SlideShare uma empresa Scribd logo
ANÁLISE DE RISCOS EM CONTRATAÇÕES 
Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores 
PAULO R. BARBOZA TORREZAN 
REGINALDO R. DIAS DA SILVA
Qual o IMPACTO de uma contratação MAL 
CONDUZIDA para uma organização?
Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores 
OBJETIVO: 
Repassar de forma didática e dissertativa um modelo para 
elaboração de relatório gerencial para auxiliar a decisão de 
contratação levando em consideração os RISCOS 
(Oportunidades e Ameaças) oriundos da contratação de bens ou 
serviços.
Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores 
RISCO: 
Nem todos os RISCOS são necessariamente NEGATIVOS, o 
RISCO pode ser uma AMEAÇA ou uma OPORTUNIDADE...
Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores 
DEFINIÇÃO DE CONTRATO: 
É uma convenção ou conjunto de regras práticas, com o escopo de 
sintetizar a vontade das partes, para constituir, regular ou extinguir 
entre elas uma relação jurídica patrimonial. 
Regidos pelas seguintes leis do direito:
Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores 
ANÁLISE DE RISCOS EM CONTRATAÇÕES 
Permite o levantamento de RISCOS durante a fase da 
contratação de qualquer bem ou serviços, possibilitando a 
elaboração de um relatório para servir de base nas decisões da 
alta direção.
FLUXO 
PESQUISAR 
EMPRESAS 
PROPONENTES 
AVALIAR 
QUALITATIVAMENTE 
ELABORAR 
ANÁLISES SWOT 
DAS EMPRESAS 
MENSURAR 
( KEPNER) 
EMITIR O 
RELATÓRIO 
GERENCIAL 
TOMADA DE 
DECISÃO 
POR PARTE 
DA ALTA 
DIREÇÃO
Análise SWOT (para cada empresa) 
Exemplo de SWOT da empresa 1:
REGISTRO DOS RISCOS (ANÁLISE QUALITATIVA) 
(EMPRESA 1) 
Riscos 
ID Risco Projeto Descrição do Risco Probabilidade Impacto 
Exposição 
ao Risco 
Peso 
1 
Análise de Riscos em 
contratos 
BAIXA PARTICIPAÇÃO EM PROJETOS SIMILARES EM 
RELAÇÃO A CONCORRÊNCIA 
Média Alto Alta 4 
2 
Análise de Riscos em 
contratos 
POUCO TEMPO NO MERCADO Média Alto Alta 4 
3 
Análise de Riscos em 
contratos 
MAL HISTÓRICO DE RELAÇÕES TRABALHISTAS Baixa Alto Média 3 
4 
Análise de Riscos em 
contratos 
ATRASO EM OUTROS EMPREENDIMENTOS Alta Alto Alta 5 
5 
Análise de Riscos em 
contratos 
ALTA ROTATIVIDADE DA EQUIPE Baixa Médio Média 2 
6 
Análise de Riscos em 
contratos 
BAIXA QUALIFICAÇÃO DOS SUBFORNECEDORES Alta Alto Alta 5 
7 
Análise de Riscos em 
contratos 
BAIXA CAPACIDADE DE ADAPTAR-SE ÀS MUDANÇAS DE 
ESCOPO 
Média Médio Média 3 
9 
Análise de Riscos em 
contratos 
EMPRESA NÃO INOVADORA Baixa Baixo Baixa 1 
10 
Análise de Riscos em 
contratos 
BAIXA CAPACIDADE DE MOBILIZAÇÃO DE PESSOAL E 
EQUIPAMENTOS (SE NECESSÁRIO); Média Médio Média 3 
11 
Análise de Riscos em 
contratos 
VÁRIOS CLAIMS EM OUTROS PROJETOS Média Alto Alta 4 
12 
Análise de Riscos em 
contratos 
ALTO NUMERO DE ACIDENTES EM PROJETOS SIMILARES. Média Alto Alta 4 
