SlideShare uma empresa Scribd logo
1

Versão 1.9
MERCADOS DE ATUAÇÃO

Franquias

Construtora e
Incorporadora

Projetos
Especiais

2
A EMPRESA
Missão:

Materializar o sonho da casa própria com eficácia e
sustentabilidade, através de processos de gestão industrial e
tecnologias inovadoras.

Valores:

Ética e transparência nas relações; Respeito ao meio ambiente;
Crescimento sustentável; Valorização profissional;
Comprometimento com a satisfação do cliente; Inovação contínua
de produtos, processos e otimização da rentabilidade.

Visão:

Ser reconhecida como empresa que revolucionou o mercado da
construção civil através de processos inovadores, com
rentabilidade para todos os agentes envolvidos: colaboradores,
fornecedores, franqueados, acionistas e sociedade em geral.

3
O SISTEMA / SUSTENTABILIDADE
Inerente ao
sistema

Processo construtivo que reduz em 99% os resíduos da obra
Construção com pouca ou quase nula utilização de madeira
Formas plásticas com origem em material 100% reciclado e que pode ser
novamente reciclado
Escoramento metálico em ferro e alumínio resistente e leve em material
100% reciclável
Telhado com estrutura e telhas em alumínio e/ou aço galvanizado,
menores custos logísticos pela redução de peso no transporte, com
menor impacto na emissão de CO2 na atmosfera
Acabamentos de janelas e portas em PVC ou alumínio
Piso em material vinílico e ou madeira ecológica podendo dispensar
fontes não renováveis e cerâmica, anulando a sua exploração
4
O SISTEMA / SUSTENTABILIDADE
Opções de sistemas
com foco em
sustentabilidade

Cisternas para utilização de águas pluviais ou águas tratadas com
filtros, para vasos sanitários e jardins.
Esgoto com fossas anaeróbicas com separação dos resíduos
químicos da cozinha, chuveiros, pias e lavanderia
Torneiras com sistema de ¼ de volta e disco cerâmico e ou
sensores
Vasos sanitários com dupla descarga para resíduos líquidos e
sólidos
Retirada de resíduos e limpeza de caixa de gordura
Sistema de gerenciamento inteligente de energia elétrica

Obs. Sistemas opcionais que
serão cobrados a parte do valor
da construção

Utilização de células fotovoltaica para transformação de energia
solar em energia elétrica
Aquecimento de água através de energia solar
5
O SISTEMA / HISTÓRICO

Em 2001 o arquiteto e urbanista, criador deste sistema, Claudio Barcellos conquista o prêmio
da CEF e IAB em “SOLUÇÕES ALTERNATIVAS PARA CONSTRUÇÃO DE BAIXO CUSTO NO BRASIL“

Natural de Pelotas – RS com mais de 20 anos de profissão desenvolveu toda a metodologia
junto a incubadora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul Rio-grandense.

O processo de “Fôrmas em Resina Plásticas Modulares” vem sendo aperfeiçoado a mais de 12
anos de trabalhos contínuos.

6
O SISTEMA / PRÊMIO DA CAIXA - IAB

7
PROTÓTIPO NA IFSUL - RG
Em janeiro de 2005 é montado o protótipo na Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia Sul-Rio-Grandense.

8
HISTÓRICO DE OBRAS

O sistema Concre House já construiu diversas obras que somam:

mais de

20 mil m² de área construída

nos estados do Rio Grande Sul e São Paulo.

9
O SISTEMA

Qualidade
superior

Rapidez

Casa de
concreto

Ecológico e
Sustentável

10
ENTENDENDO A TECNOLOGIA
Concre House é uma construtora e uma franquia que utiliza de um processo de edificação
de concreto moldado “in loco” composto com fibras, aditivos e telas de aço entre as
formas plásticas reutilizáveis.
O resultado é uma construção monolítica de concreto (piso, parede e laje), com rapidez,
durabilidade e qualidade superior ao método construtivo convencional.

Todas as tubulações elétricas e hidráulicas são embutidas no processo construtivo, antes
do preenchimento do concreto.
Após a retirada das fôrmas plásticas é aplicado o acabamento final com textura colorida
e/ou massa fina nas paredes e lajes.
Conforme NBR 16055, aprovado pela Caixa Econômica Federal, esse processo possui uma
resistência 10 vezes maior do que o processo convencional com 25 MPA (Megapascal).

11
Etapas do Processo Construtivo
- Fundação radier

A colocação de guias em solo compactado, através de equipamento óptico, é
fundamental para garantia da qualidade do sistema

12
Etapas do Processo Construtivo
- Fundação radier

Instalações hidráulicas embutidas na
fundação em radier

Detalhe de colocação de caixa de gordura

13
Etapas do Processo Construtivo
- Fundação radier

Início da concretagem com concreto
estrutural FCK de 25 MPA

Regularização da concretagem

14
Etapas do Processo Construtivo
- Fundação radier

Utilização de régua treliçada para
regularização do concreto

Fundação em radier após
concretagem

15
Etapas do Processo Construtivo
– Paredes

Montagens dos painéis

16
Etapas do Processo Construtivo
– Paredes com tela de aço, fibra e concreto

Montagem das estruturas das formas
plásticas e da malha de aço.

Passagem de eletrodutos e colocação de
espaçadores plásticos

17
Etapas do Processo Construtivo
– Paredes

Instalação das árvores hidráulicas

Colocação de caixas de passagem e
eletrodutos

18
Etapas do Processo Construtivo
- Laje

Montagem Laje com longarinas
metálicas

Montagem Laje com escoras
metálicas

19
Etapas do Processo Construtivo
- Laje

Laje e paredes prontas para
recebimento de concreto

Concretagem laje e paredes com
caixas de passagem e eletrodutos

20
Etapas do Processo Construtivo
– Concretagem

A esquerda monobloco de concreto desformado e a direita processo de
concretagem de segunda unidade habitacional. Em primeiro plano kit de
formas para montagens

21
Etapas do Processo Construtivo
– Concretagem

Concretagem das paredes e laje ao mesmo
tempo

‘

22
Etapas do Processo Construtivo
– Desforma

Início da desforma pela laje com longarinas e escoras metálicas aguardando o
final da cura do concreto

23
Etapas do Processo Construtivo
– Desforma

Paredes internas já desformadas

24
Etapas do Processo Construtivo
– Desforma

Aspecto final da parede bruta
desformada

Retirada da última parte das formas
plásticas

25
Etapas do Processo Construtivo
– Telhado

Telhado em estrutura de alumínio ou aço galvanizado

26
Etapas do Processo Construtivo
– Acabamento

Massa fina nas paredes internas

27
Etapas do Processo Construtivo
– Acabamento

Banheiro com revestimento cerâmico

28
Etapas do Processo Construtivo
– Acabamento

Cozinha e sala com revestimento cerâmico.

29
Etapas do Processo Construtivo
– Acabamento

Sala e quarto finalizados

30
CASAS FINALIZADAS

Casas alto padrão 300m²
área total, 2 pavimentos.

Casa alto padrão 280m²,
2 pavimentos.

Conjunto residencial
popular, casas de 46m².

Construídas no munícipio de
Pelotas casas individuais no
bairro Parque Tênis.

Construída no munícipio de
Pelotas bairro Colina do Sol.

Construídas no munícipio de
Pelotas no bairro Fragata.

