SlideShare uma empresa Scribd logo
30/06/2016
1
www.ciccopn.pt
armenia.vilasboas@ciccopn.pt
TÍTULO
"8D – método estruturado de
resolução de problemas" e os
"poka-yoke"
José Carlos Sá
30/06/2016
2
3
Numa filosofia 8D este tipo de mentalidade não é permitida
4
O que são problemas?
• O que nos separa das nossas metas e objetivos
• Condições não-desejáveis, nos produtos e
processos
• Potenciais ou oportunidades de melhoria
30/06/2016
3
5
Porque é que não se resolvem os
problemas?
• Descrição incorreta do problema
• Confusão entre “SINTOMAS” e “PROBLEMA”
• Ignorar alguns passos para a resolução de
problemas
6
• Não há um processo lógico
• Precipitação no processo de resolução de
problemas
• Pouca participação da equipa
• Falta de conhecimentos técnicos
Porque é que não se resolvem os
problemas?
30/06/2016
4
7
• Falta de paciência da Gestão de Topo
• Confusão entre causas potenciais e causas-raiz
• Falta de implementação das ações corretivas
permanentes
• Falta de registo de informação
Porque é que não se resolvem os
problemas?
8
Onde estão os sintomas?
• Stocks temporários
• Transporte manual de peças pesadas
• Contagem de peças
• Introdução de números de inventário no computador
30/06/2016
5
9
Onde estão os sintomas?
• Olhar para a máquina a trabalhar
• Transporte de peças através de grandes distâncias
• Sobreprodução
• Acumulação de inventário
10
Onde estão os sintomas?
• Esperar por peças ou materiais
• Avarias nas máquinas
• Procurar ferramentas
• Retrabalho
• Defeitos
30/06/2016
6
11
Onde estão os sintomas?
• Falta de peças
• Peças defeituosas
• Peças enganadas (obsoletas)
• Atrasos no processamento de documentos
• Decisões burocráticas
12
Como resolver os problemas?
• Temos que utilizar e aumentar a nossa perceção sobre
os problemas e a nossa capacidade para os solucionar…
• … e não enterrar a cabeça na areia como as
avestruzes!!!
30/06/2016
7
13
Abordagens à resolução de problemas –
“BOMBEIROS”
• As pessoas “saltam” de problema em problema apenas
com tempo suficiente para respirar
• Não há prioridades (é o que vier primeiro)
• Os objetivos normalmente esquecem-se
• A motivação e o entusiasmo pelo trabalho desaparecem
14
Abordagens à resolução de problemas –
PROACTIVA
• Reconhecer a existência de problemas
• Tomar a iniciativa
• Utilização de números, dados e factos
• Determinar que problemas podem aparecer
• Implementar ações preventivas
30/06/2016
8
15
As regras básicas da resolução de
problemas
• Dar as boas-vindas aos problemas
– Considerar os problemas como sendo oportunidades
• Os “Nossos” problemas, e não os “deles”
– Não procurar culpados
• Seguir um método estruturado
– Ex. 8D
16
As regras básicas da resolução de
problemas
• Utilizar as ferramentas adequadas
– As 7 ferramentas básicas da qualidade (por exemplo)
• Falar sempre com dados
– Não assumir nada, nem fazer conjeturas
• Manter a concentração no problema
– Ajuda muito, mas há que seguir um método sistémico
30/06/2016
9
17
Benefícios dos 8D
• Dá-nos o caminho mais rápido para uma solução eficaz
• Garante o desenvolvimento de um plano de ações
consensual
• Proporciona objetivos consensuais
18
O método deverá ser utilizado na sua totalidade
quando:
A causa do problema é-nos desconhecida;
A resolução do problema está para além das
capacidades de uma só pessoa;
A gravidade do problema exige que haja uma
equipa envolvida.
O método…
30/06/2016
10
19
O processo de resolução de problemas em equipa
consiste numa sequência de fases, as quais
deveram ser seguidas a partir de um momento em
que um problema é detetado.
O método…
20
8D
O sistema de resolução de problemas consiste num
método para resolver problemas e tomada de
decisões quando as suas causas são desconhecidas.
30/06/2016
11
21
D1 - Atribuição do Grupo
Responsável
22
Objetivos do passo D1
• Estabelecer um pequeno grupo de pessoas com:
Conhecimento do produto e/ou processo
Tempo disponível para o 8D
Autoridade
Competência
Capacidade
30/06/2016
12
23
D2 - Descrição do
Problema
24
Objetivos do passo D2
• Desenvolver a declaração do problema
• Desenvolver a descrição do problema
• Distinguir entre declaração e descrição
• Identificar “O Que” é que está mal com “O Quê”
• Detalhar o problema em termos quantificáveis
• Método “É / Não É”
30/06/2016
13
25
Ferramentas auxiliares e informação
necessária
• Relatórios de Não-Conformidades
• Desvios aprovados
• Listas de Verificação / “Checklists”
• SPC / Planos de Amostragem
• Gráficos de tendências
26
Ferramentas auxiliares e informação
necessária
• Diagramas de dispersão
• Inspecção Visual
• Entrevistas com clientes
• Relatórios 8D anteriores
30/06/2016
14
27
D3 – Desenvolvimento de
Ação de Contenção
28
Objectivos do passo D3
• Definir, verificar e implementar Acções Temporárias
de Contenção
• Validação da eficácia das acções de contenção
30/06/2016
15
29
Ferramentas Auxiliares e Informação
Necessária
• Relatórios de Não-Conformidades
• Desvios aprovados
• Listas de Verificação / “checklists”
• SPC / Planos de Amostragem
• Gráficos de Tendências
30
Ferramentas Auxiliares e Informação
Necessária
• Procedimentos
