinhentismo - Literatura de Informação
Colégio Santa Luzia
 
Caramuru
CaramuruCaramuru
Caramuru
andreguerra
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
Muna Omran
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Ser poeta é
Ser poeta éSer poeta é
Ser poeta é
Sandra Barbosa
 
Texto normativo
Texto normativoTexto normativo
Texto normativo
Júnior Agostinho
 
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Luis Lacerda
 
Quinhentismo no brasil
Quinhentismo no brasilQuinhentismo no brasil
Quinhentismo no brasil
Hildalene Pinheiro
 
As cantigas de amigo de Martim Codax
As cantigas de amigo de Martim CodaxAs cantigas de amigo de Martim Codax
As cantigas de amigo de Martim Codax
BibliotecaRevoltas
 

Mais procurados (20)

Narrativas relato-de-viagem
Narrativas relato-de-viagemNarrativas relato-de-viagem
Narrativas relato-de-viagem
 
Discurso direto, indireto e indireto livre
Discurso direto, indireto e indireto livreDiscurso direto, indireto e indireto livre
Discurso direto, indireto e indireto livre
 
Crítica, cartoon e crónica
Crítica, cartoon e crónicaCrítica, cartoon e crónica
Crítica, cartoon e crónica
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
 
Argumentação
ArgumentaçãoArgumentação
Argumentação
 
Slides sobre reportagem
Slides sobre reportagemSlides sobre reportagem
Slides sobre reportagem
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Romance
RomanceRomance
Romance
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
 
Crônica jornalística slides
Crônica jornalística slidesCrônica jornalística slides
Crônica jornalística slides
 
Estrutura da Notícia
Estrutura da NotíciaEstrutura da Notícia
Estrutura da Notícia
 
Quinhentismo - Literatura de Informação
Quinhentismo - Literatura de InformaçãoQuinhentismo - Literatura de Informação
Quinhentismo - Literatura de Informação
 
Caramuru
CaramuruCaramuru
Caramuru
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
Ser poeta é
Ser poeta éSer poeta é
Ser poeta é
 
Texto normativo
Texto normativoTexto normativo
Texto normativo
 
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
 
Quinhentismo no brasil
Quinhentismo no brasilQuinhentismo no brasil
Quinhentismo no brasil
 
As cantigas de amigo de Martim Codax
As cantigas de amigo de Martim CodaxAs cantigas de amigo de Martim Codax
As cantigas de amigo de Martim Codax
 

Semelhante a APRESENTAÇÃO_GêneroÉpico_301.pptx

Gênero Épico_APRESENTAÇÃO_301.pptx
Gênero Épico_APRESENTAÇÃO_301.pptxGênero Épico_APRESENTAÇÃO_301.pptx
Gênero Épico_APRESENTAÇÃO_301.pptx
MickSousa1
 
Gênero épico
Gênero épicoGênero épico
Gênero épico
Isabella Neves Silva
 
Slide os gêneros literários
Slide os gêneros literáriosSlide os gêneros literários
Slide os gêneros literários
Jomari
 
Gêneros Literários 2.0
Gêneros Literários 2.0Gêneros Literários 2.0
Gêneros Literários 2.0
José Ricardo Lima
 
Literatura - Gêneros Literários
Literatura - Gêneros LiteráriosLiteratura - Gêneros Literários
Literatura - Gêneros Literários
Miriam Zelmikaitis
 
Heroísmo épico
Heroísmo épicoHeroísmo épico
Heroísmo épico
Val Valença
 
Os Gêneros Literários
Os Gêneros LiteráriosOs Gêneros Literários
Os Gêneros Literários
7 de Setembro
 
Slide generos literarios
Slide generos literariosSlide generos literarios
Slide generos literarios
estudosacademicospedag
 
O Gênero Épico - Poesia
O Gênero Épico - Poesia O Gênero Épico - Poesia
O Gênero Épico - Poesia
Awmergin O Bardo
 
Ativ 2 8_rosanafaustino
Ativ 2 8_rosanafaustinoAtiv 2 8_rosanafaustino
Ativ 2 8_rosanafaustino
Rosana Faustino
 
Imaginário e matérias
Imaginário e matériasImaginário e matérias
Imaginário e matérias
joaquim Araújo
 
Resumão gêneros literários.pptx
Resumão gêneros literários.pptxResumão gêneros literários.pptx
Resumão gêneros literários.pptx
ssuser36fc8b
 
Epopeia.pptx
Epopeia.pptxEpopeia.pptx
Epopeia.pptx
GabrielaLares2
 
Gêneros textuais x Gêneros Literários-0K.pptx
Gêneros textuais x Gêneros Literários-0K.pptxGêneros textuais x Gêneros Literários-0K.pptx
Gêneros textuais x Gêneros Literários-0K.pptx
TainMavys1
 
Gêneros Literários
Gêneros LiteráriosGêneros Literários
Gêneros Literários
Ivana Mayrink
 
21032023085321Gêneros Literários Completo.ppt
21032023085321Gêneros Literários Completo.ppt21032023085321Gêneros Literários Completo.ppt
21032023085321Gêneros Literários Completo.ppt
lluiscarlosdassilva
 
