SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIASSELVI – CENTRO UNIVERSITÁRIO LEONARDO DA VINCI
NEAD - NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
APRESENTAÇÃO DE TCC DO
Curso de Pós-Graduação
Educação Especial – Deficiência Intelectual 700 horas.
Aluna: Vanesca Andréia da Silva Manta
Antónia Luisa Miorim: Professora e Orientadora
do artigo e estágio do curso de Pós-Graduação:
Educação Especial- Deficiência Intelectual
do Centro Universitário Leonardo da Vinci-UNIASSELVI
Indaial/SC
2015
AÇÃO PEDAGÓGICA AOS PORTADORES EDUCAÇÃO
ESPECIAL:DEFICIÊNCIA INTELECTUAL
AÇÃO PEDAGÓGICA AOS PORTADORES EDUCAÇÃO
ESPECIAL:DEFICIÊNCIA INTELECTUAL
A Deficiência Intelectual é caracterizada por um baixo Desenvolvimento
Intelectual em relação a média dos indivíduos e tem as funções cognitivas e
linguísticas, motoras e sociais comprometidas.
O CID (International statistical classification of Dieseases and Related
Health Problems) é uma sigla fornecedora de códigos relativos á
classificação de doenças, sintomas relacionados a saúde, assim temos a
catalogação do laudo médico CID 10F79 que identifica um dos Espectros do
Retardo Mental.
A Música é uma ferramenta essencial para uma Ação Pedagógica eficaz no
Desenvolvimento Intelectual, Motor, Social e Emocional do individuo
portador de Retardo Metal ou não beneficia todos no momento escolar.
A música é sem dúvidas uma fonte inesgotável de estímulos e um meio para trabalhar
alunos com Deficiência por não ter concentração em ficar em atividades que exige
mais tempo como leitura e cálculo.
Explora diversas áreas do conhecimento, ideias e valores culturais e atende diferentes
aspectos do desenvolvimento humano: físico, mental, social, trabalha os sentidos
A música é um agente facilitador do processo educacional
A música está introduzida nas escolas de Educação Infantil e Educação Especial um
Direito Garantido por Lei nº 11.769 18 de Agosto 2008 Lei Música na escola, que
Determina a música como conteúdo obrigatório na escola.
A dramatização como instrumento pedagógico com a finalidade de promover o
estimulo, participação e convívio social
conhecimento cultural, descobrimento da literatura, música , desenvolvimento oral e
corporal, aprendem a trabalhar em equipe
Exercitam a criatividade ao trabalhar a confecção de cenários, roupas, recursos
audiovisuais.
Alunos de Retardo Mental cid 10F79 e Deficiência Intelectual treinando coreografia
para apresentação 30 de Novembro no SESC São José dos Campos/SP
O Investigou-se problemas como a Atenção e a Concentração, Memória, Coordenação
Motora e sociabilidade
I
A estagiaria Vanesca Manta propôs uma atividade com o Tema Primavera, por ser mês de
Setembro:
Objetivo: Informar a chegada da Primavera e ter noção de estação do ano, mês, a natureza
e a importância dos animais sua beleza.
Desenvolvimento: Ao entregar a folha de sulfite e explicou os elementos que compõe a
Primavera
Avaliação: O aluno R. W. S. teve a oportunidade de criar suas próprias expressões
artísticas, treinou mais as habilidades de coordenação motora fina e conhecimento das
cores desenvolvendo o pensamento intelectual
Laudo do Aluno R. W. S. Aluno R. W. S. e a Profª Lucy fazendo a atividade de Primavera Enquanto
Estagiaria Vanesca fazia o registro por meio de fotografia
O objetivo de elaborar esse estudo é abordar a importância da música, dos jogos, do
artesanato e do amor dos profissionais da educação, como ferramenta de
permanência dos alunos de Retardo Mental cid 10F79 e Educação Especial no âmbito
escolar e o desenvolvendo a autoestima, a intelectualidade, a emoção desses alunos
que muitas vezes ficam a margem da sociedade.
O Estudo desse tema enfatizou para a comunidade, professores e alunos a
