SlideShare uma empresa Scribd logo
Novas Competências
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             dos Profissionais de TI
                                                                         Análise de Negócio                              Gestão por Processo




                              www.etecnologia.com.br

                                                                         Rildo F Santos

                                                            rildo.santos@etecnologia.com.br
                              (11) 9123-5358
                                                                                    @rildosan
                              (11) 9962-4260                             http://rildosan.com/
                                             ComProTI [2]                                                                                                         Versão 2.0
                                                            | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   by Rildosan
A empresa
                                                                                                                                                                       Consultoria

                                                                                                                                                                      Treinamento

                                             Somos uma empresa que cria soluções utilizando inovação, sustentabilidade e                                               Mentoring
                                             tecnologia.
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                                                                             Análise de Negócio
                                             Nossos serviços: Consultoria, Treinamento e Mentoring
                                                                                                                                                             Gestão por Processo
                                             Nossos Valores: colaboração, troca de experiência, debate de ideias e
                                                                                                                                                             Inovação
                                             compartilhamento de conhecimento.
                                                                                                                                                             Gestão de Risco

                                                                                                                                                             Métodos Ágeis

                                                                                                                                                             Engenharia de Software

                                                                                                                                                             Planejamento Estratégico

                                                                                                                                                             Gestão de Projetos
                                                                                                                                                                      Comunidade




                                                                                                                                                                etecnologia.ning.com
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com      2
Novas Competências dos Profissionais de TI   Programa: “Menos Papel, Mais Árvores ®”




                                                Qual é o mundo que queremos ?
                                                O primeiro passo para criar um mundo melhor, é saber qual tipo de mundo que queremos
                                                ter e qual tipo que deixaremos de herança para as próximas gerações.

                                                Nossa missão: É buscar pelo equilibro do homem, da tecnologia e do meio ambiente.

                                                Para cumprir esta missão é necessário: mobilizar, conscientizar, comprometer e AGIR.


                                                 O programa Menos Papel, Mais Árvores®, é uma ação, com objetivo de
                                                 estimular o consumo sustentável de papel dentro das organizações.

                                                Quer participar ?
                                                - Reduza o uso de papel (e de madeira) o máximo possível.
                                                - Só imprima se for extremamente necessário.
                                                - Evite comprar produtos com excesso de embalagem.
                                                - Ao imprimir ou escrever, utilize os dois lados do papel.
                                                - Use papel reciclado.
                                                                                                                                                      Não imprima esta apresentação

                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com     3
Novas Competências dos Profissionais de TI   Quem sou




                                                                                      Rildo Santos(@rildosan)
                                                                                      Consultor, Coach, Mentor, Palestrante,
                                                                                      Facilitador, Instrutor e Professor
                                                                      www.etecnologia.com.br
                                                                      etecnologia.ning.com
                                                                      rildosan.com
                                                                      facebook.com/rildosan
                                                                                          rildo.santos@etecnologia.com.br


                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   4
Facilitador:




                                              Rildo Santos | @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                              É Coach, Consultor, Palestrante, Instrutor e Professor de MBA. É graduado Administração de Empresas, pós graduação
                                              Metodologia do Ensino Superior e mestrando em Engenharia de Software pela Universidade Mackenzie.

                                              Resumo da Experiência:
                                              Tem mais de 10.000 horas de experiência em Análise de Negócio, Gestão por Processo, Inovação, Gestão de Serviços
                                              de TI, Governança de TI, Métodos Ágeis (SCRUM, XP, Kanban, Lean, e FDD) e Tecnologia.

                                              Prestou serviço de instrutor para as Universidades Corporativas: Correios, Petrobras, Serpro, Secretária da Fazenda do
                                              Estado de São Paulo.
                                              Foi instrutor de Tecnologia de Orientação a Objetos, UML e Linguagem Java na Sun Microsystems e da IBM. Professor
                                              de curso de MBA da Fiap e foi professor de pós-graduação do IBTA.

                                              Participou de projetos em diversas empresas públicas e privadas, tais como: TJSE, Petrobras, Sefaz-SP, Sonagol
                                              (Angola), Secretária da Segurança do SP, Sabesp, Prodesp, Serpro, Bradesco, Correios, Banco do Brasil, Neo Quimica,
                                              Benner Sistemas, Seisa Saúde, Toot Micro, Vivo, Novabase, CTEP, do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina
                                              do Estado de São Paulo, Aço Villares, Conexxoes Educacional e Amil.

                                              Vivência em Análise de Negócio:
                                              Já atuou como Analista de Negócio em dezenas de empresas e foi responsável pela Formação de Analista de Negócio
                                              na Prodesp – SP, treinou mais 200 pessoas, no Serpro - treinou 32 pessoas, na Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro -
                                              24 pessoas, entre outras empresas.

                                              Certificações:
                                              CSM - Certified SCRUM Master, CSPO - Certified SCRUM Product Owner ,SUN Java Certified Instructor , ITIL
                                              Foundation e Instrutor Oficial de Cobit Foundation e Cobit Games;


                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   5
Novas Competências dos Profissionais de TI   Introdução




                                                                Novas Competências para
                                                                 os profissionais de TI
                                                Novos últimos anos a tecnologia evoluiu muito, assim como as complexidades
                                                nos negócios, por conta de fusão, globalização, redução de custos, pressão da
                                                concorrência e dos clientes.

                                                Esta evolução gerou novos dispositivos, novos formatos, novas linguagens
                                                que requerem novos conhecimentos e habilidades dos profissionais de TI.
                                                Somente entender a tecnologia (bits e bytes) já não é suficiente é preciso
                                                conhecer o negócio, os processos e as pessoas (partes interessadas) para
                                                entregar produtos (softwares) que agregam valor ao negócio e aos clientes.
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   6
Parte 1




                                               Novas Competências para os
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                   profissionais de TI




                                                                                       Por que novos conhecimentos ?
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   7
O Passado
                                             Os profissionais de TI, no passado, precisava conhecer “bem” somente uma tecnologia,
                                             isto era o suficiente para sobreviver.
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   8
Mas, O Mundo evoluiu e Tecnologia evoluiu...
                                             O mundo evoluiu, homem foi a lua, venceu barreiras no campo da ciência, medicina,
                                             engenharia e artes...
                                             Com isto novas tecnologias, novos dispositivos, exigem “um novo” conhecimento para
                                             atender um mundo onde internet, rede sociais, banco de dados, aplicações que mantém
                                             todos conectados em qualquer lugar e qualquer horário...
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             Já não basta entregar uma aplicação, agora é necessário entregar uma aplicação que gere
                                             valor...

                                                                                                   Linha de Evolução




                                                                                                   1996
                                                                                                  Internet
                                                                                                                                                                          2012
                                                                                                                                                                          (hoje)
                                                                                                                         2006
                                                                                                                                                               Novas tecnologias
                                                                                                                                                               Novos requisitos
                                                            1960                                                                                               Geração de valor

                                             ComProTI [2]    | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   9
O Desafio: Aprender “coisas” novas
                                             Nem todas as pessoas reagem bem quando se tem que aprender coisas novas, alguns
                                             perfis são clássicos:
                                                                                                                                   Como assim
                                                                             Tenho                                                 aprender...
                                                                           saudade do                                                 Eu ?
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                            tempo...




                                               Pessoal da Zona de Conforto                           Pessoal da Zona de Stress                             Pessoal da Zona Positiva




                                                 Lei da Seleção Natural (os seres mais adaptados ao seus ambientes sobrevivem)
                                                                                                            1859: Charles Darwin

                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com     10
Quais são os Novos Conhecimentos para Profissional de TI
                                             Negócio ? Gestão ? Quais são os novos conhecimentos para pessoal
                                             do TI ?

                                                Negócio...                                                                                     Gestão por
                                                                                             Análise de                                         Processo,
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                Processo...
                                                                                             Negócio ?                                           BPM ?




                                             A cada dia as organizações se tornam mais complexas, por conta de novas exigências dos
                                             clientes, por conta de novas tecnologias, por conta de consolidação, aquisição, fusão, da
                                             necessidade de reduzir custos, da competição global ou pela implementação de novas leis e
                                             regulamentações.

                                             Para entregar produtos (softwares) que agreguem valor ao cliente e ao negócio...é
                                             preciso cada vez mais entender o negócio.

                                             Os profissionais TI conhecem bem tecnologia, mas, no cenário atual saber somente
                                             tecnologia já não é o suficiente, é preciso conhecer também o negócio, compreender suas
                                             reais demandas, problemas, requisitos, processos e pessoas.
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   11
Novas Competências dos Profissionais de TI   Parte 2




                                                   Análise de Negócio (Analista de Negócio)
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   12
Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ?
                                              Problemas de com requisitos ou falha de “comunicação"
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   13
Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ?
                                              Falta de capacidade para atender as “Demandas de negócio”


                                                                                               Como reduzir o “gap”
                                                                                               da capacidade da TI ?
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                         Fazer o alinhamento entre as NECESSIDADES de
                                                                        Negócio e a CAPACIDADE de TI é um eterno desafio
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   14
Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ?
                                             Quais projetos de TI são viáveis? Quais vão gerar valor agregado ao negócio ?
                                              A TI têm diversos projetos no seu portfólio, mas, dificilmente consegue dizer com precisão
                                              quais os projetos que são viáveis e quais vão gerar valor agregado “real” para o negócio.
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   15
Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ?
                                             O Analista de Negócio é um profissional que tem Conhecimento do Negócio e
                                             Competências suficientes para ajudar o negócio atingir metas e objetos.

                                                                           BABok®, Um Guia
                                                                           de Referência
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             Como o Analista de Negócio pode ajudar:
                                             Integração – Facilitando a integração entre as áreas de negócio e TI.

                                             Comunicação - Aprimorando a comunicação entre as áreas de negócio e TI:
                                             - Ajudando as partes interessadas a externar suas reais necessidades
                                             - Facilitando a comunicação entre TI e Negócio

                                             Demanda – Melhorando a capacidade de TI de atender as demandas de negócio no prazo
                                             certo (requerido pelo negócio), custo certo e com qualidade esperada

                                             Projetos – Fazendo Análise de Viabilidade para saber quais projetos TI agregam valor ao
                                             negócio.
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   16
O que é o Guia BABok 2.0 ?
                                                                             O BABok® 2.0, é Corpo de Conhecimento de Análise de
                                                                             Negócios, também conhecido como Guia de Práticas de
                                                                             Análise de Negócio.

                                                                             Este guia foi publicado e é mantido pelo IIBA.
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                             O guia BABok descreve as áreas de conhecimentos, tarefas
                                                                             competências fundamentais e técnicas de análise de negócio.

