SlideShare uma empresa Scribd logo
PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO FRIO
         Região dos Lagos – Estado do Rio de Janeiro
         Secretaria Municipal de Educação
         Departamento Técnico-Pedagógico / Divisão de Supervisão Escolar
         Serviço de Programas Especiais / Coordenação de Alfabetização



           Oficina: Alfabetizar com Música: Integrando Áreas de Conhecimento


Sugestão de Atividades:



                                            PATO INJURIADO
                                                           Bia Bedran


      ERA UMA VEZ UM PATO QUE VIVIA BEM À TOA
      PASSAVA O DIA INTEIRINHO NA LAGOA
      MAS NÃO GOSTAVA DE NADAR NA ÁGUA DO RIO
      POIS TINHA SOMBRA E ELE SENTIA MUITO FRIO
      AINDA POR CIMA O HOMEM TINHA CONSTRUÍDO
      MUITA USINA E O RIO ANDAVA POLUÍDO
      ENTÃO ASSIM O PATO ANDAVA INJURIADO
      COM TANTA QUÍMICA FICAVA INTOXICADO
      (...RESFRIADO ... ADOENTADO)
      COM TANTA QUÍMICA FICAVA INTOXICADO
      (...DEPENADO ... ENVENENADO)
      COM TANTA QUÍMICA FICAVA INTOXICADO
      (...APATETADO        ...   ADOENTADO          ...   DEPENADO...      RESFRIADO   ...   ENJOADO
      ...ENVENENADO ... DESTROÇADO ... ESMIGALHADO)
      COITADO DO PATO !
Leitura de uma cantiga para ninar


O QUE O PROFESSOR VAI ENSINAR?

    Relação entre os modos de falar e os modos de escrever
    Leitura do gênero MÚSICA e compreensão do conteúdo presente no texto destacando a ideia
     central do mesmo
    Direção da escrita
    Representação gráfica das letras
    Sonoridade presente nas palavras (rimas, início e final de palavras, sílabas)
    Função do espaçamento entre as palavras
    Relação grafema / fonema
    Formação de sílabas (composição e decomposição de palavras)
    Desenvolvimento de atitudes de conservação do meio ambiente
    Leitura e escrita de palavras
 Representação de palavras escritas através de desenho
   Ampliação do vocabulário


PARA QUE ENSINAR?

   Ler antes de saber ler convencionalmente (desafiar o aluno a antecipar o conteúdo escrito).
   Ler um texto procurando relacionar aquilo que está sendo lido em voz alta com as palavras
    escritas.
   Compreender a orientação e o alinhamento da escrita na Língua Portuguesa.
   Acionar estratégias de leitura que permitam descobrir o que está escrito.
   Reconhecer unidades fonológicas: letras, sílabas e rimas.
   Reconhecer relações entre grafemas e fonemas.
   Participar de situações de escrita coletiva, aprendendo sobre procedimentos relacionados ao ato
    de escrever.
   Refletir sobre o sistema de escrita, colocando em jogo suas hipóteses e confrontando-as com as
    de seus colegas.
   Ampliar o conhecimento que já possuem sobre os nomes das letras, suas formas gráficas e os
    seus respectivos sons.
   Identificar e reconhecer diferentes tipos de grafia das letras.
   Identificar e reconhecer a função de diferentes gêneros textuais.
   Desenvolver atitudes de respeito e conservação com o meio ambiente.


QUAIS MATERIAIS SERÃO NECESSÁRIOS?

     Escrita da letra da cantiga num cartaz
     Cópia da letra da cantiga para cada um dos alunos (letra grande)
     Fita durex, lápis de cor e/ou caneta hidrocor
     Fichas com as palavras APATETADO, DEPENADO e RESFRIADO
     Trilha com fotos das praias de Cabo Frio
     Piões para marcação da trilha
     Cartaz com as regras do jogo de trilha


COMO O PROFESSOR VAI ENSINAR?

   Organizar os alunos sentados nas carteiras, voltados para o quadro.
   Apresentar o texto escrito num cartaz e desafiar a turma a levantar hipóteses quanto a sua
    formatação: Olhem o texto... Como ele está escrito? É uma história? É uma música? Este texto
    tem um título? etc.
   Chamar a atenção dos alunos para o título, mostrando que o mesmo se encontra em destaque
    em relação ao restante do texto (convidar um aluno para pintar o título); refletir com a turma
    sobre a escrita do mesmo: quantidade de palavras que o compõem, função do espaçamento
    entre as palavras, letras iniciais e finais, sílabas iniciais dessas palavras, quantidade de letras e
    de sílabas...
   Falar sobre a autora BIA BEDRAN (informações simples).
   A partir da exploração do título, fazer perguntas desafiando os alunos a anteciparem o conteúdo
    da música.
   Fazer a leitura fluente do texto (sem a melodia) apontando para as palavras e desafiar os alunos
    a identificarem a ideia principal do texto.
   Conversar com os alunos preparando-os para ouvirem a música (CD) para aprenderem a
    melodia.
   Cantar (lendo) o texto em voz alta, pedindo aos alunos que o acompanhem cantando.
   Apresentar aos alunos fichas com as palavras APATETADO, DEPENADO e RESFRIADO;
    desafiá-los a antecipar o conteúdo escrito nestas fichas; explicar-lhes a proposta de atividade
    que será cantar prestando atenção nas substituições feitas com a palavra INTOXICADO.
   Explorar as rimas (desafiar os alunos a identificá-las, destacando as letras que as compõem.
    Escrever outra palavra que rima com as palavras destacadas)
 Registrar no caderno as palavras destacadas no texto (rimas) e pintar as partes que rimam;
  pedir aos alunos para lerem em voz alta estas partes pintadas.
 Chamar ao quadro um ou mais alunos para: destacar as palavras que terminam com a sílaba VA
  (analisar essas palavras: contar letras, sílabas, as letras que compõem a sílaba em destaque).
  Solicitar aos alunos que digam outras palavras que terminam com a sílaba VA. Registrar duas
  ou três dessas palavras no quadro, destacando a sílaba final. Refletir sobre a escrita dessas
  palavras: a quantidade de letras, a letra inicial, as letras que formam a sílaba VA.
  Exemplo:


