SlideShare uma empresa Scribd logo
Energia Elétrica Solar Fotovoltaica
Alternativa em eletricidade e muita economia
Com Sol tudo melhora
A Tecnologia Fotovoltaica é uma alternativa muito econômica, avançada, difundida pelo mundo, e agora se
consolida comercialmente no Brasil. Todos os anos o Sol emite no Planeta Terra uma quantidade de energia
milhares de vezes superior à toda energia consumida pelo homem. Aproveitá-la, além de gerar muita economia,
significa também preservação ambiental e respeito ao futuro de todos. É uma fonte de energia 100% limpa e
inesgotável.
Energia Elétrica Solar
A energia Slide 04
O Kit Fotovoltaico Slide 06
Geração Distribuída e
Sistema de Compensação Slide 10
Economia
Economia na conta de luz Slide 15
Quanto investir? Slide 15
Financiamentos bancários Slide 15
Fluxo de caixa Acumulado
Investimento e recuperação Slide 16
Engenharia Elétrica
O serviço: Turn Key: Projeto Slide 17
Tecnologia digital Slide 19
Institucional
A empresa Slide 21
Energia Elétrica Solar Fotovoltaica
Energia Elétrica Solar Fotovoltaica
Trata-se da produção de eletricidade para uso geral de empresas e residências, utilizando-se a luz do Sol (fótons)
capturada em células de Silício. É uma alternativa muito econômica, avançada e difundida pelo mundo. Utilizada há
quase cinquenta anos em estações espaciais; agora se consolida comercialmente no Brasil. A parceria entre Brasil e
Alemanha, referência neste campo, favorece nossos padrões de qualidade.
Todos os anos o Sol emite no Planeta Terra uma quantidade de energia milhares de vezes superior à toda energia
consumida pelo homem. Aproveitá-la, além de gerar muita economia, significa também preservação ambiental e
respeito ao futuro de todos. É uma fonte de energia 100% limpa e inesgotável.
O Kit Fotovoltaico
Célula fotovoltaica é uma placa de Silício, do tamanho da palma da mão, que ao receber luz permite que os elétrons
desse material se movimentem, produzindo então a corrente elétrica contínua. O módulo (painel/placa) Fotovoltaico é
o agrupamento de várias células numa única placa.
São instalados em áreas com plena incidência de luz solar, preferencialmente telhados, ou então no solo, desde que
livre de sombras. O processo é simples: são fixados com parafusos por pequenas alças de sua própria estrutura.
Então, conectores e fios conduzem a energia até o Inversor (Conversor), aparelho que transforma corrente elétrica
contínua (CC) em corrente elétrica alternada (CA) – o tipo convencional de eletricidade, alta ou baixa tensão.
Esse conjunto (Kit) de equipamentos constitui o Gerador Fotovoltaico.
O Kit Fotovoltaico
Quando em operação, o sistema atende à demanda imediata de consumo e o excedente produzido é destinado para
a rede elétrica pública, sendo totalmente contabilizado como créditos em carga elétrica a serem consumidos na
ausência da geração solar. Durante a noite, a rede pública fornece energia normalmente.
Esse fluxo constante de energia (geração e consumo) é registrado pelo Relógio Bidirecional, aparelho que substitui o
medidor tradicional (Relógio de Luz). É possível monitorar a geração e o consumo via aplicativos digitais em tempo
real. (Mais informações em Geração Distribuída)
Os equipamentos têm longa durabilidade. Os painéis operam com eficiência produtiva acima de 85% por 25 anos e
têm prazo de garantia de 12 anos, dado pelo fabricante. O Conversor possui garantia de fábrica de 7 anos. Trata-se
de um produto de engenharia com altíssimo valor agregado.
A manutenção é pequena, tratando-se apenas de limpar a superfície dos painéis para remover a poeira, com um pano
úmido, pouquíssimas vezes ao ano, pois a própria chuva também realiza esse processo.
O Kit Fotovoltaico
60 Meses, respectivamente
Fazendo uma simples comparação, a
rede elétrica pública funcionaria
como se fosse seu estoque de
eletricidade, é a chamada
‘Bateria Virtual’
Relógio
Bidirecional
consumo e acúmulo constantes,
atualizados e debitados mensalmente
Uso geral
Conversor
eletricidade
Duplo fluxo
de energia
O Kit Fotovoltaico
A qualquer momento é possível monitorar pelo celular sua geração elétrica e o consumo em tempo real através do
aplicativo móbile fornecido pelo fabricante. O próprio Conversor envia as informações via internet, sendo possível
consultar os créditos acumulados todo mês.
Conversor
eletricidade
Geração Distribuída Sistema de Compensação
O procedimento de gerar a própria energia elétrica (Autogeração), consumir o necessário e enviar o excedente para
a rede pública, chama-se Geração Distribuída, estabelecido pela *REN nº 482/2012, da ANEEL, que por sua vez
determina o Sistema de Compensação de Energia Elétrica, onde o total de energia enviada para a rede pública e
não consumida durante o mês, é contabilizado como créditos em carga elétrica que serão imediatamente debitados
nas próximas contas, caso a Autogeração não supra a demanda mensal total. A validade dos créditos é de 60
meses.
Dentro desse sistema, a região atendida por uma mesma distribuidora (Exemplo: Estado de São Paulo –
Eletropaulo), permite ainda três condições complementares:
Autogeração Compartilhada; Auto Consumo Remoto: Empreendimento com Múltiplas
Unidades Consumidoras:
* REN: Resolução Normativa | ANEEL: Agência Nacional de Energia Elétrica
Geração Distribuída Sistema de Compensação
Autogeração Compartilhada; uma ou mais Pessoas Físicas ou Jurídicas estabelecem breve acordo contratual, e
para cada uma das unidades consumidoras (empresa ou residência) é destinado um percentual, previamente
estabelecido, da energia elétrica produzida por um dos integrantes.