                                             O objetivo primário do          O guia está alinhado com as práticas descritas no PMBok®,
                                             Guia BABOK ® é definir a
                                             profissão de Analista de
                                                                             CMMI®, TOGAF (Arquitetura Corporativa), ITIL, COBIT, BPM,
                                             Negócio                         Método Ágil (Scrum) e etc




                                                               O Guia BABok 2.0 é guia de referência para Análise de Negócio
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   17
O que é Análise de Negócio ?
                                                              “Análise de negócio é o conjunto de tarefas e técnicas usadas para funcionar
                                                              como um elo de ligação entre as partes interessadas (stakeholders), com
                                                              objetivo de compreender a estrutura, as políticas e operações de uma
                                                              organização e recomendar soluções que permitem à organização atingir seus
                                                              objetivos”.
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             Quem é o Analista de Negócio ?
                                                                               Um Analista Negócio é qualquer pessoa que exerça atividades de
                                                                               Análise de Negócio, não importando qual seja seu cargo, função ou
                                                                               papel.
                                                                               A Análise de Negócio não incluem apenas as pessoas com o cargo
                                                                               Analista de Negócio, ela também pode incluir outros profissionais,
                                                                               tais como: Analista de Sistemas, Analista de Requisitos,
                                                                               Engenheiro de Sistemas Corporativo, Analista de Processo, Analista
                                                                               de Produto, Gerente de Produto, Product Owner (SCRUM),
                                                                               Arquiteto de Solução Corporativa, Consultores de Gestão ou
                                                                               qualquer outra pessoa que execute as tarefas descritas no Guia
                                                                               BABok® , incluindo aqueles que exercem também disciplinas
                                                                               relacionadas, tais como Gerenciamento de Projeto, Desenvolvimento
                                                                               de Software, Garantia de Qualidade e etc.
                                             Analista de Negócio pode ser cargo (função) ou um papel.
                                             Este papel poderá ser desempenhado pelo Analista de Sistemas, Analista de
                                             Requisitos e Desenvolvedores.
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   18
Guia BABok®: Áreas de Conhecimento
                                                                                                                        Entender a              Identificar as partes
                                                                                                                         demanda                interessadas
                                                      Demanda de Negócio
                                                      (necessidade, problema ou oportunidade)

                                                                                                                                                        Definir o documento
                                                                                                                    Planejamento
                                                                                                                  e Monitoramento                       resultante da Análise
                                                                                                                    de Análise de                       de Negócio
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                                       Negócio

                                                                 Entender o negócio
                                                                                                                                                                 Validar a
                                                                                                                                                                 solução

                                                                                                                                         Avaliação e
                                                                                                   Análise                               Validação
                                                                                                 Corporativa                             da Solução                   Gerenciamento
                                                                   Elicitação                                                                                        e Comunicação
                                                                                                                                                                       de Requisitos


                                                                                                                      Análise de
                                                                                                                      Requisitos
                                                                                                                                                                              Comunicar a
                                                                  Entender as                                                                                                   solução
                                                                     partes
                                                                 interessadas                                                                    Elaborar a
                                                                                                Colaboração                                       solução




                                                   Analista                              Especialistas                                                                 Documento resultante
                                                  de Negócio                                                                                                           da análise de negócio

                                             ComProTI [2]    | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com         19
Um Framework para Análise de Negócio (BABok®):
                                              O BABok 2.0® pode ser utilizado como um framework
                                                                                                                                                Documentos e/ou artefatos que são resultantes
                                                                                                                                                das atividades da área de conhecimento
                                                                                                                                                Exemplo: Plano de Análise de Negócio
                                                                                                   Área de Conhecimento
                                                            Entrada                                                                                             Saída
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                      Documentos/artefatos                                                                                Documentos/artefatos
                                                                                                             Tarefas


                                                 Documentos e/ou artefatos que são
                                                 necessários para iniciar as atividades
                                                 da área de conhecimento.
                                                                                                                                             Tarefas que são necessárias
                                                 Exemplo: Documento de Necessidade
                                                                                                                                             para transformar um artefato de
                                                 de Negócio (ou Documento de
                                                                                                                                             entrada em um artefato de saída
                                                 Demanda de Negócio)
                                                                                                                                             (resultado esperado)
                                                                                                                                             Exemplo: Planejar as atividades
                                                                                                                                             do Analista de Negócio

                                                  Técnicas que são necessárias
                                                  para realizar as tarefas.
                                                  Exemplo: Análise SWOT                                      Técnicas

                                             ComProTI [2]     | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com         20
Guia BABok®: Técnicas
                                              - São 34 técnicas
                                              - Todas as técnicas descritas são utilizadas pelos analistas de negócio
                                              - Cobrem a maioria das situações que um analista de negócios encontrará em seu dia-a-dia.

                                               Listas de Técnicas*:
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                01 - Definição dos Critérios de Aceite e Avaliação                          18 - Observação (de Campo)
                                                02 - Bechmarking                                                            19 - Modelagem Organizacional
                                                03 - Brainstorming                                                          20 - Rastreamento de Problemas
                                                04 - Análise de Regras de Negócio                                           21 - Modelagem de Processos
                                                05 - Dicionário de dados e glossário                                        22 - Prototipagem
                                                06 - Diagramas de Fluxos de dados                                           23 - Workshop de Requisitos
                                                07 - Modelagem de Dados                                                     24 - Análise de Riscos
                                                08 - Análise de Decisão                                                     25 - Análise de Causa-Raiz
                                                09 - Análise de Documentos                                                  26 - Cenários e Casos de Uso
                                                10 - Estimativa                                                             27 - Modelagem de Escopo
                                                11 - Grupos Focais (Grupo de Foco)                                          28 - Diagramas de Sequência
                                                12 - Decomposição Funcional                                                 29 - Diagramas de Estados
                                                13 - Análise de Interface                                                   30 - Revisão Estruturada
                                                14 - Entrevistas                                                            31 - Pesquisa / Questionário
                                                15 - Processo de Lições Aprendidas                                          32 - Análise SWOT
                                                16 - Métricas e Indicadores-Chave de Desempenho                             33 - Estória do Usuário
                                                17 - Análise de Requisitos Não-Funcionais                                   34 - Avaliação de Fornecedores
                                               Esta lista não é prescritiva, existem diversas outras técnicas que podem ser utilizadas pra realizar as tarefas de Análise de Negócio e que não
                                               estão na lista




                                               Alguns técnicas (escritas em vermelho) já são de domínio do pessoal de TI, mas
                                               existem diversas outras técnicas que devem ser aprendidas....
                                             ComProTI [2]     | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com              21
Competências do Analista de Negócio:
                                                                                                     No BABok 2.0 as competências do Analista de Negócio é uma
                                                                                                     Área de Conhecimento chamada: “Competências Fundamentais”.

                                                                                                     Competências Fundamentais do Analista de Negócio
                                                                                                     É uma Área de Conhecimento que fornece uma descrição das
                                                                                                     características, dos comportamentos, conhecimentos e
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                     qualidades pessoais para dar suporte as práticas de análise de
                                                                                                     negócios.

                                             Competências Fundamentais do Analista de Negócio

                                                Capacidade           Características            Conhecimento            Habilidades de           Habilidades de               Conhecer
                                                Analítica e         Comportamentais              do Negócio              Comunicação                Interação                Aplicações
                                                Solução de                                                                                            (ou de                 e Softwares
                                                Problemas                                                                                        Relacionamento)
                                                 Pensamento                                       Princípios e
                                                   Criativo                  Ética                Práticas de            Comunicação                Facilitação e              Aplicativos
                                                                                                   Negócio                  Oral                    Negociação                 Genéricos

                                                  Tomada de
                                                   Decisão                                      Conhecimento
                                                                                                do Segmento
                                                                         Organização             de Mercado                                                                   Aplicativos
                                                Aprendizagem                                                             Saber Ensinar               Liderança
                                                                           Pessoal                                                                                            Especialista
                                                                                                Conhecimento
                                                  Solucionar                                         da
                                                  Problemas                                      Organização
                                                                                                                         Comunicação                Trabalhar em
                                                 Pensamento             Confiabilidade          Conhecimento               Escrita                     Equipe
                                                  Sistêmico                                      de Solução




                                             ComProTI [2]      | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com         22
Conhecimento do Negócio: Visão de Negócio (Estratégia)
                                             Visão do Analista
                                                   de Negócio                                                      Meio Ambiente


                                                               Concorrência                                                                             Sociedade
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                   Visão do lado




                                                                                                                                    Visão interna
                                                                                                     de dentro




                                                                                                                                    Visão Externa
                                                                                                   Visão do lado
                                                                                                      de fora
                                                            Clientes                                                                                               Governo




                                                                                                                     Empresa


                                                                  Fornecedores                                                                      Força de trabalho



                                                 Para conhecer a negócio, é preciso ter uma Visão Holística do Negócio
                                             ComProTI [2]    | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   23
Visão de Valor da Tecnologia:
                                               Uma visão de valor da tecnologia da informação, faz que o Analista de Negócio tenha um
                                               foco no valor que a tecnologia pode gerar para o negócio e não nos seus aspectos
                                               técnicos.
                                                                                                                                       Visão da tecnologia sem demonstrar
                                                                                                                                       qual é valor gerado para o negócio
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                    Visão de valor da tecnologia


                                                    Conhecer como a tecnologia pode gerar valor para negócio e clientes
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   24
Como Atua o Analista de Negócio: Na Demanda de Problemas de Negócio

                                                                                                                                   Desenho da
                                                                                            Oportunidade                            Solução
                                                                      Problema
                                                                                                                         Análise de
                                                                                                                                                 Técnicas
                                                   Necessidade                                                            Negócio
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                                       Entendimentos
                                                                                                                       dos Requisitos                                        Projeto


                                                                            Demanda                                        Analista de                                    Equipe de
                                             Estratégia                    de negócio                                       Negócio                                        Projeto


                                                   Internos
                                                                                                                                                    Especialistas
                                                                                                                                                                            Solução:
                                                                                                                                                                           Produto ou
                                                                          Stakeholders                                                                                      Serviço


                                                 Externos                                       Traduzir as necessidades em capacidades claramente
                                                                                                descritas e definidas
                                                                                                Ajudar a definir o escopo da solução e escopo do projeto
                                                                                                Ser o facilitador da comunicação entre o negócio e a TI
                                                                                                Ser mentor para equipe do projeto
                                                                                                Representar os "stakeholders” (voz do cliente)
                                             ComProTI [2]     | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com     25
Fluxo da Demanda: do Negócio até a TI:

                                                   Stakeholders




                                                                      Demanda de
                                                                      Geração de

                                                                        Negócio
                                                                                                            Demanda
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                                                                                               Demanda de Negócio




                                                                                                                                                                                                       Visão de Negócio
                                                                                                                                        Planejamento e
                                                                      Entendimento dos Requisitos




                                                                                                                                        Monitoramento da
                                               Analista de Negócio




                                                                                                                                        Análise de Negócio
                                                                         e Desenho da Solução




                                                                                                         Entendimentos
                                                                                                                                        Análise Corporativa
                                                                                                         dos Requisitos                 (Requisitos do negócio)
                                                                                                                                                                                    Requisitos
                                                                                                                                        Elicitação de Requisitos
                                                                                                                                        (Requisitos do Usuário)
                                                                                                                                        Análise de Requisitos
                                                                                                                                        Comunicação e
                                                                                                                                        Gerenciamento de
                                                                                                           Desenho da                   Requisitos
                                                                                                                                        Validação e Avaliação da
                                                                                                            Solução                     Solução

                                                                                                                                         Técnicas de Análise de                     Desenho da
                                                                                                                                         Negócio                                     Solução




                                                                                                                                                                                                       Visão de TI
                                                                     Especificação
                                                                     de Requisitos
                                               Analista de

                                               Requisitos
                                                Sistemas/




                                                                                                    Requisitos          Requisitos
                                                                                                    Funcionais             Não                                                     Artefatos de
                                                                                                                        Funcionais                                                Engenharia de
                                                                                                                                                                                    Software


                                             ComProTI [2]                      | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com                 26
Analista de Negócio e a Colaboração
                                                                                                Analista de Negócio 3.0
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                              Para facilitar a comunicação e                                                                    Para melhorar o entendimento
                                              a integração entre as unidades                                                                    das necessidades das partes
                                              de negócio ou departamentos                                                                       interessadas




                                                                                                 Alerta: Complexo de Super Homem
                                                Para entender as necessidade
                                                e problemas e dar soluções                       O Analista de Negócio é uma pessoa
                                                                                                 comum não é super-herói.                        Atuar como elo de ligação
                                                que ajude empresa alcançar                       A colaboração é chave para obtenção
                                                seus objetivos                                   de boas soluções de negócio.                    entre o negócio e a TI

                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   27
Como o Analista de Negócio de TI pode contribuir para a geração de valor:
                                             - Elaborar “Business Case” para garantir que não se desperdice dinheiro implementando projetos de
                                             TI que não agregam valor ao negócio.

                                             - Priorizar as demandas de negócio

                                             - Aprimorar a integração entre as áreas de negócio e TI
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             - Facilitar a comunicação e o entendimento entre as áreas de negócio (partes interessadas internas e
                                             externas) e TI

                                             - Acompanhar o ciclo de vida da solução e o seu desempenho

                                             - Focar na melhoria continua

                                             -Trabalhar orientado a geração de valor agregado ao cliente

                                             - Identificar novas oportunidade de melhorias




                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   28
Novas Competências dos Profissionais de TI   Parte 2




                                                 Análise de Processo (Analista de Processo)
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   29
Por que as empresas precisam do Analista de Processo ?



