SlideShare uma empresa Scribd logo
A Parceria Anunciantes e
Agentes
Em uma organização a gestão e o planejamento da
comunicação integrada de marketing envolvem a
participação de vários agentes internos e externos.
Internamente é preciso a sintonia de várias áreas como
produção, finanças, logística, recursos humanos, sistemas
de informação, engenharia de produtos, pesquisa
tecnológica, entre outras
O nível de envolvimento da diretoria (ou do gestor) depende das
características de cada organização. Uma das formas usuais é
atribuir essa função ao Gerente de Marketing / Comunicação. Ele
deve desenvolver o Planejamento e propor ações relativas ao mix
de marketing, ou 4 P´S (Produto, Preço, Praça e Promoção)
Externamente precisa entrar em contato com outras
esferas importantes, principalmente para o composto
de comunicação, que envolve a praça e a promoção.
Para tanto, podem contratar uma agência de
publicidade, para intermediar as ações através da
pesquisa e seleção dos veículos, desenvolvimento de
mapas de mídia e acompanhamento
Alguns anunciantes preferem
atuar sozinhos, sem
intermediação, mas com isso
perdem a colaboração de
profissionais que podem
agregar em conhecimento,
relacionamento e técnica
para alcançar o objetivo
É um equívoco acreditar que o custo de
veiculação é mais caro quando existe o
trabalho de uma agência. Deve-se lembrar
que tempo de mídia em veículos de
comunicação tem o mesmo valor, com ou
sem agência, garantido pela lei. A relação:
anunciante / agência/veículo possui ainda
um sistema de normas regulamentadas
através da Constituição
Após definir os melhores
veículos e estratégias
para a implementar o
Plano de Comunicação, o
anunciante
(representado pela
agência) negocia a
compra de espaço, ou
tempo de veiculação
O CENP (Conselho
Executivo de Normas
Padrão) é uma entidade
mantida pelas
empresas, que credencia
os agentes e fiscaliza a
relação: anunciante
/agências e veículos.
Segundo as suas
diretrizes, todos os
agentes devem primar
pelas relações éticas e
profissionais
Segundo o CENP, baseado nas normativas legais, cada veículo
deve possuir uma tabela de preços pública, que deve ser a
mesma para anunciantes e agências, deste valor repassar à
comissão, de no mínimo 20% para as agências credenciadas
O anunciante deve ter profissionalismo nas relações e
parcerias que assegurem a implementação da estratégia
definida no Plano de Comunicação Integrada de
Marketing, lembrando que a união de forças é
fundamental para os bons resultados
Atuação das Áreas da
Propaganda
Uma agência de propaganda caracteriza-se
por ser uma prestadora de serviços que
trabalha na intermediação entre os
anunciantes e os veículos de comunicação,
oferecendo outras estratégias para a
divulgação dos produtos e serviços junto
aos consumidores
A Publicidade e a
Propaganda envolvem
os mesmos profissionais
e as mesmas atividades
e, o que diferencia uma
da outra, seria a
mensagem transmitida
Como áreas de atuação, a atividade da publicitária pode trabalhar com a
comunicação interna (Endomarketing) ou comunicação externa (atingindo os
demais stakeholders). Internamente podem organizar e implantar campanhas
que promovam a filosofia da empresa e um ambiente de trabalho seguro e
saudável Externamente, os
profissionais de
propaganda atuam
desenvolvendo os mais
diferentes tipos de ações,
que vão desde a criação da
marca (branding) até as
ações que atinjam o
público-alvo, com
mensagens adequadas aos
objetivos
Para tanto, pode atuar com ações junto aos veículos, chamado de above
the line que envolve: elaboração de campanhas de comunicação para
mídias tradicionais; criação e produção: de anúncios impressos (folhetos,
cartazes, broadsides, folders, panfletos, flyers, anúncios para jornais e
revistas impressos etc.); de spots para rádio; de comerciais para televisão;
de jingles para rádio e televisão; de outdoors e suas variações (busdoor,
taxi-door, banners, backlight, frontlight etc.); de malas diretas; ações de
merchandising e promoção de vendas
As mídias digitais oferecem atuação para as agências e
publicitários, que podem planejar e implementar
campanhas e ações exclusivas para o universo online
como: criação e gerenciamento de sites, aplicação de
técnicas para a otimização em buscadores (Search
Engineer Optmization - SEO)
As mídias digitais
também desenvolvem
peças dos mais
diferentes formatos,
adequadas às mídias
sociais como
Facebook, Instagram
e Youtube, bem como
o direcionamento das
verbas através de
impulsionamentos e
patrocínios de
palavras chave
As ações de
propaganda são
um amplo leque de
opções, que
envolvem decisões
tomadas junto aos
anunciantes, de
acordo com
objetivos traçados
no Plano de
Comunicação, o
público alvo e a
verba disponível
Antes de qualquer ação é preciso
conhecer o anunciante, pesquisando o
mercado e traçando as melhores
estratégias. Deve-se estar atento às
novas opções que as mídias digitais
oferecem, inclusive com serviços
diferenciados que envolvam o
desenvolvimento de games, de
aplicativos e tantas outras opções que
levam em consideração o ambiente
virtual e a tendência de acesso móbile
dos consumidores
A Estrutura de Uma
Agência de Propaganda
A Publicidade nasceu como uma ferramenta do
Capitalismo e se intensificou durante todo o século 20, a
fim de informar a existência dos produtos aos
consumidores. Com a expansão do rádio e da TV os
serviços de publicidade foram se adaptando e as agências
de propaganda incorporaram novas habilidades
Mais profunda ainda foi a transformação sofrida a partir dos
anos 90 com a globalização, a popularização dos computados,
a internet e suas ferramentas. O mundo anterior à globalização
era mecânico, reducionista e linear (características típicas do
que chamamos de “paradigma da simplicidade”)
Com a globalização essa
simplicidade deu lugar a um
mundo dinâmico, marcado
por mudanças constantes,
intensas e aberto, onde a
interação passou a ser um
de seus pontos fortes e
interdisciplinar
A estrutura das agências de publicidade também foi
transformada, agregando novos serviços, contando com
profissionais multidisciplinares, alterando suas formas
de contato com os clientes e veículos. Até mesmo, a
forma de remuneração e contratação de profissionais
A estrutura tradicional de uma Agência de
Propaganda conta com alguns setores:
Atendimento:
Responsável pelo contato
com o cliente, é o
vendedor que trabalha na
frente, prospectando e
atendendo uma carteira
de clientes. Colhe as
informações e redige o
briefing, ou pedido de
trabalho
Criação: É a equipe responsável
pelo desenvolvimento do
briefing, geralmente composta
por duplas de criação (design +
redator), embora nos dias de
hoje a equipe criativa de uma
agência possa ser formada por
profissionais de outras áreas
como: programadores e
especialistas em mídias sociais