imagens meramente ilustrativas
Geração Distribuída Sistema de Compensação
Auto Consumo Remoto: A energia é produzida num local e consumida em outro, bastando estarem ambos os
contratos (contas de luz) no mesmo CPF ou CNPJ, podendo ser inclusive em cidades diferentes, porém na mesma
distribuidora.
Locais diferentes, mesma distribuidora de energia
Geração Distribuída Sistema de Compensação
Empreendimento com Múltiplas Unidades Consumidoras: funciona de modo similar a Autogeração
Compartilhada, porém o apontamento do percentual de consumo de energia é feito dentro de um mesmo local
(endereço), e dividido entre os vários pontos de consumo (condomínios ou cooperativas).
investimentos e prazos
Economia na
conta de luz
O preço da energia elétrica sofre aumentos anuais que podem passar
dos 40%. Com a Autogeração seus gastos com eletricidade serão
largamente reduzidos, proporcionando ao longo de mais de 25 anos uma
economia cumulativa de grandes proporções. A conta de luz não alcança
o custo zero, pois existem os encargos de contratação do serviço junto à
distribuidora, mas a economia pode ultrapassar os 90%, conforme o
projeto contratado.
Quanto investir? O investimento necessário varia conforme o consumo elétrico, e são
previamente analisadas, a demanda energética e a estrutura física do
local. A partir de então, é elaborado um projeto específico onde serão
determinados a potência de produção instalada, os equipamentos
necessários e o dimensionamento do serviço completo.
Financiamentos
bancários
Atualmente, diversos bancos públicos e privados já possuem linhas de crédito específicas e
condições especiais para o financiamento de Energia Solar. O processo de contratação do
financiamento fica a cargo do cliente, tendo à sua disposição todo o suporte e acompanhamento
da Sunergia.
investimentos e prazos
Fluxo de Caixa Acumulado – Investimento e recuperação
O tempo de recuperação do investimento (Payback) varia conforme cada projeto. Se a
opção for o financiamento bancário, o custo mensal poderá situar-se na média já reduzida
da própria conta de luz, até a quitação do financiamento, uma vez que o sistema
esteja em funcionamento e homologado pela distribuidora. Daí em diante, a economia
é cumulativa.
Confira no gráfico um exemplo ilustrado desse fluxo.
investimentos e prazos
Fluxo de Caixa Acumulado
Total de duas décadas e meia
A economia proporcionada é o triplo do valor investido
Projeto e procedimentos
Proposta
Turn Key
A Sunergia trabalha com a proposta Turn Key, um serviço completo de Energia Solar que inclui:
Estudo de demanda elétrica
Cálculos de potência
Fluxo financeiro (investimento/recuperação)
Desenho técnico
Aquisição e logística de materiais
Assessoria junto à distribuidora de energia
Instalação
Ativação
Orientação
Suporte técnico
Na apresentação do projeto e orçamento, são informadas todas as características técnicas dos
produtos utilizados, fabricantes e marcas, prazo de garantia e demais informações.
Para a contratação, é estabelecido um contrato de prestação de serviços com a Sunergia,
responsável também, pelo faturamento e por emitir as notas fiscais separadamente. Já a nota
fiscal de produtos, é expedida diretamente pelo fabricante (emissão direta).
A avaliação técnica e a elaboração do orçamento são feitas sem qualquer compromisso.
Proposta Turn Key Projeto e procedimentos
Tecnologia digital
Software PV SOL
Durante a análise de cada projeto, nossos engenheiros contam com a avançada ferramenta digital PV SOL,
um software alemão que auxilia de forma minuciosa e detalhada na composição de um relatório completo
com os dados de cada projeto específico, permitindo ao cliente visualizar toda a sua dimensão técnica. As
informações deste relatório incluem:
Fluxo de caixa contendo o tempo de
recuperação financeira (Payback) e
economia ao longo de 25 anos
Informações climáticas de irradiação solar
Características do kit fotovoltaico (Potência
do gerador, rendimento, quantidade de
módulos e de conversores etc.)
Visualização 3D da Área Ocupada
Rendimento mensal e anual específico
em Kwh–performance
Emissões de CO² evitadas
Outras informações.
Software PV SOL
Institucional
Institucional
A Sunergia é uma empresa de engenharia especializada em projetos de energia elétrica solar, que
oferece ao mercado uma proposta completa de atendimento e suporte às necessidades de
Autogeração elétrica, desde o planejamento até a ativação final do sistema, respeitando o meio
ambiente e permitindo ampla otimização financeira, seguindo com transparência e estabelecendo
um rigoroso controle de qualidade em todos os processos e instalações.
Missão Difundir e consolidar a energia elétrica solar como fonte preferencial pelo consumidor brasileiro.
Visão Ser compreendida como sinônimo de energia elétrica
Nossos valores: Ética, transparência, zelo, perícia e autonomia.
Nossa Filosofia é trabalhar com total conhecimento técnico, para realizar todos os processos de
forma organizada, plena e transversal, de modo a integrar todas as áreas envolvidas no projeto,
em busca de constante aprimoramento.
Nossa equipe de instalação é formada por engenheiros, técnicos e auxiliares habilitados para
trabalhos em altura, conforme as determinações das Normas Regulamentadoras correspondentes,
utilizando equipamentos de segurança e ferramentas de alta qualidade e performance.
Com Sol tudo melhora
www.sunergia.com.br
contato@sunergia.com.br
Fone: 11 3172-1990
Nas redes sociais
Edifício Lloyd Tower Empresarial
Rua Itapura, 300, Conjunto 602
Tatuapé, São Paulo-SP
CEP 03310-000