        AMAVA                             Desafiem os alunos a substituírem a última vogal
        GANHAVA
                                          pela vogal O e ver o que acontece com as palavras.
        FALAVA

 Distribuir uma cópia do texto para que os alunos façam uma ilustração e realizem as seguintes
  atividades:

   a)       Desafiar os alunos a identificarem uma palavra na música (contar as letras, verificar se há
   repetição de letras, identificar a sílaba inicial, identificar palavras que começam com a mesma
   letra, procurar palavras que possuam a mesma quantidade de letras).
   b)       Entregar letras soltas para que os alunos possam reconstruir algumas palavras da
   música (Ditar as palavras – duas ou três); circular pela sala de aula fazendo as intervenções
   necessárias, desafiando e sugerindo a substituição de letras.
   c)       Pintar com lápis de cor as palavras iniciadas com a letra P (aproveitar para explorar nas
   palavras encontradas: o som da letra em destaque, a quantidade de letras, letra final, nomes das
   letras).
   d)       Pintar a última palavra do 3º e 4º versos e passar um traço debaixo das letras iguais
   nessas palavras; comparar as palavras para perceber as semelhanças e diferenças; destacar a
   letra inicial da palavra maior; identificar a letra R nessas palavras e refletir sobre a sua função.


 Distribuir aos alunos as palavras abaixo (destacadas da música). Desafiar os alunos a
  anteciparem o conteúdo escrito. Pedir que realizem as seguintes atividades:


   PATO                                                                                   É fundamental que o
                    1.   Pintar de vermelho as palavras que têm a letra L.                professor aproveite estas
   LAGOA            2.   Riscar a palavra que tem a sílaba LA.                            atividades para sistematizar
                    3.   Fazer um traço embaixo das palavras que iniciam com a            os conhecimentos sobre as
   FRIO                  letra P.                                                         relações entre letras e sons,
                    4.   Pintar de azul a palavra FRIO.                                   sobre os diferentes modos de
   HOMEM            5.   Riscar a letra F da palavra FRIO e descobrir a outra             formação das sílabas e sobre
                         palavra e registrá-la ao lado.                                   a posição das letras nas
   POLUÍDO                                                                                palavras.




 Copiar as palavras no quadro:

   PATO                   1.   Fazer antecipações sobre o conteúdo escrito na lista de palavras: O que
                               está escrito? Existem palavras conhecidas? Quais? Todas as palavras
                               são iguais? O que tem de igual? E de diferente?
   GATO                   2.   Ler as palavras apontando para o direcionamento da escrita.
                          3.   Pintar a primeira letra de cada palavra (chamar atenção dos alunos
                               para o nome, grafia e som das letras).
   MATO                   4.   Copiar as palavras no caderno.
                          5.   Pintar nas palavras o que é igual.
                          6.    Ilustrar as palavras.
                          7.   Escrever ao lado outra palavra que tenha a mesma rima
   RATO
 Combinar com os alunos para que cantem uma parte da música (que sabem de cor); enquanto
        os alunos vão cantando, o professor vai registrando no quadro. À medida que vai escrevendo, o
        professor deve refletir sobre a função dos espaçamentos entre as palavras e sobre os modos de
        falar e os modos de escrever.


     Roda de conversa sobre a temática abordada no texto - POLUIÇÃO DAS ÁGUAS.
      Contextualizar a temática com situações relacionadas à realidade local.


Professor, antes de realizar a conversa com seus alunos, estude bastante sobre o assunto. Pesquise em vários
materiais: jornais, livros didáticos, internet, livros especializados... É importante que você esteja seguro e passe
informações reais e diversas sobre a temática. Fale com a turma sobre as suas pesquisas.
Acredite, seus alunos aprenderão muito e participarão com entusiasmo dessa atividade.



     Jogo de trilha: TRILHA DA PRAIA

               Organizar os alunos para o momento do jogo.
               Apresentar o texto (instrucional) – regras para jogar a TRILHA NA PRAIA
               Desafiar os alunos a anteciparem o conteúdo do texto.
               Fazer a leitura fluente do texto para os alunos.
               Organizar os alunos em roda, reler cada etapa das instruções e jogar (PROFESSORA X
                ALUNOS); um aluno representa a turma.
               Organizar grupos de alunos para que possam jogar.
               A seguir, conversar com a turma sobre o que aprenderam com o jogo.


                                             JOGO TRILHA DA PRAIA

                                       REGRAS:

                                       1-JOGUE O DADO PARA DECIDIR
                                       QUEM COMEÇA O JOGO, INICIA
                                       AQUELE QUE SORTEAR O MAIOR                    Trilha em
                                       NÚMERO.
                                                                                      anexo.
                                       2-COLOQUE OS PIÕES NA CASA DE
                                       SAÍDA.
                                       3-JOGUE O DADO E MOVIMENTE O
                                       PIÃO NA TRILHA CONFORME O
                                       NÚMERO SORTEADO.

