SlideShare uma empresa Scribd logo
Autor:SergioAlfredo Macore - PEMBA
Acentuação gráfica
A acentuação num relatório de pesquisa consiste na aplicação de certos sinais escritos
sobre determinadas letras para representar o que foi estipulado pelas regras de acentuação
do idioma. Entre estes sinais estão os diversos acentos gráficos, além do restante dos
diacríticos, como o trema, por exemplo.
Acentos gráficos e diacríticos
 o acento agudo ( ´ ) - colocado sobre as letras a, i, o e sobre o e do grupo em, indica
que essas letras representam as vogais tónicas / tônicas da palavra: carcará, caí,
armazém. Sobre as letras e e o, indica, além de tonicidade, timbre aberto: lépido,
céu, tóxico.
 o acento circunflexo ( ^ ) - colocado sobre as letras a, e e o, indica, além de
tonicidade, timbre fechado: lâmpada, pêssego, supôs, Atlântico.
 o til ( ~ ) - indica que as letras a e o representam vogais nasais: alemã, órgão,
portão, expõe, corações, ímã.
 o acento grave ( ` ) - indica a ocorrência da fusão da preposição a com os artigos a e
as, com os pronomes demonstrativos a e as e com a letra a inicial dos pronomes
aquele, aquela, aqueles, aquelas, aquilo: à, às, àquele, àquilo.
OBS: Quando seguidas de m ou n, as letras a, e, o representam vogais nasais,
comummente/comumente fechadas, recebem acento circunflexo, e não agudo. Ex: câmara,
ânus. A única exceção ocorre nas terminações -em, -ens em que se usa acento agudo
[porém, contém, provém, parabéns], a não ser nas formas da 3ª pessoa do plural, quando
passa a usar o circunflexo.
OBS: Há palavras em que o uso do acento agudo ou circunflexo pode ser escolhido pelo
escritor como: Abdómen/Abdômen, Cómico/Cômico, Fénix/Fênix, Fónico/Fônico,
Gémeo/Gêmeo, Pónei/Pônei, Tónico/Tônico, Vólei/Vôlei.
Observação:
 o trema ( ¨ ) - é aplicado a palavras estrangeiras como sobrenomes, e.g. "Müller").
Autor:SergioAlfredo Macore - PEMBA
Regras básicas
As regras de acentuação gráfica procuram reservar os acentos para as palavras que se
enquadram nos padrões prosódicos menos comuns da língua portuguesa. Disso, resultam as
seguintes regras básicas:
 monossílabos tônicos - são acentuados os terminados em:
o a, as: pá, vá, gás, Brás, cá, má.
o e, es: pé, fé, mês, três, crê.
o o, os: só, xô, nós, pôs, nó, pó, só.
 oxítonas - Têm a última sílaba tônica. São acentuadas as que terminam em:
o a, as: Pará, vatapá, estás, irás, cajá.
o e, es: você, café, Urupês, jacarés.
o o, os: jiló, avó, avô, retrós, supôs, paletó, cipó, mocotó.
o em, ens: alguém, armazéns, vintém, parabéns, também, ninguém.
 paroxítonas - Têm a penúltima sílaba tônica. São acentuadas todas as que não
terminam em em, ens, a(s), e(s), o(s); a regra é oposta à de acentuação para
oxítonas. Portanto, as terminadas em:
o i, is: táxi, beribéri, lápis, grátis, júri.
o u, us, um, uns, on, ons: vírus, bónus/bônus, álbum, parabélum, álbuns,
parabéluns, nêutron, prótons.
o l, n, r, x, ps: incrível, útil, ágil, fácil, amável, éden, hífen, pólen, éter, mártir,
caráter, revólver, destróier, tórax, ónix/ônix, fénix/fênix, bíceps, fórceps,
Quéops.
o ã, ãs, ão, ãos: ímã, órfã, ímãs, órfãs, bênção, órgão, órfãos, sótãos.
 proparoxítonas - São todas acentuadas. Têm a antepenúltima sílaba tônica e, nesse
