SlideShare uma empresa Scribd logo
GEOGRAFIA
Ensino Fundamental, 9º Ano
A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
PARA COMEÇAR...
 As transformações tecnológicas ocorridas nas últimas décadas,
especialmente nos campos da informática e das telecomunicações,
provocaram mudanças nas formas de produzir e consumir;
 Vivemos em um mundo onde as relações entre a sociedade e o
espaço são medidas, cada vez mais, pela tecnologia da informação;
 Um mundo no qual, porém, as possibilidades de acesso à
informação, embora enormes, são restritas a uma parte da
humanidade;
(1)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
 Você já ouviu falar em revolução técnico-cientifica?
 O que acha que isso significa?
 Como essa revolução está mudando a vida das
pessoas e das empresas?
 Quais mudanças são positivas e quais são negativas?
Bing
imagens
(reprodução/Microsoft)C
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Informação e Espaço Geográfico
Falar ao telefone e utilizar o computador
para escrever e-mails, consultar o saldo
bancário, efetuar pagamentos, fazer
compras, realizar pesquisas e reservar
ingressos para espetáculos em teatros ou
cinemas são ações que fazem parte do
cotidiano de milhões de pessoas;
Essas formas de comunicação e de obtenção
de informações e serviços, usando meios
tecnológicos, estão tão incorporadas ao
modo de vida, que poucos se dão conta das
grandes transformações que elas envolvem.
Fonte:
http://blog.sendblaster.com/2012/01/27/what-
social-media-can-do-for-your-email-marketing/.
Acesso 17 jul. 2015
(2)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
 Estamos passando por uma revolução tecnológica com reflexos
diversos na sociedade; Ao mesmo tempo em que as novas
tecnologias conectam pessoas e mercados em todo o mundo, também
ampliam as desigualdades entre povos e territórios;
 Isso acontece porque muitos estão praticamente excluídos dos
avanços tecnológicos, carecendo até mesmo da infraestrutura básica
para o funcionamento de equipamentos como, por exemplo, a rede de
energia elétrica;
 Em grande medida, a informática, a biotecnologia e as
telecomunicações movem essa revolução, formando a base para a
construção de uma nova estrutura social, econômica e histórica que
tem sido chamada de Era da Informação;
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
 Armazenar dados e informações e transportá-los para qualquer outro
lugar pode ser possível por meio de um simples computador pessoal,
objeto que já se tornou comum nos lares de milhões de famílias, assim
como a geladeira, o rádio, a televisão e o forno de micro-ondas;
 Utilizando os recursos da telemática é possível conectar-se à internet – a
rede mundial que interliga computadores em todo o planeta. A internet é,
provavelmente, o principal ícone (símbolo) dessa nova era;
 Do ponto de vista da Geografia, a informática e as telecomunicações
possibilitaram a integração instantânea entre regiões distantes, por meio
de redes de informação que se distribuem por todo o planeta,
provocando profundas transformações na organização do espaço
geográfico.
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
O MEIO GEOGRÁFICO
 O ambiente onde a sociedade humana desenvolve as suas relações,
chamado meio geográfico, inclui tanto os aspectos naturais como as
modificações que os seres humanos introduzem na natureza com a
utilização das técnicas;
 Sob o ponto de vista histórico, o meio geográfico pode ser divido em
três períodos: meio natural, meio técnico e meio técnico-científico-
informacional.;
 Cada um desses períodos corresponde a uma etapa de evolução técnica
pela qual passou a sociedade humana.
(3)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
1. O Meio Natural ou Pré-Técnico
 A humanidade viveu a maior parte da sua existência no meio natural,
ainda que impusesse transformações à natureza, com o uso de ferramentas
simples, para a produção de sua sobrevivência;
 Quando extraía da natureza seus meios de subsistência, com a caça, a
pesca e a coleta, o ser humano era totalmente dependente dela;
 Demorou até que a humanidade desenvolvesse técnicas que lhe
possibilitassem o cultivo do solo, a domesticação de animais, a
construção de abrigos, a confecção de vestimentas para proteção contra o
frio e a criação de ferramentas que ampliassem suas formas de
interferência na natureza;
(4)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Durante a Revolução Agrícola, os
humanos viviam em comunidade,
fixados em determinado lugar, e
dividiam as tarefas entre seus
membros, a domesticação dos
animais também tornou possível o
deslocamento por longas distâncias,
o contato entre outros grupos
humanos e a troca de conhecimentos.
Nesse meio natural, o ser humano
vivia em um meio geográfico no qual
a terra era a base da economia, da
estrutura de poder e das relações
sociais.
Fonte:http://ligadosnahistoria.blogspot.com.br/2010/0
3/periodos-da-pre-historia.html.
Acesso:
17
jul.
2015
Fonte:http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaT
ecnicaAula.html?aula=6334.
Acesso:
17
jul.
2015
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
 Há cerca de 250 anos, o avanço da ciência criou condições para a invenção
de máquinas que modificaram radicalmente e com muita rapidez o modo de
vida no planeta; A técnica adquiriu papel cada vez mais importante;
 O conjunto das técnicas envolvidas no processo de fabricação de
mercadorias, na produção de energia e na circulação de pessoas foi
resultado da aplicação prática dos conhecimentos científicos. As técnicas
aplicadas à produção e à organização da vida social passaram a ser fruto das
invenções tecnológicas;
 Nesse período, teve início a sociedade industrial. Um conjunto de
edificações resultantes do desenvolvimento das novas tecnologias foi
acrescentado à paisagem: cidades foram ampliadas com a construção de
indústrias, residências e estabelecimentos comerciais;
(5)
2. O Meio Técnico ou Mecanizado
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
O espaço geográfico tornou-se
mais interdependente e foram
abertas novas e amplas rotas de
distribuição de mercadorias e
circulação de pessoas, com a
construção de canais, estradas e
ferrovias. Essas construções
transformaram o meio natural em
meio técnico, no qual as técnicas
ficaram mais visíveis na paisagem
geográfica; Fonte:http://www.klickeducacao.com.br/enciclo/enciclove
rb/0,5977,IGP-415,00.htm. Acesso: 17 jul. 2015.
Embora o meio técnico tenha
ficado, por certo tempo, restrito
geograficamente a um cinturão
industrial localizado no hemisfério
norte, influenciou mudanças em
quase todo o planeta por meio da
exploração de recursos necessários
ao atendimento do novo ritmo de
produção. No final do século XIX,
a ciência aplicada à produção era
desenvolvida pelas próprias
empresas.
Fonte:http://www.mundoeducacao.com/geografia/transp
orte-ferroviario.htm. . Acesso: 17 jul. 2015.
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
 Atualmente, a sociedade vive em um meio técnico-científico-
informacional, caracterizado pela utilização de tecnologias da
informação e comunicações (telecomunicações, informática,
etc.);
 Outros segmentos tecnológicos deram suporte às tecnologias
de informação e comunicações: a microeletrônica, que reduz
determinados componentes eletrônicos em escala
microscópica; os cabos de fibra óptica, que transportam luz e
fazem as conexões entre os diversos aparelhos de comunicação
entre si e seus provadores; e os satélites de comunicação;
(6)
3. O Meio Técnico-Científico-Informacional
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Desde 1957, quando a ex-
URSS lançou ao espaço o
primeiro satélite artificial,
outros mais de 4 mil satélites
foram lançados com as mais
variadas funções: espionagem,
previsão meteorológica,
monitoramento ambiental,
pesquisa de recursos naturais,
navegação aérea e marítima,
telefonia móvel, transmissão
de TV, entre outras;
Fonte: http://unedseniorvila.blogspot.com.es/index.html. Acesso: 17 jul.
2015
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
No meio técnico-científico-informacional, os fluxos de
informação ocorrem de modo instantâneo por uma rede mundial
de computadores;
Esse meio técnico-científico-informacional também modificou
as relações de trabalho, introduziu formas de lazer e de
entretenimento antes inexistentes.
Fonte:
http://www.intelligent-aerospace.com/articles/2013/01/Exelis-GPS.html.
Acesso:
17
jul.
2015
A informação é o elemento fundamental
para imprimir agilidade aos processos de
uma empresa, elevando sua
competitividade;
No meio geográfico atual, os negócios
expandiram-se pelos continentes e
elevou-se o volume de mercadorias e de
investimentos no mercado internacional;
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
MAS O QUE É GLOBALIZAÇÃO?
É a quebra de barreiras e fronteiras entre os territórios, causando
uma maior conexão, integração e interligação dos territórios;
