SlideShare uma empresa Scribd logo
A Fase de Dom João VI                                 Período JoaninoGrupo 3 – 2M4
1. Quem foi Dom João VI (Pequena Biografia).
Dom João VIFilho secundogênito de D. Maria I e de D. Pedro III.Casou-se com D. Carlota Joaquina em 1785.Assumiu em 1792 a direção dos negócios públicos devido a morte do irmão primogênito e doença mental da mãe.
1767-1826 Príncipe Regente de PortugalDom João VI
 2. Motivos da fuga da Corte Real Portuguesa ao Brasil.
Após a Revolução Francesa, Napoleão transformou-se em chefe supremo da nação. Tinha como grande meta industrializar a economia francesa através de um agressivo plano que combinava pesados investimentos estatais e uma política internacional agressiva. A maior potência industrial da época era a Inglaterra, assim Bonaparte procurou retaliar o monopólio mercadológico britânico ameaçando a soberania das demais nações européias. E em 1806, o governo napoleônico impôs o Bloqueio Continental à Europa. Segundo esse decreto, a França exigiu que nenhuma nação européia tivesse relações comerciais com a Inglaterra,  ampliando seus mercados consumidores e desestabilizando sua maior rival política, militar e econômica. Dom João VI, não acatou a ordem francesa porque ao longo do século XVIII, a economia portuguesa assinou uma série de tratados econômicos que aprofundou a dependência de Portugal para com a Inglaterra.
Em reposta, Napoleão ameaçou invadir o território português que pressionado aceitou um plano britânico que  oferecia escolta para que a família real portuguesa se deslocasse até o Brasil garantindo que utilizaria de suas forças militares para expulsar as tropas napoleônicas do solo português. Em troca desses favores, Dom João deveria transferir a capital portuguesa para o Rio de Janeiro e estabelecer um conjunto de tratados que abrissem os portos brasileiros às nações do mundo e oferecessem taxas alfandegárias menores aos produtos ingleses. Não tendo melhores alternativas frente à proposta inglesa, em novembro de 1807, cerca de 15.000 súditos da Coroa Portuguesa saíram às pressas rumo ao Brasil.
Motivos que trouxeram D. João ao BrasilBloqueio ContinentalFrancêsDesacato de Portugal diante da FrançaAmeaça de invasãoa Portugal.Transferência da Corte para o Brasil sobre proteção britânica.
3. Viagem e chegada ao Brasil.
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
4. Formação do Reino Unido.
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
5. Revolução do Porto ou Revolução Liberal do Porto.
Aconteceu porque:A burguesia mercantil se ressentia dos efeitos do Decreto de Abertura dos Portos as Nações Amigas (1808), que deslocara para o Brasil parte expressiva da vida econômica metropolitana.
A guarnição do porto, irritada com a falta de pagamento, junto com os comerciantes descontentes, conseguiram o apoio das camadas sociais: Clero, Nobreza e Exército português.Reivindicações: imediato retorno da Corte para Portugal, visto como forma de restaurar a dignidade metropolitana;
 o estabelecimento de uma monarquia constitucional em Portugal;
 a restauração da exclusividade de comércio com o Brasil (restauração do Pacto Colonial).Revolução do Porto ou Revolução Liberal do Porto
6. Retorno da Corte a Portugal

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Revolução Liberal Portuguesa
A Revolução Liberal PortuguesaA Revolução Liberal Portuguesa
A Revolução Liberal Portuguesa
kikatitic
 
1820 E O Liberalismo
1820 E O Liberalismo1820 E O Liberalismo
1820 E O Liberalismo
Projecto Alunos Inovadores
 
Período Joanino e Independência do Brasil
Período Joanino e Independência do BrasilPeríodo Joanino e Independência do Brasil
Período Joanino e Independência do Brasil
isameucci
 
Período Joanino
Período JoaninoPeríodo Joanino
Período Joanino
Marcos Mamute
 
O LIBERALISMO
O LIBERALISMOO LIBERALISMO
O LIBERALISMO
guestbfbc7a
 
O período joanino 1
O período joanino   1O período joanino   1
O período joanino 1
felipe_paes
 