31
CRONOGRAMA BÁSICO DE OBRAS*

APÓS TERRENO PREPARADO PARA IMPLANTAÇÃO DAS HABITAÇÕES

Etapa
* Sobrado de 140 m²

Dias úteis de execução

Serviços preliminares

1º ao 5º dia

Fundação radier

6º ao 9º dia

Concretagem 1º piso

10º ao 14º dia

Concretagem 2º piso

15º ao 19º dia

Telhado e instalações elétricas

20º ao 23º dia

Acabamento interno e externo

20º ao 37º dia

Esquadrias e Pintura

38º ao 48º dia

32
ETAPAS DO CRONOGRAMA FÍSICO DA OBRA
SOBRADO DE 140 M²
Etapa 1
Montagem do
gabarito
abertura e
fechamento
esgoto e
colocação
caixas
inspeção
3 dias
Serviços extras
5 dias
Total 5 dias

Etapa 2
Concretagem
radier
2 dias
Execução de
contra piso
interno

Etapa 3

Etapa 4

Etapa 5

Etapa 6

Etapa 7

Marcação,
montagem de
kits, Telas,
elétrico e
hidro paredes

TelhadoEstrutura

RevestimentoMassa lisa

Esquadrias

Pintura

3 dias

6 dias

1 dias

9 dias

Montagem,
concretagem
desmontagem
formas
paredes e
lajes

TelhadoTelhas

Revestimento
- Piso
cerâmico

Total 4 dias

Regularização
e fechamento
tensores
paredes
2 dias
Total 11 dias

Telhado –
Cumeeiras

Geral 48
dias úteis

Revestimentos
– Azulejo
6 dias

Total 3 dias

Total 5 dias

Total

9 dias

Instalação
elétrica

2 dias

Revestimento
- Rodapé
cerâmico

3 dias

9 dias

9 dias

2 dias

2 dias

1 dias

Louças, metais

Textura
externa
9 dias
Forros em
gesso
3 dias
Total 18 dias

33
COMPARATIVO ENTRE SISTEMAS
CONVENCIONAL X CONCRE HOUSE

Alvenaria Convencional

Concre House

 Processo de execução artesanal com alto
índice de retrabalho;

 Processo Industrializado com tecnologia
construtiva;

 Grande índice de desperdício de materiais;

 Economia de até 20% por m² construído;

 Baixa velocidade de execução;

 Alta produtividade com redução de 60% no
tempo de execução da obra e menor
necessidade de mão de obra especializada

 Elevado índice de patologias construtivas;

 Baixo índice de patologias e melhor
garantia da qualidade do produto final

 Acentuada geração de entulhos na obra;

 Obra limpa sem geração de entulhos

 Baixa padronização de processos e
acabamentos;

 Padronização de sistemas complementares
(água, luz, Internet e etc..)

 Utilização de insumos de alto impacto
ambiental.

 Utilização de insumos de baixo impacto
ambiental aliada a tecnologias verdes

34
CONVENCIONAL X CONCRE HOUSE

Sistema de Alvenaria Convencional

Sistema Concre House

Construção Luxo 54 homens/hora/m²

Construção Luxo 32 homens/hora/m²

Construção NormaL 45 homens /hora/m²

Construção NormaL 24 homens/hora/m²

Construção Popular 32 homens/hora/m²

Construção Popular 16 homens/hora/m²

Fonte: Banco de dados NORIE
O Núcleo Orientado para a Inovação da Edificação (NORIE) constitui-se em um núcleo de pesquisa na área de
construção civil, vinculado ao Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil e ao Departamento de Engenharia Civil
da Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), localizada em Porto Alegre – RS.

35
FRANQUIA

1ª Franquia
de
construção
civil

Visão
inovadora e
tecnologia de
ponta

8 milhões de
déficit
habitacional

36
CARACTERÍSTICAS

Franquia de construção civil, com visão inovadora, tecnologia de
ponta e processos de gestão industrial.

Fundada em 2012 se tornou a primeira franquia em concreto
moldado “in loco” do Brasil.

Os franqueados deverão ser pessoas Empreendedoras com foco
em processo e forte perfil comercial

37
Cresceu 16,2% em 2012, resultado
bastante expressivo se comparado
com a expansão do PIB de 0,9%;
Faturamento de R$ 103 bilhões;
Encerrou o ano com:
2.213 marcas;
Possui 104 mil pontos de venda;
Gerou 936 mil empregos diretos.

Previsões 2013

Resultados 2012

DADOS DO MERCADO DE FRANQUIAS

Para 2013, com a perspectiva que o
PIB aumente 4%, a ABF projeta um
aumento de 16% no faturamento;
Crescimento de 10% no número de
novas marcas;
Previsão de faturamento
R$ 120 bilhões.
.

38
DADOS DE MERCADO DE HABITAÇÃO

Unidades Financiadas com recursos da
poupança em milhares
600

Déficit habitacional
atual é de 8 milhões
de moradias

500

492,9
453

421,4

400
299,7

300

302,7

2008

2009

195,9

200
113,9
100
28,9
0

36,5

2002

2003

53,8

61,1

2004

2005

2006

2007

2010

2011

2012
39
DADOS DE MERCADO DE HABITAÇÃO

Financiamento Total para Construção e
Aquisição em R$ Bilhões
90

Valor médio de
financiamento
183 mil

80
70

80

60

83

56

50
40
30

30
18,3

20
10
0

34

1,8

2,2

3

4,9

2002

2003

2004

2005

9,3

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012
40
INVESTIMENTO NA FRANQUIA
Taxa de Franquia

R$ 50.000,00

Marketing de inauguração

R$ 5.000,00

Equipamentos de Informática e Software

R$ 4.900,00

Equipamentos do Negócio

R$ 2.000,00

Total da Franquia

R$ 61.900,00

Capital de Giro para execução de Ferramenta de obras*
variável conforme projeto de formas
Exemplo de projeto de 60m². que podem construir casas
térreas ou sobrados de até 110m²

R$ 2.500,00 / m²
Capital de giro de R$150.000,00

Obs.:
1. Os valores acima não contemplam custos de deslocamento de materiais e pessoal.

41
INVESTIMENTO NA FRANQUIA – DESCRIÇÃO

Item

Descrição

Marketing de lançamento

Marketing de inauguração e comunicação visual

Equipamentos de Informática e
Software

Hardware e Software de gestão e acompanhamento de
obra

Equipamentos do Negócio

Lavadora de alta pressão profissional

Ferramenta para execução de obras

Gabarito do radier, painéis de formas plásticas,
cimbramentos verticais e horizontais de alumínio,
escoras para laje, manuais operacionais e gestão

42
TAXAS E ESTIMATIVA DE RETORNO DA FRANQUIA

Royalties *

Taxa de Propaganda

R$ 70,00 m2

R$ 14,00 m2

Ponto de equilíbrio
• Entre 3 e 7 meses

Retorno do investimento
• Entre 6 a 12 meses;

Número de funcionários
diretos por ferramenta
• 6 a 15 funcionários

43
CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

Descrição

Valor

Prazo

Taxa de Franquia

25.000,00

No contrato

Taxa de Franquia

25.000,00

30 dias após

Ferramenta de Obra *

50.400,00

Na definição do Projeto

Ferramenta de Obra *

37.800,00

30 dias após

Ferramenta de Obra *

37.800,00

60 dias após

Demais itens

Conforme fornecedor

Conforme fornecedor

Obs.
• Valor para confecção de ferramenta de execução de obras para projetos de até
60m², acima desta metragem ocorrerá recálculo do mesmo, que será devolvido
quando do pagamento de royalties

44
CENÁRIO FRANQUEADO COMO PRESTADOR DE SERVIÇOS
OBS. TODOS OS VALORES SÃO PREVISÕES DENTRO DE NOSSOS PARÂMETROS DE VENDAS,
R$1.400,00/M² PARA CASAS DE 60M²

1º ano 18 casas  1.5 milhão faturamento
2º ano 36 casas  3 milhões faturamento
3º ano 48 casas  4 milhões faturamento
Total de 102 casas

1º ano 27 casas  2,2 milhões faturamento
2º ano 48 casas  4 milhões faturamento
3º ano 72 casas  6 milhões faturamento
Total de 147 casas

1º ano 36 casas  3 milhões faturamento
2º ano 72 casas  6 milhões faturamento
3º ano 96 casas  8 milhões faturamento
Total de 204 casas








Cenário Pessimista
Payback no 9º mês
Receita mensal média
1º ano 32 mil
2º ano 62 mil
3º ano 73 mil








Cenário Realizável
Payback no 7º mês
Receita mensal média
1º ano 53 mil
2º ano 86 mil
3º ano 114 mil








Cenário Otimista
Payback no 6º mês
Receita mensal média
1º ano 74 mil
2º ano 133 mil
3º ano 154 mil
45
PREÇO DE CUSTO ESTIMADO DA OBRA / M²