Ocasionada pelo avanço tecnológico, especialmente nos transportes
e nas comunicações;
Esse avanço tecnológico se distribui de forma irregular, havendo
países que possuem acesso as altas tecnologias, por isso são mais
globalizados, e outros que possuem pouco acesso as altas
tecnologias, por isso são menos globalizados.
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
E qual a relação entre a globalização e o
meio técnico-científico-informacional?
 O geógrafo Milton Santos denominou a configuração espacial do mundo
no contexto da Globalização de Meio Técnico – Científico –
Informacional. Sendo assim, no contexto da Globalização, o espaço
geográfico passa a apresentar uma grande quantidade de técnica, ciência
e informação;
 Porém, infelizmente a técnica, a ciência e a informação estão
desigualmente distribuídas no espaço geográfico mundial: há lugares
onde é grande a sua presença, notadamente nos países desenvolvidos;
outros onde é bastante irregular, como nos países subdesenvolvidos
industrializados; e outros ainda onde é muito escassa, como nos países
subdesenvolvidos de economia primaria (agropecuária e extrativismo);
(7)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
As Quatro Fases da Globalização
O processo de globalização, iniciado no século XV, seguiu até os
nossos dias com diferentes ritmos e etapas de desenvolvimento. É
possível distinguir quatro fases desse processo
PRIMEIRA FASE –
 Grandes navegações marítimas europeias dos séculos XV e XVI.
 Busca de metais preciosos e de produtos exóticos que pudessem ser
comercializados na Europa.
 Avanços das técnicas de navegação.
 Relações comerciais mais intensas com as demais economias-mundo.
Ampliação nas migração de pessoas e a circulação de produtos,
fazendo surgir novos mercados entre regiões do globo antes isoladas,
favorecendo a expansão comercial.
(8)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
SEGUNDA FASE –
 Segunda metade do século XIX e o fim da
Segunda Guerra Mundial, em 1945.
 Expansão da dominação política,
econômica e militar europeia sobre África
e Ásia (imperialismo).
 As inovações técnicas aplicadas à indústria, aos transportes e às
comunicações, com a expansão das ferrovias, do uso de
automóveis, aviões, telégrafos, telefones e rádios, contribuíram
para intensificar, agilizar e ampliar a difusão de relações
econômicas capitalistas para outros territórios.
Bing
imagens
(reprodução/Microsoft)C
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
TERCEIRA FASE –
 Nessa fase, a globalização continuou a expandir-se, em grande
parte graças aos avanços tecnológicos na informática, nas
telecomunicações e nos transportes.
 Entre 1945 e 1989, o processo de
globalização esteve condicionado
pela Guerra Fria – conflito
caracterizado pela presença de dois
blocos de poder político e
econômico rivais: o capitalista, sob
a liderança dos Estados Unidos; e
o socialista, pela extinta União
Soviética
Bing
imagens
(reprodução/Microsoft)C
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
QUARTA FASE –
 Última década do século XX,
com o fim da Guerra Fria.
 Expansão do capitalismo
 Os avanços tecnológicos,
(informática,
telecomunicações, internet.)
 Mudanças na produção e na
circulação de mercadorias, nos
transportes de cargas e
passageiros
 Difusão de bens culturais,
artigos de consumo.
Fonte:
http://geoconex.blogspot.com.br/2013/07/globalizacao-do-espaco-tempo.html.
Acesso:
17
jul.
2015.
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Quais as vantagens que você consegue
perceber no atual mundo globalizado?
E as desvantagens?
VAMOS PENSAR...
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
 Uma das características da globalização é o fato de ela se manifestar nos mais
diversos campos que sustentam e compõem a sociedade: cultura, espaço
geográfico, educação, política, direitos humanos, saúde e, principalmente, a
economia;
 Dessa forma, quando uma prática cultural chinesa é vivenciada nos Estados
Unidos ou quando uma manifestação tradicional africana é revivida no Brasil,
temos a evidência de como as sociedades integram suas culturas,
influenciando-se mutuamente;
 Contudo, considera-se o principal problema da globalização a desigualdade
social por ela proporcionada, em que o poder e a renda encontram-se em maior
parte concentrados nas mãos de uma minoria, o que atrela a questão às
contradições do capitalismo;
(9)
Consequências da Globalização
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
 A globalização proporciona uma desigual forma de comunicação entre os
diferentes territórios, em que culturas, valores morais, princípios
educacionais e outros são reproduzidos obedecendo a uma ideologia
dominante, assim os principais centros de poder exercem um controle ou
uma maior influência sobre as regiões economicamente menos favorecidas.
 Os avanços proporcionados pela evolução dos meios tecnológicos, bem como
a maior difusão de conhecimento fazem circular de forma mais rápida e
eficiente conhecimentos científicos e troca de experiências. Este aspecto faz
com que ocorra de forma mais rápida e eficiente avanços nas áreas de
Medicina, Genética, Biomedicina, Física, Química, etc. Sendo considerado o
grande aspecto positivo da globalização;
 Assim, por exemplo, se a cura para uma doença grave é descoberta no Japão,
ela é rapidamente difundida (a depender do contexto social e econômico)
para as diferentes partes do planeta;
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
 Nas últimas décadas, o acirramento da concorrência em escala
mundial trouxe certo desconforto para as populações dos países ricos;
Anteriormente, essas populações gozavam de muitos privilégios, como
pleno emprego, aposentadoria integral, educação e saúde públicas de
boa qualidade, completa infraestrutura urbana e várias outras vantagens;
 Para fazer frente à atual fase de competição, muitos países cortaram tais
benefícios, com serias consequências para a população desses países;
Nesse contexto, cresce o número de pobres. Grande parte formada de
trabalhadores que perderam seus empregos. Essa situação mantém e até
amplia a exclusão social, levando ao aumento de violência, vandalismo
e xenofobia;
 Assim, a exclusão e o empobrecimento já são considerados problemas
mundiais, e não apenas dos países em desenvolvimento;
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
As gigantescas transnacionais concentram porções crescentes da
riqueza mundial, controlando recursos financeiros que deixam de
ser investidos nas áreas sociais, contribuindo para agravar as
condições de vida de bilhões de pessoas em todo o mundo;
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
EFEITOS DA GLOBALIZAÇÃO
 Configuração do espaço geográfico internacional em REDES (transporte, de
comunicação, de cidades, de trocas comerciais ou de capitais especulativos. )
 Maior FLUXOS (de mercadorias, de pessoas, de informações, de capital, de
serviços, etc.) desenvolvidos entre esses diferentes pontos;
 Expansão das empresas MULTINACIONAIS, TRANSNACIONAIS e
EMPRESAS GLOBAIS que buscam:
 Maior mercado consumidor.
 Isenção de impostos e tarifas alfandegárias
 Menor custo com mão de obra e matérias-primas.
O processo de expansão dessas empresas e suas indústrias desenvolveu-se no
avanço da industrialização e da urbanização em diversos países
subdesenvolvidos e emergentes, incluindo o Brasil;
(10)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
(11)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
 Formação dos acordos regionais ou dos BLOCOS ECONÔMICOS
permitindo uma maior troca comercial entre os diferentes países e também
propiciar ações conjunturais em grupos.
 EXPANSÃO E CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA CAPITALISTA,
permitindo uma maior integração mundial.
 AMPLIAÇÃO DO SISTEMA LIBERAL OU NEOLIBERAL
difundindo-se a ideia de que o Estado deve apresentar uma mínima
intervenção na economia;
A globalização é, portanto, um tema complexo, com incontáveis aspectos e
características. Sua manifestação não pode ser considerada linear, de forma a
ser mais ou menos intensa a depender da região onde ela se estabelece,
ganhando novos contornos e características.
PODEMOS DIZER, ASSIM, QUE O MUNDO VIVE UMA AMPLA E
CAÓTICA INTER-RELAÇÃO ENTRE O LOCAL E O GLOBAL.
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Para Saber Mais...
O grande geógrafo brasileiro Milton Santos considera a existência de pelo menos
três mundos num só. O entendimento de como seriam esses mundos passa pela
compreensão do que é a globalização, e, por isso o autor identifica os mundos de
acordo com a PERCEPÇÃO, com a REALIDADE e com a POSSIBILIDADE.
1- O MUNDO QUE PERCEBEMOS: A GLOBALIZAÇÃO COMO FÁBULA
A máquina ideológica faz crer que a difusão instantânea de notícias realmente
informa as pessoas. Um mercado avassalador dito global é apresentado como
