SlideShare uma empresa Scribd logo
Novo Acordo
                                            Ortográfico

                                         Acentuação
                                        (ensino secundário)


☼ São acentuadas as palavras agudas (oxítonas):
- terminadas nas vogais tónicas grafadas “a”, “e” ou “o” seguidas ou não de “s”. Ex.: olá, és,
dominó, cortês;
                                                                        1
- que representem formas verbais conjugadas com os pronomes clíticos . Ex.: amá-lo; fê-lo,
compô-la;
- com mais de uma sílaba e terminadas no ditongo nasal grafado “–em” (“-ens”). Ex.: porém,
deténs;
- com ditongos grafados “ei” (quando é plural de nomes terminados em “–el”), “eu” ou “oi”. Ex.:
papéis, chapéu, remói.

☼ São acentuadas as palavras graves (paroxítonas) quando:
- terminam em “–l”, “-n”, “-r”, “-x” e “–ps”. Ex.: amável, Cármen, cadáver, tórax, fórceps;
- terminam em “-ã(s)”, “-ão(s)”, “-ei(s)”, “-um”, “-uns”, “-us”. Ex.: órfã, amáveis, álbum.

Nota: “i” e “u” tónicos em palavras agudas ou graves são acentuados se não constituírem
sílaba com a consoante seguinte (exceptuando “s”). Ex.: Luís, egoísmo, ruína, ciúme (mas não
rainha, Raul, Coimbra).

☼ São sempre acentuadas as palavras esdrúxulas (proparoxítonas) e as falsas esdrúxulas
(que contêm ditongos decrescentes em fim de palavra). Ex.: característica, glória (falsa
esdrúxula).

☼ O acento grave usa-se nas palavras seguintes: à, às, àquilo, àquele, àquela, àqueles,
àquelas, àqueloutro, àqueloutra, àqueloutros e àqueloutras.

☼ Deixam de receber acento agudo ou circunflexo as palavras graves com vogal tónica aberta
ou fechada, no caso das palavra homógrafas (o contexto em que a palavra ocorre é que vai
permitir estabelecer as diferenças. Ex.: pára (verbo parar) ►para, pêra ►pera.

☼ Perdem o acento circunflexo as formas verbais graves terminadas em “-em” na 3ª pessoa do
plural do presente do indicativo ou do conjuntivo. Ex.: crêem, relêem, dêem.

☼ Não se acentuam os ditongos “ei” e “oi”, quando se encontram na sílaba tónica em palavras
graves. Ex.: ideia, boia, joia.

☼ Não é obrigatória a acentuação gráfica das formas da 1ª pessoa do plural no pretérito
perfeito do indicativo, nos verbos da 1ª conjugação. Ex.: Ontem cantámos / cantamos.



                                           EXERCÍCIOS
I. Coloca o acento nas palavras sempre que necessário.
1. fara                  5. harem                   9. docil                 13. Eden
2. pe                    6. contens                 10. disponivel           14. repteis
3. aqui                  7. faraos                  11. baleia               15. impar
4. avos                  8. tambem                  12. fossil               16. ideia

1
 PRONOMES CLÍTICOS (me, nos, te, vos, o, a, lhe, os, as, lhes, se) - formas pronominais átonas, uma
vez que não têm acentuação própria e são abrangidas pela acentuação do verbo de que são objeto ou a
que são subjacentes. Podem ocorrer em posição pré-verbal ou proclítica (Não te vi ontem.), em posição
pós-verbal ou enclítica (deram-me um livro), ou no interior do verbo, em posição mesoclítica (ver-nos-
emos amanhã).
II. Acentua o seguinte excerto de Luís de Sttau Monteiro, Felizmente Há Luar!:
"Para que o pais nao se levante em defesa dos conjurados ha que prepara-lo previamente. Ha
gente, senhores, que sente grande ardor patriotico sempre que os seus interesses estao em
perigo. Ha que provocar esse ardor. Ha que por os frades, por esse pais fora, a bramar nos
pulpitos contra os inimigos de Deus.”