importância do trabalho com música e que os alunos com Retardo Mental CID 10F79
Tornaram-se mais calmos, mais confiantes e afetuosos.
A Pesquisa teve como pré-requisito conhecimentos em leituras dos
teóricos como:
 Vygotsky e a Defectologia que ressaltou a Importância da
socialização na Educação Especial, e a música promove a
socialização auxiliando o mediador que é o Professor
 Jean Piaget que ressalta a que cada aluno tem seu tempo e seus
estágios para adquirir o cognitivo
 Teca Alencar de Brito que trabalha a socialização através da
música por meio das linguagens alternativas
 A Educação Especial não aconteceu de modo rápido é resultado
de uma longa trajetória que aboliu a exclusão, segregação e vem
caminhando para a Inclusão
 Os Teóricos estabeleceram que a socialização enriquece, que o
ser humano é diferente e aprende em um tempo diferente e há
ferramentas que promovem esse aprendizado.
 A Pesquisa foi feita no Centro Educacional Bem-Te-Vi de modo
presencial
 No mês de Setembro a Outubro de 2015 na cidade de São José
dos Campos/SP
 Consulta as Leis de Diretrizes e Bases para conhecer melhor as
Politicas Públicas em relação á Educação no Brasil
 Aplicou uma atividade de jogos onde registrou a que os alunos
portadores de Retardo Mental CID 10F79 exercitam a memória,
atenção e interação por meio dos jogos.
 Este estudo atingiu seu objetivo nas suas quatro vertentes, como:
 As características dos Portadores de Retardo Mental CID 10F79
(Baixo desenvolvimento intelectual, comprometimento nas
relações sociais, linguístico e motor)
 A música como ferramenta de desenvolvimento cognitivo, os
benefícios psicológicos e físicos que a atividade musical
 Atenção dos alunos dessa modalidade que não conseguem
passar muitas horas em atividades pedagógicas convencionais
como delongas leituras e cálculos, assim ir ao pátio fazer
atividades com musica retém mais a atenção dos alunos
 A socialização é possível trazendo esse individuo ao convívio
social através de arte, coreografias, cantigas.
 Os portadores de necessidades especiais apresentam
limitações, mas não são incapazes, são aptos a fazer tudo
basta um ajuste de todos, ou seja, a sociedade, a escola, as
famílias e as politicas publicam precisam estar comprometidas.
 A diversidade e o multiculturalismo ocorrem em todas as áreas
da vida e assim é também com a Educação Especial a
concretização vai além das intenções, exigindo seriedade
política, comprometimento da comunidade educacional,
capacitação docente e aprimoramento.
REFERÊNCIAS
Atendimento Educacional Especializado, Deficiência Mental. Portal Mec. Brasília/DF
2007. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/aee_dm.pdf >.
Acesso em 03 de setembro de 2015.
BRITO, Teca Alencar. Musica na Educação Infantil. 2. ed. São Paulo: Peirópolis,2013
Classificação Internacional de Doenças. Disponível em:
<http://www.blogsegurançadotrabalho.com.br/2015/04/o-que-ecid.html>. Acesso 10
de Setembro 2015
Dramatização como Instrumento de Ensino. Disponível em:
<http://educador.brasilescola.uol.com.br/orientacoes/dramatização-
comoinstrumento-ensino.html>. Acesso 10 de Setembro de 2015
Educação Especial. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 1996, Capítulo
V. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm>. Acesso em
08 de setembro de 2015.
F70-F79 Retardo Mental. Datasus.gov.br. Disponível em:
<http://www.datasus.gov.br/cid10/V2008/WebHelp/f70_f79.htm>.Acesso 10 de
Setembro 2015.
AGRADECIMENTOS
Agradeço primeiramente a Deus, a Jesus, Minha Família e a
Tutora Antónia Luisa Miorim
Pelo apoio, dedicação e carinho.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Adaptação curricular
Adaptação curricularAdaptação curricular
Adaptação curricular
Karen Araki
 
