SlideShare uma empresa Scribd logo
América – Diferentes culturas
Prof. Rodolfo Alves Pereira
2




Povoamento             do         continente
americano
• Os primeiros americanos chegaram ao
  continente por volta de 12 mil anos atrás, na
  última era Glacial.
• O congelamento das águas uniu os territórios da
  Ásia e do Alasca, na América do Norte. A região
  conhecida por Beríngia unia os dois continentes,
  permitindo a travessia de humanos.
3




• Na rota da caça, grupos humanos migravam e chegaram à América.
4




• Para fixar: Leia a historinha sobre a ocupação da América com a Turma da Mônica!
5



Outras teorias sobre o povoamento da
América
• Alguns arqueólogos também acreditam que a
  ocupação da América pode ter iniciado há 14 mil
  anos atrás, ou mais.
• Há teorias que dizem que povos da Malásia e da
  Polinésia teriam cruzado o Pacífico e chegado à
  América.
• Confira o mapa a seguir com o detalhamento das
  rotas de ocupação das duas teorias estudadas:
6
7




Arqueologia no Brasil
• Crânios encontrados em Lagoa Santa (MG) por volta
  de 1990, datam de 11 mil anos atrás.
• A datação de ossos e outros vestígios é feita pela
  técnica do Carbono 14.
• Década de 1970: descoberta de sítios arqueológicos no
  Piauí. Foram encontrados vestígios de presença
  humana de aproximadamente mais de 15 mil anos,
  além de centenas de pinturas rupestres.
• Uma teoria não consegue explicar, de forma isolada,
  como se deu a ocupação da América.
• As discussões sobre como se deu o povoamento
  aumentam a cada nova descoberta.
8
9




Pré-história na América
• Lentamente os grupos humanos foram se espalhando
  pelo território continental.
• Por milhares de anos esses grupos eram nômades,
  viviam da caça, coleta de sementes, raízes e frutos.
• Com o derretimento das geleiras diversos animais,
  como os bisões e os mamutes foram extintos, o que
  prejudicou a caça.
• Entre 7 a 5 mil anos atrás teve início a agricultura. Ela
  possibilitou a sedentarização e o aumento
  populacional.
• Dentre os principais alimentos cultivados, estava o
  milho.
10




      • Caça ao bisão




•   Com o domínio da agricultura,
    começaram a surgir aldeias.
11




Pré-história na América
• Muitas aldeias se organizavam em torno de templos,
  centros religiosos, administrativos e comerciais.
• Estes templos eram dirigidos por uma elite de
  sacerdotes. Eles controlavam a religião, o comércio e
  lideravam a administração das aldeias.
• Nas aldeias era necessário muita mão de obra para
  trabalhar na agricultura, no artesanato e nas grandes
  construções, como os templos e pirâmides.
• Com o passar dos anos, essas aldeias transformaram-
  se em cidades e influenciaram na formação de outras
  importantes na Mesoamérica e nos Andes.
12




As civilizações pré-colombianas
• São assim chamadas aqueles povos que se
  desenvolveram na América antes da chegada do
  colonizador europeu, como por exemplo, os Incas,
  Maias, Astecas e os Tupinambá.
• Estudaremos um pouco destas civilizações a seguir.
13




Maias
• Os maias habitavam a América Central (sul do México, Guatemala, Belize,
  Honduras e El Salvador).
• Nessa região havia diversos povos que possuíam a mesma origem cultural e
  linguística. Os maias viviam em cidades-estados, centros administrativos, que
  exerciam o controle sobre as comunidades vizinhas.
• Sacerdotes e guerreiros controlavam as cidades, que viviam com os impostos
  pagos pelos camponeses.
• Os impostos eram pagos através de alimentos e pelo trabalho, na construção de
  pirâmides, muralhas, estradas etc.
• A partir de 800 d.C. as cidades maias foram sendo abandonadas, devido a uma
  série de fatores, dentre eles a guerra e a fome.
• Algumas aldeias continuaram a existir e a língua maia é falada até hoje por cerca
  de 7 milhões de pessoas.
• Os maias destacaram-se na engenharia, matemática, artesanato, astronomia e
  escrita.
• Rituais com sacrifícios humanos e de animais eram comuns na religião dos maias,
  o sangue era uma oferenda aos deuses.
14




• Templo de
  Tikal    –
  cidade
  maia   nas
  selvas  da
  Guatemala.
15




Astecas
• Meados do século XIV: fixaram em uma área próxima ao lago Texcoco, região do
  atual México.
• Ali fundaram Tenochtitlán e partir dela conquistaram os povos vizinhos.
• Os povos conquistados eram forçados a pagar tributos, como o ouro e o cacau, que
  era muito cultivado na região.
• Estima-se que o império asteca reunia cerca de 11 milhões de pessoas no século
  XV.
• Economia: cultivavam o milho, feijão, pimenta, abóbora, cacau, algodão, tabaco,
  frutas e verduras. Domesticavam perus, cachorros e patos. Além disso, caçavam,
  pescavam e coletavam.
• O artesanato era praticado a partir de pedras, cerâmica e metais.
• Usavam o sistema pictogáfico de escrita. (figuras ou símbolos que expressam
  ideias).
• Possuíam uma engenharia bastante avançada, que permitia-lhes construir grandes
  templos, além de ilhas artificiais sobre a água dos lagos, onde cultivavam flores e
  hortaliças.
16