• Diagramas de Dispersão
• Inspecção Visual
• Entrevistas com os clientes
• Relatórios 8D anteriores
30/06/2016
16
31
As Razões para o D3 são…
• Protecção do cliente do efeito do problema
• Limitar os custos da qualidade e a duração do
problema
• Ganhar o “tempo útil” suficiente para investigar a
causa-raiz e implementar as acções correctivas
permanentes
32
D4 – Investigação de
Causas de Raiz e Pontos
de Escape
30/06/2016
17
Objetivos do Passo D4
• Isolar e verificar as causas-raiz
• Testar todas as causas possíveis com a descrição do
problema e com dados
• Isolar e verificar o ponto em que a causa devia ter
sido detetada, mas não foi (“ponto-de-fuga”)
Ferramentas Auxiliares e Informação
Necessária
• Relatórios de Não-Conformidades
• Desvios aprovados
• Listas de Verificação / “checklists”
• SPC / Planos de Amostragem
• Gráficos de Tendências
• Procedimentos
30/06/2016
18
• Diagramas de Dispersão
• Inspeção Visual
• Entrevistas com os Clientes
• Relatórios 8D anteriores
Ferramentas Auxiliares e Informação
Necessária
Terminologia Relacionada com a Causa-raiz
• Causa Possível – qualquer causa identificada no
Diagrama de Causa-Efeito que descreve como é que
um efeito pode ocorrer
30/06/2016
19
Terminologia Relacionada com a Causa-raiz
• Causa-raiz Potencial – podem ser várias, o problema
terá que ser verificado e não podem ser eliminadas
baseando-se apenas nos dados disponíveis (uma
potencial causa-raiz pode requerer uma ação
preventiva D7)
30/06/2016
20
39
D5 – Escolha e Verificação
das Ações Corretivas
Objetivos do Passo D5
• Selecionar a melhor ação corretiva permanente para
remover a causa-raiz
• Selecionar a melhor ação corretiva permanente para
alterar o “ponto de fuga”
30/06/2016
21
Objectivos do Passo D5
• Verificação da eficácia dessas acções
• Verificação que estas acções não vão provocar
efeitos indesejados
• Relatórios de Não-Conformidades
• Desvios aprovados
• Listas de Verificação / “checklists”
• SPC / Planos de Amostragem
• Gráficos de Tendências
Ferramentas Auxiliares e
Informação Necessária
30/06/2016
22
• Procedimentos
• Diagramas de Dispersão
• Inspeção Visual
• Entrevistas com os Clientes
• Relatórios 8D anteriores
Ferramentas Auxiliares e
Informação Necessária
44
D6 – Implementar e Validar
a Eficácia das Ações
Corretivas
30/06/2016
23
Objectivos do Passo D6
• Planear e implementar as ações corretivas
permanentes
• Remoção das ações temporárias de contenção
• Validação das ações corretivas permanentes
• Seguimento dos resultados a longo-prazo
• Gráficos PERT
• Gráficos GANTT
• Planos de acções
• Fluxogramas
• FMEA’s
Ferramentas Auxiliares e
Informação Necessária
30/06/2016
24
• QFD’s
• Análise É / Não É
• Lista de Materiais “BOM – Bill-of-Materials”
• Procedimentos
• Alterações aprovadas
Ferramentas Auxiliares e
Informação Necessária
• Métodos de teste
• Amostras aprovadas
• SPC
• Estudos da capacidade dos processos
• Relatórios 8D anteriores
Ferramentas Auxiliares e
Informação Necessária
30/06/2016
25
49
D7 – Prevenir
Recorrências
50
D7 – Prevenir Recorrências
Modificar os sistemas de gestão, os sistemas
operadores, as práticas e os procedimentos, para evitar
a repetição deste problema e de todos os problemas
semelhantes.
30/06/2016
26
51
indicação do FMEA ou Plano de Controlo no qual o
defeito foi adicionado
indicação dos procedimentos ou instruções de trabalho
que foram modificados para refletir melhoramentos em
processos sujeitos a falha humana
outras áreas que podem também ser afetadas pelo
problema e foram informadas da ação corretiva
D7 – Prevenir Recorrências
52
D8 – Sistema de
Reconhecimento
30/06/2016
27
53
D8 – Sistema de Reconhecimento
Encerramento da solução do problema
– Data da reunião de encerramento da equipa e
avaliação do processo de resolução do
problema
– Reconheça publicamente e comemore o
esforço coletivo da equipa
54
O método de resolução de problemas é uma peça
fundamental para que o controle da qualidade possa
ser exercido na empresa através do ciclo PDCA, ou
seja através da Melhoria Contínua, passando assim a
ser um modelo de gestão para todas os colaboradores
da empresa.
Metodologia 8D
30/06/2016
28
55
POKA - YOKE
Dispositivos a prova de falhas
30/06/2016
29
UMA TÉCNICA:
De auto-controle da Qualidade na Fonte, evitando a
aparecimento de defeitos.
30/06/2016
30
59
DEFEITOS
DEFEITOS SÃO OS RESULTADOS DE ERROS.
O MÉTODO POKA-YOKE É UM MEIO DE SE EVITAR O ERRO
COM O USO DE MECANISMOS DE CONTROLO
60
CONFORMIDADE DO PROCESSO
20% SÃO ERROS DE OPERÁRIOS
80% SÃO ERROS DE PROCESSO
CORRIGIR OS PROBLEMAS
DESENVOLVER MEIOS PARA OS OPERÁRIOS PERCEBEREM
SEUS ERROS
30/06/2016
31
30/06/2016
32
30/06/2016
33
30/06/2016
34
67
Conclusão
Diante da metodologia descrita e analisada, depreende-
se que a metodologia 8D para análise e resolução de
problemas, é um método eficaz para resolver
problemas.
OBRIGADA!
carlos_sa@esce.ipvc.pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Masp
MaspMasp
Oficina analise-e-solucao-de-problemas
Oficina analise-e-solucao-de-problemasOficina analise-e-solucao-de-problemas
Oficina analise-e-solucao-de-problemas
Leonardo
 