                                                            Fornecedores
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                                                                 Cliente




                                                               Infra-estrutura empresarial

                                                               Gerenciamento de Recursos Humanos

                                                               Desenvolvimento de Tecnologia
                                                               Compras / Aquisição de insumos




                                                                                                                  Cadeia de Valor (processos de Negócio)



                                                             Conhecer todos os Processos de Negócio da Cadeia de Valor
                                             ComProTI [2]      | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   30
Por que as empresas precisam do Analista de Processo ?
                                             Processo Definido:
                                             São processos que se conhece todas as variáveis, têm poucas ou nenhuma
                                             mudança ao logo do processo, são repetitivos, são previsíveis e devem ter
                                             baixo risco.
                                             Geralmente existe uma documentação aplicada a execução do processo.
                                             São conhecidos como processos prescritivos
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             Exemplo: Geralmente encontramos estes processos em industrias. Processo de
                                             uma Linha de Produção (carros, computadores, geladeiras, telefones...)

                                             *Processos Empíricos:
                                             São aqueles processos que não se conhece todas as variáveis, têm mudanças ao
                                             logo do processo, não são repetitivos, são imprevisíveis e geralmente tem um nível
                                             acentuado de risco. Geralmente baseado na experiência e no conhecimento de
                                             quem executa o processo.
                                             São conhecidos como processos não prescritivos
                                             Exemplo: Geralmente encontramos estes processos em empresas de serviços.
                                             Exemplos: Desenvolvimento de Software, Atendimento médico e etc.

                                             Quando desenvolvemos um software as vezes não conhecemos todos os requisitos,
                                             e os requisitos que são conhecidos mudam com certa frequência e geralmente todas
                                             as estimavas são feitas baseada no conhecimento das pessoas, isto quer dizer, que
                                             o mesmo trabalho feito por equipes diferentes a duração pode variar, pois, a equipe
                                             mais experiente deve realizar o trabalho mais rápido do que a equipe menos
                                             experiente. Isso porque o desenvolvimento de software é um problema complexo,
                                             que se comporta de forma imprevisível.
                                             *A teoria de controle de processos empíricos, emprega uma abordagem iterativa e incremental e técnicas de inspeção
                                             e adaptação para otimizar a previsibilidade e controlar os riscos.

                                                        Para entender quais são os processos que existem dentro da organização
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   31
Por que as empresas precisam do Analista de Processo ?
                                              Segundo uma pesquisa realizada pelo Gartner (www.gartner.com), as organização estão
                                              adotando BPM (Gestão por Processos) pelos seguintes motivos:


                                                    Aumentar agilidade do negócio                                                                                       31%
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                  Aumentar a satisfação do cliente                                                                               28%


                                                                      Reduzir custos                                                             21%

                                                 Melhorar qualidade dos produtos
                                                                                                                                 14%
                                                                        / serviços


                                                   Atender a conformidade legal                        3%

                                                                                            0%                     10%                    20%                    30%                40%




                                                                Para entender quais são diretrizes e os requisitos de negócio
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com         32
Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ?
                                             O Analista de Processos é um profissional que tem Domínio da BPM (Gestão por Processo)
                                             e Competências necessárias para ajudar o negócio atingir metas e objetos.
                                                                            CBok®, Um Guia
                                                                            de BPM
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             Como o Analista de Processo pode ajudar:
                                             Processos de Negócio – Identificação dos processos de negócio da Cadeia de Valor.

                                             Desenvolvendo Base de Conhecimento de Processos de Negócio – Desenvolvendo a
                                             Base de Conhecimento ajuda a empresa conhecer os processos.

                                             Diretrizes, Objetivos e Requisitos de Negócio – Conhecendo as diretrizes (drivers) de
                                             negócio o Analista deve conhecer poderá auxiliar os donos de processos a identificar e
                                             implementar as oportunidades de melhoria que agreguem valor ao negócio.

                                             Melhoria Continua – Implementação do Ciclo de Melhoria Continua para melhorar os
                                             processos de negócio.
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   33
Quem é o Analista de Processo ?
                                                                                                               Definição: Analista de Processo
                                                                                                               O Analista de Processos é o profissional que
                                                                                                               tem como principal objetivo para ajudar os donos
                                                                                                               de processos na identificação e na
                                                                                                               implementação de melhorias nos processos.
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                               O Analista de Processo deve conhecer o Ciclo
                                                                                                               de Vida dos Processos, dominar práticas,
                                                                                                               técnicas para o mapeamento, modelagem,
                                                                                                               análise,melhoria e monitoramento de processos.

                                                                                                              Definição: Cargo (função) ou Papel ?
                                                                                                              Não existe uma regra definida. Cada empresa poderá
                                                                                                              estabelecer livremente se o Analista de Processo será
                                                                                                              um cargo* (função) e/ou um papel.
                                                                                                              * Não existe um código no CBO (Código Brasileiro de
                                                                                                              Ocupação) para Analista de Processo.



                                                   O Analista de Processo deve                                        Habilidades do Analista de Processo:
                                                   trabalhar em colaboração                                           - Visão Sistêmica
                                                   com os Gestores do Negócio,                                        - Comunicação
                                                   Donos de Processo, Analista                                        - Liderança
                                                   de Negócio, Gerente de                                             - Conhecimento de metodologias, práticas,
                                                   Projeto, Desenvolvedores...                                          Técnicas (BPMN) e ferramentas (BPMS)

                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   34
Guia BPM CBok®:

                                                                                             Para trabalhar como BPM -- mapeamento, modelagem,
                                                                                             análise e melhoria de processos --, precisamos ter um guia
                                                                                             de referência...
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                             Mas, porque precisamos de um guia de referência ?

                                                                                             Precisamos de um Guia de Referência para não começar
                                                                                             do zero e para não reinventar a roda. O BPM CBOK pode
                                                                                             ser utilizado como uma referência para realização das
                                                                                             atividades do BPM.

                                                                                                                                   Por que precisamos de
                                                                                                                                   um Guia de Referência ?
                                             BPM CBOK é uma
                                             guia de referência
                                             para realização das
                                             atividades do BPM




                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   35
Como é estrutura do Guia BPM CBok®:

                                                                                          Tarefas são processos ou atividades, elas
                                                                                          descrevem como transformar as coisas e
                                                            Domínio BPM                   gerar valor. Exemplo: Modelar processo.

                                                                                                                                                   Técnicas
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                                         Tarefas



                                                    Habilidades são
                                                       capacidades
                                                      adquiridas ou                                                                                                          Técnicas
                                                   aprendidas para                                                                                                           descrevem co
                                                fazer uma ou mais                                                                                                            mo algo
                                                            tarefas                                                                                                          é realizado.
                                                          Exemplo:                                                                                                           Exemplo:
                                                  Conhecimento de                                                                                                            A notação
                                               ferramentas BPMS                                                                                                              BPMN
                                                                                                                Habilidades




                                             ComProTI [2]    | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com          36
Conceitos Básicos, segundo o Guia BPM CBOK®:
                                              Principais conceitos de BPM
                                              Existem diversos conceitos fundamentos que definem BPM, incluindo noções como:
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                                                                                                    Objetivo
                                                                                                                                                                                    principal




                                             Resumindo:
                                                                                          BPM                         BPMN...                        BPMS                            Pessoas


                                              BPM =                        Gestão
                                                                                              +          Técnicas
                                                                                                                             +        Tecnologia
                                                                                                                                                              =
                                                                                                                                                                         Valor para
                                                                                                                                                                          o cliente

                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com               37
Guia BPM CBok®: Áreas de Conhecimento:
                                              O Guia BPM CBOK foi organizado em nove áreas de conhecimento, sendo todas inter-relacionadas e
                                              evolutivamente complementares:
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                   Lista das Áreas de Conhecimento:
                                                   1. Gerenciamento de Processos de Negócio                               6. Transformação de Processos
                                                   2. Modelagem de Processos                                              7. Organização de Processos
                                                   3. Análise de Processos                                                8. Gerenciamento de Processos Corporativos
                                                   4. Desenho de Processos                                                9. Tecnologias de Gerenciamento de Processos
                                                   5. Gerenciamento de Desempenho de Processos


                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   38
Técnicas e Ferramentas:
                                             Técnicas habilitam a realização das atividades do Ciclo de Vida BPM. O uso de Ferramentas
                                             dão a produtividade esperada. Analista de Processo deve conhecer as técnicas e dominar as
                                             ferramentas de produtividade.

                                                             Listas de Técnicas e Ferramentas:
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                             Técnicas para Mapeamento de                             Técnicas e Ferramentas para Análise e
                                                             Processos:                                              Melhoria de Processos:
                                                             - Análise das Partes Interessadas                       - Simulação
                                                             - Análise de Documentos                                 - Rastreamento de Problemas
                                                             - Análise de Interface e Sistemas                       - Prototipagem
                                                             - Entrevistas                                           - Análise de Risco
                                                             - Pesquisa/Questionários                                - Análise de Decisão
                                                             - Delphi (Técnica de Delphi)                            - Análise de Causa-Raiz
                                                             - Observação (de Campo)                                 - Modelagem de Escopo
                                                             - Workshop de Requisitos                                - Análise SWOT
                                                             - Modelagem Organizacional                              - Avaliação de Fornecedores
                                                             - Brainstorming                                         - Decomposição Funcional
                                                             - Decomposição Funcional                                - Análise de Regras de Negócio
                                                             - Análise de Regras de Negócio                          - Metas e Indicadores de Desempenho
                                                                                                                     - Análise de Decisão
                                                             Técnicas e Ferramentas para                             - Bechmarking
                                                             Modelagem de Processos:                                 - PDCA
                                                             - Notação: BPMN/EPC                                     - Grupo de Foco
                                                             - Ferramentas: BPM/BPA/BPMS                             - Matriz GUT[F]
                                                                                                                     - 5W2H [F]
                                                                                                                     - 5 Porquês
                                                                                                                     - MASP
                                                            Legenda: [F] Ferramenta


                                             ComProTI [2]      | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   39
Competência do Analista de Processo ?
                                             Competências Essenciais do Analista de Processo
                                             É descrição das características, conhecimentos e habilidades
                                             necessárias para realizar as atividades do ciclo de vida BPM


                                             Competências Essências do Analista de Processo
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                              Competências Essências

                                                       Capacidade            Conhecimento                Habilidades de                Conhecimento               Conhecimento
                                                        Analítica             do Negócio                 Comunicação e                  de Técnicas               de Ferramentas
                                                                                                         Relacionamento



                                                                               Conhecimento                 Comunicação                   Técnicas                   Ferramentas
                                                        Tomada de              da Estratégia                 Oral/Escrita                    para                       BPMS
                                                         decisão                                                                        mapeamento,
                                                                                                                                         modelagem,
                                                                              Conhecimento                  Saber Ensinar                  análise,                  Ferramentas
                                                                              da Cadeia/Rede                                             melhoria e                      BPA
                                                                                 de Valor                                               monitoramento
                                                        Raciocínio
                                                         Abstrato                                            Facilitação e              de processos
                                                                               Conhecimento                  Colaboração                                             Ferramentas
                                                                                da Estrutura                                                                        de Automação
                                                                                                                                           Notação:
                                                                               Organizacional               Trabalhar em                  BPMN/EPC
                                                                                                               Equipe
                                                     Visão Sistêmica
                                                                               Conhecimento
                                                                               dos processos                  Liderança




                                             ComProTI [2]    | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   40
Como Atua o Analista de Processo: Na Demanda BPM

                                                                                            Oportunidade                          Modelo AS-IS
                                                                      Problema               de Melhoria
                                                                                                                         Análise de
                                                      Novos                                                                                      Técnicas
                                                                                                                         Processos
                                                     processo
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                                      Modelo TO-BE
                                                                                                                                                                             Projeto


