SlideShare uma empresa Scribd logo
As Cores
Ana Catariba Fernandes  - As cores
O Amarelo primário, o Azul Ciano e o Magenta, são
conhecidas com cores primárias. Assim se designam por
serem cores puras, cores independentes que não se podem
decompor, logo não derivam da mistura de outras cores.
Quais são ?! ..
O Amarelo transmite calor, luz e descontracção.
Simbolicamente está associado à prosperidade. É também
uma cor energética, activa que transmite optimismo. Está
associada ao Verão
O Azul é a cor do céu, do espírito e do pensamento.
Simboliza a lealdade, a fidelidade, a personalidade e
subtileza. Simboliza também o ideal e o sonho.
• O Magenta É uma cor espiritual, mas também possui
alusões práticas, parecidas com a compaixão, a ajuda e a
bondade. Desde o ponto de vista negativo, o magenta é
como o violeta, faz-nos sentir o desejo de afastar as
exigências do mundo e evitar os desafios. De certo
modo, também pode chegar a ser demasiado relaxante.
Assim que uma pessoa que entra em contínuas depressões
ou que seja introvertida deve evitar o magenta.
Verde
Violeta
Laranja
Cores secundárias são as cores que se formam da
mistura de duas cores primárias, em partes iguais.
as cores secundárias são:
Verde - formado por azul e amarelo
Laranja - formado por amarelo e vermelho
Violeta (ou púrpura) - formado por azul e vermelho
Quais são ?!
..
• O violeta são cores de transformação do mais alto nível
espiritual e mental, capazes de combater os medos e
contribuir para a paz. Elas têm um efeito de limpeza
para os transtornos emocionais. Também nos conectam
com os impulsos musicais e artísticos, o mistério, a
sensibilidade, a beleza e os grandes ideais -
inspirando-nos sensibilidade, espiritualidade e
compaixão.
• O violeta pode exercer fortes influências.
• O Verde significa vigor, juventude, frescor, esperança e
calma.
• O Laranja é uma cor quente, tal como o amarelo e o
vermelho. É pois uma cor activa que, significa movimento e
espontaneidade
Preto & Branco
O preto, referido como cor
negra, é a cor mais escura do
espectro, definida como "a
ausência de luz", em cores-
luz, ou como "a mistura de
todas as cores", em cores-
pigmento.
Significado
O preto Está relacionado com o silêncio, o
infinito e a força passiva feminina e
misteriosa, e ao mesmo tempo cor de
protecção e mistério.
O preto também pode impedir-nos que mudemos
e cresçamos como pessoas, porque é uma cor
que nos ajuda a isolar-nos e esconder-nos do
mundo.
Caracterização do Branco
• A cor branca é a mais pura de todas, assim que
representa à pureza.
Significado do Branco
Ana Catariba Fernandes  - As cores
As cores quentes, estão pois associadas a
sensações completamente opostas àquelas
que as cores frias transmitem.
Assim, as cores quentes associam-se às
sensações de calor, adrenalina. São
consideradas cores excitantes.
As cores quentes são todas aquelas que, no
circulo das cores primárias derivam das
seguintes cores: Amarelo, Laranja e
Vermelho.
Estas cores associam-se ao sol, ao fogo, a
Quais São ?!
..
O Laranja é uma cor quente, tal como o amarelo e o
vermelho. É pois uma cor activa que, significa
