SlideShare uma empresa Scribd logo
A distribuição da camada de ozônio,o efeito estufa, a chuva acida é a ” problemática do lixo
urbano é estratégias para a politica energética do planeta, são alguns temas discutidos na
introdução do livro “Do nincho ao lixo , ambiente sociedade e educação “.

O nincho ,segundo o dicionário de ecologia ACIESP, édefinido com: “ papel ecológico de uma
espécie numa comunidade; conceituada também como espaço multidimensional cujas
coordenadas são vários parâmetros que constituem a condição da existência da espécie. A
restrição a este nincho é ditado pela presença de espécie competidora ou ainda “gama total
de condições sobre as quais o individuo ou a população vive é se reproduz”. Os homens estão

Destruindo gradualmente o seu habitat é seu ninchode tal modo que eles vêm
comprometendo cada vez mais sua condição de sobrevivência .

A palavra ambiente segundo odumé : termo especial para indicar os campos de interesse da
biologia é ecologia, para derivada da raiz grega oikos ,que significa “casa”. Assim , literalmente
ecologia é o estudo das “casas” ou por extensão, do habitat”. O ambiente ,além de ser o
conjunto de introduções entre os ecossistemas como entendido pelos biólogos, envolve
também o sentido de introdução com a cultura humana, numa relação de reciprocidade.

Qualquer mudança que possa ocorrer em uma dessas duas partes afetará a outra. Nessas
interações, onde as leisda biologia regulam um ser vivo com seu meio natural – “estrutura e
função da natureza”.

Considerando o ambiente como um conjunto de fatores naturais é também não naturais,
podemos compreender que os problemas ambientais do homem contemporâneonão podem
ser tratado com naturalidade. A sociedade é responsávelpelos danos causados aos
ecossistemas.

Na busca de soluções rápidas é praticas para seus problemas, a sociedade promoveu avanços
técnicos nos quais a natureza saiu perdendo.

Não se pode negar atualidade,nacional é internacionalmente , uma frágil vontade politica dos
governos em relação as questões ambiental. Quanto mais a poluição extrapola os limites
politico – administrativos dos estadosestados nacionais, mais a solução desse problemas
passa para decisões politicas internacionais.

A solução para os problemas ambientais não se encontra somente na vontade politica dos
governos. A tecnologia avançou muito e os sistemas socioeconômicosestão apoiados em
esquemas difíceis de reverter sem provocar um numero de desequilíbrios. Quase todos os
tipos de transportes atualmente em uso retiram a energiade qual necessitam para mover-se
dos combustíveis fósseis; a produção e a embalagem de produtos apoia-se em novas
tecnologias ;em muitos casos os vidros e os metais deram lugar ao plástico.

É bastante difícil modificar tudo isso sem abalar significamentea logística de produção é o
“confortável” cotidiano da humanidade.

Vivemos hoje um momento de grandes mudanças.
Aumenta de forma indiscriminada em todo mundo o consumo de combustíveis orgânicos,
oque ajuda a entender o porquê da elevação de dióxido de carbono (co2) na atmosfera . essa

Elevação tende a ser maior nas aglomerações urbanas ,onde o uso de veiculo automotores é
intenso, assim como é grande o consumo de energia para fins domésticos e/ou industriais.

Aumenta também os níveis atmosféricos de dióxido de enofre e óxidos de nitrogênio , quase
sempre pelas mesmas causas: industrializações não planejadas é o uso intensivo de
combustíveis fósseis. A sociedade , por relutar em abdicar de alguns hábitos, como
desperdícios de agua é o descarte inadequado de aparelhos ultrapassados tecnologicamente
contribui para o comprometimento da qualidade ambiental planetária.

A medida que a nova sociedade urbano – industrial se consolidou, é com ela o consumismo
como ideologia de vida, aumenta, tanto nas sociedades avançadas com nas subdesenvolvidas ,
o volume de dejetos domésticos é industriais . ate recentemente a humanidade ainda não
tinha percebido que o volumoso lixo que produzia podia ser um problema para o ambiente.

