SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
ESTATÍSTICA
DE ACORDO COM A SENASP – EFETIVO DA
POLÍCIA CIVIL (2011): 9.579
HOMICÍDIOS NO RIO DE JANEIRO:
23 / 100.000 HABITANTES
POPULAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE
JANEIRO (2013): 16.540.411 HABITANTES
NÚMERO DE PERITOS – RJ (SENASP – 2013):
PERITOS CRIMINAIS: 296
PERITOS LEGISTAS: 310
A PERÍCIA OFICIAL

ORGANOGRAMA:
-

SESEG
POLÍCIA CIVIL
CHEFIA DA POLÍCIA CIVIL
DGPTC
ICCE/RJ - IMLAP - IPPGF IFP
- PRPTCs
RELAÇÃO PERITOS/HABITANTES
PERITO CRIMINAL/HA: 01/55.880
PERITO LEGISTA/HA: 01/53.386
OBS.: A RELAÇÃO IDEAL É DE 01 PERITO PARA CADA
5.000 HABITANTES.
DISTRIBUIÇÃO DOS PERITOS NO ESTADO:
CAPITAL / REGIÃO METROPOLITANA / INTERIOR
PL 117
PC 135

96
70

97
91
A polícia científica ou criminalística é formada por
Peritos que são cientistas, técnicos e médicos
legistas.
Os Peritos examinam as provas materiais de
crimes e delitos como, por exemplo, bala
disparada, droga apreendida e corpo de vítima de
violência.
O resultado do trabalho dos Peritos pode ser a
diferença entre a condenação e a liberdade de um
acusado.
ÁREAS DE ATUAÇÃO DA PERÍCIA
Perícias em Informática
Perícia Contábil e Financeira
Perícias Documentoscópicas
Perícias em Audiovisual e Eletrônicos
Perícias de Química Forense
Perícias de Engenharia
Perícias de Meio Ambiente
Perícias em Genética Forense
Perícias em Balística
Perícias em Locais de Crime
Perícias em Bombas e Explosivos
Perícias de Veículos
Perícias de Medicina e Odontologia Forense
Perícias sobre o Patrimônio Cultural
A PERÍCIA É ACIONADA PELA AUTORIDADE
POLICIAL OU PELA AUTORIDADE JUDICIÁRIA.

APÓS A REALIZAÇÃO DOS EXAMES DE LOCAL, NOS
CASOS DE HOMICÍDIO, A AUTORIDADE POLICIAL
PROVIDENCIA A LIBERAÇÃO DO CORPO E SOLICITA
À DEFESA CIVIL SUA REMOÇÃO PARA O IML.
O “RABECÃO” FAZ PARTE DO CORPO DE
BOMBEIROS, NÃO SENDO DE RESPONSABILIDADE
DA POLÍCIA CIVIL.
A PERÍCIA OFICIAL
MÉTODOS E EQUIPAMENTOS
PARA REFLETIR
CONCLUSÃO

SEM PERÍCIA NÃO HÁ CULPADOS
NEM INOCENTES.
WWW.APERJ.ORG
TEL: 21-9340-2045

Produção: Perita Denise Rivera – Presidente da APERJ
www.deniseriveraperita.blogspot.com.br

Mais conteúdo relacionado

Destaque

003 trauma craneo (1)
003 trauma craneo (1)003 trauma craneo (1)
003 trauma craneo (1)
Deixy Garcia
 
Teorias criminais rs - senasp-pr - novissima versao - em construcao
Teorias criminais   rs - senasp-pr - novissima versao - em construcaoTeorias criminais   rs - senasp-pr - novissima versao - em construcao
Teorias criminais rs - senasp-pr - novissima versao - em construcao
FACULDADE ESPÍRITA
 
Livro Manual de Perícias
Livro Manual de PeríciasLivro Manual de Perícias
Livro Manual de Perícias
Rui Juliano
 
14 2124955321462008 Tanatologia Forense ApresentaçãO Em Power Point
14 2124955321462008 Tanatologia Forense   ApresentaçãO Em Power Point14 2124955321462008 Tanatologia Forense   ApresentaçãO Em Power Point
14 2124955321462008 Tanatologia Forense ApresentaçãO Em Power Point
Jose Perez
 
Apostila iniciantes enfermagem
Apostila iniciantes enfermagemApostila iniciantes enfermagem
Apostila iniciantes enfermagem
suelenbechara
 
1 1 medicina legal
1 1 medicina legal1 1 medicina legal
1 1 medicina legal
Deixy Garcia
 
