SlideShare uma empresa Scribd logo
Sobre a autora
 Maria Teresa Maia Gonzalez é uma escritora portuguesa
que nasceu em Coimbra, em 1958. É licenciada em Línguas e
Literaturas Modernas, especificamente em Estudos Franceses e
Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
Foi professora de Português de 1982 a 1997, nos ensinos
público e privado.
 Tem diversos livros editados, tais como, Gaspar & Mariana,
A Fonte dos Segredos, O Guarda da Praia, O Incendiário
Misterioso, A Lua de Joana (que foi o seu maior êxito
editorial), Histórias com Jesus e A Cruz Vazia. Também é
autora da coleção Profissão: Adolescente que, com 26 títulos
publicados, já foram vendidos mais de 300.000 exemplares.
Com Maria do Rosário Pedreira, é coautora da colecção O
Clube das Chaves, em que se publicaram 21 volumes.
Recentemente, começou a escrever outra coleção intitulada por
Um Palco na Escola. Os seus livros são um sucesso entre os
 Indicação Bibliográfica
o Título – A fonte dos segredos
o Autor – Maria Teresa Maia Gonzalez
o Editor – Pi (Babel)
o Tipo de livro – Infantojuvenil; Aventura; Memória
Sobre o livro
 A personagem de que
mais gostei foi o Gustavo,
porque estimava a
natureza , nomeadamente
animais, e aprendeu com a
avó Celeste, sua fã nº1,
que é importante ser livre.
 As personagens de que
menos gostei foram os
gémeos Dudu e
Dadá, porque eram
cábulas, falavam com
gozo para o seu meio-
irmão Gustavo e só o
importunavam.
 O lugar descrito que mais
me impressionou foi a
fonte dos segredos ,
também conhecida por
fonte dos namorados, que
tem origem numa lenda
antiga, traduzindo a
coragem e valentia de um
bombeiro.
 O momento da ação que
gostaria de ter vivido foi
quando o Gustavo foi com
o pai a uma quinta para
assistir ao nascimento de
um potro e recebeu de lá
um cachorrinho, que
passou a ser mais um dos
animais do seu jardim
zoológico.
 Desagradou-me o
desfecho da história, uma
vez que Joana voltou para
Lisboa e Gustavo partiu
para um internato para
começar o primeiro
ano, deixando os seus
mais íntimos (animais), os
seus amigos, a sua
família, mas sobretudo, a
sua avó Celeste.
 Conselhos à leitura do
livro:
I. Conter uma linguagem
adequada à idade
juvenil;
II. Possuir um desfecho
triste, que pode
emocionar, motivando o
leitor;
III. Ser um livro de
memória, falando da
descoberta da vida, do
mundo, do amor e dos
porqu
e
 Apreciação de
frases/expressões
“ _ Estou a ver que gostas
muito de bichos!
_ É… Especialmente de
alguns.
_ Gafanhotos?... - inquiriu
sorrindo.
_ Joaninhas…”
foram expressões em que
Gustavo mais demonstrou
a sua paixão por Joana ,
mas de forma subjetiva.
 Existe ligação entre a capa e a obra, visto que a primeira
representa Gustavo a ajudar Joana a andar de bicicleta,
relacionando-se com o momento da ação em que a
rapariga era nova na Fonte Branca, estava habituada à
vida na cidade e foi motivada pelo narrador a conhecer
aquele ambiente natural e a descobrir novas amizades.
o Introdução
Este livro retrata o verão que mais marcou a vida
juvenil de Gustavo, um rapaz que descobre a sua
verdadeira vocação muito cedo: ser veterinário e até
mesmo cientista ou zoólogo. Ele tinha um
“laboratório” em casa, no seu quintal, uma vez que
adorava a natureza. O espaço descrito nesta obra é
Fonte Branca, local onde o narrador vive. Ele fala-
nos das suas descobertas incríveis (amizade, amor,
família e mundo), sempre acompanhado pelos seus
“mais íntimos”, os animais.
 Assunto/Resumo
o I - O Professor Timóteo
Este capítulo fala-nos do final das aulas da quarta
classe de Gustavo. Ele apresenta a sua família, os
animais do seu laboratório e o seu inteligente
professor Timóteo, que a partir de um livro que ele
lhe deu, descobriu que gostava da sua impertinente
tia Encarnação. Ele ainda saiu deste ano letivo,
encontrando a sua veia poética e humorista.
o II – O leque dos pavões tristes
Aqui, Gustavo fala da encantadora relação com a sua avó
Celeste, que mais determinou a sua infância. Ela conta-lhe a
história do seu avô Hugo, que fora aviador e sempre teve o
sonho de voar como as aves, mas, infelizmente, faleceu.
Mostrou-lhe também o seu ateliê , onde se encontravam
vários leques pintados por ela e o seu mais recente, a que
chamou “leque dos pavões tristes”, explicando-lhe que as
aves são os animais que têm melhor vida, exceto os