Masp
MaspMasp
Apresentação pdca
Apresentação pdcaApresentação pdca
Apresentação pdca
emc5714
 
Fusc omasp juran_2
Fusc omasp juran_2Fusc omasp juran_2
Fusc omasp juran_2
José Paulo Alves Fusco
 
Capítulo 4 - Análise e Solução de Problemas
Capítulo 4  - Análise e Solução de ProblemasCapítulo 4  - Análise e Solução de Problemas
Capítulo 4 - Análise e Solução de Problemas
Saulo Oliveira
 
Pdca
PdcaPdca
masp - Método de Análise de Problemas
masp - Método de Análise de Problemasmasp - Método de Análise de Problemas
masp - Método de Análise de Problemas
Sergio Murilo Rocha da Silva
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
Luiz Claudio Santana
 
Masp
MaspMasp
PDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completoPDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completo
Vinícius Toledo França de Nader
 
PDCA MASP
PDCA MASPPDCA MASP
Amostra do E-book 50 ferramentas de gestão
Amostra do E-book 50 ferramentas de gestãoAmostra do E-book 50 ferramentas de gestão
Amostra do E-book 50 ferramentas de gestão
Orlando Lima Treinamentos
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
CLT Valuebased Services
 
Processo de Analise e Solucao de Problemas
Processo de Analise e Solucao de ProblemasProcesso de Analise e Solucao de Problemas
Processo de Analise e Solucao de Problemas
Rogério Souza
 
Método para análise e melhoria de processos
Método para análise e melhoria de processosMétodo para análise e melhoria de processos
Método para análise e melhoria de processos
Jorge Covacs
 
MASP - Metodologia de Análise e Solução de Problemas
MASP - Metodologia de Análise e Solução de Problemas MASP - Metodologia de Análise e Solução de Problemas
MASP - Metodologia de Análise e Solução de Problemas
ScienceTec & CorrTec-Engineering
 
Apostila 8d
Apostila 8dApostila 8d
Palestra masp
Palestra   maspPalestra   masp
Palestra masp
Maisgestao
 
Ferramentas e Conceitos em Lean Seis Sigma
Ferramentas e Conceitos em Lean Seis SigmaFerramentas e Conceitos em Lean Seis Sigma
Ferramentas e Conceitos em Lean Seis Sigma
Francisco Mello Castro
 

Mais procurados (20)

