SlideShare uma empresa Scribd logo
Trabalho de Português e
Literatura
Colégio Espírita Professor Rubens Costa Romanelli
Série:
2° ano
Alunos:
Fernanda Nantes
Gustavo Sena
Letícia Gonçalves
Paula Edwiges
Sabrina Moura
Tema:
Aborto, uma opção?
Professor:
Vilmar Vilaça
Nós do 2º ano do Ensino Médio, do Colégio Espírita
Professor Rubens Costa Romanelli fomos convidados pelo
professor Vilmar Vilaça a refletir sobre diferentes discussões
da sociedade e colocar nossas idéias no papel em formato de
mapa mental.
O trabalho a seguir tem como tema o aborto. Mesmo
este sendo uma questão com grande visibilidade, grande parte
da população não possui entendimento do assunto, não
sabem o que é o aborto, suas conseqüências, causas ou como
é freqüente.
Se você se interessou pela temática, que tal junto a nós
aprofundar nesse tema... Vamos lá?
Introdução
Definição
Aborto é a remoção ou expulsão prematura de um embrião ou feto do útero, resultando
na sua morte ou sendo por ela causada.
Tipos de Aborto:
Aborto Espontâneo
Surge quando a gravidez é interrompida sem que seja por vontade da mulher. Pode
acontecer por vários fatores biológicos, psicológicos e sociais que contribuem para que
esta situação se verifique.
Aborto Induzido
O aborto induzido é um procedimento usado para interromper uma gravidez.
Pode acontecer quando existem malformações congênitas, quando a gravidez resulta de
um crime contra a liberdade e autodeterminação sexual, quando a gravidez coloca em
perigo a vida e a saúde física e/ou psíquica da mulher ou simplesmente por opção da
mulher. .
Aborto Ilegal
dez é realizada de acordo com a legislação em vigor.
Quando feito precocemente por médicos experientes O aborto ilegal é a interrupção
duma gravidez quando os motivos apresentados não se encontram enquadrados na
legislação em vigor ou quando é feito em locais que não estão oficialmente reconhecidos
para o efeito.
O aborto ilegal e inseguro constitui uma importante causa de mortalidade e de
mobilidade maternas. O aborto clandestino é um problema de saúde pública.
Procedimentos Abortivos
Cabe-nos comentar, aqui, acerca dos cinco métodos abortivos mais utilizados em todo
o mundo, dependendo da idade gestacional. São eles:
a) dilatação e curetagem (6ª à 16ª semana): o feto é desmembrado com uma cureta –
instrumento em forma de colher, com bordas cortantes – e, junto com a placenta
despedaçada, é jogado em um recipiente;
b) sucção (6ª à 16ª semana): o bebê é sugado através de um tubo, por um aparelho
cerca de 29 vezes mais potente que um aspirador de pó, sendo que, em regra, o crânio
do bebê não passa pelo tubo, e é esmagado por uma pinça;
c) envenenamento salino (após a 16ª semana): causa a morte por envenenamento,
desidratação e hemorragia no cérebro e outros órgãos, além de produzir queimaduras
graves na pele do bebê;
d) histerotomia (24ª à 38ª semana): trata-se de uma espécie de operação cesariana, só
que, ao invés de o objetivo ser trazer o bebê vivo, o mesmo é morto ou deixado à
morte.
e) aborto químico: quando há a ingestão de medicamentos abortivos, como o Citotec.
Conseqüências Psicológicas:
• queda na autoestima pessoal pela
destruição do próprio filho;
• frigidez (perda do desejo sexual);
• aversão ao marido ou ao amante;
• culpabilidade ou frustração de seu
instinto materno;
• desordens nervosas, insônia,
neuroses diversas;
• doenças psicossomáticas;
• depressões;
Conseqüências Físicas:
Os efeitos físicos do aborto
- Infecção devido ao aborto: um aborto causa
um alto risco de infecção urogenital, ou
complicações infecciosas, como a peritonite
pélvica, tromboflebite venosa uterina, e muitos
outros.
- Perfuração do útero. Cerca de 2-3% das
mulheres que interrompem a gravidez pode
sofrer perfuração do útero, no entanto, na
maioria dos casos, este problema não é
diagnosticado até que elas passem por uma
laparoscopia de diagnóstico. O risco de
perfuração uterina é maior em mulheres que já
deram à luz e que receberam anestesia geral
durante um aborto.
- A ruptura do colo do útero: A maioria das
rupturas cervicais significativas ocorre em