                                       VENCE O JOGO QUEM CHEGAR
                                       PRIMEIRO NA CASA DE CHEGADA.




     Aproveitar a temática para escrever uma lista coletiva de atitudes e cuidados com o MEIO
      AMBIENTE (PRAIAS).


                  Esta lista não precisa ser tão extensa, basta escrever3 ou 4 atitudes.
 Solicitar que os alunos copiem numa folha a lista produzida, para não esquecerem das atitudes
  que precisam ter em relação aos cuidados com as praias (a lista deve ser colada no caderno).




                                    PARA TER PRAIA LIMPA NÃO DEVO:

                                    _______________________________

                                    _______________________________

                                    _______________________________

                                    _______________________________


                                                          Assinatura
Referências Bibliográficas:

BOZZA, Sandra. Ensinar a ler e escrever: uma possibilidade de inclusão social. Pinhais, PR: Vozes,
2008.

CABO FRIO, Secretaria Municipal de Educação. Cadernos Pedagógicos. Cabo Frio, RJ: SEME, 2007 e
2008.

REDEALFA - Referencial de Alfabetização para a Rede Municipal de Ensino. Cabo Frio. 2006
PRÓ-LETRAMENTO – Programa de Formação Continuada de Professores dos Anos/Séries Iniciais do
Ensino Fundamental. ALFABETIZAÇÃO E LINGUAGEM. Ministério da Educação. Secretaria de
Educação Básica. Brasília. 2007.
SAÍDA
AAA
                       TRILHA DA
                         PRAIA         CHEGADA




LIXO    PARE 1
         VEZ


                               PEIXE
                                         PULE 2
                                         CASAS




             VOLTE 2
              CASAS




                   LIXO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades para trabalhar a ortografia
Atividades para trabalhar a ortografiaAtividades para trabalhar a ortografia
Atividades para trabalhar a ortografia
Lamartine Biao Oberg
 
Atividades permanentes na alfabetização
Atividades permanentes na alfabetizaçãoAtividades permanentes na alfabetização
Atividades permanentes na alfabetização
Proalfacabofrio
 
Sequência didática do pato
Sequência didática do patoSequência didática do pato
Sequência didática do pato
Andreá Perez Leinat
 
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
pedagogia para licenciados
 
Quadro de rotina 2º ano PNAIC -Professora Orientadora Solange Goulart de Souza
Quadro de rotina 2º ano PNAIC -Professora Orientadora Solange Goulart de SouzaQuadro de rotina 2º ano PNAIC -Professora Orientadora Solange Goulart de Souza
Quadro de rotina 2º ano PNAIC -Professora Orientadora Solange Goulart de Souza
Solange Goulart
 
apostila-consciencia-fonologica-jogos-brincadeiras-e-atividades
apostila-consciencia-fonologica-jogos-brincadeiras-e-atividadesapostila-consciencia-fonologica-jogos-brincadeiras-e-atividades
apostila-consciencia-fonologica-jogos-brincadeiras-e-atividades
MariGiopato
 
2 eixos com atividades 2º
2 eixos com atividades 2º2 eixos com atividades 2º
2 eixos com atividades 2º
Eunice Mendes de Oliveira
 
Ditado interativo
Ditado interativoDitado interativo
Ditado interativo
Breno Lacerda
 
Actividades de consciência fonológica
Actividades de consciência fonológicaActividades de consciência fonológica
Actividades de consciência fonológica
Ana Paula Santos
 
Atividade distorção serie idade
Atividade distorção serie idadeAtividade distorção serie idade
Atividade distorção serie idade
Vanusia Santana
 
Alfabetização e consciência fonológica
Alfabetização e consciência fonológicaAlfabetização e consciência fonológica
Alfabetização e consciência fonológica
Soraia Rufino
 
Sugestões de atividades (3)
Sugestões de atividades (3)Sugestões de atividades (3)
Sugestões de atividades (3)
weleslima
 
Atividades sequenciadas - 1º encontro 2013
Atividades sequenciadas - 1º encontro 2013Atividades sequenciadas - 1º encontro 2013
Atividades sequenciadas - 1º encontro 2013
Graça Sousa
 

Mais procurados (13)

Atividades para trabalhar a ortografia
Atividades para trabalhar a ortografiaAtividades para trabalhar a ortografia
Atividades para trabalhar a ortografia
 
Atividades permanentes na alfabetização
Atividades permanentes na alfabetizaçãoAtividades permanentes na alfabetização
Atividades permanentes na alfabetização
 
Sequência didática do pato
Sequência didática do patoSequência didática do pato
Sequência didática do pato
 
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
 
Quadro de rotina 2º ano PNAIC -Professora Orientadora Solange Goulart de Souza
Quadro de rotina 2º ano PNAIC -Professora Orientadora Solange Goulart de SouzaQuadro de rotina 2º ano PNAIC -Professora Orientadora Solange Goulart de Souza
Quadro de rotina 2º ano PNAIC -Professora Orientadora Solange Goulart de Souza
 
apostila-consciencia-fonologica-jogos-brincadeiras-e-atividades
apostila-consciencia-fonologica-jogos-brincadeiras-e-atividadesapostila-consciencia-fonologica-jogos-brincadeiras-e-atividades
apostila-consciencia-fonologica-jogos-brincadeiras-e-atividades
 
2 eixos com atividades 2º
2 eixos com atividades 2º2 eixos com atividades 2º
2 eixos com atividades 2º
 
Ditado interativo
Ditado interativoDitado interativo
Ditado interativo
 
Actividades de consciência fonológica
Actividades de consciência fonológicaActividades de consciência fonológica
Actividades de consciência fonológica
 
