SlideShare uma empresa Scribd logo
Serviço de Biblioteca e Informação USP/FZEA
Normalização e apresentação de trabalhos
científicos
Serviço de Biblioteca e Informação
Por que normalizar?
Por que normalizar?
 Facilitar a transferência de informações e
comunicação;
 Estabelecer um padrão nacional e internacional na
apresentação de trabalhos técnicos e científicos;
 Determinar a veracidade de informações;
 Viabilizar a comunicação entre os pesquisadores.
Normalização
No Brasil, a mais adotada pelas Universidades é a
ABNT
Associação Brasileira de Normas
Técnicas
Em âmbito internacional, a mais conhecida e adotada
é a ISO
International Organization for
Standardization
Pesquisa Bibliográfica
• Levantamento de dados em fontes de
informação confiáveis (livros, periódicos, teses,
dissertações, eventos, bases de dados);
• Embasamento teórico / argumentação teórica.
Principais normas para elaboração de trabalhos
científicos
• NBR 14724:2011 – Informação e documentação –
Trabalhos acadêmicos – Apresentação
• NBR 10520:2002 – Informação e documentação –
Citações em documentos – Apresentação
• NBR 6023:2018 – Informação e documentação –
Referências – Elaboração
Estrutura tradicional da
tese/dissertação na
FZEA/USP
Proposta de estrutura em ARTIGOS
• Elementos pré-textuais: sem
alterações;
• Elementos textuais:
1 INTRODUÇÃO
Referências
2 TÍTULO DO ARTIGO
Resumo
Abstract
2.1 Introdução
2.2 Desenvolvimento
2.3 Conclusão
Referências
3 TÍTULO DO ARTIGO
Resumo
Abstract
3.1 Introdução
3.2 Desenvolvimento
3.3 Conclusão
Referências
• Elementos pós-textuais:
dispensaria a lista de
Referências, pois as mesmas já
constam em seus respectivos
artigos.
• A dissertação/tese deve conter um capítulo denominado
INTRODUÇÃO, descrevendo o assunto principal, os objetivos
e justificativas;
• O pós-graduando deve apresentar, no mínimo, 2 artigos
científicos (e não trabalhos em congressos), relacionados à
tese/dissertação, em que ele seja o 1º autor;
• Os artigos devem ser elaborados a partir do ingresso no
curso de pós da FZEA e já submetidos à publicação,
acompanhados do comprovante de recebimento do editor
do periódico.
Proposta de estrutura em ARTIGOS
Nota – Cabe ao aluno seguir as normas e regulamentos aplicados ao seu
Programa de Pós-Graduação obedecendo as particularidades de sua área.
• Escrever de forma objetiva e impessoal;
• Terceira pessoa do singular;
• Evitar expressões: “meu trabalho” e “eu
fiz”.
Regras gerais de apresentação
Regras gerais de apresentação
• papel branco ou reciclado, formato A4;
• digitados na cor preta (exceto as ilustrações);
• fonte tamanho 12 (Arial ou Times New Roman) para o
texto e tamanho menor para citações de mais de três
linhas, notas de rodapé, paginação e legendas das
ilustrações e tabelas;
• Recomenda-se que os elementos textuais e pós-textuais
sejam digitados nos 2 lados da folha (anverso e verso).
Quanto aos elementos pré-textuais, imprimir somente no
anverso, com exceção da ficha catalográfica.
Regras gerais de apresentação
• Se a opção de diagramação do texto, na
versão impressa, for utilizar apenas o anverso
da folha use f (99 f.), se utilizar frente e verso
da página use p (99 p.)
Regras gerais de apresentação - Paginação
Anverso (frente) Verso
n. f
3 cm
2 cm
3
cm
2
cm
n. f
2
cm
3
cm
3 cm
2 cm
Margem: esquerda e superior de 3 cm; direita e
inferior de 2 cm (para o anverso), e direita e superior
de 3 cm; esquerda e inferior de 2 cm (para o verso)
• Espaçamento: espaço 1,5 entre linhas. Algumas
exceções: citações de mais de três linhas, as
notas, as legendas. Obs.: títulos das subseções
devem ser separados por um espaço entre as
linhas de 1,5.
• Numeração progressiva: títulos das seções
primárias devem iniciar em folha distinta.
Seções secundárias e terciárias devem ser
destacadas gradativamente, utilizando-se os
recursos de negrito, itálico ou grifo, caixa alta,
etc.
Regras gerais de apresentação
• Siglas: quando mencionada pela primeira vez no texto,
deve ser indicada entre parênteses, procedida do nome
completo.
Ex: Universidade de São Paulo (USP) - 1 menção
Segundo dados da USP – 2 menção
• Ilustrações: sua identificação aparece na parte superior,
precedida da palavra designativa, seguida de seu número
de ordem de ocorrência no texto. Por exemplo: Gráfico 1
– Nome; Imagem 5 – Nome. Na parte inferior da
ilustração, mencionar a fonte consultada, mesmo que seja
produção do próprio autor.
Regras gerais de apresentação
Citação é a menção no texto de
informação extraída de outra fonte.
NBR 10520 - Citações
Citação direta
“É a transcrição (reprodução integral) de parte da obra
consultada, conservando-se a grafia, pontuação, idioma etc”.
Exemplos:
De acordo com as conclusões de Waldow (2001, p. 62), “hoje se constata a
presença cada vez maior do uso de práticas de saúde e rituais de cuidar
não convencionais”.
Ou
“As citações são os elementos retirados dos documentos pesquisados
durante a leitura da documentação” (SEVERINO, 2000, p. 106).
Dornelas (2001, p. 162) constata que
No Brasil, o sucesso de um empreendimento
depende muito da capacidade de se
administrar financeiramente um negócio, em
razão dos ciclos recessivos que têm atingido a
economia.
Citação direta, com mais de 3 linhas
Citação indireta
É o texto criado com base na obra de autor consultado, em que se
