SlideShare uma empresa Scribd logo
A TEORIA DE GESTALT 
Os 7 mandamentos básicos
Pregnância da forma 
◦ A pregnância é a lei básica da perceção visual. 
◦ As forças de organização da forma, tendem a dirigir-se tanto quanto o permitam as 
condições dadas, no sentido de harmonia e do equilíbrio visual. 
◦ A sua utilização pode ser aplicada estrategicamente como recurso de narrativa para 
controlar a leitura. 
◦ O cérebro tende a perceber mais rápido e fácil as formas organizadas. A pregnância 
de uma forma pode ser medida de acordo com a sua: legibilidade, compreensão e o 
máximo de clareza possível.
Continuidade 
◦ É a impressão visual de elementos desenhados já com uma forma e com uma 
direção, prolongam, na mesma direção, o mesmo movimento.
Segregação 
◦ É a nossa capacidade de separar, identificar, evidenciar ou destacar unidades 
formais num todo compositivo ou em partes deste todo.
Semelhança 
◦ A igualdade de forma e de cor desperta também, a tendência de se constituir 
unidades, de fazer um grupo de objetos a partir da semelhança entre eles.
Unidade 
◦ Uma unidade pode ser entendida como um único elemento, que se encerra em si 
mesmo, ou, como parte de um todo.
Proximidade 
◦ Elementos próximos uns dos outros tendem a ser vistos juntos, isto é, a constituírem 
unidades. Quanto mais se corta a distância entre os elementos, mais próximo e 
unificado parece estar.
Unificação 
◦ Na parte da unificação, por exemplo, uma imagem abstrata dividida de uma pessoa, 
devido à sua proximidade, geram formas abstratas que são instintivamente agrupadas 
e unificadas, pois temos uma memória e uma de como era aquela imagem unida.
Fechamento 
◦ Temos a sensação de fechamento de um elemento pela continuidade e pela ordem 
que está exposta essa imagem, e assim o nosso cérebro, de acordo com esses 
elementos, faz a junção e fechamento do mesmo, formando uma figura fechada e 
completa.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestalt - Teoria do Design
Gestalt - Teoria do DesignGestalt - Teoria do Design
Gestalt - Teoria do Design
Rodrigo Losina
 
Percepção visual
Percepção visualPercepção visual
Percepção visual
SofiaOliveira96
 
Teoria da Gestalt
Teoria da GestaltTeoria da Gestalt
Teoria da Gestalt
Silvia Marina Anaruma
 
Leis da Gestalt
Leis da GestaltLeis da Gestalt
Leis da Gestalt
Camila Casarotto
 
Teoria da Gestalt
Teoria da GestaltTeoria da Gestalt
Teoria da Gestalt
Lilian Mascarenhas
 
COMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADE
COMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADECOMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADE
COMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADE
Kleiton Renzo
 
Percepção e gestalt
Percepção e gestaltPercepção e gestalt
Percepção e gestalt
Viviane Carvalho
 
Leis Visuais Gestalt
Leis Visuais GestaltLeis Visuais Gestalt
Psicologia da Gestalt
Psicologia da GestaltPsicologia da Gestalt
Psicologia da Gestalt
Fernanda Zechinatto
 
Percepcao visual
Percepcao visualPercepcao visual
Percepcao visual
sergioborgato
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
lilalemos
 
PERCEPÇÃO VISUAL
PERCEPÇÃO VISUALPERCEPÇÃO VISUAL
PERCEPÇÃO VISUAL
Andrea Dalforno
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
juju_turttle
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
Misterios10
 
Teoria da gestalt parte 1
Teoria da gestalt  parte 1Teoria da gestalt  parte 1
Teoria da gestalt parte 1
Silvia Marina Anaruma
 
Psicologia gestalt
Psicologia gestaltPsicologia gestalt
Psicologia gestalt
Dorothy Dias
 
Percepção - Psicologia
Percepção - PsicologiaPercepção - Psicologia
Percepção - Psicologia
Saul Marques da Silva
 
A teoria de gestalt
A teoria de gestaltA teoria de gestalt
A teoria de gestalt
Sandra Domingues
 
Gestalt para apresentar
Gestalt para apresentarGestalt para apresentar
Gestalt para apresentar
Eduardo Barbosa da Silva
 
Psicologia da forma GESTALT
Psicologia da forma GESTALTPsicologia da forma GESTALT
Psicologia da forma GESTALT
Elizabeth Fantauzzi
 

Mais procurados (20)

Gestalt - Teoria do Design
Gestalt - Teoria do DesignGestalt - Teoria do Design
Gestalt - Teoria do Design
 