Masp
MaspMasp
Masp
 
Oficina analise-e-solucao-de-problemas
Oficina analise-e-solucao-de-problemasOficina analise-e-solucao-de-problemas
Oficina analise-e-solucao-de-problemas
 
Masp
MaspMasp
Masp
 
Apresentação pdca
Apresentação pdcaApresentação pdca
Apresentação pdca
 
Fusc omasp juran_2
Fusc omasp juran_2Fusc omasp juran_2
Fusc omasp juran_2
 
Capítulo 4 - Análise e Solução de Problemas
Capítulo 4  - Análise e Solução de ProblemasCapítulo 4  - Análise e Solução de Problemas
Capítulo 4 - Análise e Solução de Problemas
 
Pdca
PdcaPdca
Pdca
 
masp - Método de Análise de Problemas
masp - Método de Análise de Problemasmasp - Método de Análise de Problemas
masp - Método de Análise de Problemas
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
 
Masp
MaspMasp
Masp
 
PDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completoPDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completo
 
PDCA MASP
PDCA MASPPDCA MASP
PDCA MASP
 
Amostra do E-book 50 ferramentas de gestão
Amostra do E-book 50 ferramentas de gestãoAmostra do E-book 50 ferramentas de gestão
Amostra do E-book 50 ferramentas de gestão
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
 
Processo de Analise e Solucao de Problemas
Processo de Analise e Solucao de ProblemasProcesso de Analise e Solucao de Problemas
Processo de Analise e Solucao de Problemas
 
Método para análise e melhoria de processos
Método para análise e melhoria de processosMétodo para análise e melhoria de processos
Método para análise e melhoria de processos
 
MASP - Metodologia de Análise e Solução de Problemas
MASP - Metodologia de Análise e Solução de Problemas MASP - Metodologia de Análise e Solução de Problemas
MASP - Metodologia de Análise e Solução de Problemas
 
Apostila 8d
Apostila 8dApostila 8d
Apostila 8d
 
Palestra masp
Palestra   maspPalestra   masp
Palestra masp
 
Ferramentas e Conceitos em Lean Seis Sigma
Ferramentas e Conceitos em Lean Seis SigmaFerramentas e Conceitos em Lean Seis Sigma
Ferramentas e Conceitos em Lean Seis Sigma
 

Semelhante a Apresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - josé carlos sá

Semana de Comércio Exterior e Logística - Aplicação de ferramentas de melhori...
Semana de Comércio Exterior e Logística - Aplicação de ferramentas de melhori...Semana de Comércio Exterior e Logística - Aplicação de ferramentas de melhori...
Semana de Comércio Exterior e Logística - Aplicação de ferramentas de melhori...
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Gerenciamento de infraestrutura 19032010 (corrigido) 1
Gerenciamento de infraestrutura 19032010 (corrigido) 1Gerenciamento de infraestrutura 19032010 (corrigido) 1
Gerenciamento de infraestrutura 19032010 (corrigido) 1
spawally
 
Oficina analise-e-solucao-de-problemas
Oficina analise-e-solucao-de-problemasOficina analise-e-solucao-de-problemas
Oficina analise-e-solucao-de-problemas
Tiago Oliveira, Eng.
 
Relatório A3
Relatório A3Relatório A3
Relatório A3
Camila Oliveira
 
Palestra sobre Métricas para Performance
Palestra sobre Métricas para PerformancePalestra sobre Métricas para Performance
Palestra sobre Métricas para Performance
Ricardo T. Dias
 
Métricas - Maratona Digital
Métricas - Maratona DigitalMétricas - Maratona Digital
Métricas - Maratona Digital
Maratona Digital
 
Kp100 apresentacao 2020
Kp100 apresentacao 2020Kp100 apresentacao 2020
Kp100 apresentacao 2020
Alexsander Fim
 
Teste de software gestao e kaizen
Teste de software gestao e kaizenTeste de software gestao e kaizen
Teste de software gestao e kaizen
Kleitor Franklint Correa Araujo
 
Pizzaria ferram1
Pizzaria ferram1Pizzaria ferram1
Pizzaria ferram1
Vilma Santos
 
Sisflorestal - Gestão da Qualidade
Sisflorestal - Gestão da QualidadeSisflorestal - Gestão da Qualidade
Sisflorestal - Gestão da Qualidade
Luis Henrique
 
Design Sprint: metodologia na prática
Design Sprint: metodologia na práticaDesign Sprint: metodologia na prática
Design Sprint: metodologia na prática
Matina Moreira
 
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade Ciclo PDCA
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade  Ciclo PDCAApresentação sobre a Ferramenta da Qualidade  Ciclo PDCA
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade Ciclo PDCA
PauloEdisonAtaides
 