reproduz o conteúdo e ideias do documento original; dispensa o uso
de aspas duplas.
Exemplo:
A análise bibliométrica tem sido aplicada principalmente a
textos científicos, para avaliação da produção científica,
buscando a atender a diversos objetivos: identificar as
tendências de crescimento de uma área do conhecimento,
identificar as pesquisas de cada autor, identificar as principais
revistas de uma área (SPINAK, 1998).
Citação de citação
É a citação direta ou indireta de um texto em que
não se teve acesso ao documento original
xyzxyzxyzxyzxyz (LOPES, 1951 apud LIMA, 2010,
p.55).
No rodapé da página da ‘citação de citação’, colocar a referência do
LOPES 1951 e na lista de referências colocar a referência do LIMA 2010
Conjunto padronizado de
elementos descritivos, retirados de
um documento, que permite sua
identificação individual
As Referências devem ser separadas
entre si por um espaço simples em branco
e alinhadas à esquerda (portanto, não
justificadas).
NBR 6023 - Referências
Elementos essenciais - referência de livro/monografia
 Autoria
 Título
 Local
 Editora
 Data de publicação
BAYS, T. B. Comportamento de animais exóticos companhia:
aves, répteis e mamíferos de pequeno porte. São Paulo: Roca, 2009.
COLL, C.; PALÁCIOS, J.; MARCHESI, A. Desenvolvimento
psicológico e educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.
FRANCA, J. L. et al. Manual para normalização de publicações
técnico-científicas. 4. ed. Belo Horizonte: UFMG, 1998. 178 p.
As referências devem ser ordenadas alfabeticamente e elaboradas em
espaço simples, alinhadas à margem esquerda do texto e separadas
entre si por uma linha em branco de espaço simples.
Quando houver quatro ou mais autores, convém indicar todos.
Permite-se que se indique apenas o primeiro, seguido da expressão
et al.
Exemplos – Livro no todo
Quando o capítulo é do MESMO AUTOR do livro
LEPSCH, I. F. Erosão dos solos. In: LEPSCH, I. F. Formação
e conservação dos solos. São Paulo: Oficina de Textos,
2002. cap. 8, p. 147-159.
Quando o capítulo é de OUTRO AUTOR
MEIRELES, M. V. Enfermidades do sistema circulatório. In:
BERCHIERI JÚNIOR, A.; MACARI, M. Doenças das aves.
Campinas: FACTA, 2000. cap. 2.9, p. 129-132.
Exemplos – capítulo de livro
Exemplo – artigo de periódico
PELISSARI, Franciele Maria; SOBRAL, Paulo José
do Amaral; MENEGALLI, Florencia Cecilia.
Isolation and characterization of cellulose
nanofibers from banana peels. Cellulose,
Dordrecht, v. 21, n. 1, p. 417-432, Feb. 2014.
As referências NÃO devem ter o texto “justificado”
FONSECA, C. R. Efeito do tempo de armazenamento do
leite de cabra in natura sobre a qualidade e a
estabilidade do leite de cabra em pó. 2010. Tese
(Doutorado) – Faculdade de Zootecnia e Engenharia de
Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2010.
Exemplo – tese/dissertação
No corpo do texto:
Xyzxyzxyz (REPRODUÇÃO..., 2017).
Na referência:
REPRODUÇÃO de bovinos leiteiros. Disponível em:
http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/recursos/Reprod_A
nimID-ZXT4FtLDun.pdf. Acesso em: 14 fev. 2017.
Exemplo de referência, em meios eletrônicos, sem
autoria específica.
Onde encontrar a informação? Como argumentar?
• Para elaboração de uma pesquisa é necessário
saber onde encontrar e como consultar
recursos que subsidiem um embasamento
teórico para a execução de um trabalho
científico;
• Não deve-se concluir nenhuma pesquisa sem a
devida argumentação teórica de tudo o que for
relatado.
• Conhecimento anterior do tema;
• Pesquisas em andamento (internet);
• Literatura científica, pesquisa bibliográfica;
• Ideias do orientador e colegas;
• Ideias pessoais originais;
• Necessidades do mercado.
Sugestões para definir um tema
A redação / O texto
Redigir é o processo de pensar, refletir, tomar
decisões, aprimorar a produção textual, ou seja,
pensar primeiro no leitor, observando alguns
princípios como: explicação, clareza, integridade,
imparcialidade, ordem, objetividade e simplicidade.
• Explicação: ter claro quais os propósitos do
autor de modo a responder todas as dúvidas do
leitor;
• Clareza: indispensável para a aplicação do
método científico – escrita e ilustrações;
• Inteireza: enunciados completos, conclusões
lógicas;
• Imparcialidade: explicitar os pressupostos de
suas argumentações;
A redação / O texto
• Ordem: apresentação lógica de suas
informações e ideias;
• Acuidade: cuidado nas observações e precisão
das mensurações. O experimento deve ser
passível de reprodução com resultados
semelhantes ou próximos ao obtido pelo autor;
• Objetividade: Toda observação deve basear-
se em provas e não em opiniões infundadas;
• Simplicidade: escrever de modo direto,
sóbrio, sem uso de jargão.
A redação / O texto
Onde pesquisar?
Fontes de acesso gratuito
• www.scielo.br
• www.scielo.org
• www.teses.usp.br
• http://bdtd.ibict.br
• www.dedalus.usp.br
Fontes de acesso regulamentado
Somente dentro da USP ou pelo VPN
- Web of Science
- Scopus
- Science Direct
- EBSCO
- Portal de Periódicos Capes
- etc.
Acompanhe as notícias
http://bibliotecafzea.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/bibliotecafzea/
Siga , curta e compartilhe !!!
http://pt.slideshare.net/bibfzea
Obrigado pela atenção
vanessarodrigues@usp.br
girlei@usp.br
moreschi@usp.br
dozena@usp.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
Bruno Sampaio Garrido
 