Medicina Legal Aplicacao Pericia Peritos Documentos Questoes
Medicina Legal Aplicacao Pericia Peritos Documentos QuestoesMedicina Legal Aplicacao Pericia Peritos Documentos Questoes
Medicina Legal Aplicacao Pericia Peritos Documentos Questoes
Antonio Pereira
 

Destaque (20)

Caderno 31r perito_criminal_a_20130703_151125
Caderno 31r perito_criminal_a_20130703_151125Caderno 31r perito_criminal_a_20130703_151125
Caderno 31r perito_criminal_a_20130703_151125
 
Manual adm total
Manual adm totalManual adm total
Manual adm total
 
Aula 01 crim-dir
Aula 01 crim-dirAula 01 crim-dir
Aula 01 crim-dir
 
003 trauma craneo (1)
003 trauma craneo (1)003 trauma craneo (1)
003 trauma craneo (1)
 
O “princípio do perito oficial natural”: considerações jurídicas sobre inter...
O “princípio do perito oficial natural”: considerações jurídicas sobre inter...O “princípio do perito oficial natural”: considerações jurídicas sobre inter...
O “princípio do perito oficial natural”: considerações jurídicas sobre inter...
 
Teorias criminais rs - senasp-pr - novissima versao - em construcao
Teorias criminais   rs - senasp-pr - novissima versao - em construcaoTeorias criminais   rs - senasp-pr - novissima versao - em construcao
Teorias criminais rs - senasp-pr - novissima versao - em construcao
 
Estudo de caso Frederico Brandão_dpoc_2012
Estudo de caso Frederico Brandão_dpoc_2012Estudo de caso Frederico Brandão_dpoc_2012
Estudo de caso Frederico Brandão_dpoc_2012
 
Portfólio de Rui Juliano - Perícias e Manual de Perícias - Como ser Perito Ju...
Portfólio de Rui Juliano - Perícias e Manual de Perícias - Como ser Perito Ju...Portfólio de Rui Juliano - Perícias e Manual de Perícias - Como ser Perito Ju...
Portfólio de Rui Juliano - Perícias e Manual de Perícias - Como ser Perito Ju...
 
Semana da enfermagem unimed
Semana da enfermagem unimedSemana da enfermagem unimed
Semana da enfermagem unimed
 
Manual de tanatologia
Manual de tanatologiaManual de tanatologia
Manual de tanatologia
 
Enf Reab Cardiaca
Enf Reab CardiacaEnf Reab Cardiaca
Enf Reab Cardiaca
 
Livro Manual de Perícias
Livro Manual de PeríciasLivro Manual de Perícias
Livro Manual de Perícias
 
Seja Perito Judicial - Perguntas e respostas sobre perícias judiciais
Seja Perito Judicial - Perguntas e respostas sobre perícias judiciaisSeja Perito Judicial - Perguntas e respostas sobre perícias judiciais
Seja Perito Judicial - Perguntas e respostas sobre perícias judiciais
 
14 2124955321462008 Tanatologia Forense ApresentaçãO Em Power Point
14 2124955321462008 Tanatologia Forense   ApresentaçãO Em Power Point14 2124955321462008 Tanatologia Forense   ApresentaçãO Em Power Point
14 2124955321462008 Tanatologia Forense ApresentaçãO Em Power Point
 
Aula 7-tanatologia
Aula 7-tanatologiaAula 7-tanatologia
Aula 7-tanatologia
 
Tanatologia F
Tanatologia FTanatologia F
Tanatologia F
 
Ferimento por arma de fogo
Ferimento por arma de fogoFerimento por arma de fogo
Ferimento por arma de fogo
 
Apostila iniciantes enfermagem
Apostila iniciantes enfermagemApostila iniciantes enfermagem
Apostila iniciantes enfermagem
 
1 1 medicina legal
1 1 medicina legal1 1 medicina legal
1 1 medicina legal
 
Medicina Legal Aplicacao Pericia Peritos Documentos Questoes
Medicina Legal Aplicacao Pericia Peritos Documentos QuestoesMedicina Legal Aplicacao Pericia Peritos Documentos Questoes
Medicina Legal Aplicacao Pericia Peritos Documentos Questoes
 

Mais de Denise Rivera

La france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_lLa france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_l
Denise Rivera
 
Orquideas -simplesmente_lindo
Orquideas  -simplesmente_lindoOrquideas  -simplesmente_lindo
Orquideas -simplesmente_lindo
Denise Rivera
 