capaz de homogeneizar o planeta através da disposição, cada vez maior, de
mercadoria para o consumo quando, na verdade, as diferenças locais são
aprofundadas. Podemos indagar se não estamos diante de uma ideologização
maciça, segundo a qual a realização do mundo atual exige como condição
essencial o exercício de fabulações;
(12)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
2- O MUNDO REAL: A GLOBALIZAÇÃO COMO PERVERSIDADE –
Para a maior parte da humanidade a globalização está se impondo como uma
fábrica de perversidades. O desemprego se torna crônico, a pobreza aumenta,
novas enfermidades se instalam, a mortalidade infantil permanece, a educação
de qualidade é cada vez mais inacessível e o consumo é cada vez mais
representado como fonte de felicidade. A perversidade sistêmica está
relacionada a adesão desenfreada aos comportamentos competitivos que
atualmente caracterizam as ações hegemônicas;
3- O MUNDO COMO POSSIBILIDADE: UMA OUTRA
GLOBALIZAÇÃO – As bases materiais do período atual são, entre outras, a
unicidade da técnica, a convergência dos momentos e o conhecimento do
planeta. É nessas bases técnicas que o grande capital se apoia para construir a
globalização perversa. No entanto, essas mesmas bases poderão servir a outros
objetivos, se forem postas ao serviço de outros fundamentos sociais e políticos;
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Fonte:http://evcusplorena.blogspot.com.br/2013/03/direitos-
humanos-e-convivencia.html.
Acesso:
17
jul.
2015
Fonte:http://valdenycruz.blogspot.com.br/2012/04/por-que-
globalizacao-e-considerada.html.
Acesso:
17
jul.
2015
Fonte:http://www.moodle.ufba.br/mod/book/view.php?id=119496&chapt
erid=29192.
Acesso:
17
jul.
2015
Globalização como
Perversidade:
Globalização como Fábula
Globalização como
Possibilidade:
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Para Assistir...
O cineasta brasileiro Sílvio Tendler fez um documentário que discute os
problemas da globalização sob a perspectiva das periferias. O filme é conduzido
por uma entrevista com o geógrafo e intelectual baiano Milton Santos, gravada
quatro meses antes de sua morte. Considerado um dos maiores pensadores
brasileiros do século XX, Milton Santos não era contra a globalização e sim
contra o modelo de globalização perversa vigente no mundo, que ele chamava de
globalitarismo. Analisando as contradições e os paradoxos deste modelo
econômico e cultural, Milton enxergou a possibilidade de construção de uma
outra realidade, mais justa e mais humana.
Este documentário está disponível em:
https://www.youtube.com/watch?v=WLYZmfJXEDY
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
Sugestão de
Atividades
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
ATIVIDADE 1
CRIAR UM STORYBOARD
Storyboard é uma técnica desenvolvida como uma etapa de
criação de filmes e animações, pois utiliza sequências de
imagens para visualização do roteiro. Contudo, é possível
adaptar a técnica de sequenciar imagens para expor
trabalhos escolares. Para a geografia, o storyboard pode ser
adaptado como um meio bastante eficaz de divulgação de
conhecimentos utilizando, por exemplo, materiais
cartográficos como recursos visuais ou associando imagens
e textos.
Uma das maneiras de se criar uma apresentação escolar
com sucessão de quadros com imagens e texto é tomar
como base um texto pré-selecionado (trecho de livro, letra
de música, poesia), e desenvolver as seguintes etapas:
 Pesquise um bom texto sobre o tema da aula, faça uma
leitura cuidadosa do texto, atentando-se para as
informações essenciais;
 Elabore uma síntese do texto, preservando as
informações essenciais, porém, tornando-o o mais claro
e objetivo possível;
 Divida o texto em pequenas partes, de modo que haja
encadeamento entre elas, ou seja, cada parte deve
direcionar o entendimento da próxima;
 Pesquise imagens (ou elabore desenhos) que possam
representar cada parte. A seleção deve levar em
consideração a necessidade de ilustrar a informação
principal das partes e de garantir a conexão entre elas;
 Por fim, crie os quadros montando arranjos entre os
fragmentos de texto e as imagens. Os quadros podem ser
confeccionados em folhas de papel ou em determinados
programas de computador, se dispuser de imagens
digitais – neste caso, é possível ainda transformar os
quadros em animações.
TRABALHO
 Crie uma breve apresentação aproveitando a técnica do
storyboard sobre a revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização;
 Para isso, utilize texto e imagens pesquisadas em livros,
revistas ou sites da internet;
 Em data marcada, tragam os resultados e socializem
com os colegas de sala.
(13)
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
ATIVIDADE 2
PESQUISA E SOCIALIZAÇÃO
 Pesquisem em livros, revistas, internet, etc., as mudanças no mundo do trabalho
decorrentes da revolução técnico-científica-informacional, bem como a evolução da
Divisão Internacional do Trabalho;
 Procurem relacioná-las com os argumentos defendidos pelos favoráveis e pelos contrários
ao capitalismo globalizado;
 Apresentem dados quantitativos, (em forma de gráficos, tabelas, quadros, mapas,
infográficos, etc.) e imagens impactantes sobre a economia Mundial e do Brasil no
contexto da globalização;
EM DATA MARCADA, TRAGAM OS RESULTADOS E SOCIALIZEM COM OS
COLEGAS DE SALA
Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica-
informacional como base da globalização
ATIVIDADE 3
Produção Textual
Com o auxílio dos conhecimentos
adquiridos ao longo da aula,
produza um texto dissertativo
contendo suas considerações sobre
a associação do tema da aula e o
mapa ao lado. O texto deve
terminar com uma indagação que
permita uma pequena discussão em
sala de aula;
Leia para seus colegas de sala e
professor (a).
Fonte:http://www.geografiaparatodos.com.br/index.php?pa
g=captulo_4_globalizacao_e_redes_da_economia%20_mu
ndial.
Acesso:
17
jul.
2015
Tabela de Imagens
Slide Autoria Link Data de Acesso
4 Autor Desconhecido http://blog.sendblaster.com/2012/01/27/what-social-media-can-do-for-your-email-
marketing
17/07/2015
9a Autor Desconhecido http://ligadosnahistoria.blogspot.com.br/2010/03/periodos-da-pre-historia.html 17/07/2015
9b Autor Desconhecido http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=6334 17/07/2015
11a Autor Desconhecido https://revistaagora.wordpress.com/https://revistaagora.wordpress.com/ 17/07/2015
11b Autor Desconhecido http://www.mundoeducacao.com/geografia/transporte-ferroviario.htm 17/07/2015
13a Autor Desconhecido http://www.intelligent-aerospace.com/articles/2013/01/Exelis-GPS.html 17/07/2015
13b Autor Desconhecido http://unedseniorvila.blogspot.com.es/index.html 17/07/2015
18 Autor Desconhecido http://geoconex.blogspot.com.br/2013/07/globalizacao-do-espaco-tempo.html 17/07/2015
30a Autor Desconhecido http://www.moodle.ufba.br/mod/book/view.php?id=119496&chapterid=29192 17/07/2015
30b Autor Desconhecido http://valdenycruz.blogspot.com.br/2012/04/por-que-globalizacao-e-considerada.html 17/07/2015
30c Autor Desconhecido http://evcusplorena.blogspot.com.br/2013/03/direitos-humanos-e-convivencia.html 17/07/2015
35 Autor Desconhecido http://www.geografiaparatodos.com.br/index.php?pag=captulo_4_globalizacao_e_red
es_da_economia%20_mundial
17/07/2015
Referências
(1) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p.
10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado);
(2) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p.
10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado);
(3) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p.
10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado);
(4) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p.
10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado);
(5) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p.
10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado);
(6) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p.
10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado);
(7) ADAS, Melhem; ADAS, Sérgio. Expedições Geográficas. 8º Ano. p. 50-55. São Paulo: Moderna, 2011. (Adaptado);
(8) ADAS, Melhem; ADAS, Sérgio. Expedições Geográficas. 8º Ano. p. 51-52. São Paulo: Moderna, 2011;
(9) http://www.brasilescola.com/geografia/globalizacao.htm. Acesso em: 17 jul. 2015;
(10) http://www.brasilescola.com/geografia/globalizacao.htm. Acesso em: 17 jul. 2015;
(11) VEDOVATE, Fernando Carlo. Geografia. 8º Ano. p. 41. São Paulo: Moderna, 2010;
(12) http://www.sociologia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=332. Acesso em: 17 jul. 2015.
(13) SAMPAIO, Fernando dos Santos; MEDEIROS, Marlon Clóvis. Geografia: Para Viver Juntos. 8º Ano. p. 169. São Paulo: Edições SM,
2009;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptxDispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
Edivonaldo Costa
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Prof. Francesco Torres
 
