SlideShare uma empresa Scribd logo
A TERCEIRA GERAÇÃO
    MODERNISTA
  BRASILEIRA (1945 -
        1980)
O HOMEM PROVISÓRIO
DE CAVALOS E LUTAS            Em cabra ruim valentão
[...]                         Basta um minuto se olhar
Com Diadorim de lado          Em um espelho qualquer
Crescia meu sentimento        E bem feio se encarar
Eu sempre pensava nele
Não esquecia um momento       Penso em Diadorim
Diadorim era amigo            De meio olhar atraente
Que eu tinha no pensamento.   Deus queira que chegue o tempo
                              Que não se mate mais gente
Eu não sabia, hoje eu sei     Já estou ficando velho
Pra gente se transformar      Me sinto fraco e doente
MOMENTO HISTÓRICO EM QUE SE
   DEU A GERAÇÃO DE 45

  Fim do Estado Novo (1945)
  Retorno de Getúlio Vargas à Presidência (1951-1954)
  Mandato de Juscelino Kubitschek (1956-1961)
  Fundação de Brasília, Nova Capital Politica do País
 (1960)
  Jânio Quadros na Presidência (1961)
  João Goulart na Presidência (1961-março de 1964)
                1945-1963 Período Democrático
  Predominância de Modelos Políticos Populistas
  O Nacionalismo com Bandeira Esquerdizante
  Nacional – Desenvolvimento X Reação das Classes
 Conservadoras
  Interesse Pela Cultura Popular X Cosmopolitismo
Característica Literárias Da
          Terceira Geração Modernista
                   Brasileira



 Retrocesso em relação às conquistas de 1922.

 Volta ao passado: revalorização da rima, da métrica, do

vocabulário erudito e das referencias mitológicas.

 Passadismo, academicismo.

 Introdução de uma nova cultura internacional nas letras

brasileiras.
Os Grandes Criadores De 45, Que Retomam E Fecundam As
          Experiências Desenvolvidas No País.


 Prosa: João Guimarães Rosa E Clarice Lispector.
 Poesia: João Cabral De Melo Neto.
 Literatura: Constante Pesquisa De Linguagem + Senso Do
Compromisso Entre Arte E Realidade, Engajamento.
 Síntese De Ambas As Gerações: Experimentalismo +
Maturidade Artística; Nacionalismo + Universalismo.
 Guimarães Rosa: Narrativas Mitopoéticas Que Resgatam
A Sutiliza Do Elo Entre A Fala E O Texto Literário.
 Clarice Lispector: Romance E Contos Introspectivos Que
Dialogam Com As Fronteiras Do Indizível.
 João Cabral: Poesia Que Associa Compromisso Social E
Precisão Arquitetônica, Substantiva.
João Guimarães Rosa
     (1908-1967)
Obras
Clarice Lispector (1920 -
         1977)
Obras
João Cabral De Melo
  Neto (1920 -1999)
Obras
SÍNTESE DOS CONTEÚDOS
               ESTUDADOS

         Neste capitulo, estudamos três grandes autores que se
contrapõem ao caráter “passadista” da produção literária da
geração de 45: João Guimarães Rosa e Clarice Lispector, na prosa, e
João Cabra de Melo Neto, que chegou a pertencer à geração de
45, na poesia.
         Vimos que consideraram a literatura constante pesquisa
de linguagem, expressão artística caracterizada pela singularidade
estética, associando tal consciência artística à ideia do senso do
compromisso entre arte e realidade, do engajamento do escritor e
de sua obra na vida social.
Sendo assim, retomam a perspectiva nacionalista da
primeira fase do Modernismo e a perspectiva universalista da
segunda, podendo ser considerados uma síntese de ambas as
gerações,     além     de   alicerces   de    nossa    produção   literária
contemporânea.
            As   narrativas    mitopoéticas    de     Guimarães   Rosa,   as
narrativas que roçam o “indizível” de Clarice Lispector e a poesia
substantiva de João Cabral constituem, portanto, enriquecimentos e
lapidações           das      experiências          modernistas       mais
expressivas, desenvolvidas em nosso país.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Literatura Contemporânea
Literatura  ContemporâneaLiteratura  Contemporânea
Literatura Contemporânea
clemildapetrolina
 
Parnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiroParnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiro
Andréia Peixoto
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Josie Ubiali
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
Marcimária Xavier
 
Literatura contemporânea
Literatura contemporâneaLiteratura contemporânea
Literatura contemporânea
Beatriz Araujo
 
Historia da Literatura
Historia da LiteraturaHistoria da Literatura
Historia da Literatura
Miriam Zelmikaitis
 
A geração de 45
A geração de 45A geração de 45
A geração de 45
Claudia Ribeiro
 
Introdução à literatura
Introdução à literaturaIntrodução à literatura
Introdução à literatura
jaquemarcondes
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
Victor Said
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
Zenia Ferreira
 
Literatura brasileira
Literatura brasileiraLiteratura brasileira
Literatura brasileira
Fernando Henning
 
Literatura africana
Literatura africanaLiteratura africana
Literatura africana
Maria Luiza Fritsch Felippsen
 
O Romantismo no Brasil II
O Romantismo no Brasil IIO Romantismo no Brasil II
O Romantismo no Brasil II
Cicero Luciano
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
Ana Batista
 
Prosa e poema de 30
Prosa e poema de 30 Prosa e poema de 30
Prosa e poema de 30
Claudio Soares
 
Romantismo no Brasil
Romantismo no BrasilRomantismo no Brasil
Romantismo no Brasil
CrisBiagio
 
A forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literaturaA forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literatura
Márcio Hilário
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernista
Luciene Gomes
 
Realismo e naturalismo
Realismo e naturalismoRealismo e naturalismo
Realismo e naturalismo
Luciene Gomes
 
Modernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesModernismo e suas fases
Modernismo e suas fases
Luan Victor
 

Mais procurados (20)

Literatura Contemporânea
Literatura  ContemporâneaLiteratura  Contemporânea
Literatura Contemporânea
 
Parnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiroParnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiro
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
 
Literatura contemporânea
Literatura contemporâneaLiteratura contemporânea
Literatura contemporânea
 
Historia da Literatura
Historia da LiteraturaHistoria da Literatura
Historia da Literatura
 
A geração de 45
A geração de 45A geração de 45
A geração de 45
 
Introdução à literatura
Introdução à literaturaIntrodução à literatura
Introdução à literatura
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
 
Literatura brasileira
Literatura brasileiraLiteratura brasileira
Literatura brasileira
 
Literatura africana
Literatura africanaLiteratura africana
Literatura africana
 
O Romantismo no Brasil II
O Romantismo no Brasil IIO Romantismo no Brasil II
O Romantismo no Brasil II
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
 
Prosa e poema de 30
Prosa e poema de 30 Prosa e poema de 30
Prosa e poema de 30
 
Romantismo no Brasil
Romantismo no BrasilRomantismo no Brasil
Romantismo no Brasil
 
A forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literaturaA forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literatura
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernista
 
Realismo e naturalismo
Realismo e naturalismoRealismo e naturalismo
Realismo e naturalismo
 
Modernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesModernismo e suas fases
Modernismo e suas fases
 

Semelhante a A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)

3aoclaricejoocabraleguimares 120526182901-phpapp02
3aoclaricejoocabraleguimares 120526182901-phpapp023aoclaricejoocabraleguimares 120526182901-phpapp02
3aoclaricejoocabraleguimares 120526182901-phpapp02
Bárbara Roldão
 
analise a hora da estrela
analise a hora da estrela analise a hora da estrela
analise a hora da estrela
LuciBernadete
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernistaTerceira geração modernista
Terceira geração modernista
Juliana Beatriz
 
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
MariaPiedadeSILVA
 
Modernismo brasileiro apresentação final
Modernismo brasileiro apresentação finalModernismo brasileiro apresentação final
Modernismo brasileiro apresentação final
Pedro Guilherme
 