Custos obra Concre House *

Imóvel pronto
R$/m²

Mão de obra *

286,00

Concreto *

156,00

Materiais e Acabamentos *

272,00

Royalties da tecnologia

70,00

Taxa de propaganda

14,00

Custo da obra

798,00

*Valor do IBGE para SP de Mão de Obra e Materiais = R$ 981,94/m² / Concre House R$
714,00/m² (menor em 27,29%, base 11/2013)
** Todos os valores são previsões dentro de nossos orçamentos na região de campinas
e portanto, podem variar conforme a localidade
46
SUPORTE OFERECIDO PELA FRANQUEADORA
Treina sua equipe e monitora suas obras
Fornece assessoria técnica, jurídica e de gestão do negócio
Possibilita a realização de compras centralizada com ganho de escala
Fornece materiais como: fôrmas plásticas, cimbramentos metálicos em alumínio, kits das árvores
hidráulicas e elétricas e outros componentes
Elabora projetos padronizados e especiais
Orienta o momento correto para construir para terceiros, incorporar e ou realizar projetos especiais
Apoia nos processos de aprovação junto a órgãos público e do sistema financeiro da habitação

47
VANTAGENS E DIFERENCIAIS DA FRANQUIA
Participar da primeira franquia de construção civil do Brasil
Rentabilidade superior a média da construção civil e comparável às maiores do mercado
Tecnologia de processo industrial de baixo custo, aplicado à construção civil
Alto grau de planejamento, gestão e controle, só comparável às grandes construtoras
Garantia da qualidade de insumos, mão de obra e de processos, através de monitoramento e
software de controle
Tempo médio de execução muito menor que o convencional, possibilitando giro financeiro mais
rápido
Aplicação prática dos conceitos de sustentabilidade em todo o processo com drástica redução das
etapas, entulhos, desperdícios e retrabalhos
Produto com baixo nível de patologias habituais do mercado de construção civil

48
FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO

Captação de
clientes para
construção

Comprometimento
do franqueado com
pessoas, processos e
controles
Escolha do ponto
comercial,
Investimento em
marketing

Seleção,
treinamento e
retenção da
equipe de
funcionários

Satisfação do
Cliente

49
PRÓXIMAS ETAPAS
Reunião de
apresentação da
franquia e análise
de perfil do
candidato

Entrega da COF e
análise de
documentação
do futuro
franqueado

Assinatura do
contrato de
franquia

Busca de ponto
comercial

Treinamento e
estágio na
franqueadora

Adequação de
cronograma de
abertura da unidade
e orientação sobre
montagem da
mesma

Aprovação de
documentação e
negociação do
ponto comercial

Análise de ponto
comercial

Definição de
estratégia de
lançamento da
franquia

Montagem do
showroom

Decoração e
organização do
escritório

Inauguração

50
PROJETOS DE HABITAÇÃO

Casas térreas

Sobrados
isolados e
geminados

Apartamentos

51
APTO. SOBRADO
4 UNIDADES POR BLOCO

Apartamento - 42,80 m²,
2 dormitórios e 1 wc

52
APTO. SOBRADO

4 UNIDADES POR BLOCO - MEDIDAS

53
MODELO DE SOBRADOS GEMINADOS
TERRENOS DE 10 METROS DE FRENTE C/ 2 UNIDADES

Sobrado - 116 m², 3 dormitórios; 2 wc, ou
Sobrado - 95,7 m², 2 dormitórios e 2 wc

54
CASAS TÉRREAS

TERRENOS DE 7 A 10 METROS DE FRENTE

55
CASA TÉRREAS

FACHADA PELA SALA OU PELOS QUARTOS

56
CASA TÉRREA QUE PODE VIRAR SOBRADO DE 3 DORMS
FACHADA PELA SALA OU PELOS QUARTOS

57
SOBRADO DE 3 DORMS – 140M²
A PARTIR DE CASA TÉRREA DE 2 DORMS

Opção 1 piso superior

Opção 2 piso superior

58
MODELO DE SOBRADO SHOWROOM – 140 M²
TERRENOS DE 5 METROS DE FRENTE

Sobrado - 187,7 m²,
3 dormitórios, uma suíte, 3 wc
Frente mínima de terreno de 5 metros

59
MODELO DE SOBRADO SHOWROOM – 188 M²
TERRENO COM 10 METROS DE FRENTE

60
MODELO DE SOBRADO SHOWROOM – 188 M²
PISO INFERIOR E SUPERIOR (3 SUÍTES)

61
MODELO DE PRÉDIO DE 4 APTO POR ANDAR– 52 M²
TERRENO DE 20 X 25 METROS

62
MODELO DE PRÉDIO DE 4 APTO POR ANDAR– 52 M²
TERRENO DE 20 X 25 METROS

63
CONTATOS

Departamento de Franquia
E-mail: rodrigo.lanzoni@avancefranchising.com.br
faleconosco@avancefranchising.com.br
Outros produtos e serviços
E-mail: contato@concrehouse.com.br
64
Construção com Tecnologia e Gestão

OBRIGADO

65

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelo memorial simplificado
Modelo memorial simplificadoModelo memorial simplificado
Modelo memorial simplificado
Cloves Sabino
 
Memorial descritivo da casa de 2 dorm. 56,26 m2
Memorial descritivo da casa de 2 dorm. 56,26 m2Memorial descritivo da casa de 2 dorm. 56,26 m2
Memorial descritivo da casa de 2 dorm. 56,26 m2
Coophacas
 
Memorial descritivo
Memorial descritivoMemorial descritivo
Memorial descritivo
prefeitodeipu
 
PANORAMA VILA MARIANA
PANORAMA VILA MARIANAPANORAMA VILA MARIANA
PANORAMA VILA MARIANA
elietepinheiro
 
Memorial descritivo comercial
Memorial descritivo comercialMemorial descritivo comercial
Memorial descritivo comercial
Marlon Lopes
 
Apres. tahti 1 semsestre 2011 corrigido
Apres.  tahti 1 semsestre  2011 corrigidoApres.  tahti 1 semsestre  2011 corrigido
Apres. tahti 1 semsestre 2011 corrigido
magctba
 
SYENE CORPORATE 1º Green Building do Norte/Nordeste salas de 95 a 960m2, inf ...
SYENE CORPORATE 1º Green Building do Norte/Nordeste salas de 95 a 960m2, inf ...SYENE CORPORATE 1º Green Building do Norte/Nordeste salas de 95 a 960m2, inf ...
SYENE CORPORATE 1º Green Building do Norte/Nordeste salas de 95 a 960m2, inf ...
Rede GVI - Gustavo Vieira Imoveis
 
Memorial descritivo Terra Nova Rua Joao Dembinski, Fazendinha Curitiba
Memorial descritivo Terra Nova Rua Joao Dembinski, Fazendinha CuritibaMemorial descritivo Terra Nova Rua Joao Dembinski, Fazendinha Curitiba
Memorial descritivo Terra Nova Rua Joao Dembinski, Fazendinha Curitiba
Imobiliária Curitiba
 
Casa das Rosas - Restauração
Casa das Rosas - RestauraçãoCasa das Rosas - Restauração
Casa das Rosas - Restauração
Alberto Barth
 
Casa das rosas - Parte 2
Casa das rosas - Parte 2Casa das rosas - Parte 2
Casa das rosas - Parte 2
Alberto Barth
 
Memorial Descritivo do Residencial Al Nur
Memorial Descritivo do Residencial Al NurMemorial Descritivo do Residencial Al Nur
Memorial Descritivo do Residencial Al Nur
Lucio Borges
 
Memorial descritivo residencial
Memorial descritivo residencialMemorial descritivo residencial
Memorial descritivo residencial
Marlon Lopes
 
Sax Itaim Memorial descritivo
Sax Itaim Memorial descritivoSax Itaim Memorial descritivo
Sax Itaim Memorial descritivo
ArrobaCasa
 
Modelo memorial habitação e equipamentos (1)
Modelo memorial habitação e equipamentos (1)Modelo memorial habitação e equipamentos (1)
Modelo memorial habitação e equipamentos (1)
Manu Guimarães
 