  Sociedade Asteca
• Era bastante hierarquizada, dividida da seguinte forma:
17




• Ao lado e abaixo, as férteis
  ilhas artificiais criadas pelos
  astecas, que eram chamadas
  de chinampas.
18




A vida cotidiana dos Astecas


                               •   Ilustrações do
                                   Codex
                                   Mendonza
                                   (século     XVI)
                                   mostram
                                   adultos
                                   ensinando     os
                                   jovens         a
                                   trabalhar.
                               •   Identifique as
                                   tarefas      que
                                   estão      sendo
                                   executadas no
                                   desenho.
19




Religião
• Os astecas eram politeístas, isto é, cultuavam vários deuses.
• Alguns deuses são: Thaloc, deus da chuva e do trovão; Quetzalcoatl, deus do
  vento, da escrita, do calendários e das artes dentre outros.
• Templos eram construídos para homenagear os deuses. Neles também eram
  realizados sacrifícios humanos, para renovar a aliança com os deuses.
• Geralmente sacrificava-se prisioneiros de guerra e escravos.
20



•   Deus do milho.
•   O      alimento     mais
    importante dos índios
    da América Central.
•   O milho é nativo da
    América. As espigas
    mais antigas foram
    encontradas         pelos
    arqueólogos no México,
    e tem por volta de 7 mil
    anos.
•   Até os dias atuais o
    Milho      tem    grande
    importância na dieta
    dos povos da América
    Central, como o México,
    por exemplo, onde são
    preparadas as deliciosas
    tortilhas.
21




• Sacerdotes realizam sacrifício humano no templo.
22




• Fiéis prestam homenagem ao deus dos mortos, oferecendo o próprio sangue.
23




Incas
• Surgiram no atual Peru, e seu território atingiu uma área de mais de 4000 km,
  desde o Equador até o norte da Argentina, na região conhecida como Cordilheira
  dos Andes.
• Os Incas não eram uma tribo, mas uma família poderosa que governava um reino,
  a partir de Cuzco (“Umbigo do Mundo”, na língua quíchua), desde 1200 d. C.
• O Imperador era considera o filho do Sol, o principal deus na religião dos Incas.
• A sociedade inca era bastante hierarquizada. Confira a seguir, como ela estava
  dividida:
24




Sociedade Inca
25


Extensão do Império Inca
26




Economia
• A base da economia era a agricultura, que era praticada em terraços ou degraus
  feitos nas montanhas.
• Todos pagavam impostos ao Imperador.
• Cultivavam batata, batata doce, milho, pimenta, algodão, tomate, amendoim e
  mandioca.
• Criavam Lhamas e alpacas, animais típicos da região, que serviam como
  transporte, forneciam leite, couro e carne.
• Os Incas não possuíam dinheiro, por isso trocavam produtos por outros, ou
  utilizavam sementes de cacau e conchas coloridas.
27




• A lhama, parente
  do camelo, era
  muito      utilizada
  pelos incas para
  transportar
  alimentos      pelas
  trilhas          nas
  montanhas.
• Os terraços eram
  cortes feitos nas
  montanhas, onde
  os incas cultivavam
  os          gêneros
  agrícolas.
28




Religião
• Eram politeístas.
• O Sol e a Lua eram entidades divinas.
• Os incas ofereciam sacrifícios humanos e de animais, durante cerimônias
  religiosas importantes.
• Mumificavam as pessoas falecidas mais importantes da sociedade, com elas eram
  enterradas muitos objetos utilizados pelo morto, quando em vida.
29




• Faca cerimonial
  de        ouro,
  representando
  um         deus
  desconhecido.
30




Engenharia
• Os Incas construíram grandes
  cidades, como Machu Picchu,
  cujas ruínas são admiradas pelos
  turistas até os dias atuais.
• Outras obras dos índios peruanos
  também se destacaram, como as
  figuras geométricas realizadas no
  deserto, por volta de 800 d.C.
• Essas figuras podem ter servido
  como calendário astronômico ou
  como oferendas aos deuses.
• Ao lado, uma aranha de 45
  metros, feita no Vale Nazca.
  (Peru).
31
32




