SlideShare uma empresa Scribd logo
DISCIPLINA DE TIC
1º balanço
Fernanda Ledesma
@2017
http://www.anpri.pt/ info@anpri.pt 912496336
TÍNHAMOS DOCUMENTOS INACABADOS
PARA CONCLUIR COM OS PROFESSORES
DOCUMENTOS:
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS
PÁGINA
EM
BRANCO
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA
DISCIPLINA DE TIC
Setembro
QUE TEMOS
ESTADO A
ESCREVER
JUNTOS
DISCIPLINA DO 5º AO 9º ANO
COM…
Ciências da
Computação
Literacias Digitais
Tecnologias
de
Informação
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC
COMPONENTES DO PLANEAMENTO
DO PROCESSO
METODOLOGIAS
PROJETOS / ATIVIDADES
APRENDIZAGENS
ESSENCIAIS
@Fernanda Ledesma 2017
DISCIPLINA DO 5º AO 9º ANO
ORGANIZADA EM 4 DOMÍNIOS
SEGURANÇA,
RESPONSABILIDADE E
RESPEITO EM
AMBIENTES DIGITAIS
INVESTIGAR E
PESQUISAR
COLABORAR E
COMUNICAR
CRIAR E INOVAR
TIC
GAMIFICAÇÃO
RESOLUÇÃO
DE
PROBLEMAS
TRABALHO DE
PROJETO
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC
PLANEAR POR FASES METODOLÓGICAS QUE
CONDUZAM A METODOLOGIAS ATIVAS
SEGURANÇA,
RESPONSABILIDADE E
RESPEITO EM
AMBIENTES DIGITAIS
INVESTIGAR E
PESQUISAR
COLABORAR E
COMUNICAR
CRIAR
E INOVAR
DISCIPLINA
DE TIC
FASES
METODOLÓGICAS
METODOGIAS
ATIVAS
@Fernanda Ledesma 2017
DISCIPLINA DO 5º ANO
OS 4 DOMÍNIOS
SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE
E RESPEITO EM AMBIENTES
DIGITAIS
INVESTIGAR E PESQUISAR
COLABORAR E COMUNICAR
CRIAR E INOVAR
• Impacto das Tecnologias
• Práticas Seguras
• Direitos de Autor
• Método de pesquisa e
investigação
• Meios e Aplicações como suporte
aos projetos e ao processo de
ensino e aprendizagem
• Escrita criativa
• Ambientes de programação
DISCIPLINA DO 6º ANO
OS 4 DOMÍNIOS : CONSOLIDAÇÃO (CICLO)
SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE
E RESPEITO EM AMBIENTES
DIGITAIS
INVESTIGAR E PESQUISAR
COLABORAR E COMUNICAR
CRIAR E INOVAR
• Impacto das Tecnologias
• Práticas Seguras
• Direitos de Autor
• Método de pesquisa e
investigação
• Meios e Aplicações como suporte
aos projetos e ao processo de
ensino e aprendizagem
• Representação de dados e
estatística
• Ambientes de programação
*Aplicações diferentes
DISCIPLINA DO 7º ANO
OS 4 DOMÍNIOS
SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE
E RESPEITO EM AMBIENTES
DIGITAIS
INVESTIGAR E PESQUISAR
COLABORAR E COMUNICAR
CRIAR E INOVAR
• Direitos de autor relacionados
com a imagem
• Privacidade
• Método de pesquisa e
investigação
• Meios e Aplicações como suporte
aos projetos e ao processo de
ensino e aprendizagem
• Imagem, Som, Vídeo e Modelação
3D
DISCIPLINA DO 8º ANO
OS 4 DOMÍNIOS
SEGURANÇA,
RESPONSABILIDADE E RESPEITO
EM AMBIENTES DIGITAIS
INVESTIGAR E PESQUISAR
COLABORAR E COMUNICAR
CRIAR E INOVAR
•Direitos de Autor relacionados com a
publicação de conteúdos
•Critérios de validação da informação
publicada online
•Acessibilidade
• Método de pesquisa e
investigação
• Meios e Aplicações como
suporte aos projetos e ao
processo de ensino e
aprendizagem
• Publicação de conteúdos
(blogues, sítios web)
DISCIPLINA DO 9º ANO
OS 4 DOMÍNIOS
SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE
E RESPEITO EM AMBIENTES
DIGITAIS
INVESTIGAR E PESQUISAR
COLABORAR E COMUNICAR
CRIAR E INOVAR
• Segurança relacionada com
dispositivos móveis
• Internet das coisas (IOT)
• Método de pesquisa e
investigação
• Meios e Aplicações como suporte
aos projetos e ao processo de
ensino e aprendizagem
• Representação de dados e
estatística
• Apps
• Tecnologias emergentes
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC
PESQUISAR E INVESTIGAR
AEs iguais
É o professor que escolhe
o método de pesquisa
e/ou investigação
adequado ao projeto
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC
COMUNICAR E COLABORAR
Descritores das AEs iguais nos 5 anos
Aplicações adequadas aos projetos
Meios e aplicações que permitem a comunicação e
colaboração em ambientes digitais fechados (5º ao 7º Ano
Só se assume a publicação de informação no 8º