Case Ventura Corporate Towers
Case Ventura Corporate TowersCase Ventura Corporate Towers
Case Ventura Corporate Towers
PELOSI PELOSI
 
Memorial descritivo
Memorial descritivoMemorial descritivo
Memorial descritivo
Edson Junior
 
Wizz Iguacu Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Wizz Iguacu Curitiba Memorial Descritivo da ObraWizz Iguacu Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Wizz Iguacu Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Imobiliária Curitiba
 
Urban Office & Hotel Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Urban Office & Hotel Curitiba Memorial Descritivo da ObraUrban Office & Hotel Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Urban Office & Hotel Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Imobiliária Curitiba
 
Casa das Rosas II - Restauro
Casa das Rosas II - RestauroCasa das Rosas II - Restauro
Casa das Rosas II - Restauro
Alberto Barth
 
Capoto
CapotoCapoto

Mais procurados (20)

Modelo memorial simplificado
Modelo memorial simplificadoModelo memorial simplificado
Modelo memorial simplificado
 
Memorial descritivo da casa de 2 dorm. 56,26 m2
Memorial descritivo da casa de 2 dorm. 56,26 m2Memorial descritivo da casa de 2 dorm. 56,26 m2
Memorial descritivo da casa de 2 dorm. 56,26 m2
 
Memorial descritivo
Memorial descritivoMemorial descritivo
Memorial descritivo
 
PANORAMA VILA MARIANA
PANORAMA VILA MARIANAPANORAMA VILA MARIANA
PANORAMA VILA MARIANA
 
Memorial descritivo comercial
Memorial descritivo comercialMemorial descritivo comercial
Memorial descritivo comercial
 
Apres. tahti 1 semsestre 2011 corrigido
Apres.  tahti 1 semsestre  2011 corrigidoApres.  tahti 1 semsestre  2011 corrigido
Apres. tahti 1 semsestre 2011 corrigido
 
SYENE CORPORATE 1º Green Building do Norte/Nordeste salas de 95 a 960m2, inf ...
SYENE CORPORATE 1º Green Building do Norte/Nordeste salas de 95 a 960m2, inf ...SYENE CORPORATE 1º Green Building do Norte/Nordeste salas de 95 a 960m2, inf ...
SYENE CORPORATE 1º Green Building do Norte/Nordeste salas de 95 a 960m2, inf ...
 
Memorial descritivo Terra Nova Rua Joao Dembinski, Fazendinha Curitiba
Memorial descritivo Terra Nova Rua Joao Dembinski, Fazendinha CuritibaMemorial descritivo Terra Nova Rua Joao Dembinski, Fazendinha Curitiba
Memorial descritivo Terra Nova Rua Joao Dembinski, Fazendinha Curitiba
 
Casa das Rosas - Restauração
Casa das Rosas - RestauraçãoCasa das Rosas - Restauração
Casa das Rosas - Restauração
 
Casa das rosas - Parte 2
Casa das rosas - Parte 2Casa das rosas - Parte 2
Casa das rosas - Parte 2
 
Memorial Descritivo do Residencial Al Nur
Memorial Descritivo do Residencial Al NurMemorial Descritivo do Residencial Al Nur
Memorial Descritivo do Residencial Al Nur
 
Memorial descritivo residencial
Memorial descritivo residencialMemorial descritivo residencial
Memorial descritivo residencial
 
Sax Itaim Memorial descritivo
Sax Itaim Memorial descritivoSax Itaim Memorial descritivo
Sax Itaim Memorial descritivo
 
Modelo memorial habitação e equipamentos (1)
Modelo memorial habitação e equipamentos (1)Modelo memorial habitação e equipamentos (1)
Modelo memorial habitação e equipamentos (1)
 
Case Ventura Corporate Towers
Case Ventura Corporate TowersCase Ventura Corporate Towers
Case Ventura Corporate Towers
 
Memorial descritivo
Memorial descritivoMemorial descritivo
Memorial descritivo
 
Wizz Iguacu Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Wizz Iguacu Curitiba Memorial Descritivo da ObraWizz Iguacu Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Wizz Iguacu Curitiba Memorial Descritivo da Obra
 
Urban Office & Hotel Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Urban Office & Hotel Curitiba Memorial Descritivo da ObraUrban Office & Hotel Curitiba Memorial Descritivo da Obra
Urban Office & Hotel Curitiba Memorial Descritivo da Obra
 
Casa das Rosas II - Restauro
Casa das Rosas II - RestauroCasa das Rosas II - Restauro
Casa das Rosas II - Restauro
 
Capoto
CapotoCapoto
Capoto
 

Destaque

Taxas da ABF
Taxas da ABFTaxas da ABF
Taxas da ABF
Cia de Franchising
 
Revista concreto 49
Revista concreto 49Revista concreto 49
Revista concreto 49
Vinícius Prudente Teixeira
 
Sinduscon 2015 parte 2_reduzido
Sinduscon 2015 parte 2_reduzidoSinduscon 2015 parte 2_reduzido
Sinduscon 2015 parte 2_reduzido
Adriana de Araujo
 
Sinduscon 2015 parte 3_reduzida
Sinduscon 2015 parte 3_reduzidaSinduscon 2015 parte 3_reduzida
Sinduscon 2015 parte 3_reduzida
Adriana de Araujo
 
Nbr 14931 2004 - execucao de estruturas de concreto - procedimento
Nbr 14931   2004 - execucao de estruturas de concreto - procedimentoNbr 14931   2004 - execucao de estruturas de concreto - procedimento
Nbr 14931 2004 - execucao de estruturas de concreto - procedimento
Luiz Carlos Araujo da Silva
 
9.reactivo de relación entre columnas
9.reactivo de relación entre columnas9.reactivo de relación entre columnas
9.reactivo de relación entre columnas
14DAVICHO
 
Sneak Peek at etourism Summit 2014
Sneak Peek at etourism Summit 2014 Sneak Peek at etourism Summit 2014
Sneak Peek at etourism Summit 2014
Jake Steinman
 
Largetail Media Kit Sept 10
Largetail Media Kit Sept 10Largetail Media Kit Sept 10
Largetail Media Kit Sept 10
neilsait
 
Ipr 44 cronograma de practica clinica y comunitaria sede caracas 2
Ipr 44 cronograma de practica clinica y comunitaria sede caracas 2Ipr 44 cronograma de practica clinica y comunitaria sede caracas 2
Ipr 44 cronograma de practica clinica y comunitaria sede caracas 2
ICCTPRACTICA
 
Relatório Peteca Alto Santo 2011
Relatório Peteca Alto Santo 2011Relatório Peteca Alto Santo 2011
Relatório Peteca Alto Santo 2011
Ministério Público do Trabalho
 
Turismo internacional
Turismo internacionalTurismo internacional
Turismo internacional
turismolina
 
Io odio mia moglie | Aforismi misogini di Federico Riva
Io odio mia moglie | Aforismi misogini di Federico RivaIo odio mia moglie | Aforismi misogini di Federico Riva
Io odio mia moglie | Aforismi misogini di Federico Riva
Federico Riva
 
The Magazine Cityscape August 2012
The Magazine Cityscape August 2012The Magazine Cityscape August 2012
The Magazine Cityscape August 2012
annacityscape
 
Acuerdo Creu Blanca- Institut Guttmann
Acuerdo Creu Blanca- Institut GuttmannAcuerdo Creu Blanca- Institut Guttmann
Acuerdo Creu Blanca- Institut Guttmann
CENTROS MEDICOS CREU BLANCA
 
Catalogue nobili componenti 2012
Catalogue nobili componenti 2012Catalogue nobili componenti 2012
Catalogue nobili componenti 2012
DEKEYSER sa
 
GoodPie Beroepsopdracht verslag
GoodPie Beroepsopdracht verslagGoodPie Beroepsopdracht verslag
GoodPie Beroepsopdracht verslagBerber Galema
 
Writing Assessment Travel Experience Email
Writing Assessment  Travel Experience EmailWriting Assessment  Travel Experience Email
Writing Assessment Travel Experience Email
JANA CIOBANU
 
