SlideShare uma empresa Scribd logo
CIn.ufpe.br
CASE DE SUCESSO
1
CIn.ufpe.br
PROF. CLOVES ROCHA
Resumo
✔
Mestrando em Ciência da Computação no Cin-UFPE na área de Engenharia de Software e Aplicação
com ênfase em Redes Sociais. Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação - GTI.
✔
Coordenador de Ações da Comunidade OPENREDU.ORG no Cin-UFPE.
✔
Certificado em Gestão de Riscos em TI | NRB ISO/IEC 27005.
✔
Certificado como Analista de Processos - Gart Capote.
✔
Atuou como Analista de Sistemas.
✔
Foi Coordenador e Professor do Grupo de Pesquisa em Business Process Manegement (BPM) no Centro
Universitário Guararapes FG, em cursos de extensão universitária.
✔
Trabalhou como Analista de Projetos no Complexo Industrial Químico-Têxtil, Petroquimica SUAPE
(PQS), Estaleiro Atlântico Sul (EAS)
✔
Prestou serviços de Consultoria de TI no SEBRAETEC.
✔
CoFundador da Startup IjoinSoft.com, Cientista e Gestor de Processos de Negócios com mais de 8
anos de experiência em Análise de Sistemas e Processos de Negócios (BPM) com técnicas da
metodologia Six Sigma.
✔
Idealizador da Rede InovaPaciente.com parte do resultado da pesquisa do mestrado. Áreas de
interesse: Redes Sociais Educacionais (EAD), Engenharia de Software, A.I. - Inteligência Artificial,
Gerenciamento de TI (ITIL e COBIT), Gerenciamento de Risco e Business Process Manegement (BPM).
2
CIn.ufpe.br
O QUE REALMENTE IMPORTA
3
CIn.ufpe.br
INTRODUÇÃO
4
CIn.ufpe.br
Segundo a GENOMIKA Diagnósticos o primeiro genoma
humano levou aproximadamente 13 anos para ser
sequenciado e custou 3 bilhões de dólares.
- Hoje o mesmo genoma leva até 24 horas com o custo de $
1.000,00 devido aos avanços da tecnologia de
sequenciamento de nova geração (NGS).
- No entanto apenas 2% do DNA Humano foi explorado por
cientistas.
- Os dados podem atingir um volume de 2 GB a 800 GB, a
depender do tamanho da região sequenciada, da plataforma e
da qualidade desejada.
CONTEXTO
5
CIn.ufpe.br
A Global Genes estima-se que 350 milhões de pessoas no mundo
sofrem de doenças raras, sendo 80% das doenças raras de
origem genética, ou seja, 280 milhões e, portanto, estão
presentes ao longo da vida de uma pessoa, mesmo que os
sintomas não aparecem imediatamente.
A Global Genes ainda apresenta outros dados importantes, conforme
se segue:
1. Aproximadamente 50% das pessoas afetadas por doenças
raras são crianças;
2. 30% das crianças com doença rara não viverá para ver o
seu quinto aniversário;
3. As doenças raras são responsáveis por 35% das mortes no
primeiro ano de vida.
6
MOTIVAÇÃO
CIn.ufpe.br
- Segundo GABARDO (2015) tais conhecimentos podem ser
amplamente estendidos para áreas como política, epidemiologia,
sociologia, estatística de modo em geral, dentre uma infinidade de
possíveis aplicações com estratégias voltadas para as redes
sociais.
- O engajamento mediado por redes sociais educativas tem
potencializado comportamentos de colaboração.
- As Redes Sociais (RS) estão ganhando destaque pela
capacidade de disseminar, concentrar e distribuir
