SlideShare uma empresa Scribd logo
Data(s): 18,19 e 20/11/2015
Local: Regional 1 – Porto Velho
N° participantes: 04
Posicionar a imagem
Posicionar a imagem
neste espaço,
dimensionando ao
quadrado.
Posicionar a imagem
neste espaço,
dimensionando ao
quadrado.
Empresa responsável pela informação: HOPE
FLEXAL PORTO VELHO
Descrição resumida: Nos dias 18, 19 e 20 de novembro com o objetivo de estabelecer ações
imediatas de segurança do procedimento aplicado nas atividades de roçada mecanizada com o
uso de roçadeira o Eng. do Trabalho Jussiê e o Tec. Segurança Juliano realizaram inspeções em
toda a área da regional 1 observando condições de riscos para adotar medidas de controle
administrativa, coletiva e individual.
PIRAQUEASSU ESTAÇÃO PEDRO NOLASCO
Data(s): 18,19 e 20/11/2015
Local: Regional 1 – Porto Velho
N° participantes: 04
Empresa responsável pela informação: HOPE
Foram acrescentado no Procedimento o item: Instruções Técnicas
Atividade de roçada mecanizada em áreas externas
• Para as atividades de roçada mecanizada realizadas próximo á estacionamentos e edificações
prediais do estabelecimento o supervisor da HOPE comunicará formalmente para o fiscal
responsável da VALE com no mínimo 24h o local e hora de inicio da atividade.
• O fiscal da VALE manterá informado com aproximadamente 24h formalmente o responsável pela
área onde a atividade será realizada para não permitir veículos estacionados em raio de 15m*,
pois podem ser lançados objetos pela ferramenta de corte causando danos materiais.
Data(s): 18,19 e 20/11/2015
Local: Regional 1 – Porto Velho
N° participantes: 04
Empresa responsável pela informação: HOPE
• Empregado HOPE ao chegar no local da realização da atividade se verificado presença de algum
veículo estacionado em um raio de distância menor do que 15m* deve procurar o responsável pela
área e solicitar a retirada desse, não sendo possível, informará ao seu encarregado para verificar a
possibilidade de outras medidas de controle conforme a avaliação do ambiente onde se executa a
atividade, devendo esta não ser executada sem a adoção de medidas de controle para evitar
danos materiais.
• Não permitir trânsito de pessoas em um raio de 15m* pois podem ser lançados objetos pela
ferramenta de corte.
*15m(distância de segurança estabelecida conforme manual do fabricante)
Data(s): 18,19 e 20/11/2015
Local: Regional 1 – Porto Velho
N° participantes: 04
Empresa responsável pela informação: HOPE
Instalação de Telas de Proteção
A Tela de Proteção deve ser colocada próximo ao local onde a atividade de roçada mecanizada
será realizada de forma que impeça que pedras e outros objetos sejam projetados podendo
ocasionar danos materiais ou pessoais.
Preferencialmente deve ser colocada de maneira que crie um cercado em toda a área, não
sendo possível deve ser cercado o lado que houver maior possibilidade de projeção, uma vez
que a roçadeira tende a projetar para frente e laterais.
A mudança da tela de proteção deve ser efetuada todas as vezes que o espaço roçado estiver
pronto de forma dinâmica com o apoio dos demais da equipe de trabalho, sendo transferido
para isolar a área onde será continuada a atividade de roçada mecanizada programada.
Data(s): 18,19 e 20/11/2015
Local: Regional 1 – Porto Velho
N° participantes: 04
Empresa responsável pela informação: HOPE
Caso a tela de proteção determinada seja fixa essa deve ser trocada de lugar da mesma forma
como a tela em rodas.
A instalação da tela fixa é feita através de fixação das hastes de ferro (vergalhão) com uso de
ferramenta apropriada e EPI, sendo envolvido nas hastes a tela, presa com presilhas de
plástico.
É vetado a realização de roçada em qualquer local sem uso da tela de proteção de forma eficaz
conforme descrito nesse procedimento.
Data(s): 18,19 e 20/11/2015
Local: Regional 1 – Porto Velho
N° participantes: 04
Empresa responsável pela informação: HOPE
Realização de Treinamento Prático
Posicionar a imagem
Posicionar a imagem
neste espaço,
dimensionando ao
quadrado.
Posicionar a imagem
neste espaço,
dimensionando ao
quadrado.
Treinamento Prático do PROTreinamento Prático do PRO Treinamento Prático do PRO Treinamento Prático do PRO
Data(s): 18,19 e 20/11/2015
Local: Regional 1 – Porto Velho
N° participantes: 04
Empresa responsável pela informação: HOPE
Aconteceu o DC de Oportunidade no dia 20/11 ás 14h no pátio Porto Velho tendo como
observador o Eng. de Seg. Jussiê e o Tec. de Seg. Juliano onde foram observados o processo de
roçada mecanizada em áreas externas próximo ao estacionamento. Avaliou-se que a equipe
estava com o comportamento em todas as categorias considerado SEGURO, sendo também a
percepção de risco e atitude segura dos observados consideradas ÓTIMA.
Posicionar a imagem
Posicionar a imagem
neste espaço,
dimensionando ao
quadrado.
Posicionar a imagem
neste espaço,
dimensionando ao
quadrado.
Roçada mecanizada em áreas
externas com uso de tela de
proteção
Roçada mecanizada em áreas
externas com uso de tela de
proteção
Roçada mecanizada em áreas
externas com uso de tela de
proteção
Roçada mecanizada em áreas
externas com uso de tela de
proteção