ano
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC
COMUNICAR E COLABORAR
Na Formação
discutimos a
questão do uso
do endereço
eletrónico pelos
alunos
Criar endereços
por grupos
Criar
endereços
nas
plataformas
fechadas das
escolas
Solicitar
endereços
aos país
Para mitigar a questão
@Fernanda Ledesma 2017
ESTRATÉGIA DE ABORDAGEM QUE INTEGRE
PEDAGOGIA
Juntar
no processo
INTERAÇÃO
SOCIAL
SABER
LIGADO À
TECNOLOGIA
Adaptado: Relação entre os componentes principais e a interacção (Wang, 2008:412).
CENÁRIOS
DE APRENDIZAGEM
MOTIVAÇÕES
METODOLOGIAS e
ESTRATÉGIAS
CONHECIMENTOS E
COMPETÊNCIAS
CONTEXTO
MODELO
DE AVALIAÇÃO
AS FERRAMENTAS
RECURSOS
CENÁRIOS DE
APRENDIZAGEM
INTEGRAÇÃO CURRICULAR
Todas as disciplinas
têm espaço para o
NÚCLEO DURO e um
espaço próprio de
ação, pode ser
dirigido para
ATIVIDADES
e/ou promover
InterdisciplinaridadeCASTRO, L e RICARDO, M (1993)
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
INÍCIO
AVALIAÇÃO
DIAGNÓSTICA
CONHEÇO OS
ALUNOS E OS
RECURSOS
CONHECER
ALUNOS E
RECURSOS
PLANEAR
FIM
Processo
PORQUÊ
NãoSim
Terminal
Decisão
Setas de Fluxo
DEFINIR
ESTRATÉGIAS
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
@Fernanda Ledesma 2017
ACESSIBILIDADE
• Acesso às
tecnologias em
casa
• Acesso às
Tecnologias na
escola
CONHECIMENTOS
• Nível de
desenvolvimento
de conhecimentos
nas TIC
MOTIVAÇÕES
• A motivação
para o uso das
TIC não é igual
para todos os
alunos
Na mesma turma há casos de alunos que frequentaram os projectos de
programação, clubes e outros projetos com TIC e outros não, que
acentua diferenças no nível de conhecimentos e competências dos
alunos.
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
@Fernanda Ledesma 2017
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
@Fernanda Ledesma 2017
DEFINIR ESTRATÉGIAS que nos permitem gerir a
heterogeneidade (partindo do principio que não há 1 ideal,
mas estratégias que funcional em determinados contextos e
outras não.
Organizar a
turma por
grupos de nível
de
conhecimentos
Distribuir os alunos com maior
conhecimento pelos vários grupos,
para que nos ajudem a apoiar os colegas (assumem um papel
diferente e desenvolvem capacidade de partilha e
colaboração)
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
@Fernanda Ledesma 2017
PREPARAR DESAFIOS EXTRA PARA OS ALUNOS QUE VÃO
CONCLUINDO AS ATIVIDADES PROPOSTAS (por exemplo
criar a turma numa plataforma como o code.org)
reencaminhando-os para desenvolverem mais
um desafio que os conduz a mais um nível,
eventualmente mais 1 certificado) por um lado
motiva-os, por outro mantêm-se ocupados,
permitindo-nos apoiar os outros alunos.
Conduzir os alunos a não usar fotos
AVATARES
UM PROCESSO
Descermos à idade destes alunos
Exploramos inúmeras, objetivo é
mostrar diversidade, cada professor
tem de fazer opções.
APLICAÇÕES
Tentamos mostra-las com casos de
projetos
METODOLOGIAS
ARTICULAÇÕES
COLABORAÇÃO
NA
DISCIPLINA DE TIC
ARTICULAÇÕES
COLABORAÇÃO
NA
DISCIPLINA DE
TIC
COLABORAÇÃO
GRANDE: 1 projeto abrange todo
tempo da disciplina
MÉDIA: 2 ou 3 mais pequenas
PROJETOS E ATIVIDADES
PEQUENA: Duração de 1 aula
SURGIRAM AINDA PROPOSTAS DE
UTILIZAÇÃO BYOD …
também na sala de aula de TIC
TOUCH e o TECH
BYOD …também na sala de aula
Faltou muito
BALANÇO
Responder a objetivos claros, fazer a uma análise prévia das
necessidades para encontrar o EQUILÍBRIO entre os elementos
pedagógicos, tecnológicos, organizacionais e contextuais.
O Desafio!
ASSUMIR A
MUDANÇA É O
PRIMEIRO PASSO.
NÓS ASSUMIMOS!
ESTAMOS
PREPARADOS
http://www.anpri.pt/course/view.php?id=164
OS RECURSOS
Apresentação da Disciplina de TIC -   sintese
Obrigado!
 Fernanda Ledesma
 Professora de Informática
 Presidente da Direção da ANPRI
 Diretora do Centro de Formação
 Membro do Conselho Científico do IAVE
 Formadora Acreditada em Didática de Informática
 Coautora de manuais escolares da ASA Edições
 Professora Inovadora Microsoft
info@anpri.pt 912496336