Então ,usava sem grandes preocupações “áreas vazias” , ate mesmo mares e rios , como
deposito domésticos para seus rejeitos.

O primeiro capitulo do livro fala sobre a “questões conceituais sobre poluição”.

A poluição é um termo genérico usado para designar a quebra do ritmo vitalé natural em uma
ou mais áreas da biosfera. Esta formada pala reunião de todos os ecossistemas terrestres é
aquático ,tem suas matrizes nos elementos terra , agua é ar .

Seu primeiro tema é mais “poluição doar”.

Podemos dizer que ar poluído é aquele onde há uma relativaelevação da concentração de
substâncias gasosas, liquidas ou solidas estranhas á composição normal da atmosfera.

Podem-se classificar as fontes poluídas naturais e artificiais . As naturais seriam vegetação, o
solo com suas fonte geogênicas , as aguas - principalmente as dos oceanos – e as combustões
biomássicas. As artificiais seriam aquela relacionadas direta ou indiretamente á atividade
humana.

Os poluentes atmosféricos também são classificados em primáriosé secundários .os primários
chegam a atmosfera diretamente de fonte , não sofrendo transformações químicas . os
secundários são compostos que se formam na atmosfera , muitas vezes resultantes de
reações fotoquímicas envolvendo compostos de hidrocarbonetos , ócidos de nitrogênio é
ozônio.

Determinar a origem tantodos poluentes primários como dos secundários é importante para
definir critérios adequados ao controle tanto de situações “normais” ,quando os níveis de
poluentes emitidos estão dentro de limites toleráveis como de situação de emergência ,
quando se evita o agravamento da situação pode-se ter de recorrer á interrupção da emissão
de algumas fontes especificas. É importante frisar que em determinadas situações, com
condições meteorológicase topográficas desfavoráveis á dispersão dos poluentes , a simples
interrupção das emissões pode não ser suficiente para reduzir rapidamente os níveis elevado
de certos poluentes.

. disposição seca é disposição úmida.

A disposição seca ocorre na ausência de precipitação (chuva) ou neve é consiste na retenção
de poluentes do ar por impactação ou adsorção nas superfícies de edifícios, vegetação,
solo,ect..

O processo de deposiçãoúmido, relacionado a fenômenos como a chuva é a neve, difere
notariamente conforme o poluente seja particulado ou gasoso. A velocidade de remoção
depende muito da natureza do poluente; asolubilidade em agua , seu estado físico (gás ou
aerossol), tamanho e a concentração do aerossol são particularmente importantes. O
mecanismo de crescimento de uma nuvem pode afetar a eficiência da remoção. Para o
aerossol existem dois processopossíveis:

Rainout e Washout.

Capítulo Dois – Chuva Ácida e SmogFotoquímico

A chuva , que sempre foi uma espécie de benção para os povos , símbolos da abonança é da
fertilidade , vem se tornando , em algumas regiões , uma causadora de grandes danos e
alguns ecossistemas.

. QUEM SÃO OS RESPONSÁVEIS ?

Sem duvida é a indústria a principal responsável pela poluição do ar. Diretamente , pela
fumaça que suas chaminés lançam ao ar, é indiretamente , pelos gases gerado por aluns de
seus principais produtos : os veículos automotores .

O avanço do processo de industrialização ,responsável pelo aparecimento das regiões
fortemente industrializadas do planeta, ocorreu ate recentemente sem que os interesses
públicos e privados tivesse qualquer preocupação em preservar o ambiente.

Hoje existemleis ambientais para conter esse tipo de crescimento desordenado. Em muitos
países a legislação ambiental esta muito avançada.

A pesardesses avanços , porém , em grande parte do mundo continua o problema das grandes
concentrações industriais sem mecanismo de controle sobre agentes poluidores.

.caracterização da acidez da chuva:

O dióxido de carbono e a chuva.

