SlideShare uma empresa Scribd logo
1
A IMPRENSA ESCRITA E O PODER POLÍTICO de Luís Felipe
O Texto refere-se à forma como como o jornalismo aborda o poder político e
como mostra aos telespectadores o que é a política, este encontra-se dividido em alguns
pontos.
Os problemas apresentados são o facto de os média mostrarem às pessoas o que
um político faz e a política e o que ele é em vez que se focar nos ideais que defende e de
ter pouco espaço ou pouco tempo nas notícias, outro facto é que os média dão mais
importância às coisas más que ocorrem na sociedade do que mostrar o que é decidido
nas conferências políticas.
Outro problema é que os políticos preparam os seus discursos e os jornalistas
podem apenas aproveitar os factos que dão mais interesse ao público, outro facto é que
cada vez menos o jornalismo se importa com o press releases e que dependendo do
publico que a politica quer chegar assim é escolhido os jornal/radio ao qual dão uma
entrevista sobre determinado assunto.
Outro problema é que cada vez mais as pessoas votam em pessoas e não nas
medidas apresentadas pelos partidos e os partidos políticos tiram proveito disso o que
muitas vezes é errado pois deviam cativar as pessoas pelas medidas apresentadas e não
pelos líderes que por vezes nem são tão bons para o cargo que tem de representar.
Outro problema é que os média distorcem o que os políticos falam o que muitas
vezes faz com que as pessoas achem que os políticos vistos como os “maus da fita”, o
outro problema é o facto de o jornalismo e a politica andarem de costas voltadas, outro
problema é que os jornalistas e políticos não têm em conta o facto de os eleitores serem
pouco “esclarecidos, desconfiados e conservadores”.
O último problema retratado neste texto é o facto de cada vez mais os políticos
mudarem a sua aparecia física o que faz com que eles vivam apenas de uma “imagem” e
não das suas ideologias porque se preocupam mais com a forma como as pessoas os vão
ver.
2
Como anteriormente foi referido o texto encontra-se dividido em pontos, e estes
pontos são, a mensagem, o mercado, a escrita, a mediatização, as tácticas, a
comunicação, o amor-ódio, a opinião pública e a imagem.
A Mensagem mostra-nos que os temas políticos têm pouco tempo de antena,
que os partidos políticos estão dentro labirintos onde têm de seguir “migalhas” ou seja
ver os artigos que estão escritos nos meios de comunicação e que a mensagem é mais
facilmente entendida pela sua forma e não pelo conteúdo. Podemos confirmar isto
através das expressões, “A mensagem não passa através de um aparelho de fax ou de
um fio de cobre, mas nas colunas de um analista influente, ou no espaço de ouro de 30
segundos no ar. Os timings submetem-se aos dias de saída dos semanários ou ao horário
nobre de telejornais.”, “Estes seguem pelos labirintos das estratégias partidárias, de
olhos fechados, guiando-se as cegas e as apalpadelas pela autêntica "pista de pedrinhas"
que lhe é deixada por artigos, reportagens e editoriais” e “. Por isso, a mensagem passa
mais facilmente quando a sua forma é melhor que o seu conteúdo”.
O mercado mostra-nos que os meios de comunicação se importam mais em
mostrar o que acontece na sociedade em vez de se focar o que é discutido nos
parlamentos e mostrar que temas relevantes para a sociedade são discutidos lá. Podemos
comprovar isto através das expressões, “Uma "pata" a cair com estrondo na "poça" tem
mais eco do que uma "cinzenta" solução para o desemprego. Um fumo de escândalo
saído da chaminé de um andar das Amoreiras - ou de uma quinta em Sintra... - tem mais
saída do que milhares de conferências serias, mesmo que apelidadas com nomes
pomposos como Estados Gerais.”
A escrita mostra-nos que os políticos têm mais tempo para preparar o seu
discurso de forma a conseguir influenciar a população e os média, o jornalista pode
ocultar fontes e mostrar apenas o que tem mais interesse para o publico. Podemos
confirmar isto através das expressões, “E os políticos têm mais cuidado, mais tempo
para pensar, para combinar, para tentar manipular ou, pelo menos, influenciar a
imprensa escrita” e “Pode omitir factos antipáticos para determinada fonte, em nome de