mulheres nulíparas (que ainda não tenham
dado à luz) A ruptura do colo do útero pode
levar a complicações num futuro nascimento de
trabalho de parto e de forma prematura. Há
também um risco de câncer cervical.
Aborto em nosso Código Penal
O Código Penal Brasileiro estabelece que o aborto é crime quando praticado:
pela própria gestante;a pedido da gestante;sem o consentimento da gestante.
Penas:
Detenção de 1 a 3 anos, para a mulher que faz o aborto em si mesma ou consente que outra
pessoa o faça;reclusão de 3 a 10 anos, para a pessoa que faz o aborto em uma mulher, sem
seu consentimento;reclusão de até 10 anos, para a pessoa que faz o aborto com o
consentimento da gestante menor de 14 anos, da alienada ou da débil mental, ou ainda se o
consentimento é obtido mediante fraude, grave ameaça ou violência.
As penas são aumentadas de um terço, se a gestante sofrer lesão corporal de natureza grave e
são duplicadas, se morrer por causa da lesão (crime de homicídio).
Violência física, como pontapé na barriga da mulher grávida, provocando aborto, é
considerada crime de lesão corporal de natureza gravíssima.
Aborto garantido pelo Código Penal
O Código Penal Brasileiro não pune os médicos que interrompem uma gravidez, quando a
mulher corre risco de vida ou quando a mulher engravidou de um estupro.
A mulher grávida que corre risco de vida com a gestação, ou que engravidou de um estupro,
não precisa procurar clínicas clandestinas. Ela tem o direito de ser atendida na rede pública
hospitalar.
Aborto em caso de risco de vida da mulher
Em caso de risco de vida da mulher, o próprio médico pode solicitar uma junta
médica para atestar a necessidade do aborto. A interrupção da gravidez será feita
com toda segurança.
Neste tipo de interrupção de gravidez o médico não precisa do consentimento da
gestante nem do consentimento do representante legal (em caso de menor ou
doente mental).
Aborto em caso de estupro
Em caso de estupro, a mulher deve imediatamente registrar a ocorrência do crime
em uma delegacia, de preferência Delegacia da Mulher, para que, além de registrar
o crime para uma futura punição do estuprador, receber o Boletim de Ocorrência
(BO) e fazer o Exame de Corpo de Delito, que comprova a agressão sexual sofrida.
Aborto:
Uma Opção?
Conceito
Tipos de
aborto
Espontâneo
Induzido
Perante a
Lei
Remoção ou expulsão
prematura de um embrião
ou feto do útero,
resultando na sua morte
ou sendo por ela causada.
Legal
quando:
Ilegal - Penas
Causas
‘’Eu não estou pronta
para uma criança’’
‘’Eu não quero ser
mãe solteira’’
‘’Eu não tenho condições
financeiras’’
A gravidez
significar risco a
vida da gestante
A gravidez
resultar de
estupro
Consequências Infecção
Perfuração do
útero
Incapacidade
de reter um
feto
Depressão
Neuroses
diversas
Detenção de 1 a 3 anos,
para a mulher que faz o
aborto em si mesma ou
consente que outra
pessoa o faça
reclusão de 3 a 10 anos, para a
pessoa que faz o aborto em
uma mulher, sem seu
consentimento
Fontes de Pesquisa:
•https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://jus.com.br
/artigos/18658/aborto-causas-consequencias-e-
alternativas&ved=0ahUKEwj8u_bNyL3JAhXEhJAKHZ8zBscQFgg2MAg&usg=AFQjC
NHQ7Tt2ZyJZsE5ZdYvLITo57Kss1A&sig2=PKAT5jst0KLQyN59TJ8bpw
•https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.cfem
ea.org.br/index.php%3Foption%3Dcom_content%26view%3Darticle%26id%3D1
425:aborto-na-legislacao-brasileira-garantias-no-codigo-penal-risco-de-vida-e-
estupro-aborto-como-questao-de-saude%26catid%3D157:saude-e-
dsdr%26Itemid%3D127&ved=0ahUKEwj3hu7Lyb3JAhWCQZAKHT8mBQcQFggbM
AE&usg=AFQjCNFlN_0rys03acsVsgSRABIqp70J-
g&sig2=FK07zE7e8D0RRQss3PYmkg
•https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://providafa
milia.org/doc.php%3Fdoc%3Ddoc80915&ved=0ahUKEwjY5omQy73JAhVDTZAKH
RTJBuEQFggZMAA&usg=AFQjCNET1f8n37AIXzkwVaQHqTj6MRmWNg&sig2=SNv
OEYjae6OAd35sWo5Z9w
•https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.abor
to.com/tipos%2520de%2520aborto.htm&ved=0ahUKEwj14O6qy73JAhWFDJAKH
YMjDdMQFgg1MAc&usg=AFQjCNGzuWp8lzfLKgbt07vX5UkDZ0Hcdg&sig2=yGtF_
eZQlsjdjYyiJXwp1Q

