SlideShare uma empresa Scribd logo
AGENDA

              TÓPICO                PALESTRANTE            TÓPICO            HORÁRIO

Cadastramento e café da manhã               -                  -             8:30 – 9:00

Boas vindas                           Renato Vale         Boas Vindas        9:00 – 9:10

Retrospectiva e Visão Estratégica    Márcio Batista    Posic. Estratégico    9:10 – 9:30

Cenário Macro no Brasil              Eduardo Loyo     Cenário Macro Futuro   9:30 – 10:15

Perguntas e Respostas                       -                  -             10:15 – 10:30

Estratégia de Crescimento             Italo Roppa        Portfólio Atual     10:30 – 11:10

PAUSA PARA CAFÉ                             -                  -             11:10 – 11:30

Estratégia de Crescimento           Leonardo Vianna     Novos Negócios       11:30 – 12:00

Estratégia Financeira                 Arthur Piotto        Financeiro        12:00 – 12:30

Perguntas e Respostas                       -                  -             12:30 – 12:50

ALMOÇO DE ENCERRAMENTO                      -                  -             13:00 – 15:00
Retrospectiva e Visão Estratégica

         Márcio Batista
…Mudança de Patamar



                       Diretrizes Estratégicas para 2010-2014


Fortalecer o Planejamento Estratégico como ferramenta fundamental para o crescimento,
preservando os valores e crenças do Grupo CCR;

Qualificar e desenvolver as pessoas, buscando dar continuidade ao processo de
crescimento do Grupo por meio da evolução de seus colaboradores:
    •Desenvolvendo as competências organizacionais
    •Desenvolvendo as competências individuais
    •Delegando com responsabilidade


Aumentar o prazo médio remanescente dos contratos do Grupo CCR, visando perpetuar o
negócio em bases sustentáveis;


Liderar estratégia voltada à maximização da rentabilidade para os novos investimentos;


Manter a distribuição de dividendos compromissada.
Apresentação

Eduardo Loyo – BTG Pactual
Portfólio Atual

Desenvolvendo o Potencial

       Italo Roppa
Portfólio Atual



          Portfólio atual ainda apresenta grande potencial inexplorado:




1      Crescimento de Tráfego                   2           Aditivos Contratuais

    1.1. Pouca densidade de veículos                   2.1. Investimentos adicionais no
        por Habitante no Brasil                            portfólio atual


    1.2. Recuperação econômica já
                                                       2.2. Melhorias em acessos
        percebida no tráfego


    1.3. Tráfego recorde em nossas                     2.3. Expansão da capacidade
        rodovias em outubro/09                             das rodovias
Tráfego 2009


                 Destaques                                             Consolidado* 2009 (YoY)


                                                                             Elasticidade histórica*:
1. Tráfego Consolidado:
                                                                                     1,4x PIB
   3T08 x 3T09 - Auge de um ciclo econômico
   versus o fim de uma crise
                                                                                                                      3,6%
                                                                                                               2,3%

   Retomada Econômica: out/09 registrou                               0,9%
                                                                             0,4% 0,6%
   maior tráfego histórico.
                                                      JAN     FEV     MAR ABR     MAI    JUN   JUL     AGO SET OUT NOV*
   Dados preliminares de nov/09 sugerem                                             -1,4%              -0,5% -0,4%
                                                              -3,1%
   novos recordes.                                    -4,0%
                                                                                               -4,1%


2. RodoAnel: Recuperação tem efeito ampliado
   pelo perfil de tráfego da concessionária                                    Recuperação forte e
                                                                              consistente do tráfego
3. NovaDutra: Mesmo sem as praças                                                   comercial.
   Bidirecionais o tráfego está em franca
   recuperação.
                                                       *Sem Renovias e RodoAnel. Contagem real de tráfego até o dia
                                                                             24/11/2009
Tráfego 2009 - RodoAnel



                                              RodoAnel 2009 – VEQ Mensal (milhares)

Crise mundial impactou tráfego
    previsto na proposta

                                          9.600
       Efeito ramp up ainda
                                          9.000
       é bastante evidente
                                          8.400

  Expectativa positiva quanto ao          7.800
impacto da abertura do trecho sul
   para o tráfego de veículos             7.200


                                          6.600

    Projeções de consultores
 independentes apontam para a
 convergência com os dados da
           proposta
Tráfego 2009 - NovaDutra



                  NovaDutra 2009 (YoY)




                                                                                     Recuperação do tráfego mesmo sem
                 0,2%                                                                  os efeitos do aditivo bidirecional
                                                                            -0,2%

 JAN FEV MAR ABR MAI                  JUN JUL AGO SET OUT NOV*
                    -1,6%                                           -2,7%              Com o bidirecional, o cenário de
                                                                                       concorrência tarifária gera viés
                            -2,8%
                                                                                           positivo na NovaDutra
         -5,5%                      -4,2%                   -5,3%
                                                    -6,1%
 -7,2%                                      -7,1%
                                                                                         Retomada do crescimento
                                                                                    econômico já é percebida no aumento
                                                                                       do fluxo de veículos comerciais




*Contagem de tráfego real até o dia 24/11/2009.
Aditivos Contratuais - NovaDutra



                                                           NovaDutra e AS/CP - SEM BIDIRECIONAL


                                                                      R$ 4,30                                           R$ 3.90




                                                                                                          Dom Pedro I
                                                                                           interligação
                         Aeroporto




                                                                                                                                        Tamoios
                                                 R$ 4,30                                                                R$ 3.90
            SP 035




São Paulo
                                                                                R$ 4,40                                                            R$ 3,40
                                                                                                                                                                       AS/CP
                                                           R$ 4,60
                                                                                                                           R$ 4,40

                                                                                                                                                                     Cobrança de auto



                                                           NovaDutra e AS/CP - COM BIDIRECIONAL

                                                   R$ 2,10            R$ 2,10                                           R$ 3,90
                                                                                                          Dom Pedro I
                                                                                           interligação
                                     Aeroporto




                                                                                                                                     Tamoios
                SP 035




                                                   R$ 2,10               R$ 2,10                                        R$ 3,90
São Paulo                                        R$ 2,30                        R$ 2,20                                    R$ 2,20                R$ 1,70

                                                                                                                                                                      AS/CP
                                                            R$ 2,30              R$ 2,20                                   R$ 2,20                R$ 1,70



                                                                                                                                                             Cobrança de auto/caminhão
                                                                                                                                                             por eixo
Bidirecional na NovaDutra e AS/CP


         Cobrança bidirecional torna a Dutra mais atrativa que a concorrência – Veículos leves

                                                                                        Tarifa + custo adicional
                        Tarifas para                                                        de combustível
                       veículos leves                                                          estimado*

                      Nova                   Dif. de                                                   Dif. de custo
                               AS/CP                                   Distância
Origem    Destino                          custo para                                   AS/CP               para
                      Dutra                                            adicional
                                           NovaDutra                                                    NovaDutra

          Taubaté    R$ 8,10   R$ 8,40       +3,7%                      +10 km         R$ 10,80           +33%


            SJC      R$ 8,10   R$ 6,70       -17,3%                     +19 km         R$ 11,26           +39%
 São
Paulo
         Guararema   R$ 4,20   R$ 4,50       +7,1%                      +7 km           R$ 6,18           +47%


           Arujá     R$ 2,10   R$ 2,30       +9,5%                      +14 km         R$ 5,66           +170%




                                * Para a determinação do custo adicional de combustível foi considerado consumo de: 10km/L
                                                  para o veículo leve. O valor do litro da gasolina considerado foi de R$ 2,40.
Bidirecional na NovaDutra e AS/CP


          Cobrança bidirecional torna a Dutra mais atrativa que a concorrência – Veículos comerciais

                               Tarifas para                                                Tarifa + custo adicional
                                 veículos                                                      de combustível
                                comercias                                                         estimado*

                             Nova                    Dif. de                                            Dif. de custo
                                       AS/CP                                 Distância
 Origem        Destino                             custo para                              AS/CP        com efeito da
                             Dutra                                           adicional
                                                   NovaDutra                                           maior distância

               Taubaté     R$ 24,30 R$ 25,20         +3,7%                    +10 km       R$ 30,20         +24%


                 SJC       R$ 24,30 R$ 20,10         -17,3%                   +19 km       R$ 29,60         +22%
   São
  Paulo
             Guararema R$ 12,60 R$ 13,50             +7,1%                     +7 km       R$ 17,00          +35%


                Arujá       R$ 6,30   R$ 6,90        +9,5%                    +14 km       R$ 13,90          +121%




* Para determinação do custo adicional de combustível foi considerado consumo de 3,5km/L
para veículos comerciais de 3 eixos. O valor do litro do óleo diesel considerado foi de
R$ 1,75.
Aditivos Contratuais - NovaDutra



          Obras do bidirecional



   Parateí Norte (sentido Rio de Janeiro)
Aditivos Contratuais


                    Diversos aditivos contratuais já autorizados...