Sídromes trastornos-deficiencias-katiaqueiroz
Sídromes trastornos-deficiencias-katiaqueirozSídromes trastornos-deficiencias-katiaqueiroz
Sídromes trastornos-deficiencias-katiaqueiroz
MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
 
Inclusão deficiência intelectual
Inclusão deficiência intelectualInclusão deficiência intelectual
Inclusão deficiência intelectual
Valéria Cristina Ruiz Felix
 
Sala de Recursos Multifuncionais
Sala de Recursos MultifuncionaisSala de Recursos Multifuncionais
Sala de Recursos Multifuncionais
Instituto Consciência GO
 
Deficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/MentalDeficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/Mental
Cassia Dias
 
Dificuldade e Distúrbio de Aprendizagem
Dificuldade e Distúrbio de AprendizagemDificuldade e Distúrbio de Aprendizagem
Dificuldade e Distúrbio de Aprendizagem
Instituto Consciência GO
 
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regularAutismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Janderly Reis
 
Tapiri def. intelectual
Tapiri def. intelectualTapiri def. intelectual
Tapiri def. intelectual
donnassol
 
Aee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncionalAee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncional
Marcélia Amorim Cardoso
 
AEE
AEEAEE
Deficiência Auditiva
Deficiência AuditivaDeficiência Auditiva
Deficiência Auditiva
Christian Venzon
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasil
izabel Lucia
 
Deficiências
DeficiênciasDeficiências
Deficiências
fernandapinho2014
 
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiploSlides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Compede
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusivaPolítica nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
ceciliaconserva
 
Dificuldades de aprendizagem slides nº 01
Dificuldades de aprendizagem  slides nº 01Dificuldades de aprendizagem  slides nº 01
Dificuldades de aprendizagem slides nº 01
estudosacademicospedag
 
Transtornos da aprendizagem ufop
Transtornos da aprendizagem   ufopTranstornos da aprendizagem   ufop
Transtornos da aprendizagem ufop
Alessandra Paranhos (CEMI)
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagem
Leandra Teixeira Falcão
 
Atendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional EspecializadoAtendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional Especializado
ceciliaconserva
 
Dificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De AprendizagemDificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De Aprendizagem
Maristela Couto
 

Mais procurados (20)

Adaptação curricular
Adaptação curricularAdaptação curricular
Adaptação curricular
 
Sídromes trastornos-deficiencias-katiaqueiroz
Sídromes trastornos-deficiencias-katiaqueirozSídromes trastornos-deficiencias-katiaqueiroz
Sídromes trastornos-deficiencias-katiaqueiroz
 
Inclusão deficiência intelectual
Inclusão deficiência intelectualInclusão deficiência intelectual
Inclusão deficiência intelectual
 
Sala de Recursos Multifuncionais
Sala de Recursos MultifuncionaisSala de Recursos Multifuncionais
Sala de Recursos Multifuncionais
 
Deficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/MentalDeficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/Mental
 
Dificuldade e Distúrbio de Aprendizagem
Dificuldade e Distúrbio de AprendizagemDificuldade e Distúrbio de Aprendizagem
Dificuldade e Distúrbio de Aprendizagem
 
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regularAutismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
 
Tapiri def. intelectual
Tapiri def. intelectualTapiri def. intelectual
Tapiri def. intelectual
 
Aee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncionalAee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncional
 
AEE
AEEAEE
AEE
 
Deficiência Auditiva
Deficiência AuditivaDeficiência Auditiva
Deficiência Auditiva
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasil
 
Deficiências
DeficiênciasDeficiências
Deficiências
 
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiploSlides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusivaPolítica nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
 
Dificuldades de aprendizagem slides nº 01
Dificuldades de aprendizagem  slides nº 01Dificuldades de aprendizagem  slides nº 01
Dificuldades de aprendizagem slides nº 01
 
Transtornos da aprendizagem ufop
Transtornos da aprendizagem   ufopTranstornos da aprendizagem   ufop
Transtornos da aprendizagem ufop
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagem
 
Atendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional EspecializadoAtendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional Especializado
 
Dificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De AprendizagemDificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De Aprendizagem
 