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diga sim a vida e nao ao aborto 2
Diga sim a vida e nao ao aborto 2Diga sim a vida e nao ao aborto 2
Diga sim a vida e nao ao aborto 2
guest843f1b
 
Aborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestraAborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestra
Rita Jussara
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Adriana Reis
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Ylla Cohim
 
Aborto
AbortoAborto
Gravidez na adolescência e Aborto
Gravidez na adolescência e Aborto Gravidez na adolescência e Aborto
Gravidez na adolescência e Aborto
Eliana Graça
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Espaço Emrc
 
Aborto no brasil
Aborto no brasilAborto no brasil
Aborto no brasil
-
 
Seminário aborto
Seminário  abortoSeminário  aborto
Seminário aborto
Laíz Coutinho
 
A favor do aborto
A favor do abortoA favor do aborto
A favor do aborto
Ká Paganini
 
Aborto
AbortoAborto
Legalização do aborto observatório (1)
Legalização do aborto   observatório (1)Legalização do aborto   observatório (1)
Legalização do aborto observatório (1)
jadertheophilo
 
A Legalização do Aborto em Diferentes Visões
A Legalização do Aborto em Diferentes VisõesA Legalização do Aborto em Diferentes Visões
A Legalização do Aborto em Diferentes Visões
Rosemary Diego
 
Apresentação aborto
Apresentação abortoApresentação aborto
Apresentação aborto
luciana
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Nokas Silva
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto panfleto
Aborto   panfletoAborto   panfleto
Aborto panfleto
Insinuante
 
Tipos de aborto
Tipos de abortoTipos de aborto
Tipos de aborto
RPortugal65
 
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto Trabalho Filosofia
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto   Trabalho FilosofiaInterrupção Voluntária Da Gravidez Aborto   Trabalho Filosofia
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto Trabalho Filosofia
SNM
 

Mais procurados (20)

Diga sim a vida e nao ao aborto 2
Diga sim a vida e nao ao aborto 2Diga sim a vida e nao ao aborto 2
Diga sim a vida e nao ao aborto 2
 
Aborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestraAborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestra
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Gravidez na adolescência e Aborto
Gravidez na adolescência e Aborto Gravidez na adolescência e Aborto
Gravidez na adolescência e Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto no brasil
Aborto no brasilAborto no brasil
Aborto no brasil
 
Seminário aborto
Seminário  abortoSeminário  aborto
Seminário aborto
 
A favor do aborto
A favor do abortoA favor do aborto
A favor do aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Legalização do aborto observatório (1)
Legalização do aborto   observatório (1)Legalização do aborto   observatório (1)
Legalização do aborto observatório (1)
 
A Legalização do Aborto em Diferentes Visões
A Legalização do Aborto em Diferentes VisõesA Legalização do Aborto em Diferentes Visões
A Legalização do Aborto em Diferentes Visões
 
Apresentação aborto
Apresentação abortoApresentação aborto
Apresentação aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto panfleto
Aborto   panfletoAborto   panfleto
Aborto panfleto
 
Tipos de aborto
Tipos de abortoTipos de aborto
Tipos de aborto
 
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto Trabalho Filosofia
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto   Trabalho FilosofiaInterrupção Voluntária Da Gravidez Aborto   Trabalho Filosofia
Interrupção Voluntária Da Gravidez Aborto Trabalho Filosofia
 