factos de maior interesse público que essa fonte supostamente lhe dará no futuro”.
A mediatização mostra-nos que um politico não decide o que quer mostrar, ele
tem por detrás dele um grupo de pessoas que decidem isso por ele e o politico é que
3
controla aquilo que diz na imprensa. Podemos comprovar isto através das expressões,
“Por isso o político já nada decide sozinho, quase não tem vontade própria(…) os
líderes são rodeados de uma infinidade de conselheiros task-forces, comissões
permanentes que influenciam, determinam e acompanham” “O político bem
aconselhado constrói também a sua imagem fazendo passar a mensagem. E distribuindo
equitativamente alguns exclusivos. Concedendo alguma entrevista mais polémica a
órgãos de comunicação social seleccionados, escolhidos consoante o timing ou a
audiência que têm”
A táctica mostra-nos que a forma como os políticos se vestem é importante, que
a forma como falam influência as pessoas a votar neles ou não e que as pessoas votam
em líderes e não nas medidas partidárias defendidas pelos partidos. Podemos comprovar
isto através das expressões, “No seu discurso, Manuel Monteiro faz os possíveis para
aparecer como um marginal da política”, “Apresenta-se invariavelmente de fato e
gravata - a não ser nos comícios e festas internas, do próprio partido, onde sabe que
rende melhor o estilo operário.” e “puxar pelos seus próprios méritos, sem tentar impor,
artificialmente, lideranças fracas.”
A comunicação mostra-nos que tanto no jornalismo como na política haver uma
boa comunicação é essencial, e que é devido aos média que a politica é “mal vista” pela
sociedade pois estes distorcem os discursos dos políticos. Podemos comprovar isto
através das expressões “Se a imprensa é uma indústria de comunicação, a política é ou
deve ser feita por grandes comunicadores.” e “E é nesta fase do campeonato que se faz
sentir a influência dos média, os primeiros a dissecarem, analisarem e reproduzirem -
frequentemente com enorme distorção, ou ruído, como agora se diz - o tal produto
político.”
O amor-ódio mostra-nos que os jornalistas e os políticos tem uma relação de
amor e ódio o que as vezes é prejudicial e que por haver essa relação ajuda ambas as
partes a conhecerem melhor o que podem explorar um no outro. Como podemos
comprovar através das expressões, “Jornalistas e políticos cultivam uma relação de
amor-ódio, quase doentia, que por vezes se torna autofágica - para os dois lados.” e “Por
viverem no mesmo comprimento de onda, talvez se entendam tão bem. Tão bem
conheçam os truques de um e do outro. Pela convivência quotidiana e pelo facto de o
jornalista ser um dos veículos de transmissão de mensagens do Político”
4
A opinião publica que nos mostra que os jornais e políticos de esquecem de que
a nossa sociedade é muito fechada e que tem de fazer com que as pessoas entendam o
que é a politica e que para os partidos políticos chegarem às pessoas tem de se aliar aos
jornais porque é através deles que se forma uma opinião publica. Como podemos ver
nas expressões, “ (…) esquecer uma parte substancial do país real, uma tal maioria
silenciosa normalmente conotada com uma parcela da população pouco esclarecida,
conservadora e desconfiada.” e “Mas já os políticos, fechados também nesse mundo de
jornalistas, dificilmente percebem como chegarão a essa população amorfa e
desinfluente - mas votante - se não for através dos jornais.”
E por fim temos a imagem que nos mostra que os políticos se importam cada vez
mais com a sua aparência em vez de se importar com as ideologias que tem de defender
e do que é necessário fazer para melhorar o nosso país. Como podemos ver nas
expressões, “Corte-se-lhe o bigode rufia ou acentue-se-lhe, com um penteado virado
para trás, a bonomia da expressão. As pequenas operações plásticas, quase
imperceptíveis, serão apenas uma questão de forma? Ou revelarão, em última análise, o
conteúdo da personagem.” e “A americanização da política fez com que as democracias
já não vivam de opções ideológicas, mas de imagens.”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Comunicação política
Comunicação políticaComunicação política
Comunicação política
Marcelo Freire
 
