SlideShare uma empresa Scribd logo
A importância de brincar no desenvolvimento saudável
A importância de brincar no desenvolvimento saudável
Neste documento vou-vos apresentar para além de
  informação teórica de relevo, situações práticas
  vivenciadas no programa de colaboração com a
    Coordenação do Ensino Básico de S.Vicente.
Programa de jogos tradicionais e recreativos junto das
              Escolas do Ensino Básico

Jogos simples [vaivém, tracção, tiro ao alvo…] e jogos
        mais complexos [hóquei de vassoura,...]
1º e 2º ano:
Jogos mais complexos
 Demasiadas regras
 Demasiadas restrições
 Desinteresse rápido
 Distracções constantes
 Adaptação do jogo , cada um jogava como queria
Jogos simples, regras elementares
 Diversão
 Poucas distracções
 Empenho em atingir os objectivos
Academia Carlos Alhinho
Escalões mais jovens
 Imposição de regras rígidas durante os treinos
 Durante 2 minutos as regras eram cumpridas, nos
  restantes 15 minutos praticava-se boxe, ginástica,
  basket, rugby,…
 Treinador desesperado
Porquê? Será falta de pulso por parte dos orientadores?
   Ou os jogos demasiado restritivos e complexos não
    serão os mais apropriados para esta faixa etária?
A importância de brincar no desenvolvimento saudável
Brincar é tão importante para o desenvolvimento
   óptimo das crianças, que é reconhecido pelas
 Nações Unidas como um direito fundamental de
                 todas as crianças.
Segundo a American Academy of Pediatrics, brincar é
  essencial para o desenvolvimento, pois contribui para
  o desenvolvimento cognitivo, físico, social e para o
  bem-estar emocional das crianças e jovens.
A mesma fonte refere ainda que brincar permite às
  crianças usarem a sua criatividade, desenvolvendo a
  imaginação, destreza e força emocional.