Listad de maltratadas
Listad de maltratadasListad de maltratadas
Listad de maltratadas
rosalvagavilangusman
 
Nokia 1616 1800_ug_es
Nokia 1616 1800_ug_esNokia 1616 1800_ug_es
Nokia 1616 1800_ug_es
pedro pablo pacheco
 
Mi perra
Mi perraMi perra
Mi perra
CEIP San Félix
 

Destaque (20)

Taxas da ABF
Taxas da ABFTaxas da ABF
Taxas da ABF
 
Revista concreto 49
Revista concreto 49Revista concreto 49
Revista concreto 49
 
Sinduscon 2015 parte 2_reduzido
Sinduscon 2015 parte 2_reduzidoSinduscon 2015 parte 2_reduzido
Sinduscon 2015 parte 2_reduzido
 
Sinduscon 2015 parte 3_reduzida
Sinduscon 2015 parte 3_reduzidaSinduscon 2015 parte 3_reduzida
Sinduscon 2015 parte 3_reduzida
 
Nbr 14931 2004 - execucao de estruturas de concreto - procedimento
Nbr 14931   2004 - execucao de estruturas de concreto - procedimentoNbr 14931   2004 - execucao de estruturas de concreto - procedimento
Nbr 14931 2004 - execucao de estruturas de concreto - procedimento
 
9.reactivo de relación entre columnas
9.reactivo de relación entre columnas9.reactivo de relación entre columnas
9.reactivo de relación entre columnas
 
Sneak Peek at etourism Summit 2014
Sneak Peek at etourism Summit 2014 Sneak Peek at etourism Summit 2014
Sneak Peek at etourism Summit 2014
 
Largetail Media Kit Sept 10
Largetail Media Kit Sept 10Largetail Media Kit Sept 10
Largetail Media Kit Sept 10
 
Ipr 44 cronograma de practica clinica y comunitaria sede caracas 2
Ipr 44 cronograma de practica clinica y comunitaria sede caracas 2Ipr 44 cronograma de practica clinica y comunitaria sede caracas 2
Ipr 44 cronograma de practica clinica y comunitaria sede caracas 2
 
Relatório Peteca Alto Santo 2011
Relatório Peteca Alto Santo 2011Relatório Peteca Alto Santo 2011
Relatório Peteca Alto Santo 2011
 
Turismo internacional
Turismo internacionalTurismo internacional
Turismo internacional
 
Io odio mia moglie | Aforismi misogini di Federico Riva
Io odio mia moglie | Aforismi misogini di Federico RivaIo odio mia moglie | Aforismi misogini di Federico Riva
Io odio mia moglie | Aforismi misogini di Federico Riva
 
The Magazine Cityscape August 2012
The Magazine Cityscape August 2012The Magazine Cityscape August 2012
The Magazine Cityscape August 2012
 
Acuerdo Creu Blanca- Institut Guttmann
Acuerdo Creu Blanca- Institut GuttmannAcuerdo Creu Blanca- Institut Guttmann
Acuerdo Creu Blanca- Institut Guttmann
 
Catalogue nobili componenti 2012
Catalogue nobili componenti 2012Catalogue nobili componenti 2012
Catalogue nobili componenti 2012
 
GoodPie Beroepsopdracht verslag
GoodPie Beroepsopdracht verslagGoodPie Beroepsopdracht verslag
GoodPie Beroepsopdracht verslag
 
Writing Assessment Travel Experience Email
Writing Assessment  Travel Experience EmailWriting Assessment  Travel Experience Email
Writing Assessment Travel Experience Email
 
Listad de maltratadas
Listad de maltratadasListad de maltratadas
Listad de maltratadas
 
Nokia 1616 1800_ug_es
Nokia 1616 1800_ug_esNokia 1616 1800_ug_es
Nokia 1616 1800_ug_es
 
Mi perra
Mi perraMi perra
Mi perra
 

Semelhante a Apresentação _ Franquia Concre House

Stark Haus Construções Inteligentes
Stark Haus Construções InteligentesStark Haus Construções Inteligentes
Stark Haus Construções Inteligentes
Marcelo Botte
 
Seminário Construção em Aço Leve-Gyptec-CICCOPN
Seminário Construção em Aço Leve-Gyptec-CICCOPNSeminário Construção em Aço Leve-Gyptec-CICCOPN
Coordenação e Compatibilização de Projetos sob o Ponto de Vista da Vedação: c...
Coordenação e Compatibilização de Projetos sob o Ponto de Vista da Vedação: c...Coordenação e Compatibilização de Projetos sob o Ponto de Vista da Vedação: c...
Coordenação e Compatibilização de Projetos sob o Ponto de Vista da Vedação: c...
Michelli Fialho
 
Apresentação BubbleDeck MODIFICADA.pptx
Apresentação BubbleDeck MODIFICADA.pptxApresentação BubbleDeck MODIFICADA.pptx
Apresentação BubbleDeck MODIFICADA.pptx
CarlosMilani1
 
Construções Industrializadas - Constru
Construções Industrializadas - ConstruConstruções Industrializadas - Constru
Construções Industrializadas - Constru
constru
 
Revisado desenvolvimento sustentável end
Revisado desenvolvimento sustentável endRevisado desenvolvimento sustentável end
Revisado desenvolvimento sustentável end
marketing_uptec
 
Palestra Sustentabilidade na Construção
Palestra Sustentabilidade na ConstruçãoPalestra Sustentabilidade na Construção
Palestra Sustentabilidade na Construção
LCP Engenharia e Construções
 
Eficiência energética - Os novos caminhos da construção
Eficiência energética - Os novos caminhos da construçãoEficiência energética - Os novos caminhos da construção
Eficiência energética - Os novos caminhos da construção
Pedro Hijo
 
Apresentação Open BUILDING Luxury
Apresentação Open BUILDING LuxuryApresentação Open BUILDING Luxury
Apresentação Open BUILDING Luxury
Eugen Fudulu
 
Apresentacao ICA
Apresentacao ICAApresentacao ICA
Apresentacao ICA
Lucas Coimbra
 
ConstruCasaPronta
ConstruCasaProntaConstruCasaPronta
ConstruCasaPronta
agenciaativa
 
Apresentação OpenBUILDING Special
Apresentação OpenBUILDING SpecialApresentação OpenBUILDING Special
Apresentação OpenBUILDING Special
Eugen Fudulu
 
Apresentação OpenBUILDING Projetos Sociais
Apresentação OpenBUILDING Projetos SociaisApresentação OpenBUILDING Projetos Sociais
Apresentação OpenBUILDING Projetos Sociais
Eugen Fudulu
 
Essenza Moema
Essenza MoemaEssenza Moema
Essenza Moema
Sergio Pripas
 
Cartilla de cómo hacer bloques ecológica
Cartilla de cómo hacer bloques ecológicaCartilla de cómo hacer bloques ecológica
Cartilla de cómo hacer bloques ecológica
danius2009
 
ESTUDO DE CASO ROCHAVERÁ
ESTUDO DE CASO ROCHAVERÁESTUDO DE CASO ROCHAVERÁ
ESTUDO DE CASO ROCHAVERÁ
Mariana Chapadeiro
 
Tecnologia para Licenciamento
Tecnologia para LicenciamentoTecnologia para Licenciamento
Tecnologia para Licenciamento
Portfolio de Patentes Inova Unicamp
 
Construção energia térmica sustentável
Construção energia térmica sustentávelConstrução energia térmica sustentável
Construção energia térmica sustentável
Everaldo Fernandes
 
Artigo eficiencia energética
Artigo eficiencia energéticaArtigo eficiencia energética
Artigo eficiencia energética
Edna Barbosa
 
News 232: Especial 40 anos, Renault e Geomembranas do Perú
News 232: Especial 40 anos, Renault e Geomembranas do PerúNews 232: Especial 40 anos, Renault e Geomembranas do Perú
News 232: Especial 40 anos, Renault e Geomembranas do Perú
mkt_refrisat
 

Semelhante a Apresentação _ Franquia Concre House (20)

Stark Haus Construções Inteligentes
Stark Haus Construções InteligentesStark Haus Construções Inteligentes
Stark Haus Construções Inteligentes
 
Seminário Construção em Aço Leve-Gyptec-CICCOPN
Seminário Construção em Aço Leve-Gyptec-CICCOPNSeminário Construção em Aço Leve-Gyptec-CICCOPN
Seminário Construção em Aço Leve-Gyptec-CICCOPN
 
Coordenação e Compatibilização de Projetos sob o Ponto de Vista da Vedação: c...
Coordenação e Compatibilização de Projetos sob o Ponto de Vista da Vedação: c...Coordenação e Compatibilização de Projetos sob o Ponto de Vista da Vedação: c...
Coordenação e Compatibilização de Projetos sob o Ponto de Vista da Vedação: c...
 
