SlideShare uma empresa Scribd logo
Creativity, powered by
Sustainability
CTT. Consigo por um futuro
Marcos Batista – Administrador, CCO
Porto, 30 Outubro 2010
30.10.10MARKETING SHOW
AGENDA
1 – Competir e Comunicar no Séc. XXI
2 – Ciclo virtuoso da Sustentabilidade e
Criatividade
3 – Creativity powered by Sustainability –
CTT Business Case
3.1 - Reason Why
3.2 – Oferta
3.3 – Comunicação
30.10.10MARKETING SHOW
. Ruído
. Integração de Canais
. Busca de eficácia
. Multi-consumidores
. Social Media
. Novas ferramentas
. Ética e
responsabilidade
social
Competir e Comunicar no séc.
XXI
30.10.10MARKETING SHOW
RIATIVIDADE Permite...
. Diferenciar
. Recordar
. Induzir a acção
. Interagir com o “alvo”
. Potenciar a oferta e
valores empresariais
……SOBREVIVER !
Competir e Comunicar no séc.
XXI
30.10.10MARKETING SHOW
SOBREVIVER com
CRIATIVIDADE!!!
“Fácil” e “Económico” versus “Sustentável”
Um ou outro podem ser solução, dependendo do
objectivo:
1. Comunicação de impacto ou de continuidade, sem rupturas,
sem variações de conceito ou inserção de novos valores.
Nestes casos o recurso ao “comum” ou “sensualidade” é
usual…
2. Comunicação de longo prazo, alavancada em novos valores,
Competir e Comunicar no séc.
XXI
30.10.10MARKETING SHOW
30.10.10MARKETING SHOW
Competir e Comunicar no séc.
XXI
E um outro exemplo:
30.10.10MARKETING SHOW
30.10.10MARKETING SHOW
Criatividade e Sustentabilidade
Sustentabilidade:
-Ética
-Social
-Ecológica
Sustentabilidade:
-Ética
-Social
-Ecológica
Objectivos
Empresariais
Objectivos
Empresariais
Criatividade
no desenvolvimento
e comunicação da
Oferta e Valores
Criatividade
no desenvolvimento
e comunicação da
Oferta e Valores
Ciclo Virtuoso na criação de Valor.
Creativity,
powered by Sustainability
CTT Business Case
30.10.10MARKETING SHOW
Qual é o maior pesadelo para os
CTT?
e-substitution?
“Concorrência”?
Liberalização?
Novo sistema regulatório?
Reason-why
30.10.10MARKETING SHOW
É muito melhor perceber um defeito
em si mesmo, do que dezenas no
outro… pois o seu defeito você pode
mudar.
Dalai Lama
Reason-why
30.10.10MARKETING SHOW
Transformar as nossas maiores
fraquezas nos nossos maiores aliados !
•Assumir que o futuro das comunicações postais passam
por uma inequívoca componente digital, forte e
estruturada.
•Adicionar aos valores da nossa marca a real redução do
desgaste ambiental nas comunicações postais, através de
produtos e serviços CTT ambientalmente correctos.
Reason-why
30.10.10MARKETING SHOW
30.10.10MARKETING SHOW
30.10.10MARKETING SHOW
Reason-why
11
Alavancar a marca CTT com novos valores de
inovação e sustentabilidade ambiental:
uma marca mais moderna, inovadora e
dinâmica!
30.10.10MARKETING SHOW
22
Conceito emocional e relacional da marca que
assegure fixação de clientes em ambiente de
liberalização.
Vertente ecológica como factor diferenciador, que
foca uma luz verde no modelo de negócio e
portfólio, com soluções que optimizam os recursos
e geram mais-valias para os clientes.
Reason-why
30.10.10MARKETING SHOW
33
“Bandeira” transversal à organização que conduza
a empresa à liberalização e que alavanque a
mobilização interna.
Reason-why
30.10.10MARKETING SHOW
“CTT. Consigo.”
Sempre ao lado dos seus clientes, respondendo às suas
necessidades quotidianas, partilhando as suas causas e
preocupações, os CTT mostram que são uma empresa
tão atenta quanto responsável – uma empresa 100%
virada para o futuro.
A mensagem da marca
30.10.10MARKETING SHOW
Portfólio ecológico – Correio Verde
O Correio Verde é ecológico!
• As embalagens são produzidas
com materiais reciclados e com
tintas amigas do ambiente.
• As emissões de CO2 são
totalmente compensadas através
do apoio a projectos de florestação
(Carbono Zero).
É só enviar! O Ambiente
agradece.
30.10.10MARKETING SHOW
Preserva a cor natural do papel e cartão, utiliza tintas
ecológicas e reduz a cobertura de tintas em cada tipo de
suporte.
Envelopes:
Caixas:
Cartão micro - canelado
100% reciclado
Papel Kraft + alcochoamento com