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃOPROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
Conceição Fontolan
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
Cristina Gouveia
 
Demografia
DemografiaDemografia
Rede e hierarquia urbana
Rede e hierarquia urbanaRede e hierarquia urbana
Rede e hierarquia urbana
Suely Takahashi
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
Uilson Pereira da Silva
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
Cristina Gouveia
 
9º Ano - Módulo 02 - Globalização e o Espaço Geográfico
9º Ano - Módulo 02 - Globalização e o Espaço Geográfico9º Ano - Módulo 02 - Globalização e o Espaço Geográfico
9º Ano - Módulo 02 - Globalização e o Espaço Geográfico
Cléber Figueiredo Beda de Ávila
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
Josi Zanette do Canto
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
Abner de Paula
 
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
roberto mosca junior
 
Industrialização brasileira alterações no espaço
Industrialização brasileira   alterações no espaçoIndustrialização brasileira   alterações no espaço
Industrialização brasileira alterações no espaço
Luciano Pessanha
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
Prof.Paulo/geografia
 
Aspectos Naturais do continente americano
Aspectos Naturais do continente americanoAspectos Naturais do continente americano
Aspectos Naturais do continente americano
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Abner de Paula
 
Globalizacao - Slides 8° ano C ara prova de Geografia
Globalizacao - Slides 8° ano C ara prova de GeografiaGlobalizacao - Slides 8° ano C ara prova de Geografia
Globalizacao - Slides 8° ano C ara prova de Geografia
Nádya Dixon
 
Dit divisão internacional do trabalho.
Dit divisão internacional do trabalho.Dit divisão internacional do trabalho.
Dit divisão internacional do trabalho.
Camila Brito
 
Setores da Economia
Setores da EconomiaSetores da Economia
Setores da Economia
Ricardo Alex de Sousa
 

Mais procurados (20)

Dispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptxDispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃOPROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
 
Rede e hierarquia urbana
Rede e hierarquia urbanaRede e hierarquia urbana
Rede e hierarquia urbana
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
9º Ano - Módulo 02 - Globalização e o Espaço Geográfico
9º Ano - Módulo 02 - Globalização e o Espaço Geográfico9º Ano - Módulo 02 - Globalização e o Espaço Geográfico
9º Ano - Módulo 02 - Globalização e o Espaço Geográfico
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
 
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
 
Industrialização brasileira alterações no espaço
Industrialização brasileira   alterações no espaçoIndustrialização brasileira   alterações no espaço
Industrialização brasileira alterações no espaço
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Aspectos Naturais do continente americano
Aspectos Naturais do continente americanoAspectos Naturais do continente americano
Aspectos Naturais do continente americano
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
 
Globalizacao - Slides 8° ano C ara prova de Geografia
Globalizacao - Slides 8° ano C ara prova de GeografiaGlobalizacao - Slides 8° ano C ara prova de Geografia
Globalizacao - Slides 8° ano C ara prova de Geografia
 
Dit divisão internacional do trabalho.
Dit divisão internacional do trabalho.Dit divisão internacional do trabalho.
Dit divisão internacional do trabalho.
 
Setores da Economia
Setores da EconomiaSetores da Economia
Setores da Economia
 

Semelhante a A revolução técnico científico-informacional como base da globalização

Aula globalização ok
Aula globalização okAula globalização ok
Aula globalização ok
Eduardo Mendes
 
Para continuar sldes de geo
Para continuar sldes de geoPara continuar sldes de geo
Para continuar sldes de geo
izaque m. mendonça
 
Trabalho Escrito - Fluxos de Informação
Trabalho Escrito - Fluxos de InformaçãoTrabalho Escrito - Fluxos de Informação
Trabalho Escrito - Fluxos de Informação
Renato Oliveira
 
Globalização e revolução técnico científica
Globalização e revolução técnico científicaGlobalização e revolução técnico científica
Globalização e revolução técnico científica
Atividades Diversas Cláudia
 
A ciência e os avanços nos sistemas de informação
A ciência e os avanços nos sistemas de informaçãoA ciência e os avanços nos sistemas de informação
A ciência e os avanços nos sistemas de informação
Fernando Alcoforado
 
Globalização e revolução técnico científica (2)
Globalização e revolução técnico científica (2)Globalização e revolução técnico científica (2)
Globalização e revolução técnico científica (2)
Atividades Diversas Cláudia
 
Modulo 16 - O domínio da tecnologia
Modulo 16 - O domínio da tecnologiaModulo 16 - O domínio da tecnologia
Modulo 16 - O domínio da tecnologia
Claudio Henrique Ramos Sales
 
GLOBALIZAÇÃO SLIDES.ppt
GLOBALIZAÇÃO SLIDES.pptGLOBALIZAÇÃO SLIDES.ppt
GLOBALIZAÇÃO SLIDES.ppt
EdsonLima516163
 
Espaço geográfico e globalização
Espaço geográfico e globalizaçãoEspaço geográfico e globalização
Espaço geográfico e globalização
Ronaldo Furtado
 
2o-ano-quarentena-4-Atividades.pdf
2o-ano-quarentena-4-Atividades.pdf2o-ano-quarentena-4-Atividades.pdf
2o-ano-quarentena-4-Atividades.pdf
jose silva
 