Atividade distorção serie idade
Atividade distorção serie idadeAtividade distorção serie idade
Atividade distorção serie idade
 
Alfabetização e consciência fonológica
Alfabetização e consciência fonológicaAlfabetização e consciência fonológica
Alfabetização e consciência fonológica
 
Sugestões de atividades (3)
Sugestões de atividades (3)Sugestões de atividades (3)
Sugestões de atividades (3)
 
Atividades sequenciadas - 1º encontro 2013
Atividades sequenciadas - 1º encontro 2013Atividades sequenciadas - 1º encontro 2013
Atividades sequenciadas - 1º encontro 2013
 

Destaque

Pnaic caderno 1-curriculo_terça
Pnaic caderno 1-curriculo_terçaPnaic caderno 1-curriculo_terça
Pnaic caderno 1-curriculo_terça
Claudio Pessoa
 
Apresentação planejamento psicogênese da língua escrita
Apresentação planejamento   psicogênese da língua escritaApresentação planejamento   psicogênese da língua escrita
Apresentação planejamento psicogênese da língua escrita
Alekson Morais
 
Sequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDASequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDA
Eleúzia Lins Silva
 
Livro de textos do aluno
Livro de textos do alunoLivro de textos do aluno
Livro de textos do aluno
orientacoesdidaticas
 
Atividade3 4
Atividade3 4Atividade3 4
Atividade3 4
Hilda Lucki
 
Rapunzel
RapunzelRapunzel
Rapunzel
59rosi
 
Cuento Bambi De 1°B
Cuento Bambi De 1°BCuento Bambi De 1°B
Cuento Bambi De 1°B
marian2401
 
8279.0.atividade historia
8279.0.atividade historia8279.0.atividade historia
8279.0.atividade historia
amo_jesus
 
Imprimir 2
Imprimir 2Imprimir 2
Apresent eproinfo
Apresent eproinfoApresent eproinfo
Apresent eproinfo
306336
 
273 1165-1-pb
273 1165-1-pb273 1165-1-pb
273 1165-1-pb
Joelma Santos
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Joelma Santos
 
Coelho da páscoa
Coelho da páscoaCoelho da páscoa
Coelho da páscoa
Jose Renato Pedroza
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Joelma Santos
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
Joelma Santos
 
Leitura e Interpretação de textos
Leitura e Interpretação de textosLeitura e Interpretação de textos
Leitura e Interpretação de textos
Paulo Alves de Araujo
 
Joao e maria
Joao e mariaJoao e maria
Joao e maria
contosdefadas2012
 
Projeto ativ4.5
Projeto ativ4.5Projeto ativ4.5
Sequência didática Gabi,perdi a hora.Letramento e Numeramento
Sequência didática Gabi,perdi a hora.Letramento e NumeramentoSequência didática Gabi,perdi a hora.Letramento e Numeramento
Sequência didática Gabi,perdi a hora.Letramento e Numeramento
Josy Kaiowá
 

Destaque (20)

Pnaic caderno 1-curriculo_terça
Pnaic caderno 1-curriculo_terçaPnaic caderno 1-curriculo_terça
Pnaic caderno 1-curriculo_terça
 
Apresentação planejamento psicogênese da língua escrita
Apresentação planejamento   psicogênese da língua escritaApresentação planejamento   psicogênese da língua escrita
Apresentação planejamento psicogênese da língua escrita
 
Sequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDASequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDA
 
Livro de textos do aluno
Livro de textos do alunoLivro de textos do aluno
Livro de textos do aluno
 
Atividade3 4
Atividade3 4Atividade3 4
Atividade3 4
 
Rapunzel
RapunzelRapunzel
Rapunzel
 
Cuento Bambi De 1°B
Cuento Bambi De 1°BCuento Bambi De 1°B
Cuento Bambi De 1°B
 
8279.0.atividade historia
8279.0.atividade historia8279.0.atividade historia
8279.0.atividade historia
 
Cidade e município
Cidade e municípioCidade e município
Cidade e município
 
Imprimir 2
Imprimir 2Imprimir 2
Imprimir 2
 
Apresent eproinfo
Apresent eproinfoApresent eproinfo
Apresent eproinfo
 
273 1165-1-pb
273 1165-1-pb273 1165-1-pb
273 1165-1-pb
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
 
Coelho da páscoa
Coelho da páscoaCoelho da páscoa
Coelho da páscoa
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
 
Leitura e Interpretação de textos
Leitura e Interpretação de textosLeitura e Interpretação de textos
Leitura e Interpretação de textos
 
Joao e maria
Joao e mariaJoao e maria
Joao e maria
 
Projeto ativ4.5
Projeto ativ4.5Projeto ativ4.5
Projeto ativ4.5
 
Sequência didática Gabi,perdi a hora.Letramento e Numeramento
Sequência didática Gabi,perdi a hora.Letramento e NumeramentoSequência didática Gabi,perdi a hora.Letramento e Numeramento
Sequência didática Gabi,perdi a hora.Letramento e Numeramento
 

Semelhante a Alfabetizar com música integrando áreas de conhecimento

Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita AlfabéticaUnidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Elaine Cruz
 
Apres Consciência Fonológica.pptx
Apres Consciência Fonológica.pptxApres Consciência Fonológica.pptx
Apres Consciência Fonológica.pptx
AlcioneCosta12
 
Para PNAIC-Sequencia didática -1
Para PNAIC-Sequencia didática -1Para PNAIC-Sequencia didática -1
Para PNAIC-Sequencia didática -1
Graça Sousa
 
