SlideShare uma empresa Scribd logo
º 
CLUBE NÁUTICO CAPIBARIBE 
Relatório de procedimentos pré-acordados 
Page 1 
Agosto de 2014
Agenda 
Relatório de procedimentos pré-acordados 
 Natureza e escopo dos trabalhos 
 Balanço patrimonial 
 Limitações de escopo / pontos identificados 
 Gestão Integrada – apresentação 
 Pareceres de auditoria 
Page 2
NATUREZA E ESCOPO DOS TRABALHOS 
Page 3
Natureza e escopo dos trabalhos 
Fomos contratados para realização de procedimentos pré-acordados, nas 
rubricas do balanço patrimonial do exercício findo em 31 de dezembro 
de 2013. 
Nossos trabalhos foram desenvolvidos com base na realização de 
procedimentos aplicados sobre os documentos que nos foram 
disponibilizados, conforme nossa proposta de prestação de serviços, 
datada de 28 de março de 2014. 
Page 4
Natureza e escopo dos trabalhos (Balanço – 31/12/2013) 
Page 5
Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) 
A seguir elencamos os procedimentos, por rubrica contábil que foram 
pré-acordados entre as partes: 
Caixa e equivalentes de caixa 
Obter entendimento dos controles mantidos sobre o caixa; 
Examinar os extratos bancários para confirmar os saldos contabilizados na conta bancos; 
Realizar procedimento de circularização nos saldos bancários (conta-corrente/aplicação 
financeira/empréstimos); 
Analisar as conciliações bancárias, atentando para pendências antigas/itens relevantes;e 
Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. 
Page 6
Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) 
Adiantamentos 
Comparar os saldos contábeis com os controles auxiliares, atentando para itens 
antigos/pendentes de conciliação; e 
Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. 
Bloqueios judiciais 
Comparar os saldos contábeis com os controles auxiliares, 
Entender a natureza dos saldos bloqueados; e 
Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. 
Page 7
Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) 
Outros créditos 
Discutir com a Administração os critérios adotados para registro dos cheques em 
cobrança, atestados liberatórios de atletas e aluguel do centro de treinamentos; 
Comparar os saldos contábeis com controles auxiliares; e 
Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. 
Adiantamento - REFIS 
Comparar os saldos contábeis com controles auxiliares, atentando para segregação entre 
curto e longo prazo; 
Entender com a Administração a natureza do saldo; e 
Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. 
Depósitos judiciais 
Comparar os saldos contábeis com os controles auxiliares; e 
Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. 
Page 8
Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) 
Imobilizado 
Discutir com a Administração a prática contábil aplicada ao ativo imobilizado, despesa 
de depreciação e impostos incidentes, bem como obter um entendimento do 
processo operacional/contábil que gera o registro nessa conta; 
Recalcular a depreciação detalhada dos bens do imobilizado, com vistas ao 
atendimento às práticas contábeis e fiscais; 
Obter a relação individualizada de bens e comparar com o saldo contábil; 
Realizar teste nas adições do ativo imobilizado, por meio de amostragem; 
Inspecionar fisicamente os itens adicionados ao imobilizado, por meio de amostragem; 
Indagar sobre a existência de itens destinados a venda; 
Realizar teste nos valores registrados à título de direitos contratuais de atletas; e 
Propor ajuste/reclassificação, se necessário. 
Page 9
Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) 
Fornecedores 
Discutir com a Administração sobre a prática contábil utilizada para registrar um valor 
na respectiva conta contábil, assim como, obter o entendimento dos processos internos 
deste registro; 
Confrontar os controles auxiliares analíticos/relatório do Contas a Pagar com o saldo 
contábil; 
obter a composição do saldo de fornecedores, por nota fiscal e data de vencimento 
(“aging”), e analisar se existem valores pendentes de pagamento a longa data; 
Propor ajuste/reclassificação, se aplicável. 
Empréstimos e financiamentos 
Comparar os saldos contábeis com controles auxiliares, 
Entender com a Administração a natureza dos empréstimos; e 
Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. 
Page 
10
Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) 
Salários e obrigações trabalhistas 
Entender com a Administração a prática contábil adotada para o registro de valores nas 
respectivas contas contábeis, bem como obter um entendimento do processo 
operacional/contábil que gera estes registros; 
Confrontar os saldos contábeis das principais obrigações sociais com os controles 
auxiliares; 
Confrontar as principais guias de recolhimento referente a competência de dezembro de 
2013 com os saldos contábeis; 
Solicitar à Administração as certidões negativas de débitos; 
Obter uma relação dos advogados que prestam serviços ao Clube, e realizar o 
procedimento de circularização; e 
Propor ajuste/reclassificação, se aplicável. 
Page 
11
Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) 
Obrigações tributárias 
Entender com a Administração sobre a prática contábil adotada para o registro dos 
impostos, bem como obter um entendimento do processo operacional/contábil que 
gera estes registros; 
Analisar a adequação do saldo contábil com os livros/registros auxiliares de apuração 
dos impostos; 
Confrontar as principais guias de recolhimento de competência de dezembro de 2013 
com os respectivos saldos contábeis; 
Solicitar à Administração as certidões negativas de débitos tributários municipais, 
estaduais e federais; 
Obter uma relação dos advogados que prestam serviços ao Clube, e realizar o 
procedimento de circularização; e 
Propor ajuste/reclassificação, se aplicável. 
Page 
12
Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) 
Parcelamento – REFIS 
Entender com a Administração a prática contábil adotada para o registro dos 
parcelamentos; 
Solicitar os extratos de parcelamento emitidos pelos órgãos competentes (RFB, PGFN, 
FGTS, INSS, por exemplo); 
Confrontar o saldo contábil com os controles auxiliares analíticos; e 
Propor ajuste/reclassificação, caso aplicável. 
Receita diferida 
Obter o entendimento junto à Administração sobre as práticas contábeis/critérios de 
contabilização; 
Confrontar o saldo contábil com os respectivos controles auxiliares; 
Obter cópia dos contratos que suportam os registros contábeis; e 
Propor ajuste/reclassificação, se necessário. 
Page 
13
Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) 
Patrimônio Líquido 
Realizar leitura crítica das atas; e 
Analisar as mutações, confrontando com as atas; 
Entender os lançamentos realizados à título de ajustes de exercícios anteriores. 
Page 
14
LIMITAÇÕES DE ESCOPO / 
PONTOS IIDDEENNTTIIFFIICCAADDOOSS 
Page 
15
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Adiantamentos 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado o relatório suporte do 
respectivo saldo, por conseguinte: não pudemos realizar os procedimentos pré-acordados 
pré- 
na conta contábil. 
Ponto identificado 
Não aplicável – pelo motivo supracitado. 
Page 
16
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Adiantamento - REFIS 
Limitação de escopo 
Não aplicável. 
A 
Ponto identificado 
Identificamos as seguintes divergências: 
Page 
17
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Depósitos judiciais 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado o relatório suporte do 
respectivo saldo, por conseguinte: não pudemos realizar os procedimentos pré-acordados 
pré- 
na conta contábil. Também não recebemos repostas para as cartas de 
circularização que enviamos aos assessores jurídico do Clube. 
Ponto identificado 
Não aplicável – pelo motivo supracitado. 
Page 
18
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Imobilizado 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado o controle individual de 
bens (controle patrimonial). 
Ponto identificado 
Não está sendo realizado o cálculo/contabilização da depreciação dos bens. 
No ano de 2011 foi contabilizado o valor de R$51,0 milhões à título de reavaliação. 