                     Investimentos já autorizados em andamento




  NovaDutra             AutoBAn                AutoBAn                  ViaOeste
  R$ 200 M              R$ 94 M                R$ 110 M                 R$ 250 M


Investimentos nas       Complexo             Melhoria dos             Projeto Cebolão e
marginais em São       Anhanguera:            acessos à                   trevo em
José dos Campos,     complemento da          Marginal Tietê            Itapevi/Jandira
 Rio de Janeiro e       1ª. Etapa
    São Paulo



                    ...em linha com as regras contratuais.
Investimentos- NovaDutra


Marginais do RJ: Baixada Fluminense - S. J. de Meriti


  Antes                                   Depois
Investimentos- NovaDutra


 Marginais de SP: Grande São Paulo (Guarulhos)


Antes                                  Depois
Investimentos- NovaDutra


        Marginais de São José dos Campos SP




Antes                                    Depois
Aditivos Contratuais - AutoBAn


Complexo Anhanguera –Entroncamento com Marginal Tietê
Aditivos Contratuais - AutoBAn


Complexo Anhanguera – Entroncamento com Marginal Tietê
Aditivos Contratuais - AutoBAn


Complexo Anhanguera – Entroncamento com Marginal Tietê
Aditivos Contratuais


                    Diversos aditivos contratuais já autorizados...


                     Investimentos já autorizados em andamento




  NovaDutra             AutoBAn                AutoBAn                  ViaOeste
  R$ 200 M              R$ 94 M                R$ 110 M                 R$ 250 M


Investimentos nas       Complexo             Melhoria dos             Projeto Cebolão e
marginais em São       Anhanguera:            acessos à                   trevo em
José dos Campos,     complemento da          Marginal Tietê            Itapevi/Jandira
 Rio de Janeiro e       1ª. Etapa
    São Paulo



                    ...em linha com as regras contratuais.
Aditivos Contratuais - ViaOeste


                    Projeto Cebolão




Projeto                                Em execução
Aditivos Contratuais - ViaOeste


                 Trevo de Jandira/Itapevi




Projeto                                     Em execução
Aditivos Contratuais - ViaOeste


  Ampliação das praças de pedágio
Aditivos Contratuais



     E ainda há diversos aditivos contratuais em negociação como, por exemplo:


                                Aditivos em negociação




         Ponte                       NovaDutra                    NovaDutra
        R$ 205 M                     R$ 600 M                     R$ 700 M


    Ligação com Linha           Implantação de nova pista   Investimentos adicionais em
Vermelha, acesso em Niterói       na Serra das Araras,      melhorias como recuperação
                                  complemento de vias       da rodovia, obras adicionais
                                marginais, meio ambiente        de segurança, faixas
                                                               adicionais, iluminação
Ponte




           Ligação Ponte-
           Linha Vermelha

 Linha
Vermelha




                              Ponte
                            Rio-Niterói
Aditivos Contratuais – NovaDutra


                               Serra das Araras




   Atual Pista                                                Pista
  Descendente                                             Ascendente
(a ser desativada)                                      (a ser duplicada)
Aditivos Contratuais



     E ainda há diversos aditivos contratuais em negociação como, por exemplo:


                                Aditivos em negociação




         Ponte                       NovaDutra                    NovaDutra
        R$ 205 M                     R$ 600 M                     R$ 700 M


    Ligação com Linha           Implantação de nova pista   Investimentos adicionais em
Vermelha, acesso em Niterói       na Serra das Araras,      melhorias como recuperação
                                  complemento de vias       da rodovia, obras adicionais
                                marginais, meio ambiente        de segurança, faixas
                                                               adicionais, iluminação
Diversificação do Portfólio Atual




                               Diversificação




         STP                     ViaQuatro                  Controlar


Líder em tecnologia de       Linha 4 do metrô da          Inspeção veicular
cobrança eletrônica em       cidade de São Paulo        ambiental na cidade de
      pedágios e                                             São Paulo
   estacionamentos
STP – Serviços e Tecnologia de Pagamentos


                   Destaques
                                                         Presente em 6 Estados
Líder em tecnologia de cobrança eletrônica em
pedágios e estacionamentos

Presente em 6 Estados: SP, RJ, MG, PR, SC e RS

Cobertura de mais de 86% da malha pedagiada
(11 mil km de rodovias)

Presente em 47 estacionamentos
(Shoppings, Aeroportos, etc.)

Representa até 70% do tráfego em algumas
praças de pedágio

Responsável por 38% das passagens nos pedágios

Mais de 27 milhões de transações eletrônicas/mês

Volume transacional de mais de R$ 4 bilhões

Mais de 1.600.000 veículos com o dispositivo instalado
STP – Serviços e Tecnologia de Pagamentos



               Receita Bruta (R$ MM)                            Quantidade de TAG`s instalados




                                                                                             1.799
                                                       240

                                                                                     1.303

                                             155
                                                                              909
                                112                                    740
                     90
                                                                539
         66




        2005        2006        2007        2008       2009 *   2005   2006   2007   2008    2009 *




* Realizado até outubro e tendência em nov e dez/09.
ViaQuatro


                                 Projeto ViaQuatro dentro do esperado...

              1ª Etapa                                            2ª Etapa                                  3ª Etapa


                                                                                                            Mar/10
                                                                                             Dez/09
                                                                                  Nov/09
                                                                                                             Operação
                                                                    Out/08                   Recebimento     Comercial
                                                      Mai/08                      Embarque   1º e 2º Trem
                                                                   Contratação     1º e 2º
                                         Nov/07                   Financiamento     Trem
                                                        O.S.         de Longo
                           Ago/07                                      Prazo                   Testes
                                          O.S.       Fabricação
              Nov/06                                                                         Operacionais
                                         Projeto
 Mai/06
                           Contratação
                          Fornecimento
            Assinatura
Licitação   do Contrato




                              Evolução Organizacional e Gestão do Contrato
ViaQuatro
ViaQuatro




Embarque do trem
Controlar


                   Destaques
                                                            Centro de Inspeção Barra Funda

O Programa de Controle de Emissão Veicular teve
início em 2008 para veículos movidos a diesel.

A partir de 2009 a inspeção é obrigatória para todos
os veículos a diesel e motocicletas, e para os
veículos do Ciclo Otto (gasolina, álcool e GNV)
fabricados a partir de 2003 e registrados na cidade de
São Paulo.

Atualmente são 14 centros em operação e até o final
do ano serão inaugurados mais 7.                             Centro de Inspeção Anchieta

A inspeção veicular é comum em outros países:
Austrália, Estados Unidos, Canadá, países da União
Européia, Argentina, México, Chile e Japão.

Frota alvo em 2010 = 4.400 mil veículos:
   • 2,3 vezes a frota de 2009;
   • Receita estimada para 2010: R$ 250 milhões.
Outros projetos e perspectivas



Resolução CONAMA (já aprovada em plenário e aguardando publicação)

    Amplia a obrigatoriedade da inspeção veicular de emissões em
    todo o território nacional


Projeto da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, enviado à Assembléia
de São Paulo em 18/11/2009:

    Institui a obrigatoriedade da inspeção veicular de emissões em todo
    o Estado de São Paulo


    Permite a execução na forma de concessão


    Municípios de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano
    do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra já se
    articulam em consórcio para implantação do programa
Estratégia de Crescimento

    Novos Negócios

    Leonardo Vianna
Múltiplas oportunidades de investimento



    Consolidação       Oportunidades de aquisição de concessões de rodovias
(Mercado Secundário)   selecionadas

                       Trechos sul e leste do Rodoanel estão previstos para
     Rodoanel
                       serem licitados

  Concessões em        3ª rodada de concessões a serem leiloadas no
    São Paulo          Estado de São Paulo

                       Múltiplos projetos no País, incluindo metrôs / trens
 Transporte Urbano
                       nas cidades de Curitiba, Brasília e Porto Alegre


 Negócios Correlatos   Estacionamentos, inspeção veicular, logística, etc


  Concessões em
                       Concessões a serem licitadas no Estado de Minas Gerais
   Minas Gerais

   Programa de
                       3ª e 4ª rodadas esperadas para 2010 / 2011
Concessões Federais

                       Expresso Aeroporto de São Paulo e Trens de Alta
       Trens
                       Velocidade (Campinas – São Paulo – Rio de Janeiro), etc.
Programa de Concessões em São Paulo


                   Oportunidade de investimento com significativo potencial de sinergias
                                    operacionais com a NovaDutra…


Programa de Concessões do Estado de São Paulo


 Estado que representa 34% do PIB(1)                                                                                                       Sâo Luis
                                                                                                                                         do Paraitinga
                                                                                        Dutra

 Duas rodovias costeiras totalizando R$5,1 bilhões
 em investimentos
                                                                                                                                                   Ubatuba



 Edital do leilão esperado para o início de 2010                                                       Caraguatatuba
                                                                                      Bertioga
                                                                                                          Sâo Sebastiâo
                                                                                                                                                         A ser licitado

 Potenciais sinergias com as atuais rodovias                     Santos                                                    Illhabela
                                                                    Guarujá
 existentes da CCR


                                                                                                                                       Mongaguá
                                                                                                                          Itanhaém
                                                                           Miracatu
                                                                                              Pedro de Toledo


                                                                                                              Peruibe

                                                                   BR116                            Itariri
                                                                                      SP055



(1)Dados   do IBGE (2007)


              …aproveitando a oportunidade do tráfego intenso de veículos de passeio e comerciais
Licitações federais e em Minas Gerais


                                        Possibilidade de expandir a presença geográfica...