resíduos granulados de papel
Saquetas
Almofadadas:
Caixa Prisma
Triangular
( Novo Formato)
Papel 100% Reciclado, sem cloro
( EFC) e sem branqueadores ópticos
Portfólio ecológico – Correio Verde
30.10.10MARKETING SHOW
Portfólio ecológico
Marketing Directo Sustentável
Esta linha de serviços (Direct Mail Eco,
geocontacto Eco e correio não
endereçado Eco) tem como objectivo
divulgar e aconselhar as boas práticas
de comunicação amiga do ambiente e
promover soluções sustentáveis que
garantem toda a eficácia na
comunicação.
30.10.10MARKETING SHOW
As empresas ao aderirem têm
várias vantagens:
• protecção ambiental e
reconhecimento desse esforço,
através da impressão do símbolo
na sua comunicação que certifica
que os seus envios têm menor
impacte
• tarifários específicos vantajosos
• prémios para campanhas com os
melhores níveis de
sustentabilidade
Portfólio ecológico
Marketing Directo Sustentável
30.10.10MARKETING SHOW
Portfólio ecológico
Símbolo de mérito ambiental
Do lado dos particulares
destinatários, pretende-se que este
símbolo de mérito ambiental seja
valorizado e que as pessoas
reconheçam as marcas/empresas
que investem em comunicações
mais amigas do ambiente.
Os CTT assumem a
responsabilidade de assegurar que
os materiais, papeis e tintas, bem
como os processos utilizados na
produção destes envios postais,
reduzem substancialmente o impacte
ambiental.
30.10.10MARKETING SHOW
Agora, todos os selos e
meuselos são “Eco Selos”,
produzidos com materiais
mais amigos do ambiente
(papel certificado FSC).
Também o meupostal é
produzido com estes
materiais.
Portfólio ecológico – selos e postais
30.10.10MARKETING SHOW
Comunicação novo posicionamento
Como dar a conhecer
este novo
posicionamento e
envolver os
trabalhadores nesta
atitude, de uma forma
criativa e sustentável?
Convidá-los a participar
como actores do filme
de TV da campanha – o
1º anúncio do mundo
Momento 1 – Pré-lançamento Público interno
30.10.10MARKETING SHOW
“Consigo o primeiro anúncio do mundo filmado com
carbono zero”
Peça central da campanha, tendo contado com 85 trabalhadores do Grupo CTT,
cada um com uma tarefa – desde plantar árvores a andar de bicicleta, entre
outras. Os trabalhadores foram deslocados para o local das filmagens em 2
autocarros movidos a biocombustível, não sendo permitido outro tipo de
deslocação. Em termos de alimentação, foram utilizados recipientes reutilizáveis
– as tradicionais marmitas e garrafas de água de alumínio para ir encher à fonte.
Houve dezenas de bicicletas fixas para a produção de energia e foram
plantadas cerca de 100 árvores. A energia produzida no local foi utilizada para a
rodagem do filme no local.
Comunicação novo posicionamento
Filme TV
30.10.10MARKETING SHOW
Como dar a conhecer esta nova
atitude e conseguir comprová-la?
1º Fase Atitude – Reforçar associação
CTT/Ambiente
2º Fase comprovação – através da
comunicação de produtos, serviços ou
projectos concretos:
– Correio Verde
– MKT Directo Sustentável / símbolo
mérito ecológico
– meuselo/meupostal/selos
– bicicletas electricamente assistidas
Momento 2 – Lançamento
Comunicação novo posicionamento
30.10.10MARKETING SHOW
Comunicação novo posicionamento
Cartazes/mupis
30.10.10MARKETING SHOW
Mupis especiais de lama!
Para deste caso emblemático,
todas as peças da campanha
foram trabalhadas com
materiais sustentáveis.
Comunicação novo posicionamento
Cartazes/mupis
30.10.10MARKETING SHOW
Comunicação novo posicionamento
Micro-site
www.cttconsigo.com
O objectivo é criar um posicionamento ecológico distintivo, através de um site
que proporciona uma experiência única e em linha com a campanha.
30.10.10MARKETING SHOW
Momento 3 – Continuidade
Como conseguir consolidar este
posicionamento ao longo do tempo?
•Várias manifestações de
comunicação ecológica –
campanhas de produto, presenças
institucionais (patrocínios, feiras,
etc.)
•Lançamento/reformulação de
produtos/negócios com vertente
ecológica
Comunicação novo posicionamento
30.10.10MARKETING SHOW