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila de-negócios-em-energia-solar
Apostila de-negócios-em-energia-solarApostila de-negócios-em-energia-solar
Apostila de-negócios-em-energia-solar
Clodomiro Unsihuay Vila
 
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia SolarSolar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Thales Araujo
 
Projeto energia solar Tracker CSI Automação
Projeto energia solar Tracker CSI AutomaçãoProjeto energia solar Tracker CSI Automação
Projeto energia solar Tracker CSI Automação
Pedro Carvalho
 
Redução de Custos com Energia Elétrica
Redução de Custos com Energia ElétricaRedução de Custos com Energia Elétrica
Redução de Custos com Energia Elétrica
Marcio Machado
 
Mercado Brasileiro Fotovoltaico
Mercado Brasileiro FotovoltaicoMercado Brasileiro Fotovoltaico
Mercado Brasileiro Fotovoltaico
Prime Work Consultoria
 
Energia Solar Fotovoltaica - Cehap PB
Energia Solar Fotovoltaica - Cehap PBEnergia Solar Fotovoltaica - Cehap PB
Energia Solar Fotovoltaica - Cehap PB
Associação Cohabs
 
Cartilha solar
Cartilha solarCartilha solar
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
slides-mci
 
Perguntas frequentes de Energia Solar
Perguntas frequentes de Energia SolarPerguntas frequentes de Energia Solar
Perguntas frequentes de Energia Solar
Armando Ferreira Alvferreira
 
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Reflexões sobre energia no Brasil - Geração Distribuída
Reflexões sobre energia no Brasil - Geração DistribuídaReflexões sobre energia no Brasil - Geração Distribuída
Reflexões sobre energia no Brasil - Geração Distribuída
José Roberto Branco Ramos Filho
 
Geração Fotovoltáica - Abesco
Geração Fotovoltáica - AbescoGeração Fotovoltáica - Abesco
Geração Fotovoltáica - Abesco
Flavio Casemiro
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
KwaraEnergia
 
Primer fotovoltaicos
Primer fotovoltaicosPrimer fotovoltaicos
Primer fotovoltaicos
J.C. F.
 
