SlideShare uma empresa Scribd logo
Abraçando a vida!!!
Psicólogo Denner William de Macêdo
Tel: 99111-5531
O que torna a vida interessante
para ser vivida?
Porque muitas
pessoas não
vivem a vida
com
entusiasmo?
O que falta para que a
vida seja mais valorizada?
É bom
fazermos
amizades?
Por quê?
Quais os benefícios de se
termos amizades?
Os problemas, como é que
nós enfrentamos?
Pode existir
algo de
positivo nos
problemas?
Quais?
Como superar os problemas?
Costumamos falar de nossos problemas
ou guardamos eles pra nós?
Por que é importante colocar
para fora nossos problemas?
O que nos torna humanos?
Conseguimos enxergar mais do que
as aparências em uma pessoa?
O que é importante
enxergar em uma pessoa?
O que está faltando ao ser humano?
O que é desumanizar?
Qual o valor de um abraço?
Como ajudar quem está pensando
em suicídio?
 Leve ao médico, psicólogo ou a centros especializados,
como: SAMU, Hospital de Emergência, Centro de Atenção
Psicossocial (CAPS), Núcleo de Apoio a Família (NASF).
Ofereça-se para ir junto ou com alguém de confiança,
sempre procurando ajudá-la e motivá-la a continuar o
tratamento.
 Não permita que fique sozinha nos próximos dias. Se mora
sozinha ou se a família não estiver em casa, é preciso que
outra pessoa se coloque à disposição para acompanhá-la
até mesmo à noite (porque podem ter insônia).
 A pessoa precisa desabafar, porque certamente está
acumulando muitas coisas para si mesma e chega um
momento em que não aguenta. Por isso, ouça o que ela
tem a lhe dizer sem julgá-la, sem aconselhá-la e sem dar
opiniões em um primeiro momento.
 Ter alguém ao lado em quem confie e que expresse que
expresse respeito por sua dor, que esteja disponível, que
fale com calma (sem ficar apavorado e sem demonstrar
pena), que a aceite, acredite e que a deixe tranquila.
 Ficam se sentindo muito culpadas e se consideram um
“peso” para quem está perto. Por isso deixam de falar
sobre o que sentem, se isolam e tendem a não querer
nenhuma ajuda por medo de estar incomodando. Por
isso, é preciso demonstrar para essa pessoa que ela não é
um “peso” e que é um prazer para você ajudá-la.
 Depressão é uma doença e não um “fingimento” ou
“fraqueza”. Não tem a ver com problemas de
espiritualidade também! Por isso, não critique a pessoa
que está deprimida. Provavelmente ela se sentirá mais
deprimida ainda se criticada por estar passando por essa
depressão.
 Evite frases como: “Pare de pensar coisas ruins!”, ou “Você
tem que ficar animado”. Talvez a intenção em usar essas
frases seja boa, mas para a pessoa que está em depressão
é muito difícil. Em vez de usar essas frases, use frases
compreensivas, como; “Esses sentimentos são muito ruins
mesmo…”; “Eu posso imaginar a sua dor. Você quer falar
mais sobre o que está sentindo?” (e deixe a pessoa
falar…). Você ainda pode dizer: “Pode parecer que não,
mas essa é uma fase, e ela vai passar. Enquanto isso,
estarei ao seu lado”.
 Encoraje-a a seguir as orientações médicas. Pode
acontecer que, devido à depressão, não tenha vontade de
tomar os medicamentos, ir à terapia, e seguir com o que
foi orientado pelo profissional médico ou psicólogo. Assim,
também é papel da família ou dos amigos estarem ao
lado.
 Encoraje a caminhar (se possível, caminhem juntos).
Normalmente falta a energia física e emocional e por isso
não quer sair de casa. Os exercícios físicos ajudam a
produzir substâncias como a serotonina e a dopamina.
Quando alguém está deprimido, o nível de serotonina no
cérebro está muito baixo e a caminhada ajudará a
aumentar a produção dessa substância necessária para o
organismo. Pode aproveitar a caminhada para deixar que
a pessoa fale sobre o que deseja.
 Se tiver uma religião, estimule a participar. O contanto
com pessoas, faz bem. Ajudam no tratamento, mas faça
isso sem forçar.
 Se você perceber que ela não se sente à vontade para se
abrir, deixe claro que você estará disponível para
conversar em outras oportunidades. Pode indicar os
serviços oferecidos pelo CVV de sua cidade.
Calma! Acalante sua alma!
Não deu certo? A vida está
complicada? Não te entendem?
Sente-se confuso? Uma tristeza
inexplicável te invade a alma?
Calma! Não esqueça que você é
humano.
As vezes as coisas não acontecem como queremos. Somos
imperfeitos querendo acertar.
Nos momentos difíceis da vida, o que resta é abrirmos o
coração para aliviar a dor da alma. Não se cobre muito.
Acredite. Apesar de tudo, sempre encontramos uma solução.
A resposta que buscamos aparece sempre que repousamos
a cabeça para pensar. Lembre-se, o ferro é forjado no fogo.
Denner de Macêdo