Apresentação BubbleDeck MODIFICADA.pptx
Apresentação BubbleDeck MODIFICADA.pptxApresentação BubbleDeck MODIFICADA.pptx
Apresentação BubbleDeck MODIFICADA.pptx
 
Construções Industrializadas - Constru
Construções Industrializadas - ConstruConstruções Industrializadas - Constru
Construções Industrializadas - Constru
 
Revisado desenvolvimento sustentável end
Revisado desenvolvimento sustentável endRevisado desenvolvimento sustentável end
Revisado desenvolvimento sustentável end
 
Palestra Sustentabilidade na Construção
Palestra Sustentabilidade na ConstruçãoPalestra Sustentabilidade na Construção
Palestra Sustentabilidade na Construção
 
Eficiência energética - Os novos caminhos da construção
Eficiência energética - Os novos caminhos da construçãoEficiência energética - Os novos caminhos da construção
Eficiência energética - Os novos caminhos da construção
 
Apresentação Open BUILDING Luxury
Apresentação Open BUILDING LuxuryApresentação Open BUILDING Luxury
Apresentação Open BUILDING Luxury
 
Apresentacao ICA
Apresentacao ICAApresentacao ICA
Apresentacao ICA
 
ConstruCasaPronta
ConstruCasaProntaConstruCasaPronta
ConstruCasaPronta
 
Apresentação OpenBUILDING Special
Apresentação OpenBUILDING SpecialApresentação OpenBUILDING Special
Apresentação OpenBUILDING Special
 
Apresentação OpenBUILDING Projetos Sociais
Apresentação OpenBUILDING Projetos SociaisApresentação OpenBUILDING Projetos Sociais
Apresentação OpenBUILDING Projetos Sociais
 
Essenza Moema
Essenza MoemaEssenza Moema
Essenza Moema
 
Cartilla de cómo hacer bloques ecológica
Cartilla de cómo hacer bloques ecológicaCartilla de cómo hacer bloques ecológica
Cartilla de cómo hacer bloques ecológica
 
ESTUDO DE CASO ROCHAVERÁ
ESTUDO DE CASO ROCHAVERÁESTUDO DE CASO ROCHAVERÁ
ESTUDO DE CASO ROCHAVERÁ
 
Tecnologia para Licenciamento
Tecnologia para LicenciamentoTecnologia para Licenciamento
Tecnologia para Licenciamento
 
Construção energia térmica sustentável
Construção energia térmica sustentávelConstrução energia térmica sustentável
Construção energia térmica sustentável
 
Artigo eficiencia energética
Artigo eficiencia energéticaArtigo eficiencia energética
Artigo eficiencia energética
 
News 232: Especial 40 anos, Renault e Geomembranas do Perú
News 232: Especial 40 anos, Renault e Geomembranas do PerúNews 232: Especial 40 anos, Renault e Geomembranas do Perú
News 232: Especial 40 anos, Renault e Geomembranas do Perú
 