informações.
JUSTIFICATIVA
7
CIn.ufpe.br
DEFINIÇÃO DO PROBLEMA
Considerando o contexto de dificuldades no
engajamento de ensino-aprendizagem sobre
temas relacionados doenças genéticas enfrentados
pelos adultos, além da escassez na literatura
relativa à aplicabilidade de Redes Sociais
Educacionais (RSE) na área de saúde.
8
CIn.ufpe.br
9
CIn.ufpe.br
QP1 – Quais os efeitos do engajamento de adultos em
uma Rede Social Educacional sobre os processos de
aprendizagem colaborativa?
QP1.1 – Quais são os fatores que devem ser
considerados no engajamento de adultos em processos
de aprendizagem colaborativa?
QP1.2 – É possível utilizar os princípios das redes sociais
educacionais em conjunto com as redes sociais
tradicionais?
10
QUESTÕES DE PESQUISA
CIn.ufpe.br
OBJETIVOS
11
CIn.ufpe.br
OBJETIVO GERAL
O objetivo geral é analisar o engajamento de adultos no
uso de uma rede social educacional de aprendizagem
colaborativa sobre doenças genéticas.
12
CIn.ufpe.br
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
✔
Implementar um ambiente de aprendizagem em uma
RSE;
✔
Analisar o fenômeno do engajamento em RSE;
✔
Observar o comportamento de adultos em formação
mediados por Redes Sociais Educativas (RSE);
13
CIn.ufpe.br
ANÁLISE DOS RESULTADOS
14
CIn.ufpe.br
GRÁFICO DE ESTIMATIVA DE USUÁRIOS DAS REDES SOCIAIS
PARA 2017
15
Fonte: Autor (2017).
Em 2017, a soma de usuários das vinte e seis principais redes sociais deve ultrapassar os três bilhões e
quinhentos milhões, o que corresponde a mais de um terço da população mundial.
CIn.ufpe.br
ENTENDENDO OS EFEITOS DO ENGAJAMENTO EM REDES SOCIAIS
16
Fonte: O autor (2017).
CIn.ufpe.br
RESULTADO DA PESQUISA-AÇÃO
IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA EM CLOUD SERVER
17
Openredu na nuvem!!!
Resultado de Pesquisa no Google:
“openredu na nuvem”
CIn.ufpe.br
RESULTADO DA PESQUISA-AÇÃO
TELA DOS CONTEÚDOS BASEADO EM PERGUNTAS
18
Fonte: http://openredu.com/espacos/281/modulos/429/aulas/692-entendendo-a-deficiencia-de-g6pd
(2017).
CIn.ufpe.br
RESULTADO DA PESQUISA-AÇÃO
TELA DO CONTEÚDO ENTENDENDO A DEFICIÊNCIA DE G6PD
19
Fonte: http://openredu.com/espacos/281 (2017).
CIn.ufpe.br
RESULTADO DA PESQUISA-AÇÃO
ÁREA PARA COMENTÁRIOS E PEDIR AJUDA
20
Fonte: http://openredu.com/espacos/281/modulos/429/aulas/692-entendendo-a-deficiencia-de-g6pd
(2017).
CIn.ufpe.br
DISCUSSÃO DOS RESULTADOS
21
CIn.ufpe.br
“Precisamos desconstruir o
pensamento de competição.”
BORBA (2017).
Acesso no Link:
http://bit.ly/2nYvd7I
13 de março de 2017.
22
CIn.ufpe.br
23
CIn.ufpe.br
24
ESTATÍSTICAS
#MQC G6PD
+ 7.830 curtidas
+ 6.312 grupo
+ 50 Mil acessos no blog
#convivendocomoHSAN
+ 1.743 curtidas
+ 105 Mil acessos no blog
#cangameAUTISMO
+ 1.933 curtidas
Atualizado em 22 de abril de 2017.
CIn.ufpe.br
MUITO OBRIGADO!
by Cloves Rocha
(car2@cin.ufpe.br)
“A libertação do homem oprimido, tão necessária a
si e ao opressor, será possível mediante um nova
concepção de educação: a educação libertadora,
aquela que vai remar na contramão da
dominação.” FREIRE (1982)

