SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
A RELAÇÃO FAMÍLIA-ESCOLA:
UMA VIA DE MÃO DUPLA COM A
EDUCAÇÃO E
DESENVOLVIMENTO DA
CRIANÇA
Curso de Licenciatura em Pedagogia
Aldemir José Cardoso Pimentel
Santarém/ 2021
TEMA DO TCC
•A relação família-escola: uma via de mão dupla
com a educação e desenvolvimento da criança.
CONTEXTUALIZAÇÃO DO TEMA
•A Escola e família constituem dois contextos de
desenvolvimentos fundamentais para a trajetória de
vida de crianças;
•É de suma importância para que se tenha um bom
desenvolvimento psicológico e intelectual nas
atividades que contribua para o desenvolvimento, em
cada fase da vida.
PROBLEMA DE PESQUISA
Qual a importância da relação família-escola para o
desenvolvimento da criança?
OBJETIVOS DA PESQUISA
Geral
•Verificar a presença da família na escola e o
desenvolvimento cognitivo e emocional do
educando.
Específicos
•Refletir sobre a importância da presença na
formação infantil;
•Analisar o papel social da família;
•Descrever a função como instituição social
formativa.
JUSTIFICATIVA
•A ideia deste artigo surgiu ainda nos estágios de
observação;
•A temática da relação entre família e escola surge
como relevante para verificar o alto índice de
indisciplina e baixo rendimento escolar.
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
(...) a criança, cuja família participa de forma mais
direta no cotidiano. Escolar, apresenta um
desempenho superior em relação àquela onde os pais
estão ausentes do seu processo educacional. Ao
conversarem com o filho sobre o que acontece na
escola, cobrarem dele e ajudarem-no a fazer o dever
de casa, falarem para não faltar à escola, tirar boas
notas e ter hábito de leitura, os pais estarão
contribuindo para a obtenção de notas mais altas
(BRASIL, 2004 p. 23).
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
(...) cumpre aos pais assegurar a si mesmos e aos filhos
desenvolvimento pleno físico, emocional, mental, social e
espiritual. Conhecer a interdependência desses vários
planos: o estudo, por exemplo, depende muito da
afetividade, do estímulo recebido em casa, e não apenas
da aptidão para compreender. É preciso também saber
levar os filhos a integrar os valores positivos do trabalho,
da televisão, das leituras, dos companheiros. Criar
ambiente crescimento no lar, de modo a permitir o
desenvolvimento pleno do grupo, e de cada pessoa dentro
do grupo, na direção exigida pela destinação eterna e no
ritmo exigido pela aceleração da história (SCHIMIDT,
1973, p .11-12).
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
A participação é algo que se aprende e aperfeiçoa.
Ninguém nasce sabendo participar, mas como se trata
de uma necessidade natural, a habilidade de participar
cresce rapidamente quando existe oportunidade de
praticá-la. Com a prática e autocrítica, a participação
vai se aperfeiçoando, passando de uma etapa inicial
mais diretiva a uma etapa superior de maior
flexibilidade e autocontrole até culminar na
autossugestão (BORDENAVE, 1995, p.78).
METODOLOGIA
•O presente trabalho foi constituído por meio de
revisão bibliográfica;
•A obtenção das informações ocorreu através de
dados coletados em livros, artigos etc.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
•Focaliza-se as funções da escola, considerando
sua influência nas pessoas em desenvolvimento;
•Apontam-se algumas considerações sobre a
necessidade de compreender as inter-relações entre
escola e família;
•A integração entre esses dois contextos é
destacada como desafio para a prática profissional.
REFERÊNCIAS
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos: apresentação dos tema
transversais Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.
_____ Estatuto da criança e do adolescente -ECA. Brasília, Distrito Federal:
Senado, 1990.
___Ministério da Educação. Participação dos pais ajuda no desempenho escolar da criança: Disponível em: http://www.inep.gov.br
BORDENAVE, Juan E. Diaz. O que é participação. Coleção Primeira Passos São Paulo: Brasiliense, 1995.
CASTANHEIRA, Maria Lúcia. Entrada na escola, saída da escrita. BH, MG: Faculdade de Educação, UFMG, 1991. (Dissertação de Mestrado
CASTANHEIRAS, M.L. (1992). Da escrita no cotidiano à escrita escolar. Leitura: Teoria e Pratica. 11 (20): 34-45.
CUNHA, M. V. (1996). A escola renovada e a família desqualificada: do discurso histórico-sociológico ao psicologismo na educação. Revista
Brasileira de Estudos Pedagógico. Brasília, v.77, n. 186, p. 318-345, maio/ago.
CURY, Augusto Jorge. Pais brilhantes, professores Fascinantes RJ: Sextante, 2003.
KRAMER, Sônia (Org.). Profissionais de educação infantil: gestão e formação. São Paulo: Ática, 2005. p. 205.216.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia saberes necessários à prática educativa.(Coleção Leitura). São Paulo: Paz e Terra, 1996.
DI NUCCI, E.P. (1997). Participação de pais na alfabetização de filhos na pré-escola: estudo de representações. Dissertação de Mestrado.
Pontifícia Universidade Católica de Campinas. SP. Brasil.
MALDONADO, M. T. (1998). Comunicação entre pais e filhos 10ª ed. Petrópolis: Voze
NOGUEIRA, M. A. (1998). Relação família-escola: novo objeto na sociologia da educação. Cadernos de Educação PAIDEIA, FFCLRP-USP,
Ribeirão Preto, Fev/ago

