SlideShare uma empresa Scribd logo
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTOMINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Brasília, 11 de maio de 2011.
Acessibilidade digital no contexto do
Poder Executivo Federal brasileiro
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTOMINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO

Sociedade da Informação

Conceito de acessibilidade

As políticas de e-GOV latino americanas

A evolução internacional do marco legal

As Nações Unidas e a medição de acessibilidade

Política de Governo Eletrônico do Governo Federal

A normatização brasileira

Números brasileiros de acessibilidade

E-MAG e Histórico

WCAG 2.0 e a parceria com o MEC

E-MAG 3.0, cursos on line e creative commons

Documentos de apoio e conclusões
Estrutura da Apresentação
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTOMINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Sociedade da Informação

Mudanças de paradigmas informação principal ativo (expansão da internet);→

Reivenção do Estado Governo único e em rede;→

Portais e sítios públicos densidade de informações e serviços públicos;→

Dilema da assimetria informacional; e

Web ubíqua

Universalização do acesso infraestrutura e conteúdos;→
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Tim Berners-Lee, diretor do W3C afirma, que o poder da Web está
na sua universalidade. Para ele, “ser acessada por todos,
independente de deficiência, é um aspecto essencial”.
A acessibilidade na Web significa, portanto, permitir o acesso a
todos, independente do tipo de usuário, situação ou
ferramenta.
O conceito de Acessibilidade...
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
“A produção de conteúdos por intermédio de sítios web ou outros
meios eletrônicos deverá incorporar mecânicas de personalização
de setores específicos para seleccionar as linguagens utilizadas,
identificando permanentemente os perfis dos usuários e suas
correspondentes necessidades de informação e serviços,
colocando especial atenção a inclusão de pessoas com
necessidades especiais.”
(Carta Iberoamericana de Gobierno Electrónico, item 26, 2007)
As políticas de e-GOV Latino Americanas
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
A Evolução Internacional do Marco legal

Canadá, USA e Austrália (1997)

Section 508 (1998)

W3C -> WAI (1999)

e-Europe 2002 (1999)
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Journal of Information Technology & Politics
Estudo das Nações Unidas realizado em 2010 verificou a acessibilidade dos
sites de governos nacionais. Entre esses foram considerados os portais
nacionais e 5 ministérios: Educação, Trabalho, Assuntos Sociais, Saúde e
Finanças.
As Nações Unidas e a medição da Acessibilidade
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Diretrizes de e-GOV → Promover e consolidar os direitos dos cidadãos:

Promoção da cidadania como prioridade;

Indissociabilidade entre inclusão digital e o governo eletrônico;

Utilização do software livre como recurso estratégico;

Gestão do Conhecimento como instrumento estratégico de articulação e
gestão das políticas públicas;

Racionalização dos recursos;

Adoção de políticas, sistemas, normas e padrões;

Integração com outros níveis de governo e com os demais poderes.
Política de Governo Eletrônico do
Governo Federal Brasileiro
Promover e consolidar os direitos dos cidadãos significa:

Acesso a serviços e informações públicas;

Melhor usufruto do próprio tempo;

Controle social e participação das ações dos agentes públicos.
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
A normatização Brasileira

Convenção dos direitos das pessoas com deficiência (Brasil signatário)

Decreto nº 5.296 (20000)

Leis nº 10.048 e 10.098 (2004);

Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999,

Comitê CB-40 da ABNT;

Portaria SLTI nº 3 de 7 maio de 2007.