Índios no Brasil
• 1500: estima-se que a população indígena no Brasil era de 3 a 5 milhões, divididos
  entre mais de mil nações.
• Havia muita diversidade religiosa, linguística, lendas, costumes etc. Os
  pesquisadores classificaram os grupos indígenas de acordo com sua língua, as
  duas principais são tupi e macro-jê.
• Os povos de língua Tupi habitavam a faixa litorânea, por isso tiveram maior
  contato com os europeus, que chegaram a partir do início do século XV.
  Atualmente, muitas palavras de origem Tupi fazer parte de nosso vocabulário,
  devido ao sincretismo cultural entre os elementos culturais nativos e português.
  Exemplo: Paraná, Guanabara, Pernambuco, Itapemirim.
• Os povos de língua macro-jê viviam em regiões interioranas, por isso exerceram
  menor influência sobre nossa cultura. Exemplos de nomes macro-jê: Corumbá,
  Cuiabá.
33




1.   Quais povos indígenas habitavam Rio de Janeiro e Minas Gerais?
2.   Identifique alguns povos com quais os europeus tiveram maior contato ? Por que?
3.   Com quais povos os europeus tiveram menor contato? A que se deve esse fato?
34




• Cada tribo se organizava de uma forma.
• As aldeias (tabas) abrigavam entre 600 a 700
  habitantes. As cabanas (ocas) eram utilizadas
  coletivamente, por 100 ou mais índios. Elas
  variavam, de acordo com as tribos, assim
  como o estilo das construções.
35


    Índios no Brasil
•   Conhecemos muitos dos costumes indígenas devido aos relatos dos viajantes, cronistas, missionários e
    pintores europeus que vieram para o Brasil e observaram de perto a cultura dos índios.
•   Eles praticavam a caça, pesca e coleta de frutos. Também plantavam os alimentos, mas apenas para sua
    subsistência. Os mais cultivados eram a mandioca.
•   Os índios viviam em um regime seminômade, isto é, migravam de um lugar para outro atrás de recursos
    que pudessem explorar para seu benefício.
•   Os índios fabricavam cordas com cipós e fibras vegetais, trabalhavam a cerâmica, faziam vasos e urnas
    funerárias.
•   Os homens caçavam, faziam as ocas, preparavam o terreno para o plantio e cuidavam da guerra. As
    mulheres cuidavam das crianças, semeavam, colhiam os alimentos, teciam, cozinhavam e faziam bebidas.
•   Alguns casamentos eram realizados para fortalecer as famílias, tornando-as mais numerosas e influentes
    na aldeia.
•   As aldeias tinham um chefe que tomava as decisões com o auxílio de um conselho e do pajé, líder religioso
    que tinha poderes mágicos.
•   As crenças religiosas tinham grande importância na vida dos índios, muitos rituais eram praticados em
    virtude da guerra, do plantio, da caça, casamento e etc. Cultuavam vários deuses e acreditavam na vida
    após a morte.
•   Antropofagia – “ato ou hábito de comer carne humana”, está e a definição de alguns dicionários para
    aquela palavra. Os europeus chamaram tal prática de canibalismo. Os índios devoravam os membros de
    guerreiros inimigos derrotados em um ritual religioso. Alguns estudiosos acreditam que esse ritual era
    uma preparação para uma viagem espiritual, que cada um faria para o além, onde viveriam eternamente.
36




• Urna funerária tupi-guarani encontrada no estado de São
  Paulo em 2004.
• Trabalho de cerâmica indígena.
• Instrumento musical indígena – flauta.
• As fontes para estudo são as lendas transmitidas
  oralmente, relatos de viajantes e vestígios arqueológicos.
  Os índios no Brasil não possuíam a escrita.
37




• Cena de caça e coleta. (Rugendas)
• Que animais podemos identificar na imagem? Eles serviriam apenas para
  alimentação? Que elemento da pintura evidencia que os índios também eram
  coletores?
38




• Ritual antropofágico. Gravura do século XVI.
39

 • O índio no Brasil atualmente – Dados do
   IBGE e da FUNAI

Distribuição da população indígena no Brasil
                                                    Percentu
                                                      al em
 Número           Número
                                    Línguas         relação à
    de               de
                                    faladas         populaçã
  índios           etnias
                                                         o
                                                    brasileira
 358.000              215              180             0,2%




Alguns grupos indígenas no Brasil ainda estão isolados, e não há
muitas informações sobre eles. Foto tirada no Acre, de grupos que
não tiveram contato a sociedade branca.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fusos horários do brasil e mundial
Fusos horários do brasil e mundialFusos horários do brasil e mundial
Fusos horários do brasil e mundial
Rosi Rodrigues
 
Geopolítica e ordens mundiais I
Geopolítica e ordens mundiais IGeopolítica e ordens mundiais I
Geopolítica e ordens mundiais I
João José Ferreira Tojal
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
Luciano Pessanha
 
Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
flaviocosac
 
CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
Conceição Fontolan
 
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
profacacio
 
Tipos de mapas
Tipos de mapasTipos de mapas
Tipos de mapas
Hayana Oliveira
 
A colonização e a regionalização do continente americano
A colonização e a regionalização do continente americanoA colonização e a regionalização do continente americano
A colonização e a regionalização do continente americano
tatigeosimoes
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
Eloy Souza
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
João José Ferreira Tojal
 