Apresentação _ Franquia Concre House

  • 2. MERCADOS DE ATUAÇÃO Franquias Construtora e Incorporadora Projetos Especiais 2
  • 3. A EMPRESA Missão: Materializar o sonho da casa própria com eficácia e sustentabilidade, através de processos de gestão industrial e tecnologias inovadoras. Valores: Ética e transparência nas relações; Respeito ao meio ambiente; Crescimento sustentável; Valorização profissional; Comprometimento com a satisfação do cliente; Inovação contínua de produtos, processos e otimização da rentabilidade. Visão: Ser reconhecida como empresa que revolucionou o mercado da construção civil através de processos inovadores, com rentabilidade para todos os agentes envolvidos: colaboradores, fornecedores, franqueados, acionistas e sociedade em geral. 3
  • 4. O SISTEMA / SUSTENTABILIDADE Inerente ao sistema Processo construtivo que reduz em 99% os resíduos da obra Construção com pouca ou quase nula utilização de madeira Formas plásticas com origem em material 100% reciclado e que pode ser novamente reciclado Escoramento metálico em ferro e alumínio resistente e leve em material 100% reciclável Telhado com estrutura e telhas em alumínio e/ou aço galvanizado, menores custos logísticos pela redução de peso no transporte, com menor impacto na emissão de CO2 na atmosfera Acabamentos de janelas e portas em PVC ou alumínio Piso em material vinílico e ou madeira ecológica podendo dispensar fontes não renováveis e cerâmica, anulando a sua exploração 4
  • 5. O SISTEMA / SUSTENTABILIDADE Opções de sistemas com foco em sustentabilidade Cisternas para utilização de águas pluviais ou águas tratadas com filtros, para vasos sanitários e jardins. Esgoto com fossas anaeróbicas com separação dos resíduos químicos da cozinha, chuveiros, pias e lavanderia Torneiras com sistema de ¼ de volta e disco cerâmico e ou sensores Vasos sanitários com dupla descarga para resíduos líquidos e sólidos Retirada de resíduos e limpeza de caixa de gordura Sistema de gerenciamento inteligente de energia elétrica Obs. Sistemas opcionais que serão cobrados a parte do valor da construção Utilização de células fotovoltaica para transformação de energia solar em energia elétrica Aquecimento de água através de energia solar 5
  • 6. O SISTEMA / HISTÓRICO Em 2001 o arquiteto e urbanista, criador deste sistema, Claudio Barcellos conquista o prêmio da CEF e IAB em “SOLUÇÕES ALTERNATIVAS PARA CONSTRUÇÃO DE BAIXO CUSTO NO BRASIL“ Natural de Pelotas – RS com mais de 20 anos de profissão desenvolveu toda a metodologia junto a incubadora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul Rio-grandense. O processo de “Fôrmas em Resina Plásticas Modulares” vem sendo aperfeiçoado a mais de 12 anos de trabalhos contínuos. 6
  • 7. O SISTEMA / PRÊMIO DA CAIXA - IAB 7
  • 8. PROTÓTIPO NA IFSUL - RG Em janeiro de 2005 é montado o protótipo na Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense. 8
  • 9. HISTÓRICO DE OBRAS O sistema Concre House já construiu diversas obras que somam: mais de 20 mil m² de área construída nos estados do Rio Grande Sul e São Paulo. 9
  • 11. ENTENDENDO A TECNOLOGIA Concre House é uma construtora e uma franquia que utiliza de um processo de edificação de concreto moldado “in loco” composto com fibras, aditivos e telas de aço entre as formas plásticas reutilizáveis. O resultado é uma construção monolítica de concreto (piso, parede e laje), com rapidez, durabilidade e qualidade superior ao método construtivo convencional. Todas as tubulações elétricas e hidráulicas são embutidas no processo construtivo, antes do preenchimento do concreto. Após a retirada das fôrmas plásticas é aplicado o acabamento final com textura colorida e/ou massa fina nas paredes e lajes. Conforme NBR 16055, aprovado pela Caixa Econômica Federal, esse processo possui uma resistência 10 vezes maior do que o processo convencional com 25 MPA (Megapascal). 11
  • 12. Etapas do Processo Construtivo - Fundação radier A colocação de guias em solo compactado, através de equipamento óptico, é fundamental para garantia da qualidade do sistema 12
  • 13. Etapas do Processo Construtivo - Fundação radier Instalações hidráulicas embutidas na fundação em radier Detalhe de colocação de caixa de gordura 13
  • 14. Etapas do Processo Construtivo - Fundação radier Início da concretagem com concreto estrutural FCK de 25 MPA Regularização da concretagem 14
  • 15. Etapas do Processo Construtivo - Fundação radier Utilização de régua treliçada para regularização do concreto Fundação em radier após concretagem 15
  • 16. Etapas do Processo Construtivo – Paredes Montagens dos painéis 16
  • 17. Etapas do Processo Construtivo – Paredes com tela de aço, fibra e concreto Montagem das estruturas das formas plásticas e da malha de aço. Passagem de eletrodutos e colocação de espaçadores plásticos 17
  • 18. Etapas do Processo Construtivo – Paredes Instalação das árvores hidráulicas Colocação de caixas de passagem e eletrodutos 18
  • 19. Etapas do Processo Construtivo - Laje Montagem Laje com longarinas metálicas Montagem Laje com escoras metálicas 19
  • 20. Etapas do Processo Construtivo - Laje Laje e paredes prontas para recebimento de concreto Concretagem laje e paredes com caixas de passagem e eletrodutos 20
  • 21. Etapas do Processo Construtivo – Concretagem A esquerda monobloco de concreto desformado e a direita processo de concretagem de segunda unidade habitacional. Em primeiro plano kit de formas para montagens 21
  • 22. Etapas do Processo Construtivo – Concretagem Concretagem das paredes e laje ao mesmo tempo ‘ 22
  • 23. Etapas do Processo Construtivo – Desforma Início da desforma pela laje com longarinas e escoras metálicas aguardando o final da cura do concreto 23
  • 24. Etapas do Processo Construtivo – Desforma Paredes internas já desformadas 24
  • 25. Etapas do Processo Construtivo – Desforma Aspecto final da parede bruta desformada Retirada da última parte das formas plásticas 25
  • 26. Etapas do Processo Construtivo – Telhado Telhado em estrutura de alumínio ou aço galvanizado 26
  • 27. Etapas do Processo Construtivo – Acabamento Massa fina nas paredes internas 27
  • 28. Etapas do Processo Construtivo – Acabamento Banheiro com revestimento cerâmico 28
  • 29. Etapas do Processo Construtivo – Acabamento Cozinha e sala com revestimento cerâmico. 29
  • 30. Etapas do Processo Construtivo – Acabamento Sala e quarto finalizados 30
  • 31. CASAS FINALIZADAS Casas alto padrão 300m² área total, 2 pavimentos. Casa alto padrão 280m², 2 pavimentos. Conjunto residencial popular, casas de 46m². Construídas no munícipio de Pelotas casas individuais no bairro Parque Tênis. Construída no munícipio de Pelotas bairro Colina do Sol. Construídas no munícipio de Pelotas no bairro Fragata. 31
  • 32. CRONOGRAMA BÁSICO DE OBRAS* APÓS TERRENO PREPARADO PARA IMPLANTAÇÃO DAS HABITAÇÕES Etapa * Sobrado de 140 m² Dias úteis de execução Serviços preliminares 1º ao 5º dia Fundação radier 6º ao 9º dia Concretagem 1º piso 10º ao 14º dia Concretagem 2º piso 15º ao 19º dia Telhado e instalações elétricas 20º ao 23º dia Acabamento interno e externo 20º ao 37º dia Esquadrias e Pintura 38º ao 48º dia 32
  • 33. ETAPAS DO CRONOGRAMA FÍSICO DA OBRA SOBRADO DE 140 M² Etapa 1 Montagem do gabarito abertura e fechamento esgoto e colocação caixas inspeção 3 dias Serviços extras 5 dias Total 5 dias Etapa 2 Concretagem radier 2 dias Execução de contra piso interno Etapa 3 Etapa 4 Etapa 5 Etapa 6 Etapa 7 Marcação, montagem de kits, Telas, elétrico e hidro paredes TelhadoEstrutura RevestimentoMassa lisa Esquadrias Pintura 3 dias 6 dias 1 dias 9 dias Montagem, concretagem desmontagem formas paredes e lajes TelhadoTelhas Revestimento - Piso cerâmico Total 4 dias Regularização e fechamento tensores paredes 2 dias Total 11 dias Telhado – Cumeeiras Geral 48 dias úteis Revestimentos – Azulejo 6 dias Total 3 dias Total 5 dias Total 9 dias Instalação elétrica 2 dias Revestimento - Rodapé cerâmico 3 dias 9 dias 9 dias 2 dias 2 dias 1 dias Louças, metais Textura externa 9 dias Forros em gesso 3 dias Total 18 dias 33
  • 34. COMPARATIVO ENTRE SISTEMAS CONVENCIONAL X CONCRE HOUSE Alvenaria Convencional Concre House  Processo de execução artesanal com alto índice de retrabalho;  Processo Industrializado com tecnologia construtiva;  Grande índice de desperdício de materiais;  Economia de até 20% por m² construído;  Baixa velocidade de execução;  Alta produtividade com redução de 60% no tempo de execução da obra e menor necessidade de mão de obra especializada  Elevado índice de patologias construtivas;  Baixo índice de patologias e melhor garantia da qualidade do produto final  Acentuada geração de entulhos na obra;  Obra limpa sem geração de entulhos  Baixa padronização de processos e acabamentos;  Padronização de sistemas complementares (água, luz, Internet e etc..)  Utilização de insumos de alto impacto ambiental.  Utilização de insumos de baixo impacto ambiental aliada a tecnologias verdes 34