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Apresentação da Disciplina de TIC - sintese

Aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Aprendizagens essenciais na disciplina de TICAprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Fernanda Ledesma
 
Disciplina de TIC: Importância da Avaliação diagnóstica
Disciplina de TIC: Importância da Avaliação diagnósticaDisciplina de TIC: Importância da Avaliação diagnóstica
Disciplina de TIC: Importância da Avaliação diagnóstica
Fernanda Ledesma
 
Resultados das aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Resultados das aprendizagens essenciais na disciplina de TICResultados das aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Resultados das aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Fernanda Ledesma
 
5 tic
5 tic5 tic
Colaboração, Parceria e Tecnologias na Educação
Colaboração, Parceria e Tecnologias na EducaçãoColaboração, Parceria e Tecnologias na Educação
Colaboração, Parceria e Tecnologias na Educação
Paulo Roberto Freire
 
Desafios para o uso de TICs aplicadas à educação
Desafios para o uso de TICs aplicadas à educaçãoDesafios para o uso de TICs aplicadas à educação
Desafios para o uso de TICs aplicadas à educação
UFPE
 
Os sentidos da tecnologia da informação na experiência educativa e design ...
Os sentidos da tecnologia da informação na experiência educativa e design ...Os sentidos da tecnologia da informação na experiência educativa e design ...
Os sentidos da tecnologia da informação na experiência educativa e design ...
UFPE
 
2 Disciplina de TIC: Métodos de Investigação e Pesquisa
2 Disciplina de TIC: Métodos de Investigação e Pesquisa2 Disciplina de TIC: Métodos de Investigação e Pesquisa
2 Disciplina de TIC: Métodos de Investigação e Pesquisa
Fernanda Ledesma
 
Pré-Projeto O uso da Tecnologia no processo de ensino/aprendizagem
Pré-Projeto O uso da Tecnologia no processo de ensino/aprendizagemPré-Projeto O uso da Tecnologia no processo de ensino/aprendizagem
Pré-Projeto O uso da Tecnologia no processo de ensino/aprendizagem
Bruno Vieira Borges
 
[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem design de red...
[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem  design de red...[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem  design de red...
[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem design de red...
UFPE
 
Tecnologias a favor da aprendizagem
Tecnologias a favor da aprendizagemTecnologias a favor da aprendizagem
Tecnologias a favor da aprendizagem
Isabel Schwartzman
 
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
GILT (Games, Interaction and Learning Technologies) IS Engenharia do Porto
 
Tecnologias Digitais na Educação
Tecnologias Digitais na EducaçãoTecnologias Digitais na Educação
Tecnologias Digitais na Educação
Prof. JC
 