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Aldemir - slides TCC - Licenciatura e Bacharelado.PPT

TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILJJOAOPAULO7
 
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLATCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLAJJOAOPAULO7
 
A importância da educação infantil para o desempenho do aluno
A importância da educação infantil para o desempenho do alunoA importância da educação infantil para o desempenho do aluno
A importância da educação infantil para o desempenho do alunocibelefernoli
 
Trabalho elaine dourador
Trabalho elaine douradorTrabalho elaine dourador
Trabalho elaine douradorIsaias Silva
 
O Blablaba
O BlablabaO Blablaba
O BlablabaLuciana
 
O Blablaba da educação
O Blablaba da educaçãoO Blablaba da educação
O Blablaba da educaçãoLuciana
 
Colaboração familia escola maiomoni
Colaboração familia escola   maiomoniColaboração familia escola   maiomoni
Colaboração familia escola maiomonipedagogiaveracruz
 
A familia e a dificuldades de aprendizagem
A familia e a dificuldades de aprendizagemA familia e a dificuldades de aprendizagem
A familia e a dificuldades de aprendizagemMiria Silva
 
A importância da construção de valores na família e na escola
A importância da construção de valores na família e na escolaA importância da construção de valores na família e na escola
A importância da construção de valores na família e na escolaMaria Deuza dos Santos
 
Educação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
Educação no século XXI - Desafio de Pais e EducadoresEducação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
Educação no século XXI - Desafio de Pais e EducadoresLuciana Raspa Marcelo Lopes
 
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores. Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores. Luciana Raspa Marcelo Lopes
 
PIBID/Pedagogia: Um estudo das dificuldades de aprendizagem de alunos do prim...
PIBID/Pedagogia: Um estudo das dificuldades de aprendizagem de alunos do prim...PIBID/Pedagogia: Um estudo das dificuldades de aprendizagem de alunos do prim...
PIBID/Pedagogia: Um estudo das dificuldades de aprendizagem de alunos do prim...Amanda Barbosa
 
Universidade virtual do estado de são paulo
Universidade virtual do estado de são pauloUniversidade virtual do estado de são paulo
Universidade virtual do estado de são pauloBelmeri Cagnoni Silva
 
Relat seb praticas_cotidianas coedi mec
Relat seb praticas_cotidianas coedi mecRelat seb praticas_cotidianas coedi mec
Relat seb praticas_cotidianas coedi mecproinfancia
 
Parâmetros de qualidade para a educação infantil vol. 1
Parâmetros de qualidade para a  educação infantil vol. 1Parâmetros de qualidade para a  educação infantil vol. 1
Parâmetros de qualidade para a educação infantil vol. 1adelitalf
 

Semelhante a Aldemir - slides TCC - Licenciatura e Bacharelado.PPT (20)

TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLATCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
 
A importância da educação infantil para o desempenho do aluno
A importância da educação infantil para o desempenho do alunoA importância da educação infantil para o desempenho do aluno
A importância da educação infantil para o desempenho do aluno
 
Trabalho elaine dourador
Trabalho elaine douradorTrabalho elaine dourador
Trabalho elaine dourador
 
O Blablaba
O BlablabaO Blablaba
O Blablaba
 
O Blablaba da educação
O Blablaba da educaçãoO Blablaba da educação
O Blablaba da educação
 
Apostila o psicopedagogo e a educação especial pdf
Apostila o psicopedagogo e a educação especial   pdfApostila o psicopedagogo e a educação especial   pdf
Apostila o psicopedagogo e a educação especial pdf
 
Oppi
OppiOppi
Oppi
 
Colaboração familia escola maiomoni
Colaboração familia escola   maiomoniColaboração familia escola   maiomoni
Colaboração familia escola maiomoni
 
A familia e a dificuldades de aprendizagem
A familia e a dificuldades de aprendizagemA familia e a dificuldades de aprendizagem
A familia e a dificuldades de aprendizagem
 
A importância da construção de valores na família e na escola
A importância da construção de valores na família e na escolaA importância da construção de valores na família e na escola
A importância da construção de valores na família e na escola
 