Mídia: É o profissional que
dentro da agência distribui a
verba entre os diferentes
veículos, além de realizar a
compra de espaços ou tempo
de veiculação, produzir
mapas de mídia, e em muitos
casos, agregar também a
função de planejamento
Produção: Após a aprovação do material desenvolvido
pela criação é o setor responsável pela execução e
entrega final para os veículos. Em muitos casos o
serviço de produção é terceirizado pelas agências
Tráfego: Setor responsável pela
entrega e recolhimento de
materiais, também pela distribuição
das tarefas entre a equipe atento ao
cronograma de entrega
Social Média: Função que surge com o
marketing digital e que pode abranger a
criação e o desenvolvimento de
campanhas para serem veiculadas em
meios digitais
O organograma pode incluir várias subdivisões em cada um
dos setores apresentados. O processo do trabalho se inicia
com o contato entre o cliente e o atendimento, o qual
solicita (através do briefing) um trabalho ou job à sua equipe
(BRIEFING: significa “Resumo” em inglês. É o
documento preenchido pelo atendimento que contém os
dados sobre o cliente e o objetivo da campanha) Após reunião é definida
a equipe de criação
responsável pelo
projeto, quais os
objetivos, planejamento
e o cronograma de
entrega. Com a proposta
em mãos, o
atendimento retorna ao
cliente para a
apresentação e
aprovação
Se aprovado, o projeto passa à produção e à
compra dos espaços de mídia e, caso haja
alteração, o briefing retorna à criação para os
ajustes necessários
Esta organização é importante para manter o fluxo
do trabalho e a hierarquia, evitando que o cliente
fale direto com a equipe de criação (por exemplo)
O Novo Cenário da
Comunicação
Desde sua origem, a comunicação entre os seres
humanos se baseia na linguagem e na troca de
informação decodificada entre o emissor e o
receptor, com o intermédio de um canal
A comunicação foi revolucionada pela imprensa, a qual
possibilitou que a informação fosse transmitida de um
para muitos e, no século 20, os meios de massa (TV e
rádio) impulsionaram o mercado de produção, difusão e
consumo da comunicação
No Brasil (final dos anos 80) os
computadores chegaram às empresas
de comunicação, o que facilitou o
processamento de dados e o processo
criativo. No início de 2000 esta
alteração é percebida em novas formas
de transmissão da informação, novos
produtos, novas funções e novas
maneiras de consumir a comunicação
As mudanças se intensificaram e,
computadores cada vez menores e com
maior capacidade de processamento e
armazenamento maiores, juntamente
com a popularização de ferramentas de
produção e publicação, nos colocam em
um novo cenário da comunicação: de
muitos para muitos
As possibilidades móbiles acentuaram a presença do
receptor no processo comunicativo e, hoje, com artefatos
que cabem na palma da mão, pode-se produzir foto de
qualidade, editar vídeos, aplicar filtros, conectar pessoas,
realizar videoconferências, transmissões ao vivo, publicar,
entre outras atividades que antes exigiam a utilização de
outras máquinas e o envolvimento de outras pessoas
Neste cenário o público ganhou
autonomia para escolher quais
mensagens quer seguir, curtir e até
compartilhar entre suas redes. O
contexto é desafiador para o
profissional que precisa se reinventar
em aptidão técnica e conhecimento
para poder se destacar
Não há uma divisão clara entre as funções e se exige,
cada vez mais, múltiplas habilidades que se modificam
constantemente. As tecnologias modificaram também o
consumo das mídias tradicionais, a TV digital oferece
maior qualidade de imagem e som, mas também a
possibilidade de interatividade e da personalização,
através dos sistemas on deman, por exemplo
O rádio tem alcance global transmitindo ao vivo via
rede e, a mídia imprensa, se adaptou em novos
formatos com a valorização dos recursos transmídias.
Todas essas ferramentas possibilitam acesso a atores
que antes não atuavam, com dispositivos de legenda e
leitura de imagem, ainda incipientes, mas que
garantem possibilidades às pessoas com deficiência
Neste ambiente, o relacionamento
com o público é importante que se
faça com mensagens que
demonstrem mais do que a intenção
de venda, assim como com a
responsabilidade social, ambiental e
com o mundo como um todo
Convergência e
Interatividade das Mídias
A Convergência propõe 3 movimentos contemporâneos:
1) a Convergência dos Meios de Comunicação, 2) a
Inteligência Coletiva; 3) a Cultura Participativa. Estas 3
características confluem em uma era em que os meios e os
papéis se misturam e o antigo receptor é capaz de opinar
sobre uma mensagem, produzir e participar de uma
coletividade formada pela cooperação
1) A Convergência é percebida desde a confluência dos
meios (TV, rádio e impresso) para o suporte digital. Neste
suporte as diferentes linguagens não só convivem, mas se
comunicam mutuamente em experiências multimídias como:
A) Crossmedia: Consiste
na adaptação da
mensagem para um novo
meio, como o que
aconteceu no início da
internet quando os jornais
impressos eram somente
transportados para um
novo suporte, sem
modificar sua estrutura
B) Transmidia: Distribui a marca em diversos suportes
distintos. Exemplo: a transmissão dos jogos dos
campeonatos de futebol: enquanto assiste a transmissão
ao vivo na TV, o espectador pode opinar, acessar o site do
veículo de comunicação, participar de fóruns de
discussão, rever lances polêmicos, baixar o aplicativo de
jogo interativo que reúne torcedores de todo o país,
comprar itens, assinar canais e consumir a partida de
futebol de inúmeras formas
2) A Inteligência Coletiva pressupõe a interatividade que a
internet trouxe de nos conectarmos e participar ativamente da
construção de mensagens e informações, sendo todos capazes
de contribuir. Exemplo: Wikipédia (usuários do mundo todo
podem acrescentar seus conhecimentos a respeito de
determinado tema. O conhecimento é descentralizado: 1º
porque pode ser produzido por todos; 2º porque todos têm
acesso)
3) A Cultura Participativa
permite a cada um fazer parte
do processo, sendo possível a
maioria das pessoas a própria
produção e difusão da
informação. É possível criar e
recriar produtos, misturando
linguagens e materiais
rapidamente. Um dos primeiros
exemplos da cultura
participativa são os reality
shows, onde a participação do
público é peça fundamental
Essas características não são exclusivas do
campo midiático e, a convergência tende a
invadir vários aspectos sociais, com os conceitos
de casas e cidades inteligentes ou automóveis
automatizados que interagem com o meio
É importante que as empresas e os
profissionais de marketing estejam atentos a
estes novos movimentos para gerar
oportunidades, desde a escolha das
estratégias, a definição do público e as
formas de veiculação de uma mensagem