São varias as substâncias químicas que podem contribuirpara desregular a concentração de
íons H+ das chuvas das chuvas .

O dióxidode carbono ,compõe naturalmente a mistura gasosa da atmosfera , em
aproximadamente 0,03%,tem também a sua importância . Éum óxido ácido ,por isso reage
com a agua produzindo uma solução acida : Água e carbono ; a presença deste acido gera um
caráter levemente acido nessa solução.

. Dióxido de enxofre

Existem fontes de dióxido de enxofre naturais e antropúirgicas.

As principais estão associadas principalmente a atividades geogênicase a processo biológico
que em geral produzem anaerobicamente acido sulfídrico e sulfato de dimetila.

Uma vez lançado na atmosfera esses gases reagem , por exemplo , com radicais hidroxila e são
transformados em dióxido de enxofre.

As principais emissõesantropúrgicas resultam da queima de combustíveis fòsseis já citadas
,como a gasolina , o diesel e o carvão mineral. Isso ocorreporque existem naturalmente
enxofre e compostos sulfurados nesses combustíveis, sendo díficil de elimina-los durante o
processo de purificação da matriz energética.

A oxidação catalítica do dióxido de enxofre pode originar acido sulfúrico.

Diferentementedo acido carbônico , citado como fraco , o acido sulfúrico é forte e tende a
permanecer na forma ionizada , liberando H+ ,razão pela qual influi muito na acidez das
chuvas .

. Oxido de Nitrogênio

Uma parte dos óxidos de nitrogênio presente no ar forma-se naturalmente, quando nitrogênio
e oxigeno atmosféricos se combinam sob ação da eletricidade dos raios .outra parte é
produto do metabolismo de certos micro-organismos existentes no solo. 65% dos monóxidos
e dióxido de nitrogênio atmosféricossão derivados da queima de combustíveis fósseis
(gasolina , diesel,e da biomassa , sendo o restante de origem natural.

A presença dos ácidos de nitrogênio na atmosfera pode conduzir a formação de vários
compostos, entre os quais o acido nítrico.

Como o acido sulfúrico , o acido nítrico é um acido forte e tende a permanecer na forma
ionizada quando em solução aquosa . E , da mesma forma que o acido sulfúrico , influi
decisivamente no caráter acido das chuvas.

.consequênciasdas chuvas acidas.

Os problemas ambientais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Questões ambientais
Questões ambientaisQuestões ambientais
Questões ambientais
Mauro Nascimento
 
Unidade5 bio12 ano20_21
Unidade5 bio12 ano20_21Unidade5 bio12 ano20_21
Unidade5 bio12 ano20_21
Cláudia Barros Moreira
 
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Rogério Bartilotti
 
Meio Ambiente
Meio AmbienteMeio Ambiente
Meio Ambiente
Rogério Bartilotti
 
Questão Ambiental
Questão AmbientalQuestão Ambiental
Questão Ambiental
Rogerio Silveira
 
Turma 211 desequilíbrio ambiental
Turma 211 desequilíbrio ambientalTurma 211 desequilíbrio ambiental
Turma 211 desequilíbrio ambiental
Antonio Fernandes
 
Questão ambiental.
Questão ambiental.Questão ambiental.
Questão ambiental.
Douglas Gregorio
 
Responsabilidade ecologica
Responsabilidade ecologicaResponsabilidade ecologica
Responsabilidade ecologica
Rosana Sousa
 
Proeam MT - Meio Ambiente
Proeam MT - Meio AmbienteProeam MT - Meio Ambiente
Proeam MT - Meio Ambiente
Herbalife International do Brasil
 
Questão ambiental
Questão ambientalQuestão ambiental
Questão ambiental
PrismaTocantins
 
Julya
JulyaJulya
Poluição do ambiente - MANYANGA ,AMEDIUS
 Poluição do ambiente - MANYANGA ,AMEDIUS Poluição do ambiente - MANYANGA ,AMEDIUS
Poluição do ambiente - MANYANGA ,AMEDIUS
AMEDEEZ
 