Intangíveis que totalizam R$1,1 milhão estão contabilizados na rubrica Imobilizado. 
E, não nos foi disponibilizado a composição deste valor. Ademais não está sendo 
amortizado. 
Page 
19
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Fornecedores 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado os controles auxiliares 
analíticos (relatório financeiro) que são base para o registro contábil, nem a 
composição por nota fiscal e data de vencimento. 
Ponto identificado 
Não aplicável – pelo motivo supracitado 
Page 
20
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Empréstimos e financiamentos 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizada a memória de 
cálculo/controles que suporte o saldo conta contábil. 
Ponto identificado 
Fomos informados que o saldo da conta é substancialmente formado por empréstimos 
realizados junto a pessoas físicas, sem formalização por contratos entre as partes. 
Page 
21
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Salários e obrigações trabalhistas 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado a memória de 
cálculo/controles que suporte o saldo de R$1,9 milhões da conta Acordos 
Extrajudiciais e R$21,1 milhões da conta Acordos e Indenizações Trabalhistas. 
Não recebemos as respostas das cartas de circularização que enviamos aos 
assessores jurídicos. 
Ponto identificado 
Ao confrontarmos o relatório (R$21,1 milhões) do Tribunal Regional do Trabalho 
com o saldo contábil (R$23,1 milhões), identificamos um divergência de R$2,0 
milhões. 
As provisões para férias não estão sendo contabilizadas mensalmente, de acordo 
com Principio da Competência. 
Page 
22
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Salários e obrigações trabalhistas (cont.) 
Ponto identificado 
A 
Identificamos as seguintes divergências em relação ao parcelamento de FGTS: 
Page 
23
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Salários e obrigações trabalhistas (cont.) 
Ponto identificado 
Vm 
Não nos foi apresentado controles/documentos que possibilitasse identificarmos a 
natureza das seguintes obrigações: 
Page 
24
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Salários e obrigações trabalhistas (cont.) 
Ponto identificado 
Vm 
Identificamos que alguns valores dos recolhimentos de INSS realizados no decorrer 
do exercício de 2013 (de acordo com Guia da Previdência Social - GPS), 
apresentam divergência em relação as folhas de pagamento mensais. Há meses 
com insuficiência de recolhimentos. Tal fato, também aplica-se de maneira similar 
aos recolhimentos de IRRF. 
No decorrer do exercício de 2013, foi realizado a retenção de INSS de seus 
empregados, entretanto, parte dos valores retidos não foram recolhidos à 
Previdência Social. 
Page 
25
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Obrigações tributárias 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizada a memória de 
cálculo/controles que suporte os saldos de algumas contas referentes ao 
parcelamento de impostos da Lei 11.941/09 e TIMEMANIA, conforme a seguir: 
Page 
26
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Obrigações tributárias (cont.) 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizada a memória de 
cálculo/controles das contas abaixo, por conseguinte: não pudemos realizar os 
procedimentos pré-acordados: 
Page 
27
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Obrigações tributárias (cont.) 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizada a memória de 
cálculo/controles que suportem os saldos a pagar de PIS/COFINS. Dessa forma, 
não foi possível a realização dos procedimentos pré-acordados. 
Ponto identificado 
Identificamos que o valor (R$139 mil) a pagar referente ao IPTU, do ano de 2013, 
não foi contabilizado. 
Page 
28
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Obrigações tributárias (cont.) 
Ponto identificado 
Vm 
Identificamos divergências em alguns saldos do parcelamentos, referentes a Lei 
11.941/09, conforme abaixo: 
Page 
29
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Obrigações tributárias (cont.) 
Ponto identificado 
Vm 
Identificamos que os valores registrados à título de multas fiscais no decorrer dos 
anos de 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013, não estão sendo atualizados, conforme 
abaixo: 
Page 
30
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Obrigações tributárias (cont.) 
Ponto identificado 
Vm 
Abaixo elencamos os processos (passivos) do Clube junto à Receita Federal que 
não estão contabilizados: 
Page 
31
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Obrigações tributárias (cont.) 
Ponto identificado 
Vm 
Abaixo elencamos os processos (passivos) do Clube junto à Procuradoria Geral da 
Fazendo Nacional (PGFN) que não estão contabilizados: 
Page 
32
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Obrigações tributárias (cont.) 
Ponto identificado 
Vm 
Identificamos que alguns valores de impostos retidos na fonte e não recolhidos, 
não foram atualizados no decorrer do ano de 2013, conforme abaixo: 
Page 
33
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Obrigações tributárias (cont.) 
Ponto identificado 
Vm 
Identificamos uma divergência (a menor) no valor de R$2,2 milhões entre a base 
de cálculo da COFINS com os registros contábeis. Todavia, não obtivemos todos os 
documentos necessários para entendermos o porquê desta diferença. 
Page 
34
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Receita diferida 
Limitação de escopo 
Vm 
Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado a memória de 
cálculo/controles que suporte o saldo conta contábil. Dessa forma, não 
conseguimos realizar os procedimentos pré-acordados. Não obstante o saldo da 
conta não apresentar alteração no decorrer do exercício de 2013. 
Ponto identificado 
Não aplicável – pelo motivo supracitado 
Page 
35
Limitações de escopo / pontos identificados 
Risco 
Vd (Verde) = Risco Baixo 
A (Amarelo) = Risco Médio 
Vm (Vermelho) = Risco Alto 
Conta contábil 
Patrimônio Líquido 
Limitação de escopo 
Não aplicável. 
Vm 
Ponto identificado 
A conta Fundo Patrimonial encontram-se sem movimentação desde 2009. 
O saldo de R$15,2 milhões registrado como Ajustes de Exercícios Anteriores, 
deveria está no computo do saldo da conta Déficit Acumulado. 
O estatuto foi criado no ano de 1983, e desde então não foi atualizado. 
Ausência de segregação entre curto e longo prazo dos parcelamentos de FGTS. 
Page 
36
APRESENTAÇÃO DA GESTÃO INTEGRADA 
Page 
37
Gestão Integrada 
Page 38 
BDO Brazil
Cenário Observado 
Gestão Integrada 
Informações manipuladas através de planilhas; 
Ausência de Sistemas integrados – Sistemas 
isolados (Contabilidade, Fopag, Secretaria, Caixa 
Esportes Amador); 
Retrabalho; 
Foco em execução e não em planejamento; 
Segmentação de atividades com perda de 
sinergia entre áreas; 
Melhores Práticas 
Desenvolvimento de Estratégias e priorização de 
iniciativas para desenvolvimento do Modelo de 
negócio; 
Estabelecimento de Modelo de Orçamento e 
ferramentas de monitoramento - Gerenciamento 
por resultados; 
Padronização e otimização de processos através 
da integração da estratégia e operação; 
 Definição de iniciativas de melhoria 
Registros através do regime de caixa; 
Totalidade de receitas e despesas sem 
transitar pelo Financeiro; 
Poucas ações direcionadas para maximização 
de receitas e avaliação das fontes de receita 
(atletas, bilheterias, patrocínio e publicidade, alugueis, 
esportes amador e outras) 
Page 39 
BDO Brazil 
Problemas financeiros; 
Ausência de controles eficazes para 
monitoramento do passivo judicial. 
(Gerenciamento de custos, otimização de 
receitas); 
Maior eficiência na execução dos processos; 
 Gerenciamento por resultados; 
Controle de custos com Folha de Pagamento x 
Contratos de Atletas.
PARECERES DO AUDITOR 
Page 
40
Pareceres de auditoria 
Opinião adversa é quando, tendo 
evidência de auditoria apropriada e 
suficiente, conclui que as distorções, 
individualmente ou em conjunto, são 
relevantes e generalizadas para as 
demonstrações contábeis. 
BDO Brazil 
41
ATTITUDE CHANGES EVERYTHING 
Page 
42