21032023085321Gêneros Literários Completo (1).ppt
21032023085321Gêneros Literários Completo (1).ppt21032023085321Gêneros Literários Completo (1).ppt
21032023085321Gêneros Literários Completo (1).ppt
CAMILADELMONDES3
 
Gêneros Literários Completo com exercícios
Gêneros Literários Completo com exercíciosGêneros Literários Completo com exercícios
Gêneros Literários Completo com exercícios
MaiteFerreira4
 
Gêneros Literários
Gêneros LiteráriosGêneros Literários
Gêneros Literários
Laboratório de Informática
 
Gêneros Literários - Professora Lizandra
Gêneros Literários - Professora LizandraGêneros Literários - Professora Lizandra
Gêneros Literários - Professora Lizandra
Laboratório de Informática
 

Semelhante a APRESENTAÇÃO_GêneroÉpico_301.pptx (20)

Gênero Épico_APRESENTAÇÃO_301.pptx
Gênero Épico_APRESENTAÇÃO_301.pptxGênero Épico_APRESENTAÇÃO_301.pptx
Gênero Épico_APRESENTAÇÃO_301.pptx
 
Gênero épico
Gênero épicoGênero épico
Gênero épico
 
Slide os gêneros literários
Slide os gêneros literáriosSlide os gêneros literários
Slide os gêneros literários
 
Gêneros Literários 2.0
Gêneros Literários 2.0Gêneros Literários 2.0
Gêneros Literários 2.0
 
Literatura - Gêneros Literários
Literatura - Gêneros LiteráriosLiteratura - Gêneros Literários
Literatura - Gêneros Literários
 
Heroísmo épico
Heroísmo épicoHeroísmo épico
Heroísmo épico
 
Os Gêneros Literários
Os Gêneros LiteráriosOs Gêneros Literários
Os Gêneros Literários
 
Slide generos literarios
Slide generos literariosSlide generos literarios
Slide generos literarios
 
O Gênero Épico - Poesia
O Gênero Épico - Poesia O Gênero Épico - Poesia
O Gênero Épico - Poesia
 
Ativ 2 8_rosanafaustino
Ativ 2 8_rosanafaustinoAtiv 2 8_rosanafaustino
Ativ 2 8_rosanafaustino
 
Imaginário e matérias
Imaginário e matériasImaginário e matérias
Imaginário e matérias
 
Resumão gêneros literários.pptx
Resumão gêneros literários.pptxResumão gêneros literários.pptx
Resumão gêneros literários.pptx
 
Epopeia.pptx
Epopeia.pptxEpopeia.pptx
Epopeia.pptx
 
Gêneros textuais x Gêneros Literários-0K.pptx
Gêneros textuais x Gêneros Literários-0K.pptxGêneros textuais x Gêneros Literários-0K.pptx
Gêneros textuais x Gêneros Literários-0K.pptx
 
Gêneros Literários
Gêneros LiteráriosGêneros Literários
Gêneros Literários
 
21032023085321Gêneros Literários Completo.ppt
21032023085321Gêneros Literários Completo.ppt21032023085321Gêneros Literários Completo.ppt
21032023085321Gêneros Literários Completo.ppt
 
21032023085321Gêneros Literários Completo (1).ppt
21032023085321Gêneros Literários Completo (1).ppt21032023085321Gêneros Literários Completo (1).ppt
21032023085321Gêneros Literários Completo (1).ppt
 
Gêneros Literários Completo com exercícios
Gêneros Literários Completo com exercíciosGêneros Literários Completo com exercícios
Gêneros Literários Completo com exercícios
 
Gêneros Literários
Gêneros LiteráriosGêneros Literários
Gêneros Literários
 
Gêneros Literários - Professora Lizandra
Gêneros Literários - Professora LizandraGêneros Literários - Professora Lizandra
Gêneros Literários - Professora Lizandra
 

Mais de MickSousa1

APRESENTAÇÕES(RABIT).pptx
APRESENTAÇÕES(RABIT).pptxAPRESENTAÇÕES(RABIT).pptx
APRESENTAÇÕES(RABIT).pptx
MickSousa1
 
Modelos De Slidessssss.pptx
Modelos De Slidessssss.pptxModelos De Slidessssss.pptx
Modelos De Slidessssss.pptx
MickSousa1
 
INGLÊS
INGLÊS INGLÊS
INGLÊS
MickSousa1
 
APRESENTAÇÃO_Quinhentismo.pptx
APRESENTAÇÃO_Quinhentismo.pptxAPRESENTAÇÃO_Quinhentismo.pptx
APRESENTAÇÃO_Quinhentismo.pptx
MickSousa1
 
Reportagemm.pptx
Reportagemm.pptxReportagemm.pptx
Reportagemm.pptx
MickSousa1
 
gêneros textuais .pptx
gêneros textuais .pptxgêneros textuais .pptx
gêneros textuais .pptx
MickSousa1
 
