SlideShare uma empresa Scribd logo
Como tu
o mar não foge
          o mar
      vem e vai
            vem
        como tu
 hoje e outrora
Localização

Entra a Ria de Aveiro e o mar fica uma
península, e é aqui que se encontra a
Costa Nova, com as suas casas com
riscas coloridas derivadas das originais
casas de madeira dos pescadores. Estas
casas de madeira são cada vez mais raras
de se ver. Em Aveiro encontram-se umas
poucas junto ao cais de S. Roque
Localização




              Situa-se entre as coordenadas geográficas
              de Aveiro (latitude 40 38' 18quot; N - longitude
              8 39' 09quot; W).
As casas típicas da Costa Nova (palheiros)




São construções típicas desta região, hoje em dia, representam um verdadeiro
postal ilustrado e colorido para quem quer conhecer, esta zona.
São casas de madeira tradicional portuguesa, que começaram a surgir a partir de
1808, aquando da abertura da nova barra, eram construídas sobre estacas, que
devido ao terreno arenoso e alagadiço não permitia que se construíssem casas
assentes no solo.
As casas típicas da Costa Nova (palheiros)




        As construções possibilitavam a subida das águas da ria,
    inundando o terreno, sem que afectasse a habitação, permitindo
      também que a areia arrastada pelo vento, pudesse passar por
                           baixo das casas.
Bairro Piscatório : Costa Nova




Na altura era constituídos por apenas uma única divisão, mas com o passar dos anos, e
mediante as necessidades de cada um, foram surgindo algumas divisões no seu
interior. Alguns pescadores deslocados acabaram por ficar a residir
permanentemente, permitindo assim a origem de novas povoações costeiras.
Bairro piscatório Costa Nova




Os primeiros palheiros foram construídos à beira-mar, por pescadores, para guardar as
redes e todo o restante material de pesca. A construção era feita com materiais da
zona, único recurso existente dada a precária situação económica da comunidade
piscatória local.
Bairro Piscatório: Costa Nova




  Com o passar dos tempos, estes palheiros que pouco mais eram do
  que casebres, na altura, começaram a ganhar aspecto de casas de
madeira bem construídas e pintadas com cores frescas e garridas, que
lembram a policromia dos moliceiros que desfilam nas águas da Ria de
                               Aveiro.
As casas típicas da Costa Nova (palheiros)
   O que no principio do século XIX, parecia ser uma aldeia de
pescadores, aos poucos, a Costa Nova, tornou-se numa das praias
mais conhecidas, ao ponto de em 1848 ser frequentada por ilustres
    figuras públicas, como Eça de Queirós e Oliveira Martins,
frequentadores assíduos do palheiro de José Estêvão, uma ilustre
 personalidade de Aveiro, que muito contribuiu para a divulgação
                          desta região.
Palheiros: características




Aspecto da Costa Nova na década de 1950.
Aspecto garrido e policromo: é o verde, o azul, o
amarelo e o vermelho, que transmitem
sensações de alegria e jovialidade.
Características dos quot;palheirosquot;




•Os antigos palheiros de habitação possuíam um só piso e erguiam-se
sobre estacas, que ficavam à vista, e se encontravam assentes na
areia seca.
•O tabuado exterior era disposto horizontalmente
Os Invernos são amenos e as temperaturas não sofrem grandes oscilações ao
longo do ano. Apresenta precipitação com valores máximos no Inverno e mínimos
no Verão A temperatura média anual é de 15 C.
As chuvas são mais frequentes em Janeiro , Novembro e Dezembro, ocorrendo os
valores mínimos em Julho e Agosto

Verifica-se, durante todo ano, uma predominância dos ventos de Noroeste e Norte
Características dos quot;palheirosquot;

        • No final do século passado, foi introduzida uma
        variação: o tabuado passou a ser disposto
        verticalmente, sinalizando o facto de os seus
        proprietários viverem com certo desafogo económico.
        •Com o aumento da população e a fixação das areias,
        as estacas foram sendo progressivamente reduzidas,
        passando os palheiros a ser assentes no solo.
Nos dias de hoje