Etica
EticaEtica
Social democracia. afunda-se ou renova-se (concl.)
Social democracia. afunda-se ou renova-se (concl.)Social democracia. afunda-se ou renova-se (concl.)
Social democracia. afunda-se ou renova-se (concl.)
GRAZIA TANTA
 
Liberdade de imprensa
Liberdade de imprensaLiberdade de imprensa
Liberdade de imprensa
Do outro lado da barricada
 
Aula dissertação 1 e 2010
Aula dissertação 1 e 2010Aula dissertação 1 e 2010
Aula dissertação 1 e 2010
iara oborges
 
Marketing em tempos modernos - Livro
Marketing em tempos modernos - LivroMarketing em tempos modernos - Livro
Marketing em tempos modernos - Livro
Darlan Campos
 
Perguntas óbvias no momento que corre
Perguntas óbvias no momento que correPerguntas óbvias no momento que corre
Perguntas óbvias no momento que corre
GRAZIA TANTA
 

Mais procurados (7)

Comunicação política
Comunicação políticaComunicação política
Comunicação política
 
Etica
EticaEtica
Etica
 
Social democracia. afunda-se ou renova-se (concl.)
Social democracia. afunda-se ou renova-se (concl.)Social democracia. afunda-se ou renova-se (concl.)
Social democracia. afunda-se ou renova-se (concl.)
 
Liberdade de imprensa
Liberdade de imprensaLiberdade de imprensa
Liberdade de imprensa
 
Aula dissertação 1 e 2010
Aula dissertação 1 e 2010Aula dissertação 1 e 2010
Aula dissertação 1 e 2010
 
Marketing em tempos modernos - Livro
Marketing em tempos modernos - LivroMarketing em tempos modernos - Livro
Marketing em tempos modernos - Livro
 
Perguntas óbvias no momento que corre
Perguntas óbvias no momento que correPerguntas óbvias no momento que corre
Perguntas óbvias no momento que corre
 

Semelhante a A imprensa escrita e o poder potilico- texto de Luís Felipe

O escândalo Político e sua Transformação em Notícia: O Caso Maria do Socorro
O escândalo Político e sua Transformação em Notícia: O Caso Maria do SocorroO escândalo Político e sua Transformação em Notícia: O Caso Maria do Socorro
O escândalo Político e sua Transformação em Notícia: O Caso Maria do Socorro
Carlos Figueiredo
 
Liberdade de expressão e assessoria de imprensa –
Liberdade de expressão e assessoria de imprensa –Liberdade de expressão e assessoria de imprensa –
Liberdade de expressão e assessoria de imprensa –
Marcio Ferreira
 
O uso da Internet nas Eleições de 2010
O uso da Internet nas Eleições de 2010O uso da Internet nas Eleições de 2010
O uso da Internet nas Eleições de 2010
Leonardo Longo
 
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
Daniel Caldas
 
Informação Política
Informação PolíticaInformação Política
Informação Política
Ana Luisa Vieira
 
A importância da politica em nosso cotidiano
A importância da politica em nosso cotidianoA importância da politica em nosso cotidiano
A importância da politica em nosso cotidiano
Yanka Kessia
 
A importância da politica
A importância da politicaA importância da politica
A importância da politica
Psico Vida
 
Tradução capítulo 19 final Midiatização da política
Tradução  capítulo 19 final Midiatização da políticaTradução  capítulo 19 final Midiatização da política
Tradução capítulo 19 final Midiatização da política
COMPOL - Grupo de Pesquisa Comunicação Pública e Política
 