Sequência didática _direito_à_diferença_b rincar_e_aprender (final)
Sequência didática _direito_à_diferença_b rincar_e_aprender (final)Sequência didática _direito_à_diferença_b rincar_e_aprender (final)
Sequência didática _direito_à_diferença_b rincar_e_aprender (final)
Naysa Taboada
 
Plano outubro 2014 anamel
Plano outubro 2014 anamelPlano outubro 2014 anamel
Plano outubro 2014 anamel
Sala do Empreendedor
 
Sequencia didatica baixo_desempenho
Sequencia didatica baixo_desempenhoSequencia didatica baixo_desempenho
Sequencia didatica baixo_desempenho
Dilma Maria Lucena Álvares
 
Sandra bozza alfabetização e disturbios
Sandra bozza   alfabetização e disturbiosSandra bozza   alfabetização e disturbios
Sandra bozza alfabetização e disturbios
Marlene Campos
 
Consciência Fonológica
Consciência FonológicaConsciência Fonológica
Consciência Fonológica
Fernanda Camarinha
 
Como trabalhar com a hipótese de escrita silábica
Como trabalhar com a hipótese de escrita silábicaComo trabalhar com a hipótese de escrita silábica
Como trabalhar com a hipótese de escrita silábica
Edinei Messias
 
Nivel de desenvolvimento da escrita
Nivel de desenvolvimento da escritaNivel de desenvolvimento da escrita
Nivel de desenvolvimento da escrita
Edinei Messias
 
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Bete Feliciano
 
Guia teórico do alfabetizador
Guia teórico do alfabetizadorGuia teórico do alfabetizador
Guia teórico do alfabetizador
Maria Bárbara Floriano
 
Ens fund gabriela_apres
Ens fund gabriela_apresEns fund gabriela_apres
Ens fund gabriela_apres
Rosi Whindson
 
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdfPlanejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Antônia marta Silvestre da Silva
 
Socialização de prática cre orla blog
Socialização de prática   cre orla blogSocialização de prática   cre orla blog
Socialização de prática cre orla blog
Marisa Seara
 
Hipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua EscritaHipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua Escrita
Rayane Paula
 
Gramàtica e escrita no Ensino Básico
Gramàtica e escrita no Ensino BásicoGramàtica e escrita no Ensino Básico
Gramàtica e escrita no Ensino Básico
Carme Durán
 
Jogos da caixa alfabetizacao e letramento arquivo digital
Jogos da caixa  alfabetizacao e letramento  arquivo  digitalJogos da caixa  alfabetizacao e letramento  arquivo  digital
Jogos da caixa alfabetizacao e letramento arquivo digital
Jana Januário
 
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp021slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
Flávia Boni
 
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp021slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
Isabela Maggot
 

Semelhante a Alfabetizar com música integrando áreas de conhecimento (20)

Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita AlfabéticaUnidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
 
Apres Consciência Fonológica.pptx
Apres Consciência Fonológica.pptxApres Consciência Fonológica.pptx
Apres Consciência Fonológica.pptx
 
Para PNAIC-Sequencia didática -1
Para PNAIC-Sequencia didática -1Para PNAIC-Sequencia didática -1
Para PNAIC-Sequencia didática -1
 
Sequência didática _direito_à_diferença_b rincar_e_aprender (final)
Sequência didática _direito_à_diferença_b rincar_e_aprender (final)Sequência didática _direito_à_diferença_b rincar_e_aprender (final)
Sequência didática _direito_à_diferença_b rincar_e_aprender (final)
 
Plano outubro 2014 anamel
Plano outubro 2014 anamelPlano outubro 2014 anamel
Plano outubro 2014 anamel
 
Sequencia didatica baixo_desempenho
Sequencia didatica baixo_desempenhoSequencia didatica baixo_desempenho
Sequencia didatica baixo_desempenho
 
Sandra bozza alfabetização e disturbios
Sandra bozza   alfabetização e disturbiosSandra bozza   alfabetização e disturbios
Sandra bozza alfabetização e disturbios
 
Consciência Fonológica
Consciência FonológicaConsciência Fonológica
Consciência Fonológica
 
Como trabalhar com a hipótese de escrita silábica
Como trabalhar com a hipótese de escrita silábicaComo trabalhar com a hipótese de escrita silábica
Como trabalhar com a hipótese de escrita silábica
 
Nivel de desenvolvimento da escrita
Nivel de desenvolvimento da escritaNivel de desenvolvimento da escrita
Nivel de desenvolvimento da escrita
 
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
 
Guia teórico do alfabetizador
Guia teórico do alfabetizadorGuia teórico do alfabetizador
Guia teórico do alfabetizador
 
Ens fund gabriela_apres
Ens fund gabriela_apresEns fund gabriela_apres
Ens fund gabriela_apres
 
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdfPlanejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
 
Socialização de prática cre orla blog
Socialização de prática   cre orla blogSocialização de prática   cre orla blog
Socialização de prática cre orla blog
 
Hipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua EscritaHipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua Escrita
 
Gramàtica e escrita no Ensino Básico
Gramàtica e escrita no Ensino BásicoGramàtica e escrita no Ensino Básico
Gramàtica e escrita no Ensino Básico
 
Jogos da caixa alfabetizacao e letramento arquivo digital
Jogos da caixa  alfabetizacao e letramento  arquivo  digitalJogos da caixa  alfabetizacao e letramento  arquivo  digital
Jogos da caixa alfabetizacao e letramento arquivo digital
 
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp021slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
 