Brincar é importantíssimo para o desenvolvimento de
  um cérebro saudável.
É através da brincadeira que as crianças interagem com o
  mundo em seu redor. Brincar permite à criança criar e
  explorar um mundo que dominam, vencendo os seus
  medos enquanto experienciam os papéis de adultos.
Quando dominam o seu mundo, brincar ajuda as
  crianças a adquirir novas competências que levam a
  uma maior confiança e resiliência que vão necessitar
  para enfrentar os desafios futuros.
Indirectamente brincar permite que as crianças
  aprendam a trabalhar em grupo, a partilhar, a negociar,
  a resolver conflitos, e a desenvolver capacidades de
  auto-defesa. Quando é permitido à criança controlar a
  brincadeira, esta pratica tomadas de decisão
  importantes, movendo-se ao seu próprio ritmo,
  descobrindo as suas áreas de interesse.
Idealmente, muitas das brincadeiras devem envolver
  adultos, mas quando são controladas por adultos a
  criança tende a tentar adaptar-se às preocupações e
  regras dos adultos, perdendo assim alguns dos
  benefícios que brincar [apenas com a assistência dos
  adultos] lhes oferece, particularmente quando
  falamos do desenvolvimento de habilidades,
  criatividade, liderança e espírito de grupo.
Apesar dos numerosos benefícios associados ao brincar,
 o tempo para brincar livremente tem sido
 substancialmente reduzido para algumas crianças. Esta
 tendência até afecta as “crianças jardim de infância”,
 que têm vindo a sofrer uma redução importante do
 tempo para brincar para dar espaço a situações mais
 “académicas”. Estas modificações têm implicações na
 capacidade das crianças armazenarem novas
 informações, porque a capacidade cognitiva das
 crianças é reforçada por uma clara e significativa
 alteração das actividades. Uma mudança na instrução
 académica não oferece essa alteração clara no esforço
 cognitivo e certamente não oferece desenvolvimento
 motor adequado. Mesmo uma aula de educação física
 demasiado estruturada pode não oferecer o mesmo
 benefício que brincar com alguma liberdade.
A importância de brincar no desenvolvimento saudável
Segundo refere Jenkinson [2001] no documento The
  Genius of Play: Celebrating the Spirit of Childhood as
  crianças brincam melhor:
 Quando os adultos estão atentos [são assistentes das
  brincadeiras], mas não intrusivos, quando o terreno é
  seguro dando coragem para desenvolver novas
  descobertas e aventuras;
 Quando a sua confiança na vida é absoluta, não
  temendo o desconhecido, sendo destemidos;
 Quando as suas brincadeiras estão livres das
  preocupações dos adultos e as suas transformações
  não requerem produto final;
   Quando os seus sentidos estão directamente ligados à
    natureza e aos elementos;
   Quando as crianças são livres para se tornarem os
    construtores, os criadores do seu próprio mundo;
   Quando podem brincar com outros e desenvolver
    relações;
   Quando podem brincar sozinho, ser solitário, ter a sua
    privacidade;
   Quando se podem “transformar” em novos seres
    através das suas brincadeiras;
   Quando podem revelar-se, as suas alegrias,
    sofrimentos e preocupações, sem medo do ridículo. E
    quando o mistério e a imaginação não são negadas
    pelos factos.
A importância de brincar no desenvolvimento saudável
Brincar é parte integrante do ambiente académico.
  Assegurando que a escola tem em linha de conta o
  desenvolvimento social e emocional da criança, bem
  como as suas competências cognitivas. Tem sido
  demonstrado em diversos estudos que brincar ajuda as
  crianças a adaptarem-se ao ambiente escolar e até
  mesmo a melhorar a prontidão para a aprendizagem.
A criança não pode ser considerada um adulto em
  miniatura, mas um autêntico indivíduo, dispondo das
  suas leis de vida específicas. Considerar a criança
  como um adulto em miniatura leva a insistir em que as
  diferenças entre eles são de grau, enquanto na
  realidade são de naturezas diferentes, e conduz ainda à
  apreciação da criança segundo normas exclusivamente
  adultas [Edgar Thill, 1989]
Ainda segundo Edgar Thill, o educador físico, do mesmo
 modo que outros educadores, não pode ser
 dispensado de um conhecimento aprofundado da
 criança, tal como não pode ignorar as leis do
 desenvolvimento a que esta se encontra submetida.
 Assim, estará apto a propor actividades educativas
 melhor adaptadas às necessidades dos alunos ,
 aumentando a eficácia da sua pedagogia, evitando
 cometer erros prejudiciais às crianças.
Aos 8 anos a criança é corajosa, empreendedora e
  atraída pelo desporto. Aos 9 a sua motivação pessoal e
  a auto-estimulação, para o cumprimento de tarefas,
  são muito fortes. É a idade da independência, ano
  charneira entre a infância e a pré-adolescência. Por
  fim, aos 11 anos, o espírito competitivo está muito
  desenvolvido.
Também as capacidades coordenativas, como sejam a
  reacção, o ritmo, o equilíbrio, a orientação e a
  capacidade de diferenciação, têm a sua fase sensível
  durante a infância, particularmente entre os 7 e os
  9/10 anos.
Entre os 9 e os 12 anos as crianças vivem o seu melhor
  período de aprendizagem, ou seja, em que revelam
  maior capacidade de aprendizagem motora [Meinel e
  Schnabel, 1976]. As habilidades e as técnicas podem
  ser aprendidas a partir de uma capacidade espontânea
  de imitação, que é provocada por movimentos
  internos de acompanhamento durante a observação. É
  esta a razão porque as crianças necessitam de bons
  exemplos ou de bons modelos, em termos dos
  movimentos que têm de efectuar.
Todos os conhecimentos acumulados sobre o
  desenvolvimento da criança são de grande utilidade
  para o educador que, recorrendo a estes dados, pode
  adaptar o conteúdo do seu ensino à evolução
  psicogenética dos seus alunos. As diferentes etapas do
  desenvolvimento físico, psicomotor, afectivo, cognitivo
  e social constituem preciosos pontos de
  referência, indispensáveis ao estabelecimento dos
  conteúdos a ensinar. Por outro lado, adaptando-se às
  estruturas mentais da criança, em cada período, o
  educador consegue obter a sua adesão e apoiar-se
  numa motivação real.
A importância de brincar no desenvolvimento saudável
No que concerne ao educador físico e desportivo, deverá
 combinar, sobretudo a partir dos 7-8 anos, trabalho
 individual com trabalho de grupo, embora este ultimo
 só seja verdadeiramente eficaz cerca dos 9-10 anos.
O estudo do desenvolvimento da criança também
 insistiu no valor pedagógico e na importância funcional
 do jogo, no período pré-escolar e escolar, entre 3 e 11
 anos. O jogo põe em funcionamento todas as
 actividades perceptivas sensoriomotoras, estimula os
 diferentes domínios da afectividade e necessita de
 procedimentos cognitivos mais ou menos complexos.
A importância de brincar no desenvolvimento saudável
A importância de brincar no desenvolvimento saudável

