SlideShare uma empresa Scribd logo
Raquel de Oliveira Silva Matrícula: 10212080135/ Nova Friburgo; Waldelice da Silva    Matricula :20091208273  /Maracanã Denise de Abreu Ferreira Matrícula:20081208846 /Maracanã NatháliaLopes Anjos Matrícula: 2009220814-2/ Nova Iguaçu AD1 DE EAD Aluno: Washington de Oliveira e Silva Matrícula: 20082208074 Polo: Petrópolis
Prática educativa de qualidade e utilização de novas tecnologias
Nessa perspectiva, o educador deve: Assumir papel fundamental  como mediador das aprendizagens , sobretudo como modelo que é para os mais novos, adotando determinados comportamentos e atitudes em face das tecnologias; Deve assumir-se com conhecimento e critério, analisando cuidadosamente os materiais que coloca a disposição das alunos; Conhecer o potencial das tecnologias e seu histórico de utilização em diferentes contextos para avaliar sua eficácia.
A ESCOLA DEVE SE ADAPTAR A ESTA NOVA REALIDADEA partilha e a troca de experiências, idéias e questões sobre o mundo fazem avançar o desenvolvimento psicológico e social de quem aprende, enfatizando o potencial da comunicação como motor do conhecimento e do envolvimento em percursos de pesquisa.
A responsabilidade dos professores é enorme , pois o seu modo de  utilizar a  tecnologia pode fazer toda a diferença
O professor que tem clareza acerca de seus objetivos certamente saberá escolher as atividades que promoverão mais aprendizagem entre os alunos que têm acesso a esses recursos.
Professores e alunos devem aprender juntos, rompendo a idéia convencional de que o professor  deve ter todo o conhecimento para, somente em seguida, transmiti-lo ao aluno. O educador deve se preparar para oferecer ao aluno acesso à informação como possibilidade de construção de conhecimento, através do qual este vai configurá-la à sua própria maneira;
O educador na EAD deve levar o aluno a ser reflexivo e questionador, consciente de que assim como a tecnologia muda constantemente, os pontos a serem discutidos  também mudam, ou se não mudam completamente, certamente evoluem.
Computadores e internet na escola, por si sós, não garantem a inclusão dos alunos e professores nesta cibercultura. Para que a interação aconteça, deve haver uma mudança de posicionamento do professor, que passará de transmissor para co-produtor das atividades que induzam ao conhecimento, pois agora neste ambiente todos podem participar, organizar e modificar a estrutura da mensagem.
Dessa forma, contribuir para o desenvolvimento deste novo saber que inclui a síntese das múltiplas linguagens deve ser, também, um compromisso da escola, compreendendo, acompanhando e justificando os processos cognitivos das pessoas e a nova formação cultural que se faz com, e em torno, desta questão que é a alfabetização digital, recurso mais utilizado na EAD.
Estamos passando por uma transição, onde o indivíduo que era apenas leitor e receptor de conhecimentos passa a ser on-line, onde ele interage e participa na elaboração do conteúdo e na criação do conhecimento
O Professor de EAD e sua prática pedagógica “O professor se transforma  agora no estimulador da  curiosidade do aluno  por querer conhecer,  por pesquisar,  por buscar a informação mais relevante”.(Moran, 1995).
Esse acesso ás  novas tecnologias usadas na EAD,  libertam o homem das limitações de espaço, permitindo que os milhares de culturas dispersos pelo planeta possam se contaminar mutuamente e se tornarem visíveis umas às outras.