Cap. 19 midiatização da política sobre uma estrutura conceitual para pesqui...
Cap. 19   midiatização da política sobre uma estrutura conceitual para pesqui...Cap. 19   midiatização da política sobre uma estrutura conceitual para pesqui...
Cap. 19 midiatização da política sobre uma estrutura conceitual para pesqui...
COMPOL - Grupo de Pesquisa Comunicação Pública e Política
 
Jornalismo Político e Jornalismo Esportivo
Jornalismo Político e Jornalismo EsportivoJornalismo Político e Jornalismo Esportivo
Jornalismo Político e Jornalismo Esportivo
Fredy Cunha
 
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Lucio Borges
 
Comunicação pública
Comunicação públicaComunicação pública
Comunicação pública
Jaqueline de Carvalho Motter
 
No princípio era o verbo
No princípio era o verboNo princípio era o verbo
No princípio era o verbo
Carlos Figueiredo
 
Aula 3 declaratorio, dossie e investigativo
Aula 3   declaratorio, dossie e investigativoAula 3   declaratorio, dossie e investigativo
Aula 3 declaratorio, dossie e investigativo
Ed Marcos
 
Imprensa e padrões de padronização
Imprensa e padrões de padronizaçãoImprensa e padrões de padronização
Imprensa e padrões de padronização
ALCIONE
 
Educação política e comunicação social
Educação política e comunicação socialEducação política e comunicação social
Educação política e comunicação social
Antonio Glauton Varela Rocha
 
Partidarismo na revista Carta Capital
Partidarismo na revista Carta CapitalPartidarismo na revista Carta Capital
Partidarismo na revista Carta Capital
renatoduarteplantier
 
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
Marcelo Pilon
 
Lorenzo Gomis - jornalismo e negociação entre fontes
Lorenzo Gomis - jornalismo e negociação entre fontesLorenzo Gomis - jornalismo e negociação entre fontes
Lorenzo Gomis - jornalismo e negociação entre fontes
Gisele Dotto Reginato
 
Ante-Sala da Presidência: a sucessão presidencial no Brasil
Ante-Sala da Presidência: a sucessão presidencial no BrasilAnte-Sala da Presidência: a sucessão presidencial no Brasil
Ante-Sala da Presidência: a sucessão presidencial no Brasil
Rafael Krambeck
 

Semelhante a A imprensa escrita e o poder potilico- texto de Luís Felipe (20)

O escândalo Político e sua Transformação em Notícia: O Caso Maria do Socorro
O escândalo Político e sua Transformação em Notícia: O Caso Maria do SocorroO escândalo Político e sua Transformação em Notícia: O Caso Maria do Socorro
O escândalo Político e sua Transformação em Notícia: O Caso Maria do Socorro
 
Liberdade de expressão e assessoria de imprensa –
Liberdade de expressão e assessoria de imprensa –Liberdade de expressão e assessoria de imprensa –
Liberdade de expressão e assessoria de imprensa –
 
O uso da Internet nas Eleições de 2010
O uso da Internet nas Eleições de 2010O uso da Internet nas Eleições de 2010
O uso da Internet nas Eleições de 2010
 
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
 
Informação Política
Informação PolíticaInformação Política
Informação Política
 
A importância da politica em nosso cotidiano
A importância da politica em nosso cotidianoA importância da politica em nosso cotidiano
A importância da politica em nosso cotidiano
 
A importância da politica
A importância da politicaA importância da politica
A importância da politica
 
Tradução capítulo 19 final Midiatização da política
Tradução  capítulo 19 final Midiatização da políticaTradução  capítulo 19 final Midiatização da política
Tradução capítulo 19 final Midiatização da política
 
Cap. 19 midiatização da política sobre uma estrutura conceitual para pesqui...
Cap. 19   midiatização da política sobre uma estrutura conceitual para pesqui...Cap. 19   midiatização da política sobre uma estrutura conceitual para pesqui...
Cap. 19 midiatização da política sobre uma estrutura conceitual para pesqui...
 