Modelo de artigo científico
Modelo de artigo científicoModelo de artigo científico
Modelo de artigo científico
Wendell Gato Melo
 
Apresentação apa 2017 ed. compacta (1)
Apresentação apa 2017   ed. compacta (1)Apresentação apa 2017   ed. compacta (1)
Apresentação apa 2017 ed. compacta (1)
Biblioteca FEAUSP
 
Oficina de artigo científico
Oficina de artigo científicoOficina de artigo científico
Oficina de artigo científico
Taís Paranhos
 
Artigo Cientifico Aula_ESTRUTURAS_Setembro 2009
Artigo Cientifico Aula_ESTRUTURAS_Setembro 2009Artigo Cientifico Aula_ESTRUTURAS_Setembro 2009
Artigo Cientifico Aula_ESTRUTURAS_Setembro 2009
Serviço de Biblioteca EESC/USP
 
Abnt norma 14724
Abnt norma 14724Abnt norma 14724
Abnt norma 14724
Biblio 2010
 
Estrutura e normalização de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2016)
Estrutura e normalização de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2016)Estrutura e normalização de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2016)
Estrutura e normalização de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2016)
Biblioteca FEAUSP
 
ABNT - 2019
ABNT - 2019ABNT - 2019
ABNT - 2019
Ícaro Augusto
 
Aula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tccAula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tcc
Cursos Profissionalizantes
 
Desmistificando a produção do artigo científico
Desmistificando a produção do artigo científicoDesmistificando a produção do artigo científico
Desmistificando a produção do artigo científico
ABU Recife
 
Trabalhos acadêmicos, o que são? como faze-los?
Trabalhos acadêmicos, o que são? como faze-los?Trabalhos acadêmicos, o que são? como faze-los?
Trabalhos acadêmicos, o que são? como faze-los?
Cursos Profissionalizantes
 
Apresentacao abnt graduacao2pptx
Apresentacao abnt graduacao2pptxApresentacao abnt graduacao2pptx
Apresentacao abnt graduacao2pptx
Ícaro Augusto
 
Metodologia do Projeto
Metodologia do ProjetoMetodologia do Projeto
Metodologia do Projeto
guest67a8da
 