Destaque

Tcc ApresentaçãO
Tcc ApresentaçãOTcc ApresentaçãO
Tcc ApresentaçãO
ermelina
 
Noronha, rafael magno. o ensino de história no século xxi ... tcc, apresentaç...
Noronha, rafael magno. o ensino de história no século xxi ... tcc, apresentaç...Noronha, rafael magno. o ensino de história no século xxi ... tcc, apresentaç...
Noronha, rafael magno. o ensino de história no século xxi ... tcc, apresentaç...
Rafael Noronha
 
A dança na alfabetização
A dança na alfabetizaçãoA dança na alfabetização
A dança na alfabetização
Vera Mln Silva
 
Apresentação do tcc izabel rodrigues
Apresentação do tcc   izabel rodriguesApresentação do tcc   izabel rodrigues
Apresentação do tcc izabel rodrigues
Secretaria Municipal de Educação de Dona Inês/PB
 
Apresentação TCC Docência na educação superior
Apresentação TCC Docência na educação superiorApresentação TCC Docência na educação superior
Apresentação TCC Docência na educação superior
Edna Cassiano
 
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃOTCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
professsorcarlinho
 
TCC_ Uso da mídias em prol da educação_ maurille gomes
TCC_ Uso da mídias em prol da educação_ maurille gomesTCC_ Uso da mídias em prol da educação_ maurille gomes
TCC_ Uso da mídias em prol da educação_ maurille gomes
Maurille Gomes
 
Regulamento -pratica_17-12-20
Regulamento  -pratica_17-12-20Regulamento  -pratica_17-12-20
Regulamento -pratica_17-12-20
marceloin
 
2º etapa de apresentação do TCC em TICs UFAC
2º etapa de apresentação do TCC em TICs UFAC2º etapa de apresentação do TCC em TICs UFAC
2º etapa de apresentação do TCC em TICs UFAC
Flaviana Coimbra
 
A ESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO VIRTUALIZADA NAS ESCOLAS INDÍGENAS DE BAÍA DA TRAI...
A ESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO VIRTUALIZADA NAS ESCOLAS INDÍGENAS DE BAÍA DA TRAI...A ESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO VIRTUALIZADA NAS ESCOLAS INDÍGENAS DE BAÍA DA TRAI...
A ESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO VIRTUALIZADA NAS ESCOLAS INDÍGENAS DE BAÍA DA TRAI...
João Helis Bernardo
 
ApresentaçãO Professorsubstituto
ApresentaçãO ProfessorsubstitutoApresentaçãO Professorsubstituto
ApresentaçãO Professorsubstituto
Ivanderson da Silva
 
estrutura-de-um-paper
estrutura-de-um-paperestrutura-de-um-paper
estrutura-de-um-paper
maiamoni
 
Izabel maria de matos tcc sobre educação inclusiva
Izabel maria de matos tcc sobre educação inclusivaIzabel maria de matos tcc sobre educação inclusiva
Izabel maria de matos tcc sobre educação inclusiva
Izabel Maria de Matos
 
Atps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidadeAtps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidade
mkbariotto
 
ApresentaçAo De Tcc Modelo
ApresentaçAo De Tcc ModeloApresentaçAo De Tcc Modelo
ApresentaçAo De Tcc Modelo
Lindaeloka
 
Modelo do paper uniasselvi
Modelo do paper uniasselviModelo do paper uniasselvi
Modelo do paper uniasselvi
Elisabete Oliveira
 
Da orientação à apresentação do tcc
Da orientação à apresentação do tccDa orientação à apresentação do tcc
Da orientação à apresentação do tcc
profguilhermeterra
 
Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
Taiane Arruda
 
Apresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSC
Apresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSCApresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSC
Apresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSC
Fernando Espírito Santo Silva
 
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power pointDicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Bruno Oliveira
 

Destaque (20)

Tcc ApresentaçãO
Tcc ApresentaçãOTcc ApresentaçãO
Tcc ApresentaçãO
 
Noronha, rafael magno. o ensino de história no século xxi ... tcc, apresentaç...
Noronha, rafael magno. o ensino de história no século xxi ... tcc, apresentaç...Noronha, rafael magno. o ensino de história no século xxi ... tcc, apresentaç...
Noronha, rafael magno. o ensino de história no século xxi ... tcc, apresentaç...
 
