SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Baixar para ler offline
SUBTEMA
S2
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E
SECUNDÁRIAS
FLUXOS DE ENERGIA E
CICLOS DE MATÉRIA EM
EQUILÍBRIO DINÂMICO
MISSÃO: AMBIENTE 8
Parque Nacional da Peneda Gerês
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Devo ser capaz de
• Caracterizar as fases de uma sucessão ecológica em documentos
diversificados sobre sucessões ecológicas primárias e secundárias.
Aprendizagens Essenciais
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Evolução de uma comunidade ao longo do tempo
Comunidade
pioneira
SUCESSÃO ECOLÓGICA
Comunidade
intermédia
Comunidade
clímax
Parque Nacional da Peneda Gerês Parque Nacional da Peneda Gerês Parque Nacional da Peneda Gerês
Sequência de comunidades que se vão substituindo umas às outras,
ao longo do tempo e numa determinada área.
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica primária
• Ocupação lenta por seres vivos de um local anteriormente
desprovido de organismos.
Parque Nacional da Peneda Gerês
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica primária
Comunidade
Pioneira
• Primeira a instalar-se.
• Encontram-se espécies pouco
exigentes nutricionalmente.
• Espécies resistentes à falta de
água, à escassez de matéria
orgânica e à aridez do clima.
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica primária
Comunidade
Intermédia
• Segunda a instalar-se.
• Desenvolve-se
vegetação arbustiva
• Número crescente de
espécies.
Comunidade
Pioneira
• Primeira a instalar-se.
• Encontram-se espécies pouco
exigentes nutricionalmente.
• Espécies resistentes à falta de
água, à escassez de matéria
orgânica e à aridez do clima.
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica primária
Comunidade
Pioneira
Comunidade
Clímax
• Última a instalar-se.
• Encontra-se em
equilíbrio dinâmico.
• Elevado número de
espécies.
Comunidade
Intermédia
• Segunda a instalar-se.
• Desenvolve-se
vegetação arbustiva
• Número crescente de
espécies.
• Primeira a instalar-se.
• Encontram-se espécies pouco
exigentes nutricionalmente.
• Espécies resistentes à falta de
água, à escassez de matéria
orgânica e à aridez do clima.
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica primária
Comunidade
Pioneira
Comunidade
Clímax
Comunidade
Intermédia
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica secundária
• Sucessões que ocorrem em habitats que já estiveram
colonizados por seres vivos.
Parque Nacional da Peneda Gerês
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica secundária
Incêndio
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica secundária
Incêndio
Comunidade
Pioneira
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica secundária
Incêndio
Comunidade
Pioneira
Comunidade
Intermédia
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Sucessão ecológica secundária
Incêndio
Comunidade
Pioneira
Comunidade
Intermédia
Comunidade
Clímax
SUBTEMA
S2
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E
SECUNDÁRIAS
FLUXOS DE ENERGIA E
CICLOS DE MATÉRIA EM
EQUILÍBRIO DINÂMICO
MISSÃO: AMBIENTE 8
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
1 | A comunidade que se caracteriza por apresentar um elevado
número de espécies em equilíbrio dinâmico designa-se por ...
A | comunidade intermédia.
B | comunidade clímax.
C | comunidade pioneira.
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
1 | A comunidade que se caracteriza por apresentar um elevado
número de espécies em equilíbrio dinâmico designa-se por ...
A | comunidade intermédia.
B | comunidade clímax.
C | comunidade pioneira.
Próxima pergunta
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
1 | A comunidade que se caracteriza por apresentar um elevado
número de espécies em equilíbrio dinâmico designa-se por ...
Tentar novamente
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
2 | É exemplo de uma espécie que, tipicamente, está
presente numa comunidade pioneira os ...
A | javalis.
B | carvalhos.
C | musgos.
D | coelhos.
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
2 | É exemplo de uma espécie que, tipicamente, está
presente numa comunidade pioneira os ...
A | javalis.
B | carvalhos.
C | musgos.
D | coelhos. Próxima pergunta
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
2 | É exemplo de uma espécie que, tipicamente, está
presente numa comunidade pioneira os ...
Tentar novamente
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
3 | No local representado na figura poderá instalar-se
uma sucessão ecológica ...
A | secundária.
B | primária.
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
3 | No local representado na figura poderá instalar-se
uma sucessão ecológica ...
A | secundária.
B | primária.
Próxima pergunta
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
3 | No local representado na figura poderá instalar-se
uma sucessão ecológica ...
Tentar novamente
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
4 | Uma comunidade clímax apresenta ...
A | escassez de matéria orgânica.
B | espécies pouco exigentes.
C | reduzido número de espécies.
D | elevada biomassa.
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
4 | Uma comunidade clímax apresenta ...
A | escassez de matéria orgânica.
B | espécies pouco exigentes.
C | reduzido número de espécies.
D | elevada biomassa. Próxima pergunta
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
4 | Uma comunidade clímax apresenta ...
Tentar novamente
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
5 | Os líquenes são espécies, tipicamente, ...
A | pouco resistentes à falta de água.
B | pertencentes à comunidade pioneira.
C | muito exigentes nutricionalmente.
D | pertencentes à comunidade clímax.
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
5 | Os líquenes são espécies, tipicamente, ...
A | pouco resistentes à falta de água.
B | pertencentes à comunidade pioneira.
C | muito exigentes nutricionalmente.
D | pertencentes à comunidade clímax. Terminar
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8
Testa o que sabes
5 | Os líquenes são espécies, tipicamente, ...
Tentar novamente
SUBTEMA
S2
2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E
SECUNDÁRIAS
FLUXOS DE ENERGIA E
CICLOS DE MATÉRIA EM
EQUILÍBRIO DINÂMICO
MISSÃO: AMBIENTE 8