Decreto nº 39.651, de 27 de julho de 2000, do município de São Paulo

Diversas leis estaduais e municipais sobre o assunto.
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
O Brasil tem cerca de 24,6 milhões de pessoas com deficiências o que
corresponde a aproximadamente 14,5% da população.
Destes apenas 3,2 milhões freqüentavam creche ou escola até o Censo
de 2000.
Números brasileiros de Acessibilidade
Mental
Auditiva
Visual
Física
0 10 20 30 40 50 60
16,6
8,2
27,1
48,1
% de Acessibilidade por Tipo de Deficiência
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
O principal objetivo do Modelo de
Acessibilidade do Governo
Eletrônico (e-MAG) é gerar um
conjunto de recomendações a ser
considerado para que o processo de
acessibilidade dos sítios e portais
do Governo Brasileiro seja
conduzido de forma padronizada e,
ao mesmo, de fácil implementação,
coerente com as necessidades
brasileiras e em conformidade com
os padrões internacionais.
Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Histórico:

Primeira versão (1.4) lançada em 18 de janeiro de 2005 e
colocado em Consulta Pública;

A segunda versão (2.0) foi lançada em 14 de dezembro
de 2005;

Em maio de 2007 o modelo passa a ser obrigatório no
âmbito do Sistema de Administração de Recursos de
Informação e Informática (SISP) por intermédio da
Portaria nº 03.
Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Versão 2.0:

Constituído por 2 documentos: Modelo (conceitos) e
cartilha técnica (conjunto de recomendações);

Segmentação conforme Níveis de Prioridades.
Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Institutos Federais de Educação Ciência e Tecnologia (IFETs)
Produtos previstos:

Versão 3.0 do e-MAG;

Nova versão do Avaliador e Simulador de Acessibilidade de Sítios
(ASES);

Estudo comparativo de leitores de tela;

Check list de acessibilidade para deficientes visuais e para
desenvolvedores;

Atualização e disseminação do curso virtual do ASES;

Criação e disponibilização de sistema gerenciador de conteúdos
acessíveis; e

Criação e adaptação de microformatos para serviços de e-GOV.
WCAG 2.0 e a Parceria com o MEC
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Documento único subdividido em seis partes;

1º capítulo: transição das versões 2.0 para 3.0 legislações, principais→
problemas de usuários deficientes, importância do uso de padrões Web e
passos para a acessibilidade de contéudos digitais;

2º capítulo: trata das 43 recomendações/ diretrizes de acessibilidade
com exemplos de uso que são divididas em seções código,→
comportamento (dom), conteúdo/ informação, apresentação/ design,
multimídia e formulário.

3º capítulo: aborda elementos de acessibilidade nas páginas do Governo
Federal.
Modelo de Acessibilidade de Governo
Eletrônico (e-MAG) 3.0
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Documento único subdividido em seis partes;

4º capítulo: descreve recursos e ferramentas para acessibilidade →
organizações e especificações, validadores de código, checklists para
validação humana, ferramentas para análise de relação de contraste,
simulador de navegador, entre outros.

5º e 6º capítulos: documentos complementares e links para instituições
de pesquisa e de padrões internacionais, glossário.
Modelo de Acessibilidade de Governo
Eletrônico (e-MAG) 3.0
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
ASES - Avaliador e Simulador de
AcessibilidadE sítios -  é uma
ferramenta que permite avaliar,
simular e corrigir a acessibilidade
de páginas, sítios e portais.
Cursos on-line - divulgação e
capacitação de profissionais. Os
cursos são compostos por
conteúdos disponibilizados em
ambiente virtual, exercícios de
avaliação e documentos de apoio.
Creative Commons ENAP e→
outras 17 instituições
Aplicação, capacitação, disseminação do modelo e
casos de implementação
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
Documentos de apoio – tabelas e
formulários acessíveis e uso de
texto alternativo.
Disseminação – palestras, oficinas
e participação em eventos.
Guia de Serviços do
Governo Federal – projeto
conceito.
Aplicação, capacitação, disseminação do modelo e
casos de implementação
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO

Estratégia Geral de TI do Governo Federal;

Agenda Brasil de Governo Eletrônico

Meta institucional do MP;

Agenda de Acessibilidade Digital (em desenv. – plano de ação)