Jornalismo Político e Jornalismo Esportivo
Jornalismo Político e Jornalismo EsportivoJornalismo Político e Jornalismo Esportivo
Jornalismo Político e Jornalismo Esportivo
 
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
 
Comunicação pública
Comunicação públicaComunicação pública
Comunicação pública
 
No princípio era o verbo
No princípio era o verboNo princípio era o verbo
No princípio era o verbo
 
Aula 3 declaratorio, dossie e investigativo
Aula 3   declaratorio, dossie e investigativoAula 3   declaratorio, dossie e investigativo
Aula 3 declaratorio, dossie e investigativo
 
Imprensa e padrões de padronização
Imprensa e padrões de padronizaçãoImprensa e padrões de padronização
Imprensa e padrões de padronização
 
Educação política e comunicação social
Educação política e comunicação socialEducação política e comunicação social
Educação política e comunicação social
 
Partidarismo na revista Carta Capital
Partidarismo na revista Carta CapitalPartidarismo na revista Carta Capital
Partidarismo na revista Carta Capital
 
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
 
Lorenzo Gomis - jornalismo e negociação entre fontes
Lorenzo Gomis - jornalismo e negociação entre fontesLorenzo Gomis - jornalismo e negociação entre fontes
Lorenzo Gomis - jornalismo e negociação entre fontes
 
Ante-Sala da Presidência: a sucessão presidencial no Brasil
Ante-Sala da Presidência: a sucessão presidencial no BrasilAnte-Sala da Presidência: a sucessão presidencial no Brasil
Ante-Sala da Presidência: a sucessão presidencial no Brasil
 

Mais de nanasimao

Hábitos de Leitura de Notícias dos Estudantes de JC
Hábitos de Leitura de Notícias dos Estudantes de JCHábitos de Leitura de Notícias dos Estudantes de JC
Hábitos de Leitura de Notícias dos Estudantes de JC
nanasimao
 
Sermão de Santo António aos peixes
Sermão de Santo António aos peixes Sermão de Santo António aos peixes
Sermão de Santo António aos peixes
nanasimao
 
Cultura em Portugal
Cultura em PortugalCultura em Portugal
Cultura em Portugal
nanasimao
 
A Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da Natureza
A Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da NaturezaA Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da Natureza
A Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da Natureza
nanasimao
 
Gótico Europeu
Gótico EuropeuGótico Europeu
Gótico Europeu
nanasimao
 
Auto/ Farsa de Inês Pereira
Auto/ Farsa de Inês PereiraAuto/ Farsa de Inês Pereira
Auto/ Farsa de Inês Pereira
nanasimao
 
Breve análise da Síria e Filândia
Breve análise da Síria e FilândiaBreve análise da Síria e Filândia
Breve análise da Síria e Filândia
nanasimao
 
Freedom House
Freedom HouseFreedom House
Freedom House
nanasimao
 
Operação Lex
Operação LexOperação Lex
Operação Lex
nanasimao
 
Os telemóveis no mundo contemporâneo
Os telemóveis no mundo contemporâneoOs telemóveis no mundo contemporâneo
Os telemóveis no mundo contemporâneo
nanasimao
 
13 Reasons Why
13 Reasons Why 13 Reasons Why
13 Reasons Why
nanasimao
 
Rede Globo
Rede GloboRede Globo
Rede Globo
nanasimao
 
Ameaças e oportunidades num mundo multipolar
Ameaças e oportunidades num mundo multipolarAmeaças e oportunidades num mundo multipolar
Ameaças e oportunidades num mundo multipolar
nanasimao
 
Energia nuclear
Energia nuclearEnergia nuclear
Energia nuclear
nanasimao
 
A poluição dos mares e solos temas
A poluição dos mares e solos temas A poluição dos mares e solos temas
A poluição dos mares e solos temas
nanasimao
 