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a ae_mamb8_ppt_sucessoes.pptx

Comunidades - Sucessão.pdf
 Comunidades - Sucessão.pdf Comunidades - Sucessão.pdf
Comunidades - Sucessão.pdfJooRafaelAssis
 
Questc3b5es de-biologia-em-1c2b0-ano
Questc3b5es de-biologia-em-1c2b0-anoQuestc3b5es de-biologia-em-1c2b0-ano
Questc3b5es de-biologia-em-1c2b0-anoRondiney Rodrigues
 
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf forumsustentar
 
Biomas e sucessão
Biomas e sucessãoBiomas e sucessão
Biomas e sucessãoEdu Rabelo
 
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)Niedja Goyanna
 
Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]
Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]
Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]CIN
 
Introdução à Permacultura
Introdução à PermaculturaIntrodução à Permacultura
Introdução à PermaculturaFlávia Cremonesi
 
Sucessões ecológicas
Sucessões ecológicasSucessões ecológicas
Sucessões ecológicasURCA
 
ae_mamb8_ppt_catastrofes_naturais (1).pptx
ae_mamb8_ppt_catastrofes_naturais (1).pptxae_mamb8_ppt_catastrofes_naturais (1).pptx
ae_mamb8_ppt_catastrofes_naturais (1).pptxmariagrave
 
Curso De Professores Jacareí
Curso De  Professores JacareíCurso De  Professores Jacareí
Curso De Professores Jacareíwillians
 
Atividade colaborativa responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
Atividade colaborativa   responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...Atividade colaborativa   responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
Atividade colaborativa responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...Cisco Kunsagi
 
Revisão ENEM - Ecologia (aula do dia 27.07)
Revisão ENEM - Ecologia (aula do dia 27.07)Revisão ENEM - Ecologia (aula do dia 27.07)
Revisão ENEM - Ecologia (aula do dia 27.07)emanuel
 
Bio-Urbanismo _ Paisagem Urbana de “Alta Performance”- Uma nova visão para a...
Bio-Urbanismo  _ Paisagem Urbana de “Alta Performance”- Uma nova visão para a...Bio-Urbanismo  _ Paisagem Urbana de “Alta Performance”- Uma nova visão para a...
Bio-Urbanismo _ Paisagem Urbana de “Alta Performance”- Uma nova visão para a...Marcelo Vassalo
 