A dança na alfabetização
A dança na alfabetizaçãoA dança na alfabetização
A dança na alfabetização
 
Apresentação do tcc izabel rodrigues
Apresentação do tcc   izabel rodriguesApresentação do tcc   izabel rodrigues
Apresentação do tcc izabel rodrigues
 
Apresentação TCC Docência na educação superior
Apresentação TCC Docência na educação superiorApresentação TCC Docência na educação superior
Apresentação TCC Docência na educação superior
 
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃOTCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
 
TCC_ Uso da mídias em prol da educação_ maurille gomes
TCC_ Uso da mídias em prol da educação_ maurille gomesTCC_ Uso da mídias em prol da educação_ maurille gomes
TCC_ Uso da mídias em prol da educação_ maurille gomes
 
Regulamento -pratica_17-12-20
Regulamento  -pratica_17-12-20Regulamento  -pratica_17-12-20
Regulamento -pratica_17-12-20
 
2º etapa de apresentação do TCC em TICs UFAC
2º etapa de apresentação do TCC em TICs UFAC2º etapa de apresentação do TCC em TICs UFAC
2º etapa de apresentação do TCC em TICs UFAC
 
A ESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO VIRTUALIZADA NAS ESCOLAS INDÍGENAS DE BAÍA DA TRAI...
A ESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO VIRTUALIZADA NAS ESCOLAS INDÍGENAS DE BAÍA DA TRAI...A ESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO VIRTUALIZADA NAS ESCOLAS INDÍGENAS DE BAÍA DA TRAI...
A ESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO VIRTUALIZADA NAS ESCOLAS INDÍGENAS DE BAÍA DA TRAI...
 
ApresentaçãO Professorsubstituto
ApresentaçãO ProfessorsubstitutoApresentaçãO Professorsubstituto
ApresentaçãO Professorsubstituto
 
estrutura-de-um-paper
estrutura-de-um-paperestrutura-de-um-paper
estrutura-de-um-paper
 
Izabel maria de matos tcc sobre educação inclusiva
Izabel maria de matos tcc sobre educação inclusivaIzabel maria de matos tcc sobre educação inclusiva
Izabel maria de matos tcc sobre educação inclusiva
 
Atps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidadeAtps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidade
 
ApresentaçAo De Tcc Modelo
ApresentaçAo De Tcc ModeloApresentaçAo De Tcc Modelo
ApresentaçAo De Tcc Modelo
 
Modelo do paper uniasselvi
Modelo do paper uniasselviModelo do paper uniasselvi
Modelo do paper uniasselvi
 
Da orientação à apresentação do tcc
Da orientação à apresentação do tccDa orientação à apresentação do tcc
Da orientação à apresentação do tcc
 
Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
 
Apresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSC
Apresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSCApresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSC
Apresentação TCC Fernando Espírito Santo - UFSC
 
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power pointDicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
 

Semelhante a Educação Especial - Deficiência Intelectual - AÇÃO PEDAGÓGICA AOS PORTADORES EDUCAÇÃO ESPECIAL:DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

Artigo tcc paula
Artigo tcc paulaArtigo tcc paula
Artigo tcc paula
Paula Mello
 
A música como instrumento didático no processo do ensino aprendizagem na educ...
A música como instrumento didático no processo do ensino aprendizagem na educ...A música como instrumento didático no processo do ensino aprendizagem na educ...
A música como instrumento didático no processo do ensino aprendizagem na educ...
Arnaldo Alves
 
Cantando a gente brinca, brincando a gente aprende - Turma 5H
 Cantando a gente brinca, brincando a gente aprende - Turma 5H Cantando a gente brinca, brincando a gente aprende - Turma 5H
Cantando a gente brinca, brincando a gente aprende - Turma 5H
Débora Lambert
 
Trabalho em grupo
Trabalho em grupoTrabalho em grupo
Trabalho em grupo
jesseviolin
 
Reunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalizaçãoReunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalização
LuisCarlosDiasJnior
 
LÚDICO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
LÚDICO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOSLÚDICO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
LÚDICO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Jacqueline Carvalho Professora
 
Revista Educatrix - Cartilha musical - Ed02
Revista Educatrix - Cartilha musical - Ed02Revista Educatrix - Cartilha musical - Ed02
Revista Educatrix - Cartilha musical - Ed02
Editora Moderna
 