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp021slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
1slidesegundoencontro 120628124430-phpapp02
 

Mais de Proalfacabofrio

Sugestões e Orientações para o trabalho com texto na Alfabetização
Sugestões e Orientações para o trabalho com texto na AlfabetizaçãoSugestões e Orientações para o trabalho com texto na Alfabetização
Sugestões e Orientações para o trabalho com texto na Alfabetização
Proalfacabofrio
 
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização1
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização1Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização1
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização1
Proalfacabofrio
 
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetizaçãoSugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização
Proalfacabofrio
 
Encontro de agosto orientações
Encontro de agosto orientaçõesEncontro de agosto orientações
Encontro de agosto orientações
Proalfacabofrio
 
Alfabetização matemática apostila p professor 1 ano
Alfabetização matemática apostila p professor 1 anoAlfabetização matemática apostila p professor 1 ano
Alfabetização matemática apostila p professor 1 ano
Proalfacabofrio
 
Rotina Semanal
Rotina SemanalRotina Semanal
Rotina Semanal
Proalfacabofrio
 
Jogos para alfabetizar
Jogos para alfabetizarJogos para alfabetizar
Jogos para alfabetizar
Proalfacabofrio
 
Sugestões de atividades para avaliação diagnóstica inicial 1º ano - 2011
Sugestões de atividades para avaliação diagnóstica inicial   1º ano - 2011Sugestões de atividades para avaliação diagnóstica inicial   1º ano - 2011
Sugestões de atividades para avaliação diagnóstica inicial 1º ano - 2011
Proalfacabofrio
 
Slides atuais avaliação diagnóstica 2011
Slides atuais   avaliação diagnóstica 2011Slides atuais   avaliação diagnóstica 2011
Slides atuais avaliação diagnóstica 2011
Proalfacabofrio
 
Apostila Avaliação Diagnóstica Inicial no 1º Ano 2011
Apostila Avaliação Diagnóstica Inicial no 1º Ano  2011Apostila Avaliação Diagnóstica Inicial no 1º Ano  2011
Apostila Avaliação Diagnóstica Inicial no 1º Ano 2011
Proalfacabofrio
 
Oficina roteiro out[1]
Oficina roteiro out[1]Oficina roteiro out[1]
Oficina roteiro out[1]
Proalfacabofrio
 
Jornal Letra A CEALE
Jornal Letra A CEALEJornal Letra A CEALE
Jornal Letra A CEALE
Proalfacabofrio
 
Slide oficina avaliação na alfabetização
Slide oficina avaliação na alfabetizaçãoSlide oficina avaliação na alfabetização
Slide oficina avaliação na alfabetização
Proalfacabofrio
 

Mais de Proalfacabofrio (13)

Sugestões e Orientações para o trabalho com texto na Alfabetização
Sugestões e Orientações para o trabalho com texto na AlfabetizaçãoSugestões e Orientações para o trabalho com texto na Alfabetização
Sugestões e Orientações para o trabalho com texto na Alfabetização
 
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização1
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização1Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização1
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização1
 
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetizaçãoSugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização
Sugestões e orientações para o trabalho com texto na alfabetização
 
Encontro de agosto orientações
Encontro de agosto orientaçõesEncontro de agosto orientações
Encontro de agosto orientações
 
Alfabetização matemática apostila p professor 1 ano
Alfabetização matemática apostila p professor 1 anoAlfabetização matemática apostila p professor 1 ano
Alfabetização matemática apostila p professor 1 ano
 
Rotina Semanal
Rotina SemanalRotina Semanal
Rotina Semanal
 
Jogos para alfabetizar
Jogos para alfabetizarJogos para alfabetizar
Jogos para alfabetizar
 
Sugestões de atividades para avaliação diagnóstica inicial 1º ano - 2011
Sugestões de atividades para avaliação diagnóstica inicial   1º ano - 2011Sugestões de atividades para avaliação diagnóstica inicial   1º ano - 2011
Sugestões de atividades para avaliação diagnóstica inicial 1º ano - 2011
 
Slides atuais avaliação diagnóstica 2011
Slides atuais   avaliação diagnóstica 2011Slides atuais   avaliação diagnóstica 2011
Slides atuais avaliação diagnóstica 2011
 
Apostila Avaliação Diagnóstica Inicial no 1º Ano 2011
Apostila Avaliação Diagnóstica Inicial no 1º Ano  2011Apostila Avaliação Diagnóstica Inicial no 1º Ano  2011
Apostila Avaliação Diagnóstica Inicial no 1º Ano 2011
 
Oficina roteiro out[1]
Oficina roteiro out[1]Oficina roteiro out[1]
Oficina roteiro out[1]
 
Jornal Letra A CEALE
Jornal Letra A CEALEJornal Letra A CEALE
Jornal Letra A CEALE
 
Slide oficina avaliação na alfabetização
Slide oficina avaliação na alfabetizaçãoSlide oficina avaliação na alfabetização
Slide oficina avaliação na alfabetização
 