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A importância de brincar com jogos
A importância de brincar com jogosA importância de brincar com jogos
A importância de brincar com jogos
Patricia Bampi
 
2. brincadeiras
2. brincadeiras2. brincadeiras
2. brincadeiras
Pactoufba
 
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
O lúdico  jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...O lúdico  jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
SimoneHelenDrumond
 
O que significa LUDICIDADE?
O que significa LUDICIDADE? O que significa LUDICIDADE?
O que significa LUDICIDADE?
DEMAGU
 
A importância dos jogos e brincadeiras na educação infantil
A importância dos jogos e brincadeiras na educação infantilA importância dos jogos e brincadeiras na educação infantil
A importância dos jogos e brincadeiras na educação infantil
Elaine Costa
 
Oficina Jogos e Brincadeiras
Oficina Jogos e BrincadeirasOficina Jogos e Brincadeiras
Oficina Jogos e Brincadeiras
Jaklane Abreu
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
Renata Costa
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
lucileabergamaschiflegler
 
O uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantilO uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantil
Capacitações Pedagógicas
 
A importância do brincar
A importância do brincarA importância do brincar
A importância do brincar
eleniantunespinto
 
32464a06b1cdd0dd9b24
32464a06b1cdd0dd9b2432464a06b1cdd0dd9b24
32464a06b1cdd0dd9b24
Theyson Viana
 
Jogo E EducaçãO Infantil
Jogo E EducaçãO InfantilJogo E EducaçãO Infantil
Jogo E EducaçãO Infantil
marlene_herter
 
Ivanete slides
Ivanete slidesIvanete slides
Ivanete slides
IvaneteZution
 
Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010
Eunice Mendes de Oliveira
 
Brincar no Ensino de Língua Portuguesa
Brincar no Ensino de Língua PortuguesaBrincar no Ensino de Língua Portuguesa
Brincar no Ensino de Língua Portuguesa
Shirley Lauria
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
Jakeline Lemos
 
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilBrinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
SimoneHelenDrumond
 
Arielli slides
Arielli slidesArielli slides
Arielli slides
Ariellicepja
 
A relação entre o brincar e o desenvolvimento infantil,
A relação entre o brincar e o  desenvolvimento infantil,A relação entre o brincar e o  desenvolvimento infantil,
A relação entre o brincar e o desenvolvimento infantil,
Caminhos do Autismo
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
Gislaine
 

Mais procurados (20)

A importância de brincar com jogos
A importância de brincar com jogosA importância de brincar com jogos
A importância de brincar com jogos
 
2. brincadeiras
2. brincadeiras2. brincadeiras
2. brincadeiras
 
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
O lúdico  jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...O lúdico  jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
 
O que significa LUDICIDADE?
O que significa LUDICIDADE? O que significa LUDICIDADE?
O que significa LUDICIDADE?
 