Revisão ENEM IV - Ecologia
Revisão ENEM IV -  EcologiaRevisão ENEM IV -  Ecologia
Revisão ENEM IV - Ecologiaemanuel
 

Semelhante a ae_mamb8_ppt_sucessoes.pptx (20)

Comunidades - Sucessão.pdf
 Comunidades - Sucessão.pdf Comunidades - Sucessão.pdf
Comunidades - Sucessão.pdf
 
Questc3b5es de-biologia-em-1c2b0-ano
Questc3b5es de-biologia-em-1c2b0-anoQuestc3b5es de-biologia-em-1c2b0-ano
Questc3b5es de-biologia-em-1c2b0-ano
 
3S Ecologia 2014
3S Ecologia 20143S Ecologia 2014
3S Ecologia 2014
 
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
 
Biomas e sucessão
Biomas e sucessãoBiomas e sucessão
Biomas e sucessão
 
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
 
Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]
Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]
Aula 01 campo de estudo da ecologia[1]
 
Introdução à Permacultura
Introdução à PermaculturaIntrodução à Permacultura
Introdução à Permacultura
 
Sucessões ecológicas
Sucessões ecológicasSucessões ecológicas
Sucessões ecológicas
 
ae_mamb8_ppt_catastrofes_naturais (1).pptx
ae_mamb8_ppt_catastrofes_naturais (1).pptxae_mamb8_ppt_catastrofes_naturais (1).pptx
ae_mamb8_ppt_catastrofes_naturais (1).pptx
 
Curso De Professores Jacareí
Curso De  Professores JacareíCurso De  Professores Jacareí
Curso De Professores Jacareí
 
Atividade colaborativa responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
Atividade colaborativa   responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...Atividade colaborativa   responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
Atividade colaborativa responsabilidade social e meio ambiente- paulo rogér...
 
Revisão ENEM - Ecologia (aula do dia 27.07)
Revisão ENEM - Ecologia (aula do dia 27.07)Revisão ENEM - Ecologia (aula do dia 27.07)
Revisão ENEM - Ecologia (aula do dia 27.07)
 
Sucessao ecologica.pptx
Sucessao ecologica.pptxSucessao ecologica.pptx
Sucessao ecologica.pptx
 
Aula 4
Aula 4Aula 4
Aula 4
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Ecologia
Ecologia Ecologia
Ecologia
 
Ecologia socorro
Ecologia socorroEcologia socorro
Ecologia socorro
 
Bio-Urbanismo _ Paisagem Urbana de “Alta Performance”- Uma nova visão para a...
Bio-Urbanismo  _ Paisagem Urbana de “Alta Performance”- Uma nova visão para a...Bio-Urbanismo  _ Paisagem Urbana de “Alta Performance”- Uma nova visão para a...
Bio-Urbanismo _ Paisagem Urbana de “Alta Performance”- Uma nova visão para a...
 
Revisão ENEM IV - Ecologia
Revisão ENEM IV -  EcologiaRevisão ENEM IV -  Ecologia
Revisão ENEM IV - Ecologia
 

Mais de mariagrave

ae_mt7_ppt_dinamica_terra.pptx nnnnnnnnnnnnnnnnnn
ae_mt7_ppt_dinamica_terra.pptx nnnnnnnnnnnnnnnnnnae_mt7_ppt_dinamica_terra.pptx nnnnnnnnnnnnnnnnnn
ae_mt7_ppt_dinamica_terra.pptx nnnnnnnnnnnnnnnnnnmariagrave
 
