SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA A DISTÂNCIA
Recuperação Paralela
EIXO GEOMETRIAS: TRATAMENTO ANALÍTICO
A vida, obra e contribuição do
filósofo Descartes
Diovana Weber
Franciele Florentino da Cruz
Jó Adriano da Cruz
Vanessa Alves Vargas
Polo Sapiranga/UAB 3
INTRODUÇÃO
O filósofo Rene Descartes contribuiu
significantemente para a evolução da Matemática.
Abordaremos aqui a sua vida, principais obras e
suas contribuições para a matemática. O uso dos
métodos do mais conhecido como “Pai da
Matemática”, se faz presente hoje no mundo
moderno em que estamos inseridos. Também trata
dos seus pensamentos inerentes para a concepção
de cada investigação.
Quem foi René Descartes?
Descartes foi um importante filósofo, matemático e
físico francês do século XVII. Realizou também estudos
nas áreas da Epistemologia e Metafísica. Descartes é
considerado o pioneiro no pensamento filosófico
moderno e também chamado de Pai da Matemática
Moderna.
A vida de René Descartes
 René Descartes nasceu em na cidade deLa Haye, França, no
dia 31 de março de 1596.
 A mãe de Descartes morreu quando ele tinha apenas 1 ano
(vítima de complicações pós-parto). René foi criado por uma
babá e por sua avó, embora sempre tenha tido contato com o
pai. Estudou no colégio jesuíta de La Flèche (um dos
melhores colégios da França, na época), de onde saiu em
1615, para conhecer o mundo.
Descartes Breve Vida e Obra[1].mp4
 Em junho de 1630 se inscreve na universidade de
Leyde e encontra-se com o matemático Golius, que
lhe irá propor, o problema de Pappus. Descartes
envia sua solução em janeiro de 1632.
 Com a condenação de Galileu em Roma em 1633,
Descartes desiste de publicar, em vida, Tratado do
mundo.
 Em 1636 Descartes se instala em Leyde, para
imprimir e terminar a redação de Discurso do método
e de Ensaios (Dióptrica, Meteoros e Geometria).
 Em junho de 1637 é concluída a impressão e em
outubro Descartes oferece a Huygens uma carta
sobre a Mecânica (Explicação das máquinas com a
ajuda das quais se pode com uma pequena força
erguer um fardo muito pesado).
 Entre 1639 e 1640 Descartes escreve Meditationes
de prima philosophia. Em 1640 participa da querela
matemática de Stampioen e de Waessenaer, relativa
à extração da raiz cúbica dos binômios. No mesmo
ano, em outubro morre o pai de Descartes.
 Em 1644, na França ocorre a publicação de Principia
philosophiae, acompanhando a tradução latina de
Discurso, Dióptrica e Os meteoros (Geometria só será
traduzida em latim em 1649).
 Entre 1645 e 1646 Descartes escreve um tratado
sobre as paixões da alma, a pedido da princesa
Elizabeth, com quem se corresponde desde 1643.
 EM 1647 ocorre a publicação em Paris de Meditações
metafísicas,traduzidas pelo duque de Luynes. E após
alguns meses a publicação de Princípios da filosofia,
traduzidos pelo abade Picot.
 Entre 1647 e 1648 ocorre a redação de Descrição do
corpo humano.
 Em setembro de 1649, Descartes resolve reunir-se à
corte de Estocolmo, a convite da rainha Cristina, onde
ministrava suas aulas às cinco horas da manhã. Em
novembro é publicado Paixões da alma.
 Em fevereiro de 1650 Descartes morre de pneumonia
em Estocolmo. O inventário dos papéis por ele
deixados contém a menção de textos cujo teor exato e
a data são incertos. Entre os inéditos, Compendium
Musicae é publicado já em 1650; três volumes de
cartas, em 1657, 1659 e 1667; a tradução latina de O
homem,em 1662, e o original francês, em 1664; O
mundo ou tratado da luz, em 1664, e, em
1701,Regulae.
Principais obras
 Entre 1629 e 1633, Descartes redige o Tratado do
Mundo, mas não o publica por receio da Inquisição,
que acabara de condenar Galileu.
 A primeira obra de Descartes teve como título
“Essays Philosophiques”. A introdução ficou mais
famosa que a própria obra: O discurso do método,
onde, na quarta seção, encontra-se sua frase mais
famosa - "Penso, logo existo".
 Produziu as seguintes obras:
 1628 - Regras para a direção do espírito;
 1637 - Discurso do método;
 1637 – Geometria;
 1641- Meditações Metafísicas
 1641 - Meditações sobre a filosofia Primeira;
Objeções e Respostas.
 1644 - Princípios da Filosofia.
 1647/48 - Descrição do Corpo Humano.
 1649 - As Paixões da Alma.
Sua contribuição para a
educação
Na Matemática, relacionou os estudos da
Álgebra e Geometria, criando a Geometria Analítica.
Desenvolveu o Sistema de Coordenadas, também conhecido
como Plano Cartesiano. Desenvolveu o Método Cartesiano
no qual defende que só se deve considerar algo como
verdadeiramente existente, caso possa ser comprovada sua
existência. Também conhecido como Ceticismo
Metodológico, segue o princípio de que devemos duvidar de
todos conhecimentos que não possuem explicações
evidentes. Este método também se baseia na realização de
quatro tarefas: verificar, analisar, sintetizar e enumerar.
CONCLUSÃO
A filosofia de Descartes conclui deve-se rejeitar
toda autoridade diferente da razão no momento
de fundamentar o conhecimento. Descartes
proclama a independência da filosofia, pois a seu
ver devemos nos submeter somente a razão.
Sua meditações perpetram a ideia de que apenas
a razão tem poderes de , através de uma
metodologia construída por ela, aferir o
conhecimento verdadeiro, claro e distinto das
coisas. Com isso conclui Descartes ser a razão a
essencial garantia da ciência.
Bibliografia
Info Escola. Disponível em: <http://www.infoescola.com.br. Acesso em 08 de julho de
2014.
Brasil Escola. Disponível em: <http://www.brasilescola.com.br. Acesso em 08 de julho de
2014.
Super Abri. Disponível em: <http://www.super.abri.com.br. Acesso em 12 de julho de
2014.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Racionalismo e empirismo
Racionalismo e empirismoRacionalismo e empirismo
Racionalismo e empirismo
Universidade Federal Fluminense
 