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Abraçando a vida.pptx

Dicas para a saúde emocional
Dicas para a saúde emocionalDicas para a saúde emocional
Dicas para a saúde emocional
Bruno Carrasco
 
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
17. comece   depressão na adolescência - 06.201317. comece   depressão na adolescência - 06.2013
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
comece
 
Trabalho de seminario_integrado_2019_(finalizado)01[1]
Trabalho de seminario_integrado_2019_(finalizado)01[1]Trabalho de seminario_integrado_2019_(finalizado)01[1]
Trabalho de seminario_integrado_2019_(finalizado)01[1]
Rose Zanonato
 
depressão roteiro.docx
depressão roteiro.docxdepressão roteiro.docx
depressão roteiro.docx
AcacioCosta8
 
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores BordignonAprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Dolores Bordignon
 
Ir ao psicólogo é coisa de doidos?
Ir ao psicólogo é coisa de doidos?Ir ao psicólogo é coisa de doidos?
Ir ao psicólogo é coisa de doidos?
Mentes Suspensas - Associação
 
Pais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua FelicidadePais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua Felicidade
Mediar2922
 
Boletim informativo abril2015
Boletim informativo   abril2015Boletim informativo   abril2015
Boletim informativo abril2015
fespiritacrista
 
A depresso impotencia para viver
A depresso   impotencia para viverA depresso   impotencia para viver
A depresso impotencia para viver
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
A depresso impotencia para viver
A depresso   impotencia para viverA depresso   impotencia para viver
A depresso impotencia para viver
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
JaneiroBranco.pptx cuidados com a saude mental
JaneiroBranco.pptx cuidados com a saude mentalJaneiroBranco.pptx cuidados com a saude mental
JaneiroBranco.pptx cuidados com a saude mental
LedianeDias
 
Material de apoio do livro paradidático "E se eu não existisse?" (reponsáveis...
Material de apoio do livro paradidático "E se eu não existisse?" (reponsáveis...Material de apoio do livro paradidático "E se eu não existisse?" (reponsáveis...
Material de apoio do livro paradidático "E se eu não existisse?" (reponsáveis...
Mayara Vellardi
 
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para AdolescentesApresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
VanessaXLncolis
 
Caderno de Exercícios Autoestima e Emoções.pdf
Caderno de Exercícios Autoestima e Emoções.pdfCaderno de Exercícios Autoestima e Emoções.pdf
Caderno de Exercícios Autoestima e Emoções.pdf
pamelapsiborges
 
Tudo_que_você_precisa_saber_para_evitar_e_sair_da_depressão.pdf
Tudo_que_você_precisa_saber_para_evitar_e_sair_da_depressão.pdfTudo_que_você_precisa_saber_para_evitar_e_sair_da_depressão.pdf
Tudo_que_você_precisa_saber_para_evitar_e_sair_da_depressão.pdf
regina costa
 
Psicanálise E Aconselhamento Pastoral
Psicanálise E Aconselhamento PastoralPsicanálise E Aconselhamento Pastoral
Psicanálise E Aconselhamento Pastoral
Eduardo Sales de lima
 
Depressao para acs
Depressao para acsDepressao para acs
Depressao para acs
Isabel Teixeira
 
Noções básicas sobre depressão
Noções básicas sobre depressãoNoções básicas sobre depressão
Noções básicas sobre depressão
Thalyta Lopes
 