17_mch9_complementar_hereditariedade (1).pptx
17_mch9_complementar_hereditariedade (1).pptx17_mch9_complementar_hereditariedade (1).pptx
17_mch9_complementar_hereditariedade (1).pptxmariagrave
 
at7_ppt_unid3.pptx PowerPoint sobre como
at7_ppt_unid3.pptx PowerPoint sobre comoat7_ppt_unid3.pptx PowerPoint sobre como
at7_ppt_unid3.pptx PowerPoint sobre comomariagrave
 
ae_mt7_ppt_fosseis.pptx PowerPoint sobre fósseis
ae_mt7_ppt_fosseis.pptx PowerPoint  sobre fósseisae_mt7_ppt_fosseis.pptx PowerPoint  sobre fósseis
ae_mt7_ppt_fosseis.pptx PowerPoint sobre fósseismariagrave
 
biof12_subdom_2_1.pptx powerpoint sobre
biof12_subdom_2_1.pptx  powerpoint sobrebiof12_subdom_2_1.pptx  powerpoint sobre
biof12_subdom_2_1.pptx powerpoint sobremariagrave
 
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptxmariagrave
 
18_mch9_complementar_identidade.pptx power
18_mch9_complementar_identidade.pptx power18_mch9_complementar_identidade.pptx power
18_mch9_complementar_identidade.pptx powermariagrave
 
Concessive clauses.pptx em inglês resumido
Concessive clauses.pptx em inglês resumidoConcessive clauses.pptx em inglês resumido
Concessive clauses.pptx em inglês resumidomariagrave
 
ae_mamb8_ppt_explor_recursos_nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnturais.pptx
ae_mamb8_ppt_explor_recursos_nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnturais.pptxae_mamb8_ppt_explor_recursos_nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnturais.pptx
ae_mamb8_ppt_explor_recursos_nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnturais.pptxmariagrave
 
ae_mt7_ppt_est_int_terra.pptx vvvvvvvvvvvvvvv
ae_mt7_ppt_est_int_terra.pptx vvvvvvvvvvvvvvvae_mt7_ppt_est_int_terra.pptx vvvvvvvvvvvvvvv
ae_mt7_ppt_est_int_terra.pptx vvvvvvvvvvvvvvvmariagrave
 
aencsi6_ppt_patogenicos.pptx hhhhhhhhhhhhhhhhhh
aencsi6_ppt_patogenicos.pptx hhhhhhhhhhhhhhhhhhaencsi6_ppt_patogenicos.pptx hhhhhhhhhhhhhhhhhh
aencsi6_ppt_patogenicos.pptx hhhhhhhhhhhhhhhhhhmariagrave
 
aencsi6_ppt_higiene.pptx bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
aencsi6_ppt_higiene.pptx bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbaencsi6_ppt_higiene.pptx bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
aencsi6_ppt_higiene.pptx bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbmariagrave
 
mch9_sistema_linfatico.pptx eeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
mch9_sistema_linfatico.pptx eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeemch9_sistema_linfatico.pptx eeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
mch9_sistema_linfatico.pptx eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeemariagrave
 
12_mch9_nervoso.pptx fffffffffffffffffffffffffffffff
12_mch9_nervoso.pptx fffffffffffffffffffffffffffffff12_mch9_nervoso.pptx fffffffffffffffffffffffffffffff
12_mch9_nervoso.pptx fffffffffffffffffffffffffffffffmariagrave
 
Cadeia de sobrevivência.pptx ddddddddddd
Cadeia de sobrevivência.pptx dddddddddddCadeia de sobrevivência.pptx ddddddddddd
Cadeia de sobrevivência.pptx dddddddddddmariagrave
 
ae_mt7_ppt_ciclo_rochas.pptx powerpointe
ae_mt7_ppt_ciclo_rochas.pptx powerpointeae_mt7_ppt_ciclo_rochas.pptx powerpointe
ae_mt7_ppt_ciclo_rochas.pptx powerpointemariagrave
 