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

contas-contabeis
contas-contabeiscontas-contabeis
contas-contabeis
drifrutal
 
Despesas antecipadas contabil
Despesas antecipadas contabilDespesas antecipadas contabil
Despesas antecipadas contabil
zeramento contabil
 
SIGPC_Prestação de Contas
SIGPC_Prestação de ContasSIGPC_Prestação de Contas
SIGPC_Prestação de Contas
Luciana
 
Apuração Do Resultado V 5
Apuração Do Resultado V 5Apuração Do Resultado V 5
Apuração Do Resultado V 5
ctccecbg
 
Trabalho de contabilidade geral novas regras contábeis brasileiras.
Trabalho de contabilidade geral   novas regras contábeis brasileiras.Trabalho de contabilidade geral   novas regras contábeis brasileiras.
Trabalho de contabilidade geral novas regras contábeis brasileiras.
Ju_moura
 
Balanço e as demonstrações de resultados
Balanço e as demonstrações de resultadosBalanço e as demonstrações de resultados
Balanço e as demonstrações de resultados
Universidade Pedagogica
 
Slides ppc e pec 2013_04_17
Slides ppc e pec 2013_04_17Slides ppc e pec 2013_04_17
Slides ppc e pec 2013_04_17
Maria José Rodrigues
 
SIGPC
SIGPCSIGPC
SIGPC
Luciana
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
J.Pinto
 
Contabilidade geral exercicios
Contabilidade geral exerciciosContabilidade geral exercicios
Contabilidade geral exercicios
capitulocontabil
 
Plano de contas
Plano de contasPlano de contas
Plano de contas
Jesus Bandeira
 
Cpc destaques
Cpc destaquesCpc destaques
Cpc destaques
suelen23
 
Aula 4 debito e credito
Aula 4  debito e creditoAula 4  debito e credito
Aula 4 debito e credito
Elane Silva
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Wandick Rocha de Aquino
 
Conciliacao
ConciliacaoConciliacao
Conciliacao
zeramento contabil
 
Apostila contabilidade facil
Apostila contabilidade facilApostila contabilidade facil
Apostila contabilidade facil
apostilacontabil
 
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 08
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 08Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 08
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 08
FUNDETEC - Fundação para o Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico de Cascavel
 
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geralApostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
zeramento contabil
 

Mais procurados (18)

contas-contabeis
contas-contabeiscontas-contabeis
contas-contabeis
 
Despesas antecipadas contabil
Despesas antecipadas contabilDespesas antecipadas contabil
Despesas antecipadas contabil
 
SIGPC_Prestação de Contas
SIGPC_Prestação de ContasSIGPC_Prestação de Contas
SIGPC_Prestação de Contas
 
Apuração Do Resultado V 5
Apuração Do Resultado V 5Apuração Do Resultado V 5
Apuração Do Resultado V 5
 
Trabalho de contabilidade geral novas regras contábeis brasileiras.
Trabalho de contabilidade geral   novas regras contábeis brasileiras.Trabalho de contabilidade geral   novas regras contábeis brasileiras.
Trabalho de contabilidade geral novas regras contábeis brasileiras.
 
Balanço e as demonstrações de resultados
Balanço e as demonstrações de resultadosBalanço e as demonstrações de resultados
Balanço e as demonstrações de resultados
 
Slides ppc e pec 2013_04_17
Slides ppc e pec 2013_04_17Slides ppc e pec 2013_04_17
Slides ppc e pec 2013_04_17
 
SIGPC
SIGPCSIGPC
SIGPC
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Contabilidade geral exercicios
Contabilidade geral exerciciosContabilidade geral exercicios
Contabilidade geral exercicios
 
Plano de contas
Plano de contasPlano de contas
Plano de contas
 
Cpc destaques
Cpc destaquesCpc destaques
Cpc destaques
 
Aula 4 debito e credito
Aula 4  debito e creditoAula 4  debito e credito
Aula 4 debito e credito
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
 
Conciliacao
ConciliacaoConciliacao
Conciliacao
 
Apostila contabilidade facil
Apostila contabilidade facilApostila contabilidade facil
Apostila contabilidade facil
 
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 08
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 08Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 08
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 08
 
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geralApostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
 

Destaque

Portafolio de presentación (semana 4)
Portafolio de presentación (semana 4)Portafolio de presentación (semana 4)
Portafolio de presentación (semana 4)
Sandra Trujillo
 