Racionalismo x Empirismo - Filosofia
Racionalismo x Empirismo - FilosofiaRacionalismo x Empirismo - Filosofia
Racionalismo x Empirismo - Filosofia
Carson Souza
 
Introdução ao pensamento moderno
Introdução ao pensamento modernoIntrodução ao pensamento moderno
Introdução ao pensamento moderno
Ana Carolina Rigoni
 
RENÉ DESCARTES.pdf
RENÉ DESCARTES.pdfRENÉ DESCARTES.pdf
RENÉ DESCARTES.pdf
RogrioFonseca10
 
Filosofia medieval slide
Filosofia medieval slideFilosofia medieval slide
Filosofia medieval slide
Alexandre Misturini
 
Arte barroca
Arte barrocaArte barroca
Arte barroca
cattonia
 
A Revolução Científica
A Revolução CientíficaA Revolução Científica
A Revolução Científica
Rui Neto
 
RENÉ DESCARTES
RENÉ DESCARTESRENÉ DESCARTES
RENÉ DESCARTES
Virna Salgado Barra
 
Filosofia 8 ano
Filosofia  8 anoFilosofia  8 ano
Filosofia 8 ano
Cecília Tura
 
Religiao e religiosidade
Religiao e religiosidadeReligiao e religiosidade
Religiao e religiosidade
Manoel Gamas
 
O que é a filosofia
O que é a filosofiaO que é a filosofia
O que é a filosofia
Mariana1112
 
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religiãoFé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Leandro Nazareth Souto
 
História da Filosofia em Períodos
História da Filosofia em PeríodosHistória da Filosofia em Períodos
História da Filosofia em Períodos
Bruno Carrasco
 
Diferença entre moral e ética
Diferença entre moral e éticaDiferença entre moral e ética
Diferença entre moral e ética
Karla Carioca
 