A função do professor está mudando e ele será um formulador de problemas, um provocador de interrogações e um coordenador de equipes de trabalho que sistematizará as experiências e será memória uma viva de uma educação que  valoriza e torna possível o diálogo e a colaboração de todos.
Uma formação de qualidade é articulada com instrução, desenvolvimento de conhecimento e formação para a cidadania. A prática docente para a responsabilidade social envolve busca de formas pedagógicas para o ensinar e aprender, e a competência para usar a tecnologia da informática e suas diferentes linguagens para aplicação pedagógica, educadores engajados com a transformação social devem estar preparados para formar cidadãos críticos e ativos frente aos novos instrumentos educativos.
A formação de professores em novas tecnologias permite que cada professor perceba, desde sua própria realidade, interesses e expectativas, como as tecnologias podem ser útil a ele. O uso efetivo da tecnologia por parte dos alunos, passa primeiro por uma assimilação da tecnologia pelos professores.
O fato de só colocar computadores em uma escola raras vezes traz impacto significativo. Para atingir efeitos positivos, é fundamental considerar uma capacitação intensiva inicial e um apoio contínuo, começando com os professores, que por sua vez, poderão capacitar a seus alunos. É necessário planejar a integração da tecnologia na cultura da escola, fenômeno de avaliação gradual, que requer apoio externo.
Se espera do professor no século XXI que ele seja aquele que ajude a tecer a trama do desenvolvimento individual e coletivo e que saiba manejar os instrumentos que a cultura irá indicar como representativos dos modos de viver e de pensar civilizados, específicos dos novostempos.
Observar e mediar a 					interação dos alunos, 				analisando a participação  de cada um, buscando identificar e corrigir equívocos,  organizando assim as condições para a aprendizagem.
O educador deve se conscientizar  de que o aprendiz é sujeito ativo no processo de construção de seu conhecimento, e assim considerar a palavra de cada aluno como participação importante na produção do saber implementando ações significativas promovendo seu desenvolvimento para a produção, co-produção e transferência de conhecimento por parte de seus alunos.
Sendo assim para que tenhamos uma prática educativa de qualidade na EAD,  usando as novas tecnologias como suporte para informação e conhecimento, faz-se necessário que o educador busque propiciar ao aluno maior autonomia na busca deste conhecimento, no momento em que precisam e na medida em que cada um considerar necessário, criando espaços de conversação, CONCLUSÃO:
    promovendo encontros presenciais e virtuais, nos quais os participantes da rede possam ter a oportunidade de estabelecer contatos, conversar, trocar idéias e intercambiar experiências, se reconhecendo no outro, comparar diferenças e criar vínculos afetivos.
Referências Bibliográficas CASTRO.Andrea de Farias, ALFABETIZAÇÃO DIGITAL: Uma necessidade social no contexto escolar. Rio de Janeiro,2003 Apostilas: Reinventar a sala de aula na cibercultura, Marco Silva. Exigências  para formação do professor na cibercultura, Marco Silva www.cedu.ufal.br/projetos/internet/brasiliadef.htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Proinfo a importancia no tratamento de dados
Proinfo a importancia no tratamento de dadosProinfo a importancia no tratamento de dados
Proinfo a importancia no tratamento de dados
alessandravezani
 