Projeto musicalidade na comunidade
Projeto musicalidade na comunidadeProjeto musicalidade na comunidade
Projeto musicalidade na comunidade
neimchacara
 
Artigo[1]
Artigo[1]Artigo[1]
Artigo[1]
suclaudete
 
Ativ72carolinegasperim
Ativ72carolinegasperimAtiv72carolinegasperim
Ativ72carolinegasperim
carolineefilhos
 
Revistacrianca seb43
Revistacrianca seb43Revistacrianca seb43
Revistacrianca seb43
FSBA
 
Dora landolfi programa mais educação
Dora landolfi programa mais educaçãoDora landolfi programa mais educação
Dora landolfi programa mais educação
eder ratier alves de oliveira
 
Nossos Projetos
Nossos ProjetosNossos Projetos
Nossos Projetos
EMEF ASL
 
Nossos Projetos
Nossos ProjetosNossos Projetos
Nossos Projetos
EMEF ASL
 
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014 Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
Kleriton Franklin
 
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕESA INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
ProfessorPrincipiante
 
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕESA INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
ProfessorPrincipiante
 
Entrepalavras4 dezembro 2014
Entrepalavras4  dezembro 2014Entrepalavras4  dezembro 2014
Entrepalavras4 dezembro 2014
Dores Pinto
 
Apresent eproinfo
Apresent eproinfoApresent eproinfo
Apresent eproinfo
306336
 
Apresent eproinfo
Apresent eproinfoApresent eproinfo
Apresent eproinfo
306336
 

Semelhante a Educação Especial - Deficiência Intelectual - AÇÃO PEDAGÓGICA AOS PORTADORES EDUCAÇÃO ESPECIAL:DEFICIÊNCIA INTELECTUAL (20)

Artigo tcc paula
Artigo tcc paulaArtigo tcc paula
Artigo tcc paula
 
A música como instrumento didático no processo do ensino aprendizagem na educ...
A música como instrumento didático no processo do ensino aprendizagem na educ...A música como instrumento didático no processo do ensino aprendizagem na educ...
A música como instrumento didático no processo do ensino aprendizagem na educ...
 
Cantando a gente brinca, brincando a gente aprende - Turma 5H
 Cantando a gente brinca, brincando a gente aprende - Turma 5H Cantando a gente brinca, brincando a gente aprende - Turma 5H
Cantando a gente brinca, brincando a gente aprende - Turma 5H
 
Trabalho em grupo
Trabalho em grupoTrabalho em grupo
Trabalho em grupo
 
Reunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalizaçãoReunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalização
 
LÚDICO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
LÚDICO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOSLÚDICO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
LÚDICO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
 
Revista Educatrix - Cartilha musical - Ed02
Revista Educatrix - Cartilha musical - Ed02Revista Educatrix - Cartilha musical - Ed02
Revista Educatrix - Cartilha musical - Ed02
 
Projeto musicalidade na comunidade
Projeto musicalidade na comunidadeProjeto musicalidade na comunidade
Projeto musicalidade na comunidade
 
Artigo[1]
Artigo[1]Artigo[1]
Artigo[1]
 
Ativ72carolinegasperim
Ativ72carolinegasperimAtiv72carolinegasperim
Ativ72carolinegasperim
 
Revistacrianca seb43
Revistacrianca seb43Revistacrianca seb43
Revistacrianca seb43
 
Dora landolfi programa mais educação
Dora landolfi programa mais educaçãoDora landolfi programa mais educação
Dora landolfi programa mais educação
 
Nossos Projetos
Nossos ProjetosNossos Projetos
Nossos Projetos
 
Nossos Projetos
Nossos ProjetosNossos Projetos
Nossos Projetos
 
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014 Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
 
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕESA INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
 
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕESA INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
A INSERÇÃO DA MÚSICA NO ESPAÇO ESCOLAR: DIFERENTES CONCEPÇÕES
 
Entrepalavras4 dezembro 2014
Entrepalavras4  dezembro 2014Entrepalavras4  dezembro 2014
Entrepalavras4 dezembro 2014
 