Percepção visual
Percepção visualPercepção visual
Percepção visual
 
Teoria da Gestalt
Teoria da GestaltTeoria da Gestalt
Teoria da Gestalt
 
Leis da Gestalt
Leis da GestaltLeis da Gestalt
Leis da Gestalt
 
Teoria da Gestalt
Teoria da GestaltTeoria da Gestalt
Teoria da Gestalt
 
COMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADE
COMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADECOMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADE
COMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADE
 
Percepção e gestalt
Percepção e gestaltPercepção e gestalt
Percepção e gestalt
 
Leis Visuais Gestalt
Leis Visuais GestaltLeis Visuais Gestalt
Leis Visuais Gestalt
 
Psicologia da Gestalt
Psicologia da GestaltPsicologia da Gestalt
Psicologia da Gestalt
 
Percepcao visual
Percepcao visualPercepcao visual
Percepcao visual
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
 
PERCEPÇÃO VISUAL
PERCEPÇÃO VISUALPERCEPÇÃO VISUAL
PERCEPÇÃO VISUAL
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
 
Teoria da gestalt parte 1
Teoria da gestalt  parte 1Teoria da gestalt  parte 1
Teoria da gestalt parte 1
 
Psicologia gestalt
Psicologia gestaltPsicologia gestalt
Psicologia gestalt
 
Percepção - Psicologia
Percepção - PsicologiaPercepção - Psicologia
Percepção - Psicologia
 
A teoria de gestalt
A teoria de gestaltA teoria de gestalt
A teoria de gestalt
 
Gestalt para apresentar
Gestalt para apresentarGestalt para apresentar
Gestalt para apresentar
 
Psicologia da forma GESTALT
Psicologia da forma GESTALTPsicologia da forma GESTALT
Psicologia da forma GESTALT
 

Destaque

Álbum de família da Psicologia
Álbum de família da PsicologiaÁlbum de família da Psicologia
Álbum de família da Psicologia
Tiago Malta
 
Aula sobre Gestalt - FPE
Aula sobre Gestalt - FPEAula sobre Gestalt - FPE
Aula sobre Gestalt - FPE
Rodrigo Castro
 
Psicologia gestalt
Psicologia gestaltPsicologia gestalt
Psicologia gestalt
Dani-Bernardo
 
Gestaltpedagogia
GestaltpedagogiaGestaltpedagogia
Gestaltpedagogia
Silvia Marina Anaruma
 
Terceira aula
Terceira aulaTerceira aula
Terceira aula
Maninho Walker
 
Analise gestalt
Analise gestaltAnalise gestalt
Analise gestalt
Ricardo Santos
 
Teoria da forma trabalho sobre leis visuais da gestalt
Teoria da forma   trabalho sobre leis visuais da gestaltTeoria da forma   trabalho sobre leis visuais da gestalt
Teoria da forma trabalho sobre leis visuais da gestalt
Antonnio Della Rosa
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
guesta4b769
 
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da GestaltInterface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
7 ges-teoria-palestra-outubro-06 ok
7 ges-teoria-palestra-outubro-06 ok7 ges-teoria-palestra-outubro-06 ok
7 ges-teoria-palestra-outubro-06 ok
brandermarlonxavier
 
Gestalt da forma
Gestalt da formaGestalt da forma
Gestalt da forma
sergioborgato
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
Alex Boiniak
 
Programação visual aula 03 - leis da gestalt
Programação visual   aula 03 - leis da gestaltProgramação visual   aula 03 - leis da gestalt
Programação visual aula 03 - leis da gestalt
Eauv
 
Teoria Geral de Sistemas
Teoria Geral de SistemasTeoria Geral de Sistemas
Teoria Geral de Sistemas
Marco Antonio Gonzalez Junior
 
Aula 3 > Gestalt > Análise de Anùncios
Aula 3 >  Gestalt > Análise de Anùncios Aula 3 >  Gestalt > Análise de Anùncios
Aula 3 > Gestalt > Análise de Anùncios
diogomaduell
 
ProduçãO Grafica Aula 03 04 Gestalt Na DiagramaçãO
ProduçãO Grafica Aula 03 04 Gestalt Na DiagramaçãOProduçãO Grafica Aula 03 04 Gestalt Na DiagramaçãO
ProduçãO Grafica Aula 03 04 Gestalt Na DiagramaçãO
Daniel Castro
 
Gestalt do objeto
Gestalt do objetoGestalt do objeto
Gestalt do objeto
UFMA, IFMA
 
Web Design > Princípios do Design e intro à Gestalt
Web Design > Princípios do Design e intro à GestaltWeb Design > Princípios do Design e intro à Gestalt
Web Design > Princípios do Design e intro à Gestalt
Felipe Fernandes
 

Destaque (18)

Álbum de família da Psicologia
Álbum de família da PsicologiaÁlbum de família da Psicologia
Álbum de família da Psicologia
 
Aula sobre Gestalt - FPE
Aula sobre Gestalt - FPEAula sobre Gestalt - FPE
Aula sobre Gestalt - FPE
 