Informaticabasica 160423154719
Informaticabasica 160423154719Informaticabasica 160423154719
Informaticabasica 160423154719
vagos y asociados
 
Informatica basica
Informatica basicaInformatica basica
Informatica basica
Laércio Lucio
 
A rede de comunicação de informação e de organização da população no contexto...
A rede de comunicação de informação e de organização da população no contexto...A rede de comunicação de informação e de organização da população no contexto...
A rede de comunicação de informação e de organização da população no contexto...
JOSEAUGUSTOBRITTO1
 
SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR III CURSO SERVIÇO SOCIAL
SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR III CURSO SERVIÇO SOCIALSEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR III CURSO SERVIÇO SOCIAL
SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR III CURSO SERVIÇO SOCIAL
MeuEmail4
 
evoluodatecnologia-141108214955-conversion-gate02.pdf
evoluodatecnologia-141108214955-conversion-gate02.pdfevoluodatecnologia-141108214955-conversion-gate02.pdf
evoluodatecnologia-141108214955-conversion-gate02.pdf
SamaraOliveira452786
 
Fluxos de ideias e informação
Fluxos de ideias e informaçãoFluxos de ideias e informação
Fluxos de ideias e informação
rdbtava
 
INTRODUÇÃO AO DIREITO DIGITAL.pptx
INTRODUÇÃO AO DIREITO DIGITAL.pptxINTRODUÇÃO AO DIREITO DIGITAL.pptx
INTRODUÇÃO AO DIREITO DIGITAL.pptx
JniorAngelim
 
Matriz de referencia prova radio
Matriz de referencia prova radioMatriz de referencia prova radio
Matriz de referencia prova radio
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividadedegeografia9ºano blog
Atividadedegeografia9ºano blogAtividadedegeografia9ºano blog
Atividadedegeografia9ºano blog
Atividades Diversas Cláudia
 
Evolução da Tecnologia e seu Contexto Histórico
Evolução da Tecnologia e seu Contexto HistóricoEvolução da Tecnologia e seu Contexto Histórico
Evolução da Tecnologia e seu Contexto Histórico
Agostinho NSilva
 

Semelhante a A revolução técnico científico-informacional como base da globalização (20)

Aula globalização ok
Aula globalização okAula globalização ok
Aula globalização ok
 
Para continuar sldes de geo
Para continuar sldes de geoPara continuar sldes de geo
Para continuar sldes de geo
 
Trabalho Escrito - Fluxos de Informação
Trabalho Escrito - Fluxos de InformaçãoTrabalho Escrito - Fluxos de Informação
Trabalho Escrito - Fluxos de Informação
 
Globalização e revolução técnico científica
Globalização e revolução técnico científicaGlobalização e revolução técnico científica
Globalização e revolução técnico científica
 
A ciência e os avanços nos sistemas de informação
A ciência e os avanços nos sistemas de informaçãoA ciência e os avanços nos sistemas de informação
A ciência e os avanços nos sistemas de informação
 
Globalização e revolução técnico científica (2)
Globalização e revolução técnico científica (2)Globalização e revolução técnico científica (2)
Globalização e revolução técnico científica (2)
 
Modulo 16 - O domínio da tecnologia
Modulo 16 - O domínio da tecnologiaModulo 16 - O domínio da tecnologia
Modulo 16 - O domínio da tecnologia
 
GLOBALIZAÇÃO SLIDES.ppt
GLOBALIZAÇÃO SLIDES.pptGLOBALIZAÇÃO SLIDES.ppt
GLOBALIZAÇÃO SLIDES.ppt
 
Espaço geográfico e globalização
Espaço geográfico e globalizaçãoEspaço geográfico e globalização
Espaço geográfico e globalização
 
2o-ano-quarentena-4-Atividades.pdf
2o-ano-quarentena-4-Atividades.pdf2o-ano-quarentena-4-Atividades.pdf
2o-ano-quarentena-4-Atividades.pdf
 
Informaticabasica 160423154719
Informaticabasica 160423154719Informaticabasica 160423154719
Informaticabasica 160423154719
 
Informatica basica
Informatica basicaInformatica basica
Informatica basica
 
A rede de comunicação de informação e de organização da população no contexto...
A rede de comunicação de informação e de organização da população no contexto...A rede de comunicação de informação e de organização da população no contexto...
A rede de comunicação de informação e de organização da população no contexto...
 
SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR III CURSO SERVIÇO SOCIAL
SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR III CURSO SERVIÇO SOCIALSEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR III CURSO SERVIÇO SOCIAL
SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR III CURSO SERVIÇO SOCIAL
 
evoluodatecnologia-141108214955-conversion-gate02.pdf
evoluodatecnologia-141108214955-conversion-gate02.pdfevoluodatecnologia-141108214955-conversion-gate02.pdf
evoluodatecnologia-141108214955-conversion-gate02.pdf
 
Fluxos de ideias e informação
Fluxos de ideias e informaçãoFluxos de ideias e informação
Fluxos de ideias e informação
 
INTRODUÇÃO AO DIREITO DIGITAL.pptx
INTRODUÇÃO AO DIREITO DIGITAL.pptxINTRODUÇÃO AO DIREITO DIGITAL.pptx
INTRODUÇÃO AO DIREITO DIGITAL.pptx
 
Matriz de referencia prova radio
Matriz de referencia prova radioMatriz de referencia prova radio
Matriz de referencia prova radio
 
Atividadedegeografia9ºano blog
Atividadedegeografia9ºano blogAtividadedegeografia9ºano blog
Atividadedegeografia9ºano blog
 
Evolução da Tecnologia e seu Contexto Histórico
Evolução da Tecnologia e seu Contexto HistóricoEvolução da Tecnologia e seu Contexto Histórico
Evolução da Tecnologia e seu Contexto Histórico
 