Jornal- O Districto de portalegre
Jornal- O Districto de portalegre  Jornal- O Districto de portalegre
Jornal- O Districto de portalegre
nanasimao
 
A propaganda Nazi
A propaganda Nazi A propaganda Nazi
A propaganda Nazi
nanasimao
 
Karl Blossfeldt
Karl BlossfeldtKarl Blossfeldt
Karl Blossfeldt
nanasimao
 
A publicidade: Persuação e Manipulação
A publicidade: Persuação e ManipulaçãoA publicidade: Persuação e Manipulação
A publicidade: Persuação e Manipulação
nanasimao
 
A imprensa na 2ª metade do século XIX
A imprensa na 2ª metade do século XIXA imprensa na 2ª metade do século XIX
A imprensa na 2ª metade do século XIX
nanasimao
 

Mais de nanasimao (20)

Hábitos de Leitura de Notícias dos Estudantes de JC
Hábitos de Leitura de Notícias dos Estudantes de JCHábitos de Leitura de Notícias dos Estudantes de JC
Hábitos de Leitura de Notícias dos Estudantes de JC
 
Sermão de Santo António aos peixes
Sermão de Santo António aos peixes Sermão de Santo António aos peixes
Sermão de Santo António aos peixes
 
Cultura em Portugal
Cultura em PortugalCultura em Portugal
Cultura em Portugal
 
A Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da Natureza
A Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da NaturezaA Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da Natureza
A Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da Natureza
 
Gótico Europeu
Gótico EuropeuGótico Europeu
Gótico Europeu
 
Auto/ Farsa de Inês Pereira
Auto/ Farsa de Inês PereiraAuto/ Farsa de Inês Pereira
Auto/ Farsa de Inês Pereira
 
Breve análise da Síria e Filândia
Breve análise da Síria e FilândiaBreve análise da Síria e Filândia
Breve análise da Síria e Filândia
 
Freedom House
Freedom HouseFreedom House
Freedom House
 
Operação Lex
Operação LexOperação Lex
Operação Lex
 
Os telemóveis no mundo contemporâneo
Os telemóveis no mundo contemporâneoOs telemóveis no mundo contemporâneo
Os telemóveis no mundo contemporâneo
 
13 Reasons Why
13 Reasons Why 13 Reasons Why
13 Reasons Why
 
Rede Globo
Rede GloboRede Globo
Rede Globo
 
Ameaças e oportunidades num mundo multipolar
Ameaças e oportunidades num mundo multipolarAmeaças e oportunidades num mundo multipolar
Ameaças e oportunidades num mundo multipolar
 
Energia nuclear
Energia nuclearEnergia nuclear
Energia nuclear
 
A poluição dos mares e solos temas
A poluição dos mares e solos temas A poluição dos mares e solos temas
A poluição dos mares e solos temas
 
Jornal- O Districto de portalegre
Jornal- O Districto de portalegre  Jornal- O Districto de portalegre
Jornal- O Districto de portalegre
 
A propaganda Nazi
A propaganda Nazi A propaganda Nazi
A propaganda Nazi
 
Karl Blossfeldt
Karl BlossfeldtKarl Blossfeldt
Karl Blossfeldt
 
A publicidade: Persuação e Manipulação
A publicidade: Persuação e ManipulaçãoA publicidade: Persuação e Manipulação
A publicidade: Persuação e Manipulação
 
A imprensa na 2ª metade do século XIX
A imprensa na 2ª metade do século XIXA imprensa na 2ª metade do século XIX
A imprensa na 2ª metade do século XIX
 