Mercado de-energia-elétrica-focando-a-geração-distribuída-roberto-devienne-fi...
Mercado de-energia-elétrica-focando-a-geração-distribuída-roberto-devienne-fi...Mercado de-energia-elétrica-focando-a-geração-distribuída-roberto-devienne-fi...
Mercado de-energia-elétrica-focando-a-geração-distribuída-roberto-devienne-fi...
Rafael Celso Pereira
 
Regulamentação de Geração Distribuida
Regulamentação de Geração DistribuidaRegulamentação de Geração Distribuida
Regulamentação de Geração Distribuida
Tamires Silva
 
Apresentação atria kits residenciais e comerciais (colocar senha) final internet
Apresentação atria kits residenciais e comerciais (colocar senha) final internetApresentação atria kits residenciais e comerciais (colocar senha) final internet
Apresentação atria kits residenciais e comerciais (colocar senha) final internet
Wesley Barbosa
 
Resolucao aneel microgeracao (1)
Resolucao aneel   microgeracao (1)Resolucao aneel   microgeracao (1)
Resolucao aneel microgeracao (1)
Victor Ha-Kã Azevedo
 
Curso instalador-de-sistemas-fotovoltaicos-2014-solenerg
Curso instalador-de-sistemas-fotovoltaicos-2014-solenergCurso instalador-de-sistemas-fotovoltaicos-2014-solenerg
Curso instalador-de-sistemas-fotovoltaicos-2014-solenerg
Valdineilao Lao
 
1019 3558-2-pb
1019 3558-2-pb1019 3558-2-pb
1019 3558-2-pb
Henrique Farias
 

Mais procurados (20)

Apostila de-negócios-em-energia-solar
Apostila de-negócios-em-energia-solarApostila de-negócios-em-energia-solar
Apostila de-negócios-em-energia-solar
 
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia SolarSolar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
Solar Consult - Dúvidas para Aquisição de Sistemas de Energia Solar
 
Projeto energia solar Tracker CSI Automação
Projeto energia solar Tracker CSI AutomaçãoProjeto energia solar Tracker CSI Automação
Projeto energia solar Tracker CSI Automação
 
Redução de Custos com Energia Elétrica
Redução de Custos com Energia ElétricaRedução de Custos com Energia Elétrica
Redução de Custos com Energia Elétrica
 
Mercado Brasileiro Fotovoltaico
Mercado Brasileiro FotovoltaicoMercado Brasileiro Fotovoltaico
Mercado Brasileiro Fotovoltaico
 
Energia Solar Fotovoltaica - Cehap PB
Energia Solar Fotovoltaica - Cehap PBEnergia Solar Fotovoltaica - Cehap PB
Energia Solar Fotovoltaica - Cehap PB
 
Cartilha solar
Cartilha solarCartilha solar
Cartilha solar
 
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
 
Perguntas frequentes de Energia Solar
Perguntas frequentes de Energia SolarPerguntas frequentes de Energia Solar
Perguntas frequentes de Energia Solar
 
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
 
Reflexões sobre energia no Brasil - Geração Distribuída
Reflexões sobre energia no Brasil - Geração DistribuídaReflexões sobre energia no Brasil - Geração Distribuída
Reflexões sobre energia no Brasil - Geração Distribuída
 
Geração Fotovoltáica - Abesco
Geração Fotovoltáica - AbescoGeração Fotovoltáica - Abesco
Geração Fotovoltáica - Abesco
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Primer fotovoltaicos
Primer fotovoltaicosPrimer fotovoltaicos
Primer fotovoltaicos
 
Mercado de-energia-elétrica-focando-a-geração-distribuída-roberto-devienne-fi...
Mercado de-energia-elétrica-focando-a-geração-distribuída-roberto-devienne-fi...Mercado de-energia-elétrica-focando-a-geração-distribuída-roberto-devienne-fi...
Mercado de-energia-elétrica-focando-a-geração-distribuída-roberto-devienne-fi...
 
Regulamentação de Geração Distribuida
Regulamentação de Geração DistribuidaRegulamentação de Geração Distribuida
Regulamentação de Geração Distribuida
 
Apresentação atria kits residenciais e comerciais (colocar senha) final internet
Apresentação atria kits residenciais e comerciais (colocar senha) final internetApresentação atria kits residenciais e comerciais (colocar senha) final internet
Apresentação atria kits residenciais e comerciais (colocar senha) final internet
 
Resolucao aneel microgeracao (1)
Resolucao aneel   microgeracao (1)Resolucao aneel   microgeracao (1)
Resolucao aneel microgeracao (1)
 
Curso instalador-de-sistemas-fotovoltaicos-2014-solenerg
Curso instalador-de-sistemas-fotovoltaicos-2014-solenergCurso instalador-de-sistemas-fotovoltaicos-2014-solenerg
Curso instalador-de-sistemas-fotovoltaicos-2014-solenerg
 
1019 3558-2-pb
1019 3558-2-pb1019 3558-2-pb
1019 3558-2-pb
 

Semelhante a Apresentacão - sunergia | energia solar

Apresentação neo cliente.pdf
Apresentação neo cliente.pdfApresentação neo cliente.pdf
Apresentação neo cliente.pdf
AcimarTRocha
 
SGS-Brasil-Usinas-Clube-Solar.pptx
SGS-Brasil-Usinas-Clube-Solar.pptxSGS-Brasil-Usinas-Clube-Solar.pptx
SGS-Brasil-Usinas-Clube-Solar.pptx
WildsonRufinodeCarva1
 