Revisão da coordenação do modelo (CGU, MP, SDH)

Sisp - C3S consultoria em acessibilidade→
Conclusões, desafios e próximos passos
MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO
5561 2020-1319
govbr@planejamento.gov.br
Departamento de Governo Eletrônico
“a realização da sociedade da informação somente é possível se os meios
de comunicação existentes na atualidade garantirem acessibilidade
pública indiscriminada, de baixo custo, possibilitando o desenvolvimento
de uma cidadania digital.”
(GUERREIRO, 2006)

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Diario
DiarioDiario
Diario
Guy Valerio
 
DIREITO CONSTITUCIONAL_PODER EXECUTIVO
DIREITO CONSTITUCIONAL_PODER EXECUTIVODIREITO CONSTITUCIONAL_PODER EXECUTIVO
DIREITO CONSTITUCIONAL_PODER EXECUTIVO
UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO - PROCAPE
 
Dicas e Truques de Performance: Como obter o maximo do Windows Server 2008 R2...
Dicas e Truques de Performance: Como obter o maximo do Windows Server 2008 R2...Dicas e Truques de Performance: Como obter o maximo do Windows Server 2008 R2...
Dicas e Truques de Performance: Como obter o maximo do Windows Server 2008 R2...
Fabio Hara
 
Poder Executivo
Poder ExecutivoPoder Executivo
Poder Executivo
Cláudio Colnago
 
Pastas e Atalhos
Pastas e AtalhosPastas e Atalhos
Pastas e Atalhos
Ricardo de Moraes
 
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHOCLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
Leticia Costa
 
Direitos trabalhistas
Direitos trabalhistasDireitos trabalhistas
Direitos trabalhistas
Denilson Bonfim
 
Legislação Trabalhista
Legislação TrabalhistaLegislação Trabalhista
Legislação Trabalhista
Jesus Martins Oliveira Junior
 
Direitos trabalhistas
Direitos trabalhistasDireitos trabalhistas
Direitos trabalhistas
bia139
 
Direito Do Trabalho
Direito Do TrabalhoDireito Do Trabalho
Direito Do Trabalho
jonatas avila
 
Direitos e deveres do trabalhador
Direitos e deveres do trabalhadorDireitos e deveres do trabalhador
Direitos e deveres do trabalhador
Fillipe Lobo
 

Destaque (11)

Diario
DiarioDiario
Diario
 
DIREITO CONSTITUCIONAL_PODER EXECUTIVO
DIREITO CONSTITUCIONAL_PODER EXECUTIVODIREITO CONSTITUCIONAL_PODER EXECUTIVO
DIREITO CONSTITUCIONAL_PODER EXECUTIVO
 
Dicas e Truques de Performance: Como obter o maximo do Windows Server 2008 R2...
Dicas e Truques de Performance: Como obter o maximo do Windows Server 2008 R2...Dicas e Truques de Performance: Como obter o maximo do Windows Server 2008 R2...
Dicas e Truques de Performance: Como obter o maximo do Windows Server 2008 R2...
 
Poder Executivo
Poder ExecutivoPoder Executivo
Poder Executivo
 
Pastas e Atalhos
Pastas e AtalhosPastas e Atalhos
Pastas e Atalhos
 
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHOCLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
 
Direitos trabalhistas
Direitos trabalhistasDireitos trabalhistas
Direitos trabalhistas
 
Legislação Trabalhista
Legislação TrabalhistaLegislação Trabalhista
Legislação Trabalhista
 
Direitos trabalhistas
Direitos trabalhistasDireitos trabalhistas
Direitos trabalhistas
 
Direito Do Trabalho
Direito Do TrabalhoDireito Do Trabalho
Direito Do Trabalho
 
Direitos e deveres do trabalhador
Direitos e deveres do trabalhadorDireitos e deveres do trabalhador
Direitos e deveres do trabalhador
 