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
ANATED
 
Artigo Uso das comunidades virtuais de prática na formação continuada dos pro...
Artigo Uso das comunidades virtuais de prática na formação continuada dos pro...Artigo Uso das comunidades virtuais de prática na formação continuada dos pro...
Artigo Uso das comunidades virtuais de prática na formação continuada dos pro...
Eliane Ciolfi
 
Santina todendi
Santina todendiSantina todendi
Santina todendi
equipetics
 
Ba01 grupoa-is-doc-proposta
Ba01 grupoa-is-doc-propostaBa01 grupoa-is-doc-proposta
Ba01 grupoa-is-doc-proposta
Anguera Online
 
798 349
798 349798 349
798 349
Luciana Amaro
 
Curriculo e Tecnologia na Formação de Professores
Curriculo e Tecnologia na Formação de ProfessoresCurriculo e Tecnologia na Formação de Professores
Curriculo e Tecnologia na Formação de Professores
guest3c4a1
 
Escola EspaçO Integrador Das Midias
Escola EspaçO Integrador Das MidiasEscola EspaçO Integrador Das Midias
Escola EspaçO Integrador Das Midias
cefaprotga
 
Superando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissãoSuperando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissão
Marcia Azevedo
 
Tatiane de camargo rohrs
Tatiane de camargo rohrsTatiane de camargo rohrs
Tatiane de camargo rohrs
equipetics
 
Novos modos de Aprender e Ensinar
Novos modos de Aprender e EnsinarNovos modos de Aprender e Ensinar
Novos modos de Aprender e Ensinar
Elizabeth Fantauzzi
 
Projeto, Currículo e o uso das Tecnologias
Projeto, Currículo e o uso das TecnologiasProjeto, Currículo e o uso das Tecnologias
Projeto, Currículo e o uso das Tecnologias
Adriana Sousa
 
Movimento da Escola Moderna
Movimento da Escola ModernaMovimento da Escola Moderna
Movimento da Escola Moderna
ermelinda mestre
 
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar   eliana, alexsandra, humbertoTexto preliminar   eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
elianabraungorl
 
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docenteAs tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
Zeneide Cordeiro
 
Disciplina oa aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...
Disciplina oa   aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...Disciplina oa   aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...
Disciplina oa aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...
JOSÉ ADEMIR DAMASCENO JÚNIOR
 

Mais procurados (16)

Proinfo a importancia no tratamento de dados
Proinfo a importancia no tratamento de dadosProinfo a importancia no tratamento de dados
Proinfo a importancia no tratamento de dados
 
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
 
Artigo Uso das comunidades virtuais de prática na formação continuada dos pro...
Artigo Uso das comunidades virtuais de prática na formação continuada dos pro...Artigo Uso das comunidades virtuais de prática na formação continuada dos pro...
Artigo Uso das comunidades virtuais de prática na formação continuada dos pro...
 
Santina todendi
Santina todendiSantina todendi
Santina todendi
 
Ba01 grupoa-is-doc-proposta
Ba01 grupoa-is-doc-propostaBa01 grupoa-is-doc-proposta
Ba01 grupoa-is-doc-proposta
 
798 349
798 349798 349
798 349
 
Curriculo e Tecnologia na Formação de Professores
Curriculo e Tecnologia na Formação de ProfessoresCurriculo e Tecnologia na Formação de Professores
Curriculo e Tecnologia na Formação de Professores
 
Escola EspaçO Integrador Das Midias
Escola EspaçO Integrador Das MidiasEscola EspaçO Integrador Das Midias
Escola EspaçO Integrador Das Midias
 
Superando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissãoSuperando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissão
 
Tatiane de camargo rohrs
Tatiane de camargo rohrsTatiane de camargo rohrs
Tatiane de camargo rohrs
 
Novos modos de Aprender e Ensinar
Novos modos de Aprender e EnsinarNovos modos de Aprender e Ensinar
Novos modos de Aprender e Ensinar
 
Projeto, Currículo e o uso das Tecnologias
Projeto, Currículo e o uso das TecnologiasProjeto, Currículo e o uso das Tecnologias
Projeto, Currículo e o uso das Tecnologias
 
Movimento da Escola Moderna
Movimento da Escola ModernaMovimento da Escola Moderna
Movimento da Escola Moderna
 
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar   eliana, alexsandra, humbertoTexto preliminar   eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
 
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docenteAs tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
 
Disciplina oa aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...
Disciplina oa   aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...Disciplina oa   aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...
Disciplina oa aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...
 