Aula 03 - Sócrates e o Nascimento da Filosofia
Aula 03 - Sócrates e o Nascimento da FilosofiaAula 03 - Sócrates e o Nascimento da Filosofia
Aula 03 - Sócrates e o Nascimento da Filosofia
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Filosofia medieval
Filosofia medievalFilosofia medieval
Filosofia medieval
Janimara
 
3 Descartes
3 Descartes 3 Descartes
3 Descartes
Erica Frau
 
A reforma católica
A reforma católicaA reforma católica
A reforma católica
CAvancar
 
O mundo!
O mundo!O mundo!
Francis bacon
Francis baconFrancis bacon
Francis bacon
André Silva
 

Mais procurados (20)

Racionalismo e empirismo
Racionalismo e empirismoRacionalismo e empirismo
Racionalismo e empirismo
 
Racionalismo x Empirismo - Filosofia
Racionalismo x Empirismo - FilosofiaRacionalismo x Empirismo - Filosofia
Racionalismo x Empirismo - Filosofia
 
Introdução ao pensamento moderno
Introdução ao pensamento modernoIntrodução ao pensamento moderno
Introdução ao pensamento moderno
 
RENÉ DESCARTES.pdf
RENÉ DESCARTES.pdfRENÉ DESCARTES.pdf
RENÉ DESCARTES.pdf
 
Filosofia medieval slide
Filosofia medieval slideFilosofia medieval slide
Filosofia medieval slide
 
Arte barroca
Arte barrocaArte barroca
Arte barroca
 
A Revolução Científica
A Revolução CientíficaA Revolução Científica
A Revolução Científica
 
RENÉ DESCARTES
RENÉ DESCARTESRENÉ DESCARTES
RENÉ DESCARTES
 
Filosofia 8 ano
Filosofia  8 anoFilosofia  8 ano
Filosofia 8 ano
 
Religiao e religiosidade
Religiao e religiosidadeReligiao e religiosidade
Religiao e religiosidade
 
O que é a filosofia
O que é a filosofiaO que é a filosofia
O que é a filosofia
 
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religiãoFé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
 
História da Filosofia em Períodos
História da Filosofia em PeríodosHistória da Filosofia em Períodos
História da Filosofia em Períodos
 
Diferença entre moral e ética
Diferença entre moral e éticaDiferença entre moral e ética
Diferença entre moral e ética
 
Aula 03 - Sócrates e o Nascimento da Filosofia
Aula 03 - Sócrates e o Nascimento da FilosofiaAula 03 - Sócrates e o Nascimento da Filosofia
Aula 03 - Sócrates e o Nascimento da Filosofia
 
Filosofia medieval
Filosofia medievalFilosofia medieval
Filosofia medieval
 
3 Descartes
3 Descartes 3 Descartes
3 Descartes
 
A reforma católica
A reforma católicaA reforma católica
A reforma católica
 
O mundo!
O mundo!O mundo!
O mundo!
 
Francis bacon
Francis baconFrancis bacon
Francis bacon
 

Destaque

René Descartes
René DescartesRené Descartes
René Descartes
guest765702a3
 
Apresentação de filosofia
Apresentação de filosofiaApresentação de filosofia
Apresentação de filosofia
Gisele Boucherville
 
Marketing Político
Marketing PolíticoMarketing Político
Marketing Político
Neca Boullosa
 
Portifólio 2 semestre Luciana/Juca
Portifólio 2 semestre Luciana/JucaPortifólio 2 semestre Luciana/Juca
Portifólio 2 semestre Luciana/Juca
Luciana Goncalves Campo Moreno
 
G2manha
G2manhaG2manha
G2manha
EscolaPedrita
 
Dos presocraticos a aristóteles
Dos presocraticos a aristótelesDos presocraticos a aristóteles
Dos presocraticos a aristóteles
Alan
 
René Descartes - Roteiro de aula
René Descartes - Roteiro de aulaRené Descartes - Roteiro de aula
René Descartes - Roteiro de aula
Rafael Oliveira
 
Spinoza slides
Spinoza slidesSpinoza slides
Spinoza slides
chirlei ferreira
 
Regras do método sociológico
Regras do método sociológicoRegras do método sociológico
Regras do método sociológico
Davi Islabao
 