III. Acentua corretamente as palavras se necessário.
1. A casa da Joana era fantastica.
2. A multidão foi muito amavel com os alunos do 10ºZ.
3. O vaivem esta destruido.
4. O Eduardo compos uma musica nova.
5. A Ana vai avisa-lo.
6. A minha amiga Rute resolveu traze-lo de volta para casa.
7. A lampada da cozinha da Gabriela estava fundida.
8. O Romeu foi a um baile de mascaras.
9. Constata-se a existencia de duas narrativas simultaneas.


IV. Assinala os grupos em que todas as palavras estão correctamente acentuadas. Corrige as
palavras.
1. juiz ♦ bíceps ♦ cônsul
2. irmã ♦ impossivel ♦ Gerês
3. mantém ♦ inverosímil ♦ útil
4. refém ♦ silábica ♦ ágil
5. país ♦ miseravel ♦ constrói


V. Indica se as frases são verdadeiras (V) ou falsas (F). Justifica as afirmações falsas.
1. O verbo jogar na 1ª pessoa do plural no pretérito perfeito do indicativo deve ter acento. ____
2. A grafia utilizada na frase Eles lêem muito era a usada anteriormente ao novo Acordo
Ortográfico. ____
3. Na frase Os ateus não creem em Deus, o verbo devia ter acento. ____
4. A palavra convéns está correctamente escrita. ____
5. Na frase Eles vêem mal existe um erro. ____
6. A palavra jiboia devia ter acento. ____
7. Na frase Eles viajaram até ao pólo Norte, a palavra pólo não devia ter acento.____
8. A palavra heróico está escrita correctamente. ____




Bibliografia
SILVA, Cláudia e HENRIQUES, Isabel, Cadernos Novo Acordo Ortográfico, Porto, Porto Editora, 2011, pp.6-9.
http://orto.no.sapo.pt/aco_ortog_resumo.pdf <consultado em 6/10/2011>

                                                                                     Sílvia Antunes
                                                                                     Equipa da BE
                                                                                     7/ Outubro / 2011

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

www.CentroApoio.com -Espanhol - Regras de Acentuação Em Espanhol - Parte 2 ...
www.CentroApoio.com -Espanhol  - Regras de Acentuação Em Espanhol  - Parte 2 ...www.CentroApoio.com -Espanhol  - Regras de Acentuação Em Espanhol  - Parte 2 ...
www.CentroApoio.com -Espanhol - Regras de Acentuação Em Espanhol - Parte 2 ...
Vídeo Aulas Apoio
 
Espanhol ( Pretéritos)
Espanhol ( Pretéritos)Espanhol ( Pretéritos)
Espanhol ( Pretéritos)
Felipe Hilario
 
Ortografia i
Ortografia iOrtografia i
Ortografia i
Tio Hatiro
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
hlemmur
 
acentuacao-grafica
acentuacao-graficaacentuacao-grafica
acentuacao-grafica
Flávio Ferreira
 
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
dilsoncatarino
 
Substantivo - Auxiliar de Promotoria I
Substantivo - Auxiliar de Promotoria ISubstantivo - Auxiliar de Promotoria I
Substantivo - Auxiliar de Promotoria I
Tio Hatiro
 
Acentuação – regras especiais
Acentuação – regras especiaisAcentuação – regras especiais
Acentuação – regras especiais
vinivs
 
Nova ortografia do português
Nova ortografia do portuguêsNova ortografia do português
Nova ortografia do português
luizcarmo
 
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua PortuguesaSlide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Jomari
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
Francilene Ribeiro
 
Português sem complicação dominando a nova ortografia
Português sem complicação   dominando a nova ortografiaPortuguês sem complicação   dominando a nova ortografia
Português sem complicação dominando a nova ortografia
Paulo Vitor Carneiro
 
Aula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuaçãoAula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuação
Curso Letrados
 
Novo acordo ortografico
Novo acordo ortograficoNovo acordo ortografico
Novo acordo ortografico
Flávio Ferreira
 
Plural
PluralPlural
www.CentroApoio.com - Espanhol - Preterito
www.CentroApoio.com - Espanhol  - Preteritowww.CentroApoio.com - Espanhol  - Preterito
www.CentroApoio.com - Espanhol - Preterito
Vídeo Aulas Apoio
 