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Álgebra de Boole(IFBA-1 ano de eletrônica)
Álgebra de Boole(IFBA-1 ano de eletrônica)Álgebra de Boole(IFBA-1 ano de eletrônica)
Álgebra de Boole(IFBA-1 ano de eletrônica)
André Vianna
 
IEEE ομιλία_τελικό
IEEE ομιλία_τελικόIEEE ομιλία_τελικό
IEEE ομιλία_τελικό
Spiros Louvros
 
tarun resume IT
tarun resume ITtarun resume IT
tarun resume IT
Tarunkumar Sreenivasan
 
Normas de higiene_segurana_e_ambiente
Normas de higiene_segurana_e_ambienteNormas de higiene_segurana_e_ambiente
Normas de higiene_segurana_e_ambiente
Pelo Siro
 
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
Jussiê Pereira da Silva
 
Talent Management - Aligning Implementation with Your Organization’s Needs
Talent Management - Aligning Implementation with Your Organization’s NeedsTalent Management - Aligning Implementation with Your Organization’s Needs
Talent Management - Aligning Implementation with Your Organization’s Needs
Cornerstone OnDemand
 
Recruiting & Onboarding First Looks - Oct. 16
Recruiting & Onboarding First Looks - Oct. 16Recruiting & Onboarding First Looks - Oct. 16
Recruiting & Onboarding First Looks - Oct. 16
Cornerstone OnDemand
 
Catalogo rocadeira triflex_f350
Catalogo rocadeira triflex_f350Catalogo rocadeira triflex_f350
Catalogo rocadeira triflex_f350
Catalogo Fácil Agro Mecânica Tatuí
 
Workshop NR 12 FIESP - outubro 2013
Workshop NR 12 FIESP - outubro 2013Workshop NR 12 FIESP - outubro 2013
Workshop NR 12 FIESP - outubro 2013
CIESP Oeste
 
Portfolio - Limpeza Automotiva
Portfolio - Limpeza AutomotivaPortfolio - Limpeza Automotiva
Portfolio - Limpeza Automotiva
itrade Brazil
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher!
08 de março - Dia Internacional da Mulher!08 de março - Dia Internacional da Mulher!
08 de março - Dia Internacional da Mulher!
DesignCRV • Graphic Designer
 
08 de março dia internacional da mulheres
08 de março  dia internacional da mulheres08 de março  dia internacional da mulheres
08 de março dia internacional da mulheres
Lina Carlini
 
Apostila roçadeira
Apostila roçadeiraApostila roçadeira
Apostila roçadeira
claudioagroecologia
 
Ast s-it0020 - it porta paletes eléctrico
Ast s-it0020 - it porta paletes eléctricoAst s-it0020 - it porta paletes eléctrico
Ast s-it0020 - it porta paletes eléctrico
Borsalin
 

Destaque (14)

Álgebra de Boole(IFBA-1 ano de eletrônica)
Álgebra de Boole(IFBA-1 ano de eletrônica)Álgebra de Boole(IFBA-1 ano de eletrônica)
Álgebra de Boole(IFBA-1 ano de eletrônica)
 