caso, é a sílaba que leva acento. A vogal com timbre aberto é acentuada com um
acento agudo, já a com timbre fechado ou nasal é acentuada com um acento
circunflexo. É o caso de: lâmpada, relâmpago, Atlântico, trôpego, Júpiter, lúcido,
ótimo, víssemos, flácido.
Autor:SergioAlfredo Macore - PEMBA
 Palavras terminadas em encontro vocálico átono: podem ser consideradas tanto
paroxítonas quanto proparoxítonas, e devem ser todas acentuadas. Encontros
vocálicos átonos no fim de palavras tanto podem ser entendidos como ditongos
quanto como hiatos. Exemplos: cárie, história, árduo, água, errôneo.
 ditongo - abertos tônicos quando em palavras oxítonas:
o éi: anéis, fiéis, papéis
o éu: céu, troféu, véu
o ói: constrói, dói, herói
 hiato - i e u nas condições:
o sejam a segunda vogal tônica de um hiato;
o formem sílabas sozinhos ou com s na mesma sílaba;
o não sejam seguidas pelo dígrafo nh;
o não forem repetidas (i-i ou u-u);
o não sejam, quando em palavras paroxítonas, precedidas de ditongo;
ex.: aí: a-í; balaústre: ba-la-ús-tre; egoísta: e-go-ís-ta; faísca: fa-ís-ca; viúvo; vi-ú-vo;
heroína: he-ro-í-na; saída: sa-í-da; saúde: sa-ú-de.
 Não se acentuam as palavras oxítonas terminadas em i ou u (seguidos ou não do s).
Palavras como baú, saí, Anhagabaú, etc., são acentuadas não por serem oxítonas,
mas por o i e o u formarem sílabas sozinhos, num hiato.
 Apesar de não poder ser considerado um caso de tonicidade, coloca-se um acento
grave (`) na crase da preposição "a" com os artigos femininos "a", "as" e com os
pronomes demonstrativos "aquele", "aqueles", "aquela", "aquelas", "aquilo": à, às,
àquele, àquilo.
Acento diferencial
O acento diferencial é utilizado para diferenciar palavras de grafia semelhante. É
obrigatório nos seguintes casos:
 pôde (pret. perf. do ind. de poder) - pode (pres. do ind. de poder)
Autor:SergioAlfredo Macore - PEMBA
 pôr (verbo) - por (preposição)
 têm (terceira pessoa do plural do verbo ter) - tem (terceira pessoa do singular do
verbo ter)
 Os derivados do verbo ter têm na terceira pessoa do singular um acento agudo "´",
já a terceira pessoa do plural tem um acento circunflexo "^" mantém - mantêm
 vêm (terceira pessoa do plural do verbo vir) - vem (terceira pessoa do singular do
verbo vir)
 Os derivados do verbo vir têm na terceira pessoa do singular um acento agudo "´",
já a terceira pessoa do plural tem um acento circunflexo "^" provém - provêm
Casos em que o acento diferencial é opcional:
 Acento diferencial do pretérito: chegámos (1ª pessoa do plural no pretérito -
indicativo) chegamos (1ª pessoa do plural no presente - indicativo)
 fôrma (substantivo) - forma (substantivo e verbo)
Após a Reforma Ortográfica, o acento diferencial foi quase totalmente eliminado da escrita,
porém, obviamente, a pronúncia continua a mesma.
Fonte
 KURY, Adriano da Gama. Ortografia, Pontuação e Crase. 2. ed. Rio de Janeiro:
FAE, 1986.
INFORMAÇÃO DO AUTOR
Nome: Sérgio Alfredo Macore
Facebook: Sergio Alfredo Macore ou Helldriver Rapper Rapper
Contactos: +258 846458829 ou +258 826677547
Morada: Pemba – Cabo Delgado MOZAMBIQUE
E-mail: Sergio.macore@gmail.com ou Sergio.macore@outlook.com
NOTA: Qualquer duvida que tiver, me contacte e não hesite em me contactar.
PAZ e LUCIDEZ