Coerência e Coesão (Aula-1°Ano).pptx
Coerência e Coesão (Aula-1°Ano).pptxCoerência e Coesão (Aula-1°Ano).pptx
Coerência e Coesão (Aula-1°Ano).pptx
MickSousa1
 

Mais de MickSousa1 (7)

APRESENTAÇÕES(RABIT).pptx
APRESENTAÇÕES(RABIT).pptxAPRESENTAÇÕES(RABIT).pptx
APRESENTAÇÕES(RABIT).pptx
 
Modelos De Slidessssss.pptx
Modelos De Slidessssss.pptxModelos De Slidessssss.pptx
Modelos De Slidessssss.pptx
 
INGLÊS
INGLÊS INGLÊS
INGLÊS
 
APRESENTAÇÃO_Quinhentismo.pptx
APRESENTAÇÃO_Quinhentismo.pptxAPRESENTAÇÃO_Quinhentismo.pptx
APRESENTAÇÃO_Quinhentismo.pptx
 
Reportagemm.pptx
Reportagemm.pptxReportagemm.pptx
Reportagemm.pptx
 
gêneros textuais .pptx
gêneros textuais .pptxgêneros textuais .pptx
gêneros textuais .pptx
 
Coerência e Coesão (Aula-1°Ano).pptx
Coerência e Coesão (Aula-1°Ano).pptxCoerência e Coesão (Aula-1°Ano).pptx
Coerência e Coesão (Aula-1°Ano).pptx
 

Último

Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 

Último (20)

Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 

APRESENTAÇÃO_GêneroÉpico_301.pptx

  • 2. GÊNERO ÉPICO (OU GÊNERO NARRATIVO) É UM GÊNERO LITERÁRIO CONSIDERADO A MAIS ANTIGA MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA. O GÊNERO ÉPICO É UMA NARRATIVA EM VERSOS QUE APRESENTA UM EPISÓDIO HEROICO DA HISTÓRIA DE UM POVO. NESSE GÊNERO GERALMENTE HÁ A PRESENÇA DE FIGURAS FANTASIOSAS. Gênero Épico
  • 3. paixões CONTEÚDO ações DRAMÁTICO FORMA ÉPICO comportamentos MIMESE: Imitação de ações e comportamentos humanos, de paixões e forças que nos levam a agir.
  • 4. • Os gêneros literários se reúnem em um conjunto de obras que apresentam características semelhantes de forma e conteúdo. • A classificação dos gêneros pode ser feita de acordo com os critérios semânticos, sintáticos, fonológicos, formais, contextuais, entre outros. Os Gêneros Literários
  • 5.  Na estrutura épica (epopeias) temos: ÉPICOS ou EPOPEIAS: longos poemas narrativos em que um acontecimento histórico é protagonizado por um herói e celebrado em estilo solene, grandioso.
  • 6. Numa epopeia o herói é o personagem principal e quem desempenha as ações de maior relevância. CONCEITO DE HEROI NAS EPOPEIAS CLÁSSICAS Costuma encarnar as características de maior destaque e valor da sua cultura de origem. Apresenta as habilidades idealizadas que lhe permitem realizar grandes feitos.
  • 7.  Representar seu povo  Comportamento exemplar  Estar predestinado a cumprir uma determinada missão CARACTERÍSTICAS DO HEROI
  • 8. As Epopeias Clássicas Ou Primárias Provavelmente, a narrativa mais antiga de que se tem notícia é a que conta, em versos, a história de Gilgamesh, rei de Uruk, na Babilônia, que viveu por volta de 2700 a.C. É também a primeira epopeia a narrar os feitos de um herói pátria. Apesar de disso, considera-se que as obras épicas mais importantes para a literatura ocidental são a Ilíada e a Odisseia, que surgiram bem depois, por volta do século VIII a.C., cuja autoria é atribuída a
  • 10. Musa, reconta-me os feitos do herói astucioso que muito peregrinou, desde que desfez as muralhas sagradas de Troia; muitas cidades dos homens viajou, conheceu seus costumes, como no mar padeceu sofrimentos inúmeros na alma, para que a vida salvasse e de seus companheiros a volta. HOMERO.Odisseia
  • 11. Como se trata de um poema longo, a epopeia é dividida em partes, denominadas cantos. Proposição Invocação Narração Conclusão Estrutura – Poema Épico
  • 12. ABOUT PRODUCT Click here to add the text, 04
  • 13. Subtitle Click here to add the text, the text is the extraction of your thought 01 Subtitle Click here to add the text, the text is the extraction of your thought 02 Subtitle Click here to add the text, the text is the extraction of your thought 03 Subtitle Click here to add the text, the text is the extraction of your thought 04 点击Subtitle ADD HERE TO ADD TITLE 02
  • 14. Subtitle ADD HERE TO ADD TITLE 04 Click here to add the text, the text is the extraction of your thought, please try to explain your point of view as succinctly as possible.
  • 15. Thank You ACCORDING TO YOUR NEED TO DRAW THE TEXT BOX SIZE TO YOUR NEED TO DRAW THE TEXT BOX SIZE