                                                                            Demanda                                        Analista de                                    Equipe de
                                             Estratégia                       BPM                                           Processo                                       Projeto


                                                   Internos
                                                                                                                                                    Especialistas
                                                                                                                                                                            Solução:
                                                                                                                                                                           Produto ou
                                                                          Stakeholders                                                                                      Serviço


                                                 Externos                                           Traduzir as necessidades em modelos
                                                                                                    Fazer a proposta de melhoria
                                                                                                    Validar modelos
                                                                                                    Aprovar a proposta de Melhoria
                                                                                                    Ser mentor para equipe do projeto
                                                                                                    Representar os "stakeholders” (ser voz do cliente)
                                             ComProTI [2]     | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com     41
Fluxo da Demanda: do Negócio (BPM) até a TI:

                                                   Stakeholders


                                                                                         Geração de
                                                                                         Demanda
                                                                                            BPM
                                                                                                                           Demanda




                                                                                                                                                                                                                          Visão de Negócio (BPM)
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                                                                                                                                                                  Demanda de Negócio
                                                                                         Entendimento dos Processos




                                                                                                                                                          Planejamento BPM
                                               Analista de Processo




                                                                                           e Proposta de Melhoria




                                                                                                                        Desenho do                        Mapeamento de Processo
                                                                                                                                                          Modelagem de Processo
                                                                                                                        Modelo AS-IS
                                                                                                                                                          Análise de Processo                         Modelo AS-IS
                                                                                                                                                          Melhoria de Processo




                                                                                                                        Desenho do                        Técnicas de Análise de
                                                                                                                                                          Processo
                                                                                                                       Modelo TO-BE

                                                                                                                                                                                                     Modelo TO-BE
                                                                      Desenvolvedores
                                                                                        Automação de




                                                                                                                                                                                                                          Visão de TI
                                               Analista de




                                                                                         Processos
                                                Sistemas/




                                                                                                                                                            Ferramentas BPMS
                                                                                                                                                            XPDL
                                                                                                                         Modelo de                          BPEL
                                                                                                                         Execução                           Engine Workflow                     Workflow de Processos




                                             ComProTI [2]                                         | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com                       42
Como o Analista de Processo pode contribuir para a geração de valor:
                                             - Prover uma base de conhecimento dos processos de negócio

                                             - Identificar os processos de negócio

                                             - Ajudar os donos de processo a identificar e implementar as oportunidades de melhoria
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             - Focar na melhoria continua e implementar o ciclo (programa) de melhoria continua

                                             - Trabalhar orientado a geração de valor agregado ao cliente

                                             - Implementar novos processos

                                             - Trabalhar para elevar o nível de maturidade dos processos (críticos) de negócio




                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   43
Novas Competências dos Profissionais de TI   Parte 3




                                                                                            Conclusão
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   44
Um novo Profissional de TI
                                             Os profissionais de TI devem ter conhecimentos e habilidades
                                             necessárias para atender as demandas de negócio e para entregar
                                             produtos (softwares) que agreguem valor ao negócio
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   45
Mas, novos conhecimentos e habilidades não podem representar:
                                                - Mais trabalho
                                                - Mais responsabilidades
                                                                                                                                                              - Um novo Papel
                                                                                                                                                              sem nenhuma
                                                                                                                                                              compensação
                                                                                    - Uma má qualidade de vida
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   46
Novo “Conhecimento” do Profissional de TI




                                                            Conhecimento
Novas Competências dos Profissionais de TI




                                                            70% tecnologia                                                     30% negócio


                                                 Banco de Dados                                                                              Análise de Negócio
                                                 Sistemas Operacionais                                                               Gestão por Processo (BPM)
                                                 UML                                                                                          Gestão de Projetos
                                                 Modelagem de Dados                                                                     Planejamento Estratégico
                                                 Gestão de Requisitos                                                                             Cadeia de Valor
                                                 Práticas de Engenharia de Software                                                       Arquitetura Empresarial
                                                 Métodos Ágeis
                                                 Teste de Software
                                                 Internet
                                                 Rede Sociais
                                                 Java, .Net, Ruby...
                                                 Cloud Computing
                                             ComProTI [2]   | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com   47
Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI
Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI
Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI
Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI
Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI
Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como Fazer a Integração entre BPM e SOA
Como Fazer a Integração entre BPM e SOAComo Fazer a Integração entre BPM e SOA
Como Fazer a Integração entre BPM e SOA
Rildo (@rildosan) Santos
 
Process Design Thinking
Process Design ThinkingProcess Design Thinking
Process Design Thinking
Rildo (@rildosan) Santos
 
Analista de Negócio Ágil 3.0
Analista de Negócio Ágil 3.0 Analista de Negócio Ágil 3.0
Analista de Negócio Ágil 3.0
Rildo (@rildosan) Santos
 
eTecnologia: Retrospectiva 2011 | Perspectiva 2012
eTecnologia: Retrospectiva 2011 | Perspectiva 2012eTecnologia: Retrospectiva 2011 | Perspectiva 2012
eTecnologia: Retrospectiva 2011 | Perspectiva 2012
Rildo (@rildosan) Santos
 
Técnicas de Gestão para Análise de Negócio
Técnicas de Gestão para Análise de NegócioTécnicas de Gestão para Análise de Negócio
Técnicas de Gestão para Análise de Negócio
Rildo (@rildosan) Santos
 
Modelagem de Processos com BPMN e Tibco Business Studio
Modelagem de Processos com BPMN e Tibco Business StudioModelagem de Processos com BPMN e Tibco Business Studio
Modelagem de Processos com BPMN e Tibco Business Studio
Rildo (@rildosan) Santos
 
Notação BPMN v. 1.2
Notação BPMN v. 1.2 Notação BPMN v. 1.2
Notação BPMN v. 1.2
Rildo (@rildosan) Santos
 
Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)
Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)
Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)
Rildo (@rildosan) Santos
 
Gestão por Processo
Gestão por ProcessoGestão por Processo
Gestão por Processo
Rildo (@rildosan) Santos
 
Análise, Simulação e Melhoria de Processo com WBM
Análise, Simulação e Melhoria de Processo com WBMAnálise, Simulação e Melhoria de Processo com WBM
Análise, Simulação e Melhoria de Processo com WBM
Rildo (@rildosan) Santos
 
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Rildo (@rildosan) Santos
 
Portfólio BPM
Portfólio BPMPortfólio BPM
Portfólio BPM
Rildo (@rildosan) Santos
 
Tutorial BizAgi - Modelagem de Processos com BPMN e BizAgi
Tutorial BizAgi - Modelagem de Processos com BPMN e BizAgiTutorial BizAgi - Modelagem de Processos com BPMN e BizAgi
Tutorial BizAgi - Modelagem de Processos com BPMN e BizAgi
Rildo (@rildosan) Santos
 
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Processos (compactada)
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Processos (compactada)Guia de Orientação para Carreira de Analista de Processos (compactada)
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Processos (compactada)
Rildo (@rildosan) Santos
 
Palestra Analista de Negócio 3.0
Palestra Analista de Negócio 3.0 Palestra Analista de Negócio 3.0
Palestra Analista de Negócio 3.0
Rildo (@rildosan) Santos
 
Como Analista de Negócio Entrega Valor
Como Analista de Negócio Entrega ValorComo Analista de Negócio Entrega Valor
Como Analista de Negócio Entrega Valor
Rildo (@rildosan) Santos
 
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMNMapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Rildo (@rildosan) Santos
 
Guia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de NegócioGuia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de Negócio
Rildo (@rildosan) Santos
 
BABok 2.0 - O Guia de Análise de Negócio
BABok 2.0 - O Guia de Análise de NegócioBABok 2.0 - O Guia de Análise de Negócio
BABok 2.0 - O Guia de Análise de Negócio
Rildo (@rildosan) Santos
 
Tutorial Visio Modelagem de Processos
Tutorial Visio Modelagem de ProcessosTutorial Visio Modelagem de Processos
Tutorial Visio Modelagem de Processos
Rildo (@rildosan) Santos
 

Mais procurados (20)

Como Fazer a Integração entre BPM e SOA
Como Fazer a Integração entre BPM e SOAComo Fazer a Integração entre BPM e SOA
Como Fazer a Integração entre BPM e SOA
 
Process Design Thinking
Process Design ThinkingProcess Design Thinking
Process Design Thinking
 
Analista de Negócio Ágil 3.0
Analista de Negócio Ágil 3.0 Analista de Negócio Ágil 3.0
Analista de Negócio Ágil 3.0
 
eTecnologia: Retrospectiva 2011 | Perspectiva 2012
eTecnologia: Retrospectiva 2011 | Perspectiva 2012eTecnologia: Retrospectiva 2011 | Perspectiva 2012
eTecnologia: Retrospectiva 2011 | Perspectiva 2012
 
Técnicas de Gestão para Análise de Negócio
Técnicas de Gestão para Análise de NegócioTécnicas de Gestão para Análise de Negócio
Técnicas de Gestão para Análise de Negócio
 
Modelagem de Processos com BPMN e Tibco Business Studio
Modelagem de Processos com BPMN e Tibco Business StudioModelagem de Processos com BPMN e Tibco Business Studio
Modelagem de Processos com BPMN e Tibco Business Studio
 
Notação BPMN v. 1.2
Notação BPMN v. 1.2 Notação BPMN v. 1.2
Notação BPMN v. 1.2
 
Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)
Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)
Agile BPM (Gestão por Processo Ágil)
 
Gestão por Processo
Gestão por ProcessoGestão por Processo
Gestão por Processo
 
Análise, Simulação e Melhoria de Processo com WBM
Análise, Simulação e Melhoria de Processo com WBMAnálise, Simulação e Melhoria de Processo com WBM
Análise, Simulação e Melhoria de Processo com WBM
 
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case
 
Portfólio BPM
Portfólio BPMPortfólio BPM
Portfólio BPM
 
Tutorial BizAgi - Modelagem de Processos com BPMN e BizAgi
Tutorial BizAgi - Modelagem de Processos com BPMN e BizAgiTutorial BizAgi - Modelagem de Processos com BPMN e BizAgi
Tutorial BizAgi - Modelagem de Processos com BPMN e BizAgi
 
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Processos (compactada)
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Processos (compactada)Guia de Orientação para Carreira de Analista de Processos (compactada)
Guia de Orientação para Carreira de Analista de Processos (compactada)
 
Palestra Analista de Negócio 3.0
Palestra Analista de Negócio 3.0 Palestra Analista de Negócio 3.0
Palestra Analista de Negócio 3.0
 
Como Analista de Negócio Entrega Valor
Como Analista de Negócio Entrega ValorComo Analista de Negócio Entrega Valor
Como Analista de Negócio Entrega Valor
 
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMNMapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio com BPMN
 
Guia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de NegócioGuia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de Negócio
 
BABok 2.0 - O Guia de Análise de Negócio
BABok 2.0 - O Guia de Análise de NegócioBABok 2.0 - O Guia de Análise de Negócio
BABok 2.0 - O Guia de Análise de Negócio
 
Tutorial Visio Modelagem de Processos
Tutorial Visio Modelagem de ProcessosTutorial Visio Modelagem de Processos
Tutorial Visio Modelagem de Processos
 

Destaque

Como Analista de Negocio Interage com as Práticas da ITIL
Como Analista de Negocio Interage com as Práticas da ITILComo Analista de Negocio Interage com as Práticas da ITIL
Como Analista de Negocio Interage com as Práticas da ITIL
Rildo (@rildosan) Santos
 
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
Saulo Oliveira
 
Resumo do Guia BABOK® 3
Resumo do Guia BABOK®  3 Resumo do Guia BABOK®  3
Resumo do Guia BABOK® 3
Rildo (@rildosan) Santos
 
Edital de seleção de projetos bb
Edital de seleção de projetos bbEdital de seleção de projetos bb
Edital de seleção de projetos bb
edufolhapopular
 