movimento e espontaneidade.
Amarelo
O Amarelo transmite
calor, luz e
descontracção.
Simbolicamente
está associado à
prosperidade. É
também uma cor
energética, activa
que transmite
optimismo. Está
associada ao
Verão
Vermelho
O vermelho simboliza o poder, é a cor que se
associa com a vitalidade e a ambição.
O vermelho contribui também para a confiança em
si mesmo, a coragem e uma atitude optimista
ante a vida.
É uma cor que também tem seu aspecto
negativo, e pode expressar raiva. Se estamos
rodeados de muito vermelho, pode influir-nos
negativamente e deixar-nos
irritáveis, impacientes e inconformistas.
Ana Catariba Fernandes  - As cores
• A "temperatura" das cores faz com que se distingam
cores frias e cores quentes, mas os fundamentos para
tal designação, são pois psicológicos. As cores
frias, como o próprio nome indica, estão associadas à
sensação de frio, e são essencialmente todas as cores
que derivam do Violeta, Azul e Verde. São consideradas
cores calmantes. Associam-se à água, ao frio, ao
gelo, ao mar, ao céu, às árvores, entre outras.
Quais são ?!
..
• O violeta é uma core de transformação
do mais alto nível espiritual e
mental, capaz de combater os medos e
contribuir para a paz. Ela tem um efeito
de limpeza para os transtornos
emocionais. Também nos conectam com os
impulsos musicais e artísticos, o
mistério, a sensibilidade, a beleza e os
grandes ideais - inspirando-nos
sensibilidade, espiritualidade e
compaixão.
• O violeta pode exercer fortes influências.
No entanto, as pessoa que se sentem
atraídas por ele devem ter cuidado para
não se deixar levar e viver num mundo de
fantasia.
V
I
O
L
E
T
A
O verde tem uma forte afinidade com a natureza e nos
conecta com ela, nos faz empatizar com os demais
encontrando, de uma forma natural, as palavras justas.
• É a cor que procuramos instintivamente quando estamos
deprimidos ou acabamos de viver um trauma. O verde
nos cria um sentimento de conforto e relaxação, de
calma e paz interior, que nos faz sentir equilibrados
interiormente.
• Meditar com a cor verde é como tomar um
calmante, para as emoções.
O azul é uma cor
fresca, tranquilizante, qu
e se associa com a parte
mais intelectual da
mente, assim como o
amarelo.
O azul representa a noite.
O azul ajuda a controlar a
mente, a ter clareza de
idéias e a ser criativo.
O branco, o preto e o cinzento são tidas como cores neutras.
Na realidade assim se chamam pela sua origem .
O branco é a soma de todas as cores e implica a presença de
luz.
O preto é oposto ao branco, significa total ausência de luz e
aparentemente, não deriva de qualquer cor.
O cinzento, ou os vários tons de cinzento têm origem na
mistura, em diferentes quantidades, do branco com o
preto.
As cores neutras não se afirmam muito, por si só.
Ao misturar uma das diversas cores com o branco, o
resultado será sempre uma cor clara. O oposto acontece
quando se mistura uma cor com o preto, pois o resultado
será sempre uma cor escura.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cores
CoresCores
Cores 2 - Psicodinâmica
Cores 2 - PsicodinâmicaCores 2 - Psicodinâmica
Cores 2 - Psicodinâmica
ProfVivianeLopes
 