A importância dos jogos e brincadeiras na educação infantil
A importância dos jogos e brincadeiras na educação infantilA importância dos jogos e brincadeiras na educação infantil
A importância dos jogos e brincadeiras na educação infantil
 
Oficina Jogos e Brincadeiras
Oficina Jogos e BrincadeirasOficina Jogos e Brincadeiras
Oficina Jogos e Brincadeiras
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
 
O uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantilO uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantil
 
A importância do brincar
A importância do brincarA importância do brincar
A importância do brincar
 
32464a06b1cdd0dd9b24
32464a06b1cdd0dd9b2432464a06b1cdd0dd9b24
32464a06b1cdd0dd9b24
 
Jogo E EducaçãO Infantil
Jogo E EducaçãO InfantilJogo E EducaçãO Infantil
Jogo E EducaçãO Infantil
 
Ivanete slides
Ivanete slidesIvanete slides
Ivanete slides
 
Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010
 
Brincar no Ensino de Língua Portuguesa
Brincar no Ensino de Língua PortuguesaBrincar no Ensino de Língua Portuguesa
Brincar no Ensino de Língua Portuguesa
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
 
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilBrinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
 
Arielli slides
Arielli slidesArielli slides
Arielli slides
 
A relação entre o brincar e o desenvolvimento infantil,
A relação entre o brincar e o  desenvolvimento infantil,A relação entre o brincar e o  desenvolvimento infantil,
A relação entre o brincar e o desenvolvimento infantil,
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
 

Destaque

A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumondA relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Entre quatro paredes
Entre quatro paredesEntre quatro paredes
Entre quatro paredes
Simone Alves
 
Historia dos Hinos do Cantor Cristão
Historia dos Hinos do Cantor CristãoHistoria dos Hinos do Cantor Cristão
Historia dos Hinos do Cantor Cristão
Reinaldo Camacho
 
A criança e o brincar
A criança e o brincarA criança e o brincar
A criança e o brincar
Ateliê Giramundo
 
Conselhos Para Casamento
Conselhos Para CasamentoConselhos Para Casamento
Conselhos Para Casamento
Khaleb Bueno
 
RELIGIÃO NO CASAMENTO
RELIGIÃO NO CASAMENTORELIGIÃO NO CASAMENTO
RELIGIÃO NO CASAMENTO
Pr Ivair Augusto
 
Estudo sobre casamento
Estudo sobre casamentoEstudo sobre casamento
Estudo sobre casamento
Euta Martins Barbosa
 
Anibal pereira dos reis o ecumenismo e os batistas
Anibal pereira dos reis   o ecumenismo e os batistasAnibal pereira dos reis   o ecumenismo e os batistas
Anibal pereira dos reis o ecumenismo e os batistas
Deusdete Soares
 
A história da igreja batista
A história da igreja batistaA história da igreja batista
A história da igreja batista
Yndrews Filliph
 
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTILA IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
cefaprodematupa
 
O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: JOGAR, BRINCAR, UMA FORMA DE EDUCAR
O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: JOGAR, BRINCAR, UMA FORMA DE EDUCARO LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: JOGAR, BRINCAR, UMA FORMA DE EDUCAR
O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: JOGAR, BRINCAR, UMA FORMA DE EDUCAR
Brinquedoteca Joana D'Arc
 
O Brincar e o desenvolvimento infantil para Winnicott
O Brincar e o desenvolvimento infantil para WinnicottO Brincar e o desenvolvimento infantil para Winnicott
O Brincar e o desenvolvimento infantil para Winnicott
Maylu Souza
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
Moisés Sampaio
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
JJOAOPAULO7
 
Palestra família
Palestra famíliaPalestra família
Palestra família
pmgv5
 
Aula de Ensino Religioso - Resgatando Valores
Aula de Ensino Religioso - Resgatando ValoresAula de Ensino Religioso - Resgatando Valores
Aula de Ensino Religioso - Resgatando Valores
hartmanneli
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
Clarice-Borges
 
Aula familia (Professora Maria Cecilia)
Aula familia (Professora Maria Cecilia)Aula familia (Professora Maria Cecilia)
Aula familia (Professora Maria Cecilia)
Caio Grimberg
 
Atividades educação infantil z
Atividades educação infantil zAtividades educação infantil z
Atividades educação infantil z
Andreia DupisStar
 
Ser Criança
Ser CriançaSer Criança
Ser Criança
Renato Cardoso
 

Destaque (20)