Elaborando um artigo cientifico
Elaborando um artigo cientificoElaborando um artigo cientifico
Como elaborar um artigo cientifico
Como elaborar um artigo cientificoComo elaborar um artigo cientifico
Como elaborar um artigo cientifico
valdivina
 
Algumas diferencas abnt apa 2018 pptx.pptx
Algumas diferencas abnt apa 2018 pptx.pptxAlgumas diferencas abnt apa 2018 pptx.pptx
Algumas diferencas abnt apa 2018 pptx.pptx
Ícaro Augusto
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Biblioteca FEAUSP
 
Normas da APA
Normas da APANormas da APA
Normas da APA
Hilma Khoury
 
Contruindo monografia
Contruindo monografiaContruindo monografia
Contruindo monografia
HEIDYJEAN
 

Mais procurados (19)

Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
 
Modelo de artigo científico
Modelo de artigo científicoModelo de artigo científico
Modelo de artigo científico
 
Apresentação apa 2017 ed. compacta (1)
Apresentação apa 2017   ed. compacta (1)Apresentação apa 2017   ed. compacta (1)
Apresentação apa 2017 ed. compacta (1)
 
Oficina de artigo científico
Oficina de artigo científicoOficina de artigo científico
Oficina de artigo científico
 
Artigo Cientifico Aula_ESTRUTURAS_Setembro 2009
Artigo Cientifico Aula_ESTRUTURAS_Setembro 2009Artigo Cientifico Aula_ESTRUTURAS_Setembro 2009
Artigo Cientifico Aula_ESTRUTURAS_Setembro 2009
 
Abnt norma 14724
Abnt norma 14724Abnt norma 14724
Abnt norma 14724
 
Estrutura e normalização de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2016)
Estrutura e normalização de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2016)Estrutura e normalização de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2016)
Estrutura e normalização de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2016)
 
ABNT - 2019
ABNT - 2019ABNT - 2019
ABNT - 2019
 
Aula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tccAula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tcc
 
Desmistificando a produção do artigo científico
Desmistificando a produção do artigo científicoDesmistificando a produção do artigo científico
Desmistificando a produção do artigo científico
 
Trabalhos acadêmicos, o que são? como faze-los?
Trabalhos acadêmicos, o que são? como faze-los?Trabalhos acadêmicos, o que são? como faze-los?
Trabalhos acadêmicos, o que são? como faze-los?
 
Apresentacao abnt graduacao2pptx
Apresentacao abnt graduacao2pptxApresentacao abnt graduacao2pptx
Apresentacao abnt graduacao2pptx
 
Metodologia do Projeto
Metodologia do ProjetoMetodologia do Projeto
Metodologia do Projeto
 
Elaborando um artigo cientifico
Elaborando um artigo cientificoElaborando um artigo cientifico
Elaborando um artigo cientifico
 
Como elaborar um artigo cientifico
Como elaborar um artigo cientificoComo elaborar um artigo cientifico
Como elaborar um artigo cientifico
 
Algumas diferencas abnt apa 2018 pptx.pptx
Algumas diferencas abnt apa 2018 pptx.pptxAlgumas diferencas abnt apa 2018 pptx.pptx
Algumas diferencas abnt apa 2018 pptx.pptx
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
 
Normas da APA
Normas da APANormas da APA
Normas da APA
 
Contruindo monografia
Contruindo monografiaContruindo monografia
Contruindo monografia
 

Semelhante a Abnt normalização fzea_atualizada

Oficina de citação e referências bibliográficas
Oficina de citação e referências bibliográficasOficina de citação e referências bibliográficas
Oficina de citação e referências bibliográficas
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Fábio de Oliveira Matos
 
Elaboraodetrabalhosacadmicosapa6ed 131014101255-phpapp01
Elaboraodetrabalhosacadmicosapa6ed 131014101255-phpapp01Elaboraodetrabalhosacadmicosapa6ed 131014101255-phpapp01
Elaboraodetrabalhosacadmicosapa6ed 131014101255-phpapp01
Davi Diniz
 
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNTMetodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
bibliotecaclorindoburnier
 
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNTMetodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Biblioteca ICE-UFJF
 
COMO ELABORAR UM A RTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM A  RTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM A  RTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM A RTIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
COMO ELABORAR UM AR TIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM AR   TIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM AR   TIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM AR TIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM   ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM   ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
Como formatar seu TCC
Como formatar seu TCC Como formatar seu TCC
Como formatar seu TCC
Kesia Rozzett Oliveira
 
Elaboração Trabalhos acadêmicos e Normas da ABNT
Elaboração Trabalhos acadêmicos e Normas da ABNTElaboração Trabalhos acadêmicos e Normas da ABNT
Elaboração Trabalhos acadêmicos e Normas da ABNT
Pedro Junior
 
