SlideShare uma empresa Scribd logo
Formação de Professores – Prof.ª Ms. Letícia Santos e Prof.ª
Esp. Mariana Correia

Velha História
Mário Quintana
Era uma vez um homem que estava pescando, Maria. Até que apanhou um peixinho!
Mas o peixinho era tão pequenininho e inocente, e tinha um azulado tão indescritível
nas escamas, que o homem ficou com pena. E retirou cuidadosamente o anzol e
pincelou com iodo a garganta do coitadinho. Depois guardou-o no bolso traseiro das
calças, para que o animalzinho sarasse no quente.
E desde então, ficaram inseparáveis. Aonde o homem ia, o peixinho o acompanhava,
a trote, que nem um cachorrinho. Pelas calçadas. Pelos elevadores. Pelo café. Como
era tocante vê-los no "17"! o homem, grave, de preto, com uma das mãos segurando a
xícara de fumegante moca, com a outra lendo o jornal, com a outra fumando, com a
outra cuidando do peixinho, enquanto este, silencioso e levemente melancólico,
tomava laranjada por um canudinho especial...
Ora, um dia o homem e o peixinho passeavam à margem do rio onde o segundo dos
dois fora pescado. E eis que os olhos do primeiro se encheram de lágrimas. E disse o
homem ao peixinho:
"Não, não me assiste o direito de te guardar comigo. Por que roubar-te por mais tempo
ao carinho do teu pai, da tua mãe, dos teus irmãozinhos, da tua tia solteira? Não, não
e não! Volta para o seio da tua família. E viva eu cá na terra sempre triste!..."
Dito isso, verteu copioso pranto e, desviando o rosto, atirou o peixinho n’água. E a
água fez redemoinho, que foi depois serenando, serenando... até que o peixinho
morreu afogado...
Quadrilha
Carlos Drummond de Andrade

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para o Estados Unidos, Teresa para o
convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto
Fernandes
que não tinha entrado na história.
Família desencontrada
Mário Quintana

O Verão é um senhor gordo,
Sentado na varanda,
Suando em bicas
E reclamando cerveja

O Outono é um tio solteirão
Que mora lá em cima do sótão
E a toda hora protesta aos gritos:
“Que barulho é este na escada?”

O Inverno é o vovozinho trêmulo
Com a boina enterrada até os olhos,
A manta enrolada nos queixos
E sempre resmungando:
“Eu não passo deste agosto, eu não passo deste agosto....”

A Primavera em contrapartida
É a que salva a honra da família!
É uma menininha pulando com cabelos ao vento
Pulando, cantando debaixo da chuva
Curtindo o frescor da chuva
Que desce do céu
O cheiro de terra que sobe do chão
O tapa do vento na cara molhada!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Anexo 5 material sequência didática projeto curta-metragem

Vidas secas
Vidas secasVidas secas
Vidas secas
Edenilson Morais
 
3 érico veríssimo - o arquipélago vol. 2
3   érico veríssimo - o arquipélago vol. 23   érico veríssimo - o arquipélago vol. 2
3 érico veríssimo - o arquipélago vol. 2
Jerônimo Ferreira
 
Amor de Maria - Inglês de Sousa (Contos Amazônicos) Ebook
Amor de Maria - Inglês de Sousa (Contos Amazônicos) EbookAmor de Maria - Inglês de Sousa (Contos Amazônicos) Ebook
Amor de Maria - Inglês de Sousa (Contos Amazônicos) Ebook
Universidade Federal de Roraima
 
Livro: O cortiço - 2º ano CIC
Livro: O cortiço - 2º ano CICLivro: O cortiço - 2º ano CIC
Livro: O cortiço - 2º ano CIC
Maria J
 
Livro ecos no porão
Livro ecos no porãoLivro ecos no porão
Livro ecos no porão
histBR
 
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdfO-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
AldneideAlmeida1
 
Livro das Histórias Populares
Livro das Histórias PopularesLivro das Histórias Populares
Livro das Histórias Populares
Denilton Santos
 
Chicos 11 setembro 2007
Chicos 11 setembro 2007Chicos 11 setembro 2007
Chicos 11 setembro 2007
Chicos Cataletras
 
Simulado de portugues 9ano
Simulado de portugues 9anoSimulado de portugues 9ano
Simulado de portugues 9ano
Wendell Sena
 
Inocência-Visconde de Taunay
Inocência-Visconde de TaunayInocência-Visconde de Taunay
Inocência-Visconde de Taunay
Ragloferreira
 