Regras de acentuação - simples
Regras de acentuação - simplesRegras de acentuação - simples
Regras de acentuação - simples
Aline França Russo
 
Plural dos substantivos
Plural dos substantivosPlural dos substantivos
Plural dos substantivos
nakabrasil
 
Acentuacao grafica regras basicas proparoxitonas, paroxitonas, oxitonas e mon...
Acentuacao grafica regras basicas proparoxitonas, paroxitonas, oxitonas e mon...Acentuacao grafica regras basicas proparoxitonas, paroxitonas, oxitonas e mon...
Acentuacao grafica regras basicas proparoxitonas, paroxitonas, oxitonas e mon...
Emerson Assis
 
Gramática 2.º ano
Gramática 2.º anoGramática 2.º ano
Gramática 2.º ano
Miguel de Carvalho
 

Mais procurados (20)

www.CentroApoio.com -Espanhol - Regras de Acentuação Em Espanhol - Parte 2 ...
www.CentroApoio.com -Espanhol  - Regras de Acentuação Em Espanhol  - Parte 2 ...www.CentroApoio.com -Espanhol  - Regras de Acentuação Em Espanhol  - Parte 2 ...
www.CentroApoio.com -Espanhol - Regras de Acentuação Em Espanhol - Parte 2 ...
 
Espanhol ( Pretéritos)
Espanhol ( Pretéritos)Espanhol ( Pretéritos)
Espanhol ( Pretéritos)
 
Ortografia i
Ortografia iOrtografia i
Ortografia i
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
acentuacao-grafica
acentuacao-graficaacentuacao-grafica
acentuacao-grafica
 
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
 
Substantivo - Auxiliar de Promotoria I
Substantivo - Auxiliar de Promotoria ISubstantivo - Auxiliar de Promotoria I
Substantivo - Auxiliar de Promotoria I
 
Acentuação – regras especiais
Acentuação – regras especiaisAcentuação – regras especiais
Acentuação – regras especiais
 
Nova ortografia do português
Nova ortografia do portuguêsNova ortografia do português
Nova ortografia do português
 
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua PortuguesaSlide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Português sem complicação dominando a nova ortografia
Português sem complicação   dominando a nova ortografiaPortuguês sem complicação   dominando a nova ortografia
Português sem complicação dominando a nova ortografia
 
Aula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuaçãoAula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuação
 
Novo acordo ortografico
Novo acordo ortograficoNovo acordo ortografico
Novo acordo ortografico
 
Plural
PluralPlural
Plural
 
www.CentroApoio.com - Espanhol - Preterito
www.CentroApoio.com - Espanhol  - Preteritowww.CentroApoio.com - Espanhol  - Preterito
www.CentroApoio.com - Espanhol - Preterito
 
Regras de acentuação - simples
Regras de acentuação - simplesRegras de acentuação - simples
Regras de acentuação - simples
 
Plural dos substantivos
Plural dos substantivosPlural dos substantivos
Plural dos substantivos
 
Acentuacao grafica regras basicas proparoxitonas, paroxitonas, oxitonas e mon...
Acentuacao grafica regras basicas proparoxitonas, paroxitonas, oxitonas e mon...Acentuacao grafica regras basicas proparoxitonas, paroxitonas, oxitonas e mon...
Acentuacao grafica regras basicas proparoxitonas, paroxitonas, oxitonas e mon...
 
Gramática 2.º ano
Gramática 2.º anoGramática 2.º ano
Gramática 2.º ano
 

Semelhante a A. ortográfico acentuação (7-10)

português
portuguêsportuguês
Acordo ortográfico (1)
Acordo ortográfico (1)Acordo ortográfico (1)
Acordo Ortográfico
Acordo OrtográficoAcordo Ortográfico
Acordo Ortográfico
José Coutinho
 
Linguagem corporal
Linguagem corporalLinguagem corporal
Linguagem corporal
Paula Arena
 
Regras de acentuação gráfica
Regras de acentuação gráficaRegras de acentuação gráfica
Regras de acentuação gráfica
Camila Rodrigues
 