Disciplina metod cientifica aula 4
Disciplina metod cientifica aula 4Disciplina metod cientifica aula 4
Disciplina metod cientifica aula 4
Dércio Luiz Reis
 
Redação Científica
Redação CientíficaRedação Científica
Redação Científica
Solange Santana
 
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Luís Antonio Pinheiro
 
Abnt2014 bibliotecas-ulbra
Abnt2014 bibliotecas-ulbraAbnt2014 bibliotecas-ulbra
Abnt2014 bibliotecas-ulbra
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS
 
Abnt2014 bibliotecas-ulbra
Abnt2014 bibliotecas-ulbraAbnt2014 bibliotecas-ulbra
Abnt2014 bibliotecas-ulbra
Sheilaalves2014
 
Resumo semana da pós 2010
Resumo semana da pós 2010Resumo semana da pós 2010
Resumo semana da pós 2010
Serviço de Biblioteca EESC/USP
 
Citações - Metodologia Cientifica
 Citações - Metodologia Cientifica Citações - Metodologia Cientifica
Citações - Metodologia Cientifica
Brendel Luis
 
Ferramentas de pesquisa de informacao cientifica e gestores de referencias bi...
Ferramentas de pesquisa de informacao cientifica e gestores de referencias bi...Ferramentas de pesquisa de informacao cientifica e gestores de referencias bi...
Ferramentas de pesquisa de informacao cientifica e gestores de referencias bi...
MiguelMonteiro599253
 

Semelhante a Abnt normalização fzea_atualizada (20)

Oficina de citação e referências bibliográficas
Oficina de citação e referências bibliográficasOficina de citação e referências bibliográficas
Oficina de citação e referências bibliográficas
 
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
 
Elaboraodetrabalhosacadmicosapa6ed 131014101255-phpapp01
Elaboraodetrabalhosacadmicosapa6ed 131014101255-phpapp01Elaboraodetrabalhosacadmicosapa6ed 131014101255-phpapp01
Elaboraodetrabalhosacadmicosapa6ed 131014101255-phpapp01
 
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNTMetodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
 
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNTMetodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
 
COMO ELABORAR UM A RTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM A  RTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM A  RTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM A RTIGO CIENTÍFICO.pdf
 
COMO ELABORAR UM AR TIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM AR   TIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM AR   TIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM AR TIGO CIENTÍFICO.pdf
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM   ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM   ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
 
Como formatar seu TCC
Como formatar seu TCC Como formatar seu TCC
Como formatar seu TCC
 
Elaboração Trabalhos acadêmicos e Normas da ABNT
Elaboração Trabalhos acadêmicos e Normas da ABNTElaboração Trabalhos acadêmicos e Normas da ABNT
Elaboração Trabalhos acadêmicos e Normas da ABNT
 
Disciplina metod cientifica aula 4
Disciplina metod cientifica aula 4Disciplina metod cientifica aula 4
Disciplina metod cientifica aula 4
 
Redação Científica
Redação CientíficaRedação Científica
Redação Científica
 
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
 
Abnt2014 bibliotecas-ulbra
Abnt2014 bibliotecas-ulbraAbnt2014 bibliotecas-ulbra
Abnt2014 bibliotecas-ulbra
 
Abnt2014 bibliotecas-ulbra
Abnt2014 bibliotecas-ulbraAbnt2014 bibliotecas-ulbra
Abnt2014 bibliotecas-ulbra
 
Resumo semana da pós 2010
Resumo semana da pós 2010Resumo semana da pós 2010
Resumo semana da pós 2010
 
Citações - Metodologia Cientifica
 Citações - Metodologia Cientifica Citações - Metodologia Cientifica
Citações - Metodologia Cientifica
 
Ferramentas de pesquisa de informacao cientifica e gestores de referencias bi...
Ferramentas de pesquisa de informacao cientifica e gestores de referencias bi...Ferramentas de pesquisa de informacao cientifica e gestores de referencias bi...
Ferramentas de pesquisa de informacao cientifica e gestores de referencias bi...
 