                   Programa de Concessões de Rodovias no Estado de Minas Gerais
                      O Estado de Minas Gerais possui um programa de 17 rodovias totalizando 5.777 km
                      que devem ser licitadas em 2010

                     Programa desenvolvido em conjunto com o setor privado sugere processo de editais mais atrativos

                                                                    /
                     Expectativa de investimentos de R$8,9 bilhões mais R$1,2 bilhão em outorgas

                   Programa de Concessões Federais
                     Governo Federal deverá retomar seu Programa de Concessões de Rodovias

                     3ª e 4ª rodadas devem ocorrer em 2010/2011

                                     Rodovias            Receitas         Investimentos      Prazo das        Edital do
                    Projeto
                                     federais          (R$ milhões)1       (R$ milhões)     Concessões         Leilão
                      1            BR 116 / MG             8.813             3.933            25 anos        2010/2011
       3ª rodada




                      2            BR 040 / MG             9.582             3.067            25 anos        2010/2011
                      3            BR 381 / MG             6.147             2.208            25 anos        2010/2011
                                       Total              24.541             9.208
(1)   Receita estimada para todo o período de concessão em termos reais

                      … e capturar o crescimento econômico esperado do Estado de Minas Gerais e adjacentes
Copa do Mundo 2014 e Jogos Olímpicos 2016


            Necessidade de investimentos significativos em transporte urbano e negócios correlatos...

Principais projetos urbanos de transporte                      Investimentos estimados em infraestrutura
                                                              para a Copa do Mundo de 2014 (R$ bilhões)
 Metrô de Brasília: R$1 bilhão

 Metrô de Porto Alegre: R$ 2,5 bilhões
                                                                                                    Fortaleza: 9,4

 Metrô de Curitiba: R$ 2 bilhões + R$ 200 milhões
 (transportes urbanos)                                                                                              Natal: 3,5

 Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Fortaleza:
 R$ 565 milhões                                                                                                     Recife: 5,0

                                                                                                               Salvador: 5,0
 Natal: R$ 878 milhões (VLT)                                Manaus: 1,5
                                                                                                           DF (1): 3,5
                                                                    Cuiabá: 3,0
Negócios Correlatos                                                                                        BH: 1,5
                                                                                                        Rio de Janeiro: 11,0
 Estacionamentos, inspeção veicular em áreas
                                                                                                   São Paulo: 33,4
 metropolitanas, outras concessões
                                                                                               Curitiba: 4,5
Trens Expressos                                               R$ 86 bilhões
                                                                                              Porto Alegre: 5,0
 Expresso Aeroporto Internacional (Guarulhos)
                                                                 Jogos Olímpicos 2016 no RJ: estimativas
 Trem de alta velocidade (Campinas – São Paulo –                      iniciais indicam necessidade de
 Rio de Janeiro)                                                 investimentos de aprox. US$14,4 bilhões
                                                            Fonte: Governo Federal/Estadual                    (1)Distrito Federal


                  … impulsionados pela Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016
Conquistas de Novos Negócios




                                                         2009
                                                  2008
                                         2007
                                                         Follow on
                                2006                     R$1,235 m

                       2005
       2004
2003
       Follow on
       R$334m
Estratégia Financeira

    Arthur Piotto
Estratégia Financeira


              Estrutura financeira adequada e balanço forte


1    Sucesso no aumento de capital. Alocação diversificada


2    Maior flexibilidade financeira após aumento de capital


3    Custo médio da dívida reduzido


4    Financiamento longo prazo do rodoanel trecho oeste em fase final


5    Perfil da dívida alongado e pacote de garantias renovado


6    Capacidade de investimento fortalecida


7    Compromisso de pagar mínimo de 50% do lucro líquido em dividendos



Empresa posicionada para se beneficiar do grande pipeline de projetos
Estratégia Financeira


Estrutura acionária pré-oferta (%)                                 Sumário da Oferta

                                                •   Estrutura da oferta: oferta pública primária de ações no
                 17,9%                              Brasil
  17,7%                                         •   Ações ofertadas: 33.300.000 ações no Novo Mercado
                                                •   Greenshoe: 4.995.000 ações
                              Free Float        •   Preço Final: R$33,00/ação
                                                •   Volume da Oferta liquido: R$1.235 milhões
                                28,6%
                                                •   Uso dos recursos: Prover recursos para explorar
   17,9%
                                                    novas oportunidades de crescimento via licitações ou
               17,9%                                aquisições de negócios existentes



Estrutura acionária pós-oferta (%)                              Alocação por região

                                                                         Ásia, 3%
                      16,3%
   16,2%

                                                        Brasil, 34%                      Estados Unidos,
                              Free Float                                                 48%
                                34,8%
   16,3%
              16,3%                                            Europa, 15%
Estratégia Financeira


Os índices de alavancagem incorporam investimentos em novos ativos, ViaQuatro, RodoAnel, Controlar...


          Endividamento Bruto                                    Endividamento Líquido


                                      4.655
                                                                                          3.938
                                                                                                  2.703

                            2.914
                                                                                2.338

            1.774   1.932
  1.467                                                         1.276   1.277
                                                        1.213
                                                         1,20    0,91   0,91       1,43   2,06    1,41




   3T05      3T06    3T07    3T08     3T09              3T05    3T06    3T07    3T08      3T09    3T09
                                                                                                  com Recursos
                                                                                                  do aumento de
                                                           Div. Liq. /Ebitda 12M                  capital



                ...mas ainda não consideram plenamente a geração adicional de caixa
Estrutura Financeira


                       Redução da taxa de juros e grau de investimento do Brasil....


Abertura da dívida por indexador 3T09                         Evolução do custo médio da dívida em 2009*



                  IGPM
                   13%
                                                               13,45%

       BNDES                                             13,39%                        12,49%
        7%
                                                                    12,04%
  Moeda                                                                       11,61%
Estrangeira                                                                                  9,90%
    6%                                                                                                  9,43% 9,19%
                                             CDI
                                             60%                                                   9,42%           9,16%
   Pré-Fixada
       11%

                IPCA                                        Jan   Fev   Mar    Abr     Mai   Jun     Jul   Ago Set     Out
                 3%

                                                                                                           * Em R$ nominais


                            ...contribuem para a redução contínua do custo da dívida
Estrutura de Financiamento do RodoAnel


              Financiamento de Longo Prazo do RodoAnel na reta final


          Empréstimos Ponte                       Desembolso do longo prazo
               Mai/08                                       Dez/09



• Financiar pagamento da outorga inicial
• Financiar investimentos de curto prazo            • Estrutura financeira de longo
• Negociar condições financiamento longo              prazo do RodoAnel
  prazo




               Características do financiamento de longo prazo

  •   R$ 750 M (Subordinada) - 3 anos – Desembolsado
  •   US$ 500M (Sênior) – BID, JBIC e B-Lenders. Desembolso previsto para dez/2009
  •   Custo aproximado de Libor + 3,5%
  •   Prazo da dívida sênior: 13 – 15 anos
  •   Política de hedge específica
Estrutura de Financiamento do RodoAnel



                            Características do Hedge - Rolling

    5 Anos de Libor Fixa

    SWAP da exposição cambial no fluxo de caixa a vencer nos próximos 24 Meses


                                   Status do financiamento

   RodoAnel
Outorga: R$ 2bn       Outubro de 2009:         Novembro de 2009:          Desembolso Final
 (10% Ato + 24x)          Emissão                  Emissão                Dezembro de 2009:
                     Debêntures R$ 750M         NP´s de R$500 M                U$500 M
  Restando 6         3 anos - 117,5% CDI            180 dias          Longo Prazo com 13-15 anos
   parcelas




                          Out-09                    Nov-09                      Dez-09

                        Amortizando              Refinanciando              Amortizando
                   NP’s com vencimento em    NP´s com vencimento em        NP´s de nov/09
                           out/09                    nov/09           Processo equacionado
Cronograma de Amortização


              O desembolso do empréstimo de longo prazo do RodoAnel, combinado com...

 Cronograma 3T09 de amortização da dívida                           Cronograma esperado de amortização da dívida

 1.600 1.482                                                          1.600
 1.400                                                                1.400
 1.200                                                                1.200
 1.000         914
                                                                      1.000                                                       908
  800                      712
                                                                       800
  600                                                                               560         549 558 538
                     392                                               600                468
  400                                                                                                          323 346 343 346
                                 219 193     216 190 185               400
                                         143                   51
  200                                                                  200    124

MM R$    09    10    11    12    13   14   15   16   17   18   19     MM R$ 09      10    11    12   13   14   15   16   17   18 19-23


                                            Renovação do pacote de seguro garantia

    A CCR renovou este mês o pacote de garantias nas seguintes condições:
               • Capacidade ofertada pelos resseguradores de R$ 3,1 bilhões;
               • Valor contratado de R$ 2,2 bilhões;
               • Total utilizado em set/09 de R$ 1,4 bilhão;
               • Saldo disponível de R$ 800 milhões para crescimento.