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceitos de Marketing
Conceitos de MarketingConceitos de Marketing
Conceitos de Marketing
Almir Pereira
 
Cronograma de Comunicação - Moringa
Cronograma de Comunicação - MoringaCronograma de Comunicação - Moringa
Cronograma de Comunicação - Moringa
gabrielmoringa
 
Atendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e Propaganda
Atendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e PropagandaAtendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e Propaganda
Atendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e Propaganda
Cíntia Dal Bello
 
Lae Comunicação Interna e Externa
Lae Comunicação Interna e ExternaLae Comunicação Interna e Externa
Lae Comunicação Interna e Externa
Frederico Marques
 
Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing
Carlos Alves
 
Comunicação Integrada
Comunicação IntegradaComunicação Integrada
Comunicação Integrada
Claudio Toldo
 
Aula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integrada
Aula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integradaAula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integrada
Aula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integrada
Elizeu Nascimento Silva
 
A importância da comunicação integrada externa e interna para o sucesso da ...
A importância da comunicação integrada   externa e interna para o sucesso da ...A importância da comunicação integrada   externa e interna para o sucesso da ...
A importância da comunicação integrada externa e interna para o sucesso da ...
Luiz Carlos de Almeida
 
Resenha do livro planejamento de propaganda
Resenha do livro planejamento de propagandaResenha do livro planejamento de propaganda
Resenha do livro planejamento de propaganda
Stevan Scarparo
 
Plano de Comunicação & Plano de Marketing
Plano de Comunicação & Plano de MarketingPlano de Comunicação & Plano de Marketing
Plano de Comunicação & Plano de Marketing
Raissa Barros
 
Como usar a Comunicação Empresarial a seu favor
Como usar a Comunicação Empresarial a seu favorComo usar a Comunicação Empresarial a seu favor
Como usar a Comunicação Empresarial a seu favor
Mauro de Oliveira
 