13 
Análise de Riscos em 
contratos 
GREVE (ALFÂNDEGA, COLABORADORES, TRANSPORTE 
RODOVIÁRIO). 
Média Médio Média 3 
14 
Análise de Riscos em 
contratos 
FALTA DE MÃO DE OBRA QUALIFICADA NA REGIÃO Alta Baixo Média 3 
Ameaças ou Oportunidades 
Probabilidade 
Baixo Médio Alto 
1 3 5 
Alta 5 M M A 
Média 3 M M A 
Baixa 1 B M M 
Impacto
MATRIZ DE KEPNER 
Descrição dos itens PESO Nota Empresa 1Nota ponderada Empresa 1 
PARTICIPAÇÃO EM PROJETOS SIMILARES EM RELAÇÃO A CONCORRÊNCIA 4 5 20 
TEMPO NO MERCADO 4 5 20 
HISTÓRICO DE RELAÇÕES TRABALHISTAS 3 1 3 
ATRASO EM OUTROS EMPREENDIMENTOS 5 10 50 
ROTATIVIDADE DA EQUIPE 2 1 2 
QUALIFICAÇÃO DOS SUBFORNECEDORES 5 5 25 
CAPACIDADE DE ADAPTAR-SE ÀS MUDANÇAS DE ESCOPO 3 5 15 
INOVAÇÃO 1 10 10 
CAPACIDADE DE MOBILIZAÇÃO DE PESSOAL E EQUIPAMENTOS (SE 
NECESSÁRIO); 3 1 3 
ÍNDICE CLAIMS EM OUTROS PROJETOS 4 1 4 
NUMERO DE ACIDENTES EM PROJETOS SIMILARES (COM AFASTAMENTO). 4 5 20 
GREVE (ALFÂNDEGA, COLABORADORES, TRANSPORTE RODOVIÁRIO). 3 10 30 
QUALIDADE DE MÃO DE OBRA NA REGIÃO 3 5 15 
RESULTADO 440(máx) 217 Pontos 
Condições: 
≤ 40 % : Inaceitável 
 40% ≤ 55% : crítico 
 55% ≤ 90%: aceitável 
 90% ≤ 100%: ok 
49,32%
ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO 
No final das análises realizadas em cada empresa proponente, será emitido 
um relatório gerencial, incluindo entre outros aspectos, o percentual de risco de 
cada uma em relação ao escopo à ser contratado. 
 Incluir a tabela de comparação entre as várias empresas que concorrem 
para o fornecimento de determinado escopo. 
Evidenciar que o relatório é mais uma ferramenta de apoio para a análise de 
decisão pela alta direção da empresa. 
 Manter arquivo dos estudos levantados para servir de base de trabalho com 
o grupo de PMO, e depois inserir as lições aprendidas dos contratos vigentes.
GRÁFICO DE PARETO 
PESQUISA SWOT REGISTRO RELATÓRIO DECISÃO
CONCLUSÃO: 
Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores 
A ANÁLISE de RISCOS em contratações, possibilita uma visão 
ampla e não tendenciosa dos RISCOS eminentes (oportunidades 
e ameaças), facilitando a tomada de decisão por parte da alta 
direção nas contratações de bens ou serviços.
PENSAMENTO: 
“Otimismo significa esperar o melhor, mas confiança significa 
saber como se lidará com o pior” (Max Gunther, Os Axiomas de Zurique).
BIBLIOGRAFIA: 
Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia 
PMBOK®); 
 Guia Gestão de Projetos Brasil (IETEC); 
 Gestão de Projetos – As Melhores Práticas (Harold Kerzner); 
 Administração de Contratos (IETEC).
CONTATO: 
Engo Paulo Torrezan: Engo Reginaldo Dias: 
Skype: paulo_torrezan Skype: falecomregis 
Linkedin: Paulo Torrezan Linkedin: Reginaldo Dias 
torrezan@terra.com.br falecomreginaldo@gmail.com
PERGUNTAS? 
? ? ?