IEEE ομιλία_τελικό
IEEE ομιλία_τελικόIEEE ομιλία_τελικό
IEEE ομιλία_τελικό
 
tarun resume IT
tarun resume ITtarun resume IT
tarun resume IT
 
Normas de higiene_segurana_e_ambiente
Normas de higiene_segurana_e_ambienteNormas de higiene_segurana_e_ambiente
Normas de higiene_segurana_e_ambiente
 
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
 
Talent Management - Aligning Implementation with Your Organization’s Needs
Talent Management - Aligning Implementation with Your Organization’s NeedsTalent Management - Aligning Implementation with Your Organization’s Needs
Talent Management - Aligning Implementation with Your Organization’s Needs
 
Recruiting & Onboarding First Looks - Oct. 16
Recruiting & Onboarding First Looks - Oct. 16Recruiting & Onboarding First Looks - Oct. 16
Recruiting & Onboarding First Looks - Oct. 16
 
Catalogo rocadeira triflex_f350
Catalogo rocadeira triflex_f350Catalogo rocadeira triflex_f350
Catalogo rocadeira triflex_f350
 
Workshop NR 12 FIESP - outubro 2013
Workshop NR 12 FIESP - outubro 2013Workshop NR 12 FIESP - outubro 2013
Workshop NR 12 FIESP - outubro 2013
 
Portfolio - Limpeza Automotiva
Portfolio - Limpeza AutomotivaPortfolio - Limpeza Automotiva
Portfolio - Limpeza Automotiva
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher!
08 de março - Dia Internacional da Mulher!08 de março - Dia Internacional da Mulher!
08 de março - Dia Internacional da Mulher!
 
08 de março dia internacional da mulheres
08 de março  dia internacional da mulheres08 de março  dia internacional da mulheres
08 de março dia internacional da mulheres
 
Apostila roçadeira
Apostila roçadeiraApostila roçadeira
Apostila roçadeira
 
Ast s-it0020 - it porta paletes eléctrico
Ast s-it0020 - it porta paletes eléctricoAst s-it0020 - it porta paletes eléctrico
Ast s-it0020 - it porta paletes eléctrico
 

Mais de Jussiê Pereira da Silva

FISPQ Esmalte Sintético Coralit
FISPQ Esmalte Sintético CoralitFISPQ Esmalte Sintético Coralit
FISPQ Esmalte Sintético Coralit
Jussiê Pereira da Silva
 
FISPQ Esmalte Sintético Lukscolor
FISPQ Esmalte Sintético LukscolorFISPQ Esmalte Sintético Lukscolor
FISPQ Esmalte Sintético Lukscolor
Jussiê Pereira da Silva
 
Portaria seprt-n.-1359-altera-anexo-3---nr-15-e-inclui-anexo-3-na-nr-9--calor
Portaria seprt-n.-1359-altera-anexo-3---nr-15-e-inclui-anexo-3-na-nr-9--calorPortaria seprt-n.-1359-altera-anexo-3---nr-15-e-inclui-anexo-3-na-nr-9--calor
Portaria seprt-n.-1359-altera-anexo-3---nr-15-e-inclui-anexo-3-na-nr-9--calor
Jussiê Pereira da Silva
 
Nota Técnica
Nota TécnicaNota Técnica
Apresentação Laudo de Insalubridade e Periculosidade
Apresentação Laudo de Insalubridade e PericulosidadeApresentação Laudo de Insalubridade e Periculosidade
Apresentação Laudo de Insalubridade e Periculosidade
Jussiê Pereira da Silva
 
PRO 011_PROCEDIMENTO DE IRRIGAÇÃO DE GRAMAS E JARDINS COM CAMINHÃO PIPA_REV 04
PRO 011_PROCEDIMENTO DE IRRIGAÇÃO DE GRAMAS E JARDINS COM CAMINHÃO PIPA_REV 04PRO 011_PROCEDIMENTO DE IRRIGAÇÃO DE GRAMAS E JARDINS COM CAMINHÃO PIPA_REV 04
PRO 011_PROCEDIMENTO DE IRRIGAÇÃO DE GRAMAS E JARDINS COM CAMINHÃO PIPA_REV 04
Jussiê Pereira da Silva
 