Semelhante a Acessibilidade digital no contexto do poder executivo federal brasileiro - IRSPM 2011

Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010brApresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
GovBR
 
Melhorando o acesso ao governo com o melhor uso da Interner
Melhorando o acesso ao governo com o melhor uso da InternerMelhorando o acesso ao governo com o melhor uso da Interner
Melhorando o acesso ao governo com o melhor uso da Interner
Curso de Tecnologia em Redes da FAMA
 
Gov web
 Gov web Gov web
Apresentação oficial do e-MAG 3.0 em 21 de setembro de 2011
Apresentação oficial do e-MAG 3.0  em 21 de setembro de 2011Apresentação oficial do e-MAG 3.0  em 21 de setembro de 2011
Apresentação oficial do e-MAG 3.0 em 21 de setembro de 2011
GovBR
 
Dados Abertos Governamentais como ferramenta de participação social e aproxim...
Dados Abertos Governamentais como ferramenta de participação social e aproxim...Dados Abertos Governamentais como ferramenta de participação social e aproxim...
Dados Abertos Governamentais como ferramenta de participação social e aproxim...
everson lopes de aguiar
 
Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro
GovBR
 
Dados Abertos para o Controle Externo
Dados Abertos para o Controle ExternoDados Abertos para o Controle Externo
Dados Abertos para o Controle Externo
Thiago Avila, Msc
 
Melhorias para a Plataforma Federal da Participação Social
Melhorias para a Plataforma Federal da Participação SocialMelhorias para a Plataforma Federal da Participação Social
Melhorias para a Plataforma Federal da Participação Social
Ana Célia Costa
 
Consad 2015 abertura de dados e web semantica
Consad 2015   abertura de dados e web semanticaConsad 2015   abertura de dados e web semantica
Consad 2015 abertura de dados e web semantica
SPUK
 
Levantamento de acoes de governo movel - 2 Conferencia W3C.br 2010
Levantamento de acoes de governo movel - 2 Conferencia W3C.br   2010Levantamento de acoes de governo movel - 2 Conferencia W3C.br   2010
Levantamento de acoes de governo movel - 2 Conferencia W3C.br 2010
everson lopes de aguiar
 
e-MAG 3.0 - 3a. Conferência Web W3C Brasil
e-MAG 3.0 - 3a. Conferência Web W3C Brasile-MAG 3.0 - 3a. Conferência Web W3C Brasil
e-MAG 3.0 - 3a. Conferência Web W3C Brasil
GovBR
 
Benefícios da uso da Web Aberta no contexto governamental
Benefícios da uso da Web Aberta no contexto governamentalBenefícios da uso da Web Aberta no contexto governamental
Benefícios da uso da Web Aberta no contexto governamental
Yasodara Cordova
 
Acessibilidade e e-MAG
Acessibilidade e e-MAGAcessibilidade e e-MAG
Acessibilidade e e-MAG
GovBR
 
Um ensaio sobre as principais barreiras em acoes de governo movel - Conferenc...
Um ensaio sobre as principais barreiras em acoes de governo movel - Conferenc...Um ensaio sobre as principais barreiras em acoes de governo movel - Conferenc...
Um ensaio sobre as principais barreiras em acoes de governo movel - Conferenc...
everson lopes de aguiar
 
Serviços Públicos de Atendimento do Governo Federal
Serviços Públicos de Atendimento do Governo FederalServiços Públicos de Atendimento do Governo Federal
Serviços Públicos de Atendimento do Governo Federal
Colaborativismo
 
Governança eletrônica móvel no Brasil - Clad 2012
Governança eletrônica móvel no Brasil - Clad 2012Governança eletrônica móvel no Brasil - Clad 2012
Governança eletrônica móvel no Brasil - Clad 2012
everson lopes de aguiar
 
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 

Semelhante a Acessibilidade digital no contexto do poder executivo federal brasileiro - IRSPM 2011 (20)

Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010brApresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
 
Melhorando o acesso ao governo com o melhor uso da Interner
Melhorando o acesso ao governo com o melhor uso da InternerMelhorando o acesso ao governo com o melhor uso da Interner
Melhorando o acesso ao governo com o melhor uso da Interner
 
Gov web
 Gov web Gov web
Gov web
 
Apresentação oficial do e-MAG 3.0 em 21 de setembro de 2011
Apresentação oficial do e-MAG 3.0  em 21 de setembro de 2011Apresentação oficial do e-MAG 3.0  em 21 de setembro de 2011
Apresentação oficial do e-MAG 3.0 em 21 de setembro de 2011
 
Dados Abertos Governamentais como ferramenta de participação social e aproxim...
Dados Abertos Governamentais como ferramenta de participação social e aproxim...Dados Abertos Governamentais como ferramenta de participação social e aproxim...
Dados Abertos Governamentais como ferramenta de participação social e aproxim...
 
Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro
 
Dados Abertos para o Controle Externo
Dados Abertos para o Controle ExternoDados Abertos para o Controle Externo
Dados Abertos para o Controle Externo
 
Melhorias para a Plataforma Federal da Participação Social
Melhorias para a Plataforma Federal da Participação SocialMelhorias para a Plataforma Federal da Participação Social
Melhorias para a Plataforma Federal da Participação Social
 
Consad 2015 abertura de dados e web semantica
Consad 2015   abertura de dados e web semanticaConsad 2015   abertura de dados e web semantica
Consad 2015 abertura de dados e web semantica
 
Levantamento de acoes de governo movel - 2 Conferencia W3C.br 2010
Levantamento de acoes de governo movel - 2 Conferencia W3C.br   2010Levantamento de acoes de governo movel - 2 Conferencia W3C.br   2010
Levantamento de acoes de governo movel - 2 Conferencia W3C.br 2010
 
e-MAG 3.0 - 3a. Conferência Web W3C Brasil
e-MAG 3.0 - 3a. Conferência Web W3C Brasile-MAG 3.0 - 3a. Conferência Web W3C Brasil
e-MAG 3.0 - 3a. Conferência Web W3C Brasil
 
Benefícios da uso da Web Aberta no contexto governamental
Benefícios da uso da Web Aberta no contexto governamentalBenefícios da uso da Web Aberta no contexto governamental
Benefícios da uso da Web Aberta no contexto governamental
 
Acessibilidade e e-MAG
Acessibilidade e e-MAGAcessibilidade e e-MAG
Acessibilidade e e-MAG
 
Um ensaio sobre as principais barreiras em acoes de governo movel - Conferenc...
Um ensaio sobre as principais barreiras em acoes de governo movel - Conferenc...Um ensaio sobre as principais barreiras em acoes de governo movel - Conferenc...
Um ensaio sobre as principais barreiras em acoes de governo movel - Conferenc...
 
Serviços Públicos de Atendimento do Governo Federal
Serviços Públicos de Atendimento do Governo FederalServiços Públicos de Atendimento do Governo Federal
Serviços Públicos de Atendimento do Governo Federal
 
Governança eletrônica móvel no Brasil - Clad 2012
Governança eletrônica móvel no Brasil - Clad 2012Governança eletrônica móvel no Brasil - Clad 2012
Governança eletrônica móvel no Brasil - Clad 2012
 
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
 
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
 
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
 
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
 

Acessibilidade digital no contexto do poder executivo federal brasileiro - IRSPM 2011