Perodo joanino
Perodo joaninoPerodo joanino
Perodo joanino
Ronaldo Santos
 
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
Altair Moisés Aguilar
 
Período Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I ReinadoPeríodo Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I Reinado
eiprofessor
 
Familia real no_brasil
Familia real no_brasilFamilia real no_brasil
Familia real no_brasil
Priscila Azeredo
 
Transferência da corte portuguesa para o brasil
Transferência da corte portuguesa para o brasilTransferência da corte portuguesa para o brasil
Transferência da corte portuguesa para o brasil
Portal do Vestibulando
 
A transferência da Família Real para o Brasil
A transferência da Família Real para o BrasilA transferência da Família Real para o Brasil
A transferência da Família Real para o Brasil
Isaquel Silva
 
Brasil colonia periodo_joanino_resumido
Brasil colonia periodo_joanino_resumidoBrasil colonia periodo_joanino_resumido
Brasil colonia periodo_joanino_resumido
Karla Fonseca
 
Família real no brasil
Família real no brasilFamília real no brasil
Família real no brasil
Acrópole - História & Educação
 
6 apresentação periodo joanino estagio
6  apresentação periodo joanino estagio6  apresentação periodo joanino estagio
6 apresentação periodo joanino estagio
aridu18
 
A constituição de 1822
A constituição de 1822A constituição de 1822
A constituição de 1822
Maria Cerqueira
 
Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joanino
dmflores21
 
Brasil surge um país
Brasil   surge um paísBrasil   surge um país
Brasil surge um país
Lídia Barreto
 
Aula sobre independência do brasil
Aula sobre independência do brasilAula sobre independência do brasil
Aula sobre independência do brasil
Profª Bruna Morrana
 

Mais procurados (20)

A Revolução Liberal Portuguesa
A Revolução Liberal PortuguesaA Revolução Liberal Portuguesa
A Revolução Liberal Portuguesa
 
1820 E O Liberalismo
1820 E O Liberalismo1820 E O Liberalismo
1820 E O Liberalismo
 
Período Joanino e Independência do Brasil
Período Joanino e Independência do BrasilPeríodo Joanino e Independência do Brasil
Período Joanino e Independência do Brasil
 
Período Joanino
Período JoaninoPeríodo Joanino
Período Joanino
 
O LIBERALISMO
O LIBERALISMOO LIBERALISMO
O LIBERALISMO
 
O período joanino 1
O período joanino   1O período joanino   1
O período joanino 1
 
Perodo joanino
Perodo joaninoPerodo joanino
Perodo joanino
 
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
 
Período Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I ReinadoPeríodo Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I Reinado
 
Familia real no_brasil
Familia real no_brasilFamilia real no_brasil
Familia real no_brasil
 
Transferência da corte portuguesa para o brasil
Transferência da corte portuguesa para o brasilTransferência da corte portuguesa para o brasil
Transferência da corte portuguesa para o brasil
 
A transferência da Família Real para o Brasil
A transferência da Família Real para o BrasilA transferência da Família Real para o Brasil
A transferência da Família Real para o Brasil
 
Brasil colonia periodo_joanino_resumido
Brasil colonia periodo_joanino_resumidoBrasil colonia periodo_joanino_resumido
Brasil colonia periodo_joanino_resumido
 
Família real no brasil
Família real no brasilFamília real no brasil
Família real no brasil
 
6 apresentação periodo joanino estagio
6  apresentação periodo joanino estagio6  apresentação periodo joanino estagio
6 apresentação periodo joanino estagio
 
A Corte
A CorteA Corte
A Corte
 
A constituição de 1822
A constituição de 1822A constituição de 1822
A constituição de 1822
 
Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joanino
 
Brasil surge um país
Brasil   surge um paísBrasil   surge um país
Brasil surge um país
 
Aula sobre independência do brasil
Aula sobre independência do brasilAula sobre independência do brasil
Aula sobre independência do brasil
 

Destaque

Defensor Ciudadano/a de Málaga
Defensor Ciudadano/a de MálagaDefensor Ciudadano/a de Málaga
Defensor Ciudadano/a de Málaga
Marina Thode
 