6_mch9_sangue.pptxlllllllllllllllllllllllllllllll
6_mch9_sangue.pptxlllllllllllllllllllllllllllllll6_mch9_sangue.pptxlllllllllllllllllllllllllllllll
6_mch9_sangue.pptxlllllllllllllllllllllllllllllllmariagrave
 
ae_mamb8_ppt_evolucao_terra.ppçççççççççççççççççççççççççtx
ae_mamb8_ppt_evolucao_terra.ppçççççççççççççççççççççççççtxae_mamb8_ppt_evolucao_terra.ppçççççççççççççççççççççççççtx
ae_mamb8_ppt_evolucao_terra.ppçççççççççççççççççççççççççtxmariagrave
 
ae_mamb8_ppt_solo.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
ae_mamb8_ppt_solo.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxae_mamb8_ppt_solo.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
ae_mamb8_ppt_solo.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxmariagrave
 
ae_mamb8_ppt_celula.pptxçççççççççççççççççççççççççççççççççççççç
ae_mamb8_ppt_celula.pptxççççççççççççççççççççççççççççççççççççççae_mamb8_ppt_celula.pptxçççççççççççççççççççççççççççççççççççççç
ae_mamb8_ppt_celula.pptxççççççççççççççççççççççççççççççççççççççmariagrave
 

Mais de mariagrave (20)

ae_mt7_ppt_dinamica_terra.pptx nnnnnnnnnnnnnnnnnn
ae_mt7_ppt_dinamica_terra.pptx nnnnnnnnnnnnnnnnnnae_mt7_ppt_dinamica_terra.pptx nnnnnnnnnnnnnnnnnn
ae_mt7_ppt_dinamica_terra.pptx nnnnnnnnnnnnnnnnnn
 
17_mch9_complementar_hereditariedade (1).pptx
17_mch9_complementar_hereditariedade (1).pptx17_mch9_complementar_hereditariedade (1).pptx
17_mch9_complementar_hereditariedade (1).pptx
 
at7_ppt_unid3.pptx PowerPoint sobre como
at7_ppt_unid3.pptx PowerPoint sobre comoat7_ppt_unid3.pptx PowerPoint sobre como
at7_ppt_unid3.pptx PowerPoint sobre como
 
ae_mt7_ppt_fosseis.pptx PowerPoint sobre fósseis
ae_mt7_ppt_fosseis.pptx PowerPoint  sobre fósseisae_mt7_ppt_fosseis.pptx PowerPoint  sobre fósseis
ae_mt7_ppt_fosseis.pptx PowerPoint sobre fósseis
 
biof12_subdom_2_1.pptx powerpoint sobre
biof12_subdom_2_1.pptx  powerpoint sobrebiof12_subdom_2_1.pptx  powerpoint sobre
biof12_subdom_2_1.pptx powerpoint sobre
 
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
 
18_mch9_complementar_identidade.pptx power
18_mch9_complementar_identidade.pptx power18_mch9_complementar_identidade.pptx power
18_mch9_complementar_identidade.pptx power
 
Concessive clauses.pptx em inglês resumido
Concessive clauses.pptx em inglês resumidoConcessive clauses.pptx em inglês resumido
Concessive clauses.pptx em inglês resumido
 
ae_mamb8_ppt_explor_recursos_nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnturais.pptx
ae_mamb8_ppt_explor_recursos_nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnturais.pptxae_mamb8_ppt_explor_recursos_nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnturais.pptx
ae_mamb8_ppt_explor_recursos_nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnturais.pptx
 
ae_mt7_ppt_est_int_terra.pptx vvvvvvvvvvvvvvv
ae_mt7_ppt_est_int_terra.pptx vvvvvvvvvvvvvvvae_mt7_ppt_est_int_terra.pptx vvvvvvvvvvvvvvv
ae_mt7_ppt_est_int_terra.pptx vvvvvvvvvvvvvvv
 
aencsi6_ppt_patogenicos.pptx hhhhhhhhhhhhhhhhhh
aencsi6_ppt_patogenicos.pptx hhhhhhhhhhhhhhhhhhaencsi6_ppt_patogenicos.pptx hhhhhhhhhhhhhhhhhh
aencsi6_ppt_patogenicos.pptx hhhhhhhhhhhhhhhhhh
 
aencsi6_ppt_higiene.pptx bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
aencsi6_ppt_higiene.pptx bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbaencsi6_ppt_higiene.pptx bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
aencsi6_ppt_higiene.pptx bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
mch9_sistema_linfatico.pptx eeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
mch9_sistema_linfatico.pptx eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeemch9_sistema_linfatico.pptx eeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
mch9_sistema_linfatico.pptx eeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
 