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
Portal do Vestibulando
 
português
portuguêsportuguês
Apresentação nova ortografia
Apresentação nova ortografiaApresentação nova ortografia
Apresentação nova ortografia
Bianca Dias
 
Nova ortografia oficial
Nova ortografia oficialNova ortografia oficial
Nova ortografia oficial
Ewerton Alves
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
mfmpafatima
 
Ortografia e acentuação
Ortografia e acentuaçãoOrtografia e acentuação
Ortografia e acentuação
Solange Mendes
 
Guia da Nova Ortografia 2015
Guia da Nova Ortografia 2015Guia da Nova Ortografia 2015
Guia da Nova Ortografia 2015
Rômulo Giacome
 
Novas Regras de Ortografia
Novas Regras de OrtografiaNovas Regras de Ortografia
Novas Regras de Ortografia
rodrigogsilvestre
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
Ivana Mayrink
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
katiaourives
 
Acordo ortográfico ppt
Acordo ortográfico pptAcordo ortográfico ppt
Acordo ortográfico ppt
carminda machado
 
Aula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuaçãoAula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuação
Curso Letrados
 
Ortografia e acentuação gráfica
Ortografia e acentuação gráficaOrtografia e acentuação gráfica
Ortografia e acentuação gráfica
Adeildo Júnior
 
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua PortuguesaSlide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Jomari
 
Regras de acentuação gráfica
Regras de acentuação gráficaRegras de acentuação gráfica
Regras de acentuação gráfica
Camila Rodrigues
 
Novo Acordo Ortografico
Novo Acordo OrtograficoNovo Acordo Ortografico
Novo Acordo Ortografico
deathie
 
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
Valeria Bortoluzzi
 
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Vânia Salvo Orso
 
Dicas de separação silábica
Dicas de separação silábicaDicas de separação silábica
Dicas de separação silábica
Edleusa Silva
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
Eliane Sapiraim Durão
 

Mais procurados (20)

Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 
português
portuguêsportuguês
português
 
Apresentação nova ortografia
Apresentação nova ortografiaApresentação nova ortografia
Apresentação nova ortografia
 
Nova ortografia oficial
Nova ortografia oficialNova ortografia oficial
Nova ortografia oficial
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
 
Ortografia e acentuação
Ortografia e acentuaçãoOrtografia e acentuação
Ortografia e acentuação
 
Guia da Nova Ortografia 2015
Guia da Nova Ortografia 2015Guia da Nova Ortografia 2015
Guia da Nova Ortografia 2015
 
Novas Regras de Ortografia
Novas Regras de OrtografiaNovas Regras de Ortografia
Novas Regras de Ortografia
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Acordo ortográfico ppt
Acordo ortográfico pptAcordo ortográfico ppt
Acordo ortográfico ppt
 
Aula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuaçãoAula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuação
 
Ortografia e acentuação gráfica
Ortografia e acentuação gráficaOrtografia e acentuação gráfica
Ortografia e acentuação gráfica
 
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua PortuguesaSlide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
 
Regras de acentuação gráfica
Regras de acentuação gráficaRegras de acentuação gráfica
Regras de acentuação gráfica
 
Novo Acordo Ortografico
Novo Acordo OrtograficoNovo Acordo Ortografico
Novo Acordo Ortografico
 
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
 
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
 
Dicas de separação silábica
Dicas de separação silábicaDicas de separação silábica
Dicas de separação silábica
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 

Semelhante a Acentuação gráfica

Apostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico ConcursoApostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico Concurso
mauricio souza
 
1 fonética
1 fonética1 fonética
1 fonética
Jackelini Muzy Vaz
 
apostila alfacon de portugues para concursos
apostila alfacon de portugues para concursosapostila alfacon de portugues para concursos
apostila alfacon de portugues para concursos
Giselle Braz
 
Apostila de-portugues-
Apostila de-portugues- Apostila de-portugues-
Apostila de-portugues-
Terezinha Côgo Venturim
 
PRP acentuação gráfica.pdf
PRP acentuação gráfica.pdfPRP acentuação gráfica.pdf
PRP acentuação gráfica.pdf
Leonemaria1
 
Acentuacao grafica
Acentuacao graficaAcentuacao grafica
Acentuacao grafica
Mírian Fiúza
 
Plural dos substantivos
Plural dos substantivosPlural dos substantivos
Plural dos substantivos
Liliane França
 
Lingua portuguesa teoria e testes
Lingua portuguesa teoria e testesLingua portuguesa teoria e testes
Lingua portuguesa teoria e testes
Daniele Costa
 
Apostila do novo_acordo_ortografico
Apostila do novo_acordo_ortograficoApostila do novo_acordo_ortografico
Apostila do novo_acordo_ortografico
Hospital da Restauração
 
Acentuação tônica
Acentuação tônicaAcentuação tônica
Acentuação tônica
Tim Bagatelas
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Trabalho 4
Trabalho 4Trabalho 4
Trabalho 4
brunojunqueira2009
 
Linguagem corporal
Linguagem corporalLinguagem corporal
Linguagem corporal
Paula Arena
 
1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética
Angélica Manenti
 
Apostila de acentuação gráfica
Apostila de acentuação gráficaApostila de acentuação gráfica
Apostila de acentuação gráfica
Fernando Souza
 