Destaque

Organización didáctica universitaria
Organización didáctica universitariaOrganización didáctica universitaria
Organización didáctica universitaria
Gonzalo SILIÓ SÁIZ
 
Info 45cat acpr
Info 45cat acprInfo 45cat acpr
Info 45cat acpr
kruskis
 
05 especialidades activides profesionaless (64) 2013
05 especialidades activides profesionaless (64) 201305 especialidades activides profesionaless (64) 2013
05 especialidades activides profesionaless (64) 2013
Morizao
 
Tome Posse AGORA!
Tome Posse AGORA!Tome Posse AGORA!
Tome Posse AGORA!
Jean Costa
 
Cainape
CainapeCainape
Cainape
guestc137e6
 
Info 32 cat
Info 32 catInfo 32 cat
Info 32 catkruskis
 
Ad1 de ead
Ad1 de eadAd1 de ead
Ad1 de ead
oliversilva
 
Slides
SlidesSlides
Slides
dedicadas
 
Info 35–cat ACPR
Info 35–cat ACPRInfo 35–cat ACPR
Info 35–cat ACPR
kruskis
 
Jonatan portifolio
Jonatan portifolioJonatan portifolio
Jonatan portifolio
ydrack
 
Clase Hia 2 21.10.09
Clase Hia 2 21.10.09Clase Hia 2 21.10.09
Clase Hia 2 21.10.09
lic.arte.upla09
 
Jd Tlc
Jd TlcJd Tlc
Jd Tlc
juandavm15
 
Fira caça i pesca Cassà
Fira caça i pesca CassàFira caça i pesca Cassà
Fira caça i pesca Cassà
kruskis
 
Projeto
Projeto Projeto
Serveis ACPR
Serveis ACPRServeis ACPR
Serveis ACPR
kruskis
 
A licao do_passaro
A licao do_passaroA licao do_passaro
Folhas Secas
Folhas SecasFolhas Secas
Jonatan portifolio
Jonatan portifolioJonatan portifolio
Jonatan portifolio
ydrack
 
Info 30 Cat ACPR
Info 30 Cat ACPRInfo 30 Cat ACPR
Info 30 Cat ACPR
kruskis
 

Destaque (20)

Organización didáctica universitaria
Organización didáctica universitariaOrganización didáctica universitaria
Organización didáctica universitaria
 
Info 45cat acpr
Info 45cat acprInfo 45cat acpr
Info 45cat acpr
 
05 especialidades activides profesionaless (64) 2013
05 especialidades activides profesionaless (64) 201305 especialidades activides profesionaless (64) 2013
05 especialidades activides profesionaless (64) 2013
 
Tome Posse AGORA!
Tome Posse AGORA!Tome Posse AGORA!
Tome Posse AGORA!
 
Cainape
CainapeCainape
Cainape
 
Info 32 cat
Info 32 catInfo 32 cat
Info 32 cat
 
Ad1 de ead
Ad1 de eadAd1 de ead
Ad1 de ead
 
Slides
SlidesSlides
Slides
 
Info 35–cat ACPR
Info 35–cat ACPRInfo 35–cat ACPR
Info 35–cat ACPR
 
Jonatan portifolio
Jonatan portifolioJonatan portifolio
Jonatan portifolio
 
Clase Hia 2 21.10.09
Clase Hia 2 21.10.09Clase Hia 2 21.10.09
Clase Hia 2 21.10.09
 
Jd Tlc
Jd TlcJd Tlc
Jd Tlc
 
Fira caça i pesca Cassà
Fira caça i pesca CassàFira caça i pesca Cassà
Fira caça i pesca Cassà
 
Projeto
Projeto Projeto
Projeto
 
Serveis ACPR
Serveis ACPRServeis ACPR
Serveis ACPR
 
A licao do_passaro
A licao do_passaroA licao do_passaro
A licao do_passaro
 
Folhas Secas
Folhas SecasFolhas Secas
Folhas Secas
 
Jonatan portifolio
Jonatan portifolioJonatan portifolio
Jonatan portifolio
 
Info 30 Cat ACPR
Info 30 Cat ACPRInfo 30 Cat ACPR
Info 30 Cat ACPR
 
Transcript
TranscriptTranscript
Transcript
 

Semelhante a Ad1 de ead

A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
cefaprodematupa
 
Artigo de tecnologia
Artigo de tecnologiaArtigo de tecnologia
Artigo de tecnologia
Fernanda Nerone
 