               ...a renovação do pacote de garantias prepara a CCR para uma mudança de patamar
Capacidade de Investimento


Companhia possui grande capacidade para se beneficiar do momento único vivido pelo País


    • Covenants financeiros limitam endividamento a 3,0x dívida líquida/Ebitda
    • Estrutura alvo de 70% de dívida para novos projetos buscando sempre Project Finance


      Situação antes da oferta                                                                                       Situação ATUAL
                                                             Aumento de capital
                                                               de R$ 1.235 M
   Capacidade de investimento                                                                              Capacidade de investimento
           de R$1 bi                                                                                             de ~ R$ 4,1 bi


              Cenário macro positivo e grau de investimento brasileiro podem permitir no
                              futuro um maior nível de alavancagem


                                                                                                                            Assumindo que
        Situação com                                                  Capacidade de                                          a companhia
      flexibilização de                                                investimento                                          participe com
         Covenants                                                    de ~ R$ 6,3 bi                                           100% nos
                                                                                                                            projetos futuros

     (1) Ebitda considerado para os cálculos foi o consenso de mercado de R$2,000 M para 2009 e crescimento médio esperado pelo mercado de 13,5%
Dividendos


         Reiteramos o compromisso de pagamento de no mínimo 50% do lucro líquido em dividendos.


                 Dividend Yield*                                           Payout Competência


                                                           120,0%
6,0%                                    5,5% 5,6%
                     5,2%                                  100,0%                                          91,2%
5,0%          4,5%                                                                                 83,2%                   83,0%
                            4,2% 4,2%                                              76,6%
                                                           80,0%                                                   70,6%
4,0%                                                                                       60,4%
                                                           60,0%
3,0%   2,5%
2,0%                                                       40,0%           27,4%
1,0%                                                       20,0%    8,2%
0,0%                                                        0,0%
       2003 2004     2005 2006 2007 2008 2009                       2002 2003 2004         2005 2006       2007    2008    2009*



                                                                     Payout histórico médio acima de 60%


                                                                     A partir de 2004 payout médio foi 77%


              * Considerando dividendo caixa                                   * Consenso de mercado
Considerações Finais
Track Record Comprovado


              A CCR possui um track record comprovado seja em aquisições,
                            diversificação ou novas licitações


           Marcos       Concessões Obtidas         Aquisições         Extensão da Concessão



                                                                                        IPO
                                                                              STP
                        Extensões                              Follow-on               (2002)
                                                 ViaOeste                    (2003)
                        AutoBAn +    RodoNorte (Outubro 2004) (Abril 2004)
                         ViaOeste      (2005)
         ViaQuatro        (2006)
           (2006)
 EUA
(2007)

Renovias
 (2008)
             RodoAnel
              (2008)     Controlar
                          (2009)
                                      Follow-on
                                        (2009)                                     Múltiplas
                                                      Próximos                   oportunidades
                                                      projetos…                  de crescimento
Obrigado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conference Call 1T09
Conference Call 1T09Conference Call 1T09
Conference Call 1T09
Marcopolo
 
Vi encontro destaques da operação - carlos ferreira
Vi encontro   destaques da operação - carlos ferreiraVi encontro   destaques da operação - carlos ferreira
Vi encontro destaques da operação - carlos ferreira
CPFL RI
 
Conference Call 4T09 E Acumulado 2009
Conference Call 4T09 E Acumulado 2009Conference Call 4T09 E Acumulado 2009
Conference Call 4T09 E Acumulado 2009
Marcopolo
 
Apresentação 4T11
Apresentação  4T11Apresentação  4T11
Apresentação 4T11
TIM RI
 
Iochpe-Maxion - Apresentação dos Resultados 1T08
Iochpe-Maxion - Apresentação dos Resultados 1T08Iochpe-Maxion - Apresentação dos Resultados 1T08
Iochpe-Maxion - Apresentação dos Resultados 1T08
Iochpe-Maxion
 
09.11.2009 Apresentação do Diretor Financeiro e de Relações com Investidores...
09.11.2009  Apresentação do Diretor Financeiro e de Relações com Investidores...09.11.2009  Apresentação do Diretor Financeiro e de Relações com Investidores...
09.11.2009 Apresentação do Diretor Financeiro e de Relações com Investidores...
Petrobras
 
Por.Presentacion Brasil 150208 Port
Por.Presentacion Brasil 150208 PortPor.Presentacion Brasil 150208 Port
Por.Presentacion Brasil 150208 Port
Arteris S.A.
 
Resultados do Terceiro Trimestre de 2008
Resultados do Terceiro Trimestre de 2008Resultados do Terceiro Trimestre de 2008
Resultados do Terceiro Trimestre de 2008
TIM Riweb
 
Mmx março 2013 - português vfinal
Mmx   março 2013 - português vfinalMmx   março 2013 - português vfinal
Mmx março 2013 - português vfinal
mmxriweb
 
2010 08 11_apresentacao_teleconferência_2_t10_final_portugues
2010 08 11_apresentacao_teleconferência_2_t10_final_portugues2010 08 11_apresentacao_teleconferência_2_t10_final_portugues
2010 08 11_apresentacao_teleconferência_2_t10_final_portugues
Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário (CCDI)
 
Mmx abril 2013 - português - v2
Mmx   abril 2013 - português - v2Mmx   abril 2013 - português - v2
Mmx abril 2013 - português - v2
mmxriweb
 
Apresentação 4 t11
Apresentação 4 t11Apresentação 4 t11
Apresentação 4 t11
Cteep
 
Apresentação roadshow 2º emissão de debêntures
Apresentação roadshow 2º emissão de debênturesApresentação roadshow 2º emissão de debêntures
Apresentação roadshow 2º emissão de debêntures
CCR Relações com Investidores
 
Teleconferência de resultados 12 m09 ifrs
Teleconferência de resultados 12 m09   ifrsTeleconferência de resultados 12 m09   ifrs
Teleconferência de resultados 12 m09 ifrs
risantander
 
AP BBBB
AP BBBBAP BBBB
AP BBBB
MB Associados
 
Apresentação - Release 3T08
Apresentação - Release 3T08Apresentação - Release 3T08
Apresentação - Release 3T08
Tempo Participações
 
Teleconferência de resultados 3 t10
Teleconferência de resultados 3 t10Teleconferência de resultados 3 t10
Teleconferência de resultados 3 t10
Santander_ri
 

Mais procurados (17)

Conference Call 1T09
Conference Call 1T09Conference Call 1T09
Conference Call 1T09
 
Vi encontro destaques da operação - carlos ferreira
Vi encontro   destaques da operação - carlos ferreiraVi encontro   destaques da operação - carlos ferreira
Vi encontro destaques da operação - carlos ferreira
 
Conference Call 4T09 E Acumulado 2009
Conference Call 4T09 E Acumulado 2009Conference Call 4T09 E Acumulado 2009
Conference Call 4T09 E Acumulado 2009
 
Apresentação 4T11
Apresentação  4T11Apresentação  4T11
Apresentação 4T11
 
Iochpe-Maxion - Apresentação dos Resultados 1T08
Iochpe-Maxion - Apresentação dos Resultados 1T08Iochpe-Maxion - Apresentação dos Resultados 1T08
Iochpe-Maxion - Apresentação dos Resultados 1T08
 
09.11.2009 Apresentação do Diretor Financeiro e de Relações com Investidores...
09.11.2009  Apresentação do Diretor Financeiro e de Relações com Investidores...09.11.2009  Apresentação do Diretor Financeiro e de Relações com Investidores...
09.11.2009 Apresentação do Diretor Financeiro e de Relações com Investidores...
 