PRO 007_CONDUÇÃO DE VEÍCULOS LEVES Rev.03
PRO 007_CONDUÇÃO DE VEÍCULOS LEVES Rev.03PRO 007_CONDUÇÃO DE VEÍCULOS LEVES Rev.03
PRO 007_CONDUÇÃO DE VEÍCULOS LEVES Rev.03
Jussiê Pereira da Silva
 
sipat
sipatsipat
Procedimentos de Sinalização e Escoramentos em Obras de
Procedimentos de Sinalização e Escoramentos em Obras deProcedimentos de Sinalização e Escoramentos em Obras de
Procedimentos de Sinalização e Escoramentos em Obras de
Jussiê Pereira da Silva
 
Sinalização em Obras de Saneamento
Sinalização em Obras de SaneamentoSinalização em Obras de Saneamento
Sinalização em Obras de Saneamento
Jussiê Pereira da Silva
 

Mais de Jussiê Pereira da Silva (10)

FISPQ Esmalte Sintético Coralit
FISPQ Esmalte Sintético CoralitFISPQ Esmalte Sintético Coralit
FISPQ Esmalte Sintético Coralit
 
FISPQ Esmalte Sintético Lukscolor
FISPQ Esmalte Sintético LukscolorFISPQ Esmalte Sintético Lukscolor
FISPQ Esmalte Sintético Lukscolor
 
Portaria seprt-n.-1359-altera-anexo-3---nr-15-e-inclui-anexo-3-na-nr-9--calor
Portaria seprt-n.-1359-altera-anexo-3---nr-15-e-inclui-anexo-3-na-nr-9--calorPortaria seprt-n.-1359-altera-anexo-3---nr-15-e-inclui-anexo-3-na-nr-9--calor
Portaria seprt-n.-1359-altera-anexo-3---nr-15-e-inclui-anexo-3-na-nr-9--calor
 
Nota Técnica
Nota TécnicaNota Técnica
Nota Técnica
 
Apresentação Laudo de Insalubridade e Periculosidade
Apresentação Laudo de Insalubridade e PericulosidadeApresentação Laudo de Insalubridade e Periculosidade
Apresentação Laudo de Insalubridade e Periculosidade
 
PRO 011_PROCEDIMENTO DE IRRIGAÇÃO DE GRAMAS E JARDINS COM CAMINHÃO PIPA_REV 04
PRO 011_PROCEDIMENTO DE IRRIGAÇÃO DE GRAMAS E JARDINS COM CAMINHÃO PIPA_REV 04PRO 011_PROCEDIMENTO DE IRRIGAÇÃO DE GRAMAS E JARDINS COM CAMINHÃO PIPA_REV 04
PRO 011_PROCEDIMENTO DE IRRIGAÇÃO DE GRAMAS E JARDINS COM CAMINHÃO PIPA_REV 04
 
PRO 007_CONDUÇÃO DE VEÍCULOS LEVES Rev.03
PRO 007_CONDUÇÃO DE VEÍCULOS LEVES Rev.03PRO 007_CONDUÇÃO DE VEÍCULOS LEVES Rev.03
PRO 007_CONDUÇÃO DE VEÍCULOS LEVES Rev.03
 
sipat
sipatsipat
sipat
 
Procedimentos de Sinalização e Escoramentos em Obras de
Procedimentos de Sinalização e Escoramentos em Obras deProcedimentos de Sinalização e Escoramentos em Obras de
Procedimentos de Sinalização e Escoramentos em Obras de
 
Sinalização em Obras de Saneamento
Sinalização em Obras de SaneamentoSinalização em Obras de Saneamento
Sinalização em Obras de Saneamento
 