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Apresentação Case Inova Paciente Grau Técnico

GeoInfo: impactos sociais do repositório de dados de pesquisa da Embrapa
GeoInfo: impactos sociais do repositório de dados de pesquisa da EmbrapaGeoInfo: impactos sociais do repositório de dados de pesquisa da Embrapa
GeoInfo: impactos sociais do repositório de dados de pesquisa da Embrapa
Projeto RCAAP
 
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
Tania Fonseca
 
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
Tania Fonseca
 
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
Tania Fonseca
 
3a aula gestao conteudo rs 23mai2015 - Senac-SP
3a aula gestao conteudo rs 23mai2015 -  Senac-SP3a aula gestao conteudo rs 23mai2015 -  Senac-SP
3a aula gestao conteudo rs 23mai2015 - Senac-SP
Ivone Rocha
 
As questões associadas com a proteção do espaço digital
As questões associadas com a proteção do espaço digitalAs questões associadas com a proteção do espaço digital
As questões associadas com a proteção do espaço digital
Luis Borges Gouveia
 
Palestra comrh cacau_guarnieri2
Palestra comrh cacau_guarnieri2Palestra comrh cacau_guarnieri2
Palestra comrh cacau_guarnieri2
Cacau Guarnieri
 
Diagnóstico de Tecnologia da Informação – TI para o município de Caruaru 2013
Diagnóstico de Tecnologia da Informação  – TI para o município de Caruaru 2013 Diagnóstico de Tecnologia da Informação  – TI para o município de Caruaru 2013
Diagnóstico de Tecnologia da Informação – TI para o município de Caruaru 2013
Universidade de Pernambuco
 
ApresentaçãO Reduzida Furg Mortalidade Infantil 2010
ApresentaçãO Reduzida Furg Mortalidade Infantil 2010ApresentaçãO Reduzida Furg Mortalidade Infantil 2010
ApresentaçãO Reduzida Furg Mortalidade Infantil 2010
Tania Fonseca
 
Social Media Caprichoso
Social Media CaprichosoSocial Media Caprichoso
Social Media Caprichoso
Ana Célia Costa
 
Palestra na Unirio - Tese de Doutorado
Palestra na Unirio - Tese de DoutoradoPalestra na Unirio - Tese de Doutorado
Palestra na Unirio - Tese de Doutorado
Luiz Agner
 
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
http://bvsalud.org/
 
Agência Conversa Sustentável
Agência Conversa SustentávelAgência Conversa Sustentável
Agência Conversa Sustentável
Fábio Soares César
 
Analise e aplicações de mídias sociais na gestão de empresas
Analise e aplicações de mídias sociais na gestão de empresas Analise e aplicações de mídias sociais na gestão de empresas
Analise e aplicações de mídias sociais na gestão de empresas
Mauro de Oliveira
 
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
ABCR
 
1a 2a aulas gestao conteudo rs 9 16_2015
1a 2a aulas gestao conteudo rs 9 16_20151a 2a aulas gestao conteudo rs 9 16_2015
1a 2a aulas gestao conteudo rs 9 16_2015
Ivone Rocha
 
Seminário Internacional Mais Infância: Janet leguas
Seminário Internacional Mais Infância: Janet leguasSeminário Internacional Mais Infância: Janet leguas
Seminário Internacional Mais Infância: Janet leguas
Governo do Estado do Ceará
 
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Jeanet Léguas
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Jeanet LéguasSeminário Internacional Mais Infância Ceará - Jeanet Léguas
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Jeanet Léguas
Governo do Estado do Ceará
 
Jornal Setemi News
Jornal Setemi NewsJornal Setemi News
Jornal Setemi News
Setemi News
 
Estudo de caso: Sojas convencionais e transgênicas no planalto do Rio Grande ...
Estudo de caso: Sojas convencionais e transgênicas no planalto do Rio Grande ...Estudo de caso: Sojas convencionais e transgênicas no planalto do Rio Grande ...
Estudo de caso: Sojas convencionais e transgênicas no planalto do Rio Grande ...
iicabrasil
 

Semelhante a Apresentação Case Inova Paciente Grau Técnico (20)

GeoInfo: impactos sociais do repositório de dados de pesquisa da Embrapa
GeoInfo: impactos sociais do repositório de dados de pesquisa da EmbrapaGeoInfo: impactos sociais do repositório de dados de pesquisa da Embrapa
GeoInfo: impactos sociais do repositório de dados de pesquisa da Embrapa
 
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
 
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
 
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
ApresenatçãO Dr Rodrigo 1
 
3a aula gestao conteudo rs 23mai2015 - Senac-SP
3a aula gestao conteudo rs 23mai2015 -  Senac-SP3a aula gestao conteudo rs 23mai2015 -  Senac-SP
3a aula gestao conteudo rs 23mai2015 - Senac-SP
 