12_mch9_nervoso.pptx fffffffffffffffffffffffffffffff
12_mch9_nervoso.pptx fffffffffffffffffffffffffffffff12_mch9_nervoso.pptx fffffffffffffffffffffffffffffff
12_mch9_nervoso.pptx fffffffffffffffffffffffffffffff
 
Cadeia de sobrevivência.pptx ddddddddddd
Cadeia de sobrevivência.pptx dddddddddddCadeia de sobrevivência.pptx ddddddddddd
Cadeia de sobrevivência.pptx ddddddddddd
 
ae_mt7_ppt_ciclo_rochas.pptx powerpointe
ae_mt7_ppt_ciclo_rochas.pptx powerpointeae_mt7_ppt_ciclo_rochas.pptx powerpointe
ae_mt7_ppt_ciclo_rochas.pptx powerpointe
 
6_mch9_sangue.pptxlllllllllllllllllllllllllllllll
6_mch9_sangue.pptxlllllllllllllllllllllllllllllll6_mch9_sangue.pptxlllllllllllllllllllllllllllllll
6_mch9_sangue.pptxlllllllllllllllllllllllllllllll
 
ae_mamb8_ppt_evolucao_terra.ppçççççççççççççççççççççççççtx
ae_mamb8_ppt_evolucao_terra.ppçççççççççççççççççççççççççtxae_mamb8_ppt_evolucao_terra.ppçççççççççççççççççççççççççtx
ae_mamb8_ppt_evolucao_terra.ppçççççççççççççççççççççççççtx
 
ae_mamb8_ppt_solo.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
ae_mamb8_ppt_solo.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxae_mamb8_ppt_solo.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
ae_mamb8_ppt_solo.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
ae_mamb8_ppt_celula.pptxçççççççççççççççççççççççççççççççççççççç
ae_mamb8_ppt_celula.pptxççççççççççççççççççççççççççççççççççççççae_mamb8_ppt_celula.pptxçççççççççççççççççççççççççççççççççççççç
ae_mamb8_ppt_celula.pptxçççççççççççççççççççççççççççççççççççççç
 