pavões, pois não são livres; até podem ter uma grandíssima
beleza, mas não conseguem voar, logo estão representados
com tristeza.
o III – O meu pai
Outra personagem significante na sua vida foi o seu pai. Nas
férias, o narrador conta a viagem que ele fez com o pai a
uma quinta onde pôde ver os dólmenes de Fonte Branca,
assistir ao nascimento de um potro e trazer dessa quinta um
cachorro, que passou a ser mais um dos seus íntimos
(animais).
o IV – Bichos-carpinteiros
Ele passou o estio, muitas vezes, com a companhia dos seus
amigos que tinham cada um uma alcunha: o Litos, o Pelé, o
Badalo, o Dentes-de-aço e o Conta-Gotas (que não esteve
presente durante um mês). Estes foram verdadeiros amigos
nas suas aventuras e encrencas.
o V – Bichos-do-mato
Este capítulo relata a comemoração do 10º aniversário de
Gustavo e a chegada dos seus meios-irmãos gémeos Dudu e
Dadá, que já andavam na faculdade e só o importunavam.
Ele chamava-os de “cábulas” e de “exilados”. Nesse dia, o
narrador recebeu o melhor presente que podia ter, dado pelo
seu pai, que foi uma bicicleta. A partir daqui, ele fez as suas
caminhadas à serra com a sua nova prenda.
o VI – Joaninha, voa, voa…
Gustavo fala da sua ida à feira e da sua nova
amizade, Joana, que era uma rapariga lisboeta, sobrinha-neta
de uma vizinha dele, por quem se apaixonou. Não sabia
andar de bicicleta, pelo que Gustavo prometeu-lhe ensinar.
o VII – O passeio à serra
Neste capítulo, Gustavo, juntamente com os seus
amigos, ajudam a Joana a andar de bicicleta, passeando pela
serra. Ele descobre que os pais dela estão em vias de se
divorciar, ficando preocupadíssimo, e revela-lhe que adora a
natureza, a vida animal e que sonha ser, um dia, um cientista
famoso.
o VIII – Peixes de água doce
Gustavo aproveita para descansar junto ao rio, onde, com os
seus amigos, nada e desenha um retrato dos olhos de Joana,
a que ela os chama de peixes de água doce.
o IX – No quintal
Gustavo leva Joana ao seu quintal para conhecer o seu
“laboratório” e “jardim zoológico”, influenciando-a a gostar
mais da vila e da natureza. Ela depois acabou por ter um
grande afeto para com o cachorro de Gustavo.
o X – É fogo
O narrador prevê a existência dos vários incêndios durante
esta época quente e, um dia, ocorre um destes junto à casa
de um grande amigo seu, Manel Bezerra, que é pastor e
apicultor. Ele, sabendo do acontecimento, esconde-se dentro
do carro dos bombeiros e aparece no local para ajudá-lo.
Mais tarde, espera no centro de saúde para ver se o seu
amigo se encontrava bem, mostrando a sua lealdade para
com os seus.
o XI – A fonte dos segredos
Gustavo e Joana passeiam até à fonte dos segredos, ou fonte
dos namorados, e ele revela-lhe a lenda antiga daquele lugar.
Conta-se que, há muitos anos, houve um fogo terrível e um
bombeiro famoso de Fonte Branca, que era corajoso, foi
capaz de salvar um aprendiz de serralheiro, mas voltou ao
local para apagá-lo. Infelizmente, morreu, e a sua namorada
veio sentar-se naquela fonte; chorou tanto, que acabou por
secá-la, como se fosse magia.
o XII – Solidários
Neste capítulo, Joana regressa à cidade com o seu pai e, para
que Gustavo se sinta melhor, vai ao encontro do seu sempre
amigo Manel Bezerra. Este dá-lhe conselhos e diz-lhe que o
seu filho, que está na Suíça, convidou-o a ir também para lá.
O narrador pede-lhe ainda para o deixar de tratar por “tu” e
por “menino”.
o XIII – O fantasma do sacristão
As férias estavam a chegar ao fim e Gustavo estava quase a
partir para o internato. Ele e os seus amigos foram visitar as
grutas, recebe notícias de Joana e tem uma conversa com a
avó Celeste sobre as flores. Ela explica-lhe que nunca
pintou flores, devido a serem criaturas estáticas, porque
apenas gosta de representar o que se movimenta.
o XIV – Herdeiros
Gustavo chega ao dia de partida, deixando o seu quintal, os
seus “mais íntimos”, que ficam com os seus amigos e com o
seu pai enquanto estiver ausente, a sua família, mas
sobretudo, a sua avó Celeste que, na despedida, estava
colada à janela do ateliê, no seu roupão branco de seda e
tinha nas suas mãos o leque dos pavões tristes.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Orgulho e Preconceito de Jane Austen
Orgulho e Preconceito de Jane AustenOrgulho e Preconceito de Jane Austen
Orgulho e Preconceito de Jane Austen
Rita Silva
 