Patarrona 2014
Patarrona 2014Patarrona 2014
Patarrona 2014
Chelo Dominguez
 
Gabrielgonzalez tarea
Gabrielgonzalez tareaGabrielgonzalez tarea
Gabrielgonzalez tarea
gabrieling
 
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
Vocação
 
Apascenta Ovelhas
Apascenta OvelhasApascenta Ovelhas
Apascenta Ovelhas
Eduardo Maciel
 
Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
prefeituraguaruja
 
Risoterapia
RisoterapiaRisoterapia
Risoterapia
marliessanguino
 
Diário Oficial - 19/09/2013
Diário Oficial - 19/09/2013Diário Oficial - 19/09/2013
Diário Oficial - 19/09/2013
prefeituraguaruja
 
Diário Oficial do Dia - 30/10/2013
Diário Oficial do Dia - 30/10/2013Diário Oficial do Dia - 30/10/2013
Diário Oficial do Dia - 30/10/2013
prefeituraguaruja
 
Inclusão
InclusãoInclusão
Inclusão
84120198
 
Presentación f frame
Presentación f framePresentación f frame
Presentación f frame
Luz Amparo Cerón
 
FEX - 140909 - Boardroom Dynamics - Van Houtum - Presentatie Henk van Houtum
FEX - 140909 - Boardroom Dynamics - Van Houtum - Presentatie Henk van HoutumFEX - 140909 - Boardroom Dynamics - Van Houtum - Presentatie Henk van Houtum
FEX - 140909 - Boardroom Dynamics - Van Houtum - Presentatie Henk van Houtum
Flevum
 
(ISIA 5) Cours d'algorithmique (1995)
(ISIA 5) Cours d'algorithmique (1995)(ISIA 5) Cours d'algorithmique (1995)
(ISIA 5) Cours d'algorithmique (1995)
Frank Nielsen
 
Grupo 6
Grupo 6Grupo 6
Grupo 6
diegojacome17
 
Actividad de conocimiento
Actividad de conocimientoActividad de conocimiento
Actividad de conocimiento
Maestra de Audición y Lenguaje
 
17 al 22 de junio de 2013
17 al 22 de junio de 201317 al 22 de junio de 2013
17 al 22 de junio de 2013
Consejo Nacional de la Judicatura
 
Biosfera pt2
Biosfera pt2Biosfera pt2
Biosfera pt2
flaviocosac
 
Volver con tu Ex Mujer Reporte Volumen 9
Volver con tu Ex Mujer Reporte Volumen 9Volver con tu Ex Mujer Reporte Volumen 9
Volver con tu Ex Mujer Reporte Volumen 9
Marco Di Calderón
 
Análise do Sono de Mamíferos
Análise do Sono de MamíferosAnálise do Sono de Mamíferos
Análise do Sono de Mamíferos
Rafael Felipe Nascimento de Aguiar
 
PROGRAMACIÓN XXX FESTIVAL DE PONYFÚTBOL
PROGRAMACIÓN XXX FESTIVAL DE PONYFÚTBOLPROGRAMACIÓN XXX FESTIVAL DE PONYFÚTBOL
PROGRAMACIÓN XXX FESTIVAL DE PONYFÚTBOL
alcaldia municipal
 

Destaque (20)

Portafolio de presentación (semana 4)
Portafolio de presentación (semana 4)Portafolio de presentación (semana 4)
Portafolio de presentación (semana 4)
 
Patarrona 2014
Patarrona 2014Patarrona 2014
Patarrona 2014
 
Gabrielgonzalez tarea
Gabrielgonzalez tareaGabrielgonzalez tarea
Gabrielgonzalez tarea
 
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
 
Apascenta Ovelhas
Apascenta OvelhasApascenta Ovelhas
Apascenta Ovelhas
 
Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
 
Risoterapia
RisoterapiaRisoterapia
Risoterapia
 
Diário Oficial - 19/09/2013
Diário Oficial - 19/09/2013Diário Oficial - 19/09/2013
Diário Oficial - 19/09/2013
 
Diário Oficial do Dia - 30/10/2013
Diário Oficial do Dia - 30/10/2013Diário Oficial do Dia - 30/10/2013
Diário Oficial do Dia - 30/10/2013
 
Inclusão
InclusãoInclusão
Inclusão
 
Presentación f frame
Presentación f framePresentación f frame
Presentación f frame
 
FEX - 140909 - Boardroom Dynamics - Van Houtum - Presentatie Henk van Houtum
FEX - 140909 - Boardroom Dynamics - Van Houtum - Presentatie Henk van HoutumFEX - 140909 - Boardroom Dynamics - Van Houtum - Presentatie Henk van Houtum
FEX - 140909 - Boardroom Dynamics - Van Houtum - Presentatie Henk van Houtum
 
(ISIA 5) Cours d'algorithmique (1995)
(ISIA 5) Cours d'algorithmique (1995)(ISIA 5) Cours d'algorithmique (1995)
(ISIA 5) Cours d'algorithmique (1995)
 
Grupo 6
Grupo 6Grupo 6
Grupo 6
 
Actividad de conocimiento
Actividad de conocimientoActividad de conocimiento
Actividad de conocimiento
 
17 al 22 de junio de 2013
17 al 22 de junio de 201317 al 22 de junio de 2013
17 al 22 de junio de 2013
 
Biosfera pt2
Biosfera pt2Biosfera pt2
Biosfera pt2
 
Volver con tu Ex Mujer Reporte Volumen 9
Volver con tu Ex Mujer Reporte Volumen 9Volver con tu Ex Mujer Reporte Volumen 9
Volver con tu Ex Mujer Reporte Volumen 9
 
Análise do Sono de Mamíferos
Análise do Sono de MamíferosAnálise do Sono de Mamíferos
Análise do Sono de Mamíferos
 
PROGRAMACIÓN XXX FESTIVAL DE PONYFÚTBOL
PROGRAMACIÓN XXX FESTIVAL DE PONYFÚTBOLPROGRAMACIÓN XXX FESTIVAL DE PONYFÚTBOL
PROGRAMACIÓN XXX FESTIVAL DE PONYFÚTBOL
 

Semelhante a Apresentação nautico balanço contas

Atps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediáriaAtps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediária
arinemuller
 
Trabalho auditoria de disponibilidades e contas a receber
Trabalho auditoria de disponibilidades e contas  a receberTrabalho auditoria de disponibilidades e contas  a receber
Trabalho auditoria de disponibilidades e contas a receber
francisca paula
 
Atps contabilidade intermediária
Atps   contabilidade intermediáriaAtps   contabilidade intermediária
Atps contabilidade intermediária
daianeareas
 