Cortico
CorticoCortico
Um Dialogo com Corona
Um Dialogo com CoronaUm Dialogo com Corona
Um Dialogo com Corona
Roosevelt F. Abrantes
 
Literatura Infantil
Literatura InfantilLiteratura Infantil
Literatura Infantil
hleite
 
Várias histórias
Várias histórias   Várias histórias
Várias histórias
ProfaJosi
 
Língua portuguesa ficha literaria o cortiço
Língua portuguesa ficha literaria o cortiçoLíngua portuguesa ficha literaria o cortiço
Língua portuguesa ficha literaria o cortiço
Wesley Germano Otávio
 
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
Fabio Lemes
 
Caderno de leitura
Caderno de leituraCaderno de leitura
Caderno de leitura
joaosantosterrivel
 
Caderno de leitura
Caderno de leituraCaderno de leitura
Caderno de leitura
joaosantosterrivel
 
Contos pechosos
Contos pechososContos pechosos
Contos pechosos
CondadoLiterata
 
O vampiro que descobriu o brasil ivan jaf-
O vampiro que descobriu o brasil   ivan jaf-O vampiro que descobriu o brasil   ivan jaf-
O vampiro que descobriu o brasil ivan jaf-
Jussaney Ranielly Godoy
 

Semelhante a Anexo 5 material sequência didática projeto curta-metragem (20)

Vidas secas
Vidas secasVidas secas
Vidas secas
 
3 érico veríssimo - o arquipélago vol. 2
3   érico veríssimo - o arquipélago vol. 23   érico veríssimo - o arquipélago vol. 2
3 érico veríssimo - o arquipélago vol. 2
 
Amor de Maria - Inglês de Sousa (Contos Amazônicos) Ebook
Amor de Maria - Inglês de Sousa (Contos Amazônicos) EbookAmor de Maria - Inglês de Sousa (Contos Amazônicos) Ebook
Amor de Maria - Inglês de Sousa (Contos Amazônicos) Ebook
 
Livro: O cortiço - 2º ano CIC
Livro: O cortiço - 2º ano CICLivro: O cortiço - 2º ano CIC
Livro: O cortiço - 2º ano CIC
 
Livro ecos no porão
Livro ecos no porãoLivro ecos no porão
Livro ecos no porão
 
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdfO-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
 
Livro das Histórias Populares
Livro das Histórias PopularesLivro das Histórias Populares
Livro das Histórias Populares
 
Chicos 11 setembro 2007
Chicos 11 setembro 2007Chicos 11 setembro 2007
Chicos 11 setembro 2007
 
Simulado de portugues 9ano
Simulado de portugues 9anoSimulado de portugues 9ano
Simulado de portugues 9ano
 
Inocência-Visconde de Taunay
Inocência-Visconde de TaunayInocência-Visconde de Taunay
Inocência-Visconde de Taunay
 
Cortico
CorticoCortico
Cortico
 
Um Dialogo com Corona
Um Dialogo com CoronaUm Dialogo com Corona
Um Dialogo com Corona
 
Literatura Infantil
Literatura InfantilLiteratura Infantil
Literatura Infantil
 
Várias histórias
Várias histórias   Várias histórias
Várias histórias
 
Língua portuguesa ficha literaria o cortiço
Língua portuguesa ficha literaria o cortiçoLíngua portuguesa ficha literaria o cortiço
Língua portuguesa ficha literaria o cortiço
 
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
 
Caderno de leitura
Caderno de leituraCaderno de leitura
Caderno de leitura
 
Caderno de leitura
Caderno de leituraCaderno de leitura
Caderno de leitura
 
Contos pechosos
Contos pechososContos pechosos
Contos pechosos
 
O vampiro que descobriu o brasil ivan jaf-
O vampiro que descobriu o brasil   ivan jaf-O vampiro que descobriu o brasil   ivan jaf-
O vampiro que descobriu o brasil ivan jaf-
 

Mais de Mariana Correia

Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Mariana Correia
 
Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"
Mariana Correia
 
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa   ransom riggsO orfanato da srta peregrine pa   ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
Mariana Correia
 
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Mariana Correia
 
Questionário dados gerados
Questionário   dados geradosQuestionário   dados gerados
Questionário dados gerados
Mariana Correia
 
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Mariana Correia
 
Questionário
QuestionárioQuestionário
Questionário
Mariana Correia
 
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Mariana Correia
 
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende BrasilEntrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Mariana Correia
 