Último

Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 

A imprensa escrita e o poder potilico- texto de Luís Felipe

  • 1. 1 A IMPRENSA ESCRITA E O PODER POLÍTICO de Luís Felipe O Texto refere-se à forma como como o jornalismo aborda o poder político e como mostra aos telespectadores o que é a política, este encontra-se dividido em alguns pontos. Os problemas apresentados são o facto de os média mostrarem às pessoas o que um político faz e a política e o que ele é em vez que se focar nos ideais que defende e de ter pouco espaço ou pouco tempo nas notícias, outro facto é que os média dão mais importância às coisas más que ocorrem na sociedade do que mostrar o que é decidido nas conferências políticas. Outro problema é que os políticos preparam os seus discursos e os jornalistas podem apenas aproveitar os factos que dão mais interesse ao público, outro facto é que cada vez menos o jornalismo se importa com o press releases e que dependendo do publico que a politica quer chegar assim é escolhido os jornal/radio ao qual dão uma entrevista sobre determinado assunto. Outro problema é que cada vez mais as pessoas votam em pessoas e não nas medidas apresentadas pelos partidos e os partidos políticos tiram proveito disso o que muitas vezes é errado pois deviam cativar as pessoas pelas medidas apresentadas e não pelos líderes que por vezes nem são tão bons para o cargo que tem de representar. Outro problema é que os média distorcem o que os políticos falam o que muitas vezes faz com que as pessoas achem que os políticos vistos como os “maus da fita”, o outro problema é o facto de o jornalismo e a politica andarem de costas voltadas, outro problema é que os jornalistas e políticos não têm em conta o facto de os eleitores serem pouco “esclarecidos, desconfiados e conservadores”. O último problema retratado neste texto é o facto de cada vez mais os políticos mudarem a sua aparecia física o que faz com que eles vivam apenas de uma “imagem” e não das suas ideologias porque se preocupam mais com a forma como as pessoas os vão ver.
  • 2. 2 Como anteriormente foi referido o texto encontra-se dividido em pontos, e estes pontos são, a mensagem, o mercado, a escrita, a mediatização, as tácticas, a comunicação, o amor-ódio, a opinião pública e a imagem. A Mensagem mostra-nos que os temas políticos têm pouco tempo de antena, que os partidos políticos estão dentro labirintos onde têm de seguir “migalhas” ou seja ver os artigos que estão escritos nos meios de comunicação e que a mensagem é mais facilmente entendida pela sua forma e não pelo conteúdo. Podemos confirmar isto através das expressões, “A mensagem não passa através de um aparelho de fax ou de um fio de cobre, mas nas colunas de um analista influente, ou no espaço de ouro de 30 segundos no ar. Os timings submetem-se aos dias de saída dos semanários ou ao horário nobre de telejornais.”, “Estes seguem pelos labirintos das estratégias partidárias, de olhos fechados, guiando-se as cegas e as apalpadelas pela autêntica "pista de pedrinhas" que lhe é deixada por artigos, reportagens e editoriais” e “. Por isso, a mensagem passa mais facilmente quando a sua forma é melhor que o seu conteúdo”. O mercado mostra-nos que os meios de comunicação se importam mais em mostrar o que acontece na sociedade em vez de se focar o que é discutido nos parlamentos e mostrar que temas relevantes para a sociedade são discutidos lá. Podemos comprovar isto através das expressões, “Uma "pata" a cair com estrondo na "poça" tem mais eco do que uma "cinzenta" solução para o desemprego. Um fumo de escândalo saído da chaminé de um andar das Amoreiras - ou de uma quinta em Sintra... - tem mais saída do que milhares de conferências serias, mesmo que apelidadas com nomes pomposos como Estados Gerais.” A escrita mostra-nos que os políticos têm mais tempo para preparar o seu discurso de forma a conseguir influenciar a população e os média, o jornalista pode ocultar fontes e mostrar apenas o que tem mais interesse para o publico. Podemos confirmar isto através das expressões, “E os políticos têm mais cuidado, mais tempo para pensar, para combinar, para tentar manipular ou, pelo menos, influenciar a imprensa escrita” e “Pode omitir factos antipáticos para determinada fonte, em nome de factos de maior interesse público que essa fonte supostamente lhe dará no futuro”. A mediatização mostra-nos que um politico não decide o que quer mostrar, ele tem por detrás dele um grupo de pessoas que decidem isso por ele e o politico é que