Acentuação das palavras versão reduzida
Acentuação das palavras versão reduzidaAcentuação das palavras versão reduzida
Acentuação das palavras versão reduzida
Cristina Alves
 
130041291031782 050 acentuacao-grafica
130041291031782 050 acentuacao-grafica130041291031782 050 acentuacao-grafica
130041291031782 050 acentuacao-grafica
Wangeron Araújo
 
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráficaAcentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
GrasiellePardinhoRod1
 
LP - ACENTUAÇÃO.pptx
LP - ACENTUAÇÃO.pptxLP - ACENTUAÇÃO.pptx
LP - ACENTUAÇÃO.pptx
BerlaPaiva
 
Acentuacao grafica
Acentuacao graficaAcentuacao grafica
Acentuacao grafica
Mírian Fiúza
 
Acentuação Gráfica
Acentuação GráficaAcentuação Gráfica
Acentuação Gráfica
Carlos Rodrigues Da Silva
 
Nilza ativ5
Nilza ativ5Nilza ativ5
Nilza ativ5
Nilza Gomes
 
Aula01 saudeaprovacao
Aula01 saudeaprovacaoAula01 saudeaprovacao
Aula01 saudeaprovacao
Walace Cestari
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
Jessé de Sousa
 
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
carlajoana
 
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
carlajoana
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
Portal do Vestibulando
 
Atividade sobre acentuação gráfica e o novo acordo ortográfico
Atividade sobre acentuação gráfica e o novo acordo ortográficoAtividade sobre acentuação gráfica e o novo acordo ortográfico
Atividade sobre acentuação gráfica e o novo acordo ortográfico
anne carolyne
 
Em Português nos entendemos! (Acordo ortográfico 1990)
Em Português nos entendemos! (Acordo ortográfico 1990)Em Português nos entendemos! (Acordo ortográfico 1990)
Em Português nos entendemos! (Acordo ortográfico 1990)
Luísa Figueiredo
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
Universidade Pedagogica
 

Semelhante a A. ortográfico acentuação (7-10) (20)

português
portuguêsportuguês
português
 
Acordo ortográfico (1)
Acordo ortográfico (1)Acordo ortográfico (1)
Acordo ortográfico (1)
 
Acordo Ortográfico
Acordo OrtográficoAcordo Ortográfico
Acordo Ortográfico
 
Linguagem corporal
Linguagem corporalLinguagem corporal
Linguagem corporal
 
Regras de acentuação gráfica
Regras de acentuação gráficaRegras de acentuação gráfica
Regras de acentuação gráfica
 
Acentuação das palavras versão reduzida
Acentuação das palavras versão reduzidaAcentuação das palavras versão reduzida
Acentuação das palavras versão reduzida
 
130041291031782 050 acentuacao-grafica
130041291031782 050 acentuacao-grafica130041291031782 050 acentuacao-grafica
130041291031782 050 acentuacao-grafica
 
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráficaAcentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
 
LP - ACENTUAÇÃO.pptx
LP - ACENTUAÇÃO.pptxLP - ACENTUAÇÃO.pptx
LP - ACENTUAÇÃO.pptx
 
Acentuacao grafica
Acentuacao graficaAcentuacao grafica
Acentuacao grafica
 
Acentuação Gráfica
Acentuação GráficaAcentuação Gráfica
Acentuação Gráfica
 
Nilza ativ5
Nilza ativ5Nilza ativ5
Nilza ativ5
 
Aula01 saudeaprovacao
Aula01 saudeaprovacaoAula01 saudeaprovacao
Aula01 saudeaprovacao
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
 
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
Novoacordoortogrfico 140616083923-phpapp02
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 
Atividade sobre acentuação gráfica e o novo acordo ortográfico
Atividade sobre acentuação gráfica e o novo acordo ortográficoAtividade sobre acentuação gráfica e o novo acordo ortográfico
Atividade sobre acentuação gráfica e o novo acordo ortográfico
 
Em Português nos entendemos! (Acordo ortográfico 1990)
Em Português nos entendemos! (Acordo ortográfico 1990)Em Português nos entendemos! (Acordo ortográfico 1990)
Em Português nos entendemos! (Acordo ortográfico 1990)
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 