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Entertainment
EntertainmentEntertainment
Entertainment
hhssotelomiriam
 
特殊傳說英文簡介!!?XDDD
特殊傳說英文簡介!!?XDDD特殊傳說英文簡介!!?XDDD
特殊傳說英文簡介!!?XDDD
大淳 許
 
Resume
ResumeResume
La web
La webLa web
W de cirurgia
W de cirurgiaW de cirurgia
W de cirurgia
Celso Paquete Cellso
 
Dica 007
Dica 007Dica 007
Dica 007
ComuniCorporate
 
Japan
JapanJapan
Formação continuada
Formação continuadaFormação continuada
Formação continuada
aupex
 
Nasa web page app
Nasa web page appNasa web page app
Nasa web page app
Nandkishor Dhekane
 
Presentación1.ppt electiva3
Presentación1.ppt electiva3Presentación1.ppt electiva3
Presentación1.ppt electiva3
lramirezaparicio
 
Phone page mobione app
Phone page mobione appPhone page mobione app
Phone page mobione app
Nandkishor Dhekane
 
Slow Design. Wie Design Thinking (vielleicht) die Welt retten kann
Slow Design. Wie Design Thinking (vielleicht) die Welt retten kannSlow Design. Wie Design Thinking (vielleicht) die Welt retten kann
Slow Design. Wie Design Thinking (vielleicht) die Welt retten kann
Thomas Klose
 
Dilemas da adm publica
Dilemas da adm publicaDilemas da adm publica
Dilemas da adm publica
Valmor Cardoso
 
Techos sandwich Autoportantes
Techos sandwich AutoportantesTechos sandwich Autoportantes
Techos sandwich Autoportantes
Azul Talleres
 
Proyecto de intervencion
Proyecto de intervencionProyecto de intervencion
Proyecto de intervencion
David Cabrales
 
01 Capacitação Enade 2011
01   Capacitação Enade 201101   Capacitação Enade 2011
01 Capacitação Enade 2011
aupex
 
02 Formação Continuada NEAD
02   Formação Continuada NEAD02   Formação Continuada NEAD
02 Formação Continuada NEAD
aupex
 

Destaque (20)