Artigo de tecnologia
Artigo de tecnologiaArtigo de tecnologia
Artigo de tecnologia
arianemarcondes
 
Atividade 3.2 slide de apresentação unidade III
Atividade 3.2 slide de apresentação unidade IIIAtividade 3.2 slide de apresentação unidade III
Atividade 3.2 slide de apresentação unidade III
Ramaiany Marçal Tregnago
 
Pae 3 nadianecarolinadesouzamomospencer
Pae 3 nadianecarolinadesouzamomospencerPae 3 nadianecarolinadesouzamomospencer
Pae 3 nadianecarolinadesouzamomospencer
Nadiane Momo
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto E.B.M. SANTA MARIA GORETTI
Projeto E.B.M. SANTA MARIA GORETTIProjeto E.B.M. SANTA MARIA GORETTI
Projeto E.B.M. SANTA MARIA GORETTI
EDRIANESANDRABRAZZO
 
Dispositivos Móveis na Educação
Dispositivos Móveis na EducaçãoDispositivos Móveis na Educação
Dispositivos Móveis na Educação
Talita Moretto
 
Artigo eliane goncalves ciolfi
Artigo eliane goncalves ciolfiArtigo eliane goncalves ciolfi
Artigo eliane goncalves ciolfi
Eliane Ciolfi
 
Ativ01
Ativ01Ativ01
A informática está presente no quotidiano das pessoas
A informática está presente no quotidiano das pessoasA informática está presente no quotidiano das pessoas
A informática está presente no quotidiano das pessoas
Samuel Orlando Nhantumbo
 
Apresentação do projeto sobre a introdução digital
Apresentação do projeto sobre a introdução digitalApresentação do projeto sobre a introdução digital
Apresentação do projeto sobre a introdução digital
nelsioliveiratainan
 
Apresentação do projeto sobre a introdução digital
Apresentação do projeto sobre a introdução digitalApresentação do projeto sobre a introdução digital
Apresentação do projeto sobre a introdução digital
Leonice Mezomo
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
Lívia Miranda
 
O papel do_professor_frente_às_novas_tecnologias
O papel do_professor_frente_às_novas_tecnologiasO papel do_professor_frente_às_novas_tecnologias
O papel do_professor_frente_às_novas_tecnologias
Carminha
 
Projeto
ProjetoProjeto
1ª aula de mídia
1ª aula de mídia1ª aula de mídia
1ª aula de mídia
Nazira Marques
 

Semelhante a Ad1 de ead (20)

A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
 
Artigo de tecnologia
Artigo de tecnologiaArtigo de tecnologia
Artigo de tecnologia
 
Artigo de tecnologia
Artigo de tecnologiaArtigo de tecnologia
Artigo de tecnologia
 
Atividade 3.2 slide de apresentação unidade III
Atividade 3.2 slide de apresentação unidade IIIAtividade 3.2 slide de apresentação unidade III
Atividade 3.2 slide de apresentação unidade III
 
Pae 3 nadianecarolinadesouzamomospencer
Pae 3 nadianecarolinadesouzamomospencerPae 3 nadianecarolinadesouzamomospencer
Pae 3 nadianecarolinadesouzamomospencer
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto E.B.M. SANTA MARIA GORETTI
Projeto E.B.M. SANTA MARIA GORETTIProjeto E.B.M. SANTA MARIA GORETTI
Projeto E.B.M. SANTA MARIA GORETTI
 
Dispositivos Móveis na Educação
Dispositivos Móveis na EducaçãoDispositivos Móveis na Educação
Dispositivos Móveis na Educação
 
Artigo eliane goncalves ciolfi
Artigo eliane goncalves ciolfiArtigo eliane goncalves ciolfi
Artigo eliane goncalves ciolfi
 