    Hoje, restam poucos palheiros de madeira na Costa
  Nova, utilizando-se quase exclusivamente o cimento. Os
 mais recentes palheiros são edificados utilizando técnicas
    de construção modernas, mas respeitando os traços
arquitectónicos dos antigos, especialmente no que se refere
                    à fachada principal.
Os Palheiros de Hoje
Os Palheiros de Hoje
    As famílias dos sócios, dos escrivães e dos donos das campanhas que se
   foram formando, iam sendo atraídas para a Costa Nova, durante as épocas
         do Verão e do Outono, surgindo na enseada da ria muitos outros
  palheiros, adquirindo a função de alojamento, havendo necessidade de alterar
    algumas características interiores, para melhor conforto dos veraneantes.



    No século XIX registou-se uma procura desta praia para banhos de mar,
     sobretudo durante os meses de Agosto e Setembro. Nas traseiras dos
       palheiros, foram construídas pequenas cozinhas e quartos, que se
                destinavam a ser arrendados na época balnear.




Esta transformação da Costa Nova, de local de pesca em local de férias, levou
  os pescadores a deslocarem-se para Sul, deixando o lugar aos banhistas e
turistas da cidade. Muitos palheiros foram, nesta época, levantados e mudados
                                    de local.
No que respeita, ao interior do bairro, coexistem outros géneros arquitectónicos,
mas respeitando um padrão comum, onde a madeira é um material de eleição.
Palheiros da Costa Nova




  A par do sol e da praia da Costa Nova, os palheiros são um dos factores de
atracção de visitantes e turistas a esta zona, constituindo o ex-líbris da região e
                      um dos mais fortes cartazes turísticos.
    A sua peculiaridade arquitectónica confere características únicas a estas
      praias, individualizando-as tanto a nível nacional como internacional.
                                         .
Origem da Costa nova



         Em frente da Gafanha da Encarnação,
           antiga Gafanha da Gramata, que
         possuía um enorme prado, verdejante.
              Daí, a Costa Nova do Prado.
O encanto da Ria de Aveiro , Costa Nova
A Arte xávega




Em 1840 já lá operavam sete companhas utilizando até 1877 o homem que trazia
um jugo cingido ao corpo puxando a rede para terra.
Só depois, começando-se a utilizar os bois.
Os carros de bois, de rodas largas para não se enterrarem na areia, traziam o
peixe em enormes gigos até ao lado da ria onde se tinham construído os
palheiros em tábuas sobrepostas, pintadinhos de vermelho escuro e assentes
em estacaria, tendo à frente um pequeno cais onde atracavam as embarcações.
Uma visita
pela cidade…
Apresentação  Costa  Nova
Apresentação  Costa  Nova
Costa Nova
Apresentação  Costa  Nova
Trabalho
de S. T. C,
Núcleo
gerador 6,
Realizado
por:
Isabel Neto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
Ilda Bicacro
 
Potencialidades do litoral
Potencialidades do litoralPotencialidades do litoral
Potencialidades do litoral
Ilda Bicacro
 
Alqueva PORTUGAL turismo
Alqueva PORTUGAL turismoAlqueva PORTUGAL turismo
Alqueva PORTUGAL turismo
Patricia Martins
 
Floresta em Portugal Continental
Floresta em Portugal ContinentalFloresta em Portugal Continental
Floresta em Portugal Continental
Idalina Leite
 
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptxrecursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
RitaMagalhaes16
 
Factores do Clima - Temperatura
Factores do Clima - TemperaturaFactores do Clima - Temperatura
Factores do Clima - Temperatura
abarros
 
Parque Natural da Ria Formosa
Parque Natural da Ria FormosaParque Natural da Ria Formosa
Parque Natural da Ria Formosa
Pedro Peixoto
 