Mais de Biblioteca Central FZEA/USP

Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USPTutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSPTutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
Biblioteca Central FZEA/USP
 
O que é plágio e medidas práticas para evitá-lo
O que é plágio e medidas práticas para evitá-loO que é plágio e medidas práticas para evitá-lo
O que é plágio e medidas práticas para evitá-lo
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USPNormas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Levantamento bibliográfico e recuperação da informação
Levantamento bibliográfico e recuperação da informaçãoLevantamento bibliográfico e recuperação da informação
Levantamento bibliográfico e recuperação da informação
Biblioteca Central FZEA/USP
 
JCR InCites
JCR InCitesJCR InCites
Como inserir paginação frente-verso em documentos.
Como inserir paginação frente-verso em documentos.Como inserir paginação frente-verso em documentos.
Como inserir paginação frente-verso em documentos.
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduaçãoRecursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?
Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?
Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Apresentando-se com o Currículo Lattes.
Apresentando-se com o Currículo Lattes.Apresentando-se com o Currículo Lattes.
Apresentando-se com o Currículo Lattes.
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Conheca a Biblioteca FZEA-USP
Conheca a Biblioteca FZEA-USPConheca a Biblioteca FZEA-USP
Conheca a Biblioteca FZEA-USP
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Como inserir paginação em documentos
Como inserir paginação em documentosComo inserir paginação em documentos
Como inserir paginação em documentos
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Como fazer Sumário Automatizado
Como fazer Sumário AutomatizadoComo fazer Sumário Automatizado
Como fazer Sumário Automatizado
Biblioteca Central FZEA/USP
 
Como fazer citação segunda ABNT
Como fazer citação segunda ABNTComo fazer citação segunda ABNT
Como fazer citação segunda ABNT
Biblioteca Central FZEA/USP
 

Mais de Biblioteca Central FZEA/USP (16)

Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
 
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USPTutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
 
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
 
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSPTutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
 
O que é plágio e medidas práticas para evitá-lo
O que é plágio e medidas práticas para evitá-loO que é plágio e medidas práticas para evitá-lo
O que é plágio e medidas práticas para evitá-lo
 
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USPNormas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
 
Levantamento bibliográfico e recuperação da informação
Levantamento bibliográfico e recuperação da informaçãoLevantamento bibliográfico e recuperação da informação
Levantamento bibliográfico e recuperação da informação
 
JCR InCites
JCR InCitesJCR InCites
JCR InCites
 
Como inserir paginação frente-verso em documentos.
Como inserir paginação frente-verso em documentos.Como inserir paginação frente-verso em documentos.
Como inserir paginação frente-verso em documentos.
 
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduaçãoRecursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
 
Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?
Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?
Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?
 
Apresentando-se com o Currículo Lattes.
Apresentando-se com o Currículo Lattes.Apresentando-se com o Currículo Lattes.
Apresentando-se com o Currículo Lattes.
 
Conheca a Biblioteca FZEA-USP
Conheca a Biblioteca FZEA-USPConheca a Biblioteca FZEA-USP
Conheca a Biblioteca FZEA-USP
 
Como inserir paginação em documentos
Como inserir paginação em documentosComo inserir paginação em documentos
Como inserir paginação em documentos
 
Como fazer Sumário Automatizado
Como fazer Sumário AutomatizadoComo fazer Sumário Automatizado
Como fazer Sumário Automatizado
 
Como fazer citação segunda ABNT
Como fazer citação segunda ABNTComo fazer citação segunda ABNT
Como fazer citação segunda ABNT
 

Último

JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 

Último (20)

JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 

Abnt normalização fzea_atualizada

  • 1. Serviço de Biblioteca e Informação USP/FZEA Normalização e apresentação de trabalhos científicos
  • 2. Serviço de Biblioteca e Informação Por que normalizar? Por que normalizar?  Facilitar a transferência de informações e comunicação;  Estabelecer um padrão nacional e internacional na apresentação de trabalhos técnicos e científicos;  Determinar a veracidade de informações;  Viabilizar a comunicação entre os pesquisadores.
  • 3. Normalização No Brasil, a mais adotada pelas Universidades é a ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Em âmbito internacional, a mais conhecida e adotada é a ISO International Organization for Standardization
  • 4. Pesquisa Bibliográfica • Levantamento de dados em fontes de informação confiáveis (livros, periódicos, teses, dissertações, eventos, bases de dados); • Embasamento teórico / argumentação teórica.
  • 5. Principais normas para elaboração de trabalhos científicos • NBR 14724:2011 – Informação e documentação – Trabalhos acadêmicos – Apresentação • NBR 10520:2002 – Informação e documentação – Citações em documentos – Apresentação • NBR 6023:2018 – Informação e documentação – Referências – Elaboração
  • 7. Proposta de estrutura em ARTIGOS • Elementos pré-textuais: sem alterações; • Elementos textuais: 1 INTRODUÇÃO Referências 2 TÍTULO DO ARTIGO Resumo Abstract 2.1 Introdução 2.2 Desenvolvimento 2.3 Conclusão Referências 3 TÍTULO DO ARTIGO Resumo Abstract 3.1 Introdução 3.2 Desenvolvimento 3.3 Conclusão Referências • Elementos pós-textuais: dispensaria a lista de Referências, pois as mesmas já constam em seus respectivos artigos.
  • 8. • A dissertação/tese deve conter um capítulo denominado INTRODUÇÃO, descrevendo o assunto principal, os objetivos e justificativas; • O pós-graduando deve apresentar, no mínimo, 2 artigos científicos (e não trabalhos em congressos), relacionados à tese/dissertação, em que ele seja o 1º autor; • Os artigos devem ser elaborados a partir do ingresso no curso de pós da FZEA e já submetidos à publicação, acompanhados do comprovante de recebimento do editor do periódico. Proposta de estrutura em ARTIGOS Nota – Cabe ao aluno seguir as normas e regulamentos aplicados ao seu Programa de Pós-Graduação obedecendo as particularidades de sua área.
  • 9. • Escrever de forma objetiva e impessoal; • Terceira pessoa do singular; • Evitar expressões: “meu trabalho” e “eu fiz”. Regras gerais de apresentação
  • 10. Regras gerais de apresentação • papel branco ou reciclado, formato A4; • digitados na cor preta (exceto as ilustrações); • fonte tamanho 12 (Arial ou Times New Roman) para o texto e tamanho menor para citações de mais de três linhas, notas de rodapé, paginação e legendas das ilustrações e tabelas; • Recomenda-se que os elementos textuais e pós-textuais sejam digitados nos 2 lados da folha (anverso e verso). Quanto aos elementos pré-textuais, imprimir somente no anverso, com exceção da ficha catalográfica.
  • 11. Regras gerais de apresentação • Se a opção de diagramação do texto, na versão impressa, for utilizar apenas o anverso da folha use f (99 f.), se utilizar frente e verso da página use p (99 p.)
  • 12. Regras gerais de apresentação - Paginação Anverso (frente) Verso n. f 3 cm 2 cm 3 cm 2 cm n. f 2 cm 3 cm 3 cm 2 cm Margem: esquerda e superior de 3 cm; direita e inferior de 2 cm (para o anverso), e direita e superior de 3 cm; esquerda e inferior de 2 cm (para o verso)
  • 13. • Espaçamento: espaço 1,5 entre linhas. Algumas exceções: citações de mais de três linhas, as notas, as legendas. Obs.: títulos das subseções devem ser separados por um espaço entre as linhas de 1,5. • Numeração progressiva: títulos das seções primárias devem iniciar em folha distinta. Seções secundárias e terciárias devem ser destacadas gradativamente, utilizando-se os recursos de negrito, itálico ou grifo, caixa alta, etc. Regras gerais de apresentação
  • 14. • Siglas: quando mencionada pela primeira vez no texto, deve ser indicada entre parênteses, procedida do nome completo. Ex: Universidade de São Paulo (USP) - 1 menção Segundo dados da USP – 2 menção • Ilustrações: sua identificação aparece na parte superior, precedida da palavra designativa, seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto. Por exemplo: Gráfico 1 – Nome; Imagem 5 – Nome. Na parte inferior da ilustração, mencionar a fonte consultada, mesmo que seja produção do próprio autor. Regras gerais de apresentação
  • 15. Citação é a menção no texto de informação extraída de outra fonte. NBR 10520 - Citações
  • 16. Citação direta “É a transcrição (reprodução integral) de parte da obra consultada, conservando-se a grafia, pontuação, idioma etc”. Exemplos: De acordo com as conclusões de Waldow (2001, p. 62), “hoje se constata a presença cada vez maior do uso de práticas de saúde e rituais de cuidar não convencionais”. Ou “As citações são os elementos retirados dos documentos pesquisados durante a leitura da documentação” (SEVERINO, 2000, p. 106).
  • 17. Dornelas (2001, p. 162) constata que No Brasil, o sucesso de um empreendimento depende muito da capacidade de se administrar financeiramente um negócio, em razão dos ciclos recessivos que têm atingido a economia. Citação direta, com mais de 3 linhas