Por.Presentacion Brasil 150208 Port
Por.Presentacion Brasil 150208 PortPor.Presentacion Brasil 150208 Port
Por.Presentacion Brasil 150208 Port
 
Resultados do Terceiro Trimestre de 2008
Resultados do Terceiro Trimestre de 2008Resultados do Terceiro Trimestre de 2008
Resultados do Terceiro Trimestre de 2008
 
Mmx março 2013 - português vfinal
Mmx   março 2013 - português vfinalMmx   março 2013 - português vfinal
Mmx março 2013 - português vfinal
 
2010 08 11_apresentacao_teleconferência_2_t10_final_portugues
2010 08 11_apresentacao_teleconferência_2_t10_final_portugues2010 08 11_apresentacao_teleconferência_2_t10_final_portugues
2010 08 11_apresentacao_teleconferência_2_t10_final_portugues
 
Mmx abril 2013 - português - v2
Mmx   abril 2013 - português - v2Mmx   abril 2013 - português - v2
Mmx abril 2013 - português - v2
 
Apresentação 4 t11
Apresentação 4 t11Apresentação 4 t11
Apresentação 4 t11
 
Apresentação roadshow 2º emissão de debêntures
Apresentação roadshow 2º emissão de debênturesApresentação roadshow 2º emissão de debêntures
Apresentação roadshow 2º emissão de debêntures
 
Teleconferência de resultados 12 m09 ifrs
Teleconferência de resultados 12 m09   ifrsTeleconferência de resultados 12 m09   ifrs
Teleconferência de resultados 12 m09 ifrs
 
AP BBBB
AP BBBBAP BBBB
AP BBBB
 
Apresentação - Release 3T08
Apresentação - Release 3T08Apresentação - Release 3T08
Apresentação - Release 3T08
 
Teleconferência de resultados 3 t10
Teleconferência de resultados 3 t10Teleconferência de resultados 3 t10
Teleconferência de resultados 3 t10
 

Semelhante a Apresentação CCR Day 5

Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística
Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística
Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística
Associação Comercial de São Paulo
 
Visao 65
Visao 65Visao 65
Apimec 220311
Apimec 220311Apimec 220311
Apimec 220311
Braskem_RI
 
Apresentação apimec resultados 4 t10 e 2010
Apresentação apimec   resultados 4 t10 e 2010Apresentação apimec   resultados 4 t10 e 2010
Apresentação apimec resultados 4 t10 e 2010
Braskem_RI
 
Apresentação Institucional Dez/2010
Apresentação Institucional Dez/2010Apresentação Institucional Dez/2010
Apresentação Institucional Dez/2010
Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário (CCDI)
 
Tim part plano industrial 2014-16
Tim part   plano industrial 2014-16Tim part   plano industrial 2014-16
Tim part plano industrial 2014-16
TIM RI
 
Apresentação pi bs regionais 2009 ibge
Apresentação pi bs regionais 2009 ibgeApresentação pi bs regionais 2009 ibge
Apresentação pi bs regionais 2009 ibge
Jose Aldemir Freire
 
Apresentação teleconferência resultados 4 t09
Apresentação teleconferência   resultados 4 t09Apresentação teleconferência   resultados 4 t09
Apresentação teleconferência resultados 4 t09
Ogx2011
 
port_4_t09
port_4_t09port_4_t09
port_4_t09
risantander
 
CCR | Apresentação 2T14
CCR | Apresentação 2T14CCR | Apresentação 2T14
CCR | Apresentação 2T14
CCR Relações com Investidores
 
Apresentação 4 T11
Apresentação 4 T11Apresentação 4 T11
Apresentação 4 T11
CCR Relações com Investidores
 
Teleconferência de resultados 1 t10
Teleconferência de resultados 1 t10Teleconferência de resultados 1 t10
Teleconferência de resultados 1 t10
Santander_ri
 
PPP SUMMIT 2013_Andre Marques
PPP SUMMIT 2013_Andre MarquesPPP SUMMIT 2013_Andre Marques
PPP SUMMIT 2013_Andre Marques
FIA Business School
 
BNDS CORECON-PE - Paulo Guimarães
BNDS CORECON-PE - Paulo GuimarãesBNDS CORECON-PE - Paulo Guimarães
BNDS CORECON-PE - Paulo Guimarães
Diágoras M. Alencar Junior
 
Apresentação Abiquim
Apresentação AbiquimApresentação Abiquim
Apresentação Abiquim
FatoseDados
 
Apresentação 3T14
Apresentação 3T14Apresentação 3T14
Apresentação 3T14
CCR Relações com Investidores
 
Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11
Petrobras
 
Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11
Petrobras
 
Evento a clientes ne 2012 [modo de compatibilidade]
Evento a clientes ne 2012 [modo de compatibilidade]Evento a clientes ne 2012 [modo de compatibilidade]
Evento a clientes ne 2012 [modo de compatibilidade]
Jornal do Commercio
 
Apresentação - 1T12
Apresentação - 1T12Apresentação - 1T12
Apresentação - 1T12
CCR Relações com Investidores
 

Semelhante a Apresentação CCR Day 5 (20)

Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística
Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística
Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística
 
Visao 65
Visao 65Visao 65
Visao 65
 
Apimec 220311
Apimec 220311Apimec 220311
Apimec 220311
 
Apresentação apimec resultados 4 t10 e 2010
Apresentação apimec   resultados 4 t10 e 2010Apresentação apimec   resultados 4 t10 e 2010
Apresentação apimec resultados 4 t10 e 2010
 
Apresentação Institucional Dez/2010
Apresentação Institucional Dez/2010Apresentação Institucional Dez/2010
Apresentação Institucional Dez/2010
 
Tim part plano industrial 2014-16
Tim part   plano industrial 2014-16Tim part   plano industrial 2014-16
Tim part plano industrial 2014-16
 
Apresentação pi bs regionais 2009 ibge
Apresentação pi bs regionais 2009 ibgeApresentação pi bs regionais 2009 ibge
Apresentação pi bs regionais 2009 ibge
 
Apresentação teleconferência resultados 4 t09
Apresentação teleconferência   resultados 4 t09Apresentação teleconferência   resultados 4 t09
Apresentação teleconferência resultados 4 t09
 
port_4_t09
port_4_t09port_4_t09
port_4_t09
 
CCR | Apresentação 2T14
CCR | Apresentação 2T14CCR | Apresentação 2T14
CCR | Apresentação 2T14
 
Apresentação 4 T11
Apresentação 4 T11Apresentação 4 T11
Apresentação 4 T11
 
Teleconferência de resultados 1 t10
Teleconferência de resultados 1 t10Teleconferência de resultados 1 t10
Teleconferência de resultados 1 t10
 
PPP SUMMIT 2013_Andre Marques
PPP SUMMIT 2013_Andre MarquesPPP SUMMIT 2013_Andre Marques
PPP SUMMIT 2013_Andre Marques
 
BNDS CORECON-PE - Paulo Guimarães
BNDS CORECON-PE - Paulo GuimarãesBNDS CORECON-PE - Paulo Guimarães
BNDS CORECON-PE - Paulo Guimarães
 
Apresentação Abiquim
Apresentação AbiquimApresentação Abiquim
Apresentação Abiquim
 
Apresentação 3T14
Apresentação 3T14Apresentação 3T14
Apresentação 3T14
 
Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11
 
Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11
 
Evento a clientes ne 2012 [modo de compatibilidade]
Evento a clientes ne 2012 [modo de compatibilidade]Evento a clientes ne 2012 [modo de compatibilidade]
Evento a clientes ne 2012 [modo de compatibilidade]
 
Apresentação - 1T12
Apresentação - 1T12Apresentação - 1T12
Apresentação - 1T12
 

Mais de CCR Relações com Investidores

CCR PRESENTATION 4Q18
CCR PRESENTATION 4Q18CCR PRESENTATION 4Q18
CCR PRESENTATION 4Q18
CCR Relações com Investidores
 
Apresentação de Resultado- CCR 4T18
Apresentação de Resultado- CCR 4T18Apresentação de Resultado- CCR 4T18
Apresentação de Resultado- CCR 4T18
CCR Relações com Investidores
 
Apresentação 2T18
Apresentação 2T18Apresentação 2T18
Apresentação 2T18
CCR Relações com Investidores
 
2Q18 Presentation
2Q18 Presentation2Q18 Presentation
1Q18 Presentation
1Q18 Presentation1Q18 Presentation
Apresentação 1T18
Apresentação 1T18Apresentação 1T18
Apresentação 1T18
CCR Relações com Investidores
 
4Q17 Earnings Presentation
4Q17 Earnings Presentation4Q17 Earnings Presentation
4Q17 Earnings Presentation
CCR Relações com Investidores
 
Apresentação 4T17
Apresentação 4T17Apresentação 4T17
Apresentação 4T17
CCR Relações com Investidores
 
CCR Day 13 Presentation
CCR Day 13 Presentation CCR Day 13 Presentation
CCR Day 13 Presentation
CCR Relações com Investidores
 
CCR Day 13
CCR Day 13 CCR Day 13
Presentation 3Q17
Presentation 3Q17  Presentation 3Q17
Apresentação 3T17
Apresentação 3T17Apresentação 3T17
Apresentação 3T17
CCR Relações com Investidores
 
Presentations 2Q17
Presentations 2Q17Presentations 2Q17
Apresentação 2T17
Apresentação 2T17Apresentação 2T17
Apresentação 2T17
CCR Relações com Investidores
 
Presentation 2Q17
Presentation 2Q17Presentation 2Q17
Apresentação 2 t17
Apresentação 2 t17Apresentação 2 t17
Apresentação 2 t17
CCR Relações com Investidores
 
Presentation 1Q17
Presentation 1Q17 Presentation 1Q17
Apresentação 1T17
Apresentação 1T17Apresentação 1T17
Apresentação 1T17
CCR Relações com Investidores
 
Presentation 4Q16
Presentation 4Q16   Presentation 4Q16
Apresentação 4 t16
Apresentação 4 t16  Apresentação 4 t16
Apresentação 4 t16
CCR Relações com Investidores
 

Mais de CCR Relações com Investidores (20)