Code week - Introdução à programação no Ensino Básico
Code week - Introdução à programação no Ensino BásicoCode week - Introdução à programação no Ensino Básico
Code week - Introdução à programação no Ensino Básico
Fernanda Ledesma
 
2015 inovaeduca vesao em 1711 resumida
2015 inovaeduca vesao em 1711 resumida2015 inovaeduca vesao em 1711 resumida
2015 inovaeduca vesao em 1711 resumida
Silvia Fichmann
 
Novas tecnologias aplicadas ao ensino superior
Novas tecnologias aplicadas ao ensino superiorNovas tecnologias aplicadas ao ensino superior
Novas tecnologias aplicadas ao ensino superior
Manaus Printi
 
Tecnosocialidade no quotidiano da educação em saúde
Tecnosocialidade no quotidiano da educação em saúdeTecnosocialidade no quotidiano da educação em saúde
Tecnosocialidade no quotidiano da educação em saúde
Leonardo Langaro
 
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
Paulita Salvador
 
112579.pptx
112579.pptx112579.pptx
112579.pptx
MarcosNovaes20
 
Metodologia Hacker de Ensino na Ambiente Livre
Metodologia Hacker de Ensino na Ambiente LivreMetodologia Hacker de Ensino na Ambiente Livre
Metodologia Hacker de Ensino na Ambiente Livre
Ambiente Livre
 

Semelhante a Apresentação da Disciplina de TIC - sintese (20)

Aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Aprendizagens essenciais na disciplina de TICAprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
 
Disciplina de TIC: Importância da Avaliação diagnóstica
Disciplina de TIC: Importância da Avaliação diagnósticaDisciplina de TIC: Importância da Avaliação diagnóstica
Disciplina de TIC: Importância da Avaliação diagnóstica
 
Resultados das aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Resultados das aprendizagens essenciais na disciplina de TICResultados das aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
Resultados das aprendizagens essenciais na disciplina de TIC
 
5 tic
5 tic5 tic
5 tic
 
Colaboração, Parceria e Tecnologias na Educação
Colaboração, Parceria e Tecnologias na EducaçãoColaboração, Parceria e Tecnologias na Educação
Colaboração, Parceria e Tecnologias na Educação
 
Desafios para o uso de TICs aplicadas à educação
Desafios para o uso de TICs aplicadas à educaçãoDesafios para o uso de TICs aplicadas à educação
Desafios para o uso de TICs aplicadas à educação
 
Os sentidos da tecnologia da informação na experiência educativa e design ...
Os sentidos da tecnologia da informação na experiência educativa e design ...Os sentidos da tecnologia da informação na experiência educativa e design ...
Os sentidos da tecnologia da informação na experiência educativa e design ...
 
2 Disciplina de TIC: Métodos de Investigação e Pesquisa
2 Disciplina de TIC: Métodos de Investigação e Pesquisa2 Disciplina de TIC: Métodos de Investigação e Pesquisa
2 Disciplina de TIC: Métodos de Investigação e Pesquisa
 
Pré-Projeto O uso da Tecnologia no processo de ensino/aprendizagem
Pré-Projeto O uso da Tecnologia no processo de ensino/aprendizagemPré-Projeto O uso da Tecnologia no processo de ensino/aprendizagem
Pré-Projeto O uso da Tecnologia no processo de ensino/aprendizagem
 
[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem design de red...
[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem  design de red...[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem  design de red...
[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem design de red...
 
Tecnologias a favor da aprendizagem
Tecnologias a favor da aprendizagemTecnologias a favor da aprendizagem
Tecnologias a favor da aprendizagem
 
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
 
Tecnologias Digitais na Educação
Tecnologias Digitais na EducaçãoTecnologias Digitais na Educação
Tecnologias Digitais na Educação
 
Code week - Introdução à programação no Ensino Básico
Code week - Introdução à programação no Ensino BásicoCode week - Introdução à programação no Ensino Básico
Code week - Introdução à programação no Ensino Básico
 
2015 inovaeduca vesao em 1711 resumida
2015 inovaeduca vesao em 1711 resumida2015 inovaeduca vesao em 1711 resumida
2015 inovaeduca vesao em 1711 resumida
 