A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumondA relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
 
Entre quatro paredes
Entre quatro paredesEntre quatro paredes
Entre quatro paredes
 
Historia dos Hinos do Cantor Cristão
Historia dos Hinos do Cantor CristãoHistoria dos Hinos do Cantor Cristão
Historia dos Hinos do Cantor Cristão
 
A criança e o brincar
A criança e o brincarA criança e o brincar
A criança e o brincar
 
Conselhos Para Casamento
Conselhos Para CasamentoConselhos Para Casamento
Conselhos Para Casamento
 
RELIGIÃO NO CASAMENTO
RELIGIÃO NO CASAMENTORELIGIÃO NO CASAMENTO
RELIGIÃO NO CASAMENTO
 
Estudo sobre casamento
Estudo sobre casamentoEstudo sobre casamento
Estudo sobre casamento
 
Anibal pereira dos reis o ecumenismo e os batistas
Anibal pereira dos reis   o ecumenismo e os batistasAnibal pereira dos reis   o ecumenismo e os batistas
Anibal pereira dos reis o ecumenismo e os batistas
 
A história da igreja batista
A história da igreja batistaA história da igreja batista
A história da igreja batista
 
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTILA IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: JOGAR, BRINCAR, UMA FORMA DE EDUCAR
O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: JOGAR, BRINCAR, UMA FORMA DE EDUCARO LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: JOGAR, BRINCAR, UMA FORMA DE EDUCAR
O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: JOGAR, BRINCAR, UMA FORMA DE EDUCAR
 
O Brincar e o desenvolvimento infantil para Winnicott
O Brincar e o desenvolvimento infantil para WinnicottO Brincar e o desenvolvimento infantil para Winnicott
O Brincar e o desenvolvimento infantil para Winnicott
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Palestra família
Palestra famíliaPalestra família
Palestra família
 
Aula de Ensino Religioso - Resgatando Valores
Aula de Ensino Religioso - Resgatando ValoresAula de Ensino Religioso - Resgatando Valores
Aula de Ensino Religioso - Resgatando Valores
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
 
Aula familia (Professora Maria Cecilia)
Aula familia (Professora Maria Cecilia)Aula familia (Professora Maria Cecilia)
Aula familia (Professora Maria Cecilia)
 
Atividades educação infantil z
Atividades educação infantil zAtividades educação infantil z
Atividades educação infantil z
 
Ser Criança
Ser CriançaSer Criança
Ser Criança
 

Semelhante a A importância de brincar no desenvolvimento saudável

O jogo como recurso de aprendizagem (2010)
O jogo como recurso de aprendizagem (2010)O jogo como recurso de aprendizagem (2010)
O jogo como recurso de aprendizagem (2010)
oficinadeaprendizagemace
 
Combinando jogo e escola promovendo aprendizagem efetiva
Combinando jogo e escola promovendo aprendizagem efetivaCombinando jogo e escola promovendo aprendizagem efetiva
Combinando jogo e escola promovendo aprendizagem efetiva
AlanWillianLeonioSil
 
07 A importância do Lúdico na Educação Infantil.pdf
07 A importância do Lúdico na Educação Infantil.pdf07 A importância do Lúdico na Educação Infantil.pdf
07 A importância do Lúdico na Educação Infantil.pdf
AlinePereira959821
 
O lúdico e a criança
O lúdico e a criançaO lúdico e a criança
O lúdico e a criança
Cecília Alcântara
 
jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renataaguilar.ppt
jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renataaguilar.pptjogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renataaguilar.ppt
jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renataaguilar.ppt
valdicleia castro
 
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
MariaDaLuzGomesdeMed
 
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
josoejunior7478721
 
Brincadeiras individuais e coletivas
Brincadeiras individuais e coletivasBrincadeiras individuais e coletivas
Brincadeiras individuais e coletivas
Ilza Ibelli
 
A importância do jogo no desenvolvimento da criança
A importância do jogo no desenvolvimento da criançaA importância do jogo no desenvolvimento da criança
A importância do jogo no desenvolvimento da criança
Simônica Salgado
 