CCR PRESENTATION 4Q18
CCR PRESENTATION 4Q18CCR PRESENTATION 4Q18
CCR PRESENTATION 4Q18
 
Apresentação de Resultado- CCR 4T18
Apresentação de Resultado- CCR 4T18Apresentação de Resultado- CCR 4T18
Apresentação de Resultado- CCR 4T18
 
Apresentação 2T18
Apresentação 2T18Apresentação 2T18
Apresentação 2T18
 
2Q18 Presentation
2Q18 Presentation2Q18 Presentation
2Q18 Presentation
 
1Q18 Presentation
1Q18 Presentation1Q18 Presentation
1Q18 Presentation
 
Apresentação 1T18
Apresentação 1T18Apresentação 1T18
Apresentação 1T18
 
4Q17 Earnings Presentation
4Q17 Earnings Presentation4Q17 Earnings Presentation
4Q17 Earnings Presentation
 
Apresentação 4T17
Apresentação 4T17Apresentação 4T17
Apresentação 4T17
 
CCR Day 13 Presentation
CCR Day 13 Presentation CCR Day 13 Presentation
CCR Day 13 Presentation
 
CCR Day 13
CCR Day 13 CCR Day 13
CCR Day 13
 
Presentation 3Q17
Presentation 3Q17  Presentation 3Q17
Presentation 3Q17
 
Apresentação 3T17
Apresentação 3T17Apresentação 3T17
Apresentação 3T17
 
Presentations 2Q17
Presentations 2Q17Presentations 2Q17
Presentations 2Q17
 
Apresentação 2T17
Apresentação 2T17Apresentação 2T17
Apresentação 2T17
 
Presentation 2Q17
Presentation 2Q17Presentation 2Q17
Presentation 2Q17
 
Apresentação 2 t17
Apresentação 2 t17Apresentação 2 t17
Apresentação 2 t17
 
Presentation 1Q17
Presentation 1Q17 Presentation 1Q17
Presentation 1Q17
 
Apresentação 1T17
Apresentação 1T17Apresentação 1T17
Apresentação 1T17
 
Presentation 4Q16
Presentation 4Q16   Presentation 4Q16
Presentation 4Q16
 
Apresentação 4 t16
Apresentação 4 t16  Apresentação 4 t16
Apresentação 4 t16
 

Apresentação CCR Day 5

  • 1.
  • 2.
  • 3. AGENDA TÓPICO PALESTRANTE TÓPICO HORÁRIO Cadastramento e café da manhã - - 8:30 – 9:00 Boas vindas Renato Vale Boas Vindas 9:00 – 9:10 Retrospectiva e Visão Estratégica Márcio Batista Posic. Estratégico 9:10 – 9:30 Cenário Macro no Brasil Eduardo Loyo Cenário Macro Futuro 9:30 – 10:15 Perguntas e Respostas - - 10:15 – 10:30 Estratégia de Crescimento Italo Roppa Portfólio Atual 10:30 – 11:10 PAUSA PARA CAFÉ - - 11:10 – 11:30 Estratégia de Crescimento Leonardo Vianna Novos Negócios 11:30 – 12:00 Estratégia Financeira Arthur Piotto Financeiro 12:00 – 12:30 Perguntas e Respostas - - 12:30 – 12:50 ALMOÇO DE ENCERRAMENTO - - 13:00 – 15:00
  • 4. Retrospectiva e Visão Estratégica Márcio Batista
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. …Mudança de Patamar Diretrizes Estratégicas para 2010-2014 Fortalecer o Planejamento Estratégico como ferramenta fundamental para o crescimento, preservando os valores e crenças do Grupo CCR; Qualificar e desenvolver as pessoas, buscando dar continuidade ao processo de crescimento do Grupo por meio da evolução de seus colaboradores: •Desenvolvendo as competências organizacionais •Desenvolvendo as competências individuais •Delegando com responsabilidade Aumentar o prazo médio remanescente dos contratos do Grupo CCR, visando perpetuar o negócio em bases sustentáveis; Liderar estratégia voltada à maximização da rentabilidade para os novos investimentos; Manter a distribuição de dividendos compromissada.
  • 9.
  • 11.
  • 12. Portfólio Atual Desenvolvendo o Potencial Italo Roppa
  • 13. Portfólio Atual Portfólio atual ainda apresenta grande potencial inexplorado: 1 Crescimento de Tráfego 2 Aditivos Contratuais 1.1. Pouca densidade de veículos 2.1. Investimentos adicionais no por Habitante no Brasil portfólio atual 1.2. Recuperação econômica já 2.2. Melhorias em acessos percebida no tráfego 1.3. Tráfego recorde em nossas 2.3. Expansão da capacidade rodovias em outubro/09 das rodovias
  • 14. Tráfego 2009 Destaques Consolidado* 2009 (YoY) Elasticidade histórica*: 1. Tráfego Consolidado: 1,4x PIB 3T08 x 3T09 - Auge de um ciclo econômico versus o fim de uma crise 3,6% 2,3% Retomada Econômica: out/09 registrou 0,9% 0,4% 0,6% maior tráfego histórico. JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV* Dados preliminares de nov/09 sugerem -1,4% -0,5% -0,4% -3,1% novos recordes. -4,0% -4,1% 2. RodoAnel: Recuperação tem efeito ampliado pelo perfil de tráfego da concessionária Recuperação forte e consistente do tráfego 3. NovaDutra: Mesmo sem as praças comercial. Bidirecionais o tráfego está em franca recuperação. *Sem Renovias e RodoAnel. Contagem real de tráfego até o dia 24/11/2009
  • 15. Tráfego 2009 - RodoAnel RodoAnel 2009 – VEQ Mensal (milhares) Crise mundial impactou tráfego previsto na proposta 9.600 Efeito ramp up ainda 9.000 é bastante evidente 8.400 Expectativa positiva quanto ao 7.800 impacto da abertura do trecho sul para o tráfego de veículos 7.200 6.600 Projeções de consultores independentes apontam para a convergência com os dados da proposta
  • 16. Tráfego 2009 - NovaDutra NovaDutra 2009 (YoY) Recuperação do tráfego mesmo sem 0,2% os efeitos do aditivo bidirecional -0,2% JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV* -1,6% -2,7% Com o bidirecional, o cenário de concorrência tarifária gera viés -2,8% positivo na NovaDutra -5,5% -4,2% -5,3% -6,1% -7,2% -7,1% Retomada do crescimento econômico já é percebida no aumento do fluxo de veículos comerciais *Contagem de tráfego real até o dia 24/11/2009.
  • 17. Aditivos Contratuais - NovaDutra NovaDutra e AS/CP - SEM BIDIRECIONAL R$ 4,30 R$ 3.90 Dom Pedro I interligação Aeroporto Tamoios R$ 4,30 R$ 3.90 SP 035 São Paulo R$ 4,40 R$ 3,40 AS/CP R$ 4,60 R$ 4,40 Cobrança de auto NovaDutra e AS/CP - COM BIDIRECIONAL R$ 2,10 R$ 2,10 R$ 3,90 Dom Pedro I interligação Aeroporto Tamoios SP 035 R$ 2,10 R$ 2,10 R$ 3,90 São Paulo R$ 2,30 R$ 2,20 R$ 2,20 R$ 1,70 AS/CP R$ 2,30 R$ 2,20 R$ 2,20 R$ 1,70 Cobrança de auto/caminhão por eixo
  • 18. Bidirecional na NovaDutra e AS/CP Cobrança bidirecional torna a Dutra mais atrativa que a concorrência – Veículos leves Tarifa + custo adicional Tarifas para de combustível veículos leves estimado* Nova Dif. de Dif. de custo AS/CP Distância Origem Destino custo para AS/CP para Dutra adicional NovaDutra NovaDutra Taubaté R$ 8,10 R$ 8,40 +3,7% +10 km R$ 10,80 +33% SJC R$ 8,10 R$ 6,70 -17,3% +19 km R$ 11,26 +39% São Paulo Guararema R$ 4,20 R$ 4,50 +7,1% +7 km R$ 6,18 +47% Arujá R$ 2,10 R$ 2,30 +9,5% +14 km R$ 5,66 +170% * Para a determinação do custo adicional de combustível foi considerado consumo de: 10km/L para o veículo leve. O valor do litro da gasolina considerado foi de R$ 2,40.
  • 19. Bidirecional na NovaDutra e AS/CP Cobrança bidirecional torna a Dutra mais atrativa que a concorrência – Veículos comerciais Tarifas para Tarifa + custo adicional veículos de combustível comercias estimado* Nova Dif. de Dif. de custo AS/CP Distância Origem Destino custo para AS/CP com efeito da Dutra adicional NovaDutra maior distância Taubaté R$ 24,30 R$ 25,20 +3,7% +10 km R$ 30,20 +24% SJC R$ 24,30 R$ 20,10 -17,3% +19 km R$ 29,60 +22% São Paulo Guararema R$ 12,60 R$ 13,50 +7,1% +7 km R$ 17,00 +35% Arujá R$ 6,30 R$ 6,90 +9,5% +14 km R$ 13,90 +121% * Para determinação do custo adicional de combustível foi considerado consumo de 3,5km/L para veículos comerciais de 3 eixos. O valor do litro do óleo diesel considerado foi de R$ 1,75.
  • 20. Aditivos Contratuais - NovaDutra Obras do bidirecional Parateí Norte (sentido Rio de Janeiro)
  • 21. Aditivos Contratuais Diversos aditivos contratuais já autorizados... Investimentos já autorizados em andamento NovaDutra AutoBAn AutoBAn ViaOeste R$ 200 M R$ 94 M R$ 110 M R$ 250 M Investimentos nas Complexo Melhoria dos Projeto Cebolão e marginais em São Anhanguera: acessos à trevo em José dos Campos, complemento da Marginal Tietê Itapevi/Jandira Rio de Janeiro e 1ª. Etapa São Paulo ...em linha com as regras contratuais.