Novas tecnologias aplicadas ao ensino superior
Novas tecnologias aplicadas ao ensino superiorNovas tecnologias aplicadas ao ensino superior
Novas tecnologias aplicadas ao ensino superior
 
Tecnosocialidade no quotidiano da educação em saúde
Tecnosocialidade no quotidiano da educação em saúdeTecnosocialidade no quotidiano da educação em saúde
Tecnosocialidade no quotidiano da educação em saúde
 
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
 
112579.pptx
112579.pptx112579.pptx
112579.pptx
 
Metodologia Hacker de Ensino na Ambiente Livre
Metodologia Hacker de Ensino na Ambiente LivreMetodologia Hacker de Ensino na Ambiente Livre
Metodologia Hacker de Ensino na Ambiente Livre
 

Mais de ANPRI

ANPRI | Apresentação de Projetos 2022
ANPRI | Apresentação de Projetos 2022ANPRI | Apresentação de Projetos 2022
ANPRI | Apresentação de Projetos 2022
ANPRI
 
O contributo de uma Associação Profissional de Professores no uso do Softwar...
O contributo de uma Associação Profissional de Professores no uso do  Softwar...O contributo de uma Associação Profissional de Professores no uso do  Softwar...
O contributo de uma Associação Profissional de Professores no uso do Softwar...
ANPRI
 
Tutorial Utilizar o classroom
Tutorial  Utilizar o classroomTutorial  Utilizar o classroom
Tutorial Utilizar o classroom
ANPRI
 
Missao Estratégia Digital da Escola
Missao Estratégia Digital da EscolaMissao Estratégia Digital da Escola
Missao Estratégia Digital da Escola
ANPRI
 
Utilizar o google meet para comunicar online
Utilizar o google meet para comunicar onlineUtilizar o google meet para comunicar online
Utilizar o google meet para comunicar online
ANPRI
 
Utilizar a Plataforma Zoom para Comunicar Online
Utilizar a Plataforma Zoom para Comunicar OnlineUtilizar a Plataforma Zoom para Comunicar Online
Utilizar a Plataforma Zoom para Comunicar Online
ANPRI
 
Introdução à utilização da plataforma ao edmodo
Introdução à utilização da plataforma ao edmodoIntrodução à utilização da plataforma ao edmodo
Introdução à utilização da plataforma ao edmodo
ANPRI
 
Apresentação do projecto de Erasmus + - Estágio dos alunos na Finlândia
Apresentação do projecto de Erasmus + - Estágio dos alunos na FinlândiaApresentação do projecto de Erasmus + - Estágio dos alunos na Finlândia
Apresentação do projecto de Erasmus + - Estágio dos alunos na Finlândia
ANPRI
 
VET CHARTER
VET  CHARTERVET  CHARTER
VET CHARTER
ANPRI
 
RGPD: Respostas das Escolas
RGPD: Respostas das EscolasRGPD: Respostas das Escolas
RGPD: Respostas das Escolas
ANPRI
 
Apresentação: Resultado do questionários sobre as Aprendizagens Essenciais da...
Apresentação: Resultado do questionários sobre as Aprendizagens Essenciais da...Apresentação: Resultado do questionários sobre as Aprendizagens Essenciais da...
Apresentação: Resultado do questionários sobre as Aprendizagens Essenciais da...
ANPRI
 
Webcasts PROBOTICA: Cenários e Conteúdos por Fernanda Ledesma, ANPRI
Webcasts PROBOTICA: Cenários e Conteúdos por Fernanda Ledesma, ANPRIWebcasts PROBOTICA: Cenários e Conteúdos por Fernanda Ledesma, ANPRI
Webcasts PROBOTICA: Cenários e Conteúdos por Fernanda Ledesma, ANPRI
ANPRI
 
Webcasts PROBOTICA: Plataformas e Comunidades por Fernanda Ledesma (anpri)
Webcasts PROBOTICA: Plataformas e Comunidades por Fernanda Ledesma (anpri)Webcasts PROBOTICA: Plataformas e Comunidades por Fernanda Ledesma (anpri)
Webcasts PROBOTICA: Plataformas e Comunidades por Fernanda Ledesma (anpri)
ANPRI
 
Cartazes do Concurso Hour of Code 2017
Cartazes do Concurso Hour of Code 2017Cartazes do Concurso Hour of Code 2017
Cartazes do Concurso Hour of Code 2017
ANPRI
 

Mais de ANPRI (14)

ANPRI | Apresentação de Projetos 2022
ANPRI | Apresentação de Projetos 2022ANPRI | Apresentação de Projetos 2022
ANPRI | Apresentação de Projetos 2022
 
O contributo de uma Associação Profissional de Professores no uso do Softwar...
O contributo de uma Associação Profissional de Professores no uso do  Softwar...O contributo de uma Associação Profissional de Professores no uso do  Softwar...
O contributo de uma Associação Profissional de Professores no uso do Softwar...
 