Entertainment
EntertainmentEntertainment
Entertainment
 
特殊傳說英文簡介!!?XDDD
特殊傳說英文簡介!!?XDDD特殊傳說英文簡介!!?XDDD
特殊傳說英文簡介!!?XDDD
 
Resume
ResumeResume
Resume
 
La web
La webLa web
La web
 
W de cirurgia
W de cirurgiaW de cirurgia
W de cirurgia
 
Dica 007
Dica 007Dica 007
Dica 007
 
Island vulkan-2
Island vulkan-2Island vulkan-2
Island vulkan-2
 
Japan
JapanJapan
Japan
 
Formação continuada
Formação continuadaFormação continuada
Formação continuada
 
Bbom
BbomBbom
Bbom
 
Nasa web page app
Nasa web page appNasa web page app
Nasa web page app
 
Presentación1.ppt electiva3
Presentación1.ppt electiva3Presentación1.ppt electiva3
Presentación1.ppt electiva3
 
Phone page mobione app
Phone page mobione appPhone page mobione app
Phone page mobione app
 
Slow Design. Wie Design Thinking (vielleicht) die Welt retten kann
Slow Design. Wie Design Thinking (vielleicht) die Welt retten kannSlow Design. Wie Design Thinking (vielleicht) die Welt retten kann
Slow Design. Wie Design Thinking (vielleicht) die Welt retten kann
 
Dilemas da adm publica
Dilemas da adm publicaDilemas da adm publica
Dilemas da adm publica
 
Techos sandwich Autoportantes
Techos sandwich AutoportantesTechos sandwich Autoportantes
Techos sandwich Autoportantes
 
Proyecto de intervencion
Proyecto de intervencionProyecto de intervencion
Proyecto de intervencion
 
01 Capacitação Enade 2011
01   Capacitação Enade 201101   Capacitação Enade 2011
01 Capacitação Enade 2011
 
02 Formação Continuada NEAD
02   Formação Continuada NEAD02   Formação Continuada NEAD
02 Formação Continuada NEAD
 
Open data Design meets Data
Open data Design meets DataOpen data Design meets Data
Open data Design meets Data
 

Semelhante a Apresentação de Marcos Baptista no MARKETING SHOW

mkt_verde.pptx
mkt_verde.pptxmkt_verde.pptx
mkt_verde.pptx
AmarildoJosMorett
 
Guia Gestor de TI Sustentabilidade
Guia Gestor de TI SustentabilidadeGuia Gestor de TI Sustentabilidade
Guia Gestor de TI Sustentabilidade
Ana Paula Reis
 
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Tiago Machado, MBA
 
Semi7-Mercado-Verde-Marketing-Ambiental.pdf
Semi7-Mercado-Verde-Marketing-Ambiental.pdfSemi7-Mercado-Verde-Marketing-Ambiental.pdf
Semi7-Mercado-Verde-Marketing-Ambiental.pdf
LucasBoto2
 
Sumário Executivo B2i T Vrural&E.Learning Proposta
Sumário Executivo B2i T Vrural&E.Learning PropostaSumário Executivo B2i T Vrural&E.Learning Proposta
Sumário Executivo B2i T Vrural&E.Learning Proposta
Alcino PINHEIRO
 
Kantar msimantob
Kantar msimantobKantar msimantob
Kantar msimantob
kleber.torres
 
Ecozilla: Programa de Treinamento de Corretores de Imóveis Sustentaveis
Ecozilla: Programa de Treinamento de Corretores de Imóveis SustentaveisEcozilla: Programa de Treinamento de Corretores de Imóveis Sustentaveis
Ecozilla: Programa de Treinamento de Corretores de Imóveis Sustentaveis
Tiago Machado, MBA
 
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 21º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
Ana Genesy
 
Ceo fgv sustentável
Ceo fgv sustentávelCeo fgv sustentável
Ceo fgv sustentável
kleber.torres
 
Gestao sustentavel
Gestao sustentavelGestao sustentavel
Gestao sustentavel
Ricardo Mendes Jr
 
Canal rural msimantob_3.0
Canal rural  msimantob_3.0Canal rural  msimantob_3.0
Canal rural msimantob_3.0
kleber.torres
 