Parque Natural da Arrábida
Parque Natural da ArrábidaParque Natural da Arrábida
Parque Natural da Arrábida
Pedro Peixoto
 
O Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºanoO Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºano
Vasco Pires
 
Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)
Fátima Cunha Lopes
 
Formas do litoral
Formas do litoralFormas do litoral
Formas do litoral
Tiago Lobao
 
A Poluição
A PoluiçãoA Poluição
A Poluição
Ana Carlão
 
Principais acidentes da costa portuguesa
Principais acidentes da costa portuguesaPrincipais acidentes da costa portuguesa
Principais acidentes da costa portuguesa
Thepatriciamartins12
 
Atividades económicas nos séculos XIII e XIV
Atividades económicas nos séculos XIII e XIVAtividades económicas nos séculos XIII e XIV
Atividades económicas nos séculos XIII e XIV
Cátia Botelho
 
Poluição dos oceanos
Poluição dos oceanosPoluição dos oceanos
Poluição dos oceanos
Raúl Freitas
 
Geografia[1]
Geografia[1]Geografia[1]
Geografia[1]
Joana Silva
 
Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal. Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal.
Idalina Leite
 
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atualLitoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
Idalina Leite
 
Séc. xii a xiv
Séc. xii a xivSéc. xii a xiv
Séc. xii a xiv
cattonia
 
Relatório da visita de estudo s. filipe
Relatório da visita de estudo s. filipeRelatório da visita de estudo s. filipe
Relatório da visita de estudo s. filipe
Tina Lima
 

Mais procurados (20)

Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
 
Potencialidades do litoral
Potencialidades do litoralPotencialidades do litoral
Potencialidades do litoral
 
Alqueva PORTUGAL turismo
Alqueva PORTUGAL turismoAlqueva PORTUGAL turismo
Alqueva PORTUGAL turismo
 
Floresta em Portugal Continental
Floresta em Portugal ContinentalFloresta em Portugal Continental
Floresta em Portugal Continental
 
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptxrecursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
 
Factores do Clima - Temperatura
Factores do Clima - TemperaturaFactores do Clima - Temperatura
Factores do Clima - Temperatura
 
Parque Natural da Ria Formosa
Parque Natural da Ria FormosaParque Natural da Ria Formosa
Parque Natural da Ria Formosa
 
Parque Natural da Arrábida
Parque Natural da ArrábidaParque Natural da Arrábida
Parque Natural da Arrábida
 
O Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºanoO Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºano
 
Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)
 
Formas do litoral
Formas do litoralFormas do litoral
Formas do litoral
 
A Poluição
A PoluiçãoA Poluição
A Poluição
 
Principais acidentes da costa portuguesa
Principais acidentes da costa portuguesaPrincipais acidentes da costa portuguesa
Principais acidentes da costa portuguesa
 
Atividades económicas nos séculos XIII e XIV
Atividades económicas nos séculos XIII e XIVAtividades económicas nos séculos XIII e XIV
Atividades económicas nos séculos XIII e XIV
 
Poluição dos oceanos
Poluição dos oceanosPoluição dos oceanos
Poluição dos oceanos
 
Geografia[1]
Geografia[1]Geografia[1]
Geografia[1]
 
Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal. Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal.
 
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atualLitoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
 
Séc. xii a xiv
Séc. xii a xivSéc. xii a xiv
Séc. xii a xiv
 
Relatório da visita de estudo s. filipe
Relatório da visita de estudo s. filipeRelatório da visita de estudo s. filipe
Relatório da visita de estudo s. filipe
 

Semelhante a Apresentação Costa Nova

Costa de Caparica minha desconhecida
Costa de Caparica minha desconhecidaCosta de Caparica minha desconhecida
Costa de Caparica minha desconhecida
Ana Oliveira
 