Tutorial Utilizar o classroom
Tutorial  Utilizar o classroomTutorial  Utilizar o classroom
Tutorial Utilizar o classroom
 
Missao Estratégia Digital da Escola
Missao Estratégia Digital da EscolaMissao Estratégia Digital da Escola
Missao Estratégia Digital da Escola
 
Utilizar o google meet para comunicar online
Utilizar o google meet para comunicar onlineUtilizar o google meet para comunicar online
Utilizar o google meet para comunicar online
 
Utilizar a Plataforma Zoom para Comunicar Online
Utilizar a Plataforma Zoom para Comunicar OnlineUtilizar a Plataforma Zoom para Comunicar Online
Utilizar a Plataforma Zoom para Comunicar Online
 
Introdução à utilização da plataforma ao edmodo
Introdução à utilização da plataforma ao edmodoIntrodução à utilização da plataforma ao edmodo
Introdução à utilização da plataforma ao edmodo
 
Apresentação do projecto de Erasmus + - Estágio dos alunos na Finlândia
Apresentação do projecto de Erasmus + - Estágio dos alunos na FinlândiaApresentação do projecto de Erasmus + - Estágio dos alunos na Finlândia
Apresentação do projecto de Erasmus + - Estágio dos alunos na Finlândia
 
VET CHARTER
VET  CHARTERVET  CHARTER
VET CHARTER
 
RGPD: Respostas das Escolas
RGPD: Respostas das EscolasRGPD: Respostas das Escolas
RGPD: Respostas das Escolas
 
Apresentação: Resultado do questionários sobre as Aprendizagens Essenciais da...
Apresentação: Resultado do questionários sobre as Aprendizagens Essenciais da...Apresentação: Resultado do questionários sobre as Aprendizagens Essenciais da...
Apresentação: Resultado do questionários sobre as Aprendizagens Essenciais da...
 
Webcasts PROBOTICA: Cenários e Conteúdos por Fernanda Ledesma, ANPRI
Webcasts PROBOTICA: Cenários e Conteúdos por Fernanda Ledesma, ANPRIWebcasts PROBOTICA: Cenários e Conteúdos por Fernanda Ledesma, ANPRI
Webcasts PROBOTICA: Cenários e Conteúdos por Fernanda Ledesma, ANPRI
 
Webcasts PROBOTICA: Plataformas e Comunidades por Fernanda Ledesma (anpri)
Webcasts PROBOTICA: Plataformas e Comunidades por Fernanda Ledesma (anpri)Webcasts PROBOTICA: Plataformas e Comunidades por Fernanda Ledesma (anpri)
Webcasts PROBOTICA: Plataformas e Comunidades por Fernanda Ledesma (anpri)
 
Cartazes do Concurso Hour of Code 2017
Cartazes do Concurso Hour of Code 2017Cartazes do Concurso Hour of Code 2017
Cartazes do Concurso Hour of Code 2017
 