Alfabetizar com música integrando áreas de conhecimento

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO FRIO Região dos Lagos – Estado do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Educação Departamento Técnico-Pedagógico / Divisão de Supervisão Escolar Serviço de Programas Especiais / Coordenação de Alfabetização Oficina: Alfabetizar com Música: Integrando Áreas de Conhecimento Sugestão de Atividades: PATO INJURIADO Bia Bedran ERA UMA VEZ UM PATO QUE VIVIA BEM À TOA PASSAVA O DIA INTEIRINHO NA LAGOA MAS NÃO GOSTAVA DE NADAR NA ÁGUA DO RIO POIS TINHA SOMBRA E ELE SENTIA MUITO FRIO AINDA POR CIMA O HOMEM TINHA CONSTRUÍDO MUITA USINA E O RIO ANDAVA POLUÍDO ENTÃO ASSIM O PATO ANDAVA INJURIADO COM TANTA QUÍMICA FICAVA INTOXICADO (...RESFRIADO ... ADOENTADO) COM TANTA QUÍMICA FICAVA INTOXICADO (...DEPENADO ... ENVENENADO) COM TANTA QUÍMICA FICAVA INTOXICADO (...APATETADO ... ADOENTADO ... DEPENADO... RESFRIADO ... ENJOADO ...ENVENENADO ... DESTROÇADO ... ESMIGALHADO) COITADO DO PATO ! Leitura de uma cantiga para ninar O QUE O PROFESSOR VAI ENSINAR?  Relação entre os modos de falar e os modos de escrever  Leitura do gênero MÚSICA e compreensão do conteúdo presente no texto destacando a ideia central do mesmo  Direção da escrita  Representação gráfica das letras  Sonoridade presente nas palavras (rimas, início e final de palavras, sílabas)  Função do espaçamento entre as palavras  Relação grafema / fonema  Formação de sílabas (composição e decomposição de palavras)  Desenvolvimento de atitudes de conservação do meio ambiente  Leitura e escrita de palavras
  • 2.  Representação de palavras escritas através de desenho  Ampliação do vocabulário PARA QUE ENSINAR?  Ler antes de saber ler convencionalmente (desafiar o aluno a antecipar o conteúdo escrito).  Ler um texto procurando relacionar aquilo que está sendo lido em voz alta com as palavras escritas.  Compreender a orientação e o alinhamento da escrita na Língua Portuguesa.  Acionar estratégias de leitura que permitam descobrir o que está escrito.  Reconhecer unidades fonológicas: letras, sílabas e rimas.  Reconhecer relações entre grafemas e fonemas.  Participar de situações de escrita coletiva, aprendendo sobre procedimentos relacionados ao ato de escrever.  Refletir sobre o sistema de escrita, colocando em jogo suas hipóteses e confrontando-as com as de seus colegas.  Ampliar o conhecimento que já possuem sobre os nomes das letras, suas formas gráficas e os seus respectivos sons.  Identificar e reconhecer diferentes tipos de grafia das letras.  Identificar e reconhecer a função de diferentes gêneros textuais.  Desenvolver atitudes de respeito e conservação com o meio ambiente. QUAIS MATERIAIS SERÃO NECESSÁRIOS?  Escrita da letra da cantiga num cartaz  Cópia da letra da cantiga para cada um dos alunos (letra grande)  Fita durex, lápis de cor e/ou caneta hidrocor  Fichas com as palavras APATETADO, DEPENADO e RESFRIADO  Trilha com fotos das praias de Cabo Frio  Piões para marcação da trilha  Cartaz com as regras do jogo de trilha COMO O PROFESSOR VAI ENSINAR?  Organizar os alunos sentados nas carteiras, voltados para o quadro.  Apresentar o texto escrito num cartaz e desafiar a turma a levantar hipóteses quanto a sua formatação: Olhem o texto... Como ele está escrito? É uma história? É uma música? Este texto tem um título? etc.  Chamar a atenção dos alunos para o título, mostrando que o mesmo se encontra em destaque em relação ao restante do texto (convidar um aluno para pintar o título); refletir com a turma sobre a escrita do mesmo: quantidade de palavras que o compõem, função do espaçamento entre as palavras, letras iniciais e finais, sílabas iniciais dessas palavras, quantidade de letras e de sílabas...  Falar sobre a autora BIA BEDRAN (informações simples).  A partir da exploração do título, fazer perguntas desafiando os alunos a anteciparem o conteúdo da música.  Fazer a leitura fluente do texto (sem a melodia) apontando para as palavras e desafiar os alunos a identificarem a ideia principal do texto.  Conversar com os alunos preparando-os para ouvirem a música (CD) para aprenderem a melodia.  Cantar (lendo) o texto em voz alta, pedindo aos alunos que o acompanhem cantando.  Apresentar aos alunos fichas com as palavras APATETADO, DEPENADO e RESFRIADO; desafiá-los a antecipar o conteúdo escrito nestas fichas; explicar-lhes a proposta de atividade que será cantar prestando atenção nas substituições feitas com a palavra INTOXICADO.  Explorar as rimas (desafiar os alunos a identificá-las, destacando as letras que as compõem. Escrever outra palavra que rima com as palavras destacadas)