Plano de Comunicação
Plano de Comunicação Plano de Comunicação
Plano de Comunicação
Karina Rocha
 
Comunicação empresarial aula 1
Comunicação empresarial   aula 1Comunicação empresarial   aula 1
Comunicação empresarial aula 1
wesleycesar
 
Comunicação empresarial
Comunicação empresarialComunicação empresarial
Comunicação empresarial
Cleoci Ribeiro
 
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de Popaganda
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de PopagandaIntrodução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de Popaganda
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de Popaganda
Thiago Ianatoni
 
Agência de Publicidade: áreas e setores
Agência de Publicidade:  áreas e setoresAgência de Publicidade:  áreas e setores
Agência de Publicidade: áreas e setores
Giorgia Barreto Lima Parrião
 
Monografia Sobre Atendimento
Monografia Sobre AtendimentoMonografia Sobre Atendimento
Monografia Sobre Atendimento
Katia Viola
 
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimentoA evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
Cíntia Dal Bello
 
PDF Agenda de Marketing e Redes Sociais
PDF Agenda de Marketing e Redes SociaisPDF Agenda de Marketing e Redes Sociais
PDF Agenda de Marketing e Redes Sociais
Vasco Marques
 
Comunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE BásicoComunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE Básico
Carlos Alves
 

Mais procurados (20)

Conceitos de Marketing
Conceitos de MarketingConceitos de Marketing
Conceitos de Marketing
 
Cronograma de Comunicação - Moringa
Cronograma de Comunicação - MoringaCronograma de Comunicação - Moringa
Cronograma de Comunicação - Moringa
 
Atendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e Propaganda
Atendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e PropagandaAtendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e Propaganda
Atendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e Propaganda
 
Lae Comunicação Interna e Externa
Lae Comunicação Interna e ExternaLae Comunicação Interna e Externa
Lae Comunicação Interna e Externa
 
Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing
 
Comunicação Integrada
Comunicação IntegradaComunicação Integrada
Comunicação Integrada
 
Aula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integrada
Aula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integradaAula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integrada
Aula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integrada
 
A importância da comunicação integrada externa e interna para o sucesso da ...
A importância da comunicação integrada   externa e interna para o sucesso da ...A importância da comunicação integrada   externa e interna para o sucesso da ...
A importância da comunicação integrada externa e interna para o sucesso da ...
 
Resenha do livro planejamento de propaganda
Resenha do livro planejamento de propagandaResenha do livro planejamento de propaganda
Resenha do livro planejamento de propaganda
 
Plano de Comunicação & Plano de Marketing
Plano de Comunicação & Plano de MarketingPlano de Comunicação & Plano de Marketing
Plano de Comunicação & Plano de Marketing
 
Como usar a Comunicação Empresarial a seu favor
Como usar a Comunicação Empresarial a seu favorComo usar a Comunicação Empresarial a seu favor
Como usar a Comunicação Empresarial a seu favor
 
Plano de Comunicação
Plano de Comunicação Plano de Comunicação
Plano de Comunicação
 
Comunicação empresarial aula 1
Comunicação empresarial   aula 1Comunicação empresarial   aula 1
Comunicação empresarial aula 1
 
Comunicação empresarial
Comunicação empresarialComunicação empresarial
Comunicação empresarial
 
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de Popaganda
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de PopagandaIntrodução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de Popaganda
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de Popaganda
 
Agência de Publicidade: áreas e setores
Agência de Publicidade:  áreas e setoresAgência de Publicidade:  áreas e setores
Agência de Publicidade: áreas e setores
 
Monografia Sobre Atendimento
Monografia Sobre AtendimentoMonografia Sobre Atendimento
Monografia Sobre Atendimento
 
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimentoA evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
 
PDF Agenda de Marketing e Redes Sociais
PDF Agenda de Marketing e Redes SociaisPDF Agenda de Marketing e Redes Sociais
PDF Agenda de Marketing e Redes Sociais
 
Comunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE BásicoComunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE Básico
 

Semelhante a Agências de Propaganda (Parcerias Anunciantes e Estruturas Organizacionais)

Apostila midia ucg
Apostila midia ucgApostila midia ucg
Apostila midia ucg
Atomy Brasil
 
Aulas de Gestão de negócios
Aulas de Gestão de negóciosAulas de Gestão de negócios
Aulas de Gestão de negócios
Ivone Rocha
 
Publicidade, propaganda e Marketing: O segredo por trás de qualquer negócio
Publicidade, propaganda e Marketing: O segredo por trás de qualquer negócioPublicidade, propaganda e Marketing: O segredo por trás de qualquer negócio
Publicidade, propaganda e Marketing: O segredo por trás de qualquer negócio
Fellipe Camara
 
Criatividade em Comunicação Empresarial
Criatividade em Comunicação EmpresarialCriatividade em Comunicação Empresarial
Criatividade em Comunicação Empresarial
Júlio Silva
 
Publicidade & Propaganda - aula 08
Publicidade & Propaganda - aula 08Publicidade & Propaganda - aula 08
Publicidade & Propaganda - aula 08
Ricardo Americo
 
Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publici...
Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publici...Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publici...
Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publici...
Cíntia Dal Bello
 