Gestão Estratégica de Contas a Pagar
Gestão Estratégica de Contas a PagarGestão Estratégica de Contas a Pagar
Gestão Estratégica de Contas a Pagar
StyllusConsultoria
 
RotinasFiscAdm2021pdfkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
RotinasFiscAdm2021pdfkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkRotinasFiscAdm2021pdfkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
RotinasFiscAdm2021pdfkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
RodrigoLuizFoss
 
Apontamentos ucp
Apontamentos ucpApontamentos ucp
Apontamentos ucp
carneiro62
 
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Estratégia Concursos
 
Contabilidade perguntas frequentes
Contabilidade perguntas frequentesContabilidade perguntas frequentes
Contabilidade perguntas frequentes
apostilacontabil
 
Contabilidade perguntas frequentes
Contabilidade perguntas frequentesContabilidade perguntas frequentes
Contabilidade perguntas frequentes
capitulocontabil
 
Módulo 4 Contabilidade Gerencial
 Módulo 4   Contabilidade Gerencial Módulo 4   Contabilidade Gerencial
Módulo 4 Contabilidade Gerencial
PUC Minas
 
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Wandick Rocha de Aquino
 
Correção - Contabilidade TCE SC 2016
Correção - Contabilidade TCE SC 2016Correção - Contabilidade TCE SC 2016
Correção - Contabilidade TCE SC 2016
Gabrielrabelo87
 
Nota de aula - Tipos de Parecer
Nota de aula - Tipos de ParecerNota de aula - Tipos de Parecer
Relatório alunos trabalho parte 2
Relatório alunos  trabalho parte 2Relatório alunos  trabalho parte 2
Relatório alunos trabalho parte 2
anavieiras
 
Questões Comentadas de Contabilidade - CGM-SP 2015
Questões Comentadas de Contabilidade - CGM-SP 2015Questões Comentadas de Contabilidade - CGM-SP 2015
Questões Comentadas de Contabilidade - CGM-SP 2015
Estratégia Concursos
 
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
JosineteLimaPrado
 
Slide importantes
Slide importantesSlide importantes
Slide importantes
acmartins9
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Aula 1 - Contabilidade Societária II.pptx
Aula 1 - Contabilidade Societária II.pptxAula 1 - Contabilidade Societária II.pptx
Aula 1 - Contabilidade Societária II.pptx
SheilaCortes2
 
Relatório final auditoria
Relatório final auditoriaRelatório final auditoria
Relatório final auditoria
Giacomo Nunes
 

Semelhante a Apresentação nautico balanço contas (20)

Atps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediáriaAtps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediária
 
Trabalho auditoria de disponibilidades e contas a receber
Trabalho auditoria de disponibilidades e contas  a receberTrabalho auditoria de disponibilidades e contas  a receber
Trabalho auditoria de disponibilidades e contas a receber
 
Atps contabilidade intermediária
Atps   contabilidade intermediáriaAtps   contabilidade intermediária
Atps contabilidade intermediária
 
Gestão Estratégica de Contas a Pagar
Gestão Estratégica de Contas a PagarGestão Estratégica de Contas a Pagar
Gestão Estratégica de Contas a Pagar
 
RotinasFiscAdm2021pdfkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
RotinasFiscAdm2021pdfkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkRotinasFiscAdm2021pdfkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
RotinasFiscAdm2021pdfkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Apontamentos ucp
Apontamentos ucpApontamentos ucp
Apontamentos ucp
 
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
Prova de Contabilidade Geral Comentada - TCU 2015
 
Contabilidade perguntas frequentes
Contabilidade perguntas frequentesContabilidade perguntas frequentes
Contabilidade perguntas frequentes
 
Contabilidade perguntas frequentes
Contabilidade perguntas frequentesContabilidade perguntas frequentes
Contabilidade perguntas frequentes
 
Módulo 4 Contabilidade Gerencial
 Módulo 4   Contabilidade Gerencial Módulo 4   Contabilidade Gerencial
Módulo 4 Contabilidade Gerencial
 
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
 
Correção - Contabilidade TCE SC 2016
Correção - Contabilidade TCE SC 2016Correção - Contabilidade TCE SC 2016
Correção - Contabilidade TCE SC 2016
 
Nota de aula - Tipos de Parecer
Nota de aula - Tipos de ParecerNota de aula - Tipos de Parecer
Nota de aula - Tipos de Parecer
 
Relatório alunos trabalho parte 2
Relatório alunos  trabalho parte 2Relatório alunos  trabalho parte 2
Relatório alunos trabalho parte 2
 
Questões Comentadas de Contabilidade - CGM-SP 2015
Questões Comentadas de Contabilidade - CGM-SP 2015Questões Comentadas de Contabilidade - CGM-SP 2015
Questões Comentadas de Contabilidade - CGM-SP 2015
 
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
 
Slide importantes
Slide importantesSlide importantes
Slide importantes
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
 
Aula 1 - Contabilidade Societária II.pptx
Aula 1 - Contabilidade Societária II.pptxAula 1 - Contabilidade Societária II.pptx
Aula 1 - Contabilidade Societária II.pptx
 
Relatório final auditoria
Relatório final auditoriaRelatório final auditoria
Relatório final auditoria
 

Mais de Folha de Pernambuco

Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE no ano de 2013
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE no ano de 2013Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE no ano de 2013
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE no ano de 2013
Folha de Pernambuco
 
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE em 2013
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE em 2013Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE em 2013
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE em 2013
Folha de Pernambuco
 
Países que nunca conquistaram medalhas
Países que nunca conquistaram medalhasPaíses que nunca conquistaram medalhas
Países que nunca conquistaram medalhas
Folha de Pernambuco
 
Tabela do Brasileirão a partir da 12ª rodada
Tabela do Brasileirão a partir da 12ª rodadaTabela do Brasileirão a partir da 12ª rodada
Tabela do Brasileirão a partir da 12ª rodada
Folha de Pernambuco
 
Tabela serie b 2016
Tabela serie b 2016Tabela serie b 2016
Tabela serie b 2016
Folha de Pernambuco
 
Decisão desembargador sobre agentes penitenciários
Decisão desembargador sobre agentes penitenciários Decisão desembargador sobre agentes penitenciários
Decisão desembargador sobre agentes penitenciários
Folha de Pernambuco
 
Voto do relator
Voto do relatorVoto do relator
Voto do relator
Folha de Pernambuco
 
Relatório Fausto Pinato
Relatório Fausto PinatoRelatório Fausto Pinato
Relatório Fausto Pinato
Folha de Pernambuco
 