Fonética
FonéticaFonética
Guia prático nova ortografia pg10
Guia prático   nova ortografia pg10Guia prático   nova ortografia pg10
Guia prático nova ortografia pg10
kisb1337
 
Resumão de português
Resumão de portuguêsResumão de português
Resumão de português
Camilla Gagliardi dos Santos
 
Nilza ativ5
Nilza ativ5Nilza ativ5
Nilza ativ5
Nilza Gomes
 
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráficaAcentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
GrasiellePardinhoRod1
 

Semelhante a Acentuação gráfica (20)

Apostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico ConcursoApostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico Concurso
 
1 fonética
1 fonética1 fonética
1 fonética
 
apostila alfacon de portugues para concursos
apostila alfacon de portugues para concursosapostila alfacon de portugues para concursos
apostila alfacon de portugues para concursos
 
Apostila de-portugues-
Apostila de-portugues- Apostila de-portugues-
Apostila de-portugues-
 
PRP acentuação gráfica.pdf
PRP acentuação gráfica.pdfPRP acentuação gráfica.pdf
PRP acentuação gráfica.pdf
 
Acentuacao grafica
Acentuacao graficaAcentuacao grafica
Acentuacao grafica
 
Plural dos substantivos
Plural dos substantivosPlural dos substantivos
Plural dos substantivos
 
Lingua portuguesa teoria e testes
Lingua portuguesa teoria e testesLingua portuguesa teoria e testes
Lingua portuguesa teoria e testes
 
Apostila do novo_acordo_ortografico
Apostila do novo_acordo_ortograficoApostila do novo_acordo_ortografico
Apostila do novo_acordo_ortografico
 
Acentuação tônica
Acentuação tônicaAcentuação tônica
Acentuação tônica
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
Trabalho 4
Trabalho 4Trabalho 4
Trabalho 4
 
Linguagem corporal
Linguagem corporalLinguagem corporal
Linguagem corporal
 
1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética
 
Apostila de acentuação gráfica
Apostila de acentuação gráficaApostila de acentuação gráfica
Apostila de acentuação gráfica
 
Fonética
FonéticaFonética
Fonética
 
Guia prático nova ortografia pg10
Guia prático   nova ortografia pg10Guia prático   nova ortografia pg10
Guia prático nova ortografia pg10
 
Resumão de português
Resumão de portuguêsResumão de português
Resumão de português
 
Nilza ativ5
Nilza ativ5Nilza ativ5
Nilza ativ5
 
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráficaAcentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
 

Mais de Universidade Pedagogica

Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Universidade Pedagogica
 
Sistema respiratório humano.docx
Sistema respiratório humano.docxSistema respiratório humano.docx
Sistema respiratório humano.docx
Universidade Pedagogica
 
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Universidade Pedagogica
 
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Universidade Pedagogica
 
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docxGestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Universidade Pedagogica
 
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docxPresenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Universidade Pedagogica
 
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docxPresenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Universidade Pedagogica
 
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Universidade Pedagogica
 
Gestao participativa.docx
Gestao participativa.docxGestao participativa.docx
Gestao participativa.docx
Universidade Pedagogica
 
Individual Evaluation Assessment.pdf
Individual Evaluation Assessment.pdfIndividual Evaluation Assessment.pdf
Individual Evaluation Assessment.pdf
Universidade Pedagogica
 
Individual Evaluation Assessment.docx
Individual Evaluation Assessment.docxIndividual Evaluation Assessment.docx
Individual Evaluation Assessment.docx
Universidade Pedagogica
 
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.pdf
Desafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.pdfDesafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.pdf
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.pdf
Universidade Pedagogica
 
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdfImportância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Universidade Pedagogica
 
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdfAs Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
Universidade Pedagogica
 
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docxImportância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Universidade Pedagogica
 
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.docx
Desafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.docxDesafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.docx
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.docx
Universidade Pedagogica
 
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docxAs Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
Universidade Pedagogica
 
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechadoHorticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Universidade Pedagogica
 
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Universidade Pedagogica
 
Teorias de desenvolvimento da leitura
Teorias de desenvolvimento da leituraTeorias de desenvolvimento da leitura
Teorias de desenvolvimento da leitura
Universidade Pedagogica
 

Mais de Universidade Pedagogica (20)

Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
 
Sistema respiratório humano.docx
Sistema respiratório humano.docxSistema respiratório humano.docx
Sistema respiratório humano.docx
 