Psicologia gestalt
Psicologia gestaltPsicologia gestalt
Psicologia gestalt
 
Gestaltpedagogia
GestaltpedagogiaGestaltpedagogia
Gestaltpedagogia
 
Terceira aula
Terceira aulaTerceira aula
Terceira aula
 
Analise gestalt
Analise gestaltAnalise gestalt
Analise gestalt
 
Teoria da forma trabalho sobre leis visuais da gestalt
Teoria da forma   trabalho sobre leis visuais da gestaltTeoria da forma   trabalho sobre leis visuais da gestalt
Teoria da forma trabalho sobre leis visuais da gestalt
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
 
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da GestaltInterface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
 
7 ges-teoria-palestra-outubro-06 ok
7 ges-teoria-palestra-outubro-06 ok7 ges-teoria-palestra-outubro-06 ok
7 ges-teoria-palestra-outubro-06 ok
 
Gestalt da forma
Gestalt da formaGestalt da forma
Gestalt da forma
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
 
Programação visual aula 03 - leis da gestalt
Programação visual   aula 03 - leis da gestaltProgramação visual   aula 03 - leis da gestalt
Programação visual aula 03 - leis da gestalt
 
Teoria Geral de Sistemas
Teoria Geral de SistemasTeoria Geral de Sistemas
Teoria Geral de Sistemas
 
Aula 3 > Gestalt > Análise de Anùncios
Aula 3 >  Gestalt > Análise de Anùncios Aula 3 >  Gestalt > Análise de Anùncios
Aula 3 > Gestalt > Análise de Anùncios
 
ProduçãO Grafica Aula 03 04 Gestalt Na DiagramaçãO
ProduçãO Grafica Aula 03 04 Gestalt Na DiagramaçãOProduçãO Grafica Aula 03 04 Gestalt Na DiagramaçãO
ProduçãO Grafica Aula 03 04 Gestalt Na DiagramaçãO
 
Gestalt do objeto
Gestalt do objetoGestalt do objeto
Gestalt do objeto
 
Web Design > Princípios do Design e intro à Gestalt
Web Design > Princípios do Design e intro à GestaltWeb Design > Princípios do Design e intro à Gestalt
Web Design > Princípios do Design e intro à Gestalt
 

Semelhante a A teoria de gestalt

Perceção visual
Perceção visualPerceção visual
Perceção visual
catarinacarvalho260
 
Módulo 2 -Perceção visual
Módulo 2 -Perceção visualMódulo 2 -Perceção visual
Módulo 2 -Perceção visual
catarinacarvalho260
 
Percepção visual
Percepção visualPercepção visual
Percepção visual
Susana Raquel
 
Gestalt do objeto
Gestalt do objetoGestalt do objeto
Gestalt do objeto
Priscila Souza
 
Teoria de Gestalt
Teoria de GestaltTeoria de Gestalt
Teoria de Gestalt
Bruno Mendes
 
A teoria da gestalt
A teoria da gestaltA teoria da gestalt
A teoria da gestalt
Patrycia Patty
 
Aula 03 linguagem visual
Aula 03   linguagem visualAula 03   linguagem visual
Aula 03 linguagem visual
Elizeu Nascimento Silva
 
Apostila sobre Gestalt
Apostila sobre GestaltApostila sobre Gestalt
Apostila sobre Gestalt
Doisnovemeia Publicidade
 
Aula 03 linguagem gráfica jornalismo
Aula 03   linguagem gráfica jornalismoAula 03   linguagem gráfica jornalismo
Aula 03 linguagem gráfica jornalismo
Elizeu Nascimento Silva
 
Aula 08 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 08   design gráfico na publicidade leis da gestalt02Aula 08   design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 08 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Elizeu Nascimento Silva
 
Aula 05 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 05   design gráfico na publicidade leis da gestalt02Aula 05   design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 05 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Elizeu Nascimento Silva
 
Aula 06 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 06   design gráfico na publicidade leis da gestalt02Aula 06   design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 06 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Elizeu Nascimento Silva
 
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdfPERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
DamarisBezerradeLima
 
Design configuração
Design   configuraçãoDesign   configuração
Design configuração
sergioborgato
 
Seminário de concepção racionalista
Seminário de concepção racionalistaSeminário de concepção racionalista
Seminário de concepção racionalista
wagnersilva
 
Concepção e racionalismo
Concepção e racionalismoConcepção e racionalismo
Concepção e racionalismo
wagnersilva
 
ConcepçãO%20 Racionalista[1]
ConcepçãO%20 Racionalista[1]ConcepçãO%20 Racionalista[1]
ConcepçãO%20 Racionalista[1]
paulorodrigomiranda
 