O continente americano localização
O continente americano   localizaçãoO continente americano   localização
O continente americano localização
Luciano Pessanha
 
Classificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo BrasileiroClassificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo Brasileiro
Rodrigo Pavesi
 
Os meios de orientação - 6º Ano (2016)
Os meios de orientação - 6º Ano (2016)Os meios de orientação - 6º Ano (2016)
Os meios de orientação - 6º Ano (2016)
Nefer19
 
Cartografia 1º ano
Cartografia 1º anoCartografia 1º ano
Cartografia 1º ano
Celso Roberto Pitta Santos
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
Professor
 
ÁFRICA
ÁFRICAÁFRICA
8º ano trimestral
8º ano trimestral8º ano trimestral
8º ano trimestral
Christie Freitas
 
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociaisCaps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
profacacio
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
Gustavo Silva de Souza
 
Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismo
André Luiz Marques
 

Mais procurados (20)

Fusos horários do brasil e mundial
Fusos horários do brasil e mundialFusos horários do brasil e mundial
Fusos horários do brasil e mundial
 
Geopolítica e ordens mundiais I
Geopolítica e ordens mundiais IGeopolítica e ordens mundiais I
Geopolítica e ordens mundiais I
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
 
Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
 
CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
 
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
 
Tipos de mapas
Tipos de mapasTipos de mapas
Tipos de mapas
 
A colonização e a regionalização do continente americano
A colonização e a regionalização do continente americanoA colonização e a regionalização do continente americano
A colonização e a regionalização do continente americano
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
 
O continente americano localização
O continente americano   localizaçãoO continente americano   localização
O continente americano localização
 
Classificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo BrasileiroClassificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo Brasileiro
 
Os meios de orientação - 6º Ano (2016)
Os meios de orientação - 6º Ano (2016)Os meios de orientação - 6º Ano (2016)
Os meios de orientação - 6º Ano (2016)
 
Cartografia 1º ano
Cartografia 1º anoCartografia 1º ano
Cartografia 1º ano
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
 
ÁFRICA
ÁFRICAÁFRICA
ÁFRICA
 
8º ano trimestral
8º ano trimestral8º ano trimestral
8º ano trimestral
 
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociaisCaps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
 
Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismo
 

Destaque

Diversidade cultural na América
Diversidade cultural na AméricaDiversidade cultural na América
Diversidade cultural na América
João Machado
 
América
AméricaAmérica
América
RODRIGO Cicéro
 
Culturas e cotidiano escolar
Culturas e cotidiano escolarCulturas e cotidiano escolar
Culturas e cotidiano escolar
Ivy Silva Cunha
 
Thatiana_Ribeiro_novembro.2014
Thatiana_Ribeiro_novembro.2014Thatiana_Ribeiro_novembro.2014
Thatiana_Ribeiro_novembro.2014
Thatiana Ribeiro, PMP
 
La era digital y la era de las telecomunicaciones
La era digital y la era de las telecomunicacionesLa era digital y la era de las telecomunicaciones
La era digital y la era de las telecomunicaciones
uniandes
 
Nações indígenas no brasil
Nações indígenas no brasilNações indígenas no brasil
Nações indígenas no brasil
Acrópole - História & Educação
 
2º ano 2014 história rafa - conquista da américa, povos pré-colombianos e c...
2º ano 2014 história   rafa - conquista da américa, povos pré-colombianos e c...2º ano 2014 história   rafa - conquista da américa, povos pré-colombianos e c...
2º ano 2014 história rafa - conquista da américa, povos pré-colombianos e c...
Rafael Noronha
 
Arte indígena - índios Karajás
Arte indígena - índios KarajásArte indígena - índios Karajás
Arte indígena - índios Karajás
Andrea Dressler
 
Incas, maias e astecas
Incas, maias e astecasIncas, maias e astecas
Incas, maias e astecas
Guilherme De Martini
 
Primeiros Povoadores da América
Primeiros Povoadores da AméricaPrimeiros Povoadores da América
Primeiros Povoadores da América
edna2
 

Destaque (10)

Diversidade cultural na América
Diversidade cultural na AméricaDiversidade cultural na América
Diversidade cultural na América
 
América
AméricaAmérica
América
 
Culturas e cotidiano escolar
Culturas e cotidiano escolarCulturas e cotidiano escolar
Culturas e cotidiano escolar
 
Thatiana_Ribeiro_novembro.2014
Thatiana_Ribeiro_novembro.2014Thatiana_Ribeiro_novembro.2014
Thatiana_Ribeiro_novembro.2014
 
La era digital y la era de las telecomunicaciones
La era digital y la era de las telecomunicacionesLa era digital y la era de las telecomunicaciones
La era digital y la era de las telecomunicaciones
 
Nações indígenas no brasil
Nações indígenas no brasilNações indígenas no brasil
Nações indígenas no brasil
 
2º ano 2014 história rafa - conquista da américa, povos pré-colombianos e c...
2º ano 2014 história   rafa - conquista da américa, povos pré-colombianos e c...2º ano 2014 história   rafa - conquista da américa, povos pré-colombianos e c...
2º ano 2014 história rafa - conquista da américa, povos pré-colombianos e c...
 