  • 35. CONVENCIONAL X CONCRE HOUSE Sistema de Alvenaria Convencional Sistema Concre House Construção Luxo 54 homens/hora/m² Construção Luxo 32 homens/hora/m² Construção NormaL 45 homens /hora/m² Construção NormaL 24 homens/hora/m² Construção Popular 32 homens/hora/m² Construção Popular 16 homens/hora/m² Fonte: Banco de dados NORIE O Núcleo Orientado para a Inovação da Edificação (NORIE) constitui-se em um núcleo de pesquisa na área de construção civil, vinculado ao Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil e ao Departamento de Engenharia Civil da Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), localizada em Porto Alegre – RS. 35
  • 36. FRANQUIA 1ª Franquia de construção civil Visão inovadora e tecnologia de ponta 8 milhões de déficit habitacional 36
  • 37. CARACTERÍSTICAS Franquia de construção civil, com visão inovadora, tecnologia de ponta e processos de gestão industrial. Fundada em 2012 se tornou a primeira franquia em concreto moldado “in loco” do Brasil. Os franqueados deverão ser pessoas Empreendedoras com foco em processo e forte perfil comercial 37
  • 38. Cresceu 16,2% em 2012, resultado bastante expressivo se comparado com a expansão do PIB de 0,9%; Faturamento de R$ 103 bilhões; Encerrou o ano com: 2.213 marcas; Possui 104 mil pontos de venda; Gerou 936 mil empregos diretos. Previsões 2013 Resultados 2012 DADOS DO MERCADO DE FRANQUIAS Para 2013, com a perspectiva que o PIB aumente 4%, a ABF projeta um aumento de 16% no faturamento; Crescimento de 10% no número de novas marcas; Previsão de faturamento R$ 120 bilhões. . 38
  • 39. DADOS DE MERCADO DE HABITAÇÃO Unidades Financiadas com recursos da poupança em milhares 600 Déficit habitacional atual é de 8 milhões de moradias 500 492,9 453 421,4 400 299,7 300 302,7 2008 2009 195,9 200 113,9 100 28,9 0 36,5 2002 2003 53,8 61,1 2004 2005 2006 2007 2010 2011 2012 39
  • 40. DADOS DE MERCADO DE HABITAÇÃO Financiamento Total para Construção e Aquisição em R$ Bilhões 90 Valor médio de financiamento 183 mil 80 70 80 60 83 56 50 40 30 30 18,3 20 10 0 34 1,8 2,2 3 4,9 2002 2003 2004 2005 9,3 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 40
  • 41. INVESTIMENTO NA FRANQUIA Taxa de Franquia R$ 50.000,00 Marketing de inauguração R$ 5.000,00 Equipamentos de Informática e Software R$ 4.900,00 Equipamentos do Negócio R$ 2.000,00 Total da Franquia R$ 61.900,00 Capital de Giro para execução de Ferramenta de obras* variável conforme projeto de formas Exemplo de projeto de 60m². que podem construir casas térreas ou sobrados de até 110m² R$ 2.500,00 / m² Capital de giro de R$150.000,00 Obs.: 1. Os valores acima não contemplam custos de deslocamento de materiais e pessoal. 41
  • 42. INVESTIMENTO NA FRANQUIA – DESCRIÇÃO Item Descrição Marketing de lançamento Marketing de inauguração e comunicação visual Equipamentos de Informática e Software Hardware e Software de gestão e acompanhamento de obra Equipamentos do Negócio Lavadora de alta pressão profissional Ferramenta para execução de obras Gabarito do radier, painéis de formas plásticas, cimbramentos verticais e horizontais de alumínio, escoras para laje, manuais operacionais e gestão 42
  • 43. TAXAS E ESTIMATIVA DE RETORNO DA FRANQUIA Royalties * Taxa de Propaganda R$ 70,00 m2 R$ 14,00 m2 Ponto de equilíbrio • Entre 3 e 7 meses Retorno do investimento • Entre 6 a 12 meses; Número de funcionários diretos por ferramenta • 6 a 15 funcionários 43
  • 44. CONDIÇÕES DE PAGAMENTO Descrição Valor Prazo Taxa de Franquia 25.000,00 No contrato Taxa de Franquia 25.000,00 30 dias após Ferramenta de Obra * 50.400,00 Na definição do Projeto Ferramenta de Obra * 37.800,00 30 dias após Ferramenta de Obra * 37.800,00 60 dias após Demais itens Conforme fornecedor Conforme fornecedor Obs. • Valor para confecção de ferramenta de execução de obras para projetos de até 60m², acima desta metragem ocorrerá recálculo do mesmo, que será devolvido quando do pagamento de royalties 44
  • 45. CENÁRIO FRANQUEADO COMO PRESTADOR DE SERVIÇOS OBS. TODOS OS VALORES SÃO PREVISÕES DENTRO DE NOSSOS PARÂMETROS DE VENDAS, R$1.400,00/M² PARA CASAS DE 60M² 1º ano 18 casas  1.5 milhão faturamento 2º ano 36 casas  3 milhões faturamento 3º ano 48 casas  4 milhões faturamento Total de 102 casas 1º ano 27 casas  2,2 milhões faturamento 2º ano 48 casas  4 milhões faturamento 3º ano 72 casas  6 milhões faturamento Total de 147 casas 1º ano 36 casas  3 milhões faturamento 2º ano 72 casas  6 milhões faturamento 3º ano 96 casas  8 milhões faturamento Total de 204 casas       Cenário Pessimista Payback no 9º mês Receita mensal média 1º ano 32 mil 2º ano 62 mil 3º ano 73 mil       Cenário Realizável Payback no 7º mês Receita mensal média 1º ano 53 mil 2º ano 86 mil 3º ano 114 mil       Cenário Otimista Payback no 6º mês Receita mensal média 1º ano 74 mil 2º ano 133 mil 3º ano 154 mil 45
  • 46. PREÇO DE CUSTO ESTIMADO DA OBRA / M² Custos obra Concre House * Imóvel pronto R$/m² Mão de obra * 286,00 Concreto * 156,00 Materiais e Acabamentos * 272,00 Royalties da tecnologia 70,00 Taxa de propaganda 14,00 Custo da obra 798,00 *Valor do IBGE para SP de Mão de Obra e Materiais = R$ 981,94/m² / Concre House R$ 714,00/m² (menor em 27,29%, base 11/2013) ** Todos os valores são previsões dentro de nossos orçamentos na região de campinas e portanto, podem variar conforme a localidade 46
  • 47. SUPORTE OFERECIDO PELA FRANQUEADORA Treina sua equipe e monitora suas obras Fornece assessoria técnica, jurídica e de gestão do negócio Possibilita a realização de compras centralizada com ganho de escala Fornece materiais como: fôrmas plásticas, cimbramentos metálicos em alumínio, kits das árvores hidráulicas e elétricas e outros componentes Elabora projetos padronizados e especiais Orienta o momento correto para construir para terceiros, incorporar e ou realizar projetos especiais Apoia nos processos de aprovação junto a órgãos público e do sistema financeiro da habitação 47
  • 48. VANTAGENS E DIFERENCIAIS DA FRANQUIA Participar da primeira franquia de construção civil do Brasil Rentabilidade superior a média da construção civil e comparável às maiores do mercado Tecnologia de processo industrial de baixo custo, aplicado à construção civil Alto grau de planejamento, gestão e controle, só comparável às grandes construtoras Garantia da qualidade de insumos, mão de obra e de processos, através de monitoramento e software de controle Tempo médio de execução muito menor que o convencional, possibilitando giro financeiro mais rápido Aplicação prática dos conceitos de sustentabilidade em todo o processo com drástica redução das etapas, entulhos, desperdícios e retrabalhos Produto com baixo nível de patologias habituais do mercado de construção civil 48
  • 49. FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Captação de clientes para construção Comprometimento do franqueado com pessoas, processos e controles Escolha do ponto comercial, Investimento em marketing Seleção, treinamento e retenção da equipe de funcionários Satisfação do Cliente 49
  • 50. PRÓXIMAS ETAPAS Reunião de apresentação da franquia e análise de perfil do candidato Entrega da COF e análise de documentação do futuro franqueado Assinatura do contrato de franquia Busca de ponto comercial Treinamento e estágio na franqueadora Adequação de cronograma de abertura da unidade e orientação sobre montagem da mesma Aprovação de documentação e negociação do ponto comercial Análise de ponto comercial Definição de estratégia de lançamento da franquia Montagem do showroom Decoração e organização do escritório Inauguração 50
  • 51. PROJETOS DE HABITAÇÃO Casas térreas Sobrados isolados e geminados Apartamentos 51
  • 52. APTO. SOBRADO 4 UNIDADES POR BLOCO Apartamento - 42,80 m², 2 dormitórios e 1 wc 52
  • 53. APTO. SOBRADO 4 UNIDADES POR BLOCO - MEDIDAS 53
  • 54. MODELO DE SOBRADOS GEMINADOS TERRENOS DE 10 METROS DE FRENTE C/ 2 UNIDADES Sobrado - 116 m², 3 dormitórios; 2 wc, ou Sobrado - 95,7 m², 2 dormitórios e 2 wc 54
  • 55. CASAS TÉRREAS TERRENOS DE 7 A 10 METROS DE FRENTE 55
  • 56. CASA TÉRREAS FACHADA PELA SALA OU PELOS QUARTOS 56
  • 57. CASA TÉRREA QUE PODE VIRAR SOBRADO DE 3 DORMS FACHADA PELA SALA OU PELOS QUARTOS 57
  • 58. SOBRADO DE 3 DORMS – 140M² A PARTIR DE CASA TÉRREA DE 2 DORMS Opção 1 piso superior Opção 2 piso superior 58
  • 59. MODELO DE SOBRADO SHOWROOM – 140 M² TERRENOS DE 5 METROS DE FRENTE Sobrado - 187,7 m², 3 dormitórios, uma suíte, 3 wc Frente mínima de terreno de 5 metros 59
  • 60. MODELO DE SOBRADO SHOWROOM – 188 M² TERRENO COM 10 METROS DE FRENTE 60
  • 61. MODELO DE SOBRADO SHOWROOM – 188 M² PISO INFERIOR E SUPERIOR (3 SUÍTES) 61
  • 62. MODELO DE PRÉDIO DE 4 APTO POR ANDAR– 52 M² TERRENO DE 20 X 25 METROS 62
  • 63. MODELO DE PRÉDIO DE 4 APTO POR ANDAR– 52 M² TERRENO DE 20 X 25 METROS 63
  • 64. CONTATOS Departamento de Franquia E-mail: rodrigo.lanzoni@avancefranchising.com.br faleconosco@avancefranchising.com.br Outros produtos e serviços E-mail: contato@concrehouse.com.br 64
  • 65. Construção com Tecnologia e Gestão OBRIGADO 65