Sócrates e Platão: influências,direito e justiça
Sócrates e Platão: influências,direito e justiçaSócrates e Platão: influências,direito e justiça
Sócrates e Platão: influências,direito e justiça
Jornal Ovale
 
MANUAL DE CAMPANHA ESTRATÉGIA C 124-1
MANUAL DE CAMPANHA ESTRATÉGIA C 124-1MANUAL DE CAMPANHA ESTRATÉGIA C 124-1
MANUAL DE CAMPANHA ESTRATÉGIA C 124-1
Falcão Brasil
 
Organização e metodologia da educação infantil marilda
Organização e metodologia da educação infantil   marildaOrganização e metodologia da educação infantil   marilda
Organização e metodologia da educação infantil marilda
Regina Gidzinski
 
Parlenda - O tatu tá aí
Parlenda - O tatu tá aíParlenda - O tatu tá aí
Parlenda - O tatu tá aí
Suzy Santana
 
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
wil
 
Álbum folclore, com figurinhas do álbum numerada
Álbum folclore, com figurinhas do álbum numeradaÁlbum folclore, com figurinhas do álbum numerada
Álbum folclore, com figurinhas do álbum numerada
Isa ...
 
Parlendas O Macaco Foi à Feira e Macaca Sofia.
Parlendas O Macaco Foi à Feira e Macaca Sofia.Parlendas O Macaco Foi à Feira e Macaca Sofia.
Parlendas O Macaco Foi à Feira e Macaca Sofia.
Maria Élia David de Assis Ferreira
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
Diego Guerra
 
Aldo lavagnini - MANUAL DO MESTRE (tradução de Roger Avis)
Aldo lavagnini - MANUAL DO MESTRE (tradução de Roger Avis)Aldo lavagnini - MANUAL DO MESTRE (tradução de Roger Avis)
Aldo lavagnini - MANUAL DO MESTRE (tradução de Roger Avis)
Igor Silva
 
Educação e diversidade - pedagogia
Educação e diversidade - pedagogiaEducação e diversidade - pedagogia
Educação e diversidade - pedagogia
Mariana Dias
 
Portfólio de ações 2013 E.E. CORONEL ARISTIDES BATISTA
Portfólio de ações 2013 E.E. CORONEL ARISTIDES BATISTAPortfólio de ações 2013 E.E. CORONEL ARISTIDES BATISTA
Portfólio de ações 2013 E.E. CORONEL ARISTIDES BATISTA
Cleuza Oliveira
 

Destaque (20)

René Descartes
René DescartesRené Descartes
René Descartes
 
Apresentação de filosofia
Apresentação de filosofiaApresentação de filosofia
Apresentação de filosofia
 
Marketing Político
Marketing PolíticoMarketing Político
Marketing Político
 
Portifólio 2 semestre Luciana/Juca
Portifólio 2 semestre Luciana/JucaPortifólio 2 semestre Luciana/Juca
Portifólio 2 semestre Luciana/Juca
 
G2manha
G2manhaG2manha
G2manha
 
Dos presocraticos a aristóteles
Dos presocraticos a aristótelesDos presocraticos a aristóteles
Dos presocraticos a aristóteles
 
René Descartes - Roteiro de aula
René Descartes - Roteiro de aulaRené Descartes - Roteiro de aula
René Descartes - Roteiro de aula
 
Spinoza slides
Spinoza slidesSpinoza slides
Spinoza slides
 
Regras do método sociológico
Regras do método sociológicoRegras do método sociológico
Regras do método sociológico
 
Sócrates e Platão: influências,direito e justiça
Sócrates e Platão: influências,direito e justiçaSócrates e Platão: influências,direito e justiça
Sócrates e Platão: influências,direito e justiça
 
MANUAL DE CAMPANHA ESTRATÉGIA C 124-1
MANUAL DE CAMPANHA ESTRATÉGIA C 124-1MANUAL DE CAMPANHA ESTRATÉGIA C 124-1
MANUAL DE CAMPANHA ESTRATÉGIA C 124-1
 
Organização e metodologia da educação infantil marilda
Organização e metodologia da educação infantil   marildaOrganização e metodologia da educação infantil   marilda
Organização e metodologia da educação infantil marilda
 