  • 18. Citação indireta É o texto criado com base na obra de autor consultado, em que se reproduz o conteúdo e ideias do documento original; dispensa o uso de aspas duplas. Exemplo: A análise bibliométrica tem sido aplicada principalmente a textos científicos, para avaliação da produção científica, buscando a atender a diversos objetivos: identificar as tendências de crescimento de uma área do conhecimento, identificar as pesquisas de cada autor, identificar as principais revistas de uma área (SPINAK, 1998).
  • 19. Citação de citação É a citação direta ou indireta de um texto em que não se teve acesso ao documento original xyzxyzxyzxyzxyz (LOPES, 1951 apud LIMA, 2010, p.55). No rodapé da página da ‘citação de citação’, colocar a referência do LOPES 1951 e na lista de referências colocar a referência do LIMA 2010
  • 20. Conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual As Referências devem ser separadas entre si por um espaço simples em branco e alinhadas à esquerda (portanto, não justificadas). NBR 6023 - Referências
  • 21. Elementos essenciais - referência de livro/monografia  Autoria  Título  Local  Editora  Data de publicação
  • 22. BAYS, T. B. Comportamento de animais exóticos companhia: aves, répteis e mamíferos de pequeno porte. São Paulo: Roca, 2009. COLL, C.; PALÁCIOS, J.; MARCHESI, A. Desenvolvimento psicológico e educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996. FRANCA, J. L. et al. Manual para normalização de publicações técnico-científicas. 4. ed. Belo Horizonte: UFMG, 1998. 178 p. As referências devem ser ordenadas alfabeticamente e elaboradas em espaço simples, alinhadas à margem esquerda do texto e separadas entre si por uma linha em branco de espaço simples. Quando houver quatro ou mais autores, convém indicar todos. Permite-se que se indique apenas o primeiro, seguido da expressão et al. Exemplos – Livro no todo
  • 23. Quando o capítulo é do MESMO AUTOR do livro LEPSCH, I. F. Erosão dos solos. In: LEPSCH, I. F. Formação e conservação dos solos. São Paulo: Oficina de Textos, 2002. cap. 8, p. 147-159. Quando o capítulo é de OUTRO AUTOR MEIRELES, M. V. Enfermidades do sistema circulatório. In: BERCHIERI JÚNIOR, A.; MACARI, M. Doenças das aves. Campinas: FACTA, 2000. cap. 2.9, p. 129-132. Exemplos – capítulo de livro
  • 24. Exemplo – artigo de periódico PELISSARI, Franciele Maria; SOBRAL, Paulo José do Amaral; MENEGALLI, Florencia Cecilia. Isolation and characterization of cellulose nanofibers from banana peels. Cellulose, Dordrecht, v. 21, n. 1, p. 417-432, Feb. 2014. As referências NÃO devem ter o texto “justificado”
  • 25. FONSECA, C. R. Efeito do tempo de armazenamento do leite de cabra in natura sobre a qualidade e a estabilidade do leite de cabra em pó. 2010. Tese (Doutorado) – Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2010. Exemplo – tese/dissertação
  • 26. No corpo do texto: Xyzxyzxyz (REPRODUÇÃO..., 2017). Na referência: REPRODUÇÃO de bovinos leiteiros. Disponível em: http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/recursos/Reprod_A nimID-ZXT4FtLDun.pdf. Acesso em: 14 fev. 2017. Exemplo de referência, em meios eletrônicos, sem autoria específica.
  • 27. Onde encontrar a informação? Como argumentar? • Para elaboração de uma pesquisa é necessário saber onde encontrar e como consultar recursos que subsidiem um embasamento teórico para a execução de um trabalho científico; • Não deve-se concluir nenhuma pesquisa sem a devida argumentação teórica de tudo o que for relatado.
  • 28. • Conhecimento anterior do tema; • Pesquisas em andamento (internet); • Literatura científica, pesquisa bibliográfica; • Ideias do orientador e colegas; • Ideias pessoais originais; • Necessidades do mercado. Sugestões para definir um tema
  • 29. A redação / O texto Redigir é o processo de pensar, refletir, tomar decisões, aprimorar a produção textual, ou seja, pensar primeiro no leitor, observando alguns princípios como: explicação, clareza, integridade, imparcialidade, ordem, objetividade e simplicidade.
  • 30. • Explicação: ter claro quais os propósitos do autor de modo a responder todas as dúvidas do leitor; • Clareza: indispensável para a aplicação do método científico – escrita e ilustrações; • Inteireza: enunciados completos, conclusões lógicas; • Imparcialidade: explicitar os pressupostos de suas argumentações; A redação / O texto
  • 31. • Ordem: apresentação lógica de suas informações e ideias; • Acuidade: cuidado nas observações e precisão das mensurações. O experimento deve ser passível de reprodução com resultados semelhantes ou próximos ao obtido pelo autor; • Objetividade: Toda observação deve basear- se em provas e não em opiniões infundadas; • Simplicidade: escrever de modo direto, sóbrio, sem uso de jargão. A redação / O texto
  • 32. Onde pesquisar? Fontes de acesso gratuito • www.scielo.br • www.scielo.org • www.teses.usp.br • http://bdtd.ibict.br • www.dedalus.usp.br
  • 33. Fontes de acesso regulamentado Somente dentro da USP ou pelo VPN - Web of Science - Scopus - Science Direct - EBSCO - Portal de Periódicos Capes - etc.