Apresent eproinfo
Apresent eproinfoApresent eproinfo
Apresent eproinfo
 
Apresent eproinfo
Apresent eproinfoApresent eproinfo
Apresent eproinfo
 

Último

7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 

Último (20)

7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 

Educação Especial - Deficiência Intelectual - AÇÃO PEDAGÓGICA AOS PORTADORES EDUCAÇÃO ESPECIAL:DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

  • 1. UNIASSELVI – CENTRO UNIVERSITÁRIO LEONARDO DA VINCI NEAD - NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA APRESENTAÇÃO DE TCC DO Curso de Pós-Graduação Educação Especial – Deficiência Intelectual 700 horas. Aluna: Vanesca Andréia da Silva Manta Antónia Luisa Miorim: Professora e Orientadora do artigo e estágio do curso de Pós-Graduação: Educação Especial- Deficiência Intelectual do Centro Universitário Leonardo da Vinci-UNIASSELVI Indaial/SC 2015
  • 2. AÇÃO PEDAGÓGICA AOS PORTADORES EDUCAÇÃO ESPECIAL:DEFICIÊNCIA INTELECTUAL
  • 3. AÇÃO PEDAGÓGICA AOS PORTADORES EDUCAÇÃO ESPECIAL:DEFICIÊNCIA INTELECTUAL A Deficiência Intelectual é caracterizada por um baixo Desenvolvimento Intelectual em relação a média dos indivíduos e tem as funções cognitivas e linguísticas, motoras e sociais comprometidas. O CID (International statistical classification of Dieseases and Related Health Problems) é uma sigla fornecedora de códigos relativos á classificação de doenças, sintomas relacionados a saúde, assim temos a catalogação do laudo médico CID 10F79 que identifica um dos Espectros do Retardo Mental. A Música é uma ferramenta essencial para uma Ação Pedagógica eficaz no Desenvolvimento Intelectual, Motor, Social e Emocional do individuo portador de Retardo Metal ou não beneficia todos no momento escolar.
  • 4. A música é sem dúvidas uma fonte inesgotável de estímulos e um meio para trabalhar alunos com Deficiência por não ter concentração em ficar em atividades que exige mais tempo como leitura e cálculo. Explora diversas áreas do conhecimento, ideias e valores culturais e atende diferentes aspectos do desenvolvimento humano: físico, mental, social, trabalha os sentidos A música é um agente facilitador do processo educacional A música está introduzida nas escolas de Educação Infantil e Educação Especial um Direito Garantido por Lei nº 11.769 18 de Agosto 2008 Lei Música na escola, que Determina a música como conteúdo obrigatório na escola.
  • 5. A dramatização como instrumento pedagógico com a finalidade de promover o estimulo, participação e convívio social conhecimento cultural, descobrimento da literatura, música , desenvolvimento oral e corporal, aprendem a trabalhar em equipe Exercitam a criatividade ao trabalhar a confecção de cenários, roupas, recursos audiovisuais.
  • 6. Alunos de Retardo Mental cid 10F79 e Deficiência Intelectual treinando coreografia para apresentação 30 de Novembro no SESC São José dos Campos/SP O Investigou-se problemas como a Atenção e a Concentração, Memória, Coordenação Motora e sociabilidade I
  • 7. A estagiaria Vanesca Manta propôs uma atividade com o Tema Primavera, por ser mês de Setembro: Objetivo: Informar a chegada da Primavera e ter noção de estação do ano, mês, a natureza e a importância dos animais sua beleza. Desenvolvimento: Ao entregar a folha de sulfite e explicou os elementos que compõe a Primavera Avaliação: O aluno R. W. S. teve a oportunidade de criar suas próprias expressões artísticas, treinou mais as habilidades de coordenação motora fina e conhecimento das cores desenvolvendo o pensamento intelectual
  • 8. Laudo do Aluno R. W. S. Aluno R. W. S. e a Profª Lucy fazendo a atividade de Primavera Enquanto Estagiaria Vanesca fazia o registro por meio de fotografia