Educação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
Educação no século XXI - Desafio de Pais e EducadoresEducação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
Educação no século XXI - Desafio de Pais e Educadores
 
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores. Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
 
INP-Aula 12.pptx
INP-Aula 12.pptxINP-Aula 12.pptx
INP-Aula 12.pptx
 
PIBID/Pedagogia: Um estudo das dificuldades de aprendizagem de alunos do prim...
PIBID/Pedagogia: Um estudo das dificuldades de aprendizagem de alunos do prim...PIBID/Pedagogia: Um estudo das dificuldades de aprendizagem de alunos do prim...
PIBID/Pedagogia: Um estudo das dificuldades de aprendizagem de alunos do prim...
 
29847
2984729847
29847
 
Universidade virtual do estado de são paulo
Universidade virtual do estado de são pauloUniversidade virtual do estado de são paulo
Universidade virtual do estado de são paulo
 
Relat seb praticas_cotidianas coedi mec
Relat seb praticas_cotidianas coedi mecRelat seb praticas_cotidianas coedi mec
Relat seb praticas_cotidianas coedi mec
 
Thaynara e vanuza
Thaynara e vanuzaThaynara e vanuza
Thaynara e vanuza
 
Parâmetros de qualidade para a educação infantil vol. 1
Parâmetros de qualidade para a  educação infantil vol. 1Parâmetros de qualidade para a  educação infantil vol. 1
Parâmetros de qualidade para a educação infantil vol. 1
 

Último

Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de EnfermagemAula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de EnfermagemCarlosLinsJr
 
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteinaaula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteinajarlianezootecnista
 
AULA 12 Sistema urinário.pptx9999999999999
AULA 12 Sistema urinário.pptx9999999999999AULA 12 Sistema urinário.pptx9999999999999
AULA 12 Sistema urinário.pptx9999999999999vanessa270433
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfEduardoSilva185439
 
CCIH NO CC.pdf comissao da CCIH NO CENTR CIRURGICO
CCIH NO CC.pdf comissao da CCIH NO CENTR CIRURGICOCCIH NO CC.pdf comissao da CCIH NO CENTR CIRURGICO
CCIH NO CC.pdf comissao da CCIH NO CENTR CIRURGICOTHIALYMARIASILVADACU
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdfHELLEN CRISTINA
 
Técnica Shantala para bebês: relaxamento
Técnica Shantala para bebês: relaxamentoTécnica Shantala para bebês: relaxamento
Técnica Shantala para bebês: relaxamentoPamelaMariaMoreiraFo
 
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfA HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfMarceloMonteiro213738
 
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTALDEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTALCarlosLinsJr
 
Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdf
Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdfAromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdf
Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdfanalucia839701
 
avaliação pratica. pdf
avaliação pratica.                           pdfavaliação pratica.                           pdf
avaliação pratica. pdfHELLEN CRISTINA
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.pptos-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.pptfernandoalvescosta3
 
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obrasosnikobus1
 

Último (14)

Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de EnfermagemAula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
 
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteinaaula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
 
AULA 12 Sistema urinário.pptx9999999999999
AULA 12 Sistema urinário.pptx9999999999999AULA 12 Sistema urinário.pptx9999999999999
AULA 12 Sistema urinário.pptx9999999999999
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
 
CCIH NO CC.pdf comissao da CCIH NO CENTR CIRURGICO
CCIH NO CC.pdf comissao da CCIH NO CENTR CIRURGICOCCIH NO CC.pdf comissao da CCIH NO CENTR CIRURGICO
CCIH NO CC.pdf comissao da CCIH NO CENTR CIRURGICO
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
 
Técnica Shantala para bebês: relaxamento
Técnica Shantala para bebês: relaxamentoTécnica Shantala para bebês: relaxamento
Técnica Shantala para bebês: relaxamento
 
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfA HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
 
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTALDEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
 
Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdf
Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdfAromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdf
Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdf
 
avaliação pratica. pdf
avaliação pratica.                           pdfavaliação pratica.                           pdf
avaliação pratica. pdf
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
 
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.pptos-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
 