Hebreus
HebreusHebreus
Tristan corbeil lapointe portefolio diaporama automatique
Tristan corbeil lapointe portefolio diaporama automatiqueTristan corbeil lapointe portefolio diaporama automatique
Tristan corbeil lapointe portefolio diaporama automatique
Tristan Corbeil
 
L’educació inclusiva
L’educació inclusiva L’educació inclusiva
L’educació inclusiva
Baix
 
La tecnología aplicada a los procesos de calidad
La tecnología aplicada a los procesos de calidadLa tecnología aplicada a los procesos de calidad
La tecnología aplicada a los procesos de calidad
polimeca
 
El aparato circulatorio
El aparato circulatorioEl aparato circulatorio
El aparato circulatorio
Javier
 
2013 2
2013 22013 2
07 modelatge litoral (los pitufos)
07   modelatge litoral (los pitufos)07   modelatge litoral (los pitufos)
07 modelatge litoral (los pitufos)
Javier
 
62346 6560233 atendimento-primeiros-socorros
62346 6560233 atendimento-primeiros-socorros62346 6560233 atendimento-primeiros-socorros
62346 6560233 atendimento-primeiros-socorros
Dominngos
 
Equipo 2: FCB (Los Manitas).
Equipo 2: FCB (Los Manitas).Equipo 2: FCB (Los Manitas).
Equipo 2: FCB (Los Manitas).
Javier
 
Gms junho
Gms junhoGms junho
Gms junho
Katya_C
 
Procesos Urbanos Informales Y Territorio
Procesos Urbanos Informales Y TerritorioProcesos Urbanos Informales Y Territorio
Procesos Urbanos Informales Y Territorio
guestd17616
 
grandes temas em biologia_aula_05_volume01
grandes temas em biologia_aula_05_volume01grandes temas em biologia_aula_05_volume01
grandes temas em biologia_aula_05_volume01
Adila Trubat
 
Feileite 2011 hpb abs
Feileite 2011   hpb absFeileite 2011   hpb abs
Feileite 2011 hpb abs
Katya_C
 
Cartillasionas
CartillasionasCartillasionas
Cartillasionas
TECNOANDAKI
 
Me desculpe 2 lindoooo
Me desculpe  2 lindooooMe desculpe  2 lindoooo
Me desculpe 2 lindoooo
Adriana Andrade
 
Leyenda china
Leyenda chinaLeyenda china
Leyenda china
Moises Levet
 
Carne jassd
Carne jassdCarne jassd
Carne jassd
jassd9a
 
Genetica 2a
Genetica 2aGenetica 2a
Genetica 2a
Adila Trubat
 

Destaque (20)

Defensor Ciudadano/a de Málaga
Defensor Ciudadano/a de MálagaDefensor Ciudadano/a de Málaga
Defensor Ciudadano/a de Málaga
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Tristan corbeil lapointe portefolio diaporama automatique
Tristan corbeil lapointe portefolio diaporama automatiqueTristan corbeil lapointe portefolio diaporama automatique
Tristan corbeil lapointe portefolio diaporama automatique
 
L’educació inclusiva
L’educació inclusiva L’educació inclusiva
L’educació inclusiva
 
La tecnología aplicada a los procesos de calidad
La tecnología aplicada a los procesos de calidadLa tecnología aplicada a los procesos de calidad
La tecnología aplicada a los procesos de calidad
 
El aparato circulatorio
El aparato circulatorioEl aparato circulatorio
El aparato circulatorio
 
2013 2
2013 22013 2
2013 2
 
O noso Nadal
O noso NadalO noso Nadal
O noso Nadal
 
07 modelatge litoral (los pitufos)
07   modelatge litoral (los pitufos)07   modelatge litoral (los pitufos)
07 modelatge litoral (los pitufos)
 
62346 6560233 atendimento-primeiros-socorros
62346 6560233 atendimento-primeiros-socorros62346 6560233 atendimento-primeiros-socorros
62346 6560233 atendimento-primeiros-socorros
 
Equipo 2: FCB (Los Manitas).
Equipo 2: FCB (Los Manitas).Equipo 2: FCB (Los Manitas).
Equipo 2: FCB (Los Manitas).
 