Artigo cientifico - Diferença entre Google Ads e Mídia Programática - Suelle...
Artigo cientifico  - Diferença entre Google Ads e Mídia Programática - Suelle...Artigo cientifico  - Diferença entre Google Ads e Mídia Programática - Suelle...
Artigo cientifico - Diferença entre Google Ads e Mídia Programática - Suelle...
Suellen Dias
 
O Profissional de Midia
O Profissional de MidiaO Profissional de Midia
O Profissional de Midia
Earle Martins
 
Apresentacao de marketing
Apresentacao de marketingApresentacao de marketing
Apresentacao de marketing
Blogotipos - Diário das Marcas
 
Mercado de trabalho marketing e vendas- artigo
Mercado de trabalho   marketing e vendas- artigoMercado de trabalho   marketing e vendas- artigo
Mercado de trabalho marketing e vendas- artigo
Deborah Moreira
 
O passo a passo da mídia com Letícia Herrmann
O passo a passo da mídia com Letícia HerrmannO passo a passo da mídia com Letícia Herrmann
O passo a passo da mídia com Letícia Herrmann
Ponto Pasta UFPR
 
Institucional Toda Comunicação
Institucional Toda ComunicaçãoInstitucional Toda Comunicação
Institucional Toda Comunicação
todacomunicacao
 
ApresentacaoOperacoeImobiliariasTTI.pptx
ApresentacaoOperacoeImobiliariasTTI.pptxApresentacaoOperacoeImobiliariasTTI.pptx
ApresentacaoOperacoeImobiliariasTTI.pptx
MrciaArrudaEscrimim
 
Marketing digital- conceito e definição
Marketing digital- conceito e definiçãoMarketing digital- conceito e definição
Marketing digital- conceito e definição
Janaína Nogueira
 
02 Estrutura E Principais Atividades
02 Estrutura E  Principais Atividades02 Estrutura E  Principais Atividades
02 Estrutura E Principais Atividades
lia.lvo
 
Comunicação digital, marketing digital e as mídias
Comunicação digital, marketing digital e as mídiasComunicação digital, marketing digital e as mídias
Comunicação digital, marketing digital e as mídias
Josué Brazil
 
(Artigo) Assessoria de Imprensa e o Content Marketing
(Artigo) Assessoria de Imprensa e o Content Marketing(Artigo) Assessoria de Imprensa e o Content Marketing
(Artigo) Assessoria de Imprensa e o Content Marketing
Samuel Lima
 
Manual de publicidade
Manual de publicidadeManual de publicidade
Manual de publicidade
Joseane Serpa
 
Comunicação Integrada
Comunicação IntegradaComunicação Integrada
Comunicação Integrada
Dennys Welder
 
E-Book O Impacto dos Novos Canais na Comunicação Tradicional E-Consulting Co...
 E-Book O Impacto dos Novos Canais na Comunicação Tradicional E-Consulting Co... E-Book O Impacto dos Novos Canais na Comunicação Tradicional E-Consulting Co...
E-Book O Impacto dos Novos Canais na Comunicação Tradicional E-Consulting Co...
E-Consulting Corp.
 

Semelhante a Agências de Propaganda (Parcerias Anunciantes e Estruturas Organizacionais) (20)

Apostila midia ucg
Apostila midia ucgApostila midia ucg
Apostila midia ucg
 
Aulas de Gestão de negócios
Aulas de Gestão de negóciosAulas de Gestão de negócios
Aulas de Gestão de negócios
 
Publicidade, propaganda e Marketing: O segredo por trás de qualquer negócio
Publicidade, propaganda e Marketing: O segredo por trás de qualquer negócioPublicidade, propaganda e Marketing: O segredo por trás de qualquer negócio
Publicidade, propaganda e Marketing: O segredo por trás de qualquer negócio
 
Criatividade em Comunicação Empresarial
Criatividade em Comunicação EmpresarialCriatividade em Comunicação Empresarial
Criatividade em Comunicação Empresarial
 
Publicidade & Propaganda - aula 08
Publicidade & Propaganda - aula 08Publicidade & Propaganda - aula 08
Publicidade & Propaganda - aula 08
 
Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publici...
Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publici...Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publici...
Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publici...
 
Artigo cientifico - Diferença entre Google Ads e Mídia Programática - Suelle...
Artigo cientifico  - Diferença entre Google Ads e Mídia Programática - Suelle...Artigo cientifico  - Diferença entre Google Ads e Mídia Programática - Suelle...
Artigo cientifico - Diferença entre Google Ads e Mídia Programática - Suelle...
 