As cores
As coresAs cores
Cor
CorCor
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus SignificadosAs Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
Thiago Faria Moura
 
Semana da cor
Semana da corSemana da cor
Mediatall Psicologia de Cores
 Mediatall Psicologia de Cores Mediatall Psicologia de Cores
Mediatall Psicologia de Cores
Rodrigomtall
 
Cores e Sons
Cores e SonsCores e Sons
Cores e Sons
Milena Loures
 
Gestao administrativa 2021_a
Gestao administrativa 2021_aGestao administrativa 2021_a
Gestao administrativa 2021_a
LasFhinglerNeves
 
Psicologia cognitiva: Percepção de cores.
Psicologia cognitiva: Percepção de cores.Psicologia cognitiva: Percepção de cores.
Psicologia cognitiva: Percepção de cores.
Rafael Ivan
 
Um toque de luz para a semana
Um toque de luz para a semanaUm toque de luz para a semana
Um toque de luz para a semana
Terê Total Teresópolis RJ
 
Cristais do amor cópia (2)
Cristais do amor   cópia (2)Cristais do amor   cópia (2)
Cristais do amor cópia (2)
Franco Guizzetti
 
Psicologia da cor infográfico
Psicologia da cor infográficoPsicologia da cor infográfico
Psicologia da cor infográfico
Rodrigo Silva Santana
 
João Fidalgo
João FidalgoJoão Fidalgo
João Fidalgo
Carina Lopes
 
Apresentação sobre Cromoterapia
Apresentação sobre CromoterapiaApresentação sobre Cromoterapia
Apresentação sobre Cromoterapia
Carla Alexandra Ferreira Neves
 
Registo gráfico de emoções
Registo gráfico de emoçõesRegisto gráfico de emoções
Registo gráfico de emoções
Carina Lopes
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
Grispino
 
Proposta de trabalho I - Representação de Emoções
Proposta de trabalho I -   Representação de Emoções Proposta de trabalho I -   Representação de Emoções
Proposta de trabalho I - Representação de Emoções
Carina Lopes
 
Ana Gabriela
Ana GabrielaAna Gabriela
Ana Gabriela
Carina Lopes
 

Mais procurados (19)

Cores
CoresCores
Cores
 
Cores 2 - Psicodinâmica
Cores 2 - PsicodinâmicaCores 2 - Psicodinâmica
Cores 2 - Psicodinâmica
 
As cores
As coresAs cores
As cores
 
Cor
CorCor
Cor
 
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus SignificadosAs Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
As Cores - Seminário sobre Cores e Seus Significados
 
Semana da cor
Semana da corSemana da cor
Semana da cor
 
Mediatall Psicologia de Cores
 Mediatall Psicologia de Cores Mediatall Psicologia de Cores
Mediatall Psicologia de Cores
 
Cores e Sons
Cores e SonsCores e Sons
Cores e Sons
 
Gestao administrativa 2021_a
Gestao administrativa 2021_aGestao administrativa 2021_a
Gestao administrativa 2021_a
 
Psicologia cognitiva: Percepção de cores.
Psicologia cognitiva: Percepção de cores.Psicologia cognitiva: Percepção de cores.
Psicologia cognitiva: Percepção de cores.
 
Um toque de luz para a semana
Um toque de luz para a semanaUm toque de luz para a semana
Um toque de luz para a semana
 
Cristais do amor cópia (2)
Cristais do amor   cópia (2)Cristais do amor   cópia (2)
Cristais do amor cópia (2)
 
Psicologia da cor infográfico
Psicologia da cor infográficoPsicologia da cor infográfico
Psicologia da cor infográfico
 
João Fidalgo
João FidalgoJoão Fidalgo
João Fidalgo
 
Apresentação sobre Cromoterapia
Apresentação sobre CromoterapiaApresentação sobre Cromoterapia
Apresentação sobre Cromoterapia
 
Registo gráfico de emoções
Registo gráfico de emoçõesRegisto gráfico de emoções
Registo gráfico de emoções
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
Proposta de trabalho I - Representação de Emoções
Proposta de trabalho I -   Representação de Emoções Proposta de trabalho I -   Representação de Emoções
Proposta de trabalho I - Representação de Emoções
 
Ana Gabriela
Ana GabrielaAna Gabriela
Ana Gabriela
 

Destaque

João Rocha
João RochaJoão Rocha
João Rocha
Carina Lopes
 
Gianluca - Proposta de trabalho 3 - Módulo I
Gianluca - Proposta de trabalho 3 - Módulo IGianluca - Proposta de trabalho 3 - Módulo I
Gianluca - Proposta de trabalho 3 - Módulo I
Carina Lopes
 
Desenvolvimento pessoal: Lidar com a frustração
Desenvolvimento pessoal: Lidar com a frustraçãoDesenvolvimento pessoal: Lidar com a frustração
Desenvolvimento pessoal: Lidar com a frustração
Letícia Pires
 
Como lidar com as frustrações da vida
Como lidar com as frustrações da vidaComo lidar com as frustrações da vida
Como lidar com as frustrações da vida
Carlinda Sousa
 