6ª A Costa de Caparica que desconhecia
6ª A Costa de Caparica que desconhecia6ª A Costa de Caparica que desconhecia
6ª A Costa de Caparica que desconhecia
guestfab0cf
 
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Ericeira
EriceiraEriceira
Ericeira
BiaEsteves
 
Ericeira, Portugal
Ericeira, PortugalEriceira, Portugal
Ericeira, Portugal
Irene Aguiar
 
Brochure
BrochureBrochure
Brochure
Acqua Village
 
Cabo carvoeiro
Cabo carvoeiro Cabo carvoeiro
Cabo carvoeiro
claufil
 
Patrimônios históricos de Campo Grande no Mato Grosso do Sul / Brasil - por ...
Patrimônios históricos de Campo Grande no Mato Grosso do Sul / Brasil  - por ...Patrimônios históricos de Campo Grande no Mato Grosso do Sul / Brasil  - por ...
Patrimônios históricos de Campo Grande no Mato Grosso do Sul / Brasil - por ...
Maísa Fernandes
 
Cabo Frio pontos turisticos
Cabo Frio pontos turisticosCabo Frio pontos turisticos
Cabo Frio pontos turisticos
E. M. Prof Márcia Francesconi Pereira
 
Ericeira
EriceiraEriceira
Ericeira
Eugenia silva
 
História do Bacalhau
História do BacalhauHistória do Bacalhau
História do Bacalhau
Fátima Trindade
 
1207
12071207
1207
Pelo Siro
 
Jardins Urbanos
Jardins UrbanosJardins Urbanos
Jardins Urbanos
JoseSimas
 
Costumes e Tradições
Costumes e TradiçõesCostumes e Tradições
Costumes e Tradições
teresacorreiasilva
 
Cidade de Espinho
Cidade de EspinhoCidade de Espinho
Cidade de Espinho
musicadc
 
Cabo carvoeiro
Cabo carvoeiro Cabo carvoeiro
Cabo carvoeiro
Claudia Cerca
 
História de Alhos Vedros
História de Alhos VedrosHistória de Alhos Vedros
História de Alhos Vedros
Maria Moutinho
 
Alhos
 Alhos Alhos
A InfluêNcia Humana Na Natureza Buziana
A InfluêNcia Humana Na Natureza BuzianaA InfluêNcia Humana Na Natureza Buziana
A InfluêNcia Humana Na Natureza Buziana
guestca41907
 
ApresentaçãO Roteiro City Tour
ApresentaçãO Roteiro  City TourApresentaçãO Roteiro  City Tour
ApresentaçãO Roteiro City Tour
juliocesarcetaceo
 

Semelhante a Apresentação Costa Nova (20)

Costa de Caparica minha desconhecida
Costa de Caparica minha desconhecidaCosta de Caparica minha desconhecida
Costa de Caparica minha desconhecida
 
6ª A Costa de Caparica que desconhecia
6ª A Costa de Caparica que desconhecia6ª A Costa de Caparica que desconhecia
6ª A Costa de Caparica que desconhecia
 
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
Sines em "Os portos maritimos de Portugal e ilhas adjacentes", de Adolpho Lou...
 
Ericeira
EriceiraEriceira
Ericeira
 
Ericeira, Portugal
Ericeira, PortugalEriceira, Portugal
Ericeira, Portugal
 
Brochure
BrochureBrochure
Brochure
 
Cabo carvoeiro
Cabo carvoeiro Cabo carvoeiro
Cabo carvoeiro
 
Patrimônios históricos de Campo Grande no Mato Grosso do Sul / Brasil - por ...
Patrimônios históricos de Campo Grande no Mato Grosso do Sul / Brasil  - por ...Patrimônios históricos de Campo Grande no Mato Grosso do Sul / Brasil  - por ...
Patrimônios históricos de Campo Grande no Mato Grosso do Sul / Brasil - por ...
 