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptxEbook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
FrancieledeLiberoEsp
 
Tenha Usina de Geração de Energia Solar em sua casa ou empresa.
Tenha Usina de Geração de Energia Solar em sua casa ou empresa.Tenha Usina de Geração de Energia Solar em sua casa ou empresa.
Tenha Usina de Geração de Energia Solar em sua casa ou empresa.
Daniel Colman
 
Modelos de negocio_gd_cela
Modelos de negocio_gd_celaModelos de negocio_gd_cela
Modelos de negocio_gd_cela
AGNALDO FAISSAL DUTRA
 
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
CPFL Energia
 
SBI.INT.005-R01
SBI.INT.005-R01SBI.INT.005-R01
SBI.INT.005-R01
Jorge Paulo Fernandes
 
SBI.INT.005-R01
SBI.INT.005-R01SBI.INT.005-R01
SBI.INT.005-R01
Miguel Saramago Diogo
 
Geração Distribuída de Energia Elétrica (Seminário Internacional - Impactos d...
Geração Distribuída de Energia Elétrica (Seminário Internacional - Impactos d...Geração Distribuída de Energia Elétrica (Seminário Internacional - Impactos d...
Geração Distribuída de Energia Elétrica (Seminário Internacional - Impactos d...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Geração Distribuida_.ppsx
Geração Distribuida_.ppsxGeração Distribuida_.ppsx
Geração Distribuida_.ppsx
imairodallacosta
 
Smart solutions SMA
Smart solutions SMASmart solutions SMA
Smart solutions SMA
Krannich Solar Portugal
 
Caderno4capa
Caderno4capaCaderno4capa
Câmara de comercialização de energia elétrica ccee - luiz eduardo barata
Câmara de comercialização de energia elétrica   ccee - luiz eduardo barataCâmara de comercialização de energia elétrica   ccee - luiz eduardo barata
Câmara de comercialização de energia elétrica ccee - luiz eduardo barata
Israel Cabral
 
Energia solar - Sistema Grid-tie
Energia solar - Sistema Grid-tieEnergia solar - Sistema Grid-tie
Energia solar - Sistema Grid-tie
Anderson Tavares
 
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência EnergéticaOs Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
slides-mci
 
Aprenda instale-economize com energia solar residencial 1
Aprenda instale-economize com energia solar residencial 1Aprenda instale-economize com energia solar residencial 1
Aprenda instale-economize com energia solar residencial 1
Arnaldo M. Botteon
 
Cabos instalações fotovoltaicas.pdf
Cabos instalações fotovoltaicas.pdfCabos instalações fotovoltaicas.pdf
Cabos instalações fotovoltaicas.pdf
Rômulo Sanzio Rodrigues Xavier
 
Estudo de Viabilidade de Energia Solar Fotovoltaca
Estudo de Viabilidade de Energia Solar FotovoltacaEstudo de Viabilidade de Energia Solar Fotovoltaca
Estudo de Viabilidade de Energia Solar Fotovoltaca
MaviaelMAmorim
 
Escola da-energia-energia-fotovoltaica-guia-prático-de-dimensionamento
Escola da-energia-energia-fotovoltaica-guia-prático-de-dimensionamentoEscola da-energia-energia-fotovoltaica-guia-prático-de-dimensionamento
Escola da-energia-energia-fotovoltaica-guia-prático-de-dimensionamento
Clodomiro Unsihuay Vila
 
IntersolarSA_WebinarModelosdeNegocios_MarcioTakata.pdf
IntersolarSA_WebinarModelosdeNegocios_MarcioTakata.pdfIntersolarSA_WebinarModelosdeNegocios_MarcioTakata.pdf
IntersolarSA_WebinarModelosdeNegocios_MarcioTakata.pdf
NaiaraMendes13
 

Semelhante a Apresentacão - sunergia | energia solar (20)

Apresentação neo cliente.pdf
Apresentação neo cliente.pdfApresentação neo cliente.pdf
Apresentação neo cliente.pdf
 
SGS-Brasil-Usinas-Clube-Solar.pptx
SGS-Brasil-Usinas-Clube-Solar.pptxSGS-Brasil-Usinas-Clube-Solar.pptx
SGS-Brasil-Usinas-Clube-Solar.pptx
 
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptxEbook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
Ebook_2_-_Como_funciona_a_energia_solar_fotovoltaica_para_empresas.pptx
 
Tenha Usina de Geração de Energia Solar em sua casa ou empresa.
Tenha Usina de Geração de Energia Solar em sua casa ou empresa.Tenha Usina de Geração de Energia Solar em sua casa ou empresa.
Tenha Usina de Geração de Energia Solar em sua casa ou empresa.
 