Ihm Aula 06 Gestalt 25.03.08 E
Ihm   Aula 06   Gestalt  25.03.08 EIhm   Aula 06   Gestalt  25.03.08 E
Ihm Aula 06 Gestalt 25.03.08 E
Professor Samuel Ribeiro
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
Luis De Sousa Rodrigues
 
Leitura de Imagens
Leitura de ImagensLeitura de Imagens
Leitura de Imagens
Raquel158
 

Semelhante a A teoria de gestalt (20)

Perceção visual
Perceção visualPerceção visual
Perceção visual
 
Módulo 2 -Perceção visual
Módulo 2 -Perceção visualMódulo 2 -Perceção visual
Módulo 2 -Perceção visual
 
Percepção visual
Percepção visualPercepção visual
Percepção visual
 
Gestalt do objeto
Gestalt do objetoGestalt do objeto
Gestalt do objeto
 
Teoria de Gestalt
Teoria de GestaltTeoria de Gestalt
Teoria de Gestalt
 
A teoria da gestalt
A teoria da gestaltA teoria da gestalt
A teoria da gestalt
 
Aula 03 linguagem visual
Aula 03   linguagem visualAula 03   linguagem visual
Aula 03 linguagem visual
 
Apostila sobre Gestalt
Apostila sobre GestaltApostila sobre Gestalt
Apostila sobre Gestalt
 
Aula 03 linguagem gráfica jornalismo
Aula 03   linguagem gráfica jornalismoAula 03   linguagem gráfica jornalismo
Aula 03 linguagem gráfica jornalismo
 
Aula 08 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 08   design gráfico na publicidade leis da gestalt02Aula 08   design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 08 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
 
Aula 05 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 05   design gráfico na publicidade leis da gestalt02Aula 05   design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 05 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
 
Aula 06 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 06   design gráfico na publicidade leis da gestalt02Aula 06   design gráfico na publicidade leis da gestalt02
Aula 06 design gráfico na publicidade leis da gestalt02
 
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdfPERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
 
Design configuração
Design   configuraçãoDesign   configuração
Design configuração
 
Seminário de concepção racionalista
Seminário de concepção racionalistaSeminário de concepção racionalista
Seminário de concepção racionalista
 
Concepção e racionalismo
Concepção e racionalismoConcepção e racionalismo
Concepção e racionalismo
 
ConcepçãO%20 Racionalista[1]
ConcepçãO%20 Racionalista[1]ConcepçãO%20 Racionalista[1]
ConcepçãO%20 Racionalista[1]
 
Ihm Aula 06 Gestalt 25.03.08 E
Ihm   Aula 06   Gestalt  25.03.08 EIhm   Aula 06   Gestalt  25.03.08 E
Ihm Aula 06 Gestalt 25.03.08 E
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
 
Leitura de Imagens
Leitura de ImagensLeitura de Imagens
Leitura de Imagens
 

Último

Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 

A teoria de gestalt

  • 1. A TEORIA DE GESTALT Os 7 mandamentos básicos
  • 2. Pregnância da forma ◦ A pregnância é a lei básica da perceção visual. ◦ As forças de organização da forma, tendem a dirigir-se tanto quanto o permitam as condições dadas, no sentido de harmonia e do equilíbrio visual. ◦ A sua utilização pode ser aplicada estrategicamente como recurso de narrativa para controlar a leitura. ◦ O cérebro tende a perceber mais rápido e fácil as formas organizadas. A pregnância de uma forma pode ser medida de acordo com a sua: legibilidade, compreensão e o máximo de clareza possível.
  • 3. Continuidade ◦ É a impressão visual de elementos desenhados já com uma forma e com uma direção, prolongam, na mesma direção, o mesmo movimento.
  • 4. Segregação ◦ É a nossa capacidade de separar, identificar, evidenciar ou destacar unidades formais num todo compositivo ou em partes deste todo.
  • 5. Semelhança ◦ A igualdade de forma e de cor desperta também, a tendência de se constituir unidades, de fazer um grupo de objetos a partir da semelhança entre eles.
  • 6. Unidade ◦ Uma unidade pode ser entendida como um único elemento, que se encerra em si mesmo, ou, como parte de um todo.
  • 7. Proximidade ◦ Elementos próximos uns dos outros tendem a ser vistos juntos, isto é, a constituírem unidades. Quanto mais se corta a distância entre os elementos, mais próximo e unificado parece estar.
  • 8. Unificação ◦ Na parte da unificação, por exemplo, uma imagem abstrata dividida de uma pessoa, devido à sua proximidade, geram formas abstratas que são instintivamente agrupadas e unificadas, pois temos uma memória e uma de como era aquela imagem unida.
  • 9. Fechamento ◦ Temos a sensação de fechamento de um elemento pela continuidade e pela ordem que está exposta essa imagem, e assim o nosso cérebro, de acordo com esses elementos, faz a junção e fechamento do mesmo, formando uma figura fechada e completa.