Cartilha PNHR Banco do Brasil
Cartilha PNHR Banco do BrasilCartilha PNHR Banco do Brasil
Cartilha PNHR Banco do Brasil
Savio Rodrigues
 
Apresentação do Banco do Brasil no Agrocafé 2012
Apresentação do Banco do Brasil no Agrocafé 2012Apresentação do Banco do Brasil no Agrocafé 2012
Apresentação do Banco do Brasil no Agrocafé 2012
Revista Cafeicultura
 
Ferramentas+de+qu --
Ferramentas+de+qu --Ferramentas+de+qu --
Ferramentas+de+qu --
unieubra
 
Essência Banco do Brasil
Essência Banco do BrasilEssência Banco do Brasil
Essência Banco do Brasil
PreOnline
 
Intervenientes na Análise de Sistemas
Intervenientes na Análise de Sistemas Intervenientes na Análise de Sistemas
Intervenientes na Análise de Sistemas
UAlg
 
Carreira em ti
Carreira em tiCarreira em ti
Carreira em ti
Welton Dias
 
Campus Paty 2010
Campus Paty 2010Campus Paty 2010
Campus Paty 2010
Campus Party Brasil
 
ApresentaçãO Final Campus Party
ApresentaçãO Final   Campus PartyApresentaçãO Final   Campus Party
ApresentaçãO Final Campus Party
Campus Party Brasil
 
Governança em TIC prof Marco Antonio Tavares sustentare escola de negocios
Governança em TIC prof Marco Antonio Tavares sustentare escola de negociosGovernança em TIC prof Marco Antonio Tavares sustentare escola de negocios
Governança em TIC prof Marco Antonio Tavares sustentare escola de negocios
Sustentare Escola de Negócios
 
Palestra GestãO De Projetos Tecnologia Do Bb
Palestra GestãO De Projetos   Tecnologia Do BbPalestra GestãO De Projetos   Tecnologia Do Bb
Palestra GestãO De Projetos Tecnologia Do Bb
Marcelo Bastos
 
Carreira em Tecnologia da Informação
Carreira em Tecnologia da InformaçãoCarreira em Tecnologia da Informação
Carreira em Tecnologia da Informação
Rodrigo Cascarrolho
 
Introdução a computação 03
Introdução a computação 03Introdução a computação 03
Introdução a computação 03
Felipe Pereira
 
Boas praticas em um Projeto de Banco de Dados
Boas praticas em um Projeto de Banco de DadosBoas praticas em um Projeto de Banco de Dados
Boas praticas em um Projeto de Banco de Dados
Juliano Atanazio
 
Uso de Analisadores em Linhas em Plantas de Petróleo e Gás
Uso de Analisadores em Linhas em Plantas de Petróleo e GásUso de Analisadores em Linhas em Plantas de Petróleo e Gás
Uso de Analisadores em Linhas em Plantas de Petróleo e Gás
Junior Ozono
 
Carreira de TI
Carreira de TICarreira de TI
Carreira de TI
Diego Vieira
 
Mercado de Trabalho em Computação - Perfil Analista de Sistemas e Programador
Mercado de Trabalho em Computação - Perfil Analista de Sistemas e ProgramadorMercado de Trabalho em Computação - Perfil Analista de Sistemas e Programador
Mercado de Trabalho em Computação - Perfil Analista de Sistemas e Programador
João Gabriel Lima
 

Destaque (20)

Como Analista de Negocio Interage com as Práticas da ITIL
Como Analista de Negocio Interage com as Práticas da ITILComo Analista de Negocio Interage com as Práticas da ITIL
Como Analista de Negocio Interage com as Práticas da ITIL
 
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
 
Resumo do Guia BABOK® 3
Resumo do Guia BABOK®  3 Resumo do Guia BABOK®  3
Resumo do Guia BABOK® 3
 
Edital de seleção de projetos bb
Edital de seleção de projetos bbEdital de seleção de projetos bb
Edital de seleção de projetos bb
 
Cartilha PNHR Banco do Brasil
Cartilha PNHR Banco do BrasilCartilha PNHR Banco do Brasil
Cartilha PNHR Banco do Brasil
 
Apresentação do Banco do Brasil no Agrocafé 2012
Apresentação do Banco do Brasil no Agrocafé 2012Apresentação do Banco do Brasil no Agrocafé 2012
Apresentação do Banco do Brasil no Agrocafé 2012
 
Ferramentas+de+qu --
Ferramentas+de+qu --Ferramentas+de+qu --
Ferramentas+de+qu --
 
Essência Banco do Brasil
Essência Banco do BrasilEssência Banco do Brasil
Essência Banco do Brasil
 
Intervenientes na Análise de Sistemas
Intervenientes na Análise de Sistemas Intervenientes na Análise de Sistemas
Intervenientes na Análise de Sistemas
 
Carreira em ti
Carreira em tiCarreira em ti
Carreira em ti
 
Campus Paty 2010
Campus Paty 2010Campus Paty 2010
Campus Paty 2010
 
ApresentaçãO Final Campus Party
ApresentaçãO Final   Campus PartyApresentaçãO Final   Campus Party
ApresentaçãO Final Campus Party
 
Governança em TIC prof Marco Antonio Tavares sustentare escola de negocios
Governança em TIC prof Marco Antonio Tavares sustentare escola de negociosGovernança em TIC prof Marco Antonio Tavares sustentare escola de negocios
Governança em TIC prof Marco Antonio Tavares sustentare escola de negocios
 
Palestra GestãO De Projetos Tecnologia Do Bb
Palestra GestãO De Projetos   Tecnologia Do BbPalestra GestãO De Projetos   Tecnologia Do Bb
Palestra GestãO De Projetos Tecnologia Do Bb
 
Carreira em Tecnologia da Informação
Carreira em Tecnologia da InformaçãoCarreira em Tecnologia da Informação
Carreira em Tecnologia da Informação
 
Introdução a computação 03
Introdução a computação 03Introdução a computação 03
Introdução a computação 03
 
Boas praticas em um Projeto de Banco de Dados
Boas praticas em um Projeto de Banco de DadosBoas praticas em um Projeto de Banco de Dados
Boas praticas em um Projeto de Banco de Dados
 
Uso de Analisadores em Linhas em Plantas de Petróleo e Gás
Uso de Analisadores em Linhas em Plantas de Petróleo e GásUso de Analisadores em Linhas em Plantas de Petróleo e Gás
Uso de Analisadores em Linhas em Plantas de Petróleo e Gás
 
Carreira de TI
Carreira de TICarreira de TI
Carreira de TI
 
Mercado de Trabalho em Computação - Perfil Analista de Sistemas e Programador
Mercado de Trabalho em Computação - Perfil Analista de Sistemas e ProgramadorMercado de Trabalho em Computação - Perfil Analista de Sistemas e Programador
Mercado de Trabalho em Computação - Perfil Analista de Sistemas e Programador
 

Semelhante a Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI

Escrevendo Estórias do Usuário Eficazes
Escrevendo Estórias do Usuário EficazesEscrevendo Estórias do Usuário Eficazes
Escrevendo Estórias do Usuário Eficazes
Rildo (@rildosan) Santos
 
Strategic Consulting job for Software Company
Strategic Consulting job for Software CompanyStrategic Consulting job for Software Company
Strategic Consulting job for Software Company
Marcelo Jordao
 
Como Criar, Estimar, Priorizar e Manter o Product Backlog
Como Criar, Estimar, Priorizar e Manter o Product BacklogComo Criar, Estimar, Priorizar e Manter o Product Backlog
Como Criar, Estimar, Priorizar e Manter o Product Backlog
Rildo (@rildosan) Santos
 
Incentivos Fiscais à Inovação: o impacto da Instrução Normativa 1187
Incentivos Fiscais à Inovação: o impacto da Instrução Normativa 1187Incentivos Fiscais à Inovação: o impacto da Instrução Normativa 1187
Incentivos Fiscais à Inovação: o impacto da Instrução Normativa 1187
BRAIN Brasil Inovação
 
Notação BPMN v. 1.2
Notação BPMN v. 1.2Notação BPMN v. 1.2
Notação BPMN v. 1.2
Rildo (@rildosan) Santos
 
Design Thinking - Níveis de Evolução
Design Thinking  -  Níveis de Evolução Design Thinking  -  Níveis de Evolução
Design Thinking - Níveis de Evolução
Antonio Mendes Ribeiro
 
Digitalks simplez 2011 - inovando a inovação
Digitalks   simplez 2011 - inovando a inovaçãoDigitalks   simplez 2011 - inovando a inovação
Digitalks simplez 2011 - inovando a inovação
Rodrigo Polydoro Oliva
 
Terraforum Processos de Inovacao
Terraforum Processos de InovacaoTerraforum Processos de Inovacao
Terraforum Processos de Inovacao
Jose Claudio Terra
 
Pim iii unip interativa
Pim iii unip interativa Pim iii unip interativa
Pim iii unip interativa
thiroman
 
Workshop Gestão de Incentivos Fiscais à Inovação
Workshop Gestão de Incentivos Fiscais à InovaçãoWorkshop Gestão de Incentivos Fiscais à Inovação
Workshop Gestão de Incentivos Fiscais à Inovação
BRAIN Brasil Inovação
 
Introdução ao Planejamento estratégico com BSC
Introdução ao Planejamento estratégico com BSCIntrodução ao Planejamento estratégico com BSC
Introdução ao Planejamento estratégico com BSC
Rildo (@rildosan) Santos
 
Inovação: O caminho para o crescimento sustentável.
Inovação: O caminho para o crescimento sustentável.Inovação: O caminho para o crescimento sustentável.
Inovação: O caminho para o crescimento sustentável.
Rildo (@rildosan) Santos
 
Software como Investimento
Software como Investimento Software como Investimento
Software como Investimento
Rildo (@rildosan) Santos
 
Kmilt FICIPP
Kmilt FICIPPKmilt FICIPP
Kmilt FICIPP
KMILT
 
Transformação Ágil
Transformação ÁgilTransformação Ágil
Transformação Ágil
Rildo (@rildosan) Santos
 
Parceria em Inovação
Parceria em InovaçãoParceria em Inovação
Parceria em Inovação
Werther Krause
 
Empregabilidade no mundo contemporâneo
Empregabilidade no mundo contemporâneoEmpregabilidade no mundo contemporâneo
Empregabilidade no mundo contemporâneo
Antônio Diomário de Queiroz
 
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e OportunidadesComo os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
Rildo (@rildosan) Santos
 
Gestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos ÁgeisGestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos Ágeis
Rildo (@rildosan) Santos
 
RYO CONSULTING - Apresentação Corporativa
RYO CONSULTING - Apresentação CorporativaRYO CONSULTING - Apresentação Corporativa
RYO CONSULTING - Apresentação Corporativa
Ricardo Yogui, MSc.
 