Gms junho
Gms junhoGms junho
Gms junho
 
Procesos Urbanos Informales Y Territorio
Procesos Urbanos Informales Y TerritorioProcesos Urbanos Informales Y Territorio
Procesos Urbanos Informales Y Territorio
 
grandes temas em biologia_aula_05_volume01
grandes temas em biologia_aula_05_volume01grandes temas em biologia_aula_05_volume01
grandes temas em biologia_aula_05_volume01
 
Feileite 2011 hpb abs
Feileite 2011   hpb absFeileite 2011   hpb abs
Feileite 2011 hpb abs
 
Cartillasionas
CartillasionasCartillasionas
Cartillasionas
 
Me desculpe 2 lindoooo
Me desculpe  2 lindooooMe desculpe  2 lindoooo
Me desculpe 2 lindoooo
 
Leyenda china
Leyenda chinaLeyenda china
Leyenda china
 
Carne jassd
Carne jassdCarne jassd
Carne jassd
 
Genetica 2a
Genetica 2aGenetica 2a
Genetica 2a
 

Semelhante a A Fase de Dom João VI - 2M4/G3

A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808
ProfessoresColeguium
 
A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808
ProfessoresColeguium
 
Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Resumo historia brasil_parte_ii (1)Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Manaahmaninha12
 
A família real portuguesa no brasil
A família real portuguesa no brasilA família real portuguesa no brasil
A família real portuguesa no brasil
Ueber Vale
 
Processo de independência do Brasil
Processo de independência do BrasilProcesso de independência do Brasil
Processo de independência do Brasil
Ana Souza
 
Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824 Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824
Dismael Sagás
 
Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824 Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824
Dismael Sagás
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
henrique.jay
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
PORTAL69
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
Celiamariag3
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
Celiamariag3
 
Chegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptxChegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptx
RafaelyLeite1
 
Revolução Liberal Portuguesa
Revolução Liberal PortuguesaRevolução Liberal Portuguesa
Revolução Liberal Portuguesa
Claudia Ferreira Carrega
 
ATIVIDADES/2ANOS
ATIVIDADES/2ANOSATIVIDADES/2ANOS
ATIVIDADES/2ANOS
felipe_paes
 
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal Completo
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal   CompletoA ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal   Completo
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal Completo
ricardup
 
A vinda da família real para o brasil
A vinda da família real para o brasilA vinda da família real para o brasil
A vinda da família real para o brasil
Brunno Andrade
 
Família real no brasil
Família real no brasilFamília real no brasil
Família real no brasil
harlissoncarvalho
 
Apostila.modulo x. independencia do brasil
Apostila.modulo x. independencia do brasilApostila.modulo x. independencia do brasil
Apostila.modulo x. independencia do brasil
Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
jessica Nogueira
 
Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)
Valéria Shoujofan
 

Semelhante a A Fase de Dom João VI - 2M4/G3 (20)

A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808
 
A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808
 
Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Resumo historia brasil_parte_ii (1)Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Resumo historia brasil_parte_ii (1)
 
A família real portuguesa no brasil
A família real portuguesa no brasilA família real portuguesa no brasil
A família real portuguesa no brasil
 
Processo de independência do Brasil
Processo de independência do BrasilProcesso de independência do Brasil
Processo de independência do Brasil
 
Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824 Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824
 
Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824 Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
 
Chegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptxChegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptx
 
Revolução Liberal Portuguesa
Revolução Liberal PortuguesaRevolução Liberal Portuguesa
Revolução Liberal Portuguesa
 
ATIVIDADES/2ANOS
ATIVIDADES/2ANOSATIVIDADES/2ANOS
ATIVIDADES/2ANOS
 
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal Completo
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal   CompletoA ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal   Completo
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal Completo
 
A vinda da família real para o brasil
A vinda da família real para o brasilA vinda da família real para o brasil
A vinda da família real para o brasil
 
Família real no brasil
Família real no brasilFamília real no brasil
Família real no brasil
 