Último

Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 

A revolução técnico científico-informacional como base da globalização

  • 1. GEOGRAFIA Ensino Fundamental, 9º Ano A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização
  • 2. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização PARA COMEÇAR...  As transformações tecnológicas ocorridas nas últimas décadas, especialmente nos campos da informática e das telecomunicações, provocaram mudanças nas formas de produzir e consumir;  Vivemos em um mundo onde as relações entre a sociedade e o espaço são medidas, cada vez mais, pela tecnologia da informação;  Um mundo no qual, porém, as possibilidades de acesso à informação, embora enormes, são restritas a uma parte da humanidade; (1)
  • 3. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização  Você já ouviu falar em revolução técnico-cientifica?  O que acha que isso significa?  Como essa revolução está mudando a vida das pessoas e das empresas?  Quais mudanças são positivas e quais são negativas? Bing imagens (reprodução/Microsoft)C
  • 4. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização Informação e Espaço Geográfico Falar ao telefone e utilizar o computador para escrever e-mails, consultar o saldo bancário, efetuar pagamentos, fazer compras, realizar pesquisas e reservar ingressos para espetáculos em teatros ou cinemas são ações que fazem parte do cotidiano de milhões de pessoas; Essas formas de comunicação e de obtenção de informações e serviços, usando meios tecnológicos, estão tão incorporadas ao modo de vida, que poucos se dão conta das grandes transformações que elas envolvem. Fonte: http://blog.sendblaster.com/2012/01/27/what- social-media-can-do-for-your-email-marketing/. Acesso 17 jul. 2015 (2)
  • 5. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização  Estamos passando por uma revolução tecnológica com reflexos diversos na sociedade; Ao mesmo tempo em que as novas tecnologias conectam pessoas e mercados em todo o mundo, também ampliam as desigualdades entre povos e territórios;  Isso acontece porque muitos estão praticamente excluídos dos avanços tecnológicos, carecendo até mesmo da infraestrutura básica para o funcionamento de equipamentos como, por exemplo, a rede de energia elétrica;  Em grande medida, a informática, a biotecnologia e as telecomunicações movem essa revolução, formando a base para a construção de uma nova estrutura social, econômica e histórica que tem sido chamada de Era da Informação;
  • 6. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização  Armazenar dados e informações e transportá-los para qualquer outro lugar pode ser possível por meio de um simples computador pessoal, objeto que já se tornou comum nos lares de milhões de famílias, assim como a geladeira, o rádio, a televisão e o forno de micro-ondas;  Utilizando os recursos da telemática é possível conectar-se à internet – a rede mundial que interliga computadores em todo o planeta. A internet é, provavelmente, o principal ícone (símbolo) dessa nova era;  Do ponto de vista da Geografia, a informática e as telecomunicações possibilitaram a integração instantânea entre regiões distantes, por meio de redes de informação que se distribuem por todo o planeta, provocando profundas transformações na organização do espaço geográfico.
  • 7. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização O MEIO GEOGRÁFICO  O ambiente onde a sociedade humana desenvolve as suas relações, chamado meio geográfico, inclui tanto os aspectos naturais como as modificações que os seres humanos introduzem na natureza com a utilização das técnicas;  Sob o ponto de vista histórico, o meio geográfico pode ser divido em três períodos: meio natural, meio técnico e meio técnico-científico- informacional.;  Cada um desses períodos corresponde a uma etapa de evolução técnica pela qual passou a sociedade humana. (3)
  • 8. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização 1. O Meio Natural ou Pré-Técnico  A humanidade viveu a maior parte da sua existência no meio natural, ainda que impusesse transformações à natureza, com o uso de ferramentas simples, para a produção de sua sobrevivência;  Quando extraía da natureza seus meios de subsistência, com a caça, a pesca e a coleta, o ser humano era totalmente dependente dela;  Demorou até que a humanidade desenvolvesse técnicas que lhe possibilitassem o cultivo do solo, a domesticação de animais, a construção de abrigos, a confecção de vestimentas para proteção contra o frio e a criação de ferramentas que ampliassem suas formas de interferência na natureza; (4)
  • 9. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização Durante a Revolução Agrícola, os humanos viviam em comunidade, fixados em determinado lugar, e dividiam as tarefas entre seus membros, a domesticação dos animais também tornou possível o deslocamento por longas distâncias, o contato entre outros grupos humanos e a troca de conhecimentos. Nesse meio natural, o ser humano vivia em um meio geográfico no qual a terra era a base da economia, da estrutura de poder e das relações sociais. Fonte:http://ligadosnahistoria.blogspot.com.br/2010/0 3/periodos-da-pre-historia.html. Acesso: 17 jul. 2015 Fonte:http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaT ecnicaAula.html?aula=6334. Acesso: 17 jul. 2015
  • 10. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização  Há cerca de 250 anos, o avanço da ciência criou condições para a invenção de máquinas que modificaram radicalmente e com muita rapidez o modo de vida no planeta; A técnica adquiriu papel cada vez mais importante;  O conjunto das técnicas envolvidas no processo de fabricação de mercadorias, na produção de energia e na circulação de pessoas foi resultado da aplicação prática dos conhecimentos científicos. As técnicas aplicadas à produção e à organização da vida social passaram a ser fruto das invenções tecnológicas;  Nesse período, teve início a sociedade industrial. Um conjunto de edificações resultantes do desenvolvimento das novas tecnologias foi acrescentado à paisagem: cidades foram ampliadas com a construção de indústrias, residências e estabelecimentos comerciais; (5) 2. O Meio Técnico ou Mecanizado
  • 11. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização O espaço geográfico tornou-se mais interdependente e foram abertas novas e amplas rotas de distribuição de mercadorias e circulação de pessoas, com a construção de canais, estradas e ferrovias. Essas construções transformaram o meio natural em meio técnico, no qual as técnicas ficaram mais visíveis na paisagem geográfica; Fonte:http://www.klickeducacao.com.br/enciclo/enciclove rb/0,5977,IGP-415,00.htm. Acesso: 17 jul. 2015.
  • 12. Embora o meio técnico tenha ficado, por certo tempo, restrito geograficamente a um cinturão industrial localizado no hemisfério norte, influenciou mudanças em quase todo o planeta por meio da exploração de recursos necessários ao atendimento do novo ritmo de produção. No final do século XIX, a ciência aplicada à produção era desenvolvida pelas próprias empresas. Fonte:http://www.mundoeducacao.com/geografia/transp orte-ferroviario.htm. . Acesso: 17 jul. 2015. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização
  • 13. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização  Atualmente, a sociedade vive em um meio técnico-científico- informacional, caracterizado pela utilização de tecnologias da informação e comunicações (telecomunicações, informática, etc.);  Outros segmentos tecnológicos deram suporte às tecnologias de informação e comunicações: a microeletrônica, que reduz determinados componentes eletrônicos em escala microscópica; os cabos de fibra óptica, que transportam luz e fazem as conexões entre os diversos aparelhos de comunicação entre si e seus provadores; e os satélites de comunicação; (6) 3. O Meio Técnico-Científico-Informacional
  • 14. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização Desde 1957, quando a ex- URSS lançou ao espaço o primeiro satélite artificial, outros mais de 4 mil satélites foram lançados com as mais variadas funções: espionagem, previsão meteorológica, monitoramento ambiental, pesquisa de recursos naturais, navegação aérea e marítima, telefonia móvel, transmissão de TV, entre outras; Fonte: http://unedseniorvila.blogspot.com.es/index.html. Acesso: 17 jul. 2015
  • 15. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização No meio técnico-científico-informacional, os fluxos de informação ocorrem de modo instantâneo por uma rede mundial de computadores; Esse meio técnico-científico-informacional também modificou as relações de trabalho, introduziu formas de lazer e de entretenimento antes inexistentes. Fonte: http://www.intelligent-aerospace.com/articles/2013/01/Exelis-GPS.html. Acesso: 17 jul. 2015 A informação é o elemento fundamental para imprimir agilidade aos processos de uma empresa, elevando sua competitividade; No meio geográfico atual, os negócios expandiram-se pelos continentes e elevou-se o volume de mercadorias e de investimentos no mercado internacional;