  • 3. 3 controla aquilo que diz na imprensa. Podemos comprovar isto através das expressões, “Por isso o político já nada decide sozinho, quase não tem vontade própria(…) os líderes são rodeados de uma infinidade de conselheiros task-forces, comissões permanentes que influenciam, determinam e acompanham” “O político bem aconselhado constrói também a sua imagem fazendo passar a mensagem. E distribuindo equitativamente alguns exclusivos. Concedendo alguma entrevista mais polémica a órgãos de comunicação social seleccionados, escolhidos consoante o timing ou a audiência que têm” A táctica mostra-nos que a forma como os políticos se vestem é importante, que a forma como falam influência as pessoas a votar neles ou não e que as pessoas votam em líderes e não nas medidas partidárias defendidas pelos partidos. Podemos comprovar isto através das expressões, “No seu discurso, Manuel Monteiro faz os possíveis para aparecer como um marginal da política”, “Apresenta-se invariavelmente de fato e gravata - a não ser nos comícios e festas internas, do próprio partido, onde sabe que rende melhor o estilo operário.” e “puxar pelos seus próprios méritos, sem tentar impor, artificialmente, lideranças fracas.” A comunicação mostra-nos que tanto no jornalismo como na política haver uma boa comunicação é essencial, e que é devido aos média que a politica é “mal vista” pela sociedade pois estes distorcem os discursos dos políticos. Podemos comprovar isto através das expressões “Se a imprensa é uma indústria de comunicação, a política é ou deve ser feita por grandes comunicadores.” e “E é nesta fase do campeonato que se faz sentir a influência dos média, os primeiros a dissecarem, analisarem e reproduzirem - frequentemente com enorme distorção, ou ruído, como agora se diz - o tal produto político.” O amor-ódio mostra-nos que os jornalistas e os políticos tem uma relação de amor e ódio o que as vezes é prejudicial e que por haver essa relação ajuda ambas as partes a conhecerem melhor o que podem explorar um no outro. Como podemos comprovar através das expressões, “Jornalistas e políticos cultivam uma relação de amor-ódio, quase doentia, que por vezes se torna autofágica - para os dois lados.” e “Por viverem no mesmo comprimento de onda, talvez se entendam tão bem. Tão bem conheçam os truques de um e do outro. Pela convivência quotidiana e pelo facto de o jornalista ser um dos veículos de transmissão de mensagens do Político”
  • 4. 4 A opinião publica que nos mostra que os jornais e políticos de esquecem de que a nossa sociedade é muito fechada e que tem de fazer com que as pessoas entendam o que é a politica e que para os partidos políticos chegarem às pessoas tem de se aliar aos jornais porque é através deles que se forma uma opinião publica. Como podemos ver nas expressões, “ (…) esquecer uma parte substancial do país real, uma tal maioria silenciosa normalmente conotada com uma parcela da população pouco esclarecida, conservadora e desconfiada.” e “Mas já os políticos, fechados também nesse mundo de jornalistas, dificilmente percebem como chegarão a essa população amorfa e desinfluente - mas votante - se não for através dos jornais.” E por fim temos a imagem que nos mostra que os políticos se importam cada vez mais com a sua aparência em vez de se importar com as ideologias que tem de defender e do que é necessário fazer para melhorar o nosso país. Como podemos ver nas expressões, “Corte-se-lhe o bigode rufia ou acentue-se-lhe, com um penteado virado para trás, a bonomia da expressão. As pequenas operações plásticas, quase imperceptíveis, serão apenas uma questão de forma? Ou revelarão, em última análise, o conteúdo da personagem.” e “A americanização da política fez com que as democracias já não vivam de opções ideológicas, mas de imagens.”