O Profissional de Midia
O Profissional de MidiaO Profissional de Midia
O Profissional de Midia
 
Apresentacao de marketing
Apresentacao de marketingApresentacao de marketing
Apresentacao de marketing
 
Mercado de trabalho marketing e vendas- artigo
Mercado de trabalho   marketing e vendas- artigoMercado de trabalho   marketing e vendas- artigo
Mercado de trabalho marketing e vendas- artigo
 
O passo a passo da mídia com Letícia Herrmann
O passo a passo da mídia com Letícia HerrmannO passo a passo da mídia com Letícia Herrmann
O passo a passo da mídia com Letícia Herrmann
 
Institucional Toda Comunicação
Institucional Toda ComunicaçãoInstitucional Toda Comunicação
Institucional Toda Comunicação
 
ApresentacaoOperacoeImobiliariasTTI.pptx
ApresentacaoOperacoeImobiliariasTTI.pptxApresentacaoOperacoeImobiliariasTTI.pptx
ApresentacaoOperacoeImobiliariasTTI.pptx
 
Marketing digital- conceito e definição
Marketing digital- conceito e definiçãoMarketing digital- conceito e definição
Marketing digital- conceito e definição
 
02 Estrutura E Principais Atividades
02 Estrutura E  Principais Atividades02 Estrutura E  Principais Atividades
02 Estrutura E Principais Atividades
 
Comunicação digital, marketing digital e as mídias
Comunicação digital, marketing digital e as mídiasComunicação digital, marketing digital e as mídias
Comunicação digital, marketing digital e as mídias
 
(Artigo) Assessoria de Imprensa e o Content Marketing
(Artigo) Assessoria de Imprensa e o Content Marketing(Artigo) Assessoria de Imprensa e o Content Marketing
(Artigo) Assessoria de Imprensa e o Content Marketing
 
Manual de publicidade
Manual de publicidadeManual de publicidade
Manual de publicidade
 
Comunicação Integrada
Comunicação IntegradaComunicação Integrada
Comunicação Integrada
 
E-Book O Impacto dos Novos Canais na Comunicação Tradicional E-Consulting Co...
 E-Book O Impacto dos Novos Canais na Comunicação Tradicional E-Consulting Co... E-Book O Impacto dos Novos Canais na Comunicação Tradicional E-Consulting Co...
E-Book O Impacto dos Novos Canais na Comunicação Tradicional E-Consulting Co...
 

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas

Comportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de TrabalhoComportamento em Ambientes de Trabalho
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes SociaisComo Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes CorporativosPostura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptxO Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptxConceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas OrganizacõesA Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptxA Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptxProgramação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
DINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptxDINÂMICA de GRUPO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptxAUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptxDESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptxA Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas (20)

Comportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de TrabalhoComportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de Trabalho
 
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes SociaisComo Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
 
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
 
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes CorporativosPostura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
 
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
 
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptxO Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
 
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptxConceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
 
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas OrganizacõesA Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
 
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
 
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptxA Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
 
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptxProgramação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
 
DINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptxDINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptx
 
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptxAUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
 
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptxDESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
 
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptxA Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
 
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
 

Último

Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
Paulo Dalla Nora Macedo
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
edsonfrancojunior99
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 

Último (6)

Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 

Agências de Propaganda (Parcerias Anunciantes e Estruturas Organizacionais)