Arte indígena - índios Karajás
Arte indígena - índios KarajásArte indígena - índios Karajás
Arte indígena - índios Karajás
 
Incas, maias e astecas
Incas, maias e astecasIncas, maias e astecas
Incas, maias e astecas
 
Primeiros Povoadores da América
Primeiros Povoadores da AméricaPrimeiros Povoadores da América
Primeiros Povoadores da América
 

Semelhante a América diferentes culturas

Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
marceloamoreira
 
Incas e astecas apostila
Incas e astecas apostilaIncas e astecas apostila
Incas e astecas apostila
LUZIMEIRECRISTIANESO
 
Civilizações Americanas
Civilizações AmericanasCivilizações Americanas
Civilizações Americanas
Mario Lopes
 
Astecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e TupisAstecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e Tupis
Isabel Aguiar
 
Incas
IncasIncas
INCAS
INCAS INCAS
Tqa aula-programada-america-pre-colombiana
Tqa aula-programada-america-pre-colombianaTqa aula-programada-america-pre-colombiana
Tqa aula-programada-america-pre-colombiana
Sérgio Moura
 
As civilizações
As civilizaçõesAs civilizações
As civilizações
ceufaias
 
Povos pré colombianos e pré-cabralinos
Povos pré colombianos e pré-cabralinosPovos pré colombianos e pré-cabralinos
Povos pré colombianos e pré-cabralinos
Professora Natália de Oliveira
 
América antiga
América antigaAmérica antiga
América antiga
Alan
 
A américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaA américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanhola
Nelia Salles Nantes
 
A américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaA américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanhola
Nelia Salles Nantes
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Ricardo Diniz campos
 
Povos pré-colombianos.ppt
Povos pré-colombianos.pptPovos pré-colombianos.ppt
Povos pré-colombianos.ppt
Welington Ernane Porfírio
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
Paulo Alexandre
 
Civilização pre colombiana
Civilização pre colombianaCivilização pre colombiana
Civilização pre colombiana
Adriana Gomes Messias
 
Incas e astecas
Incas e astecasIncas e astecas
Incas e astecas
Murilo Cisalpino
 
Povos primitivos da américa.
Povos primitivos da américa.Povos primitivos da américa.
Povos primitivos da américa.
Camila Brito
 
Povos nativos da América.
Povos nativos da América.Povos nativos da América.
Povos nativos da América.
Camila Brito
 
Astecas
AstecasAstecas
Astecas
labriobranco
 

Semelhante a América diferentes culturas (20)

Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
Povosprecolombianos 110412075714-phpapp01
 
Incas e astecas apostila
Incas e astecas apostilaIncas e astecas apostila
Incas e astecas apostila
 
Civilizações Americanas
Civilizações AmericanasCivilizações Americanas
Civilizações Americanas
 
Astecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e TupisAstecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e Tupis
 
Incas
IncasIncas
Incas
 
INCAS
INCAS INCAS
INCAS
 
Tqa aula-programada-america-pre-colombiana
Tqa aula-programada-america-pre-colombianaTqa aula-programada-america-pre-colombiana
Tqa aula-programada-america-pre-colombiana
 
As civilizações
As civilizaçõesAs civilizações
As civilizações
 
Povos pré colombianos e pré-cabralinos
Povos pré colombianos e pré-cabralinosPovos pré colombianos e pré-cabralinos
Povos pré colombianos e pré-cabralinos
 
América antiga
América antigaAmérica antiga
América antiga
 
A américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaA américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanhola
 
A américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanholaA américa antes da colonização espanhola
A américa antes da colonização espanhola
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Povos pré-colombianos.ppt
Povos pré-colombianos.pptPovos pré-colombianos.ppt
Povos pré-colombianos.ppt
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
 
Civilização pre colombiana
Civilização pre colombianaCivilização pre colombiana
Civilização pre colombiana
 
Incas e astecas
Incas e astecasIncas e astecas
Incas e astecas
 
Povos primitivos da américa.
Povos primitivos da américa.Povos primitivos da américa.
Povos primitivos da américa.
 
Povos nativos da América.
Povos nativos da América.Povos nativos da América.
Povos nativos da América.
 