Cabo Frio pontos turisticos
Cabo Frio pontos turisticosCabo Frio pontos turisticos
Cabo Frio pontos turisticos
 
Ericeira
EriceiraEriceira
Ericeira
 
História do Bacalhau
História do BacalhauHistória do Bacalhau
História do Bacalhau
 
1207
12071207
1207
 
Jardins Urbanos
Jardins UrbanosJardins Urbanos
Jardins Urbanos
 
Costumes e Tradições
Costumes e TradiçõesCostumes e Tradições
Costumes e Tradições
 
Cidade de Espinho
Cidade de EspinhoCidade de Espinho
Cidade de Espinho
 
Cabo carvoeiro
Cabo carvoeiro Cabo carvoeiro
Cabo carvoeiro
 
História de Alhos Vedros
História de Alhos VedrosHistória de Alhos Vedros
História de Alhos Vedros
 
Alhos
 Alhos Alhos
Alhos
 
A InfluêNcia Humana Na Natureza Buziana
A InfluêNcia Humana Na Natureza BuzianaA InfluêNcia Humana Na Natureza Buziana
A InfluêNcia Humana Na Natureza Buziana
 
ApresentaçãO Roteiro City Tour
ApresentaçãO Roteiro  City TourApresentaçãO Roteiro  City Tour
ApresentaçãO Roteiro City Tour
 