Artigo sixsigma
Artigo sixsigmaArtigo sixsigma
Artigo sixsigma
Marco Fontes
 
Fundamento em Gestão da Qualidade
Fundamento em Gestão da QualidadeFundamento em Gestão da Qualidade
Fundamento em Gestão da Qualidade
Gerente Consciente
 
Relatório 8D
Relatório 8DRelatório 8D
Relatório 8D
PauloLis1
 
Six Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAICSix Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAIC
CLT Valuebased Services
 
PUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green BeltsPUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green Belts
ejedelmal
 
Técnica de Planejamento
Técnica de PlanejamentoTécnica de Planejamento
Técnica de Planejamento
Marcos Ribeiro de Lima
 
How to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
How to Build Roadmaps Focused on Goals and ProblemsHow to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
How to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
Product School
 
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
Amanda Varella
 

Semelhante a Apresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - josé carlos sá (20)

Semana de Comércio Exterior e Logística - Aplicação de ferramentas de melhori...
Semana de Comércio Exterior e Logística - Aplicação de ferramentas de melhori...Semana de Comércio Exterior e Logística - Aplicação de ferramentas de melhori...
Semana de Comércio Exterior e Logística - Aplicação de ferramentas de melhori...
 
Gerenciamento de infraestrutura 19032010 (corrigido) 1
Gerenciamento de infraestrutura 19032010 (corrigido) 1Gerenciamento de infraestrutura 19032010 (corrigido) 1
Gerenciamento de infraestrutura 19032010 (corrigido) 1
 
Oficina analise-e-solucao-de-problemas
Oficina analise-e-solucao-de-problemasOficina analise-e-solucao-de-problemas
Oficina analise-e-solucao-de-problemas
 
Relatório A3
Relatório A3Relatório A3
Relatório A3
 
Palestra sobre Métricas para Performance
Palestra sobre Métricas para PerformancePalestra sobre Métricas para Performance
Palestra sobre Métricas para Performance
 
Métricas - Maratona Digital
Métricas - Maratona DigitalMétricas - Maratona Digital
Métricas - Maratona Digital
 
Kp100 apresentacao 2020
Kp100 apresentacao 2020Kp100 apresentacao 2020
Kp100 apresentacao 2020
 
Teste de software gestao e kaizen
Teste de software gestao e kaizenTeste de software gestao e kaizen
Teste de software gestao e kaizen
 
Pizzaria ferram1
Pizzaria ferram1Pizzaria ferram1
Pizzaria ferram1
 
Sisflorestal - Gestão da Qualidade
Sisflorestal - Gestão da QualidadeSisflorestal - Gestão da Qualidade
Sisflorestal - Gestão da Qualidade
 
Design Sprint: metodologia na prática
Design Sprint: metodologia na práticaDesign Sprint: metodologia na prática
Design Sprint: metodologia na prática
 
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade Ciclo PDCA
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade  Ciclo PDCAApresentação sobre a Ferramenta da Qualidade  Ciclo PDCA
Apresentação sobre a Ferramenta da Qualidade Ciclo PDCA
 
Artigo sixsigma
Artigo sixsigmaArtigo sixsigma
Artigo sixsigma
 
Fundamento em Gestão da Qualidade
Fundamento em Gestão da QualidadeFundamento em Gestão da Qualidade
Fundamento em Gestão da Qualidade
 
Relatório 8D
Relatório 8DRelatório 8D
Relatório 8D
 
Six Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAICSix Sigma Metodologia DMAIC
Six Sigma Metodologia DMAIC
 
PUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green BeltsPUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green Belts
 
Técnica de Planejamento
Técnica de PlanejamentoTécnica de Planejamento
Técnica de Planejamento
 
How to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
How to Build Roadmaps Focused on Goals and ProblemsHow to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
How to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
 
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
 

Mais de CICCOPN - Centro de formação Profissional da Industria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte

ISO9001 - Aplicação prática no Setor da Construção Civil
ISO9001 -  Aplicação prática no Setor da Construção Civil               ISO9001 -  Aplicação prática no Setor da Construção Civil
Implementação do Lean na Construção
Implementação do Lean na ConstruçãoImplementação do Lean na Construção
eiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
eiC - Evolucao Certificacao Construcao CivileiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
Jornadas Qualidade 2019
Jornadas Qualidade 2019Jornadas Qualidade 2019
Apresentacao joao baptista_julho2019
Apresentacao joao baptista_julho2019Apresentacao joao baptista_julho2019
Apresentacao rui-cunha
Apresentacao rui-cunhaApresentacao rui-cunha
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshopsLearningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshopsLearningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Jornadas Qualidade - Business intelligence
Jornadas Qualidade - Business intelligence Jornadas Qualidade - Business intelligence
Jornadas qualidade - Bosch
Jornadas qualidade - BoschJornadas qualidade - Bosch
Qualidade desenvolvimento-produtos
Qualidade desenvolvimento-produtosQualidade desenvolvimento-produtos
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IECJornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
Equipas de Qualidade
Equipas de QualidadeEquipas de Qualidade
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no TrabalhoTrabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
Jornadas da Qualidade no CICCOPN
Jornadas da Qualidade no CICCOPNJornadas da Qualidade no CICCOPN
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
CICCOPN - Centro de formação Profissional da Industria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte
 