Semelhante a Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI (20)

Escrevendo Estórias do Usuário Eficazes
Escrevendo Estórias do Usuário EficazesEscrevendo Estórias do Usuário Eficazes
Escrevendo Estórias do Usuário Eficazes
 
Strategic Consulting job for Software Company
Strategic Consulting job for Software CompanyStrategic Consulting job for Software Company
Strategic Consulting job for Software Company
 
Como Criar, Estimar, Priorizar e Manter o Product Backlog
Como Criar, Estimar, Priorizar e Manter o Product BacklogComo Criar, Estimar, Priorizar e Manter o Product Backlog
Como Criar, Estimar, Priorizar e Manter o Product Backlog
 
Incentivos Fiscais à Inovação: o impacto da Instrução Normativa 1187
Incentivos Fiscais à Inovação: o impacto da Instrução Normativa 1187Incentivos Fiscais à Inovação: o impacto da Instrução Normativa 1187
Incentivos Fiscais à Inovação: o impacto da Instrução Normativa 1187
 
Notação BPMN v. 1.2
Notação BPMN v. 1.2Notação BPMN v. 1.2
Notação BPMN v. 1.2
 
Design Thinking - Níveis de Evolução
Design Thinking  -  Níveis de Evolução Design Thinking  -  Níveis de Evolução
Design Thinking - Níveis de Evolução
 
Digitalks simplez 2011 - inovando a inovação
Digitalks   simplez 2011 - inovando a inovaçãoDigitalks   simplez 2011 - inovando a inovação
Digitalks simplez 2011 - inovando a inovação
 
Terraforum Processos de Inovacao
Terraforum Processos de InovacaoTerraforum Processos de Inovacao
Terraforum Processos de Inovacao
 
Pim iii unip interativa
Pim iii unip interativa Pim iii unip interativa
Pim iii unip interativa
 
Workshop Gestão de Incentivos Fiscais à Inovação
Workshop Gestão de Incentivos Fiscais à InovaçãoWorkshop Gestão de Incentivos Fiscais à Inovação
Workshop Gestão de Incentivos Fiscais à Inovação
 
Introdução ao Planejamento estratégico com BSC
Introdução ao Planejamento estratégico com BSCIntrodução ao Planejamento estratégico com BSC
Introdução ao Planejamento estratégico com BSC
 
Inovação: O caminho para o crescimento sustentável.
Inovação: O caminho para o crescimento sustentável.Inovação: O caminho para o crescimento sustentável.
Inovação: O caminho para o crescimento sustentável.
 
Software como Investimento
Software como Investimento Software como Investimento
Software como Investimento
 
Kmilt FICIPP
Kmilt FICIPPKmilt FICIPP
Kmilt FICIPP
 
Transformação Ágil
Transformação ÁgilTransformação Ágil
Transformação Ágil
 
Parceria em Inovação
Parceria em InovaçãoParceria em Inovação
Parceria em Inovação
 
Empregabilidade no mundo contemporâneo
Empregabilidade no mundo contemporâneoEmpregabilidade no mundo contemporâneo
Empregabilidade no mundo contemporâneo
 
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e OportunidadesComo os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
 
Gestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos ÁgeisGestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos Ágeis
 
RYO CONSULTING - Apresentação Corporativa
RYO CONSULTING - Apresentação CorporativaRYO CONSULTING - Apresentação Corporativa
RYO CONSULTING - Apresentação Corporativa
 

Mais de Rildo (@rildosan) Santos

Feedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedbackFeedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedback
Rildo (@rildosan) Santos
 
Minicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKRMinicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKR
Rildo (@rildosan) Santos
 
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
Rildo (@rildosan) Santos
 
Meça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKRMeça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKR
Rildo (@rildosan) Santos
 
Scrum Experience
Scrum ExperienceScrum Experience
Scrum Experience
Rildo (@rildosan) Santos
 
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem HíbridaMinicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Rildo (@rildosan) Santos
 
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Rildo (@rildosan) Santos
 
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOKNovidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Rildo (@rildosan) Santos
 
Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM
Rildo (@rildosan) Santos
 
Mapa Mental Scrum
Mapa Mental ScrumMapa Mental Scrum
Mapa Mental Scrum
Rildo (@rildosan) Santos
 
Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience
Rildo (@rildosan) Santos
 
Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)
Rildo (@rildosan) Santos
 
Gestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de ProjetosGestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de Projetos
Rildo (@rildosan) Santos
 
Scrum Master em ação
Scrum Master em açãoScrum Master em ação
Scrum Master em ação
Rildo (@rildosan) Santos
 
Service Design Thinking
Service Design Thinking Service Design Thinking
Service Design Thinking
Rildo (@rildosan) Santos
 
Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo
Rildo (@rildosan) Santos
 
Feedback Canvas
Feedback CanvasFeedback Canvas
Feedback Canvas
Rildo (@rildosan) Santos
 
Business Design Thinking
Business Design ThinkingBusiness Design Thinking
Business Design Thinking
Rildo (@rildosan) Santos
 
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e MentoriaPortfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Rildo (@rildosan) Santos
 
Project Agile Canvas
Project Agile CanvasProject Agile Canvas
Project Agile Canvas
Rildo (@rildosan) Santos
 

Mais de Rildo (@rildosan) Santos (20)

Feedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedbackFeedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedback
 
Minicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKRMinicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKR
 
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
 
Meça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKRMeça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKR
 
Scrum Experience
Scrum ExperienceScrum Experience
Scrum Experience
 
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem HíbridaMinicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
 
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
 
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOKNovidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
 
Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM
 
Mapa Mental Scrum
Mapa Mental ScrumMapa Mental Scrum
Mapa Mental Scrum
 
Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience
 
Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)
 
Gestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de ProjetosGestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de Projetos
 
Scrum Master em ação
Scrum Master em açãoScrum Master em ação
Scrum Master em ação
 
Service Design Thinking
Service Design Thinking Service Design Thinking
Service Design Thinking
 
Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo
 
Feedback Canvas
Feedback CanvasFeedback Canvas
Feedback Canvas
 
Business Design Thinking
Business Design ThinkingBusiness Design Thinking
Business Design Thinking
 
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e MentoriaPortfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
Portfólio de Análise de Negócio: Consultoria, Treinamento e Mentoria
 
Project Agile Canvas
Project Agile CanvasProject Agile Canvas
Project Agile Canvas
 

Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI

  • 1. Novas Competências Novas Competências dos Profissionais de TI dos Profissionais de TI Análise de Negócio Gestão por Processo www.etecnologia.com.br Rildo F Santos rildo.santos@etecnologia.com.br (11) 9123-5358 @rildosan (11) 9962-4260 http://rildosan.com/ ComProTI [2] Versão 2.0 | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com by Rildosan
  • 2. A empresa Consultoria Treinamento Somos uma empresa que cria soluções utilizando inovação, sustentabilidade e Mentoring tecnologia. Novas Competências dos Profissionais de TI Análise de Negócio Nossos serviços: Consultoria, Treinamento e Mentoring Gestão por Processo Nossos Valores: colaboração, troca de experiência, debate de ideias e Inovação compartilhamento de conhecimento. Gestão de Risco Métodos Ágeis Engenharia de Software Planejamento Estratégico Gestão de Projetos Comunidade etecnologia.ning.com ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 2
  • 3. Novas Competências dos Profissionais de TI Programa: “Menos Papel, Mais Árvores ®” Qual é o mundo que queremos ? O primeiro passo para criar um mundo melhor, é saber qual tipo de mundo que queremos ter e qual tipo que deixaremos de herança para as próximas gerações. Nossa missão: É buscar pelo equilibro do homem, da tecnologia e do meio ambiente. Para cumprir esta missão é necessário: mobilizar, conscientizar, comprometer e AGIR. O programa Menos Papel, Mais Árvores®, é uma ação, com objetivo de estimular o consumo sustentável de papel dentro das organizações. Quer participar ? - Reduza o uso de papel (e de madeira) o máximo possível. - Só imprima se for extremamente necessário. - Evite comprar produtos com excesso de embalagem. - Ao imprimir ou escrever, utilize os dois lados do papel. - Use papel reciclado. Não imprima esta apresentação ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 3
  • 4. Novas Competências dos Profissionais de TI Quem sou Rildo Santos(@rildosan) Consultor, Coach, Mentor, Palestrante, Facilitador, Instrutor e Professor www.etecnologia.com.br etecnologia.ning.com rildosan.com facebook.com/rildosan rildo.santos@etecnologia.com.br ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 4
  • 5. Facilitador: Rildo Santos | @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Novas Competências dos Profissionais de TI É Coach, Consultor, Palestrante, Instrutor e Professor de MBA. É graduado Administração de Empresas, pós graduação Metodologia do Ensino Superior e mestrando em Engenharia de Software pela Universidade Mackenzie. Resumo da Experiência: Tem mais de 10.000 horas de experiência em Análise de Negócio, Gestão por Processo, Inovação, Gestão de Serviços de TI, Governança de TI, Métodos Ágeis (SCRUM, XP, Kanban, Lean, e FDD) e Tecnologia. Prestou serviço de instrutor para as Universidades Corporativas: Correios, Petrobras, Serpro, Secretária da Fazenda do Estado de São Paulo. Foi instrutor de Tecnologia de Orientação a Objetos, UML e Linguagem Java na Sun Microsystems e da IBM. Professor de curso de MBA da Fiap e foi professor de pós-graduação do IBTA. Participou de projetos em diversas empresas públicas e privadas, tais como: TJSE, Petrobras, Sefaz-SP, Sonagol (Angola), Secretária da Segurança do SP, Sabesp, Prodesp, Serpro, Bradesco, Correios, Banco do Brasil, Neo Quimica, Benner Sistemas, Seisa Saúde, Toot Micro, Vivo, Novabase, CTEP, do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina do Estado de São Paulo, Aço Villares, Conexxoes Educacional e Amil. Vivência em Análise de Negócio: Já atuou como Analista de Negócio em dezenas de empresas e foi responsável pela Formação de Analista de Negócio na Prodesp – SP, treinou mais 200 pessoas, no Serpro - treinou 32 pessoas, na Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - 24 pessoas, entre outras empresas. Certificações: CSM - Certified SCRUM Master, CSPO - Certified SCRUM Product Owner ,SUN Java Certified Instructor , ITIL Foundation e Instrutor Oficial de Cobit Foundation e Cobit Games; ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 5
  • 6. Novas Competências dos Profissionais de TI Introdução Novas Competências para os profissionais de TI Novos últimos anos a tecnologia evoluiu muito, assim como as complexidades nos negócios, por conta de fusão, globalização, redução de custos, pressão da concorrência e dos clientes. Esta evolução gerou novos dispositivos, novos formatos, novas linguagens que requerem novos conhecimentos e habilidades dos profissionais de TI. Somente entender a tecnologia (bits e bytes) já não é suficiente é preciso conhecer o negócio, os processos e as pessoas (partes interessadas) para entregar produtos (softwares) que agregam valor ao negócio e aos clientes. ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 6
  • 7. Parte 1 Novas Competências para os Novas Competências dos Profissionais de TI profissionais de TI Por que novos conhecimentos ? ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 7
  • 8. O Passado Os profissionais de TI, no passado, precisava conhecer “bem” somente uma tecnologia, isto era o suficiente para sobreviver. Novas Competências dos Profissionais de TI ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 8
  • 9. Mas, O Mundo evoluiu e Tecnologia evoluiu... O mundo evoluiu, homem foi a lua, venceu barreiras no campo da ciência, medicina, engenharia e artes... Com isto novas tecnologias, novos dispositivos, exigem “um novo” conhecimento para atender um mundo onde internet, rede sociais, banco de dados, aplicações que mantém todos conectados em qualquer lugar e qualquer horário... Novas Competências dos Profissionais de TI Já não basta entregar uma aplicação, agora é necessário entregar uma aplicação que gere valor... Linha de Evolução 1996 Internet 2012 (hoje) 2006 Novas tecnologias Novos requisitos 1960 Geração de valor ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 9
  • 10. O Desafio: Aprender “coisas” novas Nem todas as pessoas reagem bem quando se tem que aprender coisas novas, alguns perfis são clássicos: Como assim Tenho aprender... saudade do Eu ? Novas Competências dos Profissionais de TI tempo... Pessoal da Zona de Conforto Pessoal da Zona de Stress Pessoal da Zona Positiva Lei da Seleção Natural (os seres mais adaptados ao seus ambientes sobrevivem) 1859: Charles Darwin ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 10
  • 11. Quais são os Novos Conhecimentos para Profissional de TI Negócio ? Gestão ? Quais são os novos conhecimentos para pessoal do TI ? Negócio... Gestão por Análise de Processo, Novas Competências dos Profissionais de TI Processo... Negócio ? BPM ? A cada dia as organizações se tornam mais complexas, por conta de novas exigências dos clientes, por conta de novas tecnologias, por conta de consolidação, aquisição, fusão, da necessidade de reduzir custos, da competição global ou pela implementação de novas leis e regulamentações. Para entregar produtos (softwares) que agreguem valor ao cliente e ao negócio...é preciso cada vez mais entender o negócio. Os profissionais TI conhecem bem tecnologia, mas, no cenário atual saber somente tecnologia já não é o suficiente, é preciso conhecer também o negócio, compreender suas reais demandas, problemas, requisitos, processos e pessoas. ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 11
  • 12. Novas Competências dos Profissionais de TI Parte 2 Análise de Negócio (Analista de Negócio) ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 12
  • 13. Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ? Problemas de com requisitos ou falha de “comunicação" Novas Competências dos Profissionais de TI ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 13
  • 14. Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ? Falta de capacidade para atender as “Demandas de negócio” Como reduzir o “gap” da capacidade da TI ? Novas Competências dos Profissionais de TI Fazer o alinhamento entre as NECESSIDADES de Negócio e a CAPACIDADE de TI é um eterno desafio ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 14
  • 15. Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ? Quais projetos de TI são viáveis? Quais vão gerar valor agregado ao negócio ? A TI têm diversos projetos no seu portfólio, mas, dificilmente consegue dizer com precisão quais os projetos que são viáveis e quais vão gerar valor agregado “real” para o negócio. Novas Competências dos Profissionais de TI ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 15
  • 16. Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ? O Analista de Negócio é um profissional que tem Conhecimento do Negócio e Competências suficientes para ajudar o negócio atingir metas e objetos. BABok®, Um Guia de Referência Novas Competências dos Profissionais de TI Como o Analista de Negócio pode ajudar: Integração – Facilitando a integração entre as áreas de negócio e TI. Comunicação - Aprimorando a comunicação entre as áreas de negócio e TI: - Ajudando as partes interessadas a externar suas reais necessidades - Facilitando a comunicação entre TI e Negócio Demanda – Melhorando a capacidade de TI de atender as demandas de negócio no prazo certo (requerido pelo negócio), custo certo e com qualidade esperada Projetos – Fazendo Análise de Viabilidade para saber quais projetos TI agregam valor ao negócio. ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 16
  • 17. O que é o Guia BABok 2.0 ? O BABok® 2.0, é Corpo de Conhecimento de Análise de Negócios, também conhecido como Guia de Práticas de Análise de Negócio. Este guia foi publicado e é mantido pelo IIBA. Novas Competências dos Profissionais de TI O guia BABok descreve as áreas de conhecimentos, tarefas competências fundamentais e técnicas de análise de negócio. O objetivo primário do O guia está alinhado com as práticas descritas no PMBok®, Guia BABOK ® é definir a profissão de Analista de CMMI®, TOGAF (Arquitetura Corporativa), ITIL, COBIT, BPM, Negócio Método Ágil (Scrum) e etc O Guia BABok 2.0 é guia de referência para Análise de Negócio ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 17
  • 18. O que é Análise de Negócio ? “Análise de negócio é o conjunto de tarefas e técnicas usadas para funcionar como um elo de ligação entre as partes interessadas (stakeholders), com objetivo de compreender a estrutura, as políticas e operações de uma organização e recomendar soluções que permitem à organização atingir seus objetivos”. Novas Competências dos Profissionais de TI Quem é o Analista de Negócio ? Um Analista Negócio é qualquer pessoa que exerça atividades de Análise de Negócio, não importando qual seja seu cargo, função ou papel. A Análise de Negócio não incluem apenas as pessoas com o cargo Analista de Negócio, ela também pode incluir outros profissionais, tais como: Analista de Sistemas, Analista de Requisitos, Engenheiro de Sistemas Corporativo, Analista de Processo, Analista de Produto, Gerente de Produto, Product Owner (SCRUM), Arquiteto de Solução Corporativa, Consultores de Gestão ou qualquer outra pessoa que execute as tarefas descritas no Guia BABok® , incluindo aqueles que exercem também disciplinas relacionadas, tais como Gerenciamento de Projeto, Desenvolvimento de Software, Garantia de Qualidade e etc. Analista de Negócio pode ser cargo (função) ou um papel. Este papel poderá ser desempenhado pelo Analista de Sistemas, Analista de Requisitos e Desenvolvedores. ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 18
  • 19. Guia BABok®: Áreas de Conhecimento Entender a Identificar as partes demanda interessadas Demanda de Negócio (necessidade, problema ou oportunidade) Definir o documento Planejamento e Monitoramento resultante da Análise de Análise de de Negócio Novas Competências dos Profissionais de TI Negócio Entender o negócio Validar a solução Avaliação e Análise Validação Corporativa da Solução Gerenciamento Elicitação e Comunicação de Requisitos Análise de Requisitos Comunicar a Entender as solução partes interessadas Elaborar a Colaboração solução Analista Especialistas Documento resultante de Negócio da análise de negócio ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 19
  • 20. Um Framework para Análise de Negócio (BABok®): O BABok 2.0® pode ser utilizado como um framework Documentos e/ou artefatos que são resultantes das atividades da área de conhecimento Exemplo: Plano de Análise de Negócio Área de Conhecimento Entrada Saída Novas Competências dos Profissionais de TI Documentos/artefatos Documentos/artefatos Tarefas Documentos e/ou artefatos que são necessários para iniciar as atividades da área de conhecimento. Tarefas que são necessárias Exemplo: Documento de Necessidade para transformar um artefato de de Negócio (ou Documento de entrada em um artefato de saída Demanda de Negócio) (resultado esperado) Exemplo: Planejar as atividades do Analista de Negócio Técnicas que são necessárias para realizar as tarefas. Exemplo: Análise SWOT Técnicas ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 20
  • 21. Guia BABok®: Técnicas - São 34 técnicas - Todas as técnicas descritas são utilizadas pelos analistas de negócio - Cobrem a maioria das situações que um analista de negócios encontrará em seu dia-a-dia. Listas de Técnicas*: Novas Competências dos Profissionais de TI 01 - Definição dos Critérios de Aceite e Avaliação 18 - Observação (de Campo) 02 - Bechmarking 19 - Modelagem Organizacional 03 - Brainstorming 20 - Rastreamento de Problemas 04 - Análise de Regras de Negócio 21 - Modelagem de Processos 05 - Dicionário de dados e glossário 22 - Prototipagem 06 - Diagramas de Fluxos de dados 23 - Workshop de Requisitos 07 - Modelagem de Dados 24 - Análise de Riscos 08 - Análise de Decisão 25 - Análise de Causa-Raiz 09 - Análise de Documentos 26 - Cenários e Casos de Uso 10 - Estimativa 27 - Modelagem de Escopo 11 - Grupos Focais (Grupo de Foco) 28 - Diagramas de Sequência 12 - Decomposição Funcional 29 - Diagramas de Estados 13 - Análise de Interface 30 - Revisão Estruturada 14 - Entrevistas 31 - Pesquisa / Questionário 15 - Processo de Lições Aprendidas 32 - Análise SWOT 16 - Métricas e Indicadores-Chave de Desempenho 33 - Estória do Usuário 17 - Análise de Requisitos Não-Funcionais 34 - Avaliação de Fornecedores Esta lista não é prescritiva, existem diversas outras técnicas que podem ser utilizadas pra realizar as tarefas de Análise de Negócio e que não estão na lista Alguns técnicas (escritas em vermelho) já são de domínio do pessoal de TI, mas existem diversas outras técnicas que devem ser aprendidas.... ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 21
  • 22. Competências do Analista de Negócio: No BABok 2.0 as competências do Analista de Negócio é uma Área de Conhecimento chamada: “Competências Fundamentais”. Competências Fundamentais do Analista de Negócio É uma Área de Conhecimento que fornece uma descrição das características, dos comportamentos, conhecimentos e Novas Competências dos Profissionais de TI qualidades pessoais para dar suporte as práticas de análise de negócios. Competências Fundamentais do Analista de Negócio Capacidade Características Conhecimento Habilidades de Habilidades de Conhecer Analítica e Comportamentais do Negócio Comunicação Interação Aplicações Solução de (ou de e Softwares Problemas Relacionamento) Pensamento Princípios e Criativo Ética Práticas de Comunicação Facilitação e Aplicativos Negócio Oral Negociação Genéricos Tomada de Decisão Conhecimento do Segmento Organização de Mercado Aplicativos Aprendizagem Saber Ensinar Liderança Pessoal Especialista Conhecimento Solucionar da Problemas Organização Comunicação Trabalhar em Pensamento Confiabilidade Conhecimento Escrita Equipe Sistêmico de Solução ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 22
  • 23. Conhecimento do Negócio: Visão de Negócio (Estratégia) Visão do Analista de Negócio Meio Ambiente Concorrência Sociedade Novas Competências dos Profissionais de TI Visão do lado Visão interna de dentro Visão Externa Visão do lado de fora Clientes Governo Empresa Fornecedores Força de trabalho Para conhecer a negócio, é preciso ter uma Visão Holística do Negócio ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 23