  • 1. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTOMINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Brasília, 11 de maio de 2011. Acessibilidade digital no contexto do Poder Executivo Federal brasileiro
  • 2. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTOMINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO  Sociedade da Informação  Conceito de acessibilidade  As políticas de e-GOV latino americanas  A evolução internacional do marco legal  As Nações Unidas e a medição de acessibilidade  Política de Governo Eletrônico do Governo Federal  A normatização brasileira  Números brasileiros de acessibilidade  E-MAG e Histórico  WCAG 2.0 e a parceria com o MEC  E-MAG 3.0, cursos on line e creative commons  Documentos de apoio e conclusões Estrutura da Apresentação
  • 3. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTOMINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Sociedade da Informação  Mudanças de paradigmas informação principal ativo (expansão da internet);→  Reivenção do Estado Governo único e em rede;→  Portais e sítios públicos densidade de informações e serviços públicos;→  Dilema da assimetria informacional; e  Web ubíqua  Universalização do acesso infraestrutura e conteúdos;→
  • 4. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Tim Berners-Lee, diretor do W3C afirma, que o poder da Web está na sua universalidade. Para ele, “ser acessada por todos, independente de deficiência, é um aspecto essencial”. A acessibilidade na Web significa, portanto, permitir o acesso a todos, independente do tipo de usuário, situação ou ferramenta. O conceito de Acessibilidade...
  • 5. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO “A produção de conteúdos por intermédio de sítios web ou outros meios eletrônicos deverá incorporar mecânicas de personalização de setores específicos para seleccionar as linguagens utilizadas, identificando permanentemente os perfis dos usuários e suas correspondentes necessidades de informação e serviços, colocando especial atenção a inclusão de pessoas com necessidades especiais.” (Carta Iberoamericana de Gobierno Electrónico, item 26, 2007) As políticas de e-GOV Latino Americanas
  • 6. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO A Evolução Internacional do Marco legal  Canadá, USA e Austrália (1997)  Section 508 (1998)  W3C -> WAI (1999)  e-Europe 2002 (1999)
  • 7. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Journal of Information Technology & Politics Estudo das Nações Unidas realizado em 2010 verificou a acessibilidade dos sites de governos nacionais. Entre esses foram considerados os portais nacionais e 5 ministérios: Educação, Trabalho, Assuntos Sociais, Saúde e Finanças. As Nações Unidas e a medição da Acessibilidade
  • 8. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Diretrizes de e-GOV → Promover e consolidar os direitos dos cidadãos:  Promoção da cidadania como prioridade;  Indissociabilidade entre inclusão digital e o governo eletrônico;  Utilização do software livre como recurso estratégico;  Gestão do Conhecimento como instrumento estratégico de articulação e gestão das políticas públicas;  Racionalização dos recursos;  Adoção de políticas, sistemas, normas e padrões;  Integração com outros níveis de governo e com os demais poderes. Política de Governo Eletrônico do Governo Federal Brasileiro Promover e consolidar os direitos dos cidadãos significa:  Acesso a serviços e informações públicas;  Melhor usufruto do próprio tempo;  Controle social e participação das ações dos agentes públicos.
  • 9. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO A normatização Brasileira  Convenção dos direitos das pessoas com deficiência (Brasil signatário)  Decreto nº 5.296 (20000)  Leis nº 10.048 e 10.098 (2004);  Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999,  Comitê CB-40 da ABNT;  Portaria SLTI nº 3 de 7 maio de 2007.  Decreto nº 39.651, de 27 de julho de 2000, do município de São Paulo  Diversas leis estaduais e municipais sobre o assunto.
  • 10. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO O Brasil tem cerca de 24,6 milhões de pessoas com deficiências o que corresponde a aproximadamente 14,5% da população. Destes apenas 3,2 milhões freqüentavam creche ou escola até o Censo de 2000. Números brasileiros de Acessibilidade Mental Auditiva Visual Física 0 10 20 30 40 50 60 16,6 8,2 27,1 48,1 % de Acessibilidade por Tipo de Deficiência