Astecas
AstecasAstecas
Astecas
 

Mais de Acrópole - História & Educação

Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIXAula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Acrópole - História & Educação
 
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIOREVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASILAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJAAVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
AVALIAÇÃO HISTÓRIA  ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDOAVALIAÇÃO HISTÓRIA  ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
AVALIAÇÃO HISTÓRIA ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
Acrópole - História & Educação
 
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais EuropeusA Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
Acrópole - História & Educação
 
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano  - Renascimento CulturalProva de História 7º Ano  - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Acrópole - História & Educação
 
Prova de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução InglesaProva de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução Inglesa
Acrópole - História & Educação
 
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIXExercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
Acrópole - História & Educação
 
Teste de História: absolutismo e mercantilismo
Teste de História: absolutismo e mercantilismoTeste de História: absolutismo e mercantilismo
Teste de História: absolutismo e mercantilismo
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUAAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
Acrópole - História & Educação
 
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMOTESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTASAVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIAAVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOSAVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
Acrópole - História & Educação
 
Panfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação FiscalPanfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação Fiscal
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação de História
Avaliação de HistóriaAvaliação de História
Avaliação de História
Acrópole - História & Educação
 

Mais de Acrópole - História & Educação (20)

Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIXAula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
 
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIOREVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASILAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJAAVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
AVALIAÇÃO HISTÓRIA  ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDOAVALIAÇÃO HISTÓRIA  ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
AVALIAÇÃO HISTÓRIA ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
 
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais EuropeusA Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
 
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano  - Renascimento CulturalProva de História 7º Ano  - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
 
Prova de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução InglesaProva de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução Inglesa
 
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIXExercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
 
Teste de História: absolutismo e mercantilismo
Teste de História: absolutismo e mercantilismoTeste de História: absolutismo e mercantilismo
Teste de História: absolutismo e mercantilismo
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUAAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
 
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMOTESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
 
Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTASAVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
 
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIAAVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
 
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOSAVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
 
Panfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação FiscalPanfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação Fiscal
 
Avaliação de História
Avaliação de HistóriaAvaliação de História
Avaliação de História
 

Último

Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
ILDISONRAFAELBARBOSA
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 

Último (20)

Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 

América diferentes culturas

  • 1. América – Diferentes culturas Prof. Rodolfo Alves Pereira
  • 2. 2 Povoamento do continente americano • Os primeiros americanos chegaram ao continente por volta de 12 mil anos atrás, na última era Glacial. • O congelamento das águas uniu os territórios da Ásia e do Alasca, na América do Norte. A região conhecida por Beríngia unia os dois continentes, permitindo a travessia de humanos.
  • 3. 3 • Na rota da caça, grupos humanos migravam e chegaram à América.
  • 4. 4 • Para fixar: Leia a historinha sobre a ocupação da América com a Turma da Mônica!
  • 5. 5 Outras teorias sobre o povoamento da América • Alguns arqueólogos também acreditam que a ocupação da América pode ter iniciado há 14 mil anos atrás, ou mais. • Há teorias que dizem que povos da Malásia e da Polinésia teriam cruzado o Pacífico e chegado à América. • Confira o mapa a seguir com o detalhamento das rotas de ocupação das duas teorias estudadas:
  • 6. 6
  • 7. 7 Arqueologia no Brasil • Crânios encontrados em Lagoa Santa (MG) por volta de 1990, datam de 11 mil anos atrás. • A datação de ossos e outros vestígios é feita pela técnica do Carbono 14. • Década de 1970: descoberta de sítios arqueológicos no Piauí. Foram encontrados vestígios de presença humana de aproximadamente mais de 15 mil anos, além de centenas de pinturas rupestres. • Uma teoria não consegue explicar, de forma isolada, como se deu a ocupação da América. • As discussões sobre como se deu o povoamento aumentam a cada nova descoberta.
  • 8. 8
  • 9. 9 Pré-história na América • Lentamente os grupos humanos foram se espalhando pelo território continental. • Por milhares de anos esses grupos eram nômades, viviam da caça, coleta de sementes, raízes e frutos. • Com o derretimento das geleiras diversos animais, como os bisões e os mamutes foram extintos, o que prejudicou a caça. • Entre 7 a 5 mil anos atrás teve início a agricultura. Ela possibilitou a sedentarização e o aumento populacional. • Dentre os principais alimentos cultivados, estava o milho.
  • 10. 10 • Caça ao bisão • Com o domínio da agricultura, começaram a surgir aldeias.
  • 11. 11 Pré-história na América • Muitas aldeias se organizavam em torno de templos, centros religiosos, administrativos e comerciais. • Estes templos eram dirigidos por uma elite de sacerdotes. Eles controlavam a religião, o comércio e lideravam a administração das aldeias. • Nas aldeias era necessário muita mão de obra para trabalhar na agricultura, no artesanato e nas grandes construções, como os templos e pirâmides. • Com o passar dos anos, essas aldeias transformaram- se em cidades e influenciaram na formação de outras importantes na Mesoamérica e nos Andes.
  • 12. 12 As civilizações pré-colombianas • São assim chamadas aqueles povos que se desenvolveram na América antes da chegada do colonizador europeu, como por exemplo, os Incas, Maias, Astecas e os Tupinambá. • Estudaremos um pouco destas civilizações a seguir.
  • 13. 13 Maias • Os maias habitavam a América Central (sul do México, Guatemala, Belize, Honduras e El Salvador). • Nessa região havia diversos povos que possuíam a mesma origem cultural e linguística. Os maias viviam em cidades-estados, centros administrativos, que exerciam o controle sobre as comunidades vizinhas. • Sacerdotes e guerreiros controlavam as cidades, que viviam com os impostos pagos pelos camponeses. • Os impostos eram pagos através de alimentos e pelo trabalho, na construção de pirâmides, muralhas, estradas etc. • A partir de 800 d.C. as cidades maias foram sendo abandonadas, devido a uma série de fatores, dentre eles a guerra e a fome. • Algumas aldeias continuaram a existir e a língua maia é falada até hoje por cerca de 7 milhões de pessoas. • Os maias destacaram-se na engenharia, matemática, artesanato, astronomia e escrita. • Rituais com sacrifícios humanos e de animais eram comuns na religião dos maias, o sangue era uma oferenda aos deuses.
  • 14. 14 • Templo de Tikal – cidade maia nas selvas da Guatemala.
  • 15. 15 Astecas • Meados do século XIV: fixaram em uma área próxima ao lago Texcoco, região do atual México. • Ali fundaram Tenochtitlán e partir dela conquistaram os povos vizinhos. • Os povos conquistados eram forçados a pagar tributos, como o ouro e o cacau, que era muito cultivado na região. • Estima-se que o império asteca reunia cerca de 11 milhões de pessoas no século XV. • Economia: cultivavam o milho, feijão, pimenta, abóbora, cacau, algodão, tabaco, frutas e verduras. Domesticavam perus, cachorros e patos. Além disso, caçavam, pescavam e coletavam. • O artesanato era praticado a partir de pedras, cerâmica e metais. • Usavam o sistema pictogáfico de escrita. (figuras ou símbolos que expressam ideias). • Possuíam uma engenharia bastante avançada, que permitia-lhes construir grandes templos, além de ilhas artificiais sobre a água dos lagos, onde cultivavam flores e hortaliças.
  • 16. 16 Sociedade Asteca • Era bastante hierarquizada, dividida da seguinte forma:
  • 17. 17 • Ao lado e abaixo, as férteis ilhas artificiais criadas pelos astecas, que eram chamadas de chinampas.
  • 18. 18 A vida cotidiana dos Astecas • Ilustrações do Codex Mendonza (século XVI) mostram adultos ensinando os jovens a trabalhar. • Identifique as tarefas que estão sendo executadas no desenho.
  • 19. 19 Religião • Os astecas eram politeístas, isto é, cultuavam vários deuses. • Alguns deuses são: Thaloc, deus da chuva e do trovão; Quetzalcoatl, deus do vento, da escrita, do calendários e das artes dentre outros. • Templos eram construídos para homenagear os deuses. Neles também eram realizados sacrifícios humanos, para renovar a aliança com os deuses. • Geralmente sacrificava-se prisioneiros de guerra e escravos.
  • 20. 20 • Deus do milho. • O alimento mais importante dos índios da América Central. • O milho é nativo da América. As espigas mais antigas foram encontradas pelos arqueólogos no México, e tem por volta de 7 mil anos. • Até os dias atuais o Milho tem grande importância na dieta dos povos da América Central, como o México, por exemplo, onde são preparadas as deliciosas tortilhas.
  • 21. 21 • Sacerdotes realizam sacrifício humano no templo.