  • 9. O objetivo de elaborar esse estudo é abordar a importância da música, dos jogos, do artesanato e do amor dos profissionais da educação, como ferramenta de permanência dos alunos de Retardo Mental cid 10F79 e Educação Especial no âmbito escolar e o desenvolvendo a autoestima, a intelectualidade, a emoção desses alunos que muitas vezes ficam a margem da sociedade. O Estudo desse tema enfatizou para a comunidade, professores e alunos a importância do trabalho com música e que os alunos com Retardo Mental CID 10F79 Tornaram-se mais calmos, mais confiantes e afetuosos.
  • 10. A Pesquisa teve como pré-requisito conhecimentos em leituras dos teóricos como:  Vygotsky e a Defectologia que ressaltou a Importância da socialização na Educação Especial, e a música promove a socialização auxiliando o mediador que é o Professor  Jean Piaget que ressalta a que cada aluno tem seu tempo e seus estágios para adquirir o cognitivo
  • 11.  Teca Alencar de Brito que trabalha a socialização através da música por meio das linguagens alternativas  A Educação Especial não aconteceu de modo rápido é resultado de uma longa trajetória que aboliu a exclusão, segregação e vem caminhando para a Inclusão  Os Teóricos estabeleceram que a socialização enriquece, que o ser humano é diferente e aprende em um tempo diferente e há ferramentas que promovem esse aprendizado.
  • 12.  A Pesquisa foi feita no Centro Educacional Bem-Te-Vi de modo presencial  No mês de Setembro a Outubro de 2015 na cidade de São José dos Campos/SP  Consulta as Leis de Diretrizes e Bases para conhecer melhor as Politicas Públicas em relação á Educação no Brasil  Aplicou uma atividade de jogos onde registrou a que os alunos portadores de Retardo Mental CID 10F79 exercitam a memória, atenção e interação por meio dos jogos.
  • 13.  Este estudo atingiu seu objetivo nas suas quatro vertentes, como:  As características dos Portadores de Retardo Mental CID 10F79 (Baixo desenvolvimento intelectual, comprometimento nas relações sociais, linguístico e motor)  A música como ferramenta de desenvolvimento cognitivo, os benefícios psicológicos e físicos que a atividade musical  Atenção dos alunos dessa modalidade que não conseguem passar muitas horas em atividades pedagógicas convencionais como delongas leituras e cálculos, assim ir ao pátio fazer atividades com musica retém mais a atenção dos alunos
  • 14.  A socialização é possível trazendo esse individuo ao convívio social através de arte, coreografias, cantigas.  Os portadores de necessidades especiais apresentam limitações, mas não são incapazes, são aptos a fazer tudo basta um ajuste de todos, ou seja, a sociedade, a escola, as famílias e as politicas publicam precisam estar comprometidas.  A diversidade e o multiculturalismo ocorrem em todas as áreas da vida e assim é também com a Educação Especial a concretização vai além das intenções, exigindo seriedade política, comprometimento da comunidade educacional, capacitação docente e aprimoramento.
  • 15. REFERÊNCIAS Atendimento Educacional Especializado, Deficiência Mental. Portal Mec. Brasília/DF 2007. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/aee_dm.pdf >. Acesso em 03 de setembro de 2015. BRITO, Teca Alencar. Musica na Educação Infantil. 2. ed. São Paulo: Peirópolis,2013 Classificação Internacional de Doenças. Disponível em: <http://www.blogsegurançadotrabalho.com.br/2015/04/o-que-ecid.html>. Acesso 10 de Setembro 2015 Dramatização como Instrumento de Ensino. Disponível em: <http://educador.brasilescola.uol.com.br/orientacoes/dramatização- comoinstrumento-ensino.html>. Acesso 10 de Setembro de 2015 Educação Especial. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 1996, Capítulo V. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm>. Acesso em 08 de setembro de 2015. F70-F79 Retardo Mental. Datasus.gov.br. Disponível em: <http://www.datasus.gov.br/cid10/V2008/WebHelp/f70_f79.htm>.Acesso 10 de Setembro 2015.
  • 16. AGRADECIMENTOS Agradeço primeiramente a Deus, a Jesus, Minha Família e a Tutora Antónia Luisa Miorim Pelo apoio, dedicação e carinho.