Biologia 12º ano - Unidade 5 (auxiliar do poster)
Biologia 12º ano - Unidade 5 (auxiliar do poster)Biologia 12º ano - Unidade 5 (auxiliar do poster)
Biologia 12º ano - Unidade 5 (auxiliar do poster)
Enoque Guedes
 
Poluição Ambiental - Tema Transportes
Poluição  Ambiental - Tema TransportesPoluição  Ambiental - Tema Transportes
Poluição Ambiental - Tema Transportes
Lukas Lima
 
DesequilíBrios Ambientais
DesequilíBrios AmbientaisDesequilíBrios Ambientais
DesequilíBrios Ambientais
Diego Yamazaki Bolano
 
Impactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde HumanaImpactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde Humana
Melissa Leite
 
Questões ambientais globais
Questões ambientais globaisQuestões ambientais globais
Questões ambientais globais
Andressa Sucharski
 
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
Leonor Vaz Pereira
 
51.4.poluição e degradação de recursos2011.ivp.solos.trata.residuos
51.4.poluição e degradação de recursos2011.ivp.solos.trata.residuos51.4.poluição e degradação de recursos2011.ivp.solos.trata.residuos
51.4.poluição e degradação de recursos2011.ivp.solos.trata.residuos
Leonor Vaz Pereira
 
PoluiçãO Do Meio Ambiente
PoluiçãO Do Meio AmbientePoluiçãO Do Meio Ambiente
PoluiçãO Do Meio Ambiente
ecsette
 

Mais procurados (20)

Questões ambientais
Questões ambientaisQuestões ambientais
Questões ambientais
 
Unidade5 bio12 ano20_21
Unidade5 bio12 ano20_21Unidade5 bio12 ano20_21
Unidade5 bio12 ano20_21
 
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
 
Meio Ambiente
Meio AmbienteMeio Ambiente
Meio Ambiente
 
Questão Ambiental
Questão AmbientalQuestão Ambiental
Questão Ambiental
 
Turma 211 desequilíbrio ambiental
Turma 211 desequilíbrio ambientalTurma 211 desequilíbrio ambiental
Turma 211 desequilíbrio ambiental
 
Questão ambiental.
Questão ambiental.Questão ambiental.
Questão ambiental.
 
Responsabilidade ecologica
Responsabilidade ecologicaResponsabilidade ecologica
Responsabilidade ecologica
 
Proeam MT - Meio Ambiente
Proeam MT - Meio AmbienteProeam MT - Meio Ambiente
Proeam MT - Meio Ambiente
 
Questão ambiental
Questão ambientalQuestão ambiental
Questão ambiental
 
Julya
JulyaJulya
Julya
 
Poluição do ambiente - MANYANGA ,AMEDIUS
 Poluição do ambiente - MANYANGA ,AMEDIUS Poluição do ambiente - MANYANGA ,AMEDIUS
Poluição do ambiente - MANYANGA ,AMEDIUS
 
Biologia 12º ano - Unidade 5 (auxiliar do poster)
Biologia 12º ano - Unidade 5 (auxiliar do poster)Biologia 12º ano - Unidade 5 (auxiliar do poster)
Biologia 12º ano - Unidade 5 (auxiliar do poster)
 
Poluição Ambiental - Tema Transportes
Poluição  Ambiental - Tema TransportesPoluição  Ambiental - Tema Transportes
Poluição Ambiental - Tema Transportes
 
DesequilíBrios Ambientais
DesequilíBrios AmbientaisDesequilíBrios Ambientais
DesequilíBrios Ambientais
 
Impactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde HumanaImpactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde Humana
 
Questões ambientais globais
Questões ambientais globaisQuestões ambientais globais
Questões ambientais globais
 
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica
 
51.4.poluição e degradação de recursos2011.ivp.solos.trata.residuos
51.4.poluição e degradação de recursos2011.ivp.solos.trata.residuos51.4.poluição e degradação de recursos2011.ivp.solos.trata.residuos
51.4.poluição e degradação de recursos2011.ivp.solos.trata.residuos
 