Apresentação Costa Nova

  • 1. Como tu o mar não foge o mar vem e vai vem como tu hoje e outrora
  • 2. Localização Entra a Ria de Aveiro e o mar fica uma península, e é aqui que se encontra a Costa Nova, com as suas casas com riscas coloridas derivadas das originais casas de madeira dos pescadores. Estas casas de madeira são cada vez mais raras de se ver. Em Aveiro encontram-se umas poucas junto ao cais de S. Roque
  • 3. Localização Situa-se entre as coordenadas geográficas de Aveiro (latitude 40 38' 18quot; N - longitude 8 39' 09quot; W).
  • 4. As casas típicas da Costa Nova (palheiros) São construções típicas desta região, hoje em dia, representam um verdadeiro postal ilustrado e colorido para quem quer conhecer, esta zona. São casas de madeira tradicional portuguesa, que começaram a surgir a partir de 1808, aquando da abertura da nova barra, eram construídas sobre estacas, que devido ao terreno arenoso e alagadiço não permitia que se construíssem casas assentes no solo.
  • 5. As casas típicas da Costa Nova (palheiros) As construções possibilitavam a subida das águas da ria, inundando o terreno, sem que afectasse a habitação, permitindo também que a areia arrastada pelo vento, pudesse passar por baixo das casas.
  • 6. Bairro Piscatório : Costa Nova Na altura era constituídos por apenas uma única divisão, mas com o passar dos anos, e mediante as necessidades de cada um, foram surgindo algumas divisões no seu interior. Alguns pescadores deslocados acabaram por ficar a residir permanentemente, permitindo assim a origem de novas povoações costeiras.
  • 7. Bairro piscatório Costa Nova Os primeiros palheiros foram construídos à beira-mar, por pescadores, para guardar as redes e todo o restante material de pesca. A construção era feita com materiais da zona, único recurso existente dada a precária situação económica da comunidade piscatória local.
  • 8. Bairro Piscatório: Costa Nova Com o passar dos tempos, estes palheiros que pouco mais eram do que casebres, na altura, começaram a ganhar aspecto de casas de madeira bem construídas e pintadas com cores frescas e garridas, que lembram a policromia dos moliceiros que desfilam nas águas da Ria de Aveiro.
  • 9. As casas típicas da Costa Nova (palheiros) O que no principio do século XIX, parecia ser uma aldeia de pescadores, aos poucos, a Costa Nova, tornou-se numa das praias mais conhecidas, ao ponto de em 1848 ser frequentada por ilustres figuras públicas, como Eça de Queirós e Oliveira Martins, frequentadores assíduos do palheiro de José Estêvão, uma ilustre personalidade de Aveiro, que muito contribuiu para a divulgação desta região.
  • 10. Palheiros: características Aspecto da Costa Nova na década de 1950. Aspecto garrido e policromo: é o verde, o azul, o amarelo e o vermelho, que transmitem sensações de alegria e jovialidade.
  • 11. Características dos quot;palheirosquot; •Os antigos palheiros de habitação possuíam um só piso e erguiam-se sobre estacas, que ficavam à vista, e se encontravam assentes na areia seca. •O tabuado exterior era disposto horizontalmente
  • 12. Os Invernos são amenos e as temperaturas não sofrem grandes oscilações ao longo do ano. Apresenta precipitação com valores máximos no Inverno e mínimos no Verão A temperatura média anual é de 15 C. As chuvas são mais frequentes em Janeiro , Novembro e Dezembro, ocorrendo os valores mínimos em Julho e Agosto Verifica-se, durante todo ano, uma predominância dos ventos de Noroeste e Norte
  • 13. Características dos quot;palheirosquot; • No final do século passado, foi introduzida uma variação: o tabuado passou a ser disposto verticalmente, sinalizando o facto de os seus proprietários viverem com certo desafogo económico. •Com o aumento da população e a fixação das areias, as estacas foram sendo progressivamente reduzidas, passando os palheiros a ser assentes no solo.
  • 14. Nos dias de hoje Hoje, restam poucos palheiros de madeira na Costa Nova, utilizando-se quase exclusivamente o cimento. Os mais recentes palheiros são edificados utilizando técnicas de construção modernas, mas respeitando os traços arquitectónicos dos antigos, especialmente no que se refere à fachada principal.
  • 16. Os Palheiros de Hoje As famílias dos sócios, dos escrivães e dos donos das campanhas que se foram formando, iam sendo atraídas para a Costa Nova, durante as épocas do Verão e do Outono, surgindo na enseada da ria muitos outros palheiros, adquirindo a função de alojamento, havendo necessidade de alterar algumas características interiores, para melhor conforto dos veraneantes. No século XIX registou-se uma procura desta praia para banhos de mar, sobretudo durante os meses de Agosto e Setembro. Nas traseiras dos palheiros, foram construídas pequenas cozinhas e quartos, que se destinavam a ser arrendados na época balnear. Esta transformação da Costa Nova, de local de pesca em local de férias, levou os pescadores a deslocarem-se para Sul, deixando o lugar aos banhistas e turistas da cidade. Muitos palheiros foram, nesta época, levantados e mudados de local.
  • 17. No que respeita, ao interior do bairro, coexistem outros géneros arquitectónicos, mas respeitando um padrão comum, onde a madeira é um material de eleição.
  • 18. Palheiros da Costa Nova A par do sol e da praia da Costa Nova, os palheiros são um dos factores de atracção de visitantes e turistas a esta zona, constituindo o ex-líbris da região e um dos mais fortes cartazes turísticos. A sua peculiaridade arquitectónica confere características únicas a estas praias, individualizando-as tanto a nível nacional como internacional. .
  • 19. Origem da Costa nova Em frente da Gafanha da Encarnação, antiga Gafanha da Gramata, que possuía um enorme prado, verdejante. Daí, a Costa Nova do Prado.
  • 20. O encanto da Ria de Aveiro , Costa Nova
  • 21. A Arte xávega Em 1840 já lá operavam sete companhas utilizando até 1877 o homem que trazia um jugo cingido ao corpo puxando a rede para terra. Só depois, começando-se a utilizar os bois. Os carros de bois, de rodas largas para não se enterrarem na areia, traziam o peixe em enormes gigos até ao lado da ria onde se tinham construído os palheiros em tábuas sobrepostas, pintadinhos de vermelho escuro e assentes em estacaria, tendo à frente um pequeno cais onde atracavam as embarcações.
  • 27. Trabalho de S. T. C, Núcleo gerador 6, Realizado por: Isabel Neto