Ativ01
Ativ01Ativ01
Ativ01
 
A informática está presente no quotidiano das pessoas
A informática está presente no quotidiano das pessoasA informática está presente no quotidiano das pessoas
A informática está presente no quotidiano das pessoas
 
Apresentação do projeto sobre a introdução digital
Apresentação do projeto sobre a introdução digitalApresentação do projeto sobre a introdução digital
Apresentação do projeto sobre a introdução digital
 
Apresentação do projeto sobre a introdução digital
Apresentação do projeto sobre a introdução digitalApresentação do projeto sobre a introdução digital
Apresentação do projeto sobre a introdução digital
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
 
O papel do_professor_frente_às_novas_tecnologias
O papel do_professor_frente_às_novas_tecnologiasO papel do_professor_frente_às_novas_tecnologias
O papel do_professor_frente_às_novas_tecnologias
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
1ª aula de mídia
1ª aula de mídia1ª aula de mídia
1ª aula de mídia
 

Último

JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 

Último (20)

JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 

Ad1 de ead

  • 1. Raquel de Oliveira Silva Matrícula: 10212080135/ Nova Friburgo; Waldelice da Silva   Matricula :20091208273  /Maracanã Denise de Abreu Ferreira Matrícula:20081208846 /Maracanã NatháliaLopes Anjos Matrícula: 2009220814-2/ Nova Iguaçu AD1 DE EAD Aluno: Washington de Oliveira e Silva Matrícula: 20082208074 Polo: Petrópolis
  • 2. Prática educativa de qualidade e utilização de novas tecnologias
  • 3. Nessa perspectiva, o educador deve: Assumir papel fundamental como mediador das aprendizagens , sobretudo como modelo que é para os mais novos, adotando determinados comportamentos e atitudes em face das tecnologias; Deve assumir-se com conhecimento e critério, analisando cuidadosamente os materiais que coloca a disposição das alunos; Conhecer o potencial das tecnologias e seu histórico de utilização em diferentes contextos para avaliar sua eficácia.
  • 4. A ESCOLA DEVE SE ADAPTAR A ESTA NOVA REALIDADEA partilha e a troca de experiências, idéias e questões sobre o mundo fazem avançar o desenvolvimento psicológico e social de quem aprende, enfatizando o potencial da comunicação como motor do conhecimento e do envolvimento em percursos de pesquisa.
  • 5. A responsabilidade dos professores é enorme , pois o seu modo de utilizar a tecnologia pode fazer toda a diferença
  • 6. O professor que tem clareza acerca de seus objetivos certamente saberá escolher as atividades que promoverão mais aprendizagem entre os alunos que têm acesso a esses recursos.
  • 7. Professores e alunos devem aprender juntos, rompendo a idéia convencional de que o professor deve ter todo o conhecimento para, somente em seguida, transmiti-lo ao aluno. O educador deve se preparar para oferecer ao aluno acesso à informação como possibilidade de construção de conhecimento, através do qual este vai configurá-la à sua própria maneira;
  • 8. O educador na EAD deve levar o aluno a ser reflexivo e questionador, consciente de que assim como a tecnologia muda constantemente, os pontos a serem discutidos também mudam, ou se não mudam completamente, certamente evoluem.
  • 9. Computadores e internet na escola, por si sós, não garantem a inclusão dos alunos e professores nesta cibercultura. Para que a interação aconteça, deve haver uma mudança de posicionamento do professor, que passará de transmissor para co-produtor das atividades que induzam ao conhecimento, pois agora neste ambiente todos podem participar, organizar e modificar a estrutura da mensagem.
  • 10. Dessa forma, contribuir para o desenvolvimento deste novo saber que inclui a síntese das múltiplas linguagens deve ser, também, um compromisso da escola, compreendendo, acompanhando e justificando os processos cognitivos das pessoas e a nova formação cultural que se faz com, e em torno, desta questão que é a alfabetização digital, recurso mais utilizado na EAD.