Programação da 319ª edição da Festa de Nossa Senhora do Carmo
Programação da 319ª edição da Festa de Nossa Senhora do CarmoProgramação da 319ª edição da Festa de Nossa Senhora do Carmo
Programação da 319ª edição da Festa de Nossa Senhora do Carmo
Folha de Pernambuco
 
Carta final dos governadores do NE
Carta final dos governadores do NECarta final dos governadores do NE
Carta final dos governadores do NE
Folha de Pernambuco
 
Release geral novo sistema de transporte
Release geral  novo sistema de transporteRelease geral  novo sistema de transporte
Release geral novo sistema de transporte
Folha de Pernambuco
 
Mudanças no sistema de transporte coletivo de passageiros intermunicipal de pe
Mudanças no sistema de transporte coletivo de passageiros intermunicipal de peMudanças no sistema de transporte coletivo de passageiros intermunicipal de pe
Mudanças no sistema de transporte coletivo de passageiros intermunicipal de pe
Folha de Pernambuco
 
Oficio Eduardo da Fonte para a Aneel
Oficio Eduardo da Fonte para a AneelOficio Eduardo da Fonte para a Aneel
Oficio Eduardo da Fonte para a Aneel
Folha de Pernambuco
 
Remanejamento 1 do Vestibular 2015 da UPE
Remanejamento 1 do Vestibular 2015 da UPERemanejamento 1 do Vestibular 2015 da UPE
Remanejamento 1 do Vestibular 2015 da UPE
Folha de Pernambuco
 
Remanejamento 1 do SSA 3 da UPE
Remanejamento 1 do SSA 3 da UPERemanejamento 1 do SSA 3 da UPE
Remanejamento 1 do SSA 3 da UPE
Folha de Pernambuco
 
Programação Carnaval 2015
Programação Carnaval 2015Programação Carnaval 2015
Programação Carnaval 2015
Folha de Pernambuco
 
Resolução do pt Recife
Resolução do pt RecifeResolução do pt Recife
Resolução do pt Recife
Folha de Pernambuco
 
Compromisso público com a sociedade e deputados estaduais
Compromisso público com a sociedade e deputados estaduaisCompromisso público com a sociedade e deputados estaduais
Compromisso público com a sociedade e deputados estaduais
Folha de Pernambuco
 

Mais de Folha de Pernambuco (20)

Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE no ano de 2013
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE no ano de 2013Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE no ano de 2013
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE no ano de 2013
 
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE em 2013
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE em 2013Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE em 2013
Carta de Francisco Dirceu Barros na eleição do MPPE em 2013
 
Países que nunca conquistaram medalhas
Países que nunca conquistaram medalhasPaíses que nunca conquistaram medalhas
Países que nunca conquistaram medalhas
 
Tabela do Brasileirão a partir da 12ª rodada
Tabela do Brasileirão a partir da 12ª rodadaTabela do Brasileirão a partir da 12ª rodada
Tabela do Brasileirão a partir da 12ª rodada
 
Tabela serie b 2016
Tabela serie b 2016Tabela serie b 2016
Tabela serie b 2016
 
Decisão desembargador sobre agentes penitenciários
Decisão desembargador sobre agentes penitenciários Decisão desembargador sobre agentes penitenciários
Decisão desembargador sobre agentes penitenciários
 
Voto do relator
Voto do relatorVoto do relator
Voto do relator
 
Relatório Fausto Pinato
Relatório Fausto PinatoRelatório Fausto Pinato
Relatório Fausto Pinato
 
Programação da 319ª edição da Festa de Nossa Senhora do Carmo
Programação da 319ª edição da Festa de Nossa Senhora do CarmoProgramação da 319ª edição da Festa de Nossa Senhora do Carmo
Programação da 319ª edição da Festa de Nossa Senhora do Carmo
 
Carta final dos governadores do NE
Carta final dos governadores do NECarta final dos governadores do NE
Carta final dos governadores do NE
 
143086062627
143086062627143086062627
143086062627
 
Release geral novo sistema de transporte
Release geral  novo sistema de transporteRelease geral  novo sistema de transporte
Release geral novo sistema de transporte
 
Mudanças no sistema de transporte coletivo de passageiros intermunicipal de pe
Mudanças no sistema de transporte coletivo de passageiros intermunicipal de peMudanças no sistema de transporte coletivo de passageiros intermunicipal de pe
Mudanças no sistema de transporte coletivo de passageiros intermunicipal de pe
 
Oficio Eduardo da Fonte para a Aneel
Oficio Eduardo da Fonte para a AneelOficio Eduardo da Fonte para a Aneel
Oficio Eduardo da Fonte para a Aneel
 
Remanejamento 1 do Vestibular 2015 da UPE
Remanejamento 1 do Vestibular 2015 da UPERemanejamento 1 do Vestibular 2015 da UPE
Remanejamento 1 do Vestibular 2015 da UPE
 
Remanejamento 1 do SSA 3 da UPE
Remanejamento 1 do SSA 3 da UPERemanejamento 1 do SSA 3 da UPE
Remanejamento 1 do SSA 3 da UPE
 
Programação Carnaval 2015
Programação Carnaval 2015Programação Carnaval 2015
Programação Carnaval 2015
 
Resolução do pt Recife
Resolução do pt RecifeResolução do pt Recife
Resolução do pt Recife
 
Parecer atualizado alepe
Parecer atualizado alepeParecer atualizado alepe
Parecer atualizado alepe
 
Compromisso público com a sociedade e deputados estaduais
Compromisso público com a sociedade e deputados estaduaisCompromisso público com a sociedade e deputados estaduais
Compromisso público com a sociedade e deputados estaduais
 