A importância da tolerância à frustração nos transtornos
A importância da tolerância à frustração nos transtornosA importância da tolerância à frustração nos transtornos
A importância da tolerância à frustração nos transtornos
aptadf
 
Frustracao e conflito
Frustracao e conflitoFrustracao e conflito
Frustracao e conflito
Lorredana Pereira
 
ESTRESSE
ESTRESSEESTRESSE
ESTRESSE
Jéssica Regina
 
Como Lidar com as Frustrações - Sêneca
Como Lidar com as Frustrações - SênecaComo Lidar com as Frustrações - Sêneca
Como Lidar com as Frustrações - Sêneca
Valéria Ribeiro
 
Guia de cores Coral
Guia de cores CoralGuia de cores Coral
Guia de cores Coral
Camila Márcia Contato
 
Risco psicossocial (stress)
Risco psicossocial (stress)Risco psicossocial (stress)
Risco psicossocial (stress)
Patrícia Morais
 
psicologia e liderança
psicologia e liderançapsicologia e liderança
psicologia e liderança
faculdadeteologica
 

Destaque (11)

João Rocha
João RochaJoão Rocha
João Rocha
 
Gianluca - Proposta de trabalho 3 - Módulo I
Gianluca - Proposta de trabalho 3 - Módulo IGianluca - Proposta de trabalho 3 - Módulo I
Gianluca - Proposta de trabalho 3 - Módulo I
 
Desenvolvimento pessoal: Lidar com a frustração
Desenvolvimento pessoal: Lidar com a frustraçãoDesenvolvimento pessoal: Lidar com a frustração
Desenvolvimento pessoal: Lidar com a frustração
 
Como lidar com as frustrações da vida
Como lidar com as frustrações da vidaComo lidar com as frustrações da vida
Como lidar com as frustrações da vida
 
A importância da tolerância à frustração nos transtornos
A importância da tolerância à frustração nos transtornosA importância da tolerância à frustração nos transtornos
A importância da tolerância à frustração nos transtornos
 
Frustracao e conflito
Frustracao e conflitoFrustracao e conflito
Frustracao e conflito
 
ESTRESSE
ESTRESSEESTRESSE
ESTRESSE
 
Como Lidar com as Frustrações - Sêneca
Como Lidar com as Frustrações - SênecaComo Lidar com as Frustrações - Sêneca
Como Lidar com as Frustrações - Sêneca
 
Guia de cores Coral
Guia de cores CoralGuia de cores Coral
Guia de cores Coral
 
Risco psicossocial (stress)
Risco psicossocial (stress)Risco psicossocial (stress)
Risco psicossocial (stress)
 
psicologia e liderança
psicologia e liderançapsicologia e liderança
psicologia e liderança
 

Semelhante a Ana Catariba Fernandes - As cores

Psicodinâmica das Cores
Psicodinâmica das CoresPsicodinâmica das Cores
Psicodinâmica das Cores
Vicente Carvalho
 
CORES5
CORES5CORES5
CORES5
Guida Gava
 
Cores terciarias complementares analogas policromia monocromia isocromia sign...
Cores terciarias complementares analogas policromia monocromia isocromia sign...Cores terciarias complementares analogas policromia monocromia isocromia sign...
Cores terciarias complementares analogas policromia monocromia isocromia sign...
Michele Wilbert
 
cores
corescores
Workshop de teoria da Cor.
Workshop de teoria da Cor.Workshop de teoria da Cor.
Workshop de teoria da Cor.
Maico Fernando Wilges Carn
 
Palestra energia das cores
Palestra energia das coresPalestra energia das cores
Palestra energia das cores
Emanuelle Martins
 
Ticc
TiccTicc
Ticc
TiccTicc
As Cores na Publicidade
As Cores na PublicidadeAs Cores na Publicidade
As Cores na Publicidade
Ana Cristina D Assumpcão
 
O significado das cores
O significado das coresO significado das cores
O significado das cores
Elisabete Trentin
 