Parlenda - O tatu tá aí
Parlenda - O tatu tá aíParlenda - O tatu tá aí
Parlenda - O tatu tá aí
 
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
 
Álbum folclore, com figurinhas do álbum numerada
Álbum folclore, com figurinhas do álbum numeradaÁlbum folclore, com figurinhas do álbum numerada
Álbum folclore, com figurinhas do álbum numerada
 
Parlendas O Macaco Foi à Feira e Macaca Sofia.
Parlendas O Macaco Foi à Feira e Macaca Sofia.Parlendas O Macaco Foi à Feira e Macaca Sofia.
Parlendas O Macaco Foi à Feira e Macaca Sofia.
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
 
Aldo lavagnini - MANUAL DO MESTRE (tradução de Roger Avis)
Aldo lavagnini - MANUAL DO MESTRE (tradução de Roger Avis)Aldo lavagnini - MANUAL DO MESTRE (tradução de Roger Avis)
Aldo lavagnini - MANUAL DO MESTRE (tradução de Roger Avis)
 
Educação e diversidade - pedagogia
Educação e diversidade - pedagogiaEducação e diversidade - pedagogia
Educação e diversidade - pedagogia
 
Portfólio de ações 2013 E.E. CORONEL ARISTIDES BATISTA
Portfólio de ações 2013 E.E. CORONEL ARISTIDES BATISTAPortfólio de ações 2013 E.E. CORONEL ARISTIDES BATISTA
Portfólio de ações 2013 E.E. CORONEL ARISTIDES BATISTA
 

Semelhante a A vida, obra e contribuição do filósofo Descartes

Descartes
DescartesDescartes
René descartes
René descartesRené descartes
René descartes
Alex Reis
 
René descartes
René descartesRené descartes
René descartes
alberto martins
 
Descartes
Descartes Descartes
Descartes
Isabella Silva
 
Racionalismo erick 25 tp
Racionalismo erick 25 tpRacionalismo erick 25 tp
Racionalismo erick 25 tp
alemisturini
 
Resgate histórico da geometria analítica
Resgate histórico da geometria analíticaResgate histórico da geometria analítica
Resgate histórico da geometria analítica
P_Reus
 
Slide rp descartes
Slide rp descartesSlide rp descartes
Slide rp descartes
Daiani Martins
 
René descartes
René descartesRené descartes
René descartes
Virginia
 
Trabalho filo e soc renata 21 mp
Trabalho   filo e soc renata 21 mpTrabalho   filo e soc renata 21 mp
Trabalho filo e soc renata 21 mp
alemisturini
 
Contribuições de René Descartes
Contribuições de René DescartesContribuições de René Descartes
Contribuições de René Descartes
Maiara Fagundes
 
Contribuições de rené descartes
Contribuições de rené descartesContribuições de rené descartes
Contribuições de rené descartes
Paulo Roberto Alexandre
 
Contribuições de rené descartes
Contribuições de rené descartesContribuições de rené descartes
Contribuições de rené descartes
Paulo Roberto Alexandre
 
Descartes
DescartesDescartes
Ricarod julia leticia
Ricarod julia leticiaRicarod julia leticia
Ricarod julia leticia
Eron Silva
 
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E XviiDinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Sílvia Mendonça
 
Anexo A Do Projeto Grupo InovaçâO
Anexo A Do Projeto Grupo  InovaçâOAnexo A Do Projeto Grupo  InovaçâO
Anexo A Do Projeto Grupo InovaçâO
Elizabeth Justo
 
Rene descartes
Rene descartesRene descartes
Rene descartes
Kelly Maria
 
Apresentação- René Descartes
Apresentação- René DescartesApresentação- René Descartes
Apresentação- René Descartes
Tiago Ferreira de Jesus
 
Descartes
DescartesDescartes
Descartes
Rita Portela
 
07 Perguntas para você conhecer René Descartes melhor.
07 Perguntas para você conhecer René Descartes melhor.07 Perguntas para você conhecer René Descartes melhor.
07 Perguntas para você conhecer René Descartes melhor.
Gabriel Andrade
 

Semelhante a A vida, obra e contribuição do filósofo Descartes (20)