Modelos de negocio_gd_cela
Modelos de negocio_gd_celaModelos de negocio_gd_cela
Modelos de negocio_gd_cela
 
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
 
SBI.INT.005-R01
SBI.INT.005-R01SBI.INT.005-R01
SBI.INT.005-R01
 
SBI.INT.005-R01
SBI.INT.005-R01SBI.INT.005-R01
SBI.INT.005-R01
 
Geração Distribuída de Energia Elétrica (Seminário Internacional - Impactos d...
Geração Distribuída de Energia Elétrica (Seminário Internacional - Impactos d...Geração Distribuída de Energia Elétrica (Seminário Internacional - Impactos d...
Geração Distribuída de Energia Elétrica (Seminário Internacional - Impactos d...
 
Geração Distribuida_.ppsx
Geração Distribuida_.ppsxGeração Distribuida_.ppsx
Geração Distribuida_.ppsx
 
Smart solutions SMA
Smart solutions SMASmart solutions SMA
Smart solutions SMA
 
Caderno4capa
Caderno4capaCaderno4capa
Caderno4capa
 
Câmara de comercialização de energia elétrica ccee - luiz eduardo barata
Câmara de comercialização de energia elétrica   ccee - luiz eduardo barataCâmara de comercialização de energia elétrica   ccee - luiz eduardo barata
Câmara de comercialização de energia elétrica ccee - luiz eduardo barata
 
Energia solar - Sistema Grid-tie
Energia solar - Sistema Grid-tieEnergia solar - Sistema Grid-tie
Energia solar - Sistema Grid-tie
 
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência EnergéticaOs Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
 
Aprenda instale-economize com energia solar residencial 1
Aprenda instale-economize com energia solar residencial 1Aprenda instale-economize com energia solar residencial 1
Aprenda instale-economize com energia solar residencial 1
 
Cabos instalações fotovoltaicas.pdf
Cabos instalações fotovoltaicas.pdfCabos instalações fotovoltaicas.pdf
Cabos instalações fotovoltaicas.pdf
 
Estudo de Viabilidade de Energia Solar Fotovoltaca
Estudo de Viabilidade de Energia Solar FotovoltacaEstudo de Viabilidade de Energia Solar Fotovoltaca
Estudo de Viabilidade de Energia Solar Fotovoltaca
 
Escola da-energia-energia-fotovoltaica-guia-prático-de-dimensionamento
Escola da-energia-energia-fotovoltaica-guia-prático-de-dimensionamentoEscola da-energia-energia-fotovoltaica-guia-prático-de-dimensionamento
Escola da-energia-energia-fotovoltaica-guia-prático-de-dimensionamento
 
IntersolarSA_WebinarModelosdeNegocios_MarcioTakata.pdf
IntersolarSA_WebinarModelosdeNegocios_MarcioTakata.pdfIntersolarSA_WebinarModelosdeNegocios_MarcioTakata.pdf
IntersolarSA_WebinarModelosdeNegocios_MarcioTakata.pdf
 

Último

História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 

Último (7)