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Analise preliminar-de-risco-soldas
Analise preliminar-de-risco-soldasAnalise preliminar-de-risco-soldas
Analise preliminar-de-risco-soldas
Jose Fernandes
 
Beckma - assessori análise de risco
Beckma - assessori análise de risco Beckma - assessori análise de risco
Beckma - assessori análise de risco
R.A. DA SILVA BECKMA-ME
 
Análise de Risco
Análise de RiscoAnálise de Risco
Análise de Risco
Luiz Ignacio Neumann
 
Apr modelo
Apr modeloApr modelo
Apr modelo
Antonio Ricardo
 
Apr hr
Apr hrApr hr
Apr hr
Andre Cruz
 
Questionario de avaliação de riscos patrimoniais
Questionario de avaliação de riscos patrimoniaisQuestionario de avaliação de riscos patrimoniais
Questionario de avaliação de riscos patrimoniais
Universidade Federal Fluminense
 
Manual de Gestão de Riscos
Manual de Gestão de RiscosManual de Gestão de Riscos
Manual de Gestão de Riscos
fabiocdaraujo
 
APR
APRAPR
Ppra
Ppra  Ppra
Ppra
vhrf94
 
Plano de ação - Modelo
Plano de ação - ModeloPlano de ação - Modelo
Plano de ação - Modelo
Daniel Santos
 

Destaque (10)

Analise preliminar-de-risco-soldas
Analise preliminar-de-risco-soldasAnalise preliminar-de-risco-soldas
Analise preliminar-de-risco-soldas
 
Beckma - assessori análise de risco
Beckma - assessori análise de risco Beckma - assessori análise de risco
Beckma - assessori análise de risco
 
Análise de Risco
Análise de RiscoAnálise de Risco
Análise de Risco
 
Apr modelo
Apr modeloApr modelo
Apr modelo
 
Apr hr
Apr hrApr hr
Apr hr
 
Questionario de avaliação de riscos patrimoniais
Questionario de avaliação de riscos patrimoniaisQuestionario de avaliação de riscos patrimoniais
Questionario de avaliação de riscos patrimoniais
 
Manual de Gestão de Riscos
Manual de Gestão de RiscosManual de Gestão de Riscos
Manual de Gestão de Riscos
 
APR
APRAPR
APR
 
Ppra
Ppra  Ppra
Ppra
 
Plano de ação - Modelo
Plano de ação - ModeloPlano de ação - Modelo
Plano de ação - Modelo
 

Semelhante a Analise de risco em contratações

Análise de riscos em contratações
Análise de riscos em contrataçõesAnálise de riscos em contratações
Análise de riscos em contratações
Paulo Torrezan
 
Strategic Outsourcing at Small Business / Terceirização estratégica na pequen...
Strategic Outsourcing at Small Business / Terceirização estratégica na pequen...Strategic Outsourcing at Small Business / Terceirização estratégica na pequen...
Strategic Outsourcing at Small Business / Terceirização estratégica na pequen...
Ricardo Rabay
 
O_guia_definitivo_sobre_gestao_de_riscos_financeiros_3a68e872d0.pdf
O_guia_definitivo_sobre_gestao_de_riscos_financeiros_3a68e872d0.pdfO_guia_definitivo_sobre_gestao_de_riscos_financeiros_3a68e872d0.pdf
O_guia_definitivo_sobre_gestao_de_riscos_financeiros_3a68e872d0.pdf
AnaFlviaCiracodeOliv
 
Análise de Atratividade
Análise de AtratividadeAnálise de Atratividade
Análise de Atratividade
Pricila Yessayan
 
Plano de Negócios orientado para Riscos
Plano de Negócios orientado para Riscos Plano de Negócios orientado para Riscos
Plano de Negócios orientado para Riscos
halissongomescarneiro
 