A luz e cor
A luz e corA luz e cor
A luz e cor
Ana Marques
 
Cromoterapia Reduzido.doc
Cromoterapia Reduzido.docCromoterapia Reduzido.doc
Cromoterapia Reduzido.doc
LuísFilipe Silva
 
DESIGN DE INTERIORES - UNID III CORES E TEXTURAS
DESIGN DE INTERIORES - UNID III CORES E TEXTURASDESIGN DE INTERIORES - UNID III CORES E TEXTURAS
DESIGN DE INTERIORES - UNID III CORES E TEXTURAS
Luciana Santos
 
slide cores e sensações.pptx
slide cores e sensações.pptxslide cores e sensações.pptx
slide cores e sensações.pptx
ANDRESSACYPRIANOCALL
 
Cores das faixas
Cores das faixasCores das faixas
Cores das faixas
Rodrigo Hirakawa
 
Cores das faixas
Cores das faixasCores das faixas
Cores das faixas
rafaelak
 
As cores
As cores As cores
As cores
fredmi fred
 
Teoria Das Cores
Teoria Das  CoresTeoria Das  Cores
Teoria Das Cores
renatamruiz
 
Teoria da cor estudo de algumas cores ii
Teoria da cor   estudo de algumas cores iiTeoria da cor   estudo de algumas cores ii
Teoria da cor estudo de algumas cores ii
Blogotipos - Diário das Marcas
 
Teoria da cor estudo de algumas cores ii
Teoria da cor   estudo de algumas cores iiTeoria da cor   estudo de algumas cores ii
Teoria da cor estudo de algumas cores ii
Blogotipos - Diário das Marcas
 

Semelhante a Ana Catariba Fernandes - As cores (20)

Psicodinâmica das Cores
Psicodinâmica das CoresPsicodinâmica das Cores
Psicodinâmica das Cores
 
CORES5
CORES5CORES5
CORES5
 
Cores terciarias complementares analogas policromia monocromia isocromia sign...
Cores terciarias complementares analogas policromia monocromia isocromia sign...Cores terciarias complementares analogas policromia monocromia isocromia sign...
Cores terciarias complementares analogas policromia monocromia isocromia sign...
 
cores
corescores
cores
 
Workshop de teoria da Cor.
Workshop de teoria da Cor.Workshop de teoria da Cor.
Workshop de teoria da Cor.
 
Palestra energia das cores
Palestra energia das coresPalestra energia das cores
Palestra energia das cores
 
Ticc
TiccTicc
Ticc
 
Ticc
TiccTicc
Ticc
 
As Cores na Publicidade
As Cores na PublicidadeAs Cores na Publicidade
As Cores na Publicidade
 
O significado das cores
O significado das coresO significado das cores
O significado das cores
 
A luz e cor
A luz e corA luz e cor
A luz e cor
 
Cromoterapia Reduzido.doc
Cromoterapia Reduzido.docCromoterapia Reduzido.doc
Cromoterapia Reduzido.doc
 
DESIGN DE INTERIORES - UNID III CORES E TEXTURAS
DESIGN DE INTERIORES - UNID III CORES E TEXTURASDESIGN DE INTERIORES - UNID III CORES E TEXTURAS
DESIGN DE INTERIORES - UNID III CORES E TEXTURAS
 
slide cores e sensações.pptx
slide cores e sensações.pptxslide cores e sensações.pptx
slide cores e sensações.pptx
 
Cores das faixas
Cores das faixasCores das faixas
Cores das faixas
 
Cores das faixas
Cores das faixasCores das faixas
Cores das faixas
 
As cores
As cores As cores
As cores
 
Teoria Das Cores
Teoria Das  CoresTeoria Das  Cores
Teoria Das Cores
 
Teoria da cor estudo de algumas cores ii
Teoria da cor   estudo de algumas cores iiTeoria da cor   estudo de algumas cores ii
Teoria da cor estudo de algumas cores ii
 