Fallen i fallen (lauren kate)
Fallen i   fallen (lauren kate)Fallen i   fallen (lauren kate)
Fallen i fallen (lauren kate)
Mariana Correia
 
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txtSérie Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Mariana Correia
 
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mataHamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Mariana Correia
 
Satisfaction
SatisfactionSatisfaction
Satisfaction
Mariana Correia
 
Formação 5
Formação 5Formação 5
Formação 5
Mariana Correia
 
Paradigma de avaliação de textos
Paradigma de avaliação de textosParadigma de avaliação de textos
Paradigma de avaliação de textos
Mariana Correia
 
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentosFormação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Mariana Correia
 
20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb
Mariana Correia
 
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
Mariana Correia
 
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa FrancescutiFormação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
Mariana Correia
 
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinarFormação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Mariana Correia
 

Mais de Mariana Correia (20)

Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
 
Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"
 
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa   ransom riggsO orfanato da srta peregrine pa   ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
 
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
 
Questionário dados gerados
Questionário   dados geradosQuestionário   dados gerados
Questionário dados gerados
 
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
 
Questionário
QuestionárioQuestionário
Questionário
 
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
 
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende BrasilEntrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
 
Fallen i fallen (lauren kate)
Fallen i   fallen (lauren kate)Fallen i   fallen (lauren kate)
Fallen i fallen (lauren kate)
 
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txtSérie Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
 
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mataHamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
 
Satisfaction
SatisfactionSatisfaction
Satisfaction
 
Formação 5
Formação 5Formação 5
Formação 5
 
Paradigma de avaliação de textos
Paradigma de avaliação de textosParadigma de avaliação de textos
Paradigma de avaliação de textos
 
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentosFormação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
 
20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb
 
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
 
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa FrancescutiFormação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
 
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinarFormação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
 

Anexo 5 material sequência didática projeto curta-metragem

  • 1. Formação de Professores – Prof.ª Ms. Letícia Santos e Prof.ª Esp. Mariana Correia Velha História Mário Quintana Era uma vez um homem que estava pescando, Maria. Até que apanhou um peixinho! Mas o peixinho era tão pequenininho e inocente, e tinha um azulado tão indescritível nas escamas, que o homem ficou com pena. E retirou cuidadosamente o anzol e pincelou com iodo a garganta do coitadinho. Depois guardou-o no bolso traseiro das calças, para que o animalzinho sarasse no quente. E desde então, ficaram inseparáveis. Aonde o homem ia, o peixinho o acompanhava, a trote, que nem um cachorrinho. Pelas calçadas. Pelos elevadores. Pelo café. Como era tocante vê-los no "17"! o homem, grave, de preto, com uma das mãos segurando a xícara de fumegante moca, com a outra lendo o jornal, com a outra fumando, com a outra cuidando do peixinho, enquanto este, silencioso e levemente melancólico, tomava laranjada por um canudinho especial... Ora, um dia o homem e o peixinho passeavam à margem do rio onde o segundo dos dois fora pescado. E eis que os olhos do primeiro se encheram de lágrimas. E disse o homem ao peixinho: "Não, não me assiste o direito de te guardar comigo. Por que roubar-te por mais tempo ao carinho do teu pai, da tua mãe, dos teus irmãozinhos, da tua tia solteira? Não, não e não! Volta para o seio da tua família. E viva eu cá na terra sempre triste!..." Dito isso, verteu copioso pranto e, desviando o rosto, atirou o peixinho n’água. E a água fez redemoinho, que foi depois serenando, serenando... até que o peixinho morreu afogado... Quadrilha Carlos Drummond de Andrade João amava Teresa que amava Raimundo que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili que não amava ninguém. João foi para o Estados Unidos, Teresa para o convento, Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia, Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes que não tinha entrado na história.
  • 2. Família desencontrada Mário Quintana O Verão é um senhor gordo, Sentado na varanda, Suando em bicas E reclamando cerveja O Outono é um tio solteirão Que mora lá em cima do sótão E a toda hora protesta aos gritos: “Que barulho é este na escada?” O Inverno é o vovozinho trêmulo Com a boina enterrada até os olhos, A manta enrolada nos queixos E sempre resmungando: “Eu não passo deste agosto, eu não passo deste agosto....” A Primavera em contrapartida É a que salva a honra da família! É uma menininha pulando com cabelos ao vento Pulando, cantando debaixo da chuva Curtindo o frescor da chuva Que desce do céu O cheiro de terra que sobe do chão O tapa do vento na cara molhada!