As questões associadas com a proteção do espaço digital
As questões associadas com a proteção do espaço digitalAs questões associadas com a proteção do espaço digital
As questões associadas com a proteção do espaço digital
 
Palestra comrh cacau_guarnieri2
Palestra comrh cacau_guarnieri2Palestra comrh cacau_guarnieri2
Palestra comrh cacau_guarnieri2
 
Diagnóstico de Tecnologia da Informação – TI para o município de Caruaru 2013
Diagnóstico de Tecnologia da Informação  – TI para o município de Caruaru 2013 Diagnóstico de Tecnologia da Informação  – TI para o município de Caruaru 2013
Diagnóstico de Tecnologia da Informação – TI para o município de Caruaru 2013
 
ApresentaçãO Reduzida Furg Mortalidade Infantil 2010
ApresentaçãO Reduzida Furg Mortalidade Infantil 2010ApresentaçãO Reduzida Furg Mortalidade Infantil 2010
ApresentaçãO Reduzida Furg Mortalidade Infantil 2010
 
Social Media Caprichoso
Social Media CaprichosoSocial Media Caprichoso
Social Media Caprichoso
 
Palestra na Unirio - Tese de Doutorado
Palestra na Unirio - Tese de DoutoradoPalestra na Unirio - Tese de Doutorado
Palestra na Unirio - Tese de Doutorado
 
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
 
Agência Conversa Sustentável
Agência Conversa SustentávelAgência Conversa Sustentável
Agência Conversa Sustentável
 
Analise e aplicações de mídias sociais na gestão de empresas
Analise e aplicações de mídias sociais na gestão de empresas Analise e aplicações de mídias sociais na gestão de empresas
Analise e aplicações de mídias sociais na gestão de empresas
 
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
Festival 2018 - Organizações comunitárias podem mobilizar seus próprios recur...
 
1a 2a aulas gestao conteudo rs 9 16_2015
1a 2a aulas gestao conteudo rs 9 16_20151a 2a aulas gestao conteudo rs 9 16_2015
1a 2a aulas gestao conteudo rs 9 16_2015
 
Seminário Internacional Mais Infância: Janet leguas
Seminário Internacional Mais Infância: Janet leguasSeminário Internacional Mais Infância: Janet leguas
Seminário Internacional Mais Infância: Janet leguas
 
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Jeanet Léguas
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Jeanet LéguasSeminário Internacional Mais Infância Ceará - Jeanet Léguas
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Jeanet Léguas
 
Jornal Setemi News
Jornal Setemi NewsJornal Setemi News
Jornal Setemi News
 
Estudo de caso: Sojas convencionais e transgênicas no planalto do Rio Grande ...
Estudo de caso: Sojas convencionais e transgênicas no planalto do Rio Grande ...Estudo de caso: Sojas convencionais e transgênicas no planalto do Rio Grande ...
Estudo de caso: Sojas convencionais e transgênicas no planalto do Rio Grande ...
 

Mais de Cloves da Rocha

Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdfMineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Cloves da Rocha
 
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresasLive: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Cloves da Rocha
 
Introdução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na PráticaIntrodução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na Prática
Cloves da Rocha
 
II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS
Cloves da Rocha
 
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
Cloves da Rocha
 
Introdução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de SoftwareIntrodução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de Software
Cloves da Rocha
 
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertosObservatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Cloves da Rocha
 
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de NegóciosGestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
Cloves da Rocha
 
Palestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETINGPalestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETING
Cloves da Rocha
 
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Cloves da Rocha
 
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso AtacadãoAula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Cloves da Rocha
 
Café com André Menelau
Café com André MenelauCafé com André Menelau
Café com André Menelau
Cloves da Rocha
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de Requisitos
Cloves da Rocha
 
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves RochaAPRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
Cloves da Rocha
 
Principais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITILPrincipais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITIL
Cloves da Rocha
 
Principais Certificações em TIC
Principais Certificações em TIC Principais Certificações em TIC
Principais Certificações em TIC
Cloves da Rocha
 