  • 3.  Registrar no caderno as palavras destacadas no texto (rimas) e pintar as partes que rimam; pedir aos alunos para lerem em voz alta estas partes pintadas.  Chamar ao quadro um ou mais alunos para: destacar as palavras que terminam com a sílaba VA (analisar essas palavras: contar letras, sílabas, as letras que compõem a sílaba em destaque). Solicitar aos alunos que digam outras palavras que terminam com a sílaba VA. Registrar duas ou três dessas palavras no quadro, destacando a sílaba final. Refletir sobre a escrita dessas palavras: a quantidade de letras, a letra inicial, as letras que formam a sílaba VA. Exemplo: AMAVA Desafiem os alunos a substituírem a última vogal GANHAVA pela vogal O e ver o que acontece com as palavras. FALAVA  Distribuir uma cópia do texto para que os alunos façam uma ilustração e realizem as seguintes atividades: a) Desafiar os alunos a identificarem uma palavra na música (contar as letras, verificar se há repetição de letras, identificar a sílaba inicial, identificar palavras que começam com a mesma letra, procurar palavras que possuam a mesma quantidade de letras). b) Entregar letras soltas para que os alunos possam reconstruir algumas palavras da música (Ditar as palavras – duas ou três); circular pela sala de aula fazendo as intervenções necessárias, desafiando e sugerindo a substituição de letras. c) Pintar com lápis de cor as palavras iniciadas com a letra P (aproveitar para explorar nas palavras encontradas: o som da letra em destaque, a quantidade de letras, letra final, nomes das letras). d) Pintar a última palavra do 3º e 4º versos e passar um traço debaixo das letras iguais nessas palavras; comparar as palavras para perceber as semelhanças e diferenças; destacar a letra inicial da palavra maior; identificar a letra R nessas palavras e refletir sobre a sua função.  Distribuir aos alunos as palavras abaixo (destacadas da música). Desafiar os alunos a anteciparem o conteúdo escrito. Pedir que realizem as seguintes atividades: PATO É fundamental que o 1. Pintar de vermelho as palavras que têm a letra L. professor aproveite estas LAGOA 2. Riscar a palavra que tem a sílaba LA. atividades para sistematizar 3. Fazer um traço embaixo das palavras que iniciam com a os conhecimentos sobre as FRIO letra P. relações entre letras e sons, 4. Pintar de azul a palavra FRIO. sobre os diferentes modos de HOMEM 5. Riscar a letra F da palavra FRIO e descobrir a outra formação das sílabas e sobre palavra e registrá-la ao lado. a posição das letras nas POLUÍDO palavras.  Copiar as palavras no quadro: PATO 1. Fazer antecipações sobre o conteúdo escrito na lista de palavras: O que está escrito? Existem palavras conhecidas? Quais? Todas as palavras são iguais? O que tem de igual? E de diferente? GATO 2. Ler as palavras apontando para o direcionamento da escrita. 3. Pintar a primeira letra de cada palavra (chamar atenção dos alunos para o nome, grafia e som das letras). MATO 4. Copiar as palavras no caderno. 5. Pintar nas palavras o que é igual. 6. Ilustrar as palavras. 7. Escrever ao lado outra palavra que tenha a mesma rima RATO
  • 4.  Combinar com os alunos para que cantem uma parte da música (que sabem de cor); enquanto os alunos vão cantando, o professor vai registrando no quadro. À medida que vai escrevendo, o professor deve refletir sobre a função dos espaçamentos entre as palavras e sobre os modos de falar e os modos de escrever.  Roda de conversa sobre a temática abordada no texto - POLUIÇÃO DAS ÁGUAS. Contextualizar a temática com situações relacionadas à realidade local. Professor, antes de realizar a conversa com seus alunos, estude bastante sobre o assunto. Pesquise em vários materiais: jornais, livros didáticos, internet, livros especializados... É importante que você esteja seguro e passe informações reais e diversas sobre a temática. Fale com a turma sobre as suas pesquisas. Acredite, seus alunos aprenderão muito e participarão com entusiasmo dessa atividade.  Jogo de trilha: TRILHA DA PRAIA  Organizar os alunos para o momento do jogo.  Apresentar o texto (instrucional) – regras para jogar a TRILHA NA PRAIA  Desafiar os alunos a anteciparem o conteúdo do texto.  Fazer a leitura fluente do texto para os alunos.  Organizar os alunos em roda, reler cada etapa das instruções e jogar (PROFESSORA X ALUNOS); um aluno representa a turma.  Organizar grupos de alunos para que possam jogar.  A seguir, conversar com a turma sobre o que aprenderam com o jogo. JOGO TRILHA DA PRAIA REGRAS: 1-JOGUE O DADO PARA DECIDIR QUEM COMEÇA O JOGO, INICIA AQUELE QUE SORTEAR O MAIOR Trilha em NÚMERO. anexo. 2-COLOQUE OS PIÕES NA CASA DE SAÍDA. 3-JOGUE O DADO E MOVIMENTE O PIÃO NA TRILHA CONFORME O NÚMERO SORTEADO. VENCE O JOGO QUEM CHEGAR PRIMEIRO NA CASA DE CHEGADA.  Aproveitar a temática para escrever uma lista coletiva de atitudes e cuidados com o MEIO AMBIENTE (PRAIAS). Esta lista não precisa ser tão extensa, basta escrever3 ou 4 atitudes.
  • 5.  Solicitar que os alunos copiem numa folha a lista produzida, para não esquecerem das atitudes que precisam ter em relação aos cuidados com as praias (a lista deve ser colada no caderno). PARA TER PRAIA LIMPA NÃO DEVO: _______________________________ _______________________________ _______________________________ _______________________________ Assinatura
  • 6. Referências Bibliográficas: BOZZA, Sandra. Ensinar a ler e escrever: uma possibilidade de inclusão social. Pinhais, PR: Vozes, 2008. CABO FRIO, Secretaria Municipal de Educação. Cadernos Pedagógicos. Cabo Frio, RJ: SEME, 2007 e 2008. REDEALFA - Referencial de Alfabetização para a Rede Municipal de Ensino. Cabo Frio. 2006 PRÓ-LETRAMENTO – Programa de Formação Continuada de Professores dos Anos/Séries Iniciais do Ensino Fundamental. ALFABETIZAÇÃO E LINGUAGEM. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Brasília. 2007.
  • 7. SAÍDA AAA TRILHA DA PRAIA CHEGADA LIXO PARE 1 VEZ PEIXE PULE 2 CASAS VOLTE 2 CASAS LIXO