Publicidade em Bicicletas - ADvert Marca em Movimento
Publicidade em Bicicletas - ADvert Marca em MovimentoPublicidade em Bicicletas - ADvert Marca em Movimento
Publicidade em Bicicletas - ADvert Marca em Movimento
ADvert - Marcas em Movimento
 
Competetividade das empresas
Competetividade das empresasCompetetividade das empresas
Competetividade das empresas
Nuno Sousa
 
Eco business.2011
Eco business.2011Eco business.2011
Eco business.2011
ECO Business
 
Embalagem dos produtos
Embalagem dos produtosEmbalagem dos produtos
Embalagem dos produtos
tiaguinho1
 
Embalagem dos produtos
Embalagem dos produtosEmbalagem dos produtos
Embalagem dos produtos
joaocgoulart
 
Conference ISEG_ 2022_RS_JMS_HVGN_FM_AG_VA.pptx
Conference ISEG_ 2022_RS_JMS_HVGN_FM_AG_VA.pptxConference ISEG_ 2022_RS_JMS_HVGN_FM_AG_VA.pptx
Conference ISEG_ 2022_RS_JMS_HVGN_FM_AG_VA.pptx
Ricardo Santos
 
Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
 Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010 Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
DOM Strategy Partners
 
Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
 Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010 Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
E-Consulting Corp.
 
Slides Fundamentos do Marketing
Slides Fundamentos do MarketingSlides Fundamentos do Marketing
Slides Fundamentos do Marketing
André Bomfim
 

Semelhante a Apresentação de Marcos Baptista no MARKETING SHOW (20)

mkt_verde.pptx
mkt_verde.pptxmkt_verde.pptx
mkt_verde.pptx
 
Guia Gestor de TI Sustentabilidade
Guia Gestor de TI SustentabilidadeGuia Gestor de TI Sustentabilidade
Guia Gestor de TI Sustentabilidade
 
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
 
Semi7-Mercado-Verde-Marketing-Ambiental.pdf
Semi7-Mercado-Verde-Marketing-Ambiental.pdfSemi7-Mercado-Verde-Marketing-Ambiental.pdf
Semi7-Mercado-Verde-Marketing-Ambiental.pdf
 
Sumário Executivo B2i T Vrural&E.Learning Proposta
Sumário Executivo B2i T Vrural&E.Learning PropostaSumário Executivo B2i T Vrural&E.Learning Proposta
Sumário Executivo B2i T Vrural&E.Learning Proposta
 
Kantar msimantob
Kantar msimantobKantar msimantob
Kantar msimantob
 
Ecozilla: Programa de Treinamento de Corretores de Imóveis Sustentaveis
Ecozilla: Programa de Treinamento de Corretores de Imóveis SustentaveisEcozilla: Programa de Treinamento de Corretores de Imóveis Sustentaveis
Ecozilla: Programa de Treinamento de Corretores de Imóveis Sustentaveis
 
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 21º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
 
Ceo fgv sustentável
Ceo fgv sustentávelCeo fgv sustentável
Ceo fgv sustentável
 
Gestao sustentavel
Gestao sustentavelGestao sustentavel
Gestao sustentavel
 
Canal rural msimantob_3.0
Canal rural  msimantob_3.0Canal rural  msimantob_3.0
Canal rural msimantob_3.0
 
Publicidade em Bicicletas - ADvert Marca em Movimento
Publicidade em Bicicletas - ADvert Marca em MovimentoPublicidade em Bicicletas - ADvert Marca em Movimento
Publicidade em Bicicletas - ADvert Marca em Movimento
 
Competetividade das empresas
Competetividade das empresasCompetetividade das empresas
Competetividade das empresas
 
Eco business.2011
Eco business.2011Eco business.2011
Eco business.2011
 
Embalagem dos produtos
Embalagem dos produtosEmbalagem dos produtos
Embalagem dos produtos
 
Embalagem dos produtos
Embalagem dos produtosEmbalagem dos produtos
Embalagem dos produtos
 