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
Cloves da Rocha
 
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do MestreXII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
Cloves da Rocha
 
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a ObjetosPadrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Cloves da Rocha
 
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do MestreXI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
Cloves da Rocha
 

Mais de Cloves da Rocha (20)

Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdfMineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
 
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresasLive: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
 
Introdução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na PráticaIntrodução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na Prática
 
II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS
 
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
 
Introdução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de SoftwareIntrodução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de Software
 
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertosObservatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
 
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de NegóciosGestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
 
Palestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETINGPalestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETING
 
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
 
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso AtacadãoAula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
 
Café com André Menelau
Café com André MenelauCafé com André Menelau
Café com André Menelau
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de Requisitos
 
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves RochaAPRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
 
Principais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITILPrincipais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITIL
 
Principais Certificações em TIC
Principais Certificações em TIC Principais Certificações em TIC
Principais Certificações em TIC
 
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
 
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do MestreXII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
 
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a ObjetosPadrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
 
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do MestreXI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
 

Último

Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
JohnnyLima16
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 

Último (20)

Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 

Apresentação Case Inova Paciente Grau Técnico

  • 2. CIn.ufpe.br PROF. CLOVES ROCHA Resumo ✔ Mestrando em Ciência da Computação no Cin-UFPE na área de Engenharia de Software e Aplicação com ênfase em Redes Sociais. Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação - GTI. ✔ Coordenador de Ações da Comunidade OPENREDU.ORG no Cin-UFPE. ✔ Certificado em Gestão de Riscos em TI | NRB ISO/IEC 27005. ✔ Certificado como Analista de Processos - Gart Capote. ✔ Atuou como Analista de Sistemas. ✔ Foi Coordenador e Professor do Grupo de Pesquisa em Business Process Manegement (BPM) no Centro Universitário Guararapes FG, em cursos de extensão universitária. ✔ Trabalhou como Analista de Projetos no Complexo Industrial Químico-Têxtil, Petroquimica SUAPE (PQS), Estaleiro Atlântico Sul (EAS) ✔ Prestou serviços de Consultoria de TI no SEBRAETEC. ✔ CoFundador da Startup IjoinSoft.com, Cientista e Gestor de Processos de Negócios com mais de 8 anos de experiência em Análise de Sistemas e Processos de Negócios (BPM) com técnicas da metodologia Six Sigma. ✔ Idealizador da Rede InovaPaciente.com parte do resultado da pesquisa do mestrado. Áreas de interesse: Redes Sociais Educacionais (EAD), Engenharia de Software, A.I. - Inteligência Artificial, Gerenciamento de TI (ITIL e COBIT), Gerenciamento de Risco e Business Process Manegement (BPM). 2