Descartes
DescartesDescartes
Descartes
 
René descartes
René descartesRené descartes
René descartes
 
René descartes
René descartesRené descartes
René descartes
 
Descartes
Descartes Descartes
Descartes
 
Racionalismo erick 25 tp
Racionalismo erick 25 tpRacionalismo erick 25 tp
Racionalismo erick 25 tp
 
Resgate histórico da geometria analítica
Resgate histórico da geometria analíticaResgate histórico da geometria analítica
Resgate histórico da geometria analítica
 
Slide rp descartes
Slide rp descartesSlide rp descartes
Slide rp descartes
 
René descartes
René descartesRené descartes
René descartes
 
Trabalho filo e soc renata 21 mp
Trabalho   filo e soc renata 21 mpTrabalho   filo e soc renata 21 mp
Trabalho filo e soc renata 21 mp
 
Contribuições de René Descartes
Contribuições de René DescartesContribuições de René Descartes
Contribuições de René Descartes
 
Contribuições de rené descartes
Contribuições de rené descartesContribuições de rené descartes
Contribuições de rené descartes
 
Contribuições de rené descartes
Contribuições de rené descartesContribuições de rené descartes
Contribuições de rené descartes
 
Descartes
DescartesDescartes
Descartes
 
Ricarod julia leticia
Ricarod julia leticiaRicarod julia leticia
Ricarod julia leticia
 
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E XviiDinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
Dinamismo Cultural Nos SéCulos Xvii E Xvii
 
Anexo A Do Projeto Grupo InovaçâO
Anexo A Do Projeto Grupo  InovaçâOAnexo A Do Projeto Grupo  InovaçâO
Anexo A Do Projeto Grupo InovaçâO
 
Rene descartes
Rene descartesRene descartes
Rene descartes
 
Apresentação- René Descartes
Apresentação- René DescartesApresentação- René Descartes
Apresentação- René Descartes
 
Descartes
DescartesDescartes
Descartes
 
07 Perguntas para você conhecer René Descartes melhor.
07 Perguntas para você conhecer René Descartes melhor.07 Perguntas para você conhecer René Descartes melhor.
07 Perguntas para você conhecer René Descartes melhor.
 