Reformando o RDC - Regime Diferenciado de Contratação para publicacao - ver...
Reformando o RDC - Regime Diferenciado de Contratação   para publicacao - ver...Reformando o RDC - Regime Diferenciado de Contratação   para publicacao - ver...
Reformando o RDC - Regime Diferenciado de Contratação para publicacao - ver...
Mauricio Portugal Ribeiro
 
Modelo de porter e análise swot
Modelo de porter e análise swot Modelo de porter e análise swot
Modelo de porter e análise swot
Fernando Moreno
 
Modelo de porter e análise swot doc
Modelo de porter e análise swot docModelo de porter e análise swot doc
Modelo de porter e análise swot doc
lanuyt
 
Congresso Latino Americano de Gestão de Contratos 2013
Congresso Latino Americano de Gestão de Contratos 2013Congresso Latino Americano de Gestão de Contratos 2013
Congresso Latino Americano de Gestão de Contratos 2013
Yve Tonon
 
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações apl...
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações   apl...Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações   apl...
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações apl...
Universidade Federal Fluminense
 
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações apl...
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações   apl...Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações   apl...
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações apl...
Universidade Federal Fluminense
 
Gestão de Riscos como Ferramenta de Tomada de Decisão em Projetos de Investim...
Gestão de Riscos como Ferramenta de Tomada de Decisão em Projetos de Investim...Gestão de Riscos como Ferramenta de Tomada de Decisão em Projetos de Investim...
Gestão de Riscos como Ferramenta de Tomada de Decisão em Projetos de Investim...
Rodrigo M. Gandra, MSc, PMP, PMI-RMP
 
Monografia piazza copeadd 2013 abnt
Monografia piazza copeadd 2013 abntMonografia piazza copeadd 2013 abnt
Monografia piazza copeadd 2013 abnt
Tiago Piazza
 
E-Book Competitividade DOM Strategy Partners 2010
 E-Book Competitividade DOM Strategy Partners 2010 E-Book Competitividade DOM Strategy Partners 2010
E-Book Competitividade DOM Strategy Partners 2010
DOM Strategy Partners
 
Internacionalização_Projetos_Denilson_Barbosa
Internacionalização_Projetos_Denilson_BarbosaInternacionalização_Projetos_Denilson_Barbosa
Internacionalização_Projetos_Denilson_Barbosa
Denilson Barbosa ®
 
Ei! Você Sabe Dizer Não?
Ei! Você Sabe Dizer Não?Ei! Você Sabe Dizer Não?
Ei! Você Sabe Dizer Não?
Peter Mello
 
BSCGC_com_Explicação
BSCGC_com_ExplicaçãoBSCGC_com_Explicação
CAES
CAESCAES
Melhora SP
Melhora SPMelhora SP
Melhora SP
Marco Coghi
 
E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012
E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012
E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012
DOM Strategy Partners
 

Semelhante a Analise de risco em contratações (20)

Análise de riscos em contratações
Análise de riscos em contrataçõesAnálise de riscos em contratações
Análise de riscos em contratações
 
Strategic Outsourcing at Small Business / Terceirização estratégica na pequen...
Strategic Outsourcing at Small Business / Terceirização estratégica na pequen...Strategic Outsourcing at Small Business / Terceirização estratégica na pequen...
Strategic Outsourcing at Small Business / Terceirização estratégica na pequen...
 
O_guia_definitivo_sobre_gestao_de_riscos_financeiros_3a68e872d0.pdf
O_guia_definitivo_sobre_gestao_de_riscos_financeiros_3a68e872d0.pdfO_guia_definitivo_sobre_gestao_de_riscos_financeiros_3a68e872d0.pdf
O_guia_definitivo_sobre_gestao_de_riscos_financeiros_3a68e872d0.pdf
 
Análise de Atratividade
Análise de AtratividadeAnálise de Atratividade
Análise de Atratividade
 
Plano de Negócios orientado para Riscos
Plano de Negócios orientado para Riscos Plano de Negócios orientado para Riscos
Plano de Negócios orientado para Riscos
 
Reformando o RDC - Regime Diferenciado de Contratação para publicacao - ver...
Reformando o RDC - Regime Diferenciado de Contratação   para publicacao - ver...Reformando o RDC - Regime Diferenciado de Contratação   para publicacao - ver...
Reformando o RDC - Regime Diferenciado de Contratação para publicacao - ver...
 