  • 11. Estamos passando por uma transição, onde o indivíduo que era apenas leitor e receptor de conhecimentos passa a ser on-line, onde ele interage e participa na elaboração do conteúdo e na criação do conhecimento
  • 12. O Professor de EAD e sua prática pedagógica “O professor se transforma agora no estimulador da curiosidade do aluno por querer conhecer, por pesquisar, por buscar a informação mais relevante”.(Moran, 1995).
  • 13. Esse acesso ás novas tecnologias usadas na EAD, libertam o homem das limitações de espaço, permitindo que os milhares de culturas dispersos pelo planeta possam se contaminar mutuamente e se tornarem visíveis umas às outras.
  • 14. A função do professor está mudando e ele será um formulador de problemas, um provocador de interrogações e um coordenador de equipes de trabalho que sistematizará as experiências e será memória uma viva de uma educação que  valoriza e torna possível o diálogo e a colaboração de todos.
  • 15. Uma formação de qualidade é articulada com instrução, desenvolvimento de conhecimento e formação para a cidadania. A prática docente para a responsabilidade social envolve busca de formas pedagógicas para o ensinar e aprender, e a competência para usar a tecnologia da informática e suas diferentes linguagens para aplicação pedagógica, educadores engajados com a transformação social devem estar preparados para formar cidadãos críticos e ativos frente aos novos instrumentos educativos.
  • 16. A formação de professores em novas tecnologias permite que cada professor perceba, desde sua própria realidade, interesses e expectativas, como as tecnologias podem ser útil a ele. O uso efetivo da tecnologia por parte dos alunos, passa primeiro por uma assimilação da tecnologia pelos professores.
  • 17. O fato de só colocar computadores em uma escola raras vezes traz impacto significativo. Para atingir efeitos positivos, é fundamental considerar uma capacitação intensiva inicial e um apoio contínuo, começando com os professores, que por sua vez, poderão capacitar a seus alunos. É necessário planejar a integração da tecnologia na cultura da escola, fenômeno de avaliação gradual, que requer apoio externo.
  • 18. Se espera do professor no século XXI que ele seja aquele que ajude a tecer a trama do desenvolvimento individual e coletivo e que saiba manejar os instrumentos que a cultura irá indicar como representativos dos modos de viver e de pensar civilizados, específicos dos novostempos.
  • 19. Observar e mediar a interação dos alunos, analisando a participação de cada um, buscando identificar e corrigir equívocos, organizando assim as condições para a aprendizagem.
  • 20. O educador deve se conscientizar de que o aprendiz é sujeito ativo no processo de construção de seu conhecimento, e assim considerar a palavra de cada aluno como participação importante na produção do saber implementando ações significativas promovendo seu desenvolvimento para a produção, co-produção e transferência de conhecimento por parte de seus alunos.
  • 21. Sendo assim para que tenhamos uma prática educativa de qualidade na EAD, usando as novas tecnologias como suporte para informação e conhecimento, faz-se necessário que o educador busque propiciar ao aluno maior autonomia na busca deste conhecimento, no momento em que precisam e na medida em que cada um considerar necessário, criando espaços de conversação, CONCLUSÃO:
  • 22. promovendo encontros presenciais e virtuais, nos quais os participantes da rede possam ter a oportunidade de estabelecer contatos, conversar, trocar idéias e intercambiar experiências, se reconhecendo no outro, comparar diferenças e criar vínculos afetivos.
  • 23. Referências Bibliográficas CASTRO.Andrea de Farias, ALFABETIZAÇÃO DIGITAL: Uma necessidade social no contexto escolar. Rio de Janeiro,2003 Apostilas: Reinventar a sala de aula na cibercultura, Marco Silva. Exigências para formação do professor na cibercultura, Marco Silva www.cedu.ufal.br/projetos/internet/brasiliadef.htm