PoluiçãO Do Meio Ambiente
PoluiçãO Do Meio AmbientePoluiçãO Do Meio Ambiente
PoluiçãO Do Meio Ambiente
 

Semelhante a A distribuição da camada de ozônio

Problemas ambientais 4º bimestre
Problemas ambientais 4º bimestreProblemas ambientais 4º bimestre
Problemas ambientais 4º bimestre
Débora Sales
 
mundoatual_homemeambiente - Slides sobre ambiente
mundoatual_homemeambiente - Slides sobre ambientemundoatual_homemeambiente - Slides sobre ambiente
mundoatual_homemeambiente - Slides sobre ambiente
sw4kfysgx7
 
Atmosfera - Biologia
Atmosfera - BiologiaAtmosfera - Biologia
Atmosfera - Biologia
12anogolega
 
mundo atual_o homem e o ambiente ufcd 6665
mundo atual_o homem e o ambiente ufcd 6665mundo atual_o homem e o ambiente ufcd 6665
mundo atual_o homem e o ambiente ufcd 6665
CristinaTavares50
 
Atmosfera, o ar que respiramos(1)
Atmosfera, o ar que respiramos(1)Atmosfera, o ar que respiramos(1)
Atmosfera, o ar que respiramos(1)
12anogolega
 
Problemas ambientais e o meio urbano
Problemas ambientais e o meio urbanoProblemas ambientais e o meio urbano
Problemas ambientais e o meio urbano
Priscla Silva
 
Impacto da contaminação no solo, na água e na atmosfera
Impacto da contaminação no solo, na água e na atmosferaImpacto da contaminação no solo, na água e na atmosfera
Impacto da contaminação no solo, na água e na atmosfera
Grupo2apcm
 
Poluiçao
PoluiçaoPoluiçao
Poluiçao
elsamariana
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
Kassia Santos
 
Poluição e desertificao final
Poluição e desertificao finalPoluição e desertificao final
Poluição e desertificao final
bfp1997
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Mudanças climáticas
Mudanças climáticas Mudanças climáticas
Mudanças climáticas
Marcelo Gomes
 
Impacto da ação humana no meio ambiente
Impacto da ação humana no meio ambienteImpacto da ação humana no meio ambiente
Impacto da ação humana no meio ambiente
acrlessa
 
Tipos de poluição
Tipos de poluiçãoTipos de poluição
Tipos de poluição
Galo_Frito
 
Meio ambiente ENSL
Meio ambiente ENSLMeio ambiente ENSL
Meio ambiente ENSL
Matheus Cerqueira
 
Problemas ambientais
Problemas  ambientais Problemas  ambientais
Problemas ambientais
Adriana Gomes Messias
 
Gestão ambiental iso 14000
Gestão ambiental iso 14000Gestão ambiental iso 14000
Gestão ambiental iso 14000
INTEC CURSOS PROFISSIONALIZANTES
 
Questões ambientais
Questões ambientaisQuestões ambientais
Questões ambientais
Mauro Nascimento
 
Questões ambientais
Questões ambientaisQuestões ambientais
Questões ambientais
Nonato Bouth
 
Apresentação G1
Apresentação G1Apresentação G1
Apresentação G1
Isabela Mendonça
 

Semelhante a A distribuição da camada de ozônio (20)

Problemas ambientais 4º bimestre
Problemas ambientais 4º bimestreProblemas ambientais 4º bimestre
Problemas ambientais 4º bimestre
 
mundoatual_homemeambiente - Slides sobre ambiente
mundoatual_homemeambiente - Slides sobre ambientemundoatual_homemeambiente - Slides sobre ambiente
mundoatual_homemeambiente - Slides sobre ambiente
 
Atmosfera - Biologia
Atmosfera - BiologiaAtmosfera - Biologia
Atmosfera - Biologia
 
mundo atual_o homem e o ambiente ufcd 6665
mundo atual_o homem e o ambiente ufcd 6665mundo atual_o homem e o ambiente ufcd 6665
mundo atual_o homem e o ambiente ufcd 6665
 