Apresentação nautico balanço contas

  • 1. º CLUBE NÁUTICO CAPIBARIBE Relatório de procedimentos pré-acordados Page 1 Agosto de 2014
  • 2. Agenda Relatório de procedimentos pré-acordados Natureza e escopo dos trabalhos Balanço patrimonial Limitações de escopo / pontos identificados Gestão Integrada – apresentação Pareceres de auditoria Page 2
  • 3. NATUREZA E ESCOPO DOS TRABALHOS Page 3
  • 4. Natureza e escopo dos trabalhos Fomos contratados para realização de procedimentos pré-acordados, nas rubricas do balanço patrimonial do exercício findo em 31 de dezembro de 2013. Nossos trabalhos foram desenvolvidos com base na realização de procedimentos aplicados sobre os documentos que nos foram disponibilizados, conforme nossa proposta de prestação de serviços, datada de 28 de março de 2014. Page 4
  • 5. Natureza e escopo dos trabalhos (Balanço – 31/12/2013) Page 5
  • 6. Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) A seguir elencamos os procedimentos, por rubrica contábil que foram pré-acordados entre as partes: Caixa e equivalentes de caixa Obter entendimento dos controles mantidos sobre o caixa; Examinar os extratos bancários para confirmar os saldos contabilizados na conta bancos; Realizar procedimento de circularização nos saldos bancários (conta-corrente/aplicação financeira/empréstimos); Analisar as conciliações bancárias, atentando para pendências antigas/itens relevantes;e Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. Page 6
  • 7. Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) Adiantamentos Comparar os saldos contábeis com os controles auxiliares, atentando para itens antigos/pendentes de conciliação; e Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. Bloqueios judiciais Comparar os saldos contábeis com os controles auxiliares, Entender a natureza dos saldos bloqueados; e Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. Page 7
  • 8. Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) Outros créditos Discutir com a Administração os critérios adotados para registro dos cheques em cobrança, atestados liberatórios de atletas e aluguel do centro de treinamentos; Comparar os saldos contábeis com controles auxiliares; e Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. Adiantamento - REFIS Comparar os saldos contábeis com controles auxiliares, atentando para segregação entre curto e longo prazo; Entender com a Administração a natureza do saldo; e Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. Depósitos judiciais Comparar os saldos contábeis com os controles auxiliares; e Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. Page 8
  • 9. Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) Imobilizado Discutir com a Administração a prática contábil aplicada ao ativo imobilizado, despesa de depreciação e impostos incidentes, bem como obter um entendimento do processo operacional/contábil que gera o registro nessa conta; Recalcular a depreciação detalhada dos bens do imobilizado, com vistas ao atendimento às práticas contábeis e fiscais; Obter a relação individualizada de bens e comparar com o saldo contábil; Realizar teste nas adições do ativo imobilizado, por meio de amostragem; Inspecionar fisicamente os itens adicionados ao imobilizado, por meio de amostragem; Indagar sobre a existência de itens destinados a venda; Realizar teste nos valores registrados à título de direitos contratuais de atletas; e Propor ajuste/reclassificação, se necessário. Page 9
  • 10. Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) Fornecedores Discutir com a Administração sobre a prática contábil utilizada para registrar um valor na respectiva conta contábil, assim como, obter o entendimento dos processos internos deste registro; Confrontar os controles auxiliares analíticos/relatório do Contas a Pagar com o saldo contábil; obter a composição do saldo de fornecedores, por nota fiscal e data de vencimento (“aging”), e analisar se existem valores pendentes de pagamento a longa data; Propor ajuste/reclassificação, se aplicável. Empréstimos e financiamentos Comparar os saldos contábeis com controles auxiliares, Entender com a Administração a natureza dos empréstimos; e Propor ajuste/reclassificação, quando aplicável. Page 10
  • 11. Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) Salários e obrigações trabalhistas Entender com a Administração a prática contábil adotada para o registro de valores nas respectivas contas contábeis, bem como obter um entendimento do processo operacional/contábil que gera estes registros; Confrontar os saldos contábeis das principais obrigações sociais com os controles auxiliares; Confrontar as principais guias de recolhimento referente a competência de dezembro de 2013 com os saldos contábeis; Solicitar à Administração as certidões negativas de débitos; Obter uma relação dos advogados que prestam serviços ao Clube, e realizar o procedimento de circularização; e Propor ajuste/reclassificação, se aplicável. Page 11
  • 12. Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) Obrigações tributárias Entender com a Administração sobre a prática contábil adotada para o registro dos impostos, bem como obter um entendimento do processo operacional/contábil que gera estes registros; Analisar a adequação do saldo contábil com os livros/registros auxiliares de apuração dos impostos; Confrontar as principais guias de recolhimento de competência de dezembro de 2013 com os respectivos saldos contábeis; Solicitar à Administração as certidões negativas de débitos tributários municipais, estaduais e federais; Obter uma relação dos advogados que prestam serviços ao Clube, e realizar o procedimento de circularização; e Propor ajuste/reclassificação, se aplicável. Page 12
  • 13. Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) Parcelamento – REFIS Entender com a Administração a prática contábil adotada para o registro dos parcelamentos; Solicitar os extratos de parcelamento emitidos pelos órgãos competentes (RFB, PGFN, FGTS, INSS, por exemplo); Confrontar o saldo contábil com os controles auxiliares analíticos; e Propor ajuste/reclassificação, caso aplicável. Receita diferida Obter o entendimento junto à Administração sobre as práticas contábeis/critérios de contabilização; Confrontar o saldo contábil com os respectivos controles auxiliares; Obter cópia dos contratos que suportam os registros contábeis; e Propor ajuste/reclassificação, se necessário. Page 13
  • 14. Natureza e escopo dos trabalhos (cont.) Patrimônio Líquido Realizar leitura crítica das atas; e Analisar as mutações, confrontando com as atas; Entender os lançamentos realizados à título de ajustes de exercícios anteriores. Page 14
  • 15. LIMITAÇÕES DE ESCOPO / PONTOS IIDDEENNTTIIFFIICCAADDOOSS Page 15
  • 16. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Adiantamentos Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado o relatório suporte do respectivo saldo, por conseguinte: não pudemos realizar os procedimentos pré-acordados pré- na conta contábil. Ponto identificado Não aplicável – pelo motivo supracitado. Page 16
  • 17. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Adiantamento - REFIS Limitação de escopo Não aplicável. A Ponto identificado Identificamos as seguintes divergências: Page 17
  • 18. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Depósitos judiciais Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado o relatório suporte do respectivo saldo, por conseguinte: não pudemos realizar os procedimentos pré-acordados pré- na conta contábil. Também não recebemos repostas para as cartas de circularização que enviamos aos assessores jurídico do Clube. Ponto identificado Não aplicável – pelo motivo supracitado. Page 18
  • 19. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Imobilizado Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado o controle individual de bens (controle patrimonial). Ponto identificado Não está sendo realizado o cálculo/contabilização da depreciação dos bens. No ano de 2011 foi contabilizado o valor de R$51,0 milhões à título de reavaliação. Intangíveis que totalizam R$1,1 milhão estão contabilizados na rubrica Imobilizado. E, não nos foi disponibilizado a composição deste valor. Ademais não está sendo amortizado. Page 19