Conference ISEG_ 2022_RS_JMS_HVGN_FM_AG_VA.pptx
Conference ISEG_ 2022_RS_JMS_HVGN_FM_AG_VA.pptxConference ISEG_ 2022_RS_JMS_HVGN_FM_AG_VA.pptx
Conference ISEG_ 2022_RS_JMS_HVGN_FM_AG_VA.pptx
 
Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
 Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010 Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
 
Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
 Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010 Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
 
Slides Fundamentos do Marketing
Slides Fundamentos do MarketingSlides Fundamentos do Marketing
Slides Fundamentos do Marketing
 

Mais de EXPONOR

Apresentación VITAE
Apresentación VITAEApresentación VITAE
Apresentación VITAE
EXPONOR
 
VITAE Presentation
VITAE PresentationVITAE Presentation
VITAE Presentation
EXPONOR
 
Apresentação VITAE
Apresentação VITAEApresentação VITAE
Apresentação VITAE
EXPONOR
 
Presentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTECPresentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTEC
EXPONOR
 
Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015
EXPONOR
 
Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015
EXPONOR
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
EXPONOR
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
EXPONOR
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
EXPONOR
 
Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15
EXPONOR
 
Andrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDAAndrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDA
EXPONOR
 
Miguel Corais, APFC
Miguel Corais, APFCMiguel Corais, APFC
Miguel Corais, APFC
EXPONOR
 
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMAMatchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
EXPONOR
 
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
EXPONOR
 
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
EXPONOR
 
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
EXPONOR
 
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFIThe exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
EXPONOR
 
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFESpanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
EXPONOR
 
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
EXPONOR
 
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
EXPONOR
 

Mais de EXPONOR (20)

Apresentación VITAE
Apresentación VITAEApresentación VITAE
Apresentación VITAE
 
VITAE Presentation
VITAE PresentationVITAE Presentation
VITAE Presentation
 
Apresentação VITAE
Apresentação VITAEApresentação VITAE
Apresentação VITAE
 
Presentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTECPresentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTEC
 
Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015
 
Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
 
Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15
 
Andrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDAAndrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDA
 
Miguel Corais, APFC
Miguel Corais, APFCMiguel Corais, APFC
Miguel Corais, APFC
 
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMAMatchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
 
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
 
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
 
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
 
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFIThe exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
 
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFESpanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
 
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
 
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
 

Último

TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 

Último (20)

TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 

Apresentação de Marcos Baptista no MARKETING SHOW

  • 1. Creativity, powered by Sustainability CTT. Consigo por um futuro Marcos Batista – Administrador, CCO Porto, 30 Outubro 2010
  • 2. 30.10.10MARKETING SHOW AGENDA 1 – Competir e Comunicar no Séc. XXI 2 – Ciclo virtuoso da Sustentabilidade e Criatividade 3 – Creativity powered by Sustainability – CTT Business Case 3.1 - Reason Why 3.2 – Oferta 3.3 – Comunicação
  • 3. 30.10.10MARKETING SHOW . Ruído . Integração de Canais . Busca de eficácia . Multi-consumidores . Social Media . Novas ferramentas . Ética e responsabilidade social Competir e Comunicar no séc. XXI
  • 4. 30.10.10MARKETING SHOW RIATIVIDADE Permite... . Diferenciar . Recordar . Induzir a acção . Interagir com o “alvo” . Potenciar a oferta e valores empresariais ……SOBREVIVER ! Competir e Comunicar no séc. XXI
  • 5. 30.10.10MARKETING SHOW SOBREVIVER com CRIATIVIDADE!!! “Fácil” e “Económico” versus “Sustentável” Um ou outro podem ser solução, dependendo do objectivo: 1. Comunicação de impacto ou de continuidade, sem rupturas, sem variações de conceito ou inserção de novos valores. Nestes casos o recurso ao “comum” ou “sensualidade” é usual… 2. Comunicação de longo prazo, alavancada em novos valores, Competir e Comunicar no séc. XXI
  • 7. 30.10.10MARKETING SHOW Competir e Comunicar no séc. XXI E um outro exemplo:
  • 9. 30.10.10MARKETING SHOW Criatividade e Sustentabilidade Sustentabilidade: -Ética -Social -Ecológica Sustentabilidade: -Ética -Social -Ecológica Objectivos Empresariais Objectivos Empresariais Criatividade no desenvolvimento e comunicação da Oferta e Valores Criatividade no desenvolvimento e comunicação da Oferta e Valores Ciclo Virtuoso na criação de Valor.
  • 11. 30.10.10MARKETING SHOW Qual é o maior pesadelo para os CTT? e-substitution? “Concorrência”? Liberalização? Novo sistema regulatório? Reason-why
  • 12. 30.10.10MARKETING SHOW É muito melhor perceber um defeito em si mesmo, do que dezenas no outro… pois o seu defeito você pode mudar. Dalai Lama Reason-why
  • 13. 30.10.10MARKETING SHOW Transformar as nossas maiores fraquezas nos nossos maiores aliados ! •Assumir que o futuro das comunicações postais passam por uma inequívoca componente digital, forte e estruturada. •Adicionar aos valores da nossa marca a real redução do desgaste ambiental nas comunicações postais, através de produtos e serviços CTT ambientalmente correctos. Reason-why
  • 16. 30.10.10MARKETING SHOW Reason-why 11 Alavancar a marca CTT com novos valores de inovação e sustentabilidade ambiental: uma marca mais moderna, inovadora e dinâmica!
  • 17. 30.10.10MARKETING SHOW 22 Conceito emocional e relacional da marca que assegure fixação de clientes em ambiente de liberalização. Vertente ecológica como factor diferenciador, que foca uma luz verde no modelo de negócio e portfólio, com soluções que optimizam os recursos e geram mais-valias para os clientes. Reason-why
  • 18. 30.10.10MARKETING SHOW 33 “Bandeira” transversal à organização que conduza a empresa à liberalização e que alavanque a mobilização interna. Reason-why
  • 19. 30.10.10MARKETING SHOW “CTT. Consigo.” Sempre ao lado dos seus clientes, respondendo às suas necessidades quotidianas, partilhando as suas causas e preocupações, os CTT mostram que são uma empresa tão atenta quanto responsável – uma empresa 100% virada para o futuro. A mensagem da marca
  • 20. 30.10.10MARKETING SHOW Portfólio ecológico – Correio Verde O Correio Verde é ecológico! • As embalagens são produzidas com materiais reciclados e com tintas amigas do ambiente. • As emissões de CO2 são totalmente compensadas através do apoio a projectos de florestação (Carbono Zero). É só enviar! O Ambiente agradece.
  • 21. 30.10.10MARKETING SHOW Preserva a cor natural do papel e cartão, utiliza tintas ecológicas e reduz a cobertura de tintas em cada tipo de suporte. Envelopes: Caixas: Cartão micro - canelado 100% reciclado Papel Kraft + alcochoamento com resíduos granulados de papel Saquetas Almofadadas: Caixa Prisma Triangular ( Novo Formato) Papel 100% Reciclado, sem cloro ( EFC) e sem branqueadores ópticos Portfólio ecológico – Correio Verde