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicos
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicosGuia controlo exposicao profissional a agentes químicos
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicosGuia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicos
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicosGuia epi - Exposição profissional a agentes químicos
Exposição profissional a agentes químicos
Exposição profissional a agentes químicosExposição profissional a agentes químicos

Mais de CICCOPN - Centro de formação Profissional da Industria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte (20)

ISO9001 - Aplicação prática no Setor da Construção Civil
ISO9001 -  Aplicação prática no Setor da Construção Civil               ISO9001 -  Aplicação prática no Setor da Construção Civil
ISO9001 - Aplicação prática no Setor da Construção Civil
 
Implementação do Lean na Construção
Implementação do Lean na ConstruçãoImplementação do Lean na Construção
Implementação do Lean na Construção
 
eiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
eiC - Evolucao Certificacao Construcao CivileiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
eiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
 
Jornadas Qualidade 2019
Jornadas Qualidade 2019Jornadas Qualidade 2019
Jornadas Qualidade 2019
 
Apresentacao joao baptista_julho2019
Apresentacao joao baptista_julho2019Apresentacao joao baptista_julho2019
Apresentacao joao baptista_julho2019
 
Apresentacao rui-cunha
Apresentacao rui-cunhaApresentacao rui-cunha
Apresentacao rui-cunha
 
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshopsLearningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
 
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshopsLearningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
 
Jornadas Qualidade - Business intelligence
Jornadas Qualidade - Business intelligence Jornadas Qualidade - Business intelligence
Jornadas Qualidade - Business intelligence
 
Jornadas qualidade - Bosch
Jornadas qualidade - BoschJornadas qualidade - Bosch
Jornadas qualidade - Bosch
 
Qualidade desenvolvimento-produtos
Qualidade desenvolvimento-produtosQualidade desenvolvimento-produtos
Qualidade desenvolvimento-produtos
 
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IECJornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
 
Equipas de Qualidade
Equipas de QualidadeEquipas de Qualidade
Equipas de Qualidade
 
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no TrabalhoTrabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
 
Jornadas da Qualidade no CICCOPN
Jornadas da Qualidade no CICCOPNJornadas da Qualidade no CICCOPN
Jornadas da Qualidade no CICCOPN
 
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
 
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicos
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicosGuia controlo exposicao profissional a agentes químicos
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicos
 
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicosGuia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
 
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicos
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicosGuia epi - Exposição profissional a agentes químicos
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicos
 
Exposição profissional a agentes químicos
Exposição profissional a agentes químicosExposição profissional a agentes químicos
Exposição profissional a agentes químicos
 

Último

Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 

Último (20)

Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 

Apresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - josé carlos sá

  • 1. 30/06/2016 1 www.ciccopn.pt armenia.vilasboas@ciccopn.pt TÍTULO "8D – método estruturado de resolução de problemas" e os "poka-yoke" José Carlos Sá
  • 2. 30/06/2016 2 3 Numa filosofia 8D este tipo de mentalidade não é permitida 4 O que são problemas? • O que nos separa das nossas metas e objetivos • Condições não-desejáveis, nos produtos e processos • Potenciais ou oportunidades de melhoria
  • 3. 30/06/2016 3 5 Porque é que não se resolvem os problemas? • Descrição incorreta do problema • Confusão entre “SINTOMAS” e “PROBLEMA” • Ignorar alguns passos para a resolução de problemas 6 • Não há um processo lógico • Precipitação no processo de resolução de problemas • Pouca participação da equipa • Falta de conhecimentos técnicos Porque é que não se resolvem os problemas?
  • 4. 30/06/2016 4 7 • Falta de paciência da Gestão de Topo • Confusão entre causas potenciais e causas-raiz • Falta de implementação das ações corretivas permanentes • Falta de registo de informação Porque é que não se resolvem os problemas? 8 Onde estão os sintomas? • Stocks temporários • Transporte manual de peças pesadas • Contagem de peças • Introdução de números de inventário no computador
  • 5. 30/06/2016 5 9 Onde estão os sintomas? • Olhar para a máquina a trabalhar • Transporte de peças através de grandes distâncias • Sobreprodução • Acumulação de inventário 10 Onde estão os sintomas? • Esperar por peças ou materiais • Avarias nas máquinas • Procurar ferramentas • Retrabalho • Defeitos
  • 6. 30/06/2016 6 11 Onde estão os sintomas? • Falta de peças • Peças defeituosas • Peças enganadas (obsoletas) • Atrasos no processamento de documentos • Decisões burocráticas 12 Como resolver os problemas? • Temos que utilizar e aumentar a nossa perceção sobre os problemas e a nossa capacidade para os solucionar… • … e não enterrar a cabeça na areia como as avestruzes!!!
  • 7. 30/06/2016 7 13 Abordagens à resolução de problemas – “BOMBEIROS” • As pessoas “saltam” de problema em problema apenas com tempo suficiente para respirar • Não há prioridades (é o que vier primeiro) • Os objetivos normalmente esquecem-se • A motivação e o entusiasmo pelo trabalho desaparecem 14 Abordagens à resolução de problemas – PROACTIVA • Reconhecer a existência de problemas • Tomar a iniciativa • Utilização de números, dados e factos • Determinar que problemas podem aparecer • Implementar ações preventivas
  • 8. 30/06/2016 8 15 As regras básicas da resolução de problemas • Dar as boas-vindas aos problemas – Considerar os problemas como sendo oportunidades • Os “Nossos” problemas, e não os “deles” – Não procurar culpados • Seguir um método estruturado – Ex. 8D 16 As regras básicas da resolução de problemas • Utilizar as ferramentas adequadas – As 7 ferramentas básicas da qualidade (por exemplo) • Falar sempre com dados – Não assumir nada, nem fazer conjeturas • Manter a concentração no problema – Ajuda muito, mas há que seguir um método sistémico
  • 9. 30/06/2016 9 17 Benefícios dos 8D • Dá-nos o caminho mais rápido para uma solução eficaz • Garante o desenvolvimento de um plano de ações consensual • Proporciona objetivos consensuais 18 O método deverá ser utilizado na sua totalidade quando: A causa do problema é-nos desconhecida; A resolução do problema está para além das capacidades de uma só pessoa; A gravidade do problema exige que haja uma equipa envolvida. O método…
  • 10. 30/06/2016 10 19 O processo de resolução de problemas em equipa consiste numa sequência de fases, as quais deveram ser seguidas a partir de um momento em que um problema é detetado. O método… 20 8D O sistema de resolução de problemas consiste num método para resolver problemas e tomada de decisões quando as suas causas são desconhecidas.
  • 11. 30/06/2016 11 21 D1 - Atribuição do Grupo Responsável 22 Objetivos do passo D1 • Estabelecer um pequeno grupo de pessoas com: Conhecimento do produto e/ou processo Tempo disponível para o 8D Autoridade Competência Capacidade
  • 12. 30/06/2016 12 23 D2 - Descrição do Problema 24 Objetivos do passo D2 • Desenvolver a declaração do problema • Desenvolver a descrição do problema • Distinguir entre declaração e descrição • Identificar “O Que” é que está mal com “O Quê” • Detalhar o problema em termos quantificáveis • Método “É / Não É”
  • 13. 30/06/2016 13 25 Ferramentas auxiliares e informação necessária • Relatórios de Não-Conformidades • Desvios aprovados • Listas de Verificação / “Checklists” • SPC / Planos de Amostragem • Gráficos de tendências 26 Ferramentas auxiliares e informação necessária • Diagramas de dispersão • Inspecção Visual • Entrevistas com clientes • Relatórios 8D anteriores
  • 14. 30/06/2016 14 27 D3 – Desenvolvimento de Ação de Contenção 28 Objectivos do passo D3 • Definir, verificar e implementar Acções Temporárias de Contenção • Validação da eficácia das acções de contenção