Último

POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 

ae_mamb8_ppt_sucessoes.pptx

  • 1. SUBTEMA S2 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS FLUXOS DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA EM EQUILÍBRIO DINÂMICO MISSÃO: AMBIENTE 8 Parque Nacional da Peneda Gerês
  • 2. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Devo ser capaz de • Caracterizar as fases de uma sucessão ecológica em documentos diversificados sobre sucessões ecológicas primárias e secundárias. Aprendizagens Essenciais
  • 3. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Evolução de uma comunidade ao longo do tempo Comunidade pioneira SUCESSÃO ECOLÓGICA Comunidade intermédia Comunidade clímax Parque Nacional da Peneda Gerês Parque Nacional da Peneda Gerês Parque Nacional da Peneda Gerês Sequência de comunidades que se vão substituindo umas às outras, ao longo do tempo e numa determinada área.
  • 4. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica primária • Ocupação lenta por seres vivos de um local anteriormente desprovido de organismos. Parque Nacional da Peneda Gerês
  • 5. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica primária Comunidade Pioneira • Primeira a instalar-se. • Encontram-se espécies pouco exigentes nutricionalmente. • Espécies resistentes à falta de água, à escassez de matéria orgânica e à aridez do clima.
  • 6. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica primária Comunidade Intermédia • Segunda a instalar-se. • Desenvolve-se vegetação arbustiva • Número crescente de espécies. Comunidade Pioneira • Primeira a instalar-se. • Encontram-se espécies pouco exigentes nutricionalmente. • Espécies resistentes à falta de água, à escassez de matéria orgânica e à aridez do clima.
  • 7. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica primária Comunidade Pioneira Comunidade Clímax • Última a instalar-se. • Encontra-se em equilíbrio dinâmico. • Elevado número de espécies. Comunidade Intermédia • Segunda a instalar-se. • Desenvolve-se vegetação arbustiva • Número crescente de espécies. • Primeira a instalar-se. • Encontram-se espécies pouco exigentes nutricionalmente. • Espécies resistentes à falta de água, à escassez de matéria orgânica e à aridez do clima.
  • 8. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica primária Comunidade Pioneira Comunidade Clímax Comunidade Intermédia
  • 9. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica secundária • Sucessões que ocorrem em habitats que já estiveram colonizados por seres vivos. Parque Nacional da Peneda Gerês
  • 10. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica secundária Incêndio
  • 11. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica secundária Incêndio Comunidade Pioneira
  • 12. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica secundária Incêndio Comunidade Pioneira Comunidade Intermédia
  • 13. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Sucessão ecológica secundária Incêndio Comunidade Pioneira Comunidade Intermédia Comunidade Clímax
  • 14. SUBTEMA S2 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS FLUXOS DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA EM EQUILÍBRIO DINÂMICO MISSÃO: AMBIENTE 8
  • 15. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 1 | A comunidade que se caracteriza por apresentar um elevado número de espécies em equilíbrio dinâmico designa-se por ... A | comunidade intermédia. B | comunidade clímax. C | comunidade pioneira.
  • 16. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 1 | A comunidade que se caracteriza por apresentar um elevado número de espécies em equilíbrio dinâmico designa-se por ... A | comunidade intermédia. B | comunidade clímax. C | comunidade pioneira. Próxima pergunta
  • 17. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 1 | A comunidade que se caracteriza por apresentar um elevado número de espécies em equilíbrio dinâmico designa-se por ... Tentar novamente
  • 18. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 2 | É exemplo de uma espécie que, tipicamente, está presente numa comunidade pioneira os ... A | javalis. B | carvalhos. C | musgos. D | coelhos.
  • 19. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 2 | É exemplo de uma espécie que, tipicamente, está presente numa comunidade pioneira os ... A | javalis. B | carvalhos. C | musgos. D | coelhos. Próxima pergunta
  • 20. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 2 | É exemplo de uma espécie que, tipicamente, está presente numa comunidade pioneira os ... Tentar novamente
  • 21. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 3 | No local representado na figura poderá instalar-se uma sucessão ecológica ... A | secundária. B | primária.
  • 22. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 3 | No local representado na figura poderá instalar-se uma sucessão ecológica ... A | secundária. B | primária. Próxima pergunta
  • 23. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 3 | No local representado na figura poderá instalar-se uma sucessão ecológica ... Tentar novamente
  • 24. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 4 | Uma comunidade clímax apresenta ... A | escassez de matéria orgânica. B | espécies pouco exigentes. C | reduzido número de espécies. D | elevada biomassa.
  • 25. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 4 | Uma comunidade clímax apresenta ... A | escassez de matéria orgânica. B | espécies pouco exigentes. C | reduzido número de espécies. D | elevada biomassa. Próxima pergunta
  • 26. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 4 | Uma comunidade clímax apresenta ... Tentar novamente
  • 27. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 5 | Os líquenes são espécies, tipicamente, ... A | pouco resistentes à falta de água. B | pertencentes à comunidade pioneira. C | muito exigentes nutricionalmente. D | pertencentes à comunidade clímax.
  • 28. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 5 | Os líquenes são espécies, tipicamente, ... A | pouco resistentes à falta de água. B | pertencentes à comunidade pioneira. C | muito exigentes nutricionalmente. D | pertencentes à comunidade clímax. Terminar
  • 29. 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS MISSÃO: AMBIENTE 8 Testa o que sabes 5 | Os líquenes são espécies, tipicamente, ... Tentar novamente
  • 30. SUBTEMA S2 2.3 SUCESSÕES ECOLÓGICAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS FLUXOS DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA EM EQUILÍBRIO DINÂMICO MISSÃO: AMBIENTE 8