  • 22. 22 • Fiéis prestam homenagem ao deus dos mortos, oferecendo o próprio sangue.
  • 23. 23 Incas • Surgiram no atual Peru, e seu território atingiu uma área de mais de 4000 km, desde o Equador até o norte da Argentina, na região conhecida como Cordilheira dos Andes. • Os Incas não eram uma tribo, mas uma família poderosa que governava um reino, a partir de Cuzco (“Umbigo do Mundo”, na língua quíchua), desde 1200 d. C. • O Imperador era considera o filho do Sol, o principal deus na religião dos Incas. • A sociedade inca era bastante hierarquizada. Confira a seguir, como ela estava dividida:
  • 26. 26 Economia • A base da economia era a agricultura, que era praticada em terraços ou degraus feitos nas montanhas. • Todos pagavam impostos ao Imperador. • Cultivavam batata, batata doce, milho, pimenta, algodão, tomate, amendoim e mandioca. • Criavam Lhamas e alpacas, animais típicos da região, que serviam como transporte, forneciam leite, couro e carne. • Os Incas não possuíam dinheiro, por isso trocavam produtos por outros, ou utilizavam sementes de cacau e conchas coloridas.
  • 27. 27 • A lhama, parente do camelo, era muito utilizada pelos incas para transportar alimentos pelas trilhas nas montanhas. • Os terraços eram cortes feitos nas montanhas, onde os incas cultivavam os gêneros agrícolas.
  • 28. 28 Religião • Eram politeístas. • O Sol e a Lua eram entidades divinas. • Os incas ofereciam sacrifícios humanos e de animais, durante cerimônias religiosas importantes. • Mumificavam as pessoas falecidas mais importantes da sociedade, com elas eram enterradas muitos objetos utilizados pelo morto, quando em vida.
  • 29. 29 • Faca cerimonial de ouro, representando um deus desconhecido.
  • 30. 30 Engenharia • Os Incas construíram grandes cidades, como Machu Picchu, cujas ruínas são admiradas pelos turistas até os dias atuais. • Outras obras dos índios peruanos também se destacaram, como as figuras geométricas realizadas no deserto, por volta de 800 d.C. • Essas figuras podem ter servido como calendário astronômico ou como oferendas aos deuses. • Ao lado, uma aranha de 45 metros, feita no Vale Nazca. (Peru).
  • 31. 31
  • 32. 32 Índios no Brasil • 1500: estima-se que a população indígena no Brasil era de 3 a 5 milhões, divididos entre mais de mil nações. • Havia muita diversidade religiosa, linguística, lendas, costumes etc. Os pesquisadores classificaram os grupos indígenas de acordo com sua língua, as duas principais são tupi e macro-jê. • Os povos de língua Tupi habitavam a faixa litorânea, por isso tiveram maior contato com os europeus, que chegaram a partir do início do século XV. Atualmente, muitas palavras de origem Tupi fazer parte de nosso vocabulário, devido ao sincretismo cultural entre os elementos culturais nativos e português. Exemplo: Paraná, Guanabara, Pernambuco, Itapemirim. • Os povos de língua macro-jê viviam em regiões interioranas, por isso exerceram menor influência sobre nossa cultura. Exemplos de nomes macro-jê: Corumbá, Cuiabá.
  • 33. 33 1. Quais povos indígenas habitavam Rio de Janeiro e Minas Gerais? 2. Identifique alguns povos com quais os europeus tiveram maior contato ? Por que? 3. Com quais povos os europeus tiveram menor contato? A que se deve esse fato?
  • 34. 34 • Cada tribo se organizava de uma forma. • As aldeias (tabas) abrigavam entre 600 a 700 habitantes. As cabanas (ocas) eram utilizadas coletivamente, por 100 ou mais índios. Elas variavam, de acordo com as tribos, assim como o estilo das construções.
  • 35. 35 Índios no Brasil • Conhecemos muitos dos costumes indígenas devido aos relatos dos viajantes, cronistas, missionários e pintores europeus que vieram para o Brasil e observaram de perto a cultura dos índios. • Eles praticavam a caça, pesca e coleta de frutos. Também plantavam os alimentos, mas apenas para sua subsistência. Os mais cultivados eram a mandioca. • Os índios viviam em um regime seminômade, isto é, migravam de um lugar para outro atrás de recursos que pudessem explorar para seu benefício. • Os índios fabricavam cordas com cipós e fibras vegetais, trabalhavam a cerâmica, faziam vasos e urnas funerárias. • Os homens caçavam, faziam as ocas, preparavam o terreno para o plantio e cuidavam da guerra. As mulheres cuidavam das crianças, semeavam, colhiam os alimentos, teciam, cozinhavam e faziam bebidas. • Alguns casamentos eram realizados para fortalecer as famílias, tornando-as mais numerosas e influentes na aldeia. • As aldeias tinham um chefe que tomava as decisões com o auxílio de um conselho e do pajé, líder religioso que tinha poderes mágicos. • As crenças religiosas tinham grande importância na vida dos índios, muitos rituais eram praticados em virtude da guerra, do plantio, da caça, casamento e etc. Cultuavam vários deuses e acreditavam na vida após a morte. • Antropofagia – “ato ou hábito de comer carne humana”, está e a definição de alguns dicionários para aquela palavra. Os europeus chamaram tal prática de canibalismo. Os índios devoravam os membros de guerreiros inimigos derrotados em um ritual religioso. Alguns estudiosos acreditam que esse ritual era uma preparação para uma viagem espiritual, que cada um faria para o além, onde viveriam eternamente.
  • 36. 36 • Urna funerária tupi-guarani encontrada no estado de São Paulo em 2004. • Trabalho de cerâmica indígena. • Instrumento musical indígena – flauta. • As fontes para estudo são as lendas transmitidas oralmente, relatos de viajantes e vestígios arqueológicos. Os índios no Brasil não possuíam a escrita.
  • 37. 37 • Cena de caça e coleta. (Rugendas) • Que animais podemos identificar na imagem? Eles serviriam apenas para alimentação? Que elemento da pintura evidencia que os índios também eram coletores?
  • 38. 38 • Ritual antropofágico. Gravura do século XVI.
  • 39. 39 • O índio no Brasil atualmente – Dados do IBGE e da FUNAI Distribuição da população indígena no Brasil Percentu al em Número Número Línguas relação à de de faladas populaçã índios etnias o brasileira 358.000 215 180 0,2% Alguns grupos indígenas no Brasil ainda estão isolados, e não há muitas informações sobre eles. Foto tirada no Acre, de grupos que não tiveram contato a sociedade branca.