Atmosfera, o ar que respiramos(1)
Atmosfera, o ar que respiramos(1)Atmosfera, o ar que respiramos(1)
Atmosfera, o ar que respiramos(1)
 
Problemas ambientais e o meio urbano
Problemas ambientais e o meio urbanoProblemas ambientais e o meio urbano
Problemas ambientais e o meio urbano
 
Impacto da contaminação no solo, na água e na atmosfera
Impacto da contaminação no solo, na água e na atmosferaImpacto da contaminação no solo, na água e na atmosfera
Impacto da contaminação no solo, na água e na atmosfera
 
Poluiçao
PoluiçaoPoluiçao
Poluiçao
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
 
Poluição e desertificao final
Poluição e desertificao finalPoluição e desertificao final
Poluição e desertificao final
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Mudanças climáticas
Mudanças climáticas Mudanças climáticas
Mudanças climáticas
 
Impacto da ação humana no meio ambiente
Impacto da ação humana no meio ambienteImpacto da ação humana no meio ambiente
Impacto da ação humana no meio ambiente
 
Tipos de poluição
Tipos de poluiçãoTipos de poluição
Tipos de poluição
 
Meio ambiente ENSL
Meio ambiente ENSLMeio ambiente ENSL
Meio ambiente ENSL
 
Problemas ambientais
Problemas  ambientais Problemas  ambientais
Problemas ambientais
 
Gestão ambiental iso 14000
Gestão ambiental iso 14000Gestão ambiental iso 14000
Gestão ambiental iso 14000
 