  • 22. 30.10.10MARKETING SHOW Portfólio ecológico Marketing Directo Sustentável Esta linha de serviços (Direct Mail Eco, geocontacto Eco e correio não endereçado Eco) tem como objectivo divulgar e aconselhar as boas práticas de comunicação amiga do ambiente e promover soluções sustentáveis que garantem toda a eficácia na comunicação.
  • 23. 30.10.10MARKETING SHOW As empresas ao aderirem têm várias vantagens: • protecção ambiental e reconhecimento desse esforço, através da impressão do símbolo na sua comunicação que certifica que os seus envios têm menor impacte • tarifários específicos vantajosos • prémios para campanhas com os melhores níveis de sustentabilidade Portfólio ecológico Marketing Directo Sustentável
  • 24. 30.10.10MARKETING SHOW Portfólio ecológico Símbolo de mérito ambiental Do lado dos particulares destinatários, pretende-se que este símbolo de mérito ambiental seja valorizado e que as pessoas reconheçam as marcas/empresas que investem em comunicações mais amigas do ambiente. Os CTT assumem a responsabilidade de assegurar que os materiais, papeis e tintas, bem como os processos utilizados na produção destes envios postais, reduzem substancialmente o impacte ambiental.
  • 25. 30.10.10MARKETING SHOW Agora, todos os selos e meuselos são “Eco Selos”, produzidos com materiais mais amigos do ambiente (papel certificado FSC). Também o meupostal é produzido com estes materiais. Portfólio ecológico – selos e postais
  • 26. 30.10.10MARKETING SHOW Comunicação novo posicionamento Como dar a conhecer este novo posicionamento e envolver os trabalhadores nesta atitude, de uma forma criativa e sustentável? Convidá-los a participar como actores do filme de TV da campanha – o 1º anúncio do mundo Momento 1 – Pré-lançamento Público interno
  • 27. 30.10.10MARKETING SHOW “Consigo o primeiro anúncio do mundo filmado com carbono zero” Peça central da campanha, tendo contado com 85 trabalhadores do Grupo CTT, cada um com uma tarefa – desde plantar árvores a andar de bicicleta, entre outras. Os trabalhadores foram deslocados para o local das filmagens em 2 autocarros movidos a biocombustível, não sendo permitido outro tipo de deslocação. Em termos de alimentação, foram utilizados recipientes reutilizáveis – as tradicionais marmitas e garrafas de água de alumínio para ir encher à fonte. Houve dezenas de bicicletas fixas para a produção de energia e foram plantadas cerca de 100 árvores. A energia produzida no local foi utilizada para a rodagem do filme no local. Comunicação novo posicionamento Filme TV
  • 28. 30.10.10MARKETING SHOW Como dar a conhecer esta nova atitude e conseguir comprová-la? 1º Fase Atitude – Reforçar associação CTT/Ambiente 2º Fase comprovação – através da comunicação de produtos, serviços ou projectos concretos: – Correio Verde – MKT Directo Sustentável / símbolo mérito ecológico – meuselo/meupostal/selos – bicicletas electricamente assistidas Momento 2 – Lançamento Comunicação novo posicionamento
  • 29. 30.10.10MARKETING SHOW Comunicação novo posicionamento Cartazes/mupis
  • 30. 30.10.10MARKETING SHOW Mupis especiais de lama! Para deste caso emblemático, todas as peças da campanha foram trabalhadas com materiais sustentáveis. Comunicação novo posicionamento Cartazes/mupis
  • 31. 30.10.10MARKETING SHOW Comunicação novo posicionamento Micro-site www.cttconsigo.com O objectivo é criar um posicionamento ecológico distintivo, através de um site que proporciona uma experiência única e em linha com a campanha.
  • 32. 30.10.10MARKETING SHOW Momento 3 – Continuidade Como conseguir consolidar este posicionamento ao longo do tempo? •Várias manifestações de comunicação ecológica – campanhas de produto, presenças institucionais (patrocínios, feiras, etc.) •Lançamento/reformulação de produtos/negócios com vertente ecológica Comunicação novo posicionamento

Notas do Editor

  1. A criatividade permite a descoberta de novas formas para experiências de marca, com ofertas de propostas de valor verdadeiras que façam os consumidores sentir-se envolvidos, ouvidos, como fazendo parte da comunidade.
  2. A criatividade é um instrumento decisivo para poder incorporar e desenvolver a sustentabilidade na actividade da empresa e cumprindo os objectivos empresariais. Esta equação traduz a criação de valor !