Apostilha para estudo de seminario
Apostilha para estudo de seminarioApostilha para estudo de seminario
Apostilha para estudo de seminario
patricia vieira
 
Creche projecto educativo_sala_1ano
Creche projecto educativo_sala_1anoCreche projecto educativo_sala_1ano
Creche projecto educativo_sala_1ano
Ana Marto
 
Projeto ludico simone drumond
Projeto ludico simone drumondProjeto ludico simone drumond
Projeto ludico simone drumond
SimoneHelenDrumond
 
Brincar
BrincarBrincar
Brincar
Bruna Campos
 
Adaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidadeAdaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidade
cefaprodematupa
 
Brinquedos e brincadeiras lúdicas
Brinquedos e brincadeiras lúdicasBrinquedos e brincadeiras lúdicas
Brinquedos e brincadeiras lúdicas
Danusinha87
 
2°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso20162°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso2016
Dalva Pereira Martins
 
O Jogo
O Jogo O Jogo
Curso 2 - Alfabetização e Letramento
Curso 2 - Alfabetização e LetramentoCurso 2 - Alfabetização e Letramento
Curso 2 - Alfabetização e Letramento
alfaletra
 
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_criancaA importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
CatiaDuarte_1
 
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_criancaA importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
Ana Teresa
 

Semelhante a A importância de brincar no desenvolvimento saudável (20)

O jogo como recurso de aprendizagem (2010)
O jogo como recurso de aprendizagem (2010)O jogo como recurso de aprendizagem (2010)
O jogo como recurso de aprendizagem (2010)
 
Combinando jogo e escola promovendo aprendizagem efetiva
Combinando jogo e escola promovendo aprendizagem efetivaCombinando jogo e escola promovendo aprendizagem efetiva
Combinando jogo e escola promovendo aprendizagem efetiva
 
07 A importância do Lúdico na Educação Infantil.pdf
07 A importância do Lúdico na Educação Infantil.pdf07 A importância do Lúdico na Educação Infantil.pdf
07 A importância do Lúdico na Educação Infantil.pdf
 
O lúdico e a criança
O lúdico e a criançaO lúdico e a criança
O lúdico e a criança
 
jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renataaguilar.ppt
jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renataaguilar.pptjogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renataaguilar.ppt
jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renataaguilar.ppt
 
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
 
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
25-10-2017-jogosebrinacdeirasnaeducacaoinfantilenociclodealfabetizacao-renata...
 
Brincadeiras individuais e coletivas
Brincadeiras individuais e coletivasBrincadeiras individuais e coletivas
Brincadeiras individuais e coletivas
 
A importância do jogo no desenvolvimento da criança
A importância do jogo no desenvolvimento da criançaA importância do jogo no desenvolvimento da criança
A importância do jogo no desenvolvimento da criança
 
Apostilha para estudo de seminario
Apostilha para estudo de seminarioApostilha para estudo de seminario
Apostilha para estudo de seminario
 
Creche projecto educativo_sala_1ano
Creche projecto educativo_sala_1anoCreche projecto educativo_sala_1ano
Creche projecto educativo_sala_1ano
 
Projeto ludico simone drumond
Projeto ludico simone drumondProjeto ludico simone drumond
Projeto ludico simone drumond
 
Brincar
BrincarBrincar
Brincar
 
Adaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidadeAdaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidade
 
Brinquedos e brincadeiras lúdicas
Brinquedos e brincadeiras lúdicasBrinquedos e brincadeiras lúdicas
Brinquedos e brincadeiras lúdicas
 
2°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso20162°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso2016
 
O Jogo
O Jogo O Jogo
O Jogo
 
Curso 2 - Alfabetização e Letramento
Curso 2 - Alfabetização e LetramentoCurso 2 - Alfabetização e Letramento
Curso 2 - Alfabetização e Letramento
 
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_criancaA importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
 
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_criancaA importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
A importancia do_brincar_no_desenvolvimento_da_crianca
 

Último

Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
helenawaya9
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 

Último (20)

Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 

A importância de brincar no desenvolvimento saudável

  • 3. Neste documento vou-vos apresentar para além de informação teórica de relevo, situações práticas vivenciadas no programa de colaboração com a Coordenação do Ensino Básico de S.Vicente.
  • 4. Programa de jogos tradicionais e recreativos junto das Escolas do Ensino Básico Jogos simples [vaivém, tracção, tiro ao alvo…] e jogos mais complexos [hóquei de vassoura,...]
  • 5. 1º e 2º ano: Jogos mais complexos  Demasiadas regras  Demasiadas restrições  Desinteresse rápido  Distracções constantes  Adaptação do jogo , cada um jogava como queria
  • 6. Jogos simples, regras elementares  Diversão  Poucas distracções  Empenho em atingir os objectivos
  • 7. Academia Carlos Alhinho Escalões mais jovens  Imposição de regras rígidas durante os treinos  Durante 2 minutos as regras eram cumpridas, nos restantes 15 minutos praticava-se boxe, ginástica, basket, rugby,…  Treinador desesperado
  • 8. Porquê? Será falta de pulso por parte dos orientadores? Ou os jogos demasiado restritivos e complexos não serão os mais apropriados para esta faixa etária?
  • 10. Brincar é tão importante para o desenvolvimento óptimo das crianças, que é reconhecido pelas Nações Unidas como um direito fundamental de todas as crianças.
  • 11. Segundo a American Academy of Pediatrics, brincar é essencial para o desenvolvimento, pois contribui para o desenvolvimento cognitivo, físico, social e para o bem-estar emocional das crianças e jovens. A mesma fonte refere ainda que brincar permite às crianças usarem a sua criatividade, desenvolvendo a imaginação, destreza e força emocional. Brincar é importantíssimo para o desenvolvimento de um cérebro saudável.
  • 12. É através da brincadeira que as crianças interagem com o mundo em seu redor. Brincar permite à criança criar e explorar um mundo que dominam, vencendo os seus medos enquanto experienciam os papéis de adultos. Quando dominam o seu mundo, brincar ajuda as crianças a adquirir novas competências que levam a uma maior confiança e resiliência que vão necessitar para enfrentar os desafios futuros.
  • 13. Indirectamente brincar permite que as crianças aprendam a trabalhar em grupo, a partilhar, a negociar, a resolver conflitos, e a desenvolver capacidades de auto-defesa. Quando é permitido à criança controlar a brincadeira, esta pratica tomadas de decisão importantes, movendo-se ao seu próprio ritmo, descobrindo as suas áreas de interesse. Idealmente, muitas das brincadeiras devem envolver adultos, mas quando são controladas por adultos a criança tende a tentar adaptar-se às preocupações e regras dos adultos, perdendo assim alguns dos benefícios que brincar [apenas com a assistência dos adultos] lhes oferece, particularmente quando falamos do desenvolvimento de habilidades, criatividade, liderança e espírito de grupo.
  • 14. Apesar dos numerosos benefícios associados ao brincar, o tempo para brincar livremente tem sido substancialmente reduzido para algumas crianças. Esta tendência até afecta as “crianças jardim de infância”, que têm vindo a sofrer uma redução importante do tempo para brincar para dar espaço a situações mais “académicas”. Estas modificações têm implicações na capacidade das crianças armazenarem novas informações, porque a capacidade cognitiva das crianças é reforçada por uma clara e significativa alteração das actividades. Uma mudança na instrução académica não oferece essa alteração clara no esforço cognitivo e certamente não oferece desenvolvimento motor adequado. Mesmo uma aula de educação física demasiado estruturada pode não oferecer o mesmo benefício que brincar com alguma liberdade.
  • 16. Segundo refere Jenkinson [2001] no documento The Genius of Play: Celebrating the Spirit of Childhood as crianças brincam melhor:  Quando os adultos estão atentos [são assistentes das brincadeiras], mas não intrusivos, quando o terreno é seguro dando coragem para desenvolver novas descobertas e aventuras;  Quando a sua confiança na vida é absoluta, não temendo o desconhecido, sendo destemidos;  Quando as suas brincadeiras estão livres das preocupações dos adultos e as suas transformações não requerem produto final;