Semelhante a Aborto

Anna trab aborto
Anna trab abortoAnna trab aborto
Anna trab aborto
spynight
 
Trabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTOTrabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTO
aliandra1
 
Anna trab aborto
Anna trab abortoAnna trab aborto
Anna trab aborto
spynight
 
58884964 uc7-ra3-aborto
58884964 uc7-ra3-aborto58884964 uc7-ra3-aborto
58884964 uc7-ra3-aborto
Lígia Costa
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
CriseGreg
 
Aborto ronaldo
Aborto ronaldoAborto ronaldo
Aborto ronaldo
Yaneh Viana
 
Aborto ronaldo
Aborto ronaldoAborto ronaldo
Aborto ronaldo
Tatyana Rodrigues
 
Gravidez na adolescência e Aborto.
Gravidez na adolescência e Aborto. Gravidez na adolescência e Aborto.
Gravidez na adolescência e Aborto.
Rayene Matias Diniz
 
Aborto
Aborto Aborto
Aborto
SonynhaRegis
 
Seminário aborto
Seminário abortoSeminário aborto
Seminário aborto
Sônia Régis
 
Douglas e leo
Douglas e leoDouglas e leo
Douglas e leo
lurocha63
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
poliana8paes
 
Assistência de enf nos ciclos da vida.pptx
Assistência de enf nos ciclos da vida.pptxAssistência de enf nos ciclos da vida.pptx
Assistência de enf nos ciclos da vida.pptx
TamiresTeixeira25
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
renata viana
 
Desenvolvimento Jornal UFG
Desenvolvimento Jornal UFGDesenvolvimento Jornal UFG
Desenvolvimento Jornal UFG
Alberto Finotti
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
8d20092010
 
Aborto
AbortoAborto
Trabalho katinha
Trabalho katinhaTrabalho katinha
Trabalho katinha
Malu Campos
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
Alan
 
Afonso; Rafael; Henrique PTM
Afonso; Rafael; Henrique PTMAfonso; Rafael; Henrique PTM
Afonso; Rafael; Henrique PTM
joaofranco1994
 

Semelhante a Aborto (20)

Anna trab aborto
Anna trab abortoAnna trab aborto
Anna trab aborto
 
Trabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTOTrabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTO
 
Anna trab aborto
Anna trab abortoAnna trab aborto
Anna trab aborto
 
58884964 uc7-ra3-aborto
58884964 uc7-ra3-aborto58884964 uc7-ra3-aborto
58884964 uc7-ra3-aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto ronaldo
Aborto ronaldoAborto ronaldo
Aborto ronaldo
 
Aborto ronaldo
Aborto ronaldoAborto ronaldo
Aborto ronaldo
 
Gravidez na adolescência e Aborto.
Gravidez na adolescência e Aborto. Gravidez na adolescência e Aborto.
Gravidez na adolescência e Aborto.
 
Aborto
Aborto Aborto
Aborto
 
Seminário aborto
Seminário abortoSeminário aborto
Seminário aborto
 
Douglas e leo
Douglas e leoDouglas e leo
Douglas e leo
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Assistência de enf nos ciclos da vida.pptx
Assistência de enf nos ciclos da vida.pptxAssistência de enf nos ciclos da vida.pptx
Assistência de enf nos ciclos da vida.pptx
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
 
Desenvolvimento Jornal UFG
Desenvolvimento Jornal UFGDesenvolvimento Jornal UFG
Desenvolvimento Jornal UFG
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Trabalho katinha
Trabalho katinhaTrabalho katinha
Trabalho katinha
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
 
Afonso; Rafael; Henrique PTM
Afonso; Rafael; Henrique PTMAfonso; Rafael; Henrique PTM
Afonso; Rafael; Henrique PTM
 

Último

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
helenawaya9
 

Último (20)