  • 5. CIn.ufpe.br Segundo a GENOMIKA Diagnósticos o primeiro genoma humano levou aproximadamente 13 anos para ser sequenciado e custou 3 bilhões de dólares. - Hoje o mesmo genoma leva até 24 horas com o custo de $ 1.000,00 devido aos avanços da tecnologia de sequenciamento de nova geração (NGS). - No entanto apenas 2% do DNA Humano foi explorado por cientistas. - Os dados podem atingir um volume de 2 GB a 800 GB, a depender do tamanho da região sequenciada, da plataforma e da qualidade desejada. CONTEXTO 5
  • 6. CIn.ufpe.br A Global Genes estima-se que 350 milhões de pessoas no mundo sofrem de doenças raras, sendo 80% das doenças raras de origem genética, ou seja, 280 milhões e, portanto, estão presentes ao longo da vida de uma pessoa, mesmo que os sintomas não aparecem imediatamente. A Global Genes ainda apresenta outros dados importantes, conforme se segue: 1. Aproximadamente 50% das pessoas afetadas por doenças raras são crianças; 2. 30% das crianças com doença rara não viverá para ver o seu quinto aniversário; 3. As doenças raras são responsáveis por 35% das mortes no primeiro ano de vida. 6 MOTIVAÇÃO
  • 7. CIn.ufpe.br - Segundo GABARDO (2015) tais conhecimentos podem ser amplamente estendidos para áreas como política, epidemiologia, sociologia, estatística de modo em geral, dentre uma infinidade de possíveis aplicações com estratégias voltadas para as redes sociais. - O engajamento mediado por redes sociais educativas tem potencializado comportamentos de colaboração. - As Redes Sociais (RS) estão ganhando destaque pela capacidade de disseminar, concentrar e distribuir informações. JUSTIFICATIVA 7
  • 8. CIn.ufpe.br DEFINIÇÃO DO PROBLEMA Considerando o contexto de dificuldades no engajamento de ensino-aprendizagem sobre temas relacionados doenças genéticas enfrentados pelos adultos, além da escassez na literatura relativa à aplicabilidade de Redes Sociais Educacionais (RSE) na área de saúde. 8
  • 10. CIn.ufpe.br QP1 – Quais os efeitos do engajamento de adultos em uma Rede Social Educacional sobre os processos de aprendizagem colaborativa? QP1.1 – Quais são os fatores que devem ser considerados no engajamento de adultos em processos de aprendizagem colaborativa? QP1.2 – É possível utilizar os princípios das redes sociais educacionais em conjunto com as redes sociais tradicionais? 10 QUESTÕES DE PESQUISA
  • 12. CIn.ufpe.br OBJETIVO GERAL O objetivo geral é analisar o engajamento de adultos no uso de uma rede social educacional de aprendizagem colaborativa sobre doenças genéticas. 12
  • 13. CIn.ufpe.br OBJETIVOS ESPECÍFICOS ✔ Implementar um ambiente de aprendizagem em uma RSE; ✔ Analisar o fenômeno do engajamento em RSE; ✔ Observar o comportamento de adultos em formação mediados por Redes Sociais Educativas (RSE); 13
  • 15. CIn.ufpe.br GRÁFICO DE ESTIMATIVA DE USUÁRIOS DAS REDES SOCIAIS PARA 2017 15 Fonte: Autor (2017). Em 2017, a soma de usuários das vinte e seis principais redes sociais deve ultrapassar os três bilhões e quinhentos milhões, o que corresponde a mais de um terço da população mundial.
  • 16. CIn.ufpe.br ENTENDENDO OS EFEITOS DO ENGAJAMENTO EM REDES SOCIAIS 16 Fonte: O autor (2017).
  • 17. CIn.ufpe.br RESULTADO DA PESQUISA-AÇÃO IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA EM CLOUD SERVER 17 Openredu na nuvem!!! Resultado de Pesquisa no Google: “openredu na nuvem”
  • 18. CIn.ufpe.br RESULTADO DA PESQUISA-AÇÃO TELA DOS CONTEÚDOS BASEADO EM PERGUNTAS 18 Fonte: http://openredu.com/espacos/281/modulos/429/aulas/692-entendendo-a-deficiencia-de-g6pd (2017).
  • 19. CIn.ufpe.br RESULTADO DA PESQUISA-AÇÃO TELA DO CONTEÚDO ENTENDENDO A DEFICIÊNCIA DE G6PD 19 Fonte: http://openredu.com/espacos/281 (2017).
  • 20. CIn.ufpe.br RESULTADO DA PESQUISA-AÇÃO ÁREA PARA COMENTÁRIOS E PEDIR AJUDA 20 Fonte: http://openredu.com/espacos/281/modulos/429/aulas/692-entendendo-a-deficiencia-de-g6pd (2017).
  • 22. CIn.ufpe.br “Precisamos desconstruir o pensamento de competição.” BORBA (2017). Acesso no Link: http://bit.ly/2nYvd7I 13 de março de 2017. 22
  • 24. CIn.ufpe.br 24 ESTATÍSTICAS #MQC G6PD + 7.830 curtidas + 6.312 grupo + 50 Mil acessos no blog #convivendocomoHSAN + 1.743 curtidas + 105 Mil acessos no blog #cangameAUTISMO + 1.933 curtidas Atualizado em 22 de abril de 2017.
  • 25. CIn.ufpe.br MUITO OBRIGADO! by Cloves Rocha (car2@cin.ufpe.br) “A libertação do homem oprimido, tão necessária a si e ao opressor, será possível mediante um nova concepção de educação: a educação libertadora, aquela que vai remar na contramão da dominação.” FREIRE (1982)