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
 

Aldemir - slides TCC - Licenciatura e Bacharelado.PPT

  • 1. A RELAÇÃO FAMÍLIA-ESCOLA: UMA VIA DE MÃO DUPLA COM A EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA Curso de Licenciatura em Pedagogia Aldemir José Cardoso Pimentel Santarém/ 2021
  • 2. TEMA DO TCC •A relação família-escola: uma via de mão dupla com a educação e desenvolvimento da criança.
  • 3. CONTEXTUALIZAÇÃO DO TEMA •A Escola e família constituem dois contextos de desenvolvimentos fundamentais para a trajetória de vida de crianças; •É de suma importância para que se tenha um bom desenvolvimento psicológico e intelectual nas atividades que contribua para o desenvolvimento, em cada fase da vida.
  • 4. PROBLEMA DE PESQUISA Qual a importância da relação família-escola para o desenvolvimento da criança?
  • 5. OBJETIVOS DA PESQUISA Geral •Verificar a presença da família na escola e o desenvolvimento cognitivo e emocional do educando. Específicos •Refletir sobre a importância da presença na formação infantil; •Analisar o papel social da família; •Descrever a função como instituição social formativa.
  • 6. JUSTIFICATIVA •A ideia deste artigo surgiu ainda nos estágios de observação; •A temática da relação entre família e escola surge como relevante para verificar o alto índice de indisciplina e baixo rendimento escolar.
  • 7. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA (...) a criança, cuja família participa de forma mais direta no cotidiano. Escolar, apresenta um desempenho superior em relação àquela onde os pais estão ausentes do seu processo educacional. Ao conversarem com o filho sobre o que acontece na escola, cobrarem dele e ajudarem-no a fazer o dever de casa, falarem para não faltar à escola, tirar boas notas e ter hábito de leitura, os pais estarão contribuindo para a obtenção de notas mais altas (BRASIL, 2004 p. 23).
  • 8. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA (...) cumpre aos pais assegurar a si mesmos e aos filhos desenvolvimento pleno físico, emocional, mental, social e espiritual. Conhecer a interdependência desses vários planos: o estudo, por exemplo, depende muito da afetividade, do estímulo recebido em casa, e não apenas da aptidão para compreender. É preciso também saber levar os filhos a integrar os valores positivos do trabalho, da televisão, das leituras, dos companheiros. Criar ambiente crescimento no lar, de modo a permitir o desenvolvimento pleno do grupo, e de cada pessoa dentro do grupo, na direção exigida pela destinação eterna e no ritmo exigido pela aceleração da história (SCHIMIDT, 1973, p .11-12).
  • 9. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA A participação é algo que se aprende e aperfeiçoa. Ninguém nasce sabendo participar, mas como se trata de uma necessidade natural, a habilidade de participar cresce rapidamente quando existe oportunidade de praticá-la. Com a prática e autocrítica, a participação vai se aperfeiçoando, passando de uma etapa inicial mais diretiva a uma etapa superior de maior flexibilidade e autocontrole até culminar na autossugestão (BORDENAVE, 1995, p.78).
  • 10. METODOLOGIA •O presente trabalho foi constituído por meio de revisão bibliográfica; •A obtenção das informações ocorreu através de dados coletados em livros, artigos etc.
  • 11. CONSIDERAÇÕES FINAIS •Focaliza-se as funções da escola, considerando sua influência nas pessoas em desenvolvimento; •Apontam-se algumas considerações sobre a necessidade de compreender as inter-relações entre escola e família; •A integração entre esses dois contextos é destacada como desafio para a prática profissional.
  • 12. REFERÊNCIAS BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos: apresentação dos tema transversais Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998. _____ Estatuto da criança e do adolescente -ECA. Brasília, Distrito Federal: Senado, 1990. ___Ministério da Educação. Participação dos pais ajuda no desempenho escolar da criança: Disponível em: http://www.inep.gov.br BORDENAVE, Juan E. Diaz. O que é participação. Coleção Primeira Passos São Paulo: Brasiliense, 1995. CASTANHEIRA, Maria Lúcia. Entrada na escola, saída da escrita. BH, MG: Faculdade de Educação, UFMG, 1991. (Dissertação de Mestrado CASTANHEIRAS, M.L. (1992). Da escrita no cotidiano à escrita escolar. Leitura: Teoria e Pratica. 11 (20): 34-45. CUNHA, M. V. (1996). A escola renovada e a família desqualificada: do discurso histórico-sociológico ao psicologismo na educação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógico. Brasília, v.77, n. 186, p. 318-345, maio/ago. CURY, Augusto Jorge. Pais brilhantes, professores Fascinantes RJ: Sextante, 2003. KRAMER, Sônia (Org.). Profissionais de educação infantil: gestão e formação. São Paulo: Ática, 2005. p. 205.216. FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia saberes necessários à prática educativa.(Coleção Leitura). São Paulo: Paz e Terra, 1996. DI NUCCI, E.P. (1997). Participação de pais na alfabetização de filhos na pré-escola: estudo de representações. Dissertação de Mestrado. Pontifícia Universidade Católica de Campinas. SP. Brasil. MALDONADO, M. T. (1998). Comunicação entre pais e filhos 10ª ed. Petrópolis: Voze NOGUEIRA, M. A. (1998). Relação família-escola: novo objeto na sociologia da educação. Cadernos de Educação PAIDEIA, FFCLRP-USP, Ribeirão Preto, Fev/ago