Modelo de porter e análise swot
Modelo de porter e análise swot Modelo de porter e análise swot
Modelo de porter e análise swot
 
Modelo de porter e análise swot doc
Modelo de porter e análise swot docModelo de porter e análise swot doc
Modelo de porter e análise swot doc
 
Congresso Latino Americano de Gestão de Contratos 2013
Congresso Latino Americano de Gestão de Contratos 2013Congresso Latino Americano de Gestão de Contratos 2013
Congresso Latino Americano de Gestão de Contratos 2013
 
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações apl...
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações   apl...Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações   apl...
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações apl...
 
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações apl...
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações   apl...Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações   apl...
Os métodos de prospecção de cenários e sua importância nas organizações apl...
 
Gestão de Riscos como Ferramenta de Tomada de Decisão em Projetos de Investim...
Gestão de Riscos como Ferramenta de Tomada de Decisão em Projetos de Investim...Gestão de Riscos como Ferramenta de Tomada de Decisão em Projetos de Investim...
Gestão de Riscos como Ferramenta de Tomada de Decisão em Projetos de Investim...
 
Monografia piazza copeadd 2013 abnt
Monografia piazza copeadd 2013 abntMonografia piazza copeadd 2013 abnt
Monografia piazza copeadd 2013 abnt
 
E-Book Competitividade DOM Strategy Partners 2010
 E-Book Competitividade DOM Strategy Partners 2010 E-Book Competitividade DOM Strategy Partners 2010
E-Book Competitividade DOM Strategy Partners 2010
 
Internacionalização_Projetos_Denilson_Barbosa
Internacionalização_Projetos_Denilson_BarbosaInternacionalização_Projetos_Denilson_Barbosa
Internacionalização_Projetos_Denilson_Barbosa
 
Ei! Você Sabe Dizer Não?
Ei! Você Sabe Dizer Não?Ei! Você Sabe Dizer Não?
Ei! Você Sabe Dizer Não?
 
BSCGC_com_Explicação
BSCGC_com_ExplicaçãoBSCGC_com_Explicação
BSCGC_com_Explicação
 
CAES
CAESCAES
CAES
 
Melhora SP
Melhora SPMelhora SP
Melhora SP
 
E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012
E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012
E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012
 

Mais de Paulo Torrezan

7 dicas para fidelizar clientes
7 dicas para fidelizar clientes7 dicas para fidelizar clientes
7 dicas para fidelizar clientes
Paulo Torrezan
 
7 dicas para fidelizar clientes
7 dicas para fidelizar clientes7 dicas para fidelizar clientes
7 dicas para fidelizar clientes
Paulo Torrezan
 
Apresentação intervalvulas
Apresentação intervalvulasApresentação intervalvulas
Apresentação intervalvulas
Paulo Torrezan
 
Apresentação quimatic produtos
Apresentação quimatic produtosApresentação quimatic produtos
Apresentação quimatic produtos
Paulo Torrezan
 
Engemasa materials presentation
Engemasa materials presentationEngemasa materials presentation
Engemasa materials presentation
Paulo Torrezan
 
CV - PRBT
CV - PRBTCV - PRBT
CV - PRBT
Paulo Torrezan
 

Mais de Paulo Torrezan (6)

7 dicas para fidelizar clientes
7 dicas para fidelizar clientes7 dicas para fidelizar clientes
7 dicas para fidelizar clientes
 
7 dicas para fidelizar clientes
7 dicas para fidelizar clientes7 dicas para fidelizar clientes
7 dicas para fidelizar clientes
 