  • 11. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO O principal objetivo do Modelo de Acessibilidade do Governo Eletrônico (e-MAG) é gerar um conjunto de recomendações a ser considerado para que o processo de acessibilidade dos sítios e portais do Governo Brasileiro seja conduzido de forma padronizada e, ao mesmo, de fácil implementação, coerente com as necessidades brasileiras e em conformidade com os padrões internacionais. Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico
  • 12. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Histórico:  Primeira versão (1.4) lançada em 18 de janeiro de 2005 e colocado em Consulta Pública;  A segunda versão (2.0) foi lançada em 14 de dezembro de 2005;  Em maio de 2007 o modelo passa a ser obrigatório no âmbito do Sistema de Administração de Recursos de Informação e Informática (SISP) por intermédio da Portaria nº 03. Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico
  • 13. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Versão 2.0:  Constituído por 2 documentos: Modelo (conceitos) e cartilha técnica (conjunto de recomendações);  Segmentação conforme Níveis de Prioridades. Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico
  • 14. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Institutos Federais de Educação Ciência e Tecnologia (IFETs) Produtos previstos:  Versão 3.0 do e-MAG;  Nova versão do Avaliador e Simulador de Acessibilidade de Sítios (ASES);  Estudo comparativo de leitores de tela;  Check list de acessibilidade para deficientes visuais e para desenvolvedores;  Atualização e disseminação do curso virtual do ASES;  Criação e disponibilização de sistema gerenciador de conteúdos acessíveis; e  Criação e adaptação de microformatos para serviços de e-GOV. WCAG 2.0 e a Parceria com o MEC
  • 15. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Documento único subdividido em seis partes;  1º capítulo: transição das versões 2.0 para 3.0 legislações, principais→ problemas de usuários deficientes, importância do uso de padrões Web e passos para a acessibilidade de contéudos digitais;  2º capítulo: trata das 43 recomendações/ diretrizes de acessibilidade com exemplos de uso que são divididas em seções código,→ comportamento (dom), conteúdo/ informação, apresentação/ design, multimídia e formulário.  3º capítulo: aborda elementos de acessibilidade nas páginas do Governo Federal. Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico (e-MAG) 3.0
  • 16. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Documento único subdividido em seis partes;  4º capítulo: descreve recursos e ferramentas para acessibilidade → organizações e especificações, validadores de código, checklists para validação humana, ferramentas para análise de relação de contraste, simulador de navegador, entre outros.  5º e 6º capítulos: documentos complementares e links para instituições de pesquisa e de padrões internacionais, glossário. Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico (e-MAG) 3.0
  • 17. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ASES - Avaliador e Simulador de AcessibilidadE sítios -  é uma ferramenta que permite avaliar, simular e corrigir a acessibilidade de páginas, sítios e portais. Cursos on-line - divulgação e capacitação de profissionais. Os cursos são compostos por conteúdos disponibilizados em ambiente virtual, exercícios de avaliação e documentos de apoio. Creative Commons ENAP e→ outras 17 instituições Aplicação, capacitação, disseminação do modelo e casos de implementação
  • 18. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Documentos de apoio – tabelas e formulários acessíveis e uso de texto alternativo. Disseminação – palestras, oficinas e participação em eventos. Guia de Serviços do Governo Federal – projeto conceito. Aplicação, capacitação, disseminação do modelo e casos de implementação
  • 19. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO  Estratégia Geral de TI do Governo Federal;  Agenda Brasil de Governo Eletrônico  Meta institucional do MP;  Agenda de Acessibilidade Digital (em desenv. – plano de ação)  Revisão da coordenação do modelo (CGU, MP, SDH)  Sisp - C3S consultoria em acessibilidade→ Conclusões, desafios e próximos passos
  • 20. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO 5561 2020-1319 govbr@planejamento.gov.br Departamento de Governo Eletrônico “a realização da sociedade da informação somente é possível se os meios de comunicação existentes na atualidade garantirem acessibilidade pública indiscriminada, de baixo custo, possibilitando o desenvolvimento de uma cidadania digital.” (GUERREIRO, 2006)