Teoria da cor estudo de algumas cores ii
Teoria da cor   estudo de algumas cores iiTeoria da cor   estudo de algumas cores ii
Teoria da cor estudo de algumas cores ii
 

Mais de Carina Lopes

Da linha à tridimensionalidade..pptx
Da linha à tridimensionalidade..pptxDa linha à tridimensionalidade..pptx
Da linha à tridimensionalidade..pptx
Carina Lopes
 
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aulaDa linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Carina Lopes
 
Da linha à tridimensionalidade
Da linha à tridimensionalidadeDa linha à tridimensionalidade
Da linha à tridimensionalidade
Carina Lopes
 
Plano aula cor retrato tricolor
Plano aula cor   retrato tricolorPlano aula cor   retrato tricolor
Plano aula cor retrato tricolor
Carina Lopes
 
Apresentação Diário Grafico
Apresentação Diário GraficoApresentação Diário Grafico
Apresentação Diário Grafico
Carina Lopes
 
Aprendendo a desenhar bonecos animados
Aprendendo a desenhar bonecos animadosAprendendo a desenhar bonecos animados
Aprendendo a desenhar bonecos animados
Carina Lopes
 
Caixinha de Origami
Caixinha de OrigamiCaixinha de Origami
Caixinha de Origami
Carina Lopes
 
Imagens Publicitárias Criativas - Propostas de Analise
Imagens Publicitárias   Criativas - Propostas de AnaliseImagens Publicitárias   Criativas - Propostas de Analise
Imagens Publicitárias Criativas - Propostas de Analise
Carina Lopes
 
Conteudos Módulo II
Conteudos Módulo IIConteudos Módulo II
Conteudos Módulo II
Carina Lopes
 
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planosProposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Carina Lopes
 
Modulo II - Texturas
Modulo II - TexturasModulo II - Texturas
Modulo II - Texturas
Carina Lopes
 
Glossário de Arte MONET - Extraído do livro: MONET de William C. Seitz
Glossário de Arte MONET -  Extraído do livro: MONET de William C. SeitzGlossário de Arte MONET -  Extraído do livro: MONET de William C. Seitz
Glossário de Arte MONET - Extraído do livro: MONET de William C. Seitz
Carina Lopes
 
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERODicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Carina Lopes
 
Aprender a estruturar - Olhos
Aprender a estruturar - OlhosAprender a estruturar - Olhos
Aprender a estruturar - Olhos
Carina Lopes
 
Técnica Lápis de Cor - Maça
Técnica Lápis de Cor - MaçaTécnica Lápis de Cor - Maça
Técnica Lápis de Cor - Maça
Carina Lopes
 
Toturial - Indesign CS4 - Português
Toturial - Indesign CS4 - PortuguêsToturial - Indesign CS4 - Português
Toturial - Indesign CS4 - Português
Carina Lopes
 
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina LopesEstruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Carina Lopes
 
Vitor Silva
Vitor SilvaVitor Silva
Vitor Silva
Carina Lopes
 
Soraia Fernandes
Soraia FernandesSoraia Fernandes
Soraia Fernandes
Carina Lopes
 

Mais de Carina Lopes (20)

Da linha à tridimensionalidade..pptx
Da linha à tridimensionalidade..pptxDa linha à tridimensionalidade..pptx
Da linha à tridimensionalidade..pptx
 
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aulaDa linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
 
Da linha à tridimensionalidade
Da linha à tridimensionalidadeDa linha à tridimensionalidade
Da linha à tridimensionalidade
 
Plano aula cor retrato tricolor
Plano aula cor   retrato tricolorPlano aula cor   retrato tricolor
Plano aula cor retrato tricolor
 
Draw 50 Monsters
Draw 50 MonstersDraw 50 Monsters
Draw 50 Monsters
 
Apresentação Diário Grafico
Apresentação Diário GraficoApresentação Diário Grafico
Apresentação Diário Grafico
 
Aprendendo a desenhar bonecos animados
Aprendendo a desenhar bonecos animadosAprendendo a desenhar bonecos animados
Aprendendo a desenhar bonecos animados
 