Questões ambientais
Questões ambientaisQuestões ambientais
Questões ambientais
 
Questões ambientais
Questões ambientaisQuestões ambientais
Questões ambientais
 
Apresentação G1
Apresentação G1Apresentação G1
Apresentação G1
 

A distribuição da camada de ozônio

  • 1. A distribuição da camada de ozônio,o efeito estufa, a chuva acida é a ” problemática do lixo urbano é estratégias para a politica energética do planeta, são alguns temas discutidos na introdução do livro “Do nincho ao lixo , ambiente sociedade e educação “. O nincho ,segundo o dicionário de ecologia ACIESP, édefinido com: “ papel ecológico de uma espécie numa comunidade; conceituada também como espaço multidimensional cujas coordenadas são vários parâmetros que constituem a condição da existência da espécie. A restrição a este nincho é ditado pela presença de espécie competidora ou ainda “gama total de condições sobre as quais o individuo ou a população vive é se reproduz”. Os homens estão Destruindo gradualmente o seu habitat é seu ninchode tal modo que eles vêm comprometendo cada vez mais sua condição de sobrevivência . A palavra ambiente segundo odumé : termo especial para indicar os campos de interesse da biologia é ecologia, para derivada da raiz grega oikos ,que significa “casa”. Assim , literalmente ecologia é o estudo das “casas” ou por extensão, do habitat”. O ambiente ,além de ser o conjunto de introduções entre os ecossistemas como entendido pelos biólogos, envolve também o sentido de introdução com a cultura humana, numa relação de reciprocidade. Qualquer mudança que possa ocorrer em uma dessas duas partes afetará a outra. Nessas interações, onde as leisda biologia regulam um ser vivo com seu meio natural – “estrutura e função da natureza”. Considerando o ambiente como um conjunto de fatores naturais é também não naturais, podemos compreender que os problemas ambientais do homem contemporâneonão podem ser tratado com naturalidade. A sociedade é responsávelpelos danos causados aos ecossistemas. Na busca de soluções rápidas é praticas para seus problemas, a sociedade promoveu avanços técnicos nos quais a natureza saiu perdendo. Não se pode negar atualidade,nacional é internacionalmente , uma frágil vontade politica dos governos em relação as questões ambiental. Quanto mais a poluição extrapola os limites politico – administrativos dos estadosestados nacionais, mais a solução desse problemas passa para decisões politicas internacionais. A solução para os problemas ambientais não se encontra somente na vontade politica dos governos. A tecnologia avançou muito e os sistemas socioeconômicosestão apoiados em esquemas difíceis de reverter sem provocar um numero de desequilíbrios. Quase todos os tipos de transportes atualmente em uso retiram a energiade qual necessitam para mover-se dos combustíveis fósseis; a produção e a embalagem de produtos apoia-se em novas tecnologias ;em muitos casos os vidros e os metais deram lugar ao plástico. É bastante difícil modificar tudo isso sem abalar significamentea logística de produção é o “confortável” cotidiano da humanidade. Vivemos hoje um momento de grandes mudanças.
  • 2. Aumenta de forma indiscriminada em todo mundo o consumo de combustíveis orgânicos, oque ajuda a entender o porquê da elevação de dióxido de carbono (co2) na atmosfera . essa Elevação tende a ser maior nas aglomerações urbanas ,onde o uso de veiculo automotores é intenso, assim como é grande o consumo de energia para fins domésticos e/ou industriais. Aumenta também os níveis atmosféricos de dióxido de enofre e óxidos de nitrogênio , quase sempre pelas mesmas causas: industrializações não planejadas é o uso intensivo de combustíveis fósseis. A sociedade , por relutar em abdicar de alguns hábitos, como desperdícios de agua é o descarte inadequado de aparelhos ultrapassados tecnologicamente contribui para o comprometimento da qualidade ambiental planetária. A medida que a nova sociedade urbano – industrial se consolidou, é com ela o consumismo como ideologia de vida, aumenta, tanto nas sociedades avançadas com nas subdesenvolvidas , o volume de dejetos domésticos é industriais . ate recentemente a humanidade ainda não tinha percebido que o volumoso lixo que produzia podia ser um problema para o ambiente. Então ,usava sem grandes preocupações “áreas vazias” , ate mesmo mares e rios , como deposito domésticos para seus rejeitos. O primeiro capitulo do livro fala sobre a “questões conceituais sobre poluição”. A poluição é um termo genérico usado para designar a quebra do ritmo vitalé natural em uma ou mais áreas da biosfera. Esta formada pala reunião de todos os ecossistemas terrestres é aquático ,tem suas matrizes nos elementos terra , agua é ar . Seu primeiro tema é mais “poluição doar”. Podemos dizer que ar poluído é aquele onde há uma relativaelevação da concentração de substâncias gasosas, liquidas ou solidas estranhas á composição normal da atmosfera. Podem-se classificar as fontes poluídas naturais e artificiais . As naturais seriam vegetação, o solo com suas fonte geogênicas , as aguas - principalmente as dos oceanos – e as combustões biomássicas. As artificiais