Apostila.modulo x. independencia do brasil
Apostila.modulo x. independencia do brasilApostila.modulo x. independencia do brasil
Apostila.modulo x. independencia do brasil
 
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
 
Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)
 

Último

Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
Vanessa F. Rezende
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
EduardoLealSilva
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 

Último (20)

Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 

A Fase de Dom João VI - 2M4/G3

  • 1. A Fase de Dom João VI Período JoaninoGrupo 3 – 2M4
  • 2. 1. Quem foi Dom João VI (Pequena Biografia).
  • 3. Dom João VIFilho secundogênito de D. Maria I e de D. Pedro III.Casou-se com D. Carlota Joaquina em 1785.Assumiu em 1792 a direção dos negócios públicos devido a morte do irmão primogênito e doença mental da mãe.
  • 4. 1767-1826 Príncipe Regente de PortugalDom João VI
  • 5. 2. Motivos da fuga da Corte Real Portuguesa ao Brasil.
  • 6. Após a Revolução Francesa, Napoleão transformou-se em chefe supremo da nação. Tinha como grande meta industrializar a economia francesa através de um agressivo plano que combinava pesados investimentos estatais e uma política internacional agressiva. A maior potência industrial da época era a Inglaterra, assim Bonaparte procurou retaliar o monopólio mercadológico britânico ameaçando a soberania das demais nações européias. E em 1806, o governo napoleônico impôs o Bloqueio Continental à Europa. Segundo esse decreto, a França exigiu que nenhuma nação européia tivesse relações comerciais com a Inglaterra, ampliando seus mercados consumidores e desestabilizando sua maior rival política, militar e econômica. Dom João VI, não acatou a ordem francesa porque ao longo do século XVIII, a economia portuguesa assinou uma série de tratados econômicos que aprofundou a dependência de Portugal para com a Inglaterra.
  • 7. Em reposta, Napoleão ameaçou invadir o território português que pressionado aceitou um plano britânico que oferecia escolta para que a família real portuguesa se deslocasse até o Brasil garantindo que utilizaria de suas forças militares para expulsar as tropas napoleônicas do solo português. Em troca desses favores, Dom João deveria transferir a capital portuguesa para o Rio de Janeiro e estabelecer um conjunto de tratados que abrissem os portos brasileiros às nações do mundo e oferecessem taxas alfandegárias menores aos produtos ingleses. Não tendo melhores alternativas frente à proposta inglesa, em novembro de 1807, cerca de 15.000 súditos da Coroa Portuguesa saíram às pressas rumo ao Brasil.
  • 8. Motivos que trouxeram D. João ao BrasilBloqueio ContinentalFrancêsDesacato de Portugal diante da FrançaAmeaça de invasãoa Portugal.Transferência da Corte para o Brasil sobre proteção britânica.
  • 9. 3. Viagem e chegada ao Brasil.
  • 12. 4. Formação do Reino Unido.
  • 14. 5. Revolução do Porto ou Revolução Liberal do Porto.
  • 15. Aconteceu porque:A burguesia mercantil se ressentia dos efeitos do Decreto de Abertura dos Portos as Nações Amigas (1808), que deslocara para o Brasil parte expressiva da vida econômica metropolitana.
  • 16. A guarnição do porto, irritada com a falta de pagamento, junto com os comerciantes descontentes, conseguiram o apoio das camadas sociais: Clero, Nobreza e Exército português.Reivindicações: imediato retorno da Corte para Portugal, visto como forma de restaurar a dignidade metropolitana;
  • 17. o estabelecimento de uma monarquia constitucional em Portugal;
  • 18. a restauração da exclusividade de comércio com o Brasil (restauração do Pacto Colonial).Revolução do Porto ou Revolução Liberal do Porto
  • 19. 6. Retorno da Corte a Portugal
  • 20. Pressionado pelos portugueses, D. João VI resolveu voltar para Portugal em abril de 1821, deixando em seu lugar no Brasil seu filho D. Pedro como Príncipe Regente._______________________________________“Como é para o bem de todos e felicidade geral da nação, estou pronto: diga ao povo que fico. Agora só tenho a recomendar-vos união e tranqüilidade.”D. Pedro (Dia do Fico)