"A Lua de Joana"
"A Lua de Joana""A Lua de Joana"
"A Lua de Joana"
helenafrancisco
 
A turma de 6º ano apresenta-se
A turma de 6º ano apresenta-seA turma de 6º ano apresenta-se
A turma de 6º ano apresenta-se
Isabel DA COSTA
 
"A volta ao mundo em 80 dias " por Júlio Verne
"A volta ao mundo em 80 dias " por Júlio Verne"A volta ao mundo em 80 dias " por Júlio Verne
"A volta ao mundo em 80 dias " por Júlio Verne
Ana Carolina Abreu
 
A viúva e o papagaio
A viúva e o papagaioA viúva e o papagaio
A viúva e o papagaio
David Costa DC
 
Relatório de leitura - a lua de joana
Relatório de leitura - a lua de joanaRelatório de leitura - a lua de joana
Relatório de leitura - a lua de joana
Mariana Monteiro
 
O principezinho - resumo
O principezinho - resumoO principezinho - resumo
O principezinho - resumo
sofiasimao
 
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatrizSexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
fantas45
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
Vanda Marques
 
Relatório da visita de estudo s. filipe
Relatório da visita de estudo s. filipeRelatório da visita de estudo s. filipe
Relatório da visita de estudo s. filipe
Tina Lima
 
A lua de joana
A lua de joana A lua de joana
A lua de joana
Ana Sousa
 
Chocolate à chuva alice vieira
Chocolate à chuva   alice vieiraChocolate à chuva   alice vieira
Chocolate à chuva alice vieira
mafaldagrego
 
Lourenço pp
Lourenço ppLourenço pp
Lourenço pp
fantas45
 
Teste a aia 2
Teste a aia 2Teste a aia 2
Teste a aia 2
sandramarques8
 
Resumo História do gato e da gaivota
Resumo História do gato e da gaivotaResumo História do gato e da gaivota
Resumo História do gato e da gaivota
José Peres Barros
 
Uma aventura
Uma aventuraUma aventura
Uma aventura
Belmira Baptista
 
A lua de joana joana gonçalves
A lua de joana   joana gonçalvesA lua de joana   joana gonçalves
A lua de joana joana gonçalves
fantas45
 
Ro margarida9ºa
Ro margarida9ºaRo margarida9ºa
Ro margarida9ºa
Odete Almeida
 
A pérola, de John Steinbeck
A pérola, de John SteinbeckA pérola, de John Steinbeck
A pérola, de John Steinbeck
esodateliesbe
 
Apresentação Sobre o Livro A lua de joana
Apresentação Sobre o Livro A lua de joanaApresentação Sobre o Livro A lua de joana
Apresentação Sobre o Livro A lua de joana
Eduduardo Oliveira
 

Mais procurados (20)

Orgulho e Preconceito de Jane Austen
Orgulho e Preconceito de Jane AustenOrgulho e Preconceito de Jane Austen
Orgulho e Preconceito de Jane Austen
 
"A Lua de Joana"
"A Lua de Joana""A Lua de Joana"
"A Lua de Joana"
 
A turma de 6º ano apresenta-se
A turma de 6º ano apresenta-seA turma de 6º ano apresenta-se
A turma de 6º ano apresenta-se
 
"A volta ao mundo em 80 dias " por Júlio Verne
"A volta ao mundo em 80 dias " por Júlio Verne"A volta ao mundo em 80 dias " por Júlio Verne
"A volta ao mundo em 80 dias " por Júlio Verne
 
A viúva e o papagaio
A viúva e o papagaioA viúva e o papagaio
A viúva e o papagaio
 
Relatório de leitura - a lua de joana
Relatório de leitura - a lua de joanaRelatório de leitura - a lua de joana
Relatório de leitura - a lua de joana
 