  • 24. Visão de Valor da Tecnologia: Uma visão de valor da tecnologia da informação, faz que o Analista de Negócio tenha um foco no valor que a tecnologia pode gerar para o negócio e não nos seus aspectos técnicos. Visão da tecnologia sem demonstrar qual é valor gerado para o negócio Novas Competências dos Profissionais de TI Visão de valor da tecnologia Conhecer como a tecnologia pode gerar valor para negócio e clientes ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 24
  • 25. Como Atua o Analista de Negócio: Na Demanda de Problemas de Negócio Desenho da Oportunidade Solução Problema Análise de Técnicas Necessidade Negócio Novas Competências dos Profissionais de TI Entendimentos dos Requisitos Projeto Demanda Analista de Equipe de Estratégia de negócio Negócio Projeto Internos Especialistas Solução: Produto ou Stakeholders Serviço Externos Traduzir as necessidades em capacidades claramente descritas e definidas Ajudar a definir o escopo da solução e escopo do projeto Ser o facilitador da comunicação entre o negócio e a TI Ser mentor para equipe do projeto Representar os "stakeholders” (voz do cliente) ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 25
  • 26. Fluxo da Demanda: do Negócio até a TI: Stakeholders Demanda de Geração de Negócio Demanda Novas Competências dos Profissionais de TI Demanda de Negócio Visão de Negócio Planejamento e Entendimento dos Requisitos Monitoramento da Analista de Negócio Análise de Negócio e Desenho da Solução Entendimentos Análise Corporativa dos Requisitos (Requisitos do negócio) Requisitos Elicitação de Requisitos (Requisitos do Usuário) Análise de Requisitos Comunicação e Gerenciamento de Desenho da Requisitos Validação e Avaliação da Solução Solução Técnicas de Análise de Desenho da Negócio Solução Visão de TI Especificação de Requisitos Analista de Requisitos Sistemas/ Requisitos Requisitos Funcionais Não Artefatos de Funcionais Engenharia de Software ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 26
  • 27. Analista de Negócio e a Colaboração Analista de Negócio 3.0 Novas Competências dos Profissionais de TI Para facilitar a comunicação e Para melhorar o entendimento a integração entre as unidades das necessidades das partes de negócio ou departamentos interessadas Alerta: Complexo de Super Homem Para entender as necessidade e problemas e dar soluções O Analista de Negócio é uma pessoa comum não é super-herói. Atuar como elo de ligação que ajude empresa alcançar A colaboração é chave para obtenção seus objetivos de boas soluções de negócio. entre o negócio e a TI ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 27
  • 28. Como o Analista de Negócio de TI pode contribuir para a geração de valor: - Elaborar “Business Case” para garantir que não se desperdice dinheiro implementando projetos de TI que não agregam valor ao negócio. - Priorizar as demandas de negócio - Aprimorar a integração entre as áreas de negócio e TI Novas Competências dos Profissionais de TI - Facilitar a comunicação e o entendimento entre as áreas de negócio (partes interessadas internas e externas) e TI - Acompanhar o ciclo de vida da solução e o seu desempenho - Focar na melhoria continua -Trabalhar orientado a geração de valor agregado ao cliente - Identificar novas oportunidade de melhorias ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 28
  • 29. Novas Competências dos Profissionais de TI Parte 2 Análise de Processo (Analista de Processo) ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 29
  • 30. Por que as empresas precisam do Analista de Processo ? Fornecedores Novas Competências dos Profissionais de TI Cliente Infra-estrutura empresarial Gerenciamento de Recursos Humanos Desenvolvimento de Tecnologia Compras / Aquisição de insumos Cadeia de Valor (processos de Negócio) Conhecer todos os Processos de Negócio da Cadeia de Valor ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 30
  • 31. Por que as empresas precisam do Analista de Processo ? Processo Definido: São processos que se conhece todas as variáveis, têm poucas ou nenhuma mudança ao logo do processo, são repetitivos, são previsíveis e devem ter baixo risco. Geralmente existe uma documentação aplicada a execução do processo. São conhecidos como processos prescritivos Novas Competências dos Profissionais de TI Exemplo: Geralmente encontramos estes processos em industrias. Processo de uma Linha de Produção (carros, computadores, geladeiras, telefones...) *Processos Empíricos: São aqueles processos que não se conhece todas as variáveis, têm mudanças ao logo do processo, não são repetitivos, são imprevisíveis e geralmente tem um nível acentuado de risco. Geralmente baseado na experiência e no conhecimento de quem executa o processo. São conhecidos como processos não prescritivos Exemplo: Geralmente encontramos estes processos em empresas de serviços. Exemplos: Desenvolvimento de Software, Atendimento médico e etc. Quando desenvolvemos um software as vezes não conhecemos todos os requisitos, e os requisitos que são conhecidos mudam com certa frequência e geralmente todas as estimavas são feitas baseada no conhecimento das pessoas, isto quer dizer, que o mesmo trabalho feito por equipes diferentes a duração pode variar, pois, a equipe mais experiente deve realizar o trabalho mais rápido do que a equipe menos experiente. Isso porque o desenvolvimento de software é um problema complexo, que se comporta de forma imprevisível. *A teoria de controle de processos empíricos, emprega uma abordagem iterativa e incremental e técnicas de inspeção e adaptação para otimizar a previsibilidade e controlar os riscos. Para entender quais são os processos que existem dentro da organização ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 31
  • 32. Por que as empresas precisam do Analista de Processo ? Segundo uma pesquisa realizada pelo Gartner (www.gartner.com), as organização estão adotando BPM (Gestão por Processos) pelos seguintes motivos: Aumentar agilidade do negócio 31% Novas Competências dos Profissionais de TI Aumentar a satisfação do cliente 28% Reduzir custos 21% Melhorar qualidade dos produtos 14% / serviços Atender a conformidade legal 3% 0% 10% 20% 30% 40% Para entender quais são diretrizes e os requisitos de negócio ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 32
  • 33. Por que as empresas precisam do Analista de Negócio ? O Analista de Processos é um profissional que tem Domínio da BPM (Gestão por Processo) e Competências necessárias para ajudar o negócio atingir metas e objetos. CBok®, Um Guia de BPM Novas Competências dos Profissionais de TI Como o Analista de Processo pode ajudar: Processos de Negócio – Identificação dos processos de negócio da Cadeia de Valor. Desenvolvendo Base de Conhecimento de Processos de Negócio – Desenvolvendo a Base de Conhecimento ajuda a empresa conhecer os processos. Diretrizes, Objetivos e Requisitos de Negócio – Conhecendo as diretrizes (drivers) de negócio o Analista deve conhecer poderá auxiliar os donos de processos a identificar e implementar as oportunidades de melhoria que agreguem valor ao negócio. Melhoria Continua – Implementação do Ciclo de Melhoria Continua para melhorar os processos de negócio. ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 33
  • 34. Quem é o Analista de Processo ? Definição: Analista de Processo O Analista de Processos é o profissional que tem como principal objetivo para ajudar os donos de processos na identificação e na implementação de melhorias nos processos. Novas Competências dos Profissionais de TI O Analista de Processo deve conhecer o Ciclo de Vida dos Processos, dominar práticas, técnicas para o mapeamento, modelagem, análise,melhoria e monitoramento de processos. Definição: Cargo (função) ou Papel ? Não existe uma regra definida. Cada empresa poderá estabelecer livremente se o Analista de Processo será um cargo* (função) e/ou um papel. * Não existe um código no CBO (Código Brasileiro de Ocupação) para Analista de Processo. O Analista de Processo deve Habilidades do Analista de Processo: trabalhar em colaboração - Visão Sistêmica com os Gestores do Negócio, - Comunicação Donos de Processo, Analista - Liderança de Negócio, Gerente de - Conhecimento de metodologias, práticas, Projeto, Desenvolvedores... Técnicas (BPMN) e ferramentas (BPMS) ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 34
  • 35. Guia BPM CBok®: Para trabalhar como BPM -- mapeamento, modelagem, análise e melhoria de processos --, precisamos ter um guia de referência... Novas Competências dos Profissionais de TI Mas, porque precisamos de um guia de referência ? Precisamos de um Guia de Referência para não começar do zero e para não reinventar a roda. O BPM CBOK pode ser utilizado como uma referência para realização das atividades do BPM. Por que precisamos de um Guia de Referência ? BPM CBOK é uma guia de referência para realização das atividades do BPM ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 35
  • 36. Como é estrutura do Guia BPM CBok®: Tarefas são processos ou atividades, elas descrevem como transformar as coisas e Domínio BPM gerar valor. Exemplo: Modelar processo. Técnicas Novas Competências dos Profissionais de TI Tarefas Habilidades são capacidades adquiridas ou Técnicas aprendidas para descrevem co fazer uma ou mais mo algo tarefas é realizado. Exemplo: Exemplo: Conhecimento de A notação ferramentas BPMS BPMN Habilidades ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 36
  • 37. Conceitos Básicos, segundo o Guia BPM CBOK®: Principais conceitos de BPM Existem diversos conceitos fundamentos que definem BPM, incluindo noções como: Novas Competências dos Profissionais de TI Objetivo principal Resumindo: BPM BPMN... BPMS Pessoas BPM = Gestão + Técnicas + Tecnologia = Valor para o cliente ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 37
  • 38. Guia BPM CBok®: Áreas de Conhecimento: O Guia BPM CBOK foi organizado em nove áreas de conhecimento, sendo todas inter-relacionadas e evolutivamente complementares: Novas Competências dos Profissionais de TI Lista das Áreas de Conhecimento: 1. Gerenciamento de Processos de Negócio 6. Transformação de Processos 2. Modelagem de Processos 7. Organização de Processos 3. Análise de Processos 8. Gerenciamento de Processos Corporativos 4. Desenho de Processos 9. Tecnologias de Gerenciamento de Processos 5. Gerenciamento de Desempenho de Processos ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 38
  • 39. Técnicas e Ferramentas: Técnicas habilitam a realização das atividades do Ciclo de Vida BPM. O uso de Ferramentas dão a produtividade esperada. Analista de Processo deve conhecer as técnicas e dominar as ferramentas de produtividade. Listas de Técnicas e Ferramentas: Novas Competências dos Profissionais de TI Técnicas para Mapeamento de Técnicas e Ferramentas para Análise e Processos: Melhoria de Processos: - Análise das Partes Interessadas - Simulação - Análise de Documentos - Rastreamento de Problemas - Análise de Interface e Sistemas - Prototipagem - Entrevistas - Análise de Risco - Pesquisa/Questionários - Análise de Decisão - Delphi (Técnica de Delphi) - Análise de Causa-Raiz - Observação (de Campo) - Modelagem de Escopo - Workshop de Requisitos - Análise SWOT - Modelagem Organizacional - Avaliação de Fornecedores - Brainstorming - Decomposição Funcional - Decomposição Funcional - Análise de Regras de Negócio - Análise de Regras de Negócio - Metas e Indicadores de Desempenho - Análise de Decisão Técnicas e Ferramentas para - Bechmarking Modelagem de Processos: - PDCA - Notação: BPMN/EPC - Grupo de Foco - Ferramentas: BPM/BPA/BPMS - Matriz GUT[F] - 5W2H [F] - 5 Porquês - MASP Legenda: [F] Ferramenta ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 39
  • 40. Competência do Analista de Processo ? Competências Essenciais do Analista de Processo É descrição das características, conhecimentos e habilidades necessárias para realizar as atividades do ciclo de vida BPM Competências Essências do Analista de Processo Novas Competências dos Profissionais de TI Competências Essências Capacidade Conhecimento Habilidades de Conhecimento Conhecimento Analítica do Negócio Comunicação e de Técnicas de Ferramentas Relacionamento Conhecimento Comunicação Técnicas Ferramentas Tomada de da Estratégia Oral/Escrita para BPMS decisão mapeamento, modelagem, Conhecimento Saber Ensinar análise, Ferramentas da Cadeia/Rede melhoria e BPA de Valor monitoramento Raciocínio Abstrato Facilitação e de processos Conhecimento Colaboração Ferramentas da Estrutura de Automação Notação: Organizacional Trabalhar em BPMN/EPC Equipe Visão Sistêmica Conhecimento dos processos Liderança ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 40
  • 41. Como Atua o Analista de Processo: Na Demanda BPM Oportunidade Modelo AS-IS Problema de Melhoria Análise de Novos Técnicas Processos processo Novas Competências dos Profissionais de TI Modelo TO-BE Projeto Demanda Analista de Equipe de Estratégia BPM Processo Projeto Internos Especialistas Solução: Produto ou Stakeholders Serviço Externos Traduzir as necessidades em modelos Fazer a proposta de melhoria Validar modelos Aprovar a proposta de Melhoria Ser mentor para equipe do projeto Representar os "stakeholders” (ser voz do cliente) ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 41
  • 42. Fluxo da Demanda: do Negócio (BPM) até a TI: Stakeholders Geração de Demanda BPM Demanda Visão de Negócio (BPM) Novas Competências dos Profissionais de TI Demanda de Negócio Entendimento dos Processos Planejamento BPM Analista de Processo e Proposta de Melhoria Desenho do Mapeamento de Processo Modelagem de Processo Modelo AS-IS Análise de Processo Modelo AS-IS Melhoria de Processo Desenho do Técnicas de Análise de Processo Modelo TO-BE Modelo TO-BE Desenvolvedores Automação de Visão de TI Analista de Processos Sistemas/ Ferramentas BPMS XPDL Modelo de BPEL Execução Engine Workflow Workflow de Processos ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 42
  • 43. Como o Analista de Processo pode contribuir para a geração de valor: - Prover uma base de conhecimento dos processos de negócio - Identificar os processos de negócio - Ajudar os donos de processo a identificar e implementar as oportunidades de melhoria Novas Competências dos Profissionais de TI - Focar na melhoria continua e implementar o ciclo (programa) de melhoria continua - Trabalhar orientado a geração de valor agregado ao cliente - Implementar novos processos - Trabalhar para elevar o nível de maturidade dos processos (críticos) de negócio ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 43
  • 44. Novas Competências dos Profissionais de TI Parte 3 Conclusão ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 44
  • 45. Um novo Profissional de TI Os profissionais de TI devem ter conhecimentos e habilidades necessárias para atender as demandas de negócio e para entregar produtos (softwares) que agreguem valor ao negócio Novas Competências dos Profissionais de TI ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 45
  • 46. Mas, novos conhecimentos e habilidades não podem representar: - Mais trabalho - Mais responsabilidades - Um novo Papel sem nenhuma compensação - Uma má qualidade de vida Novas Competências dos Profissionais de TI ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 46
  • 47. Novo “Conhecimento” do Profissional de TI Conhecimento Novas Competências dos Profissionais de TI 70% tecnologia 30% negócio Banco de Dados Análise de Negócio Sistemas Operacionais Gestão por Processo (BPM) UML Gestão de Projetos Modelagem de Dados Planejamento Estratégico Gestão de Requisitos Cadeia de Valor Práticas de Engenharia de Software Arquitetura Empresarial Métodos Ágeis Teste de Software Internet Rede Sociais Java, .Net, Ruby... Cloud Computing ComProTI [2] | Rildo Santos | (@rildosan) | rildo.santos@etecnologia.com.br | www.etecnologia.com.br | http://etecnologia.ning.com 47