Caixinha de Origami
Caixinha de OrigamiCaixinha de Origami
Caixinha de Origami
 
Imagens Publicitárias Criativas - Propostas de Analise
Imagens Publicitárias   Criativas - Propostas de AnaliseImagens Publicitárias   Criativas - Propostas de Analise
Imagens Publicitárias Criativas - Propostas de Analise
 
Conteudos Módulo II
Conteudos Módulo IIConteudos Módulo II
Conteudos Módulo II
 
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planosProposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
 
Modulo II - Texturas
Modulo II - TexturasModulo II - Texturas
Modulo II - Texturas
 
Glossário de Arte MONET - Extraído do livro: MONET de William C. Seitz
Glossário de Arte MONET -  Extraído do livro: MONET de William C. SeitzGlossário de Arte MONET -  Extraído do livro: MONET de William C. Seitz
Glossário de Arte MONET - Extraído do livro: MONET de William C. Seitz
 
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERODicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
 
Aprender a estruturar - Olhos
Aprender a estruturar - OlhosAprender a estruturar - Olhos
Aprender a estruturar - Olhos
 
Técnica Lápis de Cor - Maça
Técnica Lápis de Cor - MaçaTécnica Lápis de Cor - Maça
Técnica Lápis de Cor - Maça
 
Toturial - Indesign CS4 - Português
Toturial - Indesign CS4 - PortuguêsToturial - Indesign CS4 - Português
Toturial - Indesign CS4 - Português
 
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina LopesEstruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
 