  • 16. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização MAS O QUE É GLOBALIZAÇÃO? É a quebra de barreiras e fronteiras entre os territórios, causando uma maior conexão, integração e interligação dos territórios; Ocasionada pelo avanço tecnológico, especialmente nos transportes e nas comunicações; Esse avanço tecnológico se distribui de forma irregular, havendo países que possuem acesso as altas tecnologias, por isso são mais globalizados, e outros que possuem pouco acesso as altas tecnologias, por isso são menos globalizados.
  • 17. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização E qual a relação entre a globalização e o meio técnico-científico-informacional?  O geógrafo Milton Santos denominou a configuração espacial do mundo no contexto da Globalização de Meio Técnico – Científico – Informacional. Sendo assim, no contexto da Globalização, o espaço geográfico passa a apresentar uma grande quantidade de técnica, ciência e informação;  Porém, infelizmente a técnica, a ciência e a informação estão desigualmente distribuídas no espaço geográfico mundial: há lugares onde é grande a sua presença, notadamente nos países desenvolvidos; outros onde é bastante irregular, como nos países subdesenvolvidos industrializados; e outros ainda onde é muito escassa, como nos países subdesenvolvidos de economia primaria (agropecuária e extrativismo); (7)
  • 18. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização As Quatro Fases da Globalização O processo de globalização, iniciado no século XV, seguiu até os nossos dias com diferentes ritmos e etapas de desenvolvimento. É possível distinguir quatro fases desse processo PRIMEIRA FASE –  Grandes navegações marítimas europeias dos séculos XV e XVI.  Busca de metais preciosos e de produtos exóticos que pudessem ser comercializados na Europa.  Avanços das técnicas de navegação.  Relações comerciais mais intensas com as demais economias-mundo. Ampliação nas migração de pessoas e a circulação de produtos, fazendo surgir novos mercados entre regiões do globo antes isoladas, favorecendo a expansão comercial. (8)
  • 19. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização SEGUNDA FASE –  Segunda metade do século XIX e o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945.  Expansão da dominação política, econômica e militar europeia sobre África e Ásia (imperialismo).  As inovações técnicas aplicadas à indústria, aos transportes e às comunicações, com a expansão das ferrovias, do uso de automóveis, aviões, telégrafos, telefones e rádios, contribuíram para intensificar, agilizar e ampliar a difusão de relações econômicas capitalistas para outros territórios. Bing imagens (reprodução/Microsoft)C
  • 20. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização TERCEIRA FASE –  Nessa fase, a globalização continuou a expandir-se, em grande parte graças aos avanços tecnológicos na informática, nas telecomunicações e nos transportes.  Entre 1945 e 1989, o processo de globalização esteve condicionado pela Guerra Fria – conflito caracterizado pela presença de dois blocos de poder político e econômico rivais: o capitalista, sob a liderança dos Estados Unidos; e o socialista, pela extinta União Soviética Bing imagens (reprodução/Microsoft)C
  • 21. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização QUARTA FASE –  Última década do século XX, com o fim da Guerra Fria.  Expansão do capitalismo  Os avanços tecnológicos, (informática, telecomunicações, internet.)  Mudanças na produção e na circulação de mercadorias, nos transportes de cargas e passageiros  Difusão de bens culturais, artigos de consumo. Fonte: http://geoconex.blogspot.com.br/2013/07/globalizacao-do-espaco-tempo.html. Acesso: 17 jul. 2015.
  • 22. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização Quais as vantagens que você consegue perceber no atual mundo globalizado? E as desvantagens? VAMOS PENSAR...
  • 23. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização  Uma das características da globalização é o fato de ela se manifestar nos mais diversos campos que sustentam e compõem a sociedade: cultura, espaço geográfico, educação, política, direitos humanos, saúde e, principalmente, a economia;  Dessa forma, quando uma prática cultural chinesa é vivenciada nos Estados Unidos ou quando uma manifestação tradicional africana é revivida no Brasil, temos a evidência de como as sociedades integram suas culturas, influenciando-se mutuamente;  Contudo, considera-se o principal problema da globalização a desigualdade social por ela proporcionada, em que o poder e a renda encontram-se em maior parte concentrados nas mãos de uma minoria, o que atrela a questão às contradições do capitalismo; (9) Consequências da Globalização
  • 24. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização  A globalização proporciona uma desigual forma de comunicação entre os diferentes territórios, em que culturas, valores morais, princípios educacionais e outros são reproduzidos obedecendo a uma ideologia dominante, assim os principais centros de poder exercem um controle ou uma maior influência sobre as regiões economicamente menos favorecidas.  Os avanços proporcionados pela evolução dos meios tecnológicos, bem como a maior difusão de conhecimento fazem circular de forma mais rápida e eficiente conhecimentos científicos e troca de experiências. Este aspecto faz com que ocorra de forma mais rápida e eficiente avanços nas áreas de Medicina, Genética, Biomedicina, Física, Química, etc. Sendo considerado o grande aspecto positivo da globalização;  Assim, por exemplo, se a cura para uma doença grave é descoberta no Japão, ela é rapidamente difundida (a depender do contexto social e econômico) para as diferentes partes do planeta;
  • 25. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização  Nas últimas décadas, o acirramento da concorrência em escala mundial trouxe certo desconforto para as populações dos países ricos; Anteriormente, essas populações gozavam de muitos privilégios, como pleno emprego, aposentadoria integral, educação e saúde públicas de boa qualidade, completa infraestrutura urbana e várias outras vantagens;  Para fazer frente à atual fase de competição, muitos países cortaram tais benefícios, com serias consequências para a população desses países; Nesse contexto, cresce o número de pobres. Grande parte formada de trabalhadores que perderam seus empregos. Essa situação mantém e até amplia a exclusão social, levando ao aumento de violência, vandalismo e xenofobia;  Assim, a exclusão e o empobrecimento já são considerados problemas mundiais, e não apenas dos países em desenvolvimento;
  • 26. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização As gigantescas transnacionais concentram porções crescentes da riqueza mundial, controlando recursos financeiros que deixam de ser investidos nas áreas sociais, contribuindo para agravar as condições de vida de bilhões de pessoas em todo o mundo;
  • 27. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização EFEITOS DA GLOBALIZAÇÃO  Configuração do espaço geográfico internacional em REDES (transporte, de comunicação, de cidades, de trocas comerciais ou de capitais especulativos. )  Maior FLUXOS (de mercadorias, de pessoas, de informações, de capital, de serviços, etc.) desenvolvidos entre esses diferentes pontos;  Expansão das empresas MULTINACIONAIS, TRANSNACIONAIS e EMPRESAS GLOBAIS que buscam:  Maior mercado consumidor.  Isenção de impostos e tarifas alfandegárias  Menor custo com mão de obra e matérias-primas. O processo de expansão dessas empresas e suas indústrias desenvolveu-se no avanço da industrialização e da urbanização em diversos países subdesenvolvidos e emergentes, incluindo o Brasil; (10)
  • 28. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização (11)
  • 29. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização  Formação dos acordos regionais ou dos BLOCOS ECONÔMICOS permitindo uma maior troca comercial entre os diferentes países e também propiciar ações conjunturais em grupos.  EXPANSÃO E CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA CAPITALISTA, permitindo uma maior integração mundial.  AMPLIAÇÃO DO SISTEMA LIBERAL OU NEOLIBERAL difundindo-se a ideia de que o Estado deve apresentar uma mínima intervenção na economia; A globalização é, portanto, um tema complexo, com incontáveis aspectos e características. Sua manifestação não pode ser considerada linear, de forma a ser mais ou menos intensa a depender da região onde ela se estabelece, ganhando novos contornos e características. PODEMOS DIZER, ASSIM, QUE O MUNDO VIVE UMA AMPLA E CAÓTICA INTER-RELAÇÃO ENTRE O LOCAL E O GLOBAL.