  • 20. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Fornecedores Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado os controles auxiliares analíticos (relatório financeiro) que são base para o registro contábil, nem a composição por nota fiscal e data de vencimento. Ponto identificado Não aplicável – pelo motivo supracitado Page 20
  • 21. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Empréstimos e financiamentos Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizada a memória de cálculo/controles que suporte o saldo conta contábil. Ponto identificado Fomos informados que o saldo da conta é substancialmente formado por empréstimos realizados junto a pessoas físicas, sem formalização por contratos entre as partes. Page 21
  • 22. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Salários e obrigações trabalhistas Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado a memória de cálculo/controles que suporte o saldo de R$1,9 milhões da conta Acordos Extrajudiciais e R$21,1 milhões da conta Acordos e Indenizações Trabalhistas. Não recebemos as respostas das cartas de circularização que enviamos aos assessores jurídicos. Ponto identificado Ao confrontarmos o relatório (R$21,1 milhões) do Tribunal Regional do Trabalho com o saldo contábil (R$23,1 milhões), identificamos um divergência de R$2,0 milhões. As provisões para férias não estão sendo contabilizadas mensalmente, de acordo com Principio da Competência. Page 22
  • 23. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Salários e obrigações trabalhistas (cont.) Ponto identificado A Identificamos as seguintes divergências em relação ao parcelamento de FGTS: Page 23
  • 24. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Salários e obrigações trabalhistas (cont.) Ponto identificado Vm Não nos foi apresentado controles/documentos que possibilitasse identificarmos a natureza das seguintes obrigações: Page 24
  • 25. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Salários e obrigações trabalhistas (cont.) Ponto identificado Vm Identificamos que alguns valores dos recolhimentos de INSS realizados no decorrer do exercício de 2013 (de acordo com Guia da Previdência Social - GPS), apresentam divergência em relação as folhas de pagamento mensais. Há meses com insuficiência de recolhimentos. Tal fato, também aplica-se de maneira similar aos recolhimentos de IRRF. No decorrer do exercício de 2013, foi realizado a retenção de INSS de seus empregados, entretanto, parte dos valores retidos não foram recolhidos à Previdência Social. Page 25
  • 26. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Obrigações tributárias Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizada a memória de cálculo/controles que suporte os saldos de algumas contas referentes ao parcelamento de impostos da Lei 11.941/09 e TIMEMANIA, conforme a seguir: Page 26
  • 27. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Obrigações tributárias (cont.) Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizada a memória de cálculo/controles das contas abaixo, por conseguinte: não pudemos realizar os procedimentos pré-acordados: Page 27
  • 28. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Obrigações tributárias (cont.) Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizada a memória de cálculo/controles que suportem os saldos a pagar de PIS/COFINS. Dessa forma, não foi possível a realização dos procedimentos pré-acordados. Ponto identificado Identificamos que o valor (R$139 mil) a pagar referente ao IPTU, do ano de 2013, não foi contabilizado. Page 28
  • 29. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Obrigações tributárias (cont.) Ponto identificado Vm Identificamos divergências em alguns saldos do parcelamentos, referentes a Lei 11.941/09, conforme abaixo: Page 29
  • 30. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Obrigações tributárias (cont.) Ponto identificado Vm Identificamos que os valores registrados à título de multas fiscais no decorrer dos anos de 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013, não estão sendo atualizados, conforme abaixo: Page 30
  • 31. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Obrigações tributárias (cont.) Ponto identificado Vm Abaixo elencamos os processos (passivos) do Clube junto à Receita Federal que não estão contabilizados: Page 31
  • 32. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Obrigações tributárias (cont.) Ponto identificado Vm Abaixo elencamos os processos (passivos) do Clube junto à Procuradoria Geral da Fazendo Nacional (PGFN) que não estão contabilizados: Page 32
  • 33. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Obrigações tributárias (cont.) Ponto identificado Vm Identificamos que alguns valores de impostos retidos na fonte e não recolhidos, não foram atualizados no decorrer do ano de 2013, conforme abaixo: Page 33
  • 34. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Obrigações tributárias (cont.) Ponto identificado Vm Identificamos uma divergência (a menor) no valor de R$2,2 milhões entre a base de cálculo da COFINS com os registros contábeis. Todavia, não obtivemos todos os documentos necessários para entendermos o porquê desta diferença. Page 34
  • 35. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Receita diferida Limitação de escopo Vm Até nosso último dia em campo, não foi disponibilizado a memória de cálculo/controles que suporte o saldo conta contábil. Dessa forma, não conseguimos realizar os procedimentos pré-acordados. Não obstante o saldo da conta não apresentar alteração no decorrer do exercício de 2013. Ponto identificado Não aplicável – pelo motivo supracitado Page 35
  • 36. Limitações de escopo / pontos identificados Risco Vd (Verde) = Risco Baixo A (Amarelo) = Risco Médio Vm (Vermelho) = Risco Alto Conta contábil Patrimônio Líquido Limitação de escopo Não aplicável. Vm Ponto identificado A conta Fundo Patrimonial encontram-se sem movimentação desde 2009. O saldo de R$15,2 milhões registrado como Ajustes de Exercícios Anteriores, deveria está no computo do saldo da conta Déficit Acumulado. O estatuto foi criado no ano de 1983, e desde então não foi atualizado. Ausência de segregação entre curto e longo prazo dos parcelamentos de FGTS. Page 36
  • 37. APRESENTAÇÃO DA GESTÃO INTEGRADA Page 37
  • 38. Gestão Integrada Page 38 BDO Brazil
  • 39. Cenário Observado Gestão Integrada Informações manipuladas através de planilhas; Ausência de Sistemas integrados – Sistemas isolados (Contabilidade, Fopag, Secretaria, Caixa Esportes Amador); Retrabalho; Foco em execução e não em planejamento; Segmentação de atividades com perda de sinergia entre áreas; Melhores Práticas Desenvolvimento de Estratégias e priorização de iniciativas para desenvolvimento do Modelo de negócio; Estabelecimento de Modelo de Orçamento e ferramentas de monitoramento - Gerenciamento por resultados; Padronização e otimização de processos através da integração da estratégia e operação; Definição de iniciativas de melhoria Registros através do regime de caixa; Totalidade de receitas e despesas sem transitar pelo Financeiro; Poucas ações direcionadas para maximização de receitas e avaliação das fontes de receita (atletas, bilheterias, patrocínio e publicidade, alugueis, esportes amador e outras) Page 39 BDO Brazil Problemas financeiros; Ausência de controles eficazes para monitoramento do passivo judicial. (Gerenciamento de custos, otimização de receitas); Maior eficiência na execução dos processos; Gerenciamento por resultados; Controle de custos com Folha de Pagamento x Contratos de Atletas.
  • 41. Pareceres de auditoria Opinião adversa é quando, tendo evidência de auditoria apropriada e suficiente, conclui que as distorções, individualmente ou em conjunto, são relevantes e generalizadas para as demonstrações contábeis. BDO Brazil 41