Vitor Silva
Vitor SilvaVitor Silva
Vitor Silva
 
Soraia Fernandes
Soraia FernandesSoraia Fernandes
Soraia Fernandes
 

Ana Catariba Fernandes - As cores

  • 3. O Amarelo primário, o Azul Ciano e o Magenta, são conhecidas com cores primárias. Assim se designam por serem cores puras, cores independentes que não se podem decompor, logo não derivam da mistura de outras cores. Quais são ?! ..
  • 4. O Amarelo transmite calor, luz e descontracção. Simbolicamente está associado à prosperidade. É também uma cor energética, activa que transmite optimismo. Está associada ao Verão
  • 5. O Azul é a cor do céu, do espírito e do pensamento. Simboliza a lealdade, a fidelidade, a personalidade e subtileza. Simboliza também o ideal e o sonho.
  • 6. • O Magenta É uma cor espiritual, mas também possui alusões práticas, parecidas com a compaixão, a ajuda e a bondade. Desde o ponto de vista negativo, o magenta é como o violeta, faz-nos sentir o desejo de afastar as exigências do mundo e evitar os desafios. De certo modo, também pode chegar a ser demasiado relaxante. Assim que uma pessoa que entra em contínuas depressões ou que seja introvertida deve evitar o magenta.
  • 8. Cores secundárias são as cores que se formam da mistura de duas cores primárias, em partes iguais. as cores secundárias são: Verde - formado por azul e amarelo Laranja - formado por amarelo e vermelho Violeta (ou púrpura) - formado por azul e vermelho Quais são ?! ..
  • 9. • O violeta são cores de transformação do mais alto nível espiritual e mental, capazes de combater os medos e contribuir para a paz. Elas têm um efeito de limpeza para os transtornos emocionais. Também nos conectam com os impulsos musicais e artísticos, o mistério, a sensibilidade, a beleza e os grandes ideais - inspirando-nos sensibilidade, espiritualidade e compaixão. • O violeta pode exercer fortes influências.
  • 10. • O Verde significa vigor, juventude, frescor, esperança e calma.
  • 11. • O Laranja é uma cor quente, tal como o amarelo e o vermelho. É pois uma cor activa que, significa movimento e espontaneidade
  • 13. O preto, referido como cor negra, é a cor mais escura do espectro, definida como "a ausência de luz", em cores- luz, ou como "a mistura de todas as cores", em cores- pigmento.
  • 14. Significado O preto Está relacionado com o silêncio, o infinito e a força passiva feminina e misteriosa, e ao mesmo tempo cor de protecção e mistério. O preto também pode impedir-nos que mudemos e cresçamos como pessoas, porque é uma cor que nos ajuda a isolar-nos e esconder-nos do mundo.
  • 15. Caracterização do Branco • A cor branca é a mais pura de todas, assim que representa à pureza.
  • 18. As cores quentes, estão pois associadas a sensações completamente opostas àquelas que as cores frias transmitem. Assim, as cores quentes associam-se às sensações de calor, adrenalina. São consideradas cores excitantes. As cores quentes são todas aquelas que, no circulo das cores primárias derivam das seguintes cores: Amarelo, Laranja e Vermelho. Estas cores associam-se ao sol, ao fogo, a Quais São ?! ..
  • 19. O Laranja é uma cor quente, tal como o amarelo e o vermelho. É pois uma cor activa que, significa movimento e espontaneidade.
  • 20. Amarelo O Amarelo transmite calor, luz e descontracção. Simbolicamente está associado à prosperidade. É também uma cor energética, activa que transmite optimismo. Está associada ao Verão
  • 21. Vermelho O vermelho simboliza o poder, é a cor que se associa com a vitalidade e a ambição. O vermelho contribui também para a confiança em si mesmo, a coragem e uma atitude optimista ante a vida. É uma cor que também tem seu aspecto negativo, e pode expressar raiva. Se estamos rodeados de muito vermelho, pode influir-nos negativamente e deixar-nos irritáveis, impacientes e inconformistas.
  • 23. • A "temperatura" das cores faz com que se distingam cores frias e cores quentes, mas os fundamentos para tal designação, são pois psicológicos. As cores frias, como o próprio nome indica, estão associadas à sensação de frio, e são essencialmente todas as cores que derivam do Violeta, Azul e Verde. São consideradas cores calmantes. Associam-se à água, ao frio, ao gelo, ao mar, ao céu, às árvores, entre outras. Quais são ?! ..
  • 24. • O violeta é uma core de transformação do mais alto nível espiritual e mental, capaz de combater os medos e contribuir para a paz. Ela tem um efeito de limpeza para os transtornos emocionais. Também nos conectam com os impulsos musicais e artísticos, o mistério, a sensibilidade, a beleza e os grandes ideais - inspirando-nos sensibilidade, espiritualidade e compaixão. • O violeta pode exercer fortes influências. No entanto, as pessoa que se sentem atraídas por ele devem ter cuidado para não se deixar levar e viver num mundo de fantasia. V I O L E T A
  • 25. O verde tem uma forte afinidade com a natureza e nos conecta com ela, nos faz empatizar com os demais encontrando, de uma forma natural, as palavras justas. • É a cor que procuramos instintivamente quando estamos deprimidos ou acabamos de viver um trauma. O verde nos cria um sentimento de conforto e relaxação, de calma e paz interior, que nos faz sentir equilibrados interiormente. • Meditar com a cor verde é como tomar um calmante, para as emoções.
  • 26. O azul é uma cor fresca, tranquilizante, qu e se associa com a parte mais intelectual da mente, assim como o amarelo. O azul representa a noite. O azul ajuda a controlar a mente, a ter clareza de idéias e a ser criativo.
  • 27. O branco, o preto e o cinzento são tidas como cores neutras. Na realidade assim se chamam pela sua origem . O branco é a soma de todas as cores e implica a presença de luz. O preto é oposto ao branco, significa total ausência de luz e aparentemente, não deriva de qualquer cor. O cinzento, ou os vários tons de cinzento têm origem na mistura, em diferentes quantidades, do branco com o preto. As cores neutras não se afirmam muito, por si só. Ao misturar uma das diversas cores com o branco, o resultado será sempre uma cor clara. O oposto acontece quando se mistura uma cor com o preto, pois o resultado será sempre uma cor escura.