  • 22. Investimentos- NovaDutra Marginais do RJ: Baixada Fluminense - S. J. de Meriti Antes Depois
  • 23. Investimentos- NovaDutra Marginais de SP: Grande São Paulo (Guarulhos) Antes Depois
  • 24. Investimentos- NovaDutra Marginais de São José dos Campos SP Antes Depois
  • 25. Aditivos Contratuais - AutoBAn Complexo Anhanguera –Entroncamento com Marginal Tietê
  • 26. Aditivos Contratuais - AutoBAn Complexo Anhanguera – Entroncamento com Marginal Tietê
  • 27. Aditivos Contratuais - AutoBAn Complexo Anhanguera – Entroncamento com Marginal Tietê
  • 28. Aditivos Contratuais Diversos aditivos contratuais já autorizados... Investimentos já autorizados em andamento NovaDutra AutoBAn AutoBAn ViaOeste R$ 200 M R$ 94 M R$ 110 M R$ 250 M Investimentos nas Complexo Melhoria dos Projeto Cebolão e marginais em São Anhanguera: acessos à trevo em José dos Campos, complemento da Marginal Tietê Itapevi/Jandira Rio de Janeiro e 1ª. Etapa São Paulo ...em linha com as regras contratuais.
  • 29. Aditivos Contratuais - ViaOeste Projeto Cebolão Projeto Em execução
  • 30. Aditivos Contratuais - ViaOeste Trevo de Jandira/Itapevi Projeto Em execução
  • 31. Aditivos Contratuais - ViaOeste Ampliação das praças de pedágio
  • 32. Aditivos Contratuais E ainda há diversos aditivos contratuais em negociação como, por exemplo: Aditivos em negociação Ponte NovaDutra NovaDutra R$ 205 M R$ 600 M R$ 700 M Ligação com Linha Implantação de nova pista Investimentos adicionais em Vermelha, acesso em Niterói na Serra das Araras, melhorias como recuperação complemento de vias da rodovia, obras adicionais marginais, meio ambiente de segurança, faixas adicionais, iluminação
  • 33. Ponte Ligação Ponte- Linha Vermelha Linha Vermelha Ponte Rio-Niterói
  • 34. Aditivos Contratuais – NovaDutra Serra das Araras Atual Pista Pista Descendente Ascendente (a ser desativada) (a ser duplicada)
  • 35. Aditivos Contratuais E ainda há diversos aditivos contratuais em negociação como, por exemplo: Aditivos em negociação Ponte NovaDutra NovaDutra R$ 205 M R$ 600 M R$ 700 M Ligação com Linha Implantação de nova pista Investimentos adicionais em Vermelha, acesso em Niterói na Serra das Araras, melhorias como recuperação complemento de vias da rodovia, obras adicionais marginais, meio ambiente de segurança, faixas adicionais, iluminação
  • 36. Diversificação do Portfólio Atual Diversificação STP ViaQuatro Controlar Líder em tecnologia de Linha 4 do metrô da Inspeção veicular cobrança eletrônica em cidade de São Paulo ambiental na cidade de pedágios e São Paulo estacionamentos
  • 37. STP – Serviços e Tecnologia de Pagamentos Destaques Presente em 6 Estados Líder em tecnologia de cobrança eletrônica em pedágios e estacionamentos Presente em 6 Estados: SP, RJ, MG, PR, SC e RS Cobertura de mais de 86% da malha pedagiada (11 mil km de rodovias) Presente em 47 estacionamentos (Shoppings, Aeroportos, etc.) Representa até 70% do tráfego em algumas praças de pedágio Responsável por 38% das passagens nos pedágios Mais de 27 milhões de transações eletrônicas/mês Volume transacional de mais de R$ 4 bilhões Mais de 1.600.000 veículos com o dispositivo instalado
  • 38. STP – Serviços e Tecnologia de Pagamentos Receita Bruta (R$ MM) Quantidade de TAG`s instalados 1.799 240 1.303 155 909 112 740 90 539 66 2005 2006 2007 2008 2009 * 2005 2006 2007 2008 2009 * * Realizado até outubro e tendência em nov e dez/09.
  • 39. ViaQuatro Projeto ViaQuatro dentro do esperado... 1ª Etapa 2ª Etapa 3ª Etapa Mar/10 Dez/09 Nov/09 Operação Out/08 Recebimento Comercial Mai/08 Embarque 1º e 2º Trem Contratação 1º e 2º Nov/07 Financiamento Trem O.S. de Longo Ago/07 Prazo Testes O.S. Fabricação Nov/06 Operacionais Projeto Mai/06 Contratação Fornecimento Assinatura Licitação do Contrato Evolução Organizacional e Gestão do Contrato
  • 42. Controlar Destaques Centro de Inspeção Barra Funda O Programa de Controle de Emissão Veicular teve início em 2008 para veículos movidos a diesel. A partir de 2009 a inspeção é obrigatória para todos os veículos a diesel e motocicletas, e para os veículos do Ciclo Otto (gasolina, álcool e GNV) fabricados a partir de 2003 e registrados na cidade de São Paulo. Atualmente são 14 centros em operação e até o final do ano serão inaugurados mais 7. Centro de Inspeção Anchieta A inspeção veicular é comum em outros países: Austrália, Estados Unidos, Canadá, países da União Européia, Argentina, México, Chile e Japão. Frota alvo em 2010 = 4.400 mil veículos: • 2,3 vezes a frota de 2009; • Receita estimada para 2010: R$ 250 milhões.
  • 43. Outros projetos e perspectivas Resolução CONAMA (já aprovada em plenário e aguardando publicação) Amplia a obrigatoriedade da inspeção veicular de emissões em todo o território nacional Projeto da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, enviado à Assembléia de São Paulo em 18/11/2009: Institui a obrigatoriedade da inspeção veicular de emissões em todo o Estado de São Paulo Permite a execução na forma de concessão Municípios de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra já se articulam em consórcio para implantação do programa
  • 44.
  • 45.
  • 46. Estratégia de Crescimento Novos Negócios Leonardo Vianna
  • 47. Múltiplas oportunidades de investimento Consolidação Oportunidades de aquisição de concessões de rodovias (Mercado Secundário) selecionadas Trechos sul e leste do Rodoanel estão previstos para Rodoanel serem licitados Concessões em 3ª rodada de concessões a serem leiloadas no São Paulo Estado de São Paulo Múltiplos projetos no País, incluindo metrôs / trens Transporte Urbano nas cidades de Curitiba, Brasília e Porto Alegre Negócios Correlatos Estacionamentos, inspeção veicular, logística, etc Concessões em Concessões a serem licitadas no Estado de Minas Gerais Minas Gerais Programa de 3ª e 4ª rodadas esperadas para 2010 / 2011 Concessões Federais Expresso Aeroporto de São Paulo e Trens de Alta Trens Velocidade (Campinas – São Paulo – Rio de Janeiro), etc.
  • 48.
  • 49. Programa de Concessões em São Paulo Oportunidade de investimento com significativo potencial de sinergias operacionais com a NovaDutra… Programa de Concessões do Estado de São Paulo Estado que representa 34% do PIB(1) Sâo Luis do Paraitinga Dutra Duas rodovias costeiras totalizando R$5,1 bilhões em investimentos Ubatuba Edital do leilão esperado para o início de 2010 Caraguatatuba Bertioga Sâo Sebastiâo A ser licitado Potenciais sinergias com as atuais rodovias Santos Illhabela Guarujá existentes da CCR Mongaguá Itanhaém Miracatu Pedro de Toledo Peruibe BR116 Itariri SP055 (1)Dados do IBGE (2007) …aproveitando a oportunidade do tráfego intenso de veículos de passeio e comerciais
  • 50. Licitações federais e em Minas Gerais Possibilidade de expandir a presença geográfica... Programa de Concessões de Rodovias no Estado de Minas Gerais O Estado de Minas Gerais possui um programa de 17 rodovias totalizando 5.777 km que devem ser licitadas em 2010 Programa desenvolvido em conjunto com o setor privado sugere processo de editais mais atrativos / Expectativa de investimentos de R$8,9 bilhões mais R$1,2 bilhão em outorgas Programa de Concessões Federais Governo Federal deverá retomar seu Programa de Concessões de Rodovias 3ª e 4ª rodadas devem ocorrer em 2010/2011 Rodovias Receitas Investimentos Prazo das Edital do Projeto federais (R$ milhões)1 (R$ milhões) Concessões Leilão 1 BR 116 / MG 8.813 3.933 25 anos 2010/2011 3ª rodada 2 BR 040 / MG 9.582 3.067 25 anos 2010/2011 3 BR 381 / MG 6.147 2.208 25 anos 2010/2011 Total 24.541 9.208 (1) Receita estimada para todo o período de concessão em termos reais … e capturar o crescimento econômico esperado do Estado de Minas Gerais e adjacentes