Vacina co.
Vacina co. Vacina co.
Vacina co.
centrifugo09
 
apostila_meditacao.pdf
apostila_meditacao.pdfapostila_meditacao.pdf
apostila_meditacao.pdf
AnaBressane
 

Semelhante a Abraçando a vida.pptx (20)

Dicas para a saúde emocional
Dicas para a saúde emocionalDicas para a saúde emocional
Dicas para a saúde emocional
 
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
17. comece   depressão na adolescência - 06.201317. comece   depressão na adolescência - 06.2013
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
 
Trabalho de seminario_integrado_2019_(finalizado)01[1]
Trabalho de seminario_integrado_2019_(finalizado)01[1]Trabalho de seminario_integrado_2019_(finalizado)01[1]
Trabalho de seminario_integrado_2019_(finalizado)01[1]
 
depressão roteiro.docx
depressão roteiro.docxdepressão roteiro.docx
depressão roteiro.docx
 
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores BordignonAprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
 
Ir ao psicólogo é coisa de doidos?
Ir ao psicólogo é coisa de doidos?Ir ao psicólogo é coisa de doidos?
Ir ao psicólogo é coisa de doidos?
 
Pais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua FelicidadePais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua Felicidade
 
Boletim informativo abril2015
Boletim informativo   abril2015Boletim informativo   abril2015
Boletim informativo abril2015
 
A depresso impotencia para viver
A depresso   impotencia para viverA depresso   impotencia para viver
A depresso impotencia para viver
 
A depresso impotencia para viver
A depresso   impotencia para viverA depresso   impotencia para viver
A depresso impotencia para viver
 
JaneiroBranco.pptx cuidados com a saude mental
JaneiroBranco.pptx cuidados com a saude mentalJaneiroBranco.pptx cuidados com a saude mental
JaneiroBranco.pptx cuidados com a saude mental
 
Material de apoio do livro paradidático "E se eu não existisse?" (reponsáveis...
Material de apoio do livro paradidático "E se eu não existisse?" (reponsáveis...Material de apoio do livro paradidático "E se eu não existisse?" (reponsáveis...
Material de apoio do livro paradidático "E se eu não existisse?" (reponsáveis...
 
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para AdolescentesApresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
 
Caderno de Exercícios Autoestima e Emoções.pdf
Caderno de Exercícios Autoestima e Emoções.pdfCaderno de Exercícios Autoestima e Emoções.pdf
Caderno de Exercícios Autoestima e Emoções.pdf
 
Tudo_que_você_precisa_saber_para_evitar_e_sair_da_depressão.pdf
Tudo_que_você_precisa_saber_para_evitar_e_sair_da_depressão.pdfTudo_que_você_precisa_saber_para_evitar_e_sair_da_depressão.pdf
Tudo_que_você_precisa_saber_para_evitar_e_sair_da_depressão.pdf
 
Psicanálise E Aconselhamento Pastoral
Psicanálise E Aconselhamento PastoralPsicanálise E Aconselhamento Pastoral
Psicanálise E Aconselhamento Pastoral
 
Depressao para acs
Depressao para acsDepressao para acs
Depressao para acs
 
Noções básicas sobre depressão
Noções básicas sobre depressãoNoções básicas sobre depressão
Noções básicas sobre depressão
 
Vacina co.
Vacina co. Vacina co.
Vacina co.
 
apostila_meditacao.pdf
apostila_meditacao.pdfapostila_meditacao.pdf
apostila_meditacao.pdf
 

Último

Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
Vanessa F. Rezende
 

Último (20)

Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
 

Abraçando a vida.pptx

  • 1. Abraçando a vida!!! Psicólogo Denner William de Macêdo Tel: 99111-5531
  • 2. O que torna a vida interessante para ser vivida?
  • 3. Porque muitas pessoas não vivem a vida com entusiasmo?
  • 4. O que falta para que a vida seja mais valorizada?
  • 6. Quais os benefícios de se termos amizades?
  • 7. Os problemas, como é que nós enfrentamos?
  • 8. Pode existir algo de positivo nos problemas? Quais?
  • 9. Como superar os problemas?
  • 10. Costumamos falar de nossos problemas ou guardamos eles pra nós?
  • 11. Por que é importante colocar para fora nossos problemas?
  • 12. O que nos torna humanos?
  • 13. Conseguimos enxergar mais do que as aparências em uma pessoa?
  • 14. O que é importante enxergar em uma pessoa?
  • 15. O que está faltando ao ser humano?
  • 16. O que é desumanizar?
  • 17. Qual o valor de um abraço?
  • 18. Como ajudar quem está pensando em suicídio?
  • 19.  Leve ao médico, psicólogo ou a centros especializados, como: SAMU, Hospital de Emergência, Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Núcleo de Apoio a Família (NASF). Ofereça-se para ir junto ou com alguém de confiança, sempre procurando ajudá-la e motivá-la a continuar o tratamento.  Não permita que fique sozinha nos próximos dias. Se mora sozinha ou se a família não estiver em casa, é preciso que outra pessoa se coloque à disposição para acompanhá-la até mesmo à noite (porque podem ter insônia).  A pessoa precisa desabafar, porque certamente está acumulando muitas coisas para si mesma e chega um momento em que não aguenta. Por isso, ouça o que ela tem a lhe dizer sem julgá-la, sem aconselhá-la e sem dar opiniões em um primeiro momento.
  • 20.  Ter alguém ao lado em quem confie e que expresse que expresse respeito por sua dor, que esteja disponível, que fale com calma (sem ficar apavorado e sem demonstrar pena), que a aceite, acredite e que a deixe tranquila.  Ficam se sentindo muito culpadas e se consideram um “peso” para quem está perto. Por isso deixam de falar sobre o que sentem, se isolam e tendem a não querer nenhuma ajuda por medo de estar incomodando. Por isso, é preciso demonstrar para essa pessoa que ela não é um “peso” e que é um prazer para você ajudá-la.  Depressão é uma doença e não um “fingimento” ou “fraqueza”. Não tem a ver com problemas de espiritualidade também! Por isso, não critique a pessoa que está deprimida. Provavelmente ela se sentirá mais deprimida ainda se criticada por estar passando por essa depressão.
  • 21.  Evite frases como: “Pare de pensar coisas ruins!”, ou “Você tem que ficar animado”. Talvez a intenção em usar essas frases seja boa, mas para a pessoa que está em depressão é muito difícil. Em vez de usar essas frases, use frases compreensivas, como; “Esses sentimentos são muito ruins mesmo…”; “Eu posso imaginar a sua dor. Você quer falar mais sobre o que está sentindo?” (e deixe a pessoa falar…). Você ainda pode dizer: “Pode parecer que não, mas essa é uma fase, e ela vai passar. Enquanto isso, estarei ao seu lado”.  Encoraje-a a seguir as orientações médicas. Pode acontecer que, devido à depressão, não tenha vontade de tomar os medicamentos, ir à terapia, e seguir com o que foi orientado pelo profissional médico ou psicólogo. Assim, também é papel da família ou dos amigos estarem ao lado.
  • 22.  Encoraje a caminhar (se possível, caminhem juntos). Normalmente falta a energia física e emocional e por isso não quer sair de casa. Os exercícios físicos ajudam a produzir substâncias como a serotonina e a dopamina. Quando alguém está deprimido, o nível de serotonina no cérebro está muito baixo e a caminhada ajudará a aumentar a produção dessa substância necessária para o organismo. Pode aproveitar a caminhada para deixar que a pessoa fale sobre o que deseja.  Se tiver uma religião, estimule a participar. O contanto com pessoas, faz bem. Ajudam no tratamento, mas faça isso sem forçar.  Se você perceber que ela não se sente à vontade para se abrir, deixe claro que você estará disponível para conversar em outras oportunidades. Pode indicar os serviços oferecidos pelo CVV de sua cidade.
  • 23. Calma! Acalante sua alma! Não deu certo? A vida está complicada? Não te entendem? Sente-se confuso? Uma tristeza inexplicável te invade a alma? Calma! Não esqueça que você é humano. As vezes as coisas não acontecem como queremos. Somos imperfeitos querendo acertar. Nos momentos difíceis da vida, o que resta é abrirmos o coração para aliviar a dor da alma. Não se cobre muito. Acredite. Apesar de tudo, sempre encontramos uma solução. A resposta que buscamos aparece sempre que repousamos a cabeça para pensar. Lembre-se, o ferro é forjado no fogo. Denner de Macêdo