Apresentação intervalvulas
Apresentação intervalvulasApresentação intervalvulas
Apresentação intervalvulas
 
Apresentação quimatic produtos
Apresentação quimatic produtosApresentação quimatic produtos
Apresentação quimatic produtos
 
Engemasa materials presentation
Engemasa materials presentationEngemasa materials presentation
Engemasa materials presentation
 
CV - PRBT
CV - PRBTCV - PRBT
CV - PRBT
 

Analise de risco em contratações

  • 1. ANÁLISE DE RISCOS EM CONTRATAÇÕES Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores PAULO R. BARBOZA TORREZAN REGINALDO R. DIAS DA SILVA
  • 2. Qual o IMPACTO de uma contratação MAL CONDUZIDA para uma organização?
  • 3. Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores OBJETIVO: Repassar de forma didática e dissertativa um modelo para elaboração de relatório gerencial para auxiliar a decisão de contratação levando em consideração os RISCOS (Oportunidades e Ameaças) oriundos da contratação de bens ou serviços.
  • 4. Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores RISCO: Nem todos os RISCOS são necessariamente NEGATIVOS, o RISCO pode ser uma AMEAÇA ou uma OPORTUNIDADE...
  • 5. Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores DEFINIÇÃO DE CONTRATO: É uma convenção ou conjunto de regras práticas, com o escopo de sintetizar a vontade das partes, para constituir, regular ou extinguir entre elas uma relação jurídica patrimonial. Regidos pelas seguintes leis do direito:
  • 6. Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores ANÁLISE DE RISCOS EM CONTRATAÇÕES Permite o levantamento de RISCOS durante a fase da contratação de qualquer bem ou serviços, possibilitando a elaboração de um relatório para servir de base nas decisões da alta direção.
  • 7. FLUXO PESQUISAR EMPRESAS PROPONENTES AVALIAR QUALITATIVAMENTE ELABORAR ANÁLISES SWOT DAS EMPRESAS MENSURAR ( KEPNER) EMITIR O RELATÓRIO GERENCIAL TOMADA DE DECISÃO POR PARTE DA ALTA DIREÇÃO
  • 8. Análise SWOT (para cada empresa) Exemplo de SWOT da empresa 1:
  • 9. REGISTRO DOS RISCOS (ANÁLISE QUALITATIVA) (EMPRESA 1) Riscos ID Risco Projeto Descrição do Risco Probabilidade Impacto Exposição ao Risco Peso 1 Análise de Riscos em contratos BAIXA PARTICIPAÇÃO EM PROJETOS SIMILARES EM RELAÇÃO A CONCORRÊNCIA Média Alto Alta 4 2 Análise de Riscos em contratos POUCO TEMPO NO MERCADO Média Alto Alta 4 3 Análise de Riscos em contratos MAL HISTÓRICO DE RELAÇÕES TRABALHISTAS Baixa Alto Média 3 4 Análise de Riscos em contratos ATRASO EM OUTROS EMPREENDIMENTOS Alta Alto Alta 5 5 Análise de Riscos em contratos ALTA ROTATIVIDADE DA EQUIPE Baixa Médio Média 2 6 Análise de Riscos em contratos BAIXA QUALIFICAÇÃO DOS SUBFORNECEDORES Alta Alto Alta 5 7 Análise de Riscos em contratos BAIXA CAPACIDADE DE ADAPTAR-SE ÀS MUDANÇAS DE ESCOPO Média Médio Média 3 9 Análise de Riscos em contratos EMPRESA NÃO INOVADORA Baixa Baixo Baixa 1 10 Análise de Riscos em contratos BAIXA CAPACIDADE DE MOBILIZAÇÃO DE PESSOAL