  • 51. Copa do Mundo 2014 e Jogos Olímpicos 2016 Necessidade de investimentos significativos em transporte urbano e negócios correlatos... Principais projetos urbanos de transporte Investimentos estimados em infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014 (R$ bilhões) Metrô de Brasília: R$1 bilhão Metrô de Porto Alegre: R$ 2,5 bilhões Fortaleza: 9,4 Metrô de Curitiba: R$ 2 bilhões + R$ 200 milhões (transportes urbanos) Natal: 3,5 Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Fortaleza: R$ 565 milhões Recife: 5,0 Salvador: 5,0 Natal: R$ 878 milhões (VLT) Manaus: 1,5 DF (1): 3,5 Cuiabá: 3,0 Negócios Correlatos BH: 1,5 Rio de Janeiro: 11,0 Estacionamentos, inspeção veicular em áreas São Paulo: 33,4 metropolitanas, outras concessões Curitiba: 4,5 Trens Expressos R$ 86 bilhões Porto Alegre: 5,0 Expresso Aeroporto Internacional (Guarulhos) Jogos Olímpicos 2016 no RJ: estimativas Trem de alta velocidade (Campinas – São Paulo – iniciais indicam necessidade de Rio de Janeiro) investimentos de aprox. US$14,4 bilhões Fonte: Governo Federal/Estadual (1)Distrito Federal … impulsionados pela Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016
  • 52. Conquistas de Novos Negócios 2009 2008 2007 Follow on 2006 R$1,235 m 2005 2004 2003 Follow on R$334m
  • 53.
  • 54. Estratégia Financeira Arthur Piotto
  • 55. Estratégia Financeira Estrutura financeira adequada e balanço forte 1 Sucesso no aumento de capital. Alocação diversificada 2 Maior flexibilidade financeira após aumento de capital 3 Custo médio da dívida reduzido 4 Financiamento longo prazo do rodoanel trecho oeste em fase final 5 Perfil da dívida alongado e pacote de garantias renovado 6 Capacidade de investimento fortalecida 7 Compromisso de pagar mínimo de 50% do lucro líquido em dividendos Empresa posicionada para se beneficiar do grande pipeline de projetos
  • 56. Estratégia Financeira Estrutura acionária pré-oferta (%) Sumário da Oferta • Estrutura da oferta: oferta pública primária de ações no 17,9% Brasil 17,7% • Ações ofertadas: 33.300.000 ações no Novo Mercado • Greenshoe: 4.995.000 ações Free Float • Preço Final: R$33,00/ação • Volume da Oferta liquido: R$1.235 milhões 28,6% • Uso dos recursos: Prover recursos para explorar 17,9% novas oportunidades de crescimento via licitações ou 17,9% aquisições de negócios existentes Estrutura acionária pós-oferta (%) Alocação por região Ásia, 3% 16,3% 16,2% Brasil, 34% Estados Unidos, Free Float 48% 34,8% 16,3% 16,3% Europa, 15%
  • 57. Estratégia Financeira Os índices de alavancagem incorporam investimentos em novos ativos, ViaQuatro, RodoAnel, Controlar... Endividamento Bruto Endividamento Líquido 4.655 3.938 2.703 2.914 2.338 1.774 1.932 1.467 1.276 1.277 1.213 1,20 0,91 0,91 1,43 2,06 1,41 3T05 3T06 3T07 3T08 3T09 3T05 3T06 3T07 3T08 3T09 3T09 com Recursos do aumento de Div. Liq. /Ebitda 12M capital ...mas ainda não consideram plenamente a geração adicional de caixa
  • 58. Estrutura Financeira Redução da taxa de juros e grau de investimento do Brasil.... Abertura da dívida por indexador 3T09 Evolução do custo médio da dívida em 2009* IGPM 13% 13,45% BNDES 13,39% 12,49% 7% 12,04% Moeda 11,61% Estrangeira 9,90% 6% 9,43% 9,19% CDI 60% 9,42% 9,16% Pré-Fixada 11% IPCA Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out 3% * Em R$ nominais ...contribuem para a redução contínua do custo da dívida
  • 59. Estrutura de Financiamento do RodoAnel Financiamento de Longo Prazo do RodoAnel na reta final Empréstimos Ponte Desembolso do longo prazo Mai/08 Dez/09 • Financiar pagamento da outorga inicial • Financiar investimentos de curto prazo • Estrutura financeira de longo • Negociar condições financiamento longo prazo do RodoAnel prazo Características do financiamento de longo prazo • R$ 750 M (Subordinada) - 3 anos – Desembolsado • US$ 500M (Sênior) – BID, JBIC e B-Lenders. Desembolso previsto para dez/2009 • Custo aproximado de Libor + 3,5% • Prazo da dívida sênior: 13 – 15 anos • Política de hedge específica
  • 60. Estrutura de Financiamento do RodoAnel Características do Hedge - Rolling 5 Anos de Libor Fixa SWAP da exposição cambial no fluxo de caixa a vencer nos próximos 24 Meses Status do financiamento RodoAnel Outorga: R$ 2bn Outubro de 2009: Novembro de 2009: Desembolso Final (10% Ato + 24x) Emissão Emissão Dezembro de 2009: Debêntures R$ 750M NP´s de R$500 M U$500 M Restando 6 3 anos - 117,5% CDI 180 dias Longo Prazo com 13-15 anos parcelas Out-09 Nov-09 Dez-09 Amortizando Refinanciando Amortizando NP’s com vencimento em NP´s com vencimento em NP´s de nov/09 out/09 nov/09 Processo equacionado
  • 61. Cronograma de Amortização O desembolso do empréstimo de longo prazo do RodoAnel, combinado com... Cronograma 3T09 de amortização da dívida Cronograma esperado de amortização da dívida 1.600 1.482 1.600 1.400 1.400 1.200 1.200 1.000 914 1.000 908 800 712 800 600 560 549 558 538 392 600 468 400 323 346 343 346 219 193 216 190 185 400 143 51 200 200 124 MM R$ 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 MM R$ 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19-23 Renovação do pacote de seguro garantia A CCR renovou este mês o pacote de garantias nas seguintes condições: • Capacidade ofertada pelos resseguradores de R$ 3,1 bilhões; • Valor contratado de R$ 2,2 bilhões; • Total utilizado em set/09 de R$ 1,4 bilhão; • Saldo disponível de R$ 800 milhões para crescimento. ...a renovação do pacote de garantias prepara a CCR para uma mudança de patamar
  • 62. Capacidade de Investimento Companhia possui grande capacidade para se beneficiar do momento único vivido pelo País • Covenants financeiros limitam endividamento a 3,0x dívida líquida/Ebitda • Estrutura alvo de 70% de dívida para novos projetos buscando sempre Project Finance Situação antes da oferta Situação ATUAL Aumento de capital de R$ 1.235 M Capacidade de investimento Capacidade de investimento de R$1 bi de ~ R$ 4,1 bi Cenário macro positivo e grau de investimento brasileiro podem permitir no futuro um maior nível de alavancagem Assumindo que Situação com Capacidade de a companhia flexibilização de investimento participe com Covenants de ~ R$ 6,3 bi 100% nos projetos futuros (1) Ebitda considerado para os cálculos foi o consenso de mercado de R$2,000 M para 2009 e crescimento médio esperado pelo mercado de 13,5%
  • 63. Dividendos Reiteramos o compromisso de pagamento de no mínimo 50% do lucro líquido em dividendos. Dividend Yield* Payout Competência 120,0% 6,0% 5,5% 5,6% 5,2% 100,0% 91,2% 5,0% 4,5% 83,2% 83,0% 4,2% 4,2% 76,6% 80,0% 70,6% 4,0% 60,4% 60,0% 3,0% 2,5% 2,0% 40,0% 27,4% 1,0% 20,0% 8,2% 0,0% 0,0% 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009* Payout histórico médio acima de 60% A partir de 2004 payout médio foi 77% * Considerando dividendo caixa * Consenso de mercado
  • 64.
  • 66. Track Record Comprovado A CCR possui um track record comprovado seja em aquisições, diversificação ou novas licitações Marcos Concessões Obtidas Aquisições Extensão da Concessão IPO STP Extensões Follow-on (2002) ViaOeste (2003) AutoBAn + RodoNorte (Outubro 2004) (Abril 2004) ViaOeste (2005) ViaQuatro (2006) (2006) EUA (2007) Renovias (2008) RodoAnel (2008) Controlar (2009) Follow-on (2009) Múltiplas Próximos oportunidades projetos… de crescimento
  • 67.