Último

Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 

Apresentação da Disciplina de TIC - sintese

  • 1. DISCIPLINA DE TIC 1º balanço Fernanda Ledesma @2017 http://www.anpri.pt/ info@anpri.pt 912496336
  • 2. TÍNHAMOS DOCUMENTOS INACABADOS PARA CONCLUIR COM OS PROFESSORES DOCUMENTOS: APRENDIZAGENS ESSENCIAIS
  • 3. PÁGINA EM BRANCO APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC Setembro QUE TEMOS ESTADO A ESCREVER JUNTOS
  • 4. DISCIPLINA DO 5º AO 9º ANO COM… Ciências da Computação Literacias Digitais Tecnologias de Informação
  • 5. APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC COMPONENTES DO PLANEAMENTO DO PROCESSO METODOLOGIAS PROJETOS / ATIVIDADES APRENDIZAGENS ESSENCIAIS @Fernanda Ledesma 2017
  • 6. DISCIPLINA DO 5º AO 9º ANO ORGANIZADA EM 4 DOMÍNIOS SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE E RESPEITO EM AMBIENTES DIGITAIS INVESTIGAR E PESQUISAR COLABORAR E COMUNICAR CRIAR E INOVAR TIC
  • 7. GAMIFICAÇÃO RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS TRABALHO DE PROJETO APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC PLANEAR POR FASES METODOLÓGICAS QUE CONDUZAM A METODOLOGIAS ATIVAS SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE E RESPEITO EM AMBIENTES DIGITAIS INVESTIGAR E PESQUISAR COLABORAR E COMUNICAR CRIAR E INOVAR DISCIPLINA DE TIC FASES METODOLÓGICAS METODOGIAS ATIVAS @Fernanda Ledesma 2017
  • 8. DISCIPLINA DO 5º ANO OS 4 DOMÍNIOS SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE E RESPEITO EM AMBIENTES DIGITAIS INVESTIGAR E PESQUISAR COLABORAR E COMUNICAR CRIAR E INOVAR • Impacto das Tecnologias • Práticas Seguras • Direitos de Autor • Método de pesquisa e investigação • Meios e Aplicações como suporte aos projetos e ao processo de ensino e aprendizagem • Escrita criativa • Ambientes de programação
  • 9. DISCIPLINA DO 6º ANO OS 4 DOMÍNIOS : CONSOLIDAÇÃO (CICLO) SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE E RESPEITO EM AMBIENTES DIGITAIS INVESTIGAR E PESQUISAR COLABORAR E COMUNICAR CRIAR E INOVAR • Impacto das Tecnologias • Práticas Seguras • Direitos de Autor • Método de pesquisa e investigação • Meios e Aplicações como suporte aos projetos e ao processo de ensino e aprendizagem • Representação de dados e estatística • Ambientes de programação *Aplicações diferentes
  • 10. DISCIPLINA DO 7º ANO OS 4 DOMÍNIOS SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE E RESPEITO EM AMBIENTES DIGITAIS INVESTIGAR E PESQUISAR COLABORAR E COMUNICAR CRIAR E INOVAR • Direitos de autor relacionados com a imagem • Privacidade • Método de pesquisa e investigação • Meios e Aplicações como suporte aos projetos e ao processo de ensino e aprendizagem • Imagem, Som, Vídeo e Modelação 3D
  • 11. DISCIPLINA DO 8º ANO OS 4 DOMÍNIOS SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE E RESPEITO EM AMBIENTES DIGITAIS INVESTIGAR E PESQUISAR COLABORAR E COMUNICAR CRIAR E INOVAR •Direitos de Autor relacionados com a publicação de conteúdos •Critérios de validação da informação publicada online •Acessibilidade • Método de pesquisa e investigação • Meios e Aplicações como suporte aos projetos e ao processo de ensino e aprendizagem • Publicação de conteúdos (blogues, sítios web)
  • 12. DISCIPLINA DO 9º ANO OS 4 DOMÍNIOS SEGURANÇA, RESPONSABILIDADE E RESPEITO EM AMBIENTES DIGITAIS INVESTIGAR E PESQUISAR COLABORAR E COMUNICAR CRIAR E INOVAR • Segurança relacionada com dispositivos móveis • Internet das coisas (IOT) • Método de pesquisa e investigação • Meios e Aplicações como suporte aos projetos e ao processo de ensino e aprendizagem • Representação de dados e estatística • Apps • Tecnologias emergentes
  • 13. APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC PESQUISAR E INVESTIGAR AEs iguais É o professor que escolhe o método de pesquisa e/ou investigação adequado ao projeto
  • 14. APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC COMUNICAR E COLABORAR Descritores das AEs iguais nos 5 anos Aplicações adequadas aos projetos Meios e aplicações que permitem a comunicação e colaboração em ambientes digitais fechados (5º ao 7º Ano Só se assume a publicação de informação no 8º ano