Mais de Denise Rivera (20)

Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016   DENISE RIVERACampanha vereadora 2016   DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERA
 
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgaçãoXXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
 
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
 
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de JaneiroAperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
 
A situaçao pericia rj
A situaçao pericia rjA situaçao pericia rj
A situaçao pericia rj
 
A vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damasA vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damas
 
Winter Day
Winter DayWinter Day
Winter Day
 
Tour eiffel
Tour eiffelTour eiffel
Tour eiffel
 
Superbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noelSuperbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noel
 
Encante se e se emocione
Encante se e se emocioneEncante se e se emocione
Encante se e se emocione
 
Amazing worldphotos
Amazing worldphotosAmazing worldphotos
Amazing worldphotos
 
Manifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerjManifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerj
 
Paris
ParisParis
Paris
 
Primeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos ColoridasPrimeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos Coloridas
 
1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-dd1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-dd
 
LES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIRELES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIRE
 
La france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_lLa france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_l
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
 
Orquideas -simplesmente_lindo
Orquideas  -simplesmente_lindoOrquideas  -simplesmente_lindo
Orquideas -simplesmente_lindo
 
Chapa fênix - apresentação - aperj
Chapa   fênix - apresentação - aperjChapa   fênix - apresentação - aperj
Chapa fênix - apresentação - aperj
 

Apresentação aperj - estrutura da perícia

  • 1.
  • 2. ESTATÍSTICA DE ACORDO COM A SENASP – EFETIVO DA POLÍCIA CIVIL (2011): 9.579 HOMICÍDIOS NO RIO DE JANEIRO: 23 / 100.000 HABITANTES POPULAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (2013): 16.540.411 HABITANTES NÚMERO DE PERITOS – RJ (SENASP – 2013): PERITOS CRIMINAIS: 296 PERITOS LEGISTAS: 310
  • 3. A PERÍCIA OFICIAL ORGANOGRAMA: - SESEG POLÍCIA CIVIL CHEFIA DA POLÍCIA CIVIL DGPTC ICCE/RJ - IMLAP - IPPGF IFP - PRPTCs
  • 4. RELAÇÃO PERITOS/HABITANTES PERITO CRIMINAL/HA: 01/55.880 PERITO LEGISTA/HA: 01/53.386 OBS.: A RELAÇÃO IDEAL É DE 01 PERITO PARA CADA 5.000 HABITANTES. DISTRIBUIÇÃO DOS PERITOS NO ESTADO: CAPITAL / REGIÃO METROPOLITANA / INTERIOR PL 117 PC 135 96 70 97 91
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. A polícia científica ou criminalística é formada por Peritos que são cientistas, técnicos e médicos legistas. Os Peritos examinam as provas materiais de crimes e delitos como, por exemplo, bala disparada, droga apreendida e corpo de vítima de violência. O resultado do trabalho dos Peritos pode ser a diferença entre a condenação e a liberdade de um acusado.
  • 9. ÁREAS DE ATUAÇÃO DA PERÍCIA Perícias em Informática Perícia Contábil e Financeira Perícias Documentoscópicas Perícias em Audiovisual e Eletrônicos Perícias de Química Forense Perícias de Engenharia Perícias de Meio Ambiente Perícias em Genética Forense Perícias em Balística Perícias em Locais de Crime Perícias em Bombas e Explosivos Perícias de Veículos Perícias de Medicina e Odontologia Forense Perícias sobre o Patrimônio Cultural
  • 10. A PERÍCIA É ACIONADA PELA AUTORIDADE POLICIAL OU PELA AUTORIDADE JUDICIÁRIA. APÓS A REALIZAÇÃO DOS EXAMES DE LOCAL, NOS CASOS DE HOMICÍDIO, A AUTORIDADE POLICIAL PROVIDENCIA A LIBERAÇÃO DO CORPO E SOLICITA À DEFESA CIVIL SUA REMOÇÃO PARA O IML. O “RABECÃO” FAZ PARTE DO CORPO DE BOMBEIROS, NÃO SENDO DE RESPONSABILIDADE DA POLÍCIA CIVIL.
  • 11.
  • 12.
  • 13. A PERÍCIA OFICIAL MÉTODOS E EQUIPAMENTOS
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 21. CONCLUSÃO SEM PERÍCIA NÃO HÁ CULPADOS NEM INOCENTES.
  • 22. WWW.APERJ.ORG TEL: 21-9340-2045 Produção: Perita Denise Rivera – Presidente da APERJ www.deniseriveraperita.blogspot.com.br