O principezinho - resumo
O principezinho - resumoO principezinho - resumo
O principezinho - resumo
 
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatrizSexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Relatório da visita de estudo s. filipe
Relatório da visita de estudo s. filipeRelatório da visita de estudo s. filipe
Relatório da visita de estudo s. filipe
 
A lua de joana
A lua de joana A lua de joana
A lua de joana
 
Chocolate à chuva alice vieira
Chocolate à chuva   alice vieiraChocolate à chuva   alice vieira
Chocolate à chuva alice vieira
 
Lourenço pp
Lourenço ppLourenço pp
Lourenço pp
 
Teste a aia 2
Teste a aia 2Teste a aia 2
Teste a aia 2
 
Resumo História do gato e da gaivota
Resumo História do gato e da gaivotaResumo História do gato e da gaivota
Resumo História do gato e da gaivota
 
Uma aventura
Uma aventuraUma aventura
Uma aventura
 
A lua de joana joana gonçalves
A lua de joana   joana gonçalvesA lua de joana   joana gonçalves
A lua de joana joana gonçalves
 
Ro margarida9ºa
Ro margarida9ºaRo margarida9ºa
Ro margarida9ºa
 
A pérola, de John Steinbeck
A pérola, de John SteinbeckA pérola, de John Steinbeck
A pérola, de John Steinbeck
 
Apresentação Sobre o Livro A lua de joana
Apresentação Sobre o Livro A lua de joanaApresentação Sobre o Livro A lua de joana
Apresentação Sobre o Livro A lua de joana
 

Destaque

Lingua portuguesa a pesquisa e o trabalho em sala de aula
Lingua portuguesa a pesquisa e o trabalho em sala de aulaLingua portuguesa a pesquisa e o trabalho em sala de aula
Lingua portuguesa a pesquisa e o trabalho em sala de aula
dlpemacao
 
Biografia de maria teresa maia gonzalez
Biografia de maria teresa maia gonzalezBiografia de maria teresa maia gonzalez
Biografia de maria teresa maia gonzalez
mariafernandabrito
 
Biografia de maria teresa maia gongalez
Biografia de maria teresa maia gongalezBiografia de maria teresa maia gongalez
Biografia de maria teresa maia gongalez
inovato
 
Gilberto
GilbertoGilberto
Cópia de o espantalho enamorado
Cópia de o espantalho enamoradoCópia de o espantalho enamorado
Cópia de o espantalho enamorado
catarina01
 
Apresentacao Maria Teresa Gonzalez
Apresentacao  Maria Teresa GonzalezApresentacao  Maria Teresa Gonzalez
Apresentacao Maria Teresa Gonzalez
Escola EB 2,3 Infante Dom Fernando
 
Como elaborar uma ficha de leitura
Como elaborar uma ficha de leituraComo elaborar uma ficha de leitura
Como elaborar uma ficha de leitura
carinaflash
 

Destaque (7)

Lingua portuguesa a pesquisa e o trabalho em sala de aula
Lingua portuguesa a pesquisa e o trabalho em sala de aulaLingua portuguesa a pesquisa e o trabalho em sala de aula
Lingua portuguesa a pesquisa e o trabalho em sala de aula
 
Biografia de maria teresa maia gonzalez
Biografia de maria teresa maia gonzalezBiografia de maria teresa maia gonzalez
Biografia de maria teresa maia gonzalez
 
Biografia de maria teresa maia gongalez
Biografia de maria teresa maia gongalezBiografia de maria teresa maia gongalez
Biografia de maria teresa maia gongalez
 
Gilberto
GilbertoGilberto
Gilberto
 
Cópia de o espantalho enamorado
Cópia de o espantalho enamoradoCópia de o espantalho enamorado
Cópia de o espantalho enamorado
 
Apresentacao Maria Teresa Gonzalez
Apresentacao  Maria Teresa GonzalezApresentacao  Maria Teresa Gonzalez
Apresentacao Maria Teresa Gonzalez
 
Como elaborar uma ficha de leitura
Como elaborar uma ficha de leituraComo elaborar uma ficha de leitura
Como elaborar uma ficha de leitura
 

Semelhante a A fonte dos segredos

Contacto 1.º período
Contacto   1.º períodoContacto   1.º período
Contacto 1.º período
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Sugestões de leitura
Sugestões de leituraSugestões de leitura
Sugestões de leitura
Fernanda Oliveira
 
Sugestões de leitura
Sugestões de leituraSugestões de leitura
Sugestões de leitura
Fernanda Oliveira
 