Panorama do modernismo no brasil
Panorama do modernismo no brasilPanorama do modernismo no brasil
Panorama do modernismo no brasil
Cláudia Simões Mariano
 
Set 1em o romantismo no brasil
Set 1em o romantismo no brasilSet 1em o romantismo no brasil
Set 1em o romantismo no brasil
Natalia Cristine
 
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
jacsonufcmestrado
 
Análise Libertinagem (Manuel Bandeira)
Análise Libertinagem (Manuel Bandeira)Análise Libertinagem (Manuel Bandeira)
Análise Libertinagem (Manuel Bandeira)
Andriane Cursino
 
O retrato real da sociedade burguesa no século XIX pela percepção do Movimen...
O retrato real da sociedade burguesa  no século XIX pela percepção do Movimen...O retrato real da sociedade burguesa  no século XIX pela percepção do Movimen...
O retrato real da sociedade burguesa no século XIX pela percepção do Movimen...
Doutora em Linguística Aplicada pela PUC-SP
 
modernismo_2geracao.pdf
modernismo_2geracao.pdfmodernismo_2geracao.pdf
modernismo_2geracao.pdf
josue261257
 
1a fase modernismo.ppt
1a fase modernismo.ppt1a fase modernismo.ppt
1a fase modernismo.ppt
PATRICIA VIANA
 
Modernismo segunda fase
Modernismo segunda faseModernismo segunda fase
Modernismo segunda fase
Eliete Sampaio Farneda
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
Renan Malheiros
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
RomantismoRomantismo
001 a contemporaneidade
001   a contemporaneidade001   a contemporaneidade
001 a contemporaneidade
Joabson Esteves
 
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
William Marques
 
Análise de memorias carcere
Análise de memorias carcereAnálise de memorias carcere
Análise de memorias carcere
Débora Costa
 
Aula 19 pré - modernismo - brasil
Aula 19   pré - modernismo - brasilAula 19   pré - modernismo - brasil
Aula 19 pré - modernismo - brasil
Jonatas Carlos
 

Semelhante a A terceira geração modernista brasileira (1945 1980) (20)

3aoclaricejoocabraleguimares 120526182901-phpapp02
3aoclaricejoocabraleguimares 120526182901-phpapp023aoclaricejoocabraleguimares 120526182901-phpapp02
3aoclaricejoocabraleguimares 120526182901-phpapp02
 
analise a hora da estrela
analise a hora da estrela analise a hora da estrela
analise a hora da estrela
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernistaTerceira geração modernista
Terceira geração modernista
 
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
 
Modernismo brasileiro apresentação final
Modernismo brasileiro apresentação finalModernismo brasileiro apresentação final
Modernismo brasileiro apresentação final
 
Panorama do modernismo no brasil
Panorama do modernismo no brasilPanorama do modernismo no brasil
Panorama do modernismo no brasil
 
Set 1em o romantismo no brasil
Set 1em o romantismo no brasilSet 1em o romantismo no brasil
Set 1em o romantismo no brasil
 
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
 
Análise Libertinagem (Manuel Bandeira)
Análise Libertinagem (Manuel Bandeira)Análise Libertinagem (Manuel Bandeira)
Análise Libertinagem (Manuel Bandeira)
 
O retrato real da sociedade burguesa no século XIX pela percepção do Movimen...
O retrato real da sociedade burguesa  no século XIX pela percepção do Movimen...O retrato real da sociedade burguesa  no século XIX pela percepção do Movimen...
O retrato real da sociedade burguesa no século XIX pela percepção do Movimen...
 
modernismo_2geracao.pdf
modernismo_2geracao.pdfmodernismo_2geracao.pdf
modernismo_2geracao.pdf
 
1a fase modernismo.ppt
1a fase modernismo.ppt1a fase modernismo.ppt
1a fase modernismo.ppt
 
Modernismo segunda fase
Modernismo segunda faseModernismo segunda fase
Modernismo segunda fase
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
001 a contemporaneidade
001   a contemporaneidade001   a contemporaneidade
001 a contemporaneidade
 
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
 
Análise de memorias carcere
Análise de memorias carcereAnálise de memorias carcere
Análise de memorias carcere
 