  • 17. Quando os seus sentidos estão directamente ligados à natureza e aos elementos;  Quando as crianças são livres para se tornarem os construtores, os criadores do seu próprio mundo;  Quando podem brincar com outros e desenvolver relações;
  • 18. Quando podem brincar sozinho, ser solitário, ter a sua privacidade;  Quando se podem “transformar” em novos seres através das suas brincadeiras;  Quando podem revelar-se, as suas alegrias, sofrimentos e preocupações, sem medo do ridículo. E quando o mistério e a imaginação não são negadas pelos factos.
  • 20. Brincar é parte integrante do ambiente académico. Assegurando que a escola tem em linha de conta o desenvolvimento social e emocional da criança, bem como as suas competências cognitivas. Tem sido demonstrado em diversos estudos que brincar ajuda as crianças a adaptarem-se ao ambiente escolar e até mesmo a melhorar a prontidão para a aprendizagem.
  • 21. A criança não pode ser considerada um adulto em miniatura, mas um autêntico indivíduo, dispondo das suas leis de vida específicas. Considerar a criança como um adulto em miniatura leva a insistir em que as diferenças entre eles são de grau, enquanto na realidade são de naturezas diferentes, e conduz ainda à apreciação da criança segundo normas exclusivamente adultas [Edgar Thill, 1989]
  • 22. Ainda segundo Edgar Thill, o educador físico, do mesmo modo que outros educadores, não pode ser dispensado de um conhecimento aprofundado da criança, tal como não pode ignorar as leis do desenvolvimento a que esta se encontra submetida. Assim, estará apto a propor actividades educativas melhor adaptadas às necessidades dos alunos , aumentando a eficácia da sua pedagogia, evitando cometer erros prejudiciais às crianças.
  • 23. Aos 8 anos a criança é corajosa, empreendedora e atraída pelo desporto. Aos 9 a sua motivação pessoal e a auto-estimulação, para o cumprimento de tarefas, são muito fortes. É a idade da independência, ano charneira entre a infância e a pré-adolescência. Por fim, aos 11 anos, o espírito competitivo está muito desenvolvido. Também as capacidades coordenativas, como sejam a reacção, o ritmo, o equilíbrio, a orientação e a capacidade de diferenciação, têm a sua fase sensível durante a infância, particularmente entre os 7 e os 9/10 anos.
  • 24. Entre os 9 e os 12 anos as crianças vivem o seu melhor período de aprendizagem, ou seja, em que revelam maior capacidade de aprendizagem motora [Meinel e Schnabel, 1976]. As habilidades e as técnicas podem ser aprendidas a partir de uma capacidade espontânea de imitação, que é provocada por movimentos internos de acompanhamento durante a observação. É esta a razão porque as crianças necessitam de bons exemplos ou de bons modelos, em termos dos movimentos que têm de efectuar.
  • 25. Todos os conhecimentos acumulados sobre o desenvolvimento da criança são de grande utilidade para o educador que, recorrendo a estes dados, pode adaptar o conteúdo do seu ensino à evolução psicogenética dos seus alunos. As diferentes etapas do desenvolvimento físico, psicomotor, afectivo, cognitivo e social constituem preciosos pontos de referência, indispensáveis ao estabelecimento dos conteúdos a ensinar. Por outro lado, adaptando-se às estruturas mentais da criança, em cada período, o educador consegue obter a sua adesão e apoiar-se numa motivação real.
  • 27. No que concerne ao educador físico e desportivo, deverá combinar, sobretudo a partir dos 7-8 anos, trabalho individual com trabalho de grupo, embora este ultimo só seja verdadeiramente eficaz cerca dos 9-10 anos. O estudo do desenvolvimento da criança também insistiu no valor pedagógico e na importância funcional do jogo, no período pré-escolar e escolar, entre 3 e 11 anos. O jogo põe em funcionamento todas as actividades perceptivas sensoriomotoras, estimula os diferentes domínios da afectividade e necessita de procedimentos cognitivos mais ou menos complexos.