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
 
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
 
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docxGestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
 
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docxPresenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
 
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docxPresenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
 
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
 
Gestao participativa.docx
Gestao participativa.docxGestao participativa.docx
Gestao participativa.docx
 
Individual Evaluation Assessment.pdf
Individual Evaluation Assessment.pdfIndividual Evaluation Assessment.pdf
Individual Evaluation Assessment.pdf
 
Individual Evaluation Assessment.docx
Individual Evaluation Assessment.docxIndividual Evaluation Assessment.docx
Individual Evaluation Assessment.docx
 
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.pdf
Desafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.pdfDesafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.pdf
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.pdf
 
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdfImportância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
 
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdfAs Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
 
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docxImportância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
 
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.docx
Desafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.docxDesafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.docx
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.docx
 
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docxAs Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
 
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechadoHorticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
 
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
 
Teorias de desenvolvimento da leitura
Teorias de desenvolvimento da leituraTeorias de desenvolvimento da leitura
Teorias de desenvolvimento da leitura
 

Acentuação gráfica

  • 1. Autor:SergioAlfredo Macore - PEMBA Acentuação gráfica A acentuação num relatório de pesquisa consiste na aplicação de certos sinais escritos sobre determinadas letras para representar o que foi estipulado pelas regras de acentuação do idioma. Entre estes sinais estão os diversos acentos gráficos, além do restante dos diacríticos, como o trema, por exemplo. Acentos gráficos e diacríticos  o acento agudo ( ´ ) - colocado sobre as letras a, i, o e sobre o e do grupo em, indica que essas letras representam as vogais tónicas / tônicas da palavra: carcará, caí, armazém. Sobre as letras e e o, indica, além de tonicidade, timbre aberto: lépido, céu, tóxico.  o acento circunflexo ( ^ ) - colocado sobre as letras a, e e o, indica, além de tonicidade, timbre fechado: lâmpada, pêssego, supôs, Atlântico.  o til ( ~ ) - indica que as letras a e o representam vogais nasais: alemã, órgão, portão, expõe, corações, ímã.  o acento grave ( ` ) - indica a ocorrência da fusão da preposição a com os artigos a e as, com os pronomes demonstrativos a e as e com a letra a inicial dos pronomes aquele, aquela, aqueles, aquelas, aquilo: à, às, àquele, àquilo. OBS: Quando seguidas de m ou n, as letras a, e, o representam vogais nasais, comummente/comumente fechadas, recebem acento circunflexo, e não agudo. Ex: câmara, ânus. A única exceção ocorre nas terminações -em, -ens em que se usa acento agudo [porém, contém, provém, parabéns], a não ser nas formas da 3ª pessoa do plural, quando passa a usar o circunflexo. OBS: Há palavras em que o uso do acento agudo ou circunflexo pode ser escolhido pelo escritor como: Abdómen/Abdômen, Cómico/Cômico, Fénix/Fênix, Fónico/Fônico, Gémeo/Gêmeo, Pónei/Pônei, Tónico/Tônico, Vólei/Vôlei. Observação:  o trema ( ¨ ) - é aplicado a palavras estrangeiras como sobrenomes, e.g. "Müller").