Apresentação_Ações Incidente material_

  • 1. Data(s): 18,19 e 20/11/2015 Local: Regional 1 – Porto Velho N° participantes: 04 Posicionar a imagem Posicionar a imagem neste espaço, dimensionando ao quadrado. Posicionar a imagem neste espaço, dimensionando ao quadrado. Empresa responsável pela informação: HOPE FLEXAL PORTO VELHO Descrição resumida: Nos dias 18, 19 e 20 de novembro com o objetivo de estabelecer ações imediatas de segurança do procedimento aplicado nas atividades de roçada mecanizada com o uso de roçadeira o Eng. do Trabalho Jussiê e o Tec. Segurança Juliano realizaram inspeções em toda a área da regional 1 observando condições de riscos para adotar medidas de controle administrativa, coletiva e individual. PIRAQUEASSU ESTAÇÃO PEDRO NOLASCO
  • 2. Data(s): 18,19 e 20/11/2015 Local: Regional 1 – Porto Velho N° participantes: 04 Empresa responsável pela informação: HOPE Foram acrescentado no Procedimento o item: Instruções Técnicas Atividade de roçada mecanizada em áreas externas • Para as atividades de roçada mecanizada realizadas próximo á estacionamentos e edificações prediais do estabelecimento o supervisor da HOPE comunicará formalmente para o fiscal responsável da VALE com no mínimo 24h o local e hora de inicio da atividade. • O fiscal da VALE manterá informado com aproximadamente 24h formalmente o responsável pela área onde a atividade será realizada para não permitir veículos estacionados em raio de 15m*, pois podem ser lançados objetos pela ferramenta de corte causando danos materiais.
  • 3. Data(s): 18,19 e 20/11/2015 Local: Regional 1 – Porto Velho N° participantes: 04 Empresa responsável pela informação: HOPE • Empregado HOPE ao chegar no local da realização da atividade se verificado presença de algum veículo estacionado em um raio de distância menor do que 15m* deve procurar o responsável pela área e solicitar a retirada desse, não sendo possível, informará ao seu encarregado para verificar a possibilidade de outras medidas de controle conforme a avaliação do ambiente onde se executa a atividade, devendo esta não ser executada sem a adoção de medidas de controle para evitar danos materiais. • Não permitir trânsito de pessoas em um raio de 15m* pois podem ser lançados objetos pela ferramenta de corte. *15m(distância de segurança estabelecida conforme manual do fabricante)
  • 4. Data(s): 18,19 e 20/11/2015 Local: Regional 1 – Porto Velho N° participantes: 04 Empresa responsável pela informação: HOPE Instalação de Telas de Proteção A Tela de Proteção deve ser colocada próximo ao local onde a atividade de roçada mecanizada será realizada de forma que impeça que pedras e outros objetos sejam projetados podendo ocasionar danos materiais ou pessoais. Preferencialmente deve ser colocada de maneira que crie um cercado em toda a área, não sendo possível deve ser cercado o lado que houver maior possibilidade de projeção, uma vez que a roçadeira tende a projetar para frente e laterais. A mudança da tela de proteção deve ser efetuada todas as vezes que o espaço roçado estiver pronto de forma dinâmica com o apoio dos demais da equipe de trabalho, sendo transferido para isolar a área onde será continuada a atividade de roçada mecanizada programada.
  • 5. Data(s): 18,19 e 20/11/2015 Local: Regional 1 – Porto Velho N° participantes: 04 Empresa responsável pela informação: HOPE Caso a tela de proteção determinada seja fixa essa deve ser trocada de lugar da mesma forma como a tela em rodas. A instalação da tela fixa é feita através de fixação das hastes de ferro (vergalhão) com uso de ferramenta apropriada e EPI, sendo envolvido nas hastes a tela, presa com presilhas de plástico. É vetado a realização de roçada em qualquer local sem uso da tela de proteção de forma eficaz conforme descrito nesse procedimento.
  • 6. Data(s): 18,19 e 20/11/2015 Local: Regional 1 – Porto Velho N° participantes: 04 Empresa responsável pela informação: HOPE Realização de Treinamento Prático Posicionar a imagem Posicionar a imagem neste espaço, dimensionando ao quadrado. Posicionar a imagem neste espaço, dimensionando ao quadrado. Treinamento Prático do PROTreinamento Prático do PRO Treinamento Prático do PRO Treinamento Prático do PRO
  • 7. Data(s): 18,19 e 20/11/2015 Local: Regional 1 – Porto Velho N° participantes: 04 Empresa responsável pela informação: HOPE Aconteceu o DC de Oportunidade no dia 20/11 ás 14h no pátio Porto Velho tendo como observador o Eng. de Seg. Jussiê e o Tec. de Seg. Juliano onde foram observados o processo de roçada mecanizada em áreas externas próximo ao estacionamento. Avaliou-se que a equipe estava com o comportamento em todas as categorias considerado SEGURO, sendo também a percepção de risco e atitude segura dos observados consideradas ÓTIMA. Posicionar a imagem Posicionar a imagem neste espaço, dimensionando ao quadrado. Posicionar a imagem neste espaço, dimensionando ao quadrado. Roçada mecanizada em áreas externas com uso de tela de proteção Roçada mecanizada em áreas externas com uso de tela de proteção Roçada mecanizada em áreas externas com uso de tela de proteção Roçada mecanizada em áreas externas com uso de tela de proteção