História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 

Apresentacão - sunergia | energia solar

  • 1. Energia Elétrica Solar Fotovoltaica Alternativa em eletricidade e muita economia
  • 2. Com Sol tudo melhora A Tecnologia Fotovoltaica é uma alternativa muito econômica, avançada, difundida pelo mundo, e agora se consolida comercialmente no Brasil. Todos os anos o Sol emite no Planeta Terra uma quantidade de energia milhares de vezes superior à toda energia consumida pelo homem. Aproveitá-la, além de gerar muita economia, significa também preservação ambiental e respeito ao futuro de todos. É uma fonte de energia 100% limpa e inesgotável.
  • 3. Energia Elétrica Solar A energia Slide 04 O Kit Fotovoltaico Slide 06 Geração Distribuída e Sistema de Compensação Slide 10 Economia Economia na conta de luz Slide 15 Quanto investir? Slide 15 Financiamentos bancários Slide 15 Fluxo de caixa Acumulado Investimento e recuperação Slide 16 Engenharia Elétrica O serviço: Turn Key: Projeto Slide 17 Tecnologia digital Slide 19 Institucional A empresa Slide 21
  • 4. Energia Elétrica Solar Fotovoltaica
  • 5. Energia Elétrica Solar Fotovoltaica Trata-se da produção de eletricidade para uso geral de empresas e residências, utilizando-se a luz do Sol (fótons) capturada em células de Silício. É uma alternativa muito econômica, avançada e difundida pelo mundo. Utilizada há quase cinquenta anos em estações espaciais; agora se consolida comercialmente no Brasil. A parceria entre Brasil e Alemanha, referência neste campo, favorece nossos padrões de qualidade. Todos os anos o Sol emite no Planeta Terra uma quantidade de energia milhares de vezes superior à toda energia consumida pelo homem. Aproveitá-la, além de gerar muita economia, significa também preservação ambiental e respeito ao futuro de todos. É uma fonte de energia 100% limpa e inesgotável.
  • 6. O Kit Fotovoltaico Célula fotovoltaica é uma placa de Silício, do tamanho da palma da mão, que ao receber luz permite que os elétrons desse material se movimentem, produzindo então a corrente elétrica contínua. O módulo (painel/placa) Fotovoltaico é o agrupamento de várias células numa única placa. São instalados em áreas com plena incidência de luz solar, preferencialmente telhados, ou então no solo, desde que livre de sombras. O processo é simples: são fixados com parafusos por pequenas alças de sua própria estrutura. Então, conectores e fios conduzem a energia até o Inversor (Conversor), aparelho que transforma corrente elétrica contínua (CC) em corrente elétrica alternada (CA) – o tipo convencional de eletricidade, alta ou baixa tensão. Esse conjunto (Kit) de equipamentos constitui o Gerador Fotovoltaico.
  • 7. O Kit Fotovoltaico Quando em operação, o sistema atende à demanda imediata de consumo e o excedente produzido é destinado para a rede elétrica pública, sendo totalmente contabilizado como créditos em carga elétrica a serem consumidos na ausência da geração solar. Durante a noite, a rede pública fornece energia normalmente. Esse fluxo constante de energia (geração e consumo) é registrado pelo Relógio Bidirecional, aparelho que substitui o medidor tradicional (Relógio de Luz). É possível monitorar a geração e o consumo via aplicativos digitais em tempo real. (Mais informações em Geração Distribuída) Os equipamentos têm longa durabilidade. Os painéis operam com eficiência produtiva acima de 85% por 25 anos e têm prazo de garantia de 12 anos, dado pelo fabricante. O Conversor possui garantia de fábrica de 7 anos. Trata-se de um produto de engenharia com altíssimo valor agregado. A manutenção é pequena, tratando-se apenas de limpar a superfície dos painéis para remover a poeira, com um pano úmido, pouquíssimas vezes ao ano, pois a própria chuva também realiza esse processo.
  • 8. O Kit Fotovoltaico 60 Meses, respectivamente Fazendo uma simples comparação, a rede elétrica pública funcionaria como se fosse seu estoque de eletricidade, é a chamada ‘Bateria Virtual’ Relógio Bidirecional consumo e acúmulo constantes, atualizados e debitados mensalmente Uso geral Conversor eletricidade Duplo fluxo de energia
  • 9. O Kit Fotovoltaico A qualquer momento é possível monitorar pelo celular sua geração elétrica e o consumo em tempo real através do aplicativo móbile fornecido pelo fabricante. O próprio Conversor envia as informações via internet, sendo possível consultar os créditos acumulados todo mês. Conversor eletricidade
  • 10. Geração Distribuída Sistema de Compensação O procedimento de gerar a própria energia elétrica (Autogeração), consumir o necessário e enviar o excedente para a rede pública, chama-se Geração Distribuída, estabelecido pela *REN nº 482/2012, da ANEEL, que por sua vez determina o Sistema de Compensação de Energia Elétrica, onde o total de energia enviada para a rede pública e não consumida durante o mês, é contabilizado como créditos em carga elétrica que serão imediatamente debitados nas próximas contas, caso a Autogeração não supra a demanda mensal total. A validade dos créditos é de 60 meses. Dentro desse sistema, a região atendida por uma mesma distribuidora (Exemplo: Estado de São Paulo – Eletropaulo), permite ainda três condições complementares: Autogeração Compartilhada; Auto Consumo Remoto: Empreendimento com Múltiplas Unidades Consumidoras: * REN: Resolução Normativa | ANEEL: Agência Nacional de Energia Elétrica
  • 11. Geração Distribuída Sistema de Compensação Autogeração Compartilhada; uma ou mais Pessoas Físicas ou Jurídicas estabelecem breve acordo contratual, e para cada uma das unidades consumidoras (empresa ou residência) é destinado um percentual, previamente estabelecido, da energia elétrica produzida por um dos integrantes. imagens meramente ilustrativas