  • 2. Autor:SergioAlfredo Macore - PEMBA Regras básicas As regras de acentuação gráfica procuram reservar os acentos para as palavras que se enquadram nos padrões prosódicos menos comuns da língua portuguesa. Disso, resultam as seguintes regras básicas:  monossílabos tônicos - são acentuados os terminados em: o a, as: pá, vá, gás, Brás, cá, má. o e, es: pé, fé, mês, três, crê. o o, os: só, xô, nós, pôs, nó, pó, só.  oxítonas - Têm a última sílaba tônica. São acentuadas as que terminam em: o a, as: Pará, vatapá, estás, irás, cajá. o e, es: você, café, Urupês, jacarés. o o, os: jiló, avó, avô, retrós, supôs, paletó, cipó, mocotó. o em, ens: alguém, armazéns, vintém, parabéns, também, ninguém.  paroxítonas - Têm a penúltima sílaba tônica. São acentuadas todas as que não terminam em em, ens, a(s), e(s), o(s); a regra é oposta à de acentuação para oxítonas. Portanto, as terminadas em: o i, is: táxi, beribéri, lápis, grátis, júri. o u, us, um, uns, on, ons: vírus, bónus/bônus, álbum, parabélum, álbuns, parabéluns, nêutron, prótons. o l, n, r, x, ps: incrível, útil, ágil, fácil, amável, éden, hífen, pólen, éter, mártir, caráter, revólver, destróier, tórax, ónix/ônix, fénix/fênix, bíceps, fórceps, Quéops. o ã, ãs, ão, ãos: ímã, órfã, ímãs, órfãs, bênção, órgão, órfãos, sótãos.  proparoxítonas - São todas acentuadas. Têm a antepenúltima sílaba tônica e, nesse caso, é a sílaba que leva acento. A vogal com timbre aberto é acentuada com um acento agudo, já a com timbre fechado ou nasal é acentuada com um acento circunflexo. É o caso de: lâmpada, relâmpago, Atlântico, trôpego, Júpiter, lúcido, ótimo, víssemos, flácido.
  • 3. Autor:SergioAlfredo Macore - PEMBA  Palavras terminadas em encontro vocálico átono: podem ser consideradas tanto paroxítonas quanto proparoxítonas, e devem ser todas acentuadas. Encontros vocálicos átonos no fim de palavras tanto podem ser entendidos como ditongos quanto como hiatos. Exemplos: cárie, história, árduo, água, errôneo.  ditongo - abertos tônicos quando em palavras oxítonas: o éi: anéis, fiéis, papéis o éu: céu, troféu, véu o ói: constrói, dói, herói  hiato - i e u nas condições: o sejam a segunda vogal tônica de um hiato; o formem sílabas sozinhos ou com s na mesma sílaba; o não sejam seguidas pelo dígrafo nh; o não forem repetidas (i-i ou u-u); o não sejam, quando em palavras paroxítonas, precedidas de ditongo; ex.: aí: a-í; balaústre: ba-la-ús-tre; egoísta: e-go-ís-ta; faísca: fa-ís-ca; viúvo; vi-ú-vo; heroína: he-ro-í-na; saída: sa-í-da; saúde: sa-ú-de.  Não se acentuam as palavras oxítonas terminadas em i ou u (seguidos ou não do s). Palavras como baú, saí, Anhagabaú, etc., são acentuadas não por serem oxítonas, mas por o i e o u formarem sílabas sozinhos, num hiato.  Apesar de não poder ser considerado um caso de tonicidade, coloca-se um acento grave (`) na crase da preposição "a" com os artigos femininos "a", "as" e com os pronomes demonstrativos "aquele", "aqueles", "aquela", "aquelas", "aquilo": à, às, àquele, àquilo. Acento diferencial O acento diferencial é utilizado para diferenciar palavras de grafia semelhante. É obrigatório nos seguintes casos:  pôde (pret. perf. do ind. de poder) - pode (pres. do ind. de poder)
  • 4. Autor:SergioAlfredo Macore - PEMBA  pôr (verbo) - por (preposição)  têm (terceira pessoa do plural do verbo ter) - tem (terceira pessoa do singular do verbo ter)  Os derivados do verbo ter têm na terceira pessoa do singular um acento agudo "´", já a terceira pessoa do plural tem um acento circunflexo "^" mantém - mantêm  vêm (terceira pessoa do plural do verbo vir) - vem (terceira pessoa do singular do verbo vir)  Os derivados do verbo vir têm na terceira pessoa do singular um acento agudo "´", já a terceira pessoa do plural tem um acento circunflexo "^" provém - provêm Casos em que o acento diferencial é opcional:  Acento diferencial do pretérito: chegámos (1ª pessoa do plural no pretérito - indicativo) chegamos (1ª pessoa do plural no presente - indicativo)  fôrma (substantivo) - forma (substantivo e verbo) Após a Reforma Ortográfica, o acento diferencial foi quase totalmente eliminado da escrita, porém, obviamente, a pronúncia continua a mesma. Fonte  KURY, Adriano da Gama. Ortografia, Pontuação e Crase. 2. ed. Rio de Janeiro: FAE, 1986. INFORMAÇÃO DO AUTOR Nome: Sérgio Alfredo Macore Facebook: Sergio Alfredo Macore ou Helldriver Rapper Rapper Contactos: +258 846458829 ou +258 826677547 Morada: Pemba – Cabo Delgado MOZAMBIQUE E-mail: Sergio.macore@gmail.com ou Sergio.macore@outlook.com NOTA: Qualquer duvida que tiver, me contacte e não hesite em me contactar. PAZ e LUCIDEZ