  • 15. APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC COMUNICAR E COLABORAR Na Formação discutimos a questão do uso do endereço eletrónico pelos alunos Criar endereços por grupos Criar endereços nas plataformas fechadas das escolas Solicitar endereços aos país Para mitigar a questão
  • 16. @Fernanda Ledesma 2017 ESTRATÉGIA DE ABORDAGEM QUE INTEGRE PEDAGOGIA Juntar no processo INTERAÇÃO SOCIAL SABER LIGADO À TECNOLOGIA Adaptado: Relação entre os componentes principais e a interacção (Wang, 2008:412).
  • 17. CENÁRIOS DE APRENDIZAGEM MOTIVAÇÕES METODOLOGIAS e ESTRATÉGIAS CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS CONTEXTO MODELO DE AVALIAÇÃO AS FERRAMENTAS RECURSOS CENÁRIOS DE APRENDIZAGEM
  • 18. INTEGRAÇÃO CURRICULAR Todas as disciplinas têm espaço para o NÚCLEO DURO e um espaço próprio de ação, pode ser dirigido para ATIVIDADES e/ou promover InterdisciplinaridadeCASTRO, L e RICARDO, M (1993)
  • 19. AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA INÍCIO AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA CONHEÇO OS ALUNOS E OS RECURSOS CONHECER ALUNOS E RECURSOS PLANEAR FIM Processo PORQUÊ NãoSim Terminal Decisão Setas de Fluxo DEFINIR ESTRATÉGIAS
  • 20. APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA @Fernanda Ledesma 2017 ACESSIBILIDADE • Acesso às tecnologias em casa • Acesso às Tecnologias na escola CONHECIMENTOS • Nível de desenvolvimento de conhecimentos nas TIC MOTIVAÇÕES • A motivação para o uso das TIC não é igual para todos os alunos Na mesma turma há casos de alunos que frequentaram os projectos de programação, clubes e outros projetos com TIC e outros não, que acentua diferenças no nível de conhecimentos e competências dos alunos.
  • 21. APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA @Fernanda Ledesma 2017
  • 22. APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA @Fernanda Ledesma 2017 DEFINIR ESTRATÉGIAS que nos permitem gerir a heterogeneidade (partindo do principio que não há 1 ideal, mas estratégias que funcional em determinados contextos e outras não. Organizar a turma por grupos de nível de conhecimentos Distribuir os alunos com maior conhecimento pelos vários grupos, para que nos ajudem a apoiar os colegas (assumem um papel diferente e desenvolvem capacidade de partilha e colaboração)
  • 23. APRENDIZAGENS ESSENCIAIS NA DISCIPLINA DE TIC AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA @Fernanda Ledesma 2017 PREPARAR DESAFIOS EXTRA PARA OS ALUNOS QUE VÃO CONCLUINDO AS ATIVIDADES PROPOSTAS (por exemplo criar a turma numa plataforma como o code.org) reencaminhando-os para desenvolverem mais um desafio que os conduz a mais um nível, eventualmente mais 1 certificado) por um lado motiva-os, por outro mantêm-se ocupados, permitindo-nos apoiar os outros alunos.
  • 24. Conduzir os alunos a não usar fotos AVATARES UM PROCESSO Descermos à idade destes alunos
  • 25. Exploramos inúmeras, objetivo é mostrar diversidade, cada professor tem de fazer opções. APLICAÇÕES Tentamos mostra-las com casos de projetos METODOLOGIAS
  • 27. GRANDE: 1 projeto abrange todo tempo da disciplina MÉDIA: 2 ou 3 mais pequenas PROJETOS E ATIVIDADES PEQUENA: Duração de 1 aula
  • 28. SURGIRAM AINDA PROPOSTAS DE UTILIZAÇÃO BYOD … também na sala de aula de TIC
  • 29. TOUCH e o TECH
  • 30. BYOD …também na sala de aula Faltou muito
  • 31. BALANÇO Responder a objetivos claros, fazer a uma análise prévia das necessidades para encontrar o EQUILÍBRIO entre os elementos pedagógicos, tecnológicos, organizacionais e contextuais.
  • 32. O Desafio! ASSUMIR A MUDANÇA É O PRIMEIRO PASSO. NÓS ASSUMIMOS! ESTAMOS PREPARADOS
  • 35. Obrigado!  Fernanda Ledesma  Professora de Informática  Presidente da Direção da ANPRI  Diretora do Centro de Formação  Membro do Conselho Científico do IAVE  Formadora Acreditada em Didática de Informática  Coautora de manuais escolares da ASA Edições  Professora Inovadora Microsoft info@anpri.pt 912496336