  • 12. Geração Distribuída Sistema de Compensação Auto Consumo Remoto: A energia é produzida num local e consumida em outro, bastando estarem ambos os contratos (contas de luz) no mesmo CPF ou CNPJ, podendo ser inclusive em cidades diferentes, porém na mesma distribuidora. Locais diferentes, mesma distribuidora de energia
  • 13. Geração Distribuída Sistema de Compensação Empreendimento com Múltiplas Unidades Consumidoras: funciona de modo similar a Autogeração Compartilhada, porém o apontamento do percentual de consumo de energia é feito dentro de um mesmo local (endereço), e dividido entre os vários pontos de consumo (condomínios ou cooperativas).
  • 15. Economia na conta de luz O preço da energia elétrica sofre aumentos anuais que podem passar dos 40%. Com a Autogeração seus gastos com eletricidade serão largamente reduzidos, proporcionando ao longo de mais de 25 anos uma economia cumulativa de grandes proporções. A conta de luz não alcança o custo zero, pois existem os encargos de contratação do serviço junto à distribuidora, mas a economia pode ultrapassar os 90%, conforme o projeto contratado. Quanto investir? O investimento necessário varia conforme o consumo elétrico, e são previamente analisadas, a demanda energética e a estrutura física do local. A partir de então, é elaborado um projeto específico onde serão determinados a potência de produção instalada, os equipamentos necessários e o dimensionamento do serviço completo. Financiamentos bancários Atualmente, diversos bancos públicos e privados já possuem linhas de crédito específicas e condições especiais para o financiamento de Energia Solar. O processo de contratação do financiamento fica a cargo do cliente, tendo à sua disposição todo o suporte e acompanhamento da Sunergia. investimentos e prazos
  • 16. Fluxo de Caixa Acumulado – Investimento e recuperação O tempo de recuperação do investimento (Payback) varia conforme cada projeto. Se a opção for o financiamento bancário, o custo mensal poderá situar-se na média já reduzida da própria conta de luz, até a quitação do financiamento, uma vez que o sistema esteja em funcionamento e homologado pela distribuidora. Daí em diante, a economia é cumulativa. Confira no gráfico um exemplo ilustrado desse fluxo. investimentos e prazos Fluxo de Caixa Acumulado Total de duas décadas e meia A economia proporcionada é o triplo do valor investido
  • 18. A Sunergia trabalha com a proposta Turn Key, um serviço completo de Energia Solar que inclui: Estudo de demanda elétrica Cálculos de potência Fluxo financeiro (investimento/recuperação) Desenho técnico Aquisição e logística de materiais Assessoria junto à distribuidora de energia Instalação Ativação Orientação Suporte técnico Na apresentação do projeto e orçamento, são informadas todas as características técnicas dos produtos utilizados, fabricantes e marcas, prazo de garantia e demais informações. Para a contratação, é estabelecido um contrato de prestação de serviços com a Sunergia, responsável também, pelo faturamento e por emitir as notas fiscais separadamente. Já a nota fiscal de produtos, é expedida diretamente pelo fabricante (emissão direta). A avaliação técnica e a elaboração do orçamento são feitas sem qualquer compromisso. Proposta Turn Key Projeto e procedimentos
  • 20. Durante a análise de cada projeto, nossos engenheiros contam com a avançada ferramenta digital PV SOL, um software alemão que auxilia de forma minuciosa e detalhada na composição de um relatório completo com os dados de cada projeto específico, permitindo ao cliente visualizar toda a sua dimensão técnica. As informações deste relatório incluem: Fluxo de caixa contendo o tempo de recuperação financeira (Payback) e economia ao longo de 25 anos Informações climáticas de irradiação solar Características do kit fotovoltaico (Potência do gerador, rendimento, quantidade de módulos e de conversores etc.) Visualização 3D da Área Ocupada Rendimento mensal e anual específico em Kwh–performance Emissões de CO² evitadas Outras informações. Software PV SOL
  • 22. Institucional A Sunergia é uma empresa de engenharia especializada em projetos de energia elétrica solar, que oferece ao mercado uma proposta completa de atendimento e suporte às necessidades de Autogeração elétrica, desde o planejamento até a ativação final do sistema, respeitando o meio ambiente e permitindo ampla otimização financeira, seguindo com transparência e estabelecendo um rigoroso controle de qualidade em todos os processos e instalações. Missão Difundir e consolidar a energia elétrica solar como fonte preferencial pelo consumidor brasileiro. Visão Ser compreendida como sinônimo de energia elétrica Nossos valores: Ética, transparência, zelo, perícia e autonomia. Nossa Filosofia é trabalhar com total conhecimento técnico, para realizar todos os processos de forma organizada, plena e transversal, de modo a integrar todas as áreas envolvidas no projeto, em busca de constante aprimoramento. Nossa equipe de instalação é formada por engenheiros, técnicos e auxiliares habilitados para trabalhos em altura, conforme as determinações das Normas Regulamentadoras correspondentes, utilizando equipamentos de segurança e ferramentas de alta qualidade e performance.
  • 23. Com Sol tudo melhora
  • 24. www.sunergia.com.br contato@sunergia.com.br Fone: 11 3172-1990 Nas redes sociais Edifício Lloyd Tower Empresarial Rua Itapura, 300, Conjunto 602 Tatuapé, São Paulo-SP CEP 03310-000