  • 15. 30/06/2016 15 29 Ferramentas Auxiliares e Informação Necessária • Relatórios de Não-Conformidades • Desvios aprovados • Listas de Verificação / “checklists” • SPC / Planos de Amostragem • Gráficos de Tendências 30 Ferramentas Auxiliares e Informação Necessária • Procedimentos • Diagramas de Dispersão • Inspecção Visual • Entrevistas com os clientes • Relatórios 8D anteriores
  • 16. 30/06/2016 16 31 As Razões para o D3 são… • Protecção do cliente do efeito do problema • Limitar os custos da qualidade e a duração do problema • Ganhar o “tempo útil” suficiente para investigar a causa-raiz e implementar as acções correctivas permanentes 32 D4 – Investigação de Causas de Raiz e Pontos de Escape
  • 17. 30/06/2016 17 Objetivos do Passo D4 • Isolar e verificar as causas-raiz • Testar todas as causas possíveis com a descrição do problema e com dados • Isolar e verificar o ponto em que a causa devia ter sido detetada, mas não foi (“ponto-de-fuga”) Ferramentas Auxiliares e Informação Necessária • Relatórios de Não-Conformidades • Desvios aprovados • Listas de Verificação / “checklists” • SPC / Planos de Amostragem • Gráficos de Tendências • Procedimentos
  • 18. 30/06/2016 18 • Diagramas de Dispersão • Inspeção Visual • Entrevistas com os Clientes • Relatórios 8D anteriores Ferramentas Auxiliares e Informação Necessária Terminologia Relacionada com a Causa-raiz • Causa Possível – qualquer causa identificada no Diagrama de Causa-Efeito que descreve como é que um efeito pode ocorrer
  • 19. 30/06/2016 19 Terminologia Relacionada com a Causa-raiz • Causa-raiz Potencial – podem ser várias, o problema terá que ser verificado e não podem ser eliminadas baseando-se apenas nos dados disponíveis (uma potencial causa-raiz pode requerer uma ação preventiva D7)
  • 20. 30/06/2016 20 39 D5 – Escolha e Verificação das Ações Corretivas Objetivos do Passo D5 • Selecionar a melhor ação corretiva permanente para remover a causa-raiz • Selecionar a melhor ação corretiva permanente para alterar o “ponto de fuga”
  • 21. 30/06/2016 21 Objectivos do Passo D5 • Verificação da eficácia dessas acções • Verificação que estas acções não vão provocar efeitos indesejados • Relatórios de Não-Conformidades • Desvios aprovados • Listas de Verificação / “checklists” • SPC / Planos de Amostragem • Gráficos de Tendências Ferramentas Auxiliares e Informação Necessária
  • 22. 30/06/2016 22 • Procedimentos • Diagramas de Dispersão • Inspeção Visual • Entrevistas com os Clientes • Relatórios 8D anteriores Ferramentas Auxiliares e Informação Necessária 44 D6 – Implementar e Validar a Eficácia das Ações Corretivas
  • 23. 30/06/2016 23 Objectivos do Passo D6 • Planear e implementar as ações corretivas permanentes • Remoção das ações temporárias de contenção • Validação das ações corretivas permanentes • Seguimento dos resultados a longo-prazo • Gráficos PERT • Gráficos GANTT • Planos de acções • Fluxogramas • FMEA’s Ferramentas Auxiliares e Informação Necessária
  • 24. 30/06/2016 24 • QFD’s • Análise É / Não É • Lista de Materiais “BOM – Bill-of-Materials” • Procedimentos • Alterações aprovadas Ferramentas Auxiliares e Informação Necessária • Métodos de teste • Amostras aprovadas • SPC • Estudos da capacidade dos processos • Relatórios 8D anteriores Ferramentas Auxiliares e Informação Necessária
  • 25. 30/06/2016 25 49 D7 – Prevenir Recorrências 50 D7 – Prevenir Recorrências Modificar os sistemas de gestão, os sistemas operadores, as práticas e os procedimentos, para evitar a repetição deste problema e de todos os problemas semelhantes.
  • 26. 30/06/2016 26 51 indicação do FMEA ou Plano de Controlo no qual o defeito foi adicionado indicação dos procedimentos ou instruções de trabalho que foram modificados para refletir melhoramentos em processos sujeitos a falha humana outras áreas que podem também ser afetadas pelo problema e foram informadas da ação corretiva D7 – Prevenir Recorrências 52 D8 – Sistema de Reconhecimento
  • 27. 30/06/2016 27 53 D8 – Sistema de Reconhecimento Encerramento da solução do problema – Data da reunião de encerramento da equipa e avaliação do processo de resolução do problema – Reconheça publicamente e comemore o esforço coletivo da equipa 54 O método de resolução de problemas é uma peça fundamental para que o controle da qualidade possa ser exercido na empresa através do ciclo PDCA, ou seja através da Melhoria Contínua, passando assim a ser um modelo de gestão para todas os colaboradores da empresa. Metodologia 8D
  • 29. 30/06/2016 29 UMA TÉCNICA: De auto-controle da Qualidade na Fonte, evitando a aparecimento de defeitos.
  • 30. 30/06/2016 30 59 DEFEITOS DEFEITOS SÃO OS RESULTADOS DE ERROS. O MÉTODO POKA-YOKE É UM MEIO DE SE EVITAR O ERRO COM O USO DE MECANISMOS DE CONTROLO 60 CONFORMIDADE DO PROCESSO 20% SÃO ERROS DE OPERÁRIOS 80% SÃO ERROS DE PROCESSO CORRIGIR OS PROBLEMAS DESENVOLVER MEIOS PARA OS OPERÁRIOS PERCEBEREM SEUS ERROS
  • 34. 30/06/2016 34 67 Conclusão Diante da metodologia descrita e analisada, depreende- se que a metodologia 8D para análise e resolução de problemas, é um método eficaz para resolver problemas. OBRIGADA! carlos_sa@esce.ipvc.pt