E EQUIPAMENTOS (SE NECESSÁRIO); Média Médio Média 3 11 Análise de Riscos em contratos VÁRIOS CLAIMS EM OUTROS PROJETOS Média Alto Alta 4 12 Análise de Riscos em contratos ALTO NUMERO DE ACIDENTES EM PROJETOS SIMILARES. Média Alto Alta 4 13 Análise de Riscos em contratos GREVE (ALFÂNDEGA, COLABORADORES, TRANSPORTE RODOVIÁRIO). Média Médio Média 3 14 Análise de Riscos em contratos FALTA DE MÃO DE OBRA QUALIFICADA NA REGIÃO Alta Baixo Média 3 Ameaças ou Oportunidades Probabilidade Baixo Médio Alto 1 3 5 Alta 5 M M A Média 3 M M A Baixa 1 B M M Impacto
  • 10. MATRIZ DE KEPNER Descrição dos itens PESO Nota Empresa 1Nota ponderada Empresa 1 PARTICIPAÇÃO EM PROJETOS SIMILARES EM RELAÇÃO A CONCORRÊNCIA 4 5 20 TEMPO NO MERCADO 4 5 20 HISTÓRICO DE RELAÇÕES TRABALHISTAS 3 1 3 ATRASO EM OUTROS EMPREENDIMENTOS 5 10 50 ROTATIVIDADE DA EQUIPE 2 1 2 QUALIFICAÇÃO DOS SUBFORNECEDORES 5 5 25 CAPACIDADE DE ADAPTAR-SE ÀS MUDANÇAS DE ESCOPO 3 5 15 INOVAÇÃO 1 10 10 CAPACIDADE DE MOBILIZAÇÃO DE PESSOAL E EQUIPAMENTOS (SE NECESSÁRIO); 3 1 3 ÍNDICE CLAIMS EM OUTROS PROJETOS 4 1 4 NUMERO DE ACIDENTES EM PROJETOS SIMILARES (COM AFASTAMENTO). 4 5 20 GREVE (ALFÂNDEGA, COLABORADORES, TRANSPORTE RODOVIÁRIO). 3 10 30 QUALIDADE DE MÃO DE OBRA NA REGIÃO 3 5 15 RESULTADO 440(máx) 217 Pontos Condições: ≤ 40 % : Inaceitável 40% ≤ 55% : crítico 55% ≤ 90%: aceitável 90% ≤ 100%: ok 49,32%
  • 11. ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO No final das análises realizadas em cada empresa proponente, será emitido um relatório gerencial, incluindo entre outros aspectos, o percentual de risco de cada uma em relação ao escopo à ser contratado. Incluir a tabela de comparação entre as várias empresas que concorrem para o fornecimento de determinado escopo. Evidenciar que o relatório é mais uma ferramenta de apoio para a análise de decisão pela alta direção da empresa. Manter arquivo dos estudos levantados para servir de base de trabalho com o grupo de PMO, e depois inserir as lições aprendidas dos contratos vigentes.
  • 12. GRÁFICO DE PARETO PESQUISA SWOT REGISTRO RELATÓRIO DECISÃO
  • 13. CONCLUSÃO: Competência Técnica e Financeira dos Fornecedores A ANÁLISE de RISCOS em contratações, possibilita uma visão ampla e não tendenciosa dos RISCOS eminentes (oportunidades e ameaças), facilitando a tomada de decisão por parte da alta direção nas contratações de bens ou serviços.
  • 14. PENSAMENTO: “Otimismo significa esperar o melhor, mas confiança significa saber como se lidará com o pior” (Max Gunther, Os Axiomas de Zurique).
  • 15. BIBLIOGRAFIA: Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK®); Guia Gestão de Projetos Brasil (IETEC); Gestão de Projetos – As Melhores Práticas (Harold Kerzner); Administração de Contratos (IETEC).
  • 16. CONTATO: Engo Paulo Torrezan: Engo Reginaldo Dias: Skype: paulo_torrezan Skype: falecomregis Linkedin: Paulo Torrezan Linkedin: Reginaldo Dias torrezan@terra.com.br falecomreginaldo@gmail.com