Último

Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 

A vida, obra e contribuição do filósofo Descartes

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA A DISTÂNCIA Recuperação Paralela EIXO GEOMETRIAS: TRATAMENTO ANALÍTICO A vida, obra e contribuição do filósofo Descartes Diovana Weber Franciele Florentino da Cruz Jó Adriano da Cruz Vanessa Alves Vargas Polo Sapiranga/UAB 3
  • 2. INTRODUÇÃO O filósofo Rene Descartes contribuiu significantemente para a evolução da Matemática. Abordaremos aqui a sua vida, principais obras e suas contribuições para a matemática. O uso dos métodos do mais conhecido como “Pai da Matemática”, se faz presente hoje no mundo moderno em que estamos inseridos. Também trata dos seus pensamentos inerentes para a concepção de cada investigação.
  • 3. Quem foi René Descartes? Descartes foi um importante filósofo, matemático e físico francês do século XVII. Realizou também estudos nas áreas da Epistemologia e Metafísica. Descartes é considerado o pioneiro no pensamento filosófico moderno e também chamado de Pai da Matemática Moderna.
  • 4. A vida de René Descartes  René Descartes nasceu em na cidade deLa Haye, França, no dia 31 de março de 1596.  A mãe de Descartes morreu quando ele tinha apenas 1 ano (vítima de complicações pós-parto). René foi criado por uma babá e por sua avó, embora sempre tenha tido contato com o pai. Estudou no colégio jesuíta de La Flèche (um dos melhores colégios da França, na época), de onde saiu em 1615, para conhecer o mundo. Descartes Breve Vida e Obra[1].mp4
  • 5.  Em junho de 1630 se inscreve na universidade de Leyde e encontra-se com o matemático Golius, que lhe irá propor, o problema de Pappus. Descartes envia sua solução em janeiro de 1632.  Com a condenação de Galileu em Roma em 1633, Descartes desiste de publicar, em vida, Tratado do mundo.  Em 1636 Descartes se instala em Leyde, para imprimir e terminar a redação de Discurso do método e de Ensaios (Dióptrica, Meteoros e Geometria).
  • 6.  Em junho de 1637 é concluída a impressão e em outubro Descartes oferece a Huygens uma carta sobre a Mecânica (Explicação das máquinas com a ajuda das quais se pode com uma pequena força erguer um fardo muito pesado).  Entre 1639 e 1640 Descartes escreve Meditationes de prima philosophia. Em 1640 participa da querela matemática de Stampioen e de Waessenaer, relativa à extração da raiz cúbica dos binômios. No mesmo ano, em outubro morre o pai de Descartes.
  • 7.  Em 1644, na França ocorre a publicação de Principia philosophiae, acompanhando a tradução latina de Discurso, Dióptrica e Os meteoros (Geometria só será traduzida em latim em 1649).  Entre 1645 e 1646 Descartes escreve um tratado sobre as paixões da alma, a pedido da princesa Elizabeth, com quem se corresponde desde 1643.  EM 1647 ocorre a publicação em Paris de Meditações metafísicas,traduzidas pelo duque de Luynes. E após alguns meses a publicação de Princípios da filosofia, traduzidos pelo abade Picot.  Entre 1647 e 1648 ocorre a redação de Descrição do corpo humano.
  • 8.  Em setembro de 1649, Descartes resolve reunir-se à corte de Estocolmo, a convite da rainha Cristina, onde ministrava suas aulas às cinco horas da manhã. Em novembro é publicado Paixões da alma.  Em fevereiro de 1650 Descartes morre de pneumonia em Estocolmo. O inventário dos papéis por ele deixados contém a menção de textos cujo teor exato e a data são incertos. Entre os inéditos, Compendium Musicae é publicado já em 1650; três volumes de cartas, em 1657, 1659 e 1667; a tradução latina de O homem,em 1662, e o original francês, em 1664; O mundo ou tratado da luz, em 1664, e, em 1701,Regulae.
  • 9. Principais obras  Entre 1629 e 1633, Descartes redige o Tratado do Mundo, mas não o publica por receio da Inquisição, que acabara de condenar Galileu.  A primeira obra de Descartes teve como título “Essays Philosophiques”. A introdução ficou mais famosa que a própria obra: O discurso do método, onde, na quarta seção, encontra-se sua frase mais famosa - "Penso, logo existo".
  • 10.  Produziu as seguintes obras:  1628 - Regras para a direção do espírito;  1637 - Discurso do método;  1637 – Geometria;  1641- Meditações Metafísicas  1641 - Meditações sobre a filosofia Primeira; Objeções e Respostas.  1644 - Princípios da Filosofia.  1647/48 - Descrição do Corpo Humano.  1649 - As Paixões da Alma.
  • 11. Sua contribuição para a educação Na Matemática, relacionou os estudos da Álgebra e Geometria, criando a Geometria Analítica. Desenvolveu o Sistema de Coordenadas, também conhecido como Plano Cartesiano. Desenvolveu o Método Cartesiano no qual defende que só se deve considerar algo como verdadeiramente existente, caso possa ser comprovada sua existência. Também conhecido como Ceticismo Metodológico, segue o princípio de que devemos duvidar de todos conhecimentos que não possuem explicações evidentes. Este método também se baseia na realização de quatro tarefas: verificar, analisar, sintetizar e enumerar.
  • 12. CONCLUSÃO A filosofia de Descartes conclui deve-se rejeitar toda autoridade diferente da razão no momento de fundamentar o conhecimento. Descartes proclama a independência da filosofia, pois a seu ver devemos nos submeter somente a razão. Sua meditações perpetram a ideia de que apenas a razão tem poderes de , através de uma metodologia construída por ela, aferir o conhecimento verdadeiro, claro e distinto das coisas. Com isso conclui Descartes ser a razão a essencial garantia da ciência.
  • 13. Bibliografia Info Escola. Disponível em: <http://www.infoescola.com.br. Acesso em 08 de julho de 2014. Brasil Escola. Disponível em: <http://www.brasilescola.com.br. Acesso em 08 de julho de 2014. Super Abri. Disponível em: <http://www.super.abri.com.br. Acesso em 12 de julho de 2014.