Mais de BiblioAlba

N.acordo ortográfico (hífen+h)
N.acordo ortográfico (hífen+h)N.acordo ortográfico (hífen+h)
N.acordo ortográfico (hífen+h)
BiblioAlba
 
Deíticos - correção
Deíticos - correçãoDeíticos - correção
Deíticos - correção
BiblioAlba
 
Deíticos
DeíticosDeíticos
Deíticos
BiblioAlba
 
Correção
CorreçãoCorreção
Correção
BiblioAlba
 
Acordo ortográfico 21 setembro 2011
Acordo ortográfico   21 setembro 2011Acordo ortográfico   21 setembro 2011
Acordo ortográfico 21 setembro 2011
BiblioAlba
 
A. ortográfico acentuação (7-10) correção
A. ortográfico   acentuação (7-10) correçãoA. ortográfico   acentuação (7-10) correção
A. ortográfico acentuação (7-10) correção
BiblioAlba
 
Acordo ortográfico 21 setembro 2011 - com correção
Acordo ortográfico   21 setembro 2011 - com correçãoAcordo ortográfico   21 setembro 2011 - com correção
Acordo ortográfico 21 setembro 2011 - com correção
BiblioAlba
 

Mais de BiblioAlba (7)

N.acordo ortográfico (hífen+h)
N.acordo ortográfico (hífen+h)N.acordo ortográfico (hífen+h)
N.acordo ortográfico (hífen+h)
 
Deíticos - correção
Deíticos - correçãoDeíticos - correção
Deíticos - correção
 
Deíticos
DeíticosDeíticos
Deíticos
 
Correção
CorreçãoCorreção
Correção
 
Acordo ortográfico 21 setembro 2011
Acordo ortográfico   21 setembro 2011Acordo ortográfico   21 setembro 2011
Acordo ortográfico 21 setembro 2011
 
A. ortográfico acentuação (7-10) correção
A. ortográfico   acentuação (7-10) correçãoA. ortográfico   acentuação (7-10) correção
A. ortográfico acentuação (7-10) correção
 
Acordo ortográfico 21 setembro 2011 - com correção
Acordo ortográfico   21 setembro 2011 - com correçãoAcordo ortográfico   21 setembro 2011 - com correção
Acordo ortográfico 21 setembro 2011 - com correção
 

Último

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 

Último (20)