Aula 19 pré - modernismo - brasil
Aula 19   pré - modernismo - brasilAula 19   pré - modernismo - brasil
Aula 19 pré - modernismo - brasil
 

A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)

  • 1. A TERCEIRA GERAÇÃO MODERNISTA BRASILEIRA (1945 - 1980)
  • 2. O HOMEM PROVISÓRIO DE CAVALOS E LUTAS Em cabra ruim valentão [...] Basta um minuto se olhar Com Diadorim de lado Em um espelho qualquer Crescia meu sentimento E bem feio se encarar Eu sempre pensava nele Não esquecia um momento Penso em Diadorim Diadorim era amigo De meio olhar atraente Que eu tinha no pensamento. Deus queira que chegue o tempo Que não se mate mais gente Eu não sabia, hoje eu sei Já estou ficando velho Pra gente se transformar Me sinto fraco e doente
  • 3. MOMENTO HISTÓRICO EM QUE SE DEU A GERAÇÃO DE 45  Fim do Estado Novo (1945)  Retorno de Getúlio Vargas à Presidência (1951-1954)  Mandato de Juscelino Kubitschek (1956-1961)  Fundação de Brasília, Nova Capital Politica do País (1960)  Jânio Quadros na Presidência (1961)  João Goulart na Presidência (1961-março de 1964) 1945-1963 Período Democrático  Predominância de Modelos Políticos Populistas  O Nacionalismo com Bandeira Esquerdizante  Nacional – Desenvolvimento X Reação das Classes Conservadoras  Interesse Pela Cultura Popular X Cosmopolitismo
  • 4. Característica Literárias Da Terceira Geração Modernista Brasileira  Retrocesso em relação às conquistas de 1922.  Volta ao passado: revalorização da rima, da métrica, do vocabulário erudito e das referencias mitológicas.  Passadismo, academicismo.  Introdução de uma nova cultura internacional nas letras brasileiras.
  • 5. Os Grandes Criadores De 45, Que Retomam E Fecundam As Experiências Desenvolvidas No País.  Prosa: João Guimarães Rosa E Clarice Lispector.  Poesia: João Cabral De Melo Neto.  Literatura: Constante Pesquisa De Linguagem + Senso Do Compromisso Entre Arte E Realidade, Engajamento.  Síntese De Ambas As Gerações: Experimentalismo + Maturidade Artística; Nacionalismo + Universalismo.  Guimarães Rosa: Narrativas Mitopoéticas Que Resgatam A Sutiliza Do Elo Entre A Fala E O Texto Literário.  Clarice Lispector: Romance E Contos Introspectivos Que Dialogam Com As Fronteiras Do Indizível.  João Cabral: Poesia Que Associa Compromisso Social E Precisão Arquitetônica, Substantiva.
  • 6. João Guimarães Rosa (1908-1967)
  • 10. João Cabral De Melo Neto (1920 -1999)
  • 11. Obras
  • 12. SÍNTESE DOS CONTEÚDOS ESTUDADOS Neste capitulo, estudamos três grandes autores que se contrapõem ao caráter “passadista” da produção literária da geração de 45: João Guimarães Rosa e Clarice Lispector, na prosa, e João Cabra de Melo Neto, que chegou a pertencer à geração de 45, na poesia. Vimos que consideraram a literatura constante pesquisa de linguagem, expressão artística caracterizada pela singularidade estética, associando tal consciência artística à ideia do senso do compromisso entre arte e realidade, do engajamento do escritor e de sua obra na vida social.
  • 13. Sendo assim, retomam a perspectiva nacionalista da primeira fase do Modernismo e a perspectiva universalista da segunda, podendo ser considerados uma síntese de ambas as gerações, além de alicerces de nossa produção literária contemporânea. As narrativas mitopoéticas de Guimarães Rosa, as narrativas que roçam o “indizível” de Clarice Lispector e a poesia substantiva de João Cabral constituem, portanto, enriquecimentos e lapidações das experiências modernistas mais expressivas, desenvolvidas em nosso país.