seriam aquela relacionadas direta ou indiretamente á atividade humana. Os poluentes atmosféricos também são classificados em primáriosé secundários .os primários chegam a atmosfera diretamente de fonte , não sofrendo transformações químicas . os secundários são compostos que se formam na atmosfera , muitas vezes resultantes de reações fotoquímicas envolvendo compostos de hidrocarbonetos , ócidos de nitrogênio é ozônio. Determinar a origem tantodos poluentes primários como dos secundários é importante para definir critérios adequados ao controle tanto de situações “normais” ,quando os níveis de poluentes emitidos estão dentro de limites toleráveis como de situação de emergência , quando se evita o agravamento da situação pode-se ter de recorrer á interrupção da emissão de algumas fontes especificas. É importante frisar que em determinadas situações, com condições meteorológicase topográficas desfavoráveis á dispersão dos poluentes , a simples
  • 3. interrupção das emissões pode não ser suficiente para reduzir rapidamente os níveis elevado de certos poluentes. . disposição seca é disposição úmida. A disposição seca ocorre na ausência de precipitação (chuva) ou neve é consiste na retenção de poluentes do ar por impactação ou adsorção nas superfícies de edifícios, vegetação, solo,ect.. O processo de deposiçãoúmido, relacionado a fenômenos como a chuva é a neve, difere notariamente conforme o poluente seja particulado ou gasoso. A velocidade de remoção depende muito da natureza do poluente; asolubilidade em agua , seu estado físico (gás ou aerossol), tamanho e a concentração do aerossol são particularmente importantes. O mecanismo de crescimento de uma nuvem pode afetar a eficiência da remoção. Para o aerossol existem dois processopossíveis: Rainout e Washout. Capítulo Dois – Chuva Ácida e SmogFotoquímico A chuva , que sempre foi uma espécie de benção para os povos , símbolos da abonança é da fertilidade , vem se tornando , em algumas regiões , uma causadora de grandes danos e alguns ecossistemas. . QUEM SÃO OS RESPONSÁVEIS ? Sem duvida é a indústria a principal responsável pela poluição do ar. Diretamente , pela fumaça que suas chaminés lançam ao ar, é indiretamente , pelos gases gerado por aluns de seus principais produtos : os veículos automotores . O avanço do processo de industrialização ,responsável pelo aparecimento das regiões fortemente industrializadas do planeta, ocorreu ate recentemente sem que os interesses públicos e privados tivesse qualquer preocupação em preservar o ambiente. Hoje existemleis ambientais para conter esse tipo de crescimento desordenado. Em muitos países a legislação ambiental esta muito avançada. A pesardesses avanços , porém , em grande parte do mundo continua o problema das grandes concentrações industriais sem mecanismo de controle sobre agentes poluidores. .caracterização da acidez da chuva: O dióxido de carbono e a chuva. São varias as substâncias químicas que podem contribuirpara desregular a concentração de íons H+ das chuvas das chuvas . O dióxidode carbono ,compõe naturalmente a mistura gasosa da atmosfera , em aproximadamente 0,03%,tem também a sua importância . Éum óxido ácido ,por isso reage
  • 4. com a agua produzindo uma solução acida : Água e carbono ; a presença deste acido gera um caráter levemente acido nessa solução. . Dióxido de enxofre Existem fontes de dióxido de enxofre naturais e antropúirgicas. As principais estão associadas principalmente a atividades geogênicase a processo biológico que em geral produzem anaerobicamente acido sulfídrico e sulfato de dimetila. Uma vez lançado na atmosfera esses gases reagem , por exemplo , com radicais hidroxila e são transformados em dióxido de enxofre. As principais emissõesantropúrgicas resultam da queima de combustíveis fòsseis já citadas ,como a gasolina , o diesel e o carvão mineral. Isso ocorreporque existem naturalmente enxofre e compostos sulfurados nesses combustíveis, sendo díficil de elimina-los durante o processo de purificação da matriz energética. A oxidação catalítica do dióxido de enxofre pode originar acido sulfúrico. Diferentementedo acido carbônico , citado como fraco , o acido sulfúrico é forte e tende a permanecer na forma ionizada , liberando H+ ,razão pela qual influi muito na acidez das chuvas . . Oxido de Nitrogênio Uma parte dos óxidos de nitrogênio presente no ar forma-se naturalmente, quando nitrogênio e oxigeno atmosféricos se combinam sob ação da eletricidade dos raios .outra parte é produto do metabolismo de certos micro-organismos existentes no solo. 65% dos monóxidos e dióxido de nitrogênio atmosféricossão derivados da queima de combustíveis fósseis (gasolina , diesel,e da biomassa , sendo o restante de origem natural. A presença dos ácidos de nitrogênio na atmosfera pode conduzir a formação de vários compostos, entre os quais o acido nítrico. Como o acido sulfúrico , o acido nítrico é um acido forte e tende a permanecer na forma ionizada quando em solução aquosa . E , da mesma forma que o acido sulfúrico , influi decisivamente no caráter acido das chuvas. .consequênciasdas chuvas acidas. Os problemas ambientais.