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 

A. ortográfico acentuação (7-10)

  • 1. Novo Acordo Ortográfico Acentuação (ensino secundário) ☼ São acentuadas as palavras agudas (oxítonas): - terminadas nas vogais tónicas grafadas “a”, “e” ou “o” seguidas ou não de “s”. Ex.: olá, és, dominó, cortês; 1 - que representem formas verbais conjugadas com os pronomes clíticos . Ex.: amá-lo; fê-lo, compô-la; - com mais de uma sílaba e terminadas no ditongo nasal grafado “–em” (“-ens”). Ex.: porém, deténs; - com ditongos grafados “ei” (quando é plural de nomes terminados em “–el”), “eu” ou “oi”. Ex.: papéis, chapéu, remói. ☼ São acentuadas as palavras graves (paroxítonas) quando: - terminam em “–l”, “-n”, “-r”, “-x” e “–ps”. Ex.: amável, Cármen, cadáver, tórax, fórceps; - terminam em “-ã(s)”, “-ão(s)”, “-ei(s)”, “-um”, “-uns”, “-us”. Ex.: órfã, amáveis, álbum. Nota: “i” e “u” tónicos em palavras agudas ou graves são acentuados se não constituírem sílaba com a consoante seguinte (exceptuando “s”). Ex.: Luís, egoísmo, ruína, ciúme (mas não rainha, Raul, Coimbra). ☼ São sempre acentuadas as palavras esdrúxulas (proparoxítonas) e as falsas esdrúxulas (que contêm ditongos decrescentes em fim de palavra). Ex.: característica, glória (falsa esdrúxula). ☼ O acento grave usa-se nas palavras seguintes: à, às, àquilo, àquele, àquela, àqueles, àquelas, àqueloutro, àqueloutra, àqueloutros e àqueloutras. ☼ Deixam de receber acento agudo ou circunflexo as palavras graves com vogal tónica aberta ou fechada, no caso das palavra homógrafas (o contexto em que a palavra ocorre é que vai permitir estabelecer as diferenças. Ex.: pára (verbo parar) ►para, pêra ►pera. ☼ Perdem o acento circunflexo as formas verbais graves terminadas em “-em” na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo ou do conjuntivo. Ex.: crêem, relêem, dêem. ☼ Não se acentuam os ditongos “ei” e “oi”, quando se encontram na sílaba tónica em palavras graves. Ex.: ideia, boia, joia. ☼ Não é obrigatória a acentuação gráfica das formas da 1ª pessoa do plural no pretérito perfeito do indicativo, nos verbos da 1ª conjugação. Ex.: Ontem cantámos / cantamos. EXERCÍCIOS I. Coloca o acento nas palavras sempre que necessário. 1. fara 5. harem 9. docil 13. Eden 2. pe 6. contens 10. disponivel 14. repteis 3. aqui 7. faraos 11. baleia 15. impar 4. avos 8. tambem 12. fossil 16. ideia 1 PRONOMES CLÍTICOS (me, nos, te, vos, o, a, lhe, os, as, lhes, se) - formas pronominais átonas, uma vez que não têm acentuação própria e são abrangidas pela acentuação do verbo de que são objeto ou a que são subjacentes. Podem ocorrer em posição pré-verbal ou proclítica (Não te vi ontem.), em posição pós-verbal ou enclítica (deram-me um livro), ou no interior do verbo, em posição mesoclítica (ver-nos- emos amanhã).
  • 2. II. Acentua o seguinte excerto de Luís de Sttau Monteiro, Felizmente Há Luar!: "Para que o pais nao se levante em defesa dos conjurados ha que prepara-lo previamente. Ha gente, senhores, que sente grande ardor patriotico sempre que os seus interesses estao em perigo. Ha que provocar esse ardor. Ha que por os frades, por esse pais fora, a bramar nos pulpitos contra os inimigos de Deus.” III. Acentua corretamente as palavras se necessário. 1. A casa da Joana era fantastica. 2. A multidão foi muito amavel com os alunos do 10ºZ. 3. O vaivem esta destruido. 4. O Eduardo compos uma musica nova. 5. A Ana vai avisa-lo. 6. A minha amiga Rute resolveu traze-lo de volta para casa. 7. A lampada da cozinha da Gabriela estava fundida. 8. O Romeu foi a um baile de mascaras. 9. Constata-se a existencia de duas narrativas simultaneas. IV. Assinala os grupos em que todas as palavras estão correctamente acentuadas. Corrige as palavras. 1. juiz ♦ bíceps ♦ cônsul 2. irmã ♦ impossivel ♦ Gerês 3. mantém ♦ inverosímil ♦ útil 4. refém ♦ silábica ♦ ágil 5. país ♦ miseravel ♦ constrói V. Indica se as frases são verdadeiras (V) ou falsas (F). Justifica as afirmações falsas. 1. O verbo jogar na 1ª pessoa do plural no pretérito perfeito do indicativo deve ter acento. ____ 2. A grafia utilizada na frase Eles lêem muito era a usada anteriormente ao novo Acordo Ortográfico. ____ 3. Na frase Os ateus não creem em Deus, o verbo devia ter acento. ____ 4. A palavra convéns está correctamente escrita. ____ 5. Na frase Eles vêem mal existe um erro. ____ 6. A palavra jiboia devia ter acento. ____ 7. Na frase Eles viajaram até ao pólo Norte, a palavra pólo não devia ter acento.____ 8. A palavra heróico está escrita correctamente. ____ Bibliografia SILVA, Cláudia e HENRIQUES, Isabel, Cadernos Novo Acordo Ortográfico, Porto, Porto Editora, 2011, pp.6-9. http://orto.no.sapo.pt/aco_ortog_resumo.pdf <consultado em 6/10/2011> Sílvia Antunes Equipa da BE 7/ Outubro / 2011