"As gémeas no colégio de Santa Clara"
"As gémeas no colégio de Santa Clara""As gémeas no colégio de Santa Clara"
"As gémeas no colégio de Santa Clara"
IsabelPereira2010
 
Novos livros
Novos livrosNovos livros
Semana Da Leitura Filipa
Semana Da Leitura FilipaSemana Da Leitura Filipa
Semana Da Leitura Filipa
portuguese24
 
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contosALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
DeJ1106Games
 
A Moreninhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.pptx
A Moreninhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.pptxA Moreninhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.pptx
A Moreninhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.pptx
Emma406338
 
Proj letura
Proj leturaProj letura
Proj letura
Teresa Pombo
 
.
..
Contacto março 2014
Contacto   março 2014Contacto   março 2014
Contacto março 2014
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Contacto março 2014
Contacto  março 2014Contacto  março 2014
Contacto março 2014
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Biografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obrasBiografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obras
martamedeiros
 
Estrutura Gato Malhado Andorinha Sinha
Estrutura Gato Malhado Andorinha SinhaEstrutura Gato Malhado Andorinha Sinha
Estrutura Gato Malhado Andorinha Sinha
armindaalmeida
 
PNL pré-escolar e 1º ciclo
PNL pré-escolar e 1º cicloPNL pré-escolar e 1º ciclo
PNL pré-escolar e 1º ciclo
Paula Morgado
 
Boletim Contacto - julho de 2020
Boletim Contacto -  julho de 2020Boletim Contacto -  julho de 2020
Boletim Contacto - julho de 2020
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Anabela Mimoso
Anabela Mimoso  Anabela Mimoso
Anabela Mimoso
becreebsr
 
Leituras 5ano
Leituras 5anoLeituras 5ano
Leituras 5ano
beaerm
 
Memórias postumas de brás cubas
Memórias postumas de brás cubasMemórias postumas de brás cubas
Memórias postumas de brás cubas
VIVIAN TROMBINI
 
O meu livro preferido
O meu livro preferidoO meu livro preferido
O meu livro preferido
José Cunha
 

Semelhante a A fonte dos segredos (20)

Contacto 1.º período
Contacto   1.º períodoContacto   1.º período
Contacto 1.º período
 
Sugestões de leitura
Sugestões de leituraSugestões de leitura
Sugestões de leitura
 
Sugestões de leitura
Sugestões de leituraSugestões de leitura
Sugestões de leitura
 
"As gémeas no colégio de Santa Clara"
"As gémeas no colégio de Santa Clara""As gémeas no colégio de Santa Clara"
"As gémeas no colégio de Santa Clara"
 
Novos livros
Novos livrosNovos livros
Novos livros
 
Semana Da Leitura Filipa
Semana Da Leitura FilipaSemana Da Leitura Filipa
Semana Da Leitura Filipa
 
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contosALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
 
A Moreninhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.pptx
A Moreninhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.pptxA Moreninhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.pptx
A Moreninhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.pptx
 
Proj letura
Proj leturaProj letura
Proj letura
 
.
..
.
 
Contacto março 2014
Contacto   março 2014Contacto   março 2014
Contacto março 2014
 
Contacto março 2014
Contacto  março 2014Contacto  março 2014
Contacto março 2014
 
Biografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obrasBiografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obras
 
Estrutura Gato Malhado Andorinha Sinha
Estrutura Gato Malhado Andorinha SinhaEstrutura Gato Malhado Andorinha Sinha
Estrutura Gato Malhado Andorinha Sinha
 
PNL pré-escolar e 1º ciclo
PNL pré-escolar e 1º cicloPNL pré-escolar e 1º ciclo
PNL pré-escolar e 1º ciclo
 
Boletim Contacto - julho de 2020
Boletim Contacto -  julho de 2020Boletim Contacto -  julho de 2020
Boletim Contacto - julho de 2020
 
Anabela Mimoso
Anabela Mimoso  Anabela Mimoso
Anabela Mimoso
 
Leituras 5ano
Leituras 5anoLeituras 5ano
Leituras 5ano
 
Memórias postumas de brás cubas
Memórias postumas de brás cubasMemórias postumas de brás cubas
Memórias postumas de brás cubas
 
O meu livro preferido
O meu livro preferidoO meu livro preferido
O meu livro preferido
 

Mais de PAFB

O planeta cilíndrico
O planeta cilíndricoO planeta cilíndrico
O planeta cilíndrico
PAFB
 