  • 30. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização Para Saber Mais... O grande geógrafo brasileiro Milton Santos considera a existência de pelo menos três mundos num só. O entendimento de como seriam esses mundos passa pela compreensão do que é a globalização, e, por isso o autor identifica os mundos de acordo com a PERCEPÇÃO, com a REALIDADE e com a POSSIBILIDADE. 1- O MUNDO QUE PERCEBEMOS: A GLOBALIZAÇÃO COMO FÁBULA A máquina ideológica faz crer que a difusão instantânea de notícias realmente informa as pessoas. Um mercado avassalador dito global é apresentado como capaz de homogeneizar o planeta através da disposição, cada vez maior, de mercadoria para o consumo quando, na verdade, as diferenças locais são aprofundadas. Podemos indagar se não estamos diante de uma ideologização maciça, segundo a qual a realização do mundo atual exige como condição essencial o exercício de fabulações; (12)
  • 31. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização 2- O MUNDO REAL: A GLOBALIZAÇÃO COMO PERVERSIDADE – Para a maior parte da humanidade a globalização está se impondo como uma fábrica de perversidades. O desemprego se torna crônico, a pobreza aumenta, novas enfermidades se instalam, a mortalidade infantil permanece, a educação de qualidade é cada vez mais inacessível e o consumo é cada vez mais representado como fonte de felicidade. A perversidade sistêmica está relacionada a adesão desenfreada aos comportamentos competitivos que atualmente caracterizam as ações hegemônicas; 3- O MUNDO COMO POSSIBILIDADE: UMA OUTRA GLOBALIZAÇÃO – As bases materiais do período atual são, entre outras, a unicidade da técnica, a convergência dos momentos e o conhecimento do planeta. É nessas bases técnicas que o grande capital se apoia para construir a globalização perversa. No entanto, essas mesmas bases poderão servir a outros objetivos, se forem postas ao serviço de outros fundamentos sociais e políticos;
  • 32. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização Fonte:http://evcusplorena.blogspot.com.br/2013/03/direitos- humanos-e-convivencia.html. Acesso: 17 jul. 2015 Fonte:http://valdenycruz.blogspot.com.br/2012/04/por-que- globalizacao-e-considerada.html. Acesso: 17 jul. 2015 Fonte:http://www.moodle.ufba.br/mod/book/view.php?id=119496&chapt erid=29192. Acesso: 17 jul. 2015 Globalização como Perversidade: Globalização como Fábula Globalização como Possibilidade:
  • 33. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização Para Assistir... O cineasta brasileiro Sílvio Tendler fez um documentário que discute os problemas da globalização sob a perspectiva das periferias. O filme é conduzido por uma entrevista com o geógrafo e intelectual baiano Milton Santos, gravada quatro meses antes de sua morte. Considerado um dos maiores pensadores brasileiros do século XX, Milton Santos não era contra a globalização e sim contra o modelo de globalização perversa vigente no mundo, que ele chamava de globalitarismo. Analisando as contradições e os paradoxos deste modelo econômico e cultural, Milton enxergou a possibilidade de construção de uma outra realidade, mais justa e mais humana. Este documentário está disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=WLYZmfJXEDY
  • 34. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização Sugestão de Atividades
  • 35. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização ATIVIDADE 1 CRIAR UM STORYBOARD Storyboard é uma técnica desenvolvida como uma etapa de criação de filmes e animações, pois utiliza sequências de imagens para visualização do roteiro. Contudo, é possível adaptar a técnica de sequenciar imagens para expor trabalhos escolares. Para a geografia, o storyboard pode ser adaptado como um meio bastante eficaz de divulgação de conhecimentos utilizando, por exemplo, materiais cartográficos como recursos visuais ou associando imagens e textos. Uma das maneiras de se criar uma apresentação escolar com sucessão de quadros com imagens e texto é tomar como base um texto pré-selecionado (trecho de livro, letra de música, poesia), e desenvolver as seguintes etapas:  Pesquise um bom texto sobre o tema da aula, faça uma leitura cuidadosa do texto, atentando-se para as informações essenciais;  Elabore uma síntese do texto, preservando as informações essenciais, porém, tornando-o o mais claro e objetivo possível;  Divida o texto em pequenas partes, de modo que haja encadeamento entre elas, ou seja, cada parte deve direcionar o entendimento da próxima;  Pesquise imagens (ou elabore desenhos) que possam representar cada parte. A seleção deve levar em consideração a necessidade de ilustrar a informação principal das partes e de garantir a conexão entre elas;  Por fim, crie os quadros montando arranjos entre os fragmentos de texto e as imagens. Os quadros podem ser confeccionados em folhas de papel ou em determinados programas de computador, se dispuser de imagens digitais – neste caso, é possível ainda transformar os quadros em animações. TRABALHO  Crie uma breve apresentação aproveitando a técnica do storyboard sobre a revolução técnico-científica- informacional como base da globalização;  Para isso, utilize texto e imagens pesquisadas em livros, revistas ou sites da internet;  Em data marcada, tragam os resultados e socializem com os colegas de sala. (13)
  • 36. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização ATIVIDADE 2 PESQUISA E SOCIALIZAÇÃO  Pesquisem em livros, revistas, internet, etc., as mudanças no mundo do trabalho decorrentes da revolução técnico-científica-informacional, bem como a evolução da Divisão Internacional do Trabalho;  Procurem relacioná-las com os argumentos defendidos pelos favoráveis e pelos contrários ao capitalismo globalizado;  Apresentem dados quantitativos, (em forma de gráficos, tabelas, quadros, mapas, infográficos, etc.) e imagens impactantes sobre a economia Mundial e do Brasil no contexto da globalização; EM DATA MARCADA, TRAGAM OS RESULTADOS E SOCIALIZEM COM OS COLEGAS DE SALA
  • 37. Geografia, 9º Ano, A revolução técnico-científica- informacional como base da globalização ATIVIDADE 3 Produção Textual Com o auxílio dos conhecimentos adquiridos ao longo da aula, produza um texto dissertativo contendo suas considerações sobre a associação do tema da aula e o mapa ao lado. O texto deve terminar com uma indagação que permita uma pequena discussão em sala de aula; Leia para seus colegas de sala e professor (a). Fonte:http://www.geografiaparatodos.com.br/index.php?pa g=captulo_4_globalizacao_e_redes_da_economia%20_mu ndial. Acesso: 17 jul. 2015
  • 38. Tabela de Imagens Slide Autoria Link Data de Acesso 4 Autor Desconhecido http://blog.sendblaster.com/2012/01/27/what-social-media-can-do-for-your-email- marketing 17/07/2015 9a Autor Desconhecido http://ligadosnahistoria.blogspot.com.br/2010/03/periodos-da-pre-historia.html 17/07/2015 9b Autor Desconhecido http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=6334 17/07/2015 11a Autor Desconhecido https://revistaagora.wordpress.com/https://revistaagora.wordpress.com/ 17/07/2015 11b Autor Desconhecido http://www.mundoeducacao.com/geografia/transporte-ferroviario.htm 17/07/2015 13a Autor Desconhecido http://www.intelligent-aerospace.com/articles/2013/01/Exelis-GPS.html 17/07/2015 13b Autor Desconhecido http://unedseniorvila.blogspot.com.es/index.html 17/07/2015 18 Autor Desconhecido http://geoconex.blogspot.com.br/2013/07/globalizacao-do-espaco-tempo.html 17/07/2015 30a Autor Desconhecido http://www.moodle.ufba.br/mod/book/view.php?id=119496&chapterid=29192 17/07/2015 30b Autor Desconhecido http://valdenycruz.blogspot.com.br/2012/04/por-que-globalizacao-e-considerada.html 17/07/2015 30c Autor Desconhecido http://evcusplorena.blogspot.com.br/2013/03/direitos-humanos-e-convivencia.html 17/07/2015 35 Autor Desconhecido http://www.geografiaparatodos.com.br/index.php?pag=captulo_4_globalizacao_e_red es_da_economia%20_mundial 17/07/2015
  • 39. Referências (1) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p. 10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado); (2) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p. 10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado); (3) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p. 10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado); (4) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p. 10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado); (5) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p. 10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado); (6) LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. Território e Sociedade no Mundo Globalização. vol. 1. p. 10-20. São Paulo: Saraiva, 2010. (Adaptado); (7) ADAS, Melhem; ADAS, Sérgio. Expedições Geográficas. 8º Ano. p. 50-55. São Paulo: Moderna, 2011. (Adaptado); (8) ADAS, Melhem; ADAS, Sérgio. Expedições Geográficas. 8º Ano. p. 51-52. São Paulo: Moderna, 2011; (9) http://www.brasilescola.com/geografia/globalizacao.htm. Acesso em: 17 jul. 2015; (10) http://www.brasilescola.com/geografia/globalizacao.htm. Acesso em: 17 jul. 2015; (11) VEDOVATE, Fernando Carlo. Geografia. 8º Ano. p. 41. São Paulo: Moderna, 2010; (12) http://www.sociologia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=332. Acesso em: 17 jul. 2015. (13) SAMPAIO, Fernando dos Santos; MEDEIROS, Marlon Clóvis. Geografia: Para Viver Juntos. 8º Ano. p. 169. São Paulo: Edições SM, 2009;