  • 1. A Parceria Anunciantes e Agentes Em uma organização a gestão e o planejamento da comunicação integrada de marketing envolvem a participação de vários agentes internos e externos. Internamente é preciso a sintonia de várias áreas como produção, finanças, logística, recursos humanos, sistemas de informação, engenharia de produtos, pesquisa tecnológica, entre outras O nível de envolvimento da diretoria (ou do gestor) depende das características de cada organização. Uma das formas usuais é atribuir essa função ao Gerente de Marketing / Comunicação. Ele deve desenvolver o Planejamento e propor ações relativas ao mix de marketing, ou 4 P´S (Produto, Preço, Praça e Promoção) Externamente precisa entrar em contato com outras esferas importantes, principalmente para o composto de comunicação, que envolve a praça e a promoção. Para tanto, podem contratar uma agência de publicidade, para intermediar as ações através da pesquisa e seleção dos veículos, desenvolvimento de mapas de mídia e acompanhamento Alguns anunciantes preferem atuar sozinhos, sem intermediação, mas com isso perdem a colaboração de profissionais que podem agregar em conhecimento, relacionamento e técnica para alcançar o objetivo
  • 2. É um equívoco acreditar que o custo de veiculação é mais caro quando existe o trabalho de uma agência. Deve-se lembrar que tempo de mídia em veículos de comunicação tem o mesmo valor, com ou sem agência, garantido pela lei. A relação: anunciante / agência/veículo possui ainda um sistema de normas regulamentadas através da Constituição Após definir os melhores veículos e estratégias para a implementar o Plano de Comunicação, o anunciante (representado pela agência) negocia a compra de espaço, ou tempo de veiculação O CENP (Conselho Executivo de Normas Padrão) é uma entidade mantida pelas empresas, que credencia os agentes e fiscaliza a relação: anunciante /agências e veículos. Segundo as suas diretrizes, todos os agentes devem primar pelas relações éticas e profissionais Segundo o CENP, baseado nas normativas legais, cada veículo deve possuir uma tabela de preços pública, que deve ser a mesma para anunciantes e agências, deste valor repassar à comissão, de no mínimo 20% para as agências credenciadas O anunciante deve ter profissionalismo nas relações e parcerias que assegurem a implementação da estratégia definida no Plano de Comunicação Integrada de Marketing, lembrando que a união de forças é fundamental para os bons resultados
  • 3. Atuação das Áreas da Propaganda Uma agência de propaganda caracteriza-se por ser uma prestadora de serviços que trabalha na intermediação entre os anunciantes e os veículos de comunicação, oferecendo outras estratégias para a divulgação dos produtos e serviços junto aos consumidores A Publicidade e a Propaganda envolvem os mesmos profissionais e as mesmas atividades e, o que diferencia uma da outra, seria a mensagem transmitida Como áreas de atuação, a atividade da publicitária pode trabalhar com a comunicação interna (Endomarketing) ou comunicação externa (atingindo os demais stakeholders). Internamente podem organizar e implantar campanhas que promovam a filosofia da empresa e um ambiente de trabalho seguro e saudável Externamente, os profissionais de propaganda atuam desenvolvendo os mais diferentes tipos de ações, que vão desde a criação da marca (branding) até as ações que atinjam o público-alvo, com mensagens adequadas aos objetivos Para tanto, pode atuar com ações junto aos veículos, chamado de above the line que envolve: elaboração de campanhas de comunicação para mídias tradicionais; criação e produção: de anúncios impressos (folhetos, cartazes, broadsides, folders, panfletos, flyers, anúncios para jornais e revistas impressos etc.); de spots para rádio; de comerciais para televisão; de jingles para rádio e televisão; de outdoors e suas variações (busdoor, taxi-door, banners, backlight, frontlight etc.); de malas diretas; ações de merchandising e promoção de vendas
  • 4. As mídias digitais oferecem atuação para as agências e publicitários, que podem planejar e implementar campanhas e ações exclusivas para o universo online como: criação e gerenciamento de sites, aplicação de técnicas para a otimização em buscadores (Search Engineer Optmization - SEO) As mídias digitais também desenvolvem peças dos mais diferentes formatos, adequadas às mídias sociais como Facebook, Instagram e Youtube, bem como o direcionamento das verbas através de impulsionamentos e patrocínios de palavras chave As ações de propaganda são um amplo leque de opções, que envolvem decisões tomadas junto aos anunciantes, de acordo com objetivos traçados no Plano de Comunicação, o público alvo e a verba disponível Antes de qualquer ação é preciso conhecer o anunciante, pesquisando o mercado e traçando as melhores estratégias. Deve-se estar atento às novas opções que as mídias digitais oferecem, inclusive com serviços diferenciados que envolvam o desenvolvimento de games, de aplicativos e tantas outras opções que levam em consideração o ambiente virtual e a tendência de acesso móbile dos consumidores
  • 5. A Estrutura de Uma Agência de Propaganda A Publicidade nasceu como uma ferramenta do Capitalismo e se intensificou durante todo o século 20, a fim de informar a existência dos produtos aos consumidores. Com a expansão do rádio e da TV os serviços de publicidade foram se adaptando e as agências de propaganda incorporaram novas habilidades Mais profunda ainda foi a transformação sofrida a partir dos anos 90 com a globalização, a popularização dos computados, a internet e suas ferramentas. O mundo anterior à globalização era mecânico, reducionista e linear (características típicas do que chamamos de “paradigma da simplicidade”) Com a globalização essa simplicidade deu lugar a um mundo dinâmico, marcado por mudanças constantes, intensas e aberto, onde a interação passou a ser um de seus pontos fortes e interdisciplinar A estrutura das agências de publicidade também foi transformada, agregando novos serviços, contando com profissionais multidisciplinares, alterando suas formas de contato com os clientes e veículos. Até mesmo, a forma de remuneração e contratação de profissionais A estrutura tradicional de uma Agência de Propaganda conta com alguns setores:
  • 6. Atendimento: Responsável pelo contato com o cliente, é o vendedor que trabalha na frente, prospectando e atendendo uma carteira de clientes. Colhe as informações e redige o briefing, ou pedido de trabalho Criação: É a equipe responsável pelo desenvolvimento do briefing, geralmente composta por duplas de criação (design + redator), embora nos dias de hoje a equipe criativa de uma agência possa ser formada por profissionais de outras áreas como: programadores e especialistas em mídias sociais Mídia: É o profissional que dentro da agência distribui a verba entre os diferentes veículos, além de realizar a compra de espaços ou tempo de veiculação, produzir mapas de mídia, e em muitos casos, agregar também a função de planejamento Produção: Após a aprovação do material desenvolvido pela criação é o setor responsável pela execução e entrega final para os veículos. Em muitos casos o serviço de produção é terceirizado pelas agências Tráfego: Setor responsável pela entrega e recolhimento de materiais, também pela distribuição das tarefas entre a equipe atento ao cronograma de entrega Social Média: Função que surge com o marketing digital e que pode abranger a criação e o desenvolvimento de campanhas para serem veiculadas em meios digitais
  • 7. O organograma pode incluir várias subdivisões em cada um dos setores apresentados. O processo do trabalho se inicia com o contato entre o cliente e o atendimento, o qual solicita (através do briefing) um trabalho ou job à sua equipe (BRIEFING: significa “Resumo” em inglês. É o documento preenchido pelo atendimento que contém os dados sobre o cliente e o objetivo da campanha) Após reunião é definida a equipe de criação responsável pelo projeto, quais os objetivos, planejamento e o cronograma de entrega. Com a proposta em mãos, o atendimento retorna ao cliente para a apresentação e aprovação Se aprovado, o projeto passa à produção e à compra dos espaços de mídia e, caso haja alteração, o briefing retorna à criação para os ajustes necessários Esta organização é importante para manter o fluxo do trabalho e a hierarquia, evitando que o cliente fale direto com a equipe de criação (por exemplo)
  • 8. O Novo Cenário da Comunicação Desde sua origem, a comunicação entre os seres humanos se baseia na linguagem e na troca de informação decodificada entre o emissor e o receptor, com o intermédio de um canal A comunicação foi revolucionada pela imprensa, a qual possibilitou que a informação fosse transmitida de um para muitos e, no século 20, os meios de massa (TV e rádio) impulsionaram o mercado de produção, difusão e consumo da comunicação No Brasil (final dos anos 80) os computadores chegaram às empresas de comunicação, o que facilitou o processamento de dados e o processo criativo. No início de 2000 esta alteração é percebida em novas formas de transmissão da informação, novos produtos, novas funções e novas maneiras de consumir a comunicação As mudanças se intensificaram e, computadores cada vez menores e com maior capacidade de processamento e armazenamento maiores, juntamente com a popularização de ferramentas de produção e publicação, nos colocam em um novo cenário da comunicação: de muitos para muitos
  • 9. As possibilidades móbiles acentuaram a presença do receptor no processo comunicativo e, hoje, com artefatos que cabem na palma da mão, pode-se produzir foto de qualidade, editar vídeos, aplicar filtros, conectar pessoas, realizar videoconferências, transmissões ao vivo, publicar, entre outras atividades que antes exigiam a utilização de outras máquinas e o envolvimento de outras pessoas Neste cenário o público ganhou autonomia para escolher quais mensagens quer seguir, curtir e até compartilhar entre suas redes. O contexto é desafiador para o profissional que precisa se reinventar em aptidão técnica e conhecimento para poder se destacar Não há uma divisão clara entre as funções e se exige, cada vez mais, múltiplas habilidades que se modificam constantemente. As tecnologias modificaram também o consumo das mídias tradicionais, a TV digital oferece maior qualidade de imagem e som, mas também a possibilidade de interatividade e da personalização, através dos sistemas on deman, por exemplo O rádio tem alcance global transmitindo ao vivo via rede e, a mídia imprensa, se adaptou em novos formatos com a valorização dos recursos transmídias. Todas essas ferramentas possibilitam acesso a atores que antes não atuavam, com dispositivos de legenda e leitura de imagem, ainda incipientes, mas que garantem possibilidades às pessoas com deficiência Neste ambiente, o relacionamento com o público é importante que se faça com mensagens que demonstrem mais do que a intenção de venda, assim como com a responsabilidade social, ambiental e com o mundo como um todo
  • 10. Convergência e Interatividade das Mídias A Convergência propõe 3 movimentos contemporâneos: 1) a Convergência dos Meios de Comunicação, 2) a Inteligência Coletiva; 3) a Cultura Participativa. Estas 3 características confluem em uma era em que os meios e os papéis se misturam e o antigo receptor é capaz de opinar sobre uma mensagem, produzir e participar de uma coletividade formada pela cooperação 1) A Convergência é percebida desde a confluência dos meios (TV, rádio e impresso) para o suporte digital. Neste suporte as diferentes linguagens não só convivem, mas se comunicam mutuamente em experiências multimídias como: A) Crossmedia: Consiste na adaptação da mensagem para um novo meio, como o que aconteceu no início da internet quando os jornais impressos eram somente transportados para um novo suporte, sem modificar sua estrutura B) Transmidia: Distribui a marca em diversos suportes distintos. Exemplo: a transmissão dos jogos dos campeonatos de futebol: enquanto assiste a transmissão ao vivo na TV, o espectador pode opinar, acessar o site do veículo de comunicação, participar de fóruns de discussão, rever lances polêmicos, baixar o aplicativo de jogo interativo que reúne torcedores de todo o país, comprar itens, assinar canais e consumir a partida de futebol de inúmeras formas
  • 11. 2) A Inteligência Coletiva pressupõe a interatividade que a internet trouxe de nos conectarmos e participar ativamente da construção de mensagens e informações, sendo todos capazes de contribuir. Exemplo: Wikipédia (usuários do mundo todo podem acrescentar seus conhecimentos a respeito de determinado tema. O conhecimento é descentralizado: 1º porque pode ser produzido por todos; 2º porque todos têm acesso) 3) A Cultura Participativa permite a cada um fazer parte do processo, sendo possível a maioria das pessoas a própria produção e difusão da informação. É possível criar e recriar produtos, misturando linguagens e materiais rapidamente. Um dos primeiros exemplos da cultura participativa são os reality shows, onde a participação do público é peça fundamental Essas características não são exclusivas do campo midiático e, a convergência tende a invadir vários aspectos sociais, com os conceitos de casas e cidades inteligentes ou automóveis automatizados que interagem com o meio É importante que as empresas e os profissionais de marketing estejam atentos a estes novos movimentos para gerar oportunidades, desde a escolha das estratégias, a definição do público e as formas de veiculação de uma mensagem