Marquês de pombal power-point
Marquês de pombal  power-pointMarquês de pombal  power-point
Marquês de pombal power-point
PAFB
 
Ficha de leitura 13
Ficha de leitura 13Ficha de leitura 13
Ficha de leitura 13
PAFB
 
Ficha de leitura 12
Ficha de leitura 12Ficha de leitura 12
Ficha de leitura 12
PAFB
 
Ficha de leitura 6
Ficha de leitura 6Ficha de leitura 6
Ficha de leitura 6
PAFB
 
Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1
PAFB
 
Revolução dos cravos
Revolução dos cravosRevolução dos cravos
Revolução dos cravos
PAFB
 
Valores humanos justiça
Valores humanos   justiçaValores humanos   justiça
Valores humanos justiça
PAFB
 
Valores humanos ética
Valores humanos   éticaValores humanos   ética
Valores humanos ética
PAFB
 
Valores humanos disciplina
Valores humanos   disciplinaValores humanos   disciplina
Valores humanos disciplina
PAFB
 
Valores humanos
Valores humanosValores humanos
Valores humanos
PAFB
 
Valores humanos paz
Valores humanos   pazValores humanos   paz
Valores humanos paz
PAFB
 
O peixe azul
O peixe azulO peixe azul
O peixe azul
PAFB
 
Ficha de leitura 9
Ficha de leitura 9Ficha de leitura 9
Ficha de leitura 9
PAFB
 
Ficha de leitura 8
Ficha de leitura 8Ficha de leitura 8
Ficha de leitura 8
PAFB
 
Ficha de leitura 7
Ficha de leitura 7Ficha de leitura 7
Ficha de leitura 7
PAFB
 
Ficha de leitura 5
Ficha de leitura 5Ficha de leitura 5
Ficha de leitura 5
PAFB
 
Ficha de leitura 3
Ficha de leitura 3Ficha de leitura 3
Ficha de leitura 3
PAFB
 
Ficha de leitura 4
Ficha de leitura 4Ficha de leitura 4
Ficha de leitura 4
PAFB
 
Ficha de leitura 2
Ficha de leitura 2Ficha de leitura 2
Ficha de leitura 2
PAFB
 

Mais de PAFB (20)

O planeta cilíndrico
O planeta cilíndricoO planeta cilíndrico
O planeta cilíndrico
 
Marquês de pombal power-point
Marquês de pombal  power-pointMarquês de pombal  power-point
Marquês de pombal power-point
 
Ficha de leitura 13
Ficha de leitura 13Ficha de leitura 13
Ficha de leitura 13
 
Ficha de leitura 12
Ficha de leitura 12Ficha de leitura 12
Ficha de leitura 12
 
Ficha de leitura 6
Ficha de leitura 6Ficha de leitura 6
Ficha de leitura 6
 
Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1
 
Revolução dos cravos
Revolução dos cravosRevolução dos cravos
Revolução dos cravos
 
Valores humanos justiça
Valores humanos   justiçaValores humanos   justiça
Valores humanos justiça
 
Valores humanos ética
Valores humanos   éticaValores humanos   ética
Valores humanos ética
 
Valores humanos disciplina
Valores humanos   disciplinaValores humanos   disciplina
Valores humanos disciplina
 
Valores humanos
Valores humanosValores humanos
Valores humanos
 
Valores humanos paz
Valores humanos   pazValores humanos   paz
Valores humanos paz
 