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
 

Aborto

  • 1. Trabalho de Português e Literatura Colégio Espírita Professor Rubens Costa Romanelli Série: 2° ano Alunos: Fernanda Nantes Gustavo Sena Letícia Gonçalves Paula Edwiges Sabrina Moura Tema: Aborto, uma opção? Professor: Vilmar Vilaça
  • 2. Nós do 2º ano do Ensino Médio, do Colégio Espírita Professor Rubens Costa Romanelli fomos convidados pelo professor Vilmar Vilaça a refletir sobre diferentes discussões da sociedade e colocar nossas idéias no papel em formato de mapa mental. O trabalho a seguir tem como tema o aborto. Mesmo este sendo uma questão com grande visibilidade, grande parte da população não possui entendimento do assunto, não sabem o que é o aborto, suas conseqüências, causas ou como é freqüente. Se você se interessou pela temática, que tal junto a nós aprofundar nesse tema... Vamos lá? Introdução
  • 3. Definição Aborto é a remoção ou expulsão prematura de um embrião ou feto do útero, resultando na sua morte ou sendo por ela causada. Tipos de Aborto: Aborto Espontâneo Surge quando a gravidez é interrompida sem que seja por vontade da mulher. Pode acontecer por vários fatores biológicos, psicológicos e sociais que contribuem para que esta situação se verifique. Aborto Induzido O aborto induzido é um procedimento usado para interromper uma gravidez. Pode acontecer quando existem malformações congênitas, quando a gravidez resulta de um crime contra a liberdade e autodeterminação sexual, quando a gravidez coloca em perigo a vida e a saúde física e/ou psíquica da mulher ou simplesmente por opção da mulher. . Aborto Ilegal dez é realizada de acordo com a legislação em vigor. Quando feito precocemente por médicos experientes O aborto ilegal é a interrupção duma gravidez quando os motivos apresentados não se encontram enquadrados na legislação em vigor ou quando é feito em locais que não estão oficialmente reconhecidos para o efeito. O aborto ilegal e inseguro constitui uma importante causa de mortalidade e de mobilidade maternas. O aborto clandestino é um problema de saúde pública.
  • 4. Procedimentos Abortivos Cabe-nos comentar, aqui, acerca dos cinco métodos abortivos mais utilizados em todo o mundo, dependendo da idade gestacional. São eles: a) dilatação e curetagem (6ª à 16ª semana): o feto é desmembrado com uma cureta – instrumento em forma de colher, com bordas cortantes – e, junto com a placenta despedaçada, é jogado em um recipiente; b) sucção (6ª à 16ª semana): o bebê é sugado através de um tubo, por um aparelho cerca de 29 vezes mais potente que um aspirador de pó, sendo que, em regra, o crânio do bebê não passa pelo tubo, e é esmagado por uma pinça; c) envenenamento salino (após a 16ª semana): causa a morte por envenenamento, desidratação e hemorragia no cérebro e outros órgãos, além de produzir queimaduras graves na pele do bebê; d) histerotomia (24ª à 38ª semana): trata-se de uma espécie de operação cesariana, só que, ao invés de o objetivo ser trazer o bebê vivo, o mesmo é morto ou deixado à morte. e) aborto químico: quando há a ingestão de medicamentos abortivos, como o Citotec.
  • 5. Conseqüências Psicológicas: • queda na autoestima pessoal pela destruição do próprio filho; • frigidez (perda do desejo sexual); • aversão ao marido ou ao amante; • culpabilidade ou frustração de seu instinto materno; • desordens nervosas, insônia, neuroses diversas; • doenças psicossomáticas; • depressões; Conseqüências Físicas: Os efeitos físicos do aborto - Infecção devido ao aborto: um aborto causa um alto risco de infecção urogenital, ou complicações infecciosas, como a peritonite pélvica, tromboflebite venosa uterina, e muitos outros. - Perfuração do útero. Cerca de 2-3% das mulheres que interrompem a gravidez pode sofrer perfuração do útero, no entanto, na maioria dos casos, este problema não é diagnosticado até que elas passem por uma laparoscopia de diagnóstico. O risco de perfuração uterina é maior em mulheres que já deram à luz e que receberam anestesia geral durante um aborto. - A ruptura do colo do útero: A maioria das rupturas cervicais significativas ocorre em mulheres nulíparas (que ainda não tenham dado à luz) A ruptura do colo do útero pode levar a complicações num futuro nascimento de trabalho de parto e de forma prematura. Há também um risco de câncer cervical.
  • 6. Aborto em nosso Código Penal O Código Penal Brasileiro estabelece que o aborto é crime quando praticado: pela própria gestante;a pedido da gestante;sem o consentimento da gestante. Penas: Detenção de 1 a 3 anos, para a mulher que faz o aborto em si mesma ou consente que outra pessoa o faça;reclusão de 3 a 10 anos, para a pessoa que faz o aborto em uma mulher, sem seu consentimento;reclusão de até 10 anos, para a pessoa que faz o aborto com o consentimento da gestante menor de 14 anos, da alienada ou da débil mental, ou ainda se o consentimento é obtido mediante fraude, grave ameaça ou violência. As penas são aumentadas de um terço, se a gestante sofrer lesão corporal de natureza grave e são duplicadas, se morrer por causa da lesão (crime de homicídio). Violência física, como pontapé na barriga da mulher grávida, provocando aborto, é considerada crime de lesão corporal de natureza gravíssima. Aborto garantido pelo Código Penal O Código Penal Brasileiro não pune os médicos que interrompem uma gravidez, quando a mulher corre risco de vida ou quando a mulher engravidou de um estupro. A mulher grávida que corre risco de vida com a gestação, ou que engravidou de um estupro, não precisa procurar clínicas clandestinas. Ela tem o direito de ser atendida na rede pública hospitalar.
  • 7. Aborto em caso de risco de vida da mulher Em caso de risco de vida da mulher, o próprio médico pode solicitar uma junta médica para atestar a necessidade do aborto. A interrupção da gravidez será feita com toda segurança. Neste tipo de interrupção de gravidez o médico não precisa do consentimento da gestante nem do consentimento do representante legal (em caso de menor ou doente mental). Aborto em caso de estupro Em caso de estupro, a mulher deve imediatamente registrar a ocorrência do crime em uma delegacia, de preferência Delegacia da Mulher, para que, além de registrar o crime para uma futura punição do estuprador, receber o Boletim de Ocorrência (BO) e fazer o Exame de Corpo de Delito, que comprova a agressão sexual sofrida.
  • 8. Aborto: Uma Opção? Conceito Tipos de aborto Espontâneo Induzido Perante a Lei Remoção ou expulsão prematura de um embrião ou feto do útero, resultando na sua morte ou sendo por ela causada. Legal quando: Ilegal - Penas Causas ‘’Eu não estou pronta para uma criança’’ ‘’Eu não quero ser mãe solteira’’ ‘’Eu não tenho condições financeiras’’ A gravidez significar risco a vida da gestante A gravidez resultar de estupro Consequências Infecção Perfuração do útero Incapacidade de reter um feto Depressão Neuroses diversas Detenção de 1 a 3 anos, para a mulher que faz o aborto em si mesma ou consente que outra pessoa o faça reclusão de 3 a 10 anos, para a pessoa que faz o aborto em uma mulher, sem seu consentimento
  • 9. Fontes de Pesquisa: •https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://jus.com.br /artigos/18658/aborto-causas-consequencias-e- alternativas&ved=0ahUKEwj8u_bNyL3JAhXEhJAKHZ8zBscQFgg2MAg&usg=AFQjC NHQ7Tt2ZyJZsE5ZdYvLITo57Kss1A&sig2=PKAT5jst0KLQyN59TJ8bpw •https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.cfem ea.org.br/index.php%3Foption%3Dcom_content%26view%3Darticle%26id%3D1 425:aborto-na-legislacao-brasileira-garantias-no-codigo-penal-risco-de-vida-e- estupro-aborto-como-questao-de-saude%26catid%3D157:saude-e- dsdr%26Itemid%3D127&ved=0ahUKEwj3hu7Lyb3JAhWCQZAKHT8mBQcQFggbM AE&usg=AFQjCNFlN_0rys03acsVsgSRABIqp70J- g&sig2=FK07zE7e8D0RRQss3PYmkg •https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://providafa milia.org/doc.php%3Fdoc%3Ddoc80915&ved=0ahUKEwjY5omQy73JAhVDTZAKH RTJBuEQFggZMAA&usg=AFQjCNET1f8n37AIXzkwVaQHqTj6MRmWNg&sig2=SNv OEYjae6OAd35sWo5Z9w •https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.abor to.com/tipos%2520de%2520aborto.htm&ved=0ahUKEwj14O6qy73JAhWFDJAKH YMjDdMQFgg1MAc&usg=AFQjCNGzuWp8lzfLKgbt07vX5UkDZ0Hcdg&sig2=yGtF_ eZQlsjdjYyiJXwp1Q