O peixe azul
O peixe azulO peixe azul
O peixe azul
 
Ficha de leitura 9
Ficha de leitura 9Ficha de leitura 9
Ficha de leitura 9
 
Ficha de leitura 8
Ficha de leitura 8Ficha de leitura 8
Ficha de leitura 8
 
Ficha de leitura 7
Ficha de leitura 7Ficha de leitura 7
Ficha de leitura 7
 
Ficha de leitura 5
Ficha de leitura 5Ficha de leitura 5
Ficha de leitura 5
 
Ficha de leitura 3
Ficha de leitura 3Ficha de leitura 3
Ficha de leitura 3
 
Ficha de leitura 4
Ficha de leitura 4Ficha de leitura 4
Ficha de leitura 4
 
Ficha de leitura 2
Ficha de leitura 2Ficha de leitura 2
Ficha de leitura 2
 

A fonte dos segredos

  • 1.
  • 2. Sobre a autora  Maria Teresa Maia Gonzalez é uma escritora portuguesa que nasceu em Coimbra, em 1958. É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, especificamente em Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Foi professora de Português de 1982 a 1997, nos ensinos público e privado.  Tem diversos livros editados, tais como, Gaspar & Mariana, A Fonte dos Segredos, O Guarda da Praia, O Incendiário Misterioso, A Lua de Joana (que foi o seu maior êxito editorial), Histórias com Jesus e A Cruz Vazia. Também é autora da coleção Profissão: Adolescente que, com 26 títulos publicados, já foram vendidos mais de 300.000 exemplares. Com Maria do Rosário Pedreira, é coautora da colecção O Clube das Chaves, em que se publicaram 21 volumes. Recentemente, começou a escrever outra coleção intitulada por Um Palco na Escola. Os seus livros são um sucesso entre os
  • 3.  Indicação Bibliográfica o Título – A fonte dos segredos o Autor – Maria Teresa Maia Gonzalez o Editor – Pi (Babel) o Tipo de livro – Infantojuvenil; Aventura; Memória Sobre o livro
  • 4.  A personagem de que mais gostei foi o Gustavo, porque estimava a natureza , nomeadamente animais, e aprendeu com a avó Celeste, sua fã nº1, que é importante ser livre.  As personagens de que menos gostei foram os gémeos Dudu e Dadá, porque eram cábulas, falavam com gozo para o seu meio- irmão Gustavo e só o importunavam.
  • 5.  O lugar descrito que mais me impressionou foi a fonte dos segredos , também conhecida por fonte dos namorados, que tem origem numa lenda antiga, traduzindo a coragem e valentia de um bombeiro.  O momento da ação que gostaria de ter vivido foi quando o Gustavo foi com o pai a uma quinta para assistir ao nascimento de um potro e recebeu de lá um cachorrinho, que passou a ser mais um dos animais do seu jardim zoológico.
  • 6.  Desagradou-me o desfecho da história, uma vez que Joana voltou para Lisboa e Gustavo partiu para um internato para começar o primeiro ano, deixando os seus mais íntimos (animais), os seus amigos, a sua família, mas sobretudo, a sua avó Celeste.  Conselhos à leitura do livro: I. Conter uma linguagem adequada à idade juvenil; II. Possuir um desfecho triste, que pode emocionar, motivando o leitor; III. Ser um livro de memória, falando da descoberta da vida, do mundo, do amor e dos
  • 7. porqu e  Apreciação de frases/expressões “ _ Estou a ver que gostas muito de bichos! _ É… Especialmente de alguns. _ Gafanhotos?... - inquiriu sorrindo. _ Joaninhas…” foram expressões em que Gustavo mais demonstrou a sua paixão por Joana , mas de forma subjetiva.
  • 8.  Existe ligação entre a capa e a obra, visto que a primeira representa Gustavo a ajudar Joana a andar de bicicleta, relacionando-se com o momento da ação em que a rapariga era nova na Fonte Branca, estava habituada à vida na cidade e foi motivada pelo narrador a conhecer aquele ambiente natural e a descobrir novas amizades.
  • 9. o Introdução Este livro retrata o verão que mais marcou a vida juvenil de Gustavo, um rapaz que descobre a sua verdadeira vocação muito cedo: ser veterinário e até mesmo cientista ou zoólogo. Ele tinha um “laboratório” em casa, no seu quintal, uma vez que adorava a natureza. O espaço descrito nesta obra é Fonte Branca, local onde o narrador vive. Ele fala- nos das suas descobertas incríveis (amizade, amor, família e mundo), sempre acompanhado pelos seus “mais íntimos”, os animais.  Assunto/Resumo
  • 10. o I - O Professor Timóteo Este capítulo fala-nos do final das aulas da quarta classe de Gustavo. Ele apresenta a sua família, os animais do seu laboratório e o seu inteligente professor Timóteo, que a partir de um livro que ele lhe deu, descobriu que gostava da sua impertinente tia Encarnação. Ele ainda saiu deste ano letivo, encontrando a sua veia poética e humorista.
  • 11. o II – O leque dos pavões tristes Aqui, Gustavo fala da encantadora relação com a sua avó Celeste, que mais determinou a sua infância. Ela conta-lhe a história do seu avô Hugo, que fora aviador e sempre teve o sonho de voar como as aves, mas, infelizmente, faleceu. Mostrou-lhe também o seu ateliê , onde se encontravam vários leques pintados por ela e o seu mais recente, a que chamou “leque dos pavões tristes”, explicando-lhe que as aves são os animais que têm melhor vida, exceto os pavões, pois não são livres; até podem ter uma grandíssima beleza, mas não conseguem voar, logo estão representados com tristeza.
  • 12. o III – O meu pai Outra personagem significante na sua vida foi o seu pai. Nas férias, o narrador conta a viagem que ele fez com o pai a uma quinta onde pôde ver os dólmenes de Fonte Branca, assistir ao nascimento de um potro e trazer dessa quinta um cachorro, que passou a ser mais um dos seus íntimos (animais).
  • 13. o IV – Bichos-carpinteiros Ele passou o estio, muitas vezes, com a companhia dos seus amigos que tinham cada um uma alcunha: o Litos, o Pelé, o Badalo, o Dentes-de-aço e o Conta-Gotas (que não esteve presente durante um mês). Estes foram verdadeiros amigos nas suas aventuras e encrencas.
  • 14. o V – Bichos-do-mato Este capítulo relata a comemoração do 10º aniversário de Gustavo e a chegada dos seus meios-irmãos gémeos Dudu e Dadá, que já andavam na faculdade e só o importunavam. Ele chamava-os de “cábulas” e de “exilados”. Nesse dia, o narrador recebeu o melhor presente que podia ter, dado pelo seu pai, que foi uma bicicleta. A partir daqui, ele fez as suas caminhadas à serra com a sua nova prenda.
  • 15. o VI – Joaninha, voa, voa… Gustavo fala da sua ida à feira e da sua nova amizade, Joana, que era uma rapariga lisboeta, sobrinha-neta de uma vizinha dele, por quem se apaixonou. Não sabia andar de bicicleta, pelo que Gustavo prometeu-lhe ensinar.
  • 16. o VII – O passeio à serra Neste capítulo, Gustavo, juntamente com os seus amigos, ajudam a Joana a andar de bicicleta, passeando pela serra. Ele descobre que os pais dela estão em vias de se divorciar, ficando preocupadíssimo, e revela-lhe que adora a natureza, a vida animal e que sonha ser, um dia, um cientista famoso.
  • 17. o VIII – Peixes de água doce Gustavo aproveita para descansar junto ao rio, onde, com os seus amigos, nada e desenha um retrato dos olhos de Joana, a que ela os chama de peixes de água doce.
  • 18. o IX – No quintal Gustavo leva Joana ao seu quintal para conhecer o seu “laboratório” e “jardim zoológico”, influenciando-a a gostar mais da vila e da natureza. Ela depois acabou por ter um grande afeto para com o cachorro de Gustavo.
  • 19. o X – É fogo O narrador prevê a existência dos vários incêndios durante esta época quente e, um dia, ocorre um destes junto à casa de um grande amigo seu, Manel Bezerra, que é pastor e apicultor. Ele, sabendo do acontecimento, esconde-se dentro do carro dos bombeiros e aparece no local para ajudá-lo. Mais tarde, espera no centro de saúde para ver se o seu amigo se encontrava bem, mostrando a sua lealdade para com os seus.
  • 20. o XI – A fonte dos segredos Gustavo e Joana passeiam até à fonte dos segredos, ou fonte dos namorados, e ele revela-lhe a lenda antiga daquele lugar. Conta-se que, há muitos anos, houve um fogo terrível e um bombeiro famoso de Fonte Branca, que era corajoso, foi capaz de salvar um aprendiz de serralheiro, mas voltou ao local para apagá-lo. Infelizmente, morreu, e a sua namorada veio sentar-se naquela fonte; chorou tanto, que acabou por secá-la, como se fosse magia.
  • 21. o XII – Solidários Neste capítulo, Joana regressa à cidade com o seu pai e, para que Gustavo se sinta melhor, vai ao encontro do seu sempre amigo Manel Bezerra. Este dá-lhe conselhos e diz-lhe que o seu filho, que está na Suíça, convidou-o a ir também para lá. O narrador pede-lhe ainda para o deixar de tratar por “tu” e por “menino”.
  • 22. o XIII – O fantasma do sacristão As férias estavam a chegar ao fim e Gustavo estava quase a partir para o internato. Ele e os seus amigos foram visitar as grutas, recebe notícias de Joana e tem uma conversa com a avó Celeste sobre as flores. Ela explica-lhe que nunca pintou flores, devido a serem criaturas estáticas, porque apenas gosta de representar o que se movimenta.
  • 23. o XIV – Herdeiros Gustavo chega ao dia de partida, deixando o seu quintal, os seus “mais íntimos”, que ficam com os seus amigos e com o seu pai enquanto estiver ausente, a sua família, mas sobretudo, a sua avó Celeste que, na despedida, estava colada à janela do